O negão da praia

Um conto erótico de Cris Casada
Categoria: Heterossexual
Data: 13/01/2011 19:24:27
Nota 9.78

Vou me apresentar aqui como Cris, tenho 27anos, sou branca, loira, tenho 1,64 e 58kg . Sou casada há 4 anos com um empresário bem sucedido, ele tem 45 anos. , meu marido me dá tudo que uma mulher pode desejar, é carinhoso, me dá liberdade financeira, não preciso trabalhar ,ou seja me sobra tempo suficiente para ficar linda para ele. Malho todo dia, ele montou uma academia na nossa casa e paga uma personal para mim. Como dei sorte com a beleza eu só melhorei com esses anos malhando. Fiquei como os homens chamam uma cavalona, rsrsrs. Principalmente o bumbum que sempre foi grande... Meu marido sempre foi tarado por mim queria sexo toda hora, mas ultimamente não tem tido muito interesse por mim. Mas até pela minha criação nunca traí ele. Bom o que importa é que fiquei carente e a minha vida deu uma reviravolta nas últimas férias do meu marido. Ele alugou uma casa em Cabo Frio na praia as dunas , no Rio de Janeiro. A praia não é muito cheia, o mar é meio bravo, além de tudo não era alta temporada, ele gosta de privacidade e me comprou um biquini minúsculo, disse que eu tinha que fazer uma marquinha para ele. Estou acostumada a usar biquinis pequenos, mas aquele era super fio dental.

Bom chegamos lá e a casa era linda de frente para a praia, a praia meio vazia, ficávamos em frente de casa, tinha um barraqueiro muito simpático chamado jorge. Um negro forte e alto, fiquei com vergonha dele quando tirei minha saída de praia, meu biquini era escandaloso, o barraqueiro nos dava uma atenção especial. O detalhe é que ele trabalhava de camisa e sunga e mesmo não querendo não tinha como não reparar no volume enormeeee da sunga dele. Era anormal, nunca tinha visto uma coisa parecida. No segundo dia meu marido precisou voltar ao Rio para resolver um assunto da empresa. Ele voltaria no dia seguinte. Não me restava nada a fazer senão ir a praia, apesar do tempo estar nublado. Cheguei cedo e não tinha ninguém, só o Jorge negão preparando as coisas pra trabalhar. Cheguei e ele já veio todo atencioso botando uma cadeira e uma barraca. Perguntou:

Cadê o maridão?

Voltou ao Rio, negócios...

Não fica triste eu te faço companhia. Eu dei um sorriso e disse:

Que bom assim não morro de tédio...

Quando tirei a saída de praia de costas pra ele ouvi ele falar baixinho: Rabuda gostosa...

Mas como sou acostumada a ouvir essas coisas nem liguei. Deitei na canga e fiquei reforçando a marquinha, levantei e tentei entrar no mar mas tava batendo muito, o Jorge viu e veio pra perto de mim:

Vamos entrar juntos eu te ajudo, pode deixar que comigo você não se afoga. Eu respondi:

Poxa, brigadinha. Ele ficou atrás de mim e disse:

Pode deixar que eu te seguro.

Uma hora veio uma onda e me derrubou, ele me segurou, só que aproveitou pra me dar uma sarrada daquelas... me encoxou mesmo. E ficou me segurando com aquele pau enorme colado na minha bunda. Eu fiquei sem reação. Ele aproveitou e não me largou, senti o pauzão dele começar a endurecer.Quando a onda passou eu sem graça disse:

Pode me soltar agora, obrigada Jorge. Ele respondeu:

De nada princesa.

Voltei pra canga deitei, botei os óculos escuros e ele voltou ajeitando aquele pau enorme, já meio duro. A cena me deixou um pouco excitada, mas nunca me imaginei com um negão daquele, só tive homens do meu meio social, mas aquele negro enorme com aquele membro gigante mexeu comigo. Estava deitada de costas para ele, com a minha bunda empinada, comecei a achar gostosa a brincadeira de provocação, empinava bem, ficava de 4 ajeitando a canga. Depois de um tempo provocando, virei de repente para ele pra pedir um mate, a cena que eu vi me deixou chocada, ele estava com metade do pauzão pra fora da sunga, mexendo nele, com a camisa escondendo por cima, o safado tava se masturbando olhando pra mim. Ele tomou um susto e botou a camisa por cima, mas era impossível esconder aquele mastro duro apontando pra cima. Ele tentou ajeitar o pauzão dentro da sunga, eu hipnotizada olhando. Ele pegou o mate e se agachou bem perto do meu rosto pra me dar, o pau dele estava a um palmo do meu rosto com a camisa por cima levantada pelo mastro duro, eu tentava disfarçar mas não conseguia, eu estava trêmula e ele reparou, perguntou:

Algum problema linda? Nisso deu uma levantada na camisa como se estivesse ajeitando, me mostrando a cabeça enorme, inchada pra fora da sunga. Eu me levantei, não tava agüentando a situação de ter aquele mastro enorme duro a um palmo do meu rosto. Disse:

Tá é frio, que vento! Vou indo, quanto te devo? Ele disse:

Nada gata, já ganhei o dia, o que eu quero vc não vai me dar. E riu, eu disse:

Faço questão de pagar, ele respondeu:

Deixa pra lá, depois me dá uma forra.

Me despedi, sentindo a minha bucetinha escorrendo, nem botei a saída de praia. Como a casa era em frente, saí rebolando bastante a minha bunda grande, pra dar a ultima provocada, rsrs. Ouvi ele falando baixinho:

Isso rebola pro negão, loira rabuda, gostosa!

Tomei um banho, fiquei me tocando, louca de tesão, saí do banho e fui pra janela do quarto, no segundo andar. De lá fiquei olhando aquele negão forte, enorme, me tocando nuazinha, ele tava recolhendo as coisas pq tava com cara de chuva e a praia tava deserta, ele botou as coisas num carrinho de madeira e começou a puxar, só que parou na porta da minha casa, ficou tipo pensando e tocou a campanhia. Eu tava nua, com a bucetinha super melada, só tive tempo de botar o primeiro shortinho que vi e uma blusinha. Desci correndo pra atender, quando cheguei na porta é que reparei,por estar sem calcinha minha buceta melou o short e os meus seios estavam muito duros, com os biquinhos marcando demais a blusa. Abri assim mesmo pq eu ia demorar pra trocar de roupa. Quando abri ele disse:

Oi, nossa senhora! Desculpa loira mas vc ta ainda mais bonita.

Me olhou dos pés a cabeça. Eu disse:

Poxa obrigada! Ele disse:

Vim te pedir um favor, posso deixar minhas coisas aqui na sua casa hoje, parece que vai chover, amanhã eu pego. Respondi:

Claro, bota ali no quintal, agora estamos quites, rsrs.

Ele entrou e deixou as coisas nos fundos e me perguntou:

Seria abuso eu pedir mais um favor? Vi que tem um chuveiro no quintal, posso tomar um banho pra tirar o sal? Respondi:

Claro!

Deixei ele lá e entrei fui na cozinha pegar água, a cozinha tem uma janela que dá pro quintal, dessa janela eu podia ver ele tomando banho, o safado tava ensaboando o pauzão, ele não sabia que eu estava observando, falava:

Loira gostosa, rabuda, coxuda, que vontade de comer essa cavala...

Nisso o pau endurecendo, ficando enorme, eu não conseguia tirar os olhos daquele mastro preto, mexia na minha buceta, ela estava começando a escorrer de novo, isso durou uns 3 minutos, ele vestiu a sunga de volta com o pau estourando e fechou o chuveiro. Eu não sabia o que fazer, o tesão era muito grande, nunca tinha me sentindo daquele jeito, meu shortinho tinha uma mancha de melado, ele me chamou na porta de casa, todo molhado, com o pau quase rasgando a sunga, disse:

Tá frio aqui fora e riu.

Reparei que ele não tirava os olhos da minha buceta, ele viu a mancha de lubrificação e disse:

Estamos os dois molhados.

Deu um sorriso safado e tirou o pau pra fora, estava meio ereto, mas mesmo assim era enorme. Eu disse:

Que isso! Seu tarado!

Ele meteu a mão na minha buceta e disse:

Nunca vi uma mulher tão encharcada assim, tá louca pra dar pro negão né loira gostosa? Eu não tinha força pra tirar a mão dele, ele alisava a minha buceta com uma mão e com a outra botava a minha mão no pauzão dele:

Pega esse caralho preto loira, vai gostosa, pega com vontade.

Para seu tarado!

Mas eu já falava gemendo, eu estava praticamente entregue, ele me botou de joelho e botou a picona na minha cara, ficava passando o pau no meu rosto, me pegou pelos cabelos, botou a piroca na minha boca e falou:

Abre a boca gostosa! Senão vou bater com ele na sua cara!

Eu não abri e ele deu 2 batidas com aquele cacete enorme no meu rosto, o pau era muito pesado e doeu:

Cachorro,doeu!

Abre a boca! Mama meu pau que eu não bato mais

Eu estava totalmente dominada por aquele negão enorme, estava louca de tesão, mas fiz um charminho:

Tá bom eu mamo, mas só um pouco

Isso gostosa, linda... humm caralho que boca...

Eu não consegui botar nem metade do pau na boca, o pau era gigantesco, além de grande era muito grosso, estava inchando mais. Eu fiz tudo que sabia pra dar prazer pra ele, passava a língua na cabeçona, chupei o saco enorme dele, ele só gemia e xingava palavrão:

Humm, caralho que boquete gostoso, vai vagabunda, chupa esse caralho preto loira, sua puta gostosa.

Quando ele começou a me chamar de puta eu perdi a linha de vez, meu marido só me chamava de amor. Agora tinha um negão muito feio, bruto, me dominando e me fazendo de vagabunda. E eu estava adorando ser puta. Eu mamava com mais vontade agora, olhando nos olhos dele, ele tirou o pau de repente da minha boca e falou:

Porra, assim eu não aguento! Assim eu gozo rápido, uma loira gostosa dessa mamando meu pau assim, caralho!!!

Ele me pegou que nem um brinquedinho e me botou de 4 no sofá, tirou meu short e disse:

Puta que pariu!!! Que rabo é esse!!! Assim eu fico maluco! Empina ele todo puta!

Eu empinei bastante e ele começou a bater com o caralho, parecia um porrete de madeira, gemia a cada batida daquele cacete na minha bunda. Ele abaixou e abriu minha bunda, começou com uma sessão de linguada no meu cuzinho, eu tava alucinada. Parecia uma cachoeira a minha buceta, ele meteu a língua nela, essa hora eu comecei a tremer, nunca tinha sentido aquilo, gozei tão forte com ele me chupando que mordi a almofada. Ele disse:

Nunca vi uma buceta babar tanto assim, tá desesperada com o cavalão preto né sua puta?

Eu não falava nada, ele pegou o pauzão duríssimo e começou a forçar a minha buceta, mesmo com a buceta muito molhada foi difícil, porque o pau dele era absurdamente grande. Eu estava sentindo algo que nunca senti, estava doendo um pouco, mas o prazer era demais, eu não ia demorar pra gozar de novo com aquele pauzao.

Que buceta apertada gostosa, assim eu não aguento, hummmm... caralho tá roçando muito, humm.

Ele não aguentou 1 minuto, até tentou segurar, ficava com o pau parado dentro dela, tirava e colocava devagar:

Caralho vou gozar, não tô aguentando mais, você é gostosa demais, ahhhhhhh!!!!

Eu falei:

Não goza dentro!

Ele tirou o pau e me deu um banho de porra, uns seis jatos, nossa nunca tinha visto aquilo, era muito forte e muita quantidade. Ele ficou esfregando o pau no meu bumbum todo melado, depois disso me deu outra ordem:

Agora vem limpar meu pau!

Botou o pau na minha boca, ainda estava meio duro, eu lambia a porra do pau dele, ele mandou eu mamar com vontade, o pau começou a endurecer de novo, ele disse:

Eu tava desesperado por você, não deu nem pra fuder direito, agora eu vou aproveitar de verdade.

Ele me comeu mais 3 vezes, fez de tudo comigo, me usou como quis, eu só não deixei ele comer meu cuzinho, pois era impossível aquele mastro preto entrar na minha bunda, minha buceta ficou muito inchada e eu estava exausta, com a boca dolorida de tanto abrir para poder mamar aquele pau enorme. Bom meu marido voltaria no dia seguinte e eu precisava descansar, mandei ele embora. Ele quis me beijar na boca e eu não deixei, depois que o tesão passou fiquei meio culpada, quando ele estava saindo disse:

Vou querer mais, você vai ter que dar um jeito pra enganar seu marido.

Fechei a porta e entrei para tomar banho, morrendo de culpa. O pior é que ele estava certo, não tinha acabado ainda... Mas depois eu conto o resto. Está sendo muito bom poder desabafar essa experiência, queria conversar com pessoas que tenham tido experiências parecidas, deixem recado com e-mail ou msn. Ou mandem e-mail para


Este conto recebeu 0 estrelas.
Incentive Cris Casada a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
29/08/2019 08:54:06
Próximo conto quando vai contar
05/01/2016 01:19:14
Que inveja desse cara... delícia!
16/09/2015 10:30:04
muito excitante....minha mulher também teve uma experiência com um negão na praia...mas com a minha presença...excitante...qualquer dia posto....parabéns pelo conto...curioso para saber a continudade
11/01/2012 11:29:21
Ví seu conto somente agora, janeiro de 2012, excelente !!!! muito boa a sua narrativa, me deixou com um tesão enorme. Tenho 55 anos, me cuido bastante, de modo que aparento uns 45. Tenho um membro enorme de 29 ctms e adoraria comer voce. Sou sexualmente compulsivo, para dar um alivio na minha esposa, eu como minha cunhada e uma vizinha aqui do nosso condominio....esta vizinha, pela sua descrição, é muito parecida contigo....depois de ler seu conto passei a noite comendo ela e imaginando que estava comendo voce....Voce não deu continuidade no seu conto ? estou curioso para saber o que aconteceu depois....onegão te comeu de novo ? ...me mande umas fotos suas pelo e-mail....meu e-mail é: ....bjos....C
05/08/2011 09:57:27
Delicia, tb adoro um negao pauzudo
21/07/2011 11:59:25
para todas a s casadas que seus maridos nao fodem voces direito podem me add ai que vou faser isso bem feito
19/07/2011 20:54:59
NOSSA GATA VC SER MUITO GOSTOSA. PARABENS PELO CONTO.
03/04/2011 00:13:16
Humm me fez lembrar do meu primeiro negão, viciei rsrs
16/03/2011 08:10:19
Não se culpe por isso não linda, Sou salva-vidas aqui em Salvador e já vivi algumas histórias dessas, foi sensacional. Liberte esse vulcão de dentro de você e seja feliz sempre. Da próxima vez venha passar as férias na bahia.Adoraria te conhecer.
03/03/2011 16:47:25
nossaaaaaaa voce e uma putinha safada em adoro mulher a sim tesaoooooo,me add ai
31/01/2011 16:55:23
me add em seu msn
15/01/2011 18:55:52
Ótimo conto. Adorei.
15/01/2011 11:59:49
O conto é muito bem escrito.Bem detalhado,nota dez.Agora,não sei pq a mulherada insiste em dizer que a falta de atenção do marido é que causa as traições...O marido é que sempre tem que ficar 24 horas no encalço da mulher?ela diz no inicio que ele não tinha muito interesse....Depois,ele a leva pra praia pra ela ficar gostosa,toda bronzeada com marquinha pra justamente comer ela bem,ela da pro negão.....mas,enfim,não estou recriminando.Apenas confirmando que toda traição feminina é culpa exclusiva do marido...q coisa
14/01/2011 09:49:28
Que conto maravilhoso, gata! Adorei a maneira como você nos narrou! Muito excitante... continue contando suas transas com o negão... nota 10!
"J"
14/01/2011 09:02:58
Obrigada! As vezes me sinto um pouco culpada por trair me esposo, mas....
14/01/2011 07:44:48
ja tive uma historia asim so que com uma morena, se quiser teclar
14/01/2011 07:26:02
Caramba....vc é D+....!!! Agora, cá pra nós, eu, com um vulcão desses em casa...só "trabalharia" em casa....rsrsrsrs...!!! Nota 10!!! Querendo ctt com esse carioca quarentão bem safado....
14/01/2011 04:49:35
Um ótimo conto! Parabéns!!!
14/01/2011 03:39:49
Quem num gosta de um negão...otimo conto
uem
13/01/2011 23:29:14
queria te pegar de quatro tb gata delicia seu conto


xvideo encoxando na mao no bisxvideos chm shortinha curtinhoconto erótico tarado levanta a saia da mulhercomendo o cu da nora - contos eróticosencoxada casa dos contos/texto/200907770psicologia enfrento hiv minha filha e guei ajudahome gozando cachara zoofeliapornoConto erotico mãe transando com pedreiro e filho vendo e depois vai querer tranzar com mãemulher cachorro cavalo buceta borbulhandomulher cagando enquanto dava a bucetaporno mae surpreebdidafree xvideocomento tia na casacomo saber se sogro quer me comer?meu filho me faz de puta capitulo 8 e 9 relato eroticohistorias eroticas heretossexuaisMandei foto da minha buceta pro cunhado do meu maridoContos vi a janara fudendoanal brasileiro. uncesto irmao. comendo. ocu da irma. ela dizendo .que doi muitoxxxvideos sempre tive uma recaida por minha cunhadaentiada hajeita roupa cuta perto padrasto que transa com elabotei meu dedo na buceta da mulher do amigoo vizinho safado do 205conto namorada putacontos eiroticos leilaporncasa dos contos eroticos meu marido trabalha eu meu filho rodulo me fodegordinha metelinacomendo a gostoza demadrgada escondido da namoradaPatrine da do 21 pelada mostrando a b*****Trepei gostoso com o diretor na sala delfilha acoda com o pai efiendo odedo na bucetilhapornor média vai examinar uma grávida e estrupadairmao batendo punheta par irma e ela fica doindinha par rola dele grande e grossa e duravideos de vei bruto no yotubexvideo porno filme erotico de traisao esposa infiel traino com melho amigomenina novinha reclamando do pau grande caiu no zzaapgabizinho dando o c******contos eroticos nora rabuda pedia soca" fode!contos eroticos praia nudismo irma maecontos eroticos sem querer maeXVídeos coroa do escritório cabeludo tocando seg****** de esguicharcasadoscontos casal adora negros comedor de cu c/fotos reaissó no cu HD pau grosso e leitecontos de putaria sou puta do negao meu vizinho fez um buraco na paredecontos gozei na boca da menina deficienteContos eroticos elacareca peladadurmiu com a prima e bateu uma ciririca nela fasend ela goza muitoPorno morena so sainha pega irmao puetabunda redonda da coroa crente contos eroticosxvideos entoscadacontos eroticos fingi dormir e meu amigo comeu minha esposaContos eroticos irma crenti çafada de perna aberta provocando o irmaoporno japao pai fillacontos eiroticos leilapornBrasileira recatada dando o cu de vestidinho é gemendo me fode calcinha vermelhacontos eiroticos leilapornmarrido fode amulher mais oltroseduzida por um estranho contos pornonovinha virgem leiloa virgindade e fudida pelo maior pau do mundoFoda agressiva ponodoidomorena boa tocando punheta pro cadavercontos fio terra marido broxaconto sexo menina esconde-escondemulher megra emfregano abuçeta na cara nu puterofoto de pozisoa vedadeira xesuaiscontos de sexo filio gozando dentro da maecontor eroticon sexo madrata maeconto erotico gay velho pirocudo maltratou o cu do viado choraox video acampamentomisterioSobrinha novinha com tio encinando safadezaContos eroticosPorno