Conhecendo o incesto

Um conto erótico de Paula gaucha
Categoria: Heterossexual
Data: 23/11/2016 22:30:35
Nota 9.88

Ola pessoal me chamo Paula,sou de Porto Alegre conheci esse site através de uma amiga minha.

Lendo alguns contos aqui me encorajei para contar a minha estoria, como conheci o incesto na minha vida, apesar que a grande maioria aqui dos contos são pura fantasia,báh bem poucos são verdadeiros.

Lembrando que tudo o que eu relatar aqui é verdade, aconteceu e acontece até hoje na minha vida,não tenho por que me esconder de nada e nem de ninguém, sou uma guria muito bem resolvida na minha vida.

Vamos la, me chamo Paula tenho 38 anos, Gaúcha de Porto Alegre, sou loira cabelos longos, olhos verdes, tenho 1,68 de altura, tenho seios bem fartos rsrrsrs, mas apesar de grandes não são tão caídos não, tenho coxas normais nem tão grossas e nem tão finas, uma bunda normal redondinha.Eu não malho não,mas faço caminhadas todos os dias e gosto de fazer alongamentos.

Meus pais se casaram bem novos, pois minha mãe engravidou cedo, aos 16 anos, meu pai tem a mesma idade da minha mãe.

As famílias de ambos são naturistas e eles se conheceram numa praia de Santa Catarina (Praia do Pinho), meus pais me contam que minha mãe engravidou na primeira vez que eles transaram.Aos 17 anos eles já estavam morando juntos aqui em POA, pouco depois de eu nascer ,a família da minha mãe acolheu meu pai.

Meu pai começou a trabalhar na empresa do meu avô e um ano e meio depois já conseguiu financiar uma casa,e assim fomos morar em nossa propiá casa.

Quando eu completei 3 anos, báh minha mãe engravidou de novo e dessa gestação veio meu irmão o Pedro.

Bom la em casa como eles nasceram em família naturistas, ninguém usava roupas todo mundo pelados pela casa,eu sempre tomei banho com os meus pais, e meu irmão também a nudez em casa era muito natural.

Quando eu completei 6 anos, comecei a entender um pouco das coisas e me lembro que sempre via o meu pai com o pinto balançando pela casa, minha mãe com os peitões balançando para lá e para cá rsrsrs, hoje eu sei a quem puxei.

Nos banhos que tomávamos juntos sempre minha mãe me ensaboava, e ela também ensaboava o meu pai, me lembro que ela alisava o pau dele e ele ficava com o pau enorme rsrsrs, muitas vezes ela batia uma punheta para ele e ele gozava muito.

Mas só vim saber e entender o que ela fazia alguns anos depois, era muito comum eu ver os dois transando pela casa, eles nunca se preocuparam comigo ou com meu irmão quando o tesão batia neles.

Quando estávamos na sala vendo tv, varias vezes via ela acariciando o pau dele e chupar o pau do meu pai por varias vezes, ele também por varias vezes caia de boca nos peitos dela.Isso era a rotina de casa e fui crescendo nesse clima.

Aos 12 anos eu já estava criando corpo, meus seios já estavam crescendo, já tinha uns pelinhos bem ralinhos na minha bucetinha rsrsrrs mas tinha, por ser loira e polaca quase nem dava para ver, sempre foram bem claros. Já não era sempre que tomávamos banhos juntos,mas uma vez outra sim, eu sempre dava banho no meu irmão, o guri com 9 anos de idade e o pintinho dele já ficava duro, já era tarado puxou meu pai rsrsrr,sempre que eu ensaboava o guri e lavava seu pintinho o danado ficava duro.Meus pais já não transavam na nossa frente, mas a porta do quarto deles estavam sempre abertas e os escândalos da minha mãe não tinha como não saber que eles estavam trepando muito.Me recordo que sempre que íamos a praia de nudismo, os olhares dos homens para minha mãe era sempre secando ela, pois ela sempre teve um corpo bonito e os seios fartos, algumas sardas clarinhas, com aurelas rosas e bicos perfeitos, sempre teve coxas grossas, bunda bem feita, meu pai percebia tudo mas só dava risadas, não ligava muito não.

Aos 13 anos eu já começa a me excitar muito, ouvindo meus pais transarem no quarto, quando eu tomava banho com pai já não conseguia disfarçar pois os bicos dos meus seios já ficavam duros, meus seios já estavam tomando formas e eram grandes para a minha idade, meu pai percebia e quando me ensaboava ele ficava alisando meus seios e perguntava se eu estava gostando, não conseguia falar nada mas sempre era delicioso. Depois desse dia meu pai sempre que eu entrava no banho ele vinha junto, mas quase sempre meu irmão estava comigo no banho também, mas mesmo assim ele me alisava e ele viu o Pedro de pinto duro e deu risadas, logo ele brincou com meu irmão e balançando seu pau com uma das mãos falou para o meu irmão assim e filhão logo logo o seu vai ficar assim que nem o do Papai , meu irmão deu risada e eu também ri e fiquei com muito tesão.

Pela manhã fui dar banho no meu irmão para ele ir para a escola, minha mãe entrou no banheiro e resolveu tomar banho com a gente também, ela elogiou meu corpo falou que eu estava muito bonita, fiquei toda toda rsrsrs, meu irmão ficou de pau duro e minha mãe viu e começou a achar lindo o filhinho de pau duro, ela pegou brincou com o pinto do guri, ensaboou, limpou e teve a ousadia de dar um beijo na ponta da cabeça do pau do meu irmão, nossa aquilo me deixou louca e minha bucetinha estava quente,formigando e senti uma coisa muito gostosa.

Eu estudava na parte da tarde, quando meu irmão foi para escola, meus pais foram trabalhar eu comecei a me masturbar na cama, era muito gostoso eu passando a mão no meu grelinho, esfregando toda minha bucetinha e me olhava no espelho, via minha bucetinha com pelos bem loirinhos que brilhavam com a minha lubrificação, eu comecei a sentir um calorão por dentro, uma sensação maravilhosa e eu dedilhava a minha bucetinha com vontade, com mais força , mais pressão e já gemia muito, não queria que aquela sensação acabasse nunca, eu esfregava e me contorcia toda gemendo muito, meu corpo começou a tremer todinho um calor tomou conta dele todinho, eu mordia o travesseiro e eu tive o meu primeiro gozo, dedos molhados, boceta pegando fogo e encharcada, corpo todo suado, olhos com lágrimas, que delicia não queria que aquilo acabasse nunca...

Os dias foram passando e nos banhos com o meu irmão eu já começa a me aproveitar do moleque, quando meu pai não estava no banho com a gente, eu alisava o pinto dele, dava alguns apertos, cheguei até a abraçar ele para poder sentir o pinto dele roçando na minha bucetinha.

Teve um sábado que minha mãe foi levar meu irmão, para visitar a minha vó, em casa só ficou eu e meu pai, depois do almoço fui tomar um banho e e logo vi meu Pai entrando no banheiro, era para ser uma cena normal, pois vira e mexe ele sempre tomava banho comigo, mas dessa vez eu fiquei toda arrepiada, sentindo que alguma coisa iria rolar.Ele entrou e com um olhar diferente começou a me elogiar, falando que eu estava linda com um corpo lindo, que eu tinha uns seios lindos igual aos da minha mãe e nisso já começou a acaricia-los e passando sabonete neles, apalpava meus seios com carinho e a mão dele foi deslisando pela minha barriga, chegando até os meus pelinhos da boceta,ele acariciava meus pelos com os dedos e me falava que eram macios, começou a esfregar minha bucetinha e chupava os meus seios ,que sensação maravilhosa, eu já estava fora de mim, não conseguia falar nada.Ele acariciava minha bucetinha e aumentava a velocidade das caricias ,eu já gemia baixinho, sentia meu corpo tremer, minhas pernas a ficaram bambas e ele se abaixou e começou a passar a língua na minha bucetinha e eu fui as nuvens , não demorou muito soltei um grito de prazer,e gozei muito gostoso na boca do meu pai, que logo me segurou para eu não cair.Ele me segurava e fazia carinho em minha cabeça, falando que ele me amava muito, fui me recompondo aos poucos, ele estava com o pau enorme e foi pegando na minha mão e colocou no pau dele, fui fazendo carinhos com minha mão e logo estava punhetando aquele pau enorme, duro, grosso, com veias grossas, ele se contorcia e começou a tremer e a gemer alto, sentir o pau dele pulsar na minha mão, parecia que ia estourar, apertei mais e comecei a punhetar ele mais rápido e ele gemia alto e de repente ele tirou minha mão do pau dele e pegou no pau e direcionou nos meus seios, nossa ele jorrou muita porra nos meus seios e esfregava o pau nos meus peitões...Tomamos o nosso banho num clima maravilhoso de amor e ternura...

ASSIM COMECEI A CONHECER O INCESTO...

Mas isso foi só o começo de tudo, nos próximos contos contarei como foi a minha vida depois dessa loucura gostosa....


Este conto recebeu 12 estrelas.
Incentive paula gaucha a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
06/06/2020 20:45:16
Excitante
13/05/2020 09:29:43
Excelente!!!
13/02/2020 21:22:05
maravilhoso
08/05/2019 13:31:15
Ótimo conto
08/11/2018 23:52:06
uiiii!!! novinha w já sentindo tesão..bjs
31/10/2018 14:21:26
Conto delicioso, parabéns!
02/08/2018 07:35:14
Maravilhoso!
23/07/2018 15:41:41
Toda vez que leio (e releio) seus contos, Gozo gostoso!
30/12/2017 09:46:24
Delícia de contoGostei muito. Muito excitante. Nota 10
03/08/2017 08:45:38
Um conto muito bem escrito. Gostei da trama.
29/04/2017 21:25:38
tem que ser 10 !
13/04/2017 12:24:33
Amei o seu conto ! Me deixou bem excitado.
12/04/2017 10:40:41
eita conto gostoso..tem continuidade? acho que ambos temos contos reais.me excitou mt. bjs
27/03/2017 18:57:13
mmm, nossa, gostei da narrativa e bem, adorei suas descrições de como gozou tanto com seu pai quanto sozinha! uma delícia! bjs onde quiser!
27/03/2017 10:45:48
Quero a continuação desse conto
24/03/2017 18:26:41
Nooossa que delicia, fiquei muito excitado com seu conto, muito mesmo. Tenta abordar mais dialogo nos seu textos e vai ficar show de gozos nos comentários.
08/03/2017 23:33:42
Show
08/01/2017 14:49:13
Parabéns, tô aqui de pal duro lendo o seu conto maravilhosa tô aqui imaginando você Mande um email
05/01/2017 13:58:05
Maravilhoso o seu conto, parabéns e já indo ler os próximos.
01/01/2017 18:36:58
Delicia de conto... estou amando ler... vamos pra segunda parte...

Listas em que este conto está presente



minha irma vive mim provonca encostano seu cuzinho no meu pau. acabei comendocontos autorizei minha esposa para fuder com outrose ele bate o que Assumimos a bunda da irmãcazro goozando juntosIM01- ela so queria. aprender a amar conto erótico pornô meu padrasto comendo a casinha e ver meu quarto quando estou dormindo sem Teresaatia muito malha torneada de bunda e pernad grosa fudeu com seu sobrinh negao do pau enorme e ela nao aguente e pede pra ele tirar porque ta doendo muitoquando vc e virgem e transa fala com a pessoa q e virgeme na ele fala q vc e muito gostosa pqeu quero ver o cara tirando pirou nas pernas da mulher com short bem curtinho aparecendo a bundaxvideo br homem es turpa mular na casadelavidios sexos incerto nas beiradinhas das bucetinhas novinhascontos de podolatria tamancoscachorro com o focinho dentro da bucetaconto de como come meu maridovideo porno elas adora fude beijado beijoss de ligua quim deliciavideo enteada chama padrasto nua para fudela em seu quatoContos ai meu cu na infanciaxividio o viado nao vai agenta o pau do nagao contos eroticos.virei viadinho no consolo da titiagrita puta selvageria braba xvideosxvdeo.com mãe com saudades de transa .com filho taradao fode esposa na frente da amiga que quer tanbem.comwww.xvideod.com estourando o cu da filha des malhada e gritando muito de dro no cuCarnavalnazoofiliasexo porno meu pai foi ate meu quarto me chama pra conversa e me chupou ate eu gozaBrinquei com minha prima de camisola e tranzei vidio caseirochupando buseta labefo pasda mso bocsvidio caseiro brasileiro rapais cheio de tesao pega sua cunhada resem casada so de calsinha na cosinha e mete a pikVER MUHER QUE ADORA DAR O CU PARA TRABEDTI DOTADOvodioporno de meninas que nao guento pau no cu.e beronoviho da buseta ixada con chote colado amostando xoxotaSitio moto sobrinho conto eroticoloira gostosa foi mandar comsertar ou carro na oficina i o negao comeu elaSou coroa casada os mulekes rasgaram minha calcinhaporno gey contos eroticos pegando priminho inosente no riachonao agi pau gg violento pornodoidocoroa safada deixa emcanador estigado xvideopapai da pica grossa tirou meu cabacinho e eu gozei gostosoeu e meu primo comemos a gostosa pornocontos eróticos fui corno e escutei tudo atrás da paredeas trvetis du rabo grande asmulhe rabao orvarias mulheres nuas no meio da grama mexendo na buçetamosquito da febre amarela pauzudoso porbaxo da saia detro do oniburelatos de sexo meu cunhado não resistiu quando me viu só de fiodentalconto erotico esposa me colocou chifremulheres bano a bucetinha para os mulequies fudemulher dando a buceta para pinto de 30cent fotobaiana fragada gostandoconto casada pinto itu cornoContos eroticos - o cabaçinho da filhindaconto erotico velho taradoxvideos.com novinho.comda.comroka gostosamenina nvh fidendo cm doisContos eroticos punheta andersoncontospono de insetosnaninha xvidiosConto erotico mãe transando com pedreiro e filho vendo e depois vai querer tranzar com mãeCumendo rabo das laira rabudaContos eroticos esposa madura junto com casal novinho dando caronaa novinha maisdocedo porno naturalcontos eroticos de encoxada/texto/201109691Conto erotico de evangelica casada com videomyrtis sendo bolinada dentro do ônibuscontos foi passar uns dias na casa do cunhadoxvidio peguei gostosa destraida e comi pornocasada traindo conto eroticoaiaiaiaiaiaiai tanajuravídeos gay bombeiros e policiais se esfregando um no outro até gozar se melando de porraxvideo mãe pega filno pelado