Geraldo deu um pau no cara

Um conto erótico de Robson
Categoria: Homossexual
Data: 03/02/2013 22:44:27
Nota 10.00

Aviso: Este conto contém partes sobre mulheres.

Paramos em mais um posto antes de entregar a carga de pneus pra uma empresa em Tangará da Serra, felizmente, não estávamos atrasados para entregar e então podíamos descansar se quiséssemos. Eram ainda umas cinco da tarde mais ou menos, e tudo andou normal até que eu noto uma mulher de saia curta andando de uma maneira muito atraente. Poxa, era uma puta. Geraldo já olhou para ela com os olhos brilhando, e eu então peguei minha toalha avisando que ia tomar banho.

-“NOSSA... Delícia aquela novinha. Olha lá!”

-“Sim, eu já vi ela. Você gostou dela? ’

-“Sim, muito. É uma puta muito bonita.”

-“kkkkk, bom, eu vou tomar banho tá? Depois eu volto.”

-“Tá ok! Daqui a pouco eu vou também. Vou esperar você voltar.”

Quando entrei no banheiro, avistei vários homens lá rapando a barba e outros tomando banho no chuveiro que por sinal é livre, ou seja, sem divisórias. Todos eles tomam banho olhando ou não pra seus paus. Bom, eu então fiquei meio sem graça pow, tomar banho perto de um bando de machos desconhecidos e ainda mais todos pelados sem divisória, no estilo dos banheiros dos jogadores de futebol... Tudo aquilo não fazia sentido né? Eu decidi então voltar depois, e quando saio pra fora vejo o Geraldo montado na alma da menina. Sem querer ser ignorante, eu cheguei perto e interrompi a conversa com educação:

-“Desculpe, Geraldo, toma banho primeiro. Depois eu vou.”

-“Áh... Beleza! Hein, o nome dessa menina linda é Daniele.”

-“Prazer Danieli, meu nome é Robson.”

-“Queria ter todo o prazer com os dois.” – Diz ela.

O Geraldo já olhou pra mim dando uma piscada e eu então fui pro caminhão porque sabia que o Geraldo queria traçar aquela loirinha linda, e eu ficaria esperando. Liguei o nootbook e tentei o acesso a net, acessei alguns pornôs e tals, mas com discrição. Algum tempo depois, Geraldo entra no caminhão dizendo pra mim que a loirinha não quis dar pra ele porque eu estava junto, mas que ela dava tudinho pra ele se eu não ficasse sabendo.

-“Adivinha Robim.”

-“Não.”

-“Ela quer dar pra mim, mas só se você não for.”

-“Pode comê-la homem! Oxê fique à-vontade!”

-“Não. Vou tomar banho e depois volto.”

Enquanto ele foi, a loirinha bateu na porta do caminhão e pediu pra entrar. Eu então deixei, e quando ela entrou pediu pra mim alisar aquela buceta deliciosa dela. Eu olhei pros lado e comecei a passar meu dedo dentro da buceta dela, e ela só no tesão. Eu por outro lado pensei em comê-la, mas pra quê? Minutos depois, o Geraldo já vinha e ela viu, abriu a porta e saiu vestindo a saia... kkk, não sei porque ela correu. Eu tava de pau duro esperando pra ela pagar uma chupeta.

-“Benzim, por que o seu pau ta duro?”

-“Sabe a loirinha? Ela veio aqui depois que você saiu e pediu pra mim socar meu dedo na buceta dela.”

-“Éh?”

-“Geraldo, tem muita gente no banheiro lá?”

-“Não. Por quê?”

-“Vou tomar banho agora então. :D”

Quando cheguei no banheiro, tinha um cara até que mais novo do que o Geraldo tomando banho. Não acreditei que ia piorar, e então eu fiquei de boa, comecei a tirar a roupa e ele viu tudo. Enquanto eu esfregava meu cacete com o sabão, o pau dele subiu. Eu via ele olhando pra mim, mas notei o pau duro dele só depois que terminei de tomar banho. Enfim, fui vestir minha roupa e sair do banheiro.

Ao chegar à carreta, contei ao Geraldo que tinha um cara no banheiro que tava de pau duro. Ele riu e disse que caminhoneiro é assim mesmo. Fomos dormir então, mas eu decidi ir na loja de conveniência comprar um refrigerante e tal, e avistei o mesmo cara de baixo da árvore sem camisa. Pow, tava escuro ali, mas era notável a presença dele, por causa do celular que ele mexia.

-“Ei, psiu!”

Eu ouvi, e fui ver o que ele queria porque com a mão ele pediu que eu fosse lá.

-“Ei, você tem um pau muito bonito.”

-“Hãm... Você queria que eu viesse aqui para isso?”

-“Eu já não queria ter tomado banho lá aquela hora por causa disso. Sabia que você ia me chamar aqui agora.”

-“Quantos anos você tem?”

-“Desculpe, mas não sei quem é.”

-“Hein, só quero que você coloque esse cacete na minha boca. To sem transa já faz uma semana.”

-“Ué, tem uma mulher dando sopa por aí. Pega ela!”

-“Quero chupar um pau! Quero o seu!”.

Eaí? O que você faria? Aff, eu não achei legal da parte dele, mas me surpreendi.

-“O QUE ESTÁ ACONTECENDO AQUI?!”

Adivinhem quem chegou? O Geraldo! Isso mesmo. Esse cara levantou no susto porque o Geraldo deu a volta e apareceu por trás do cara, dando um susto nele com a voz grossa e linda do meu bombom.

-“Hãm?! Nada não. Tava só conversando com o seu amigo...”

-“Eu ouvi a conversa.”

Geraldo foi já peitando o cara, empurrando ele e eu segurando ele pelo braço pra ele parar com aquilo.

-“Você está querendo o quê com ele? Que dá o cuzão seu filho da put...?”

Eu fiquei com medo véi, porque o Geraldo ia querer brigar com o cara por causa disso, e eu tentava apartar a confusão até que ele fala:

-“Olha calma! Antes de qualquer coisa eu quero me explicar.”

-“FALA ANTES QUE EU QUEBRE SUA CARA!” – Diz o Geraldo

-“Eu queria sim dar o meu cu pra ele, mas não quero obrigar. Se ele disser não, eu entendo.”

-“É VERDADE ROBSON?” – Diz o Geraldo

-“É sim Geraldo! Agora dá pra parar?”

-“Hein oooo.... Geraldo né? Tipow, eu só queria dar só, mas se ele for hetero eu entendo pow, não quero confusão não véi”.

Geraldo olhou pra mim e piscou, e aí eu entendi o jogo dele. Ele amendontrava o cara pra comer ele também, e eu na hora já saquei a dele. Ele então seguiu dizendo:

-“Então você vai ter que me aguentar também.”

E o meu bombom começou a passar a mão no cacete dele quando dizia aquela pequena frase. O cara na hora deu uma risadinha e disse:

-“Nossa, você tem quantos centímetros?”

-“Isso varia. Se você chupar bem chupado o meu pau aumenta na sua boca.”

Nossa, até eu que tava com o pau mole acabou ficando duro. Esse cara ajuelhou e pegou na cintura do Geraldo e começou a alisar o pau dele. Eu cheguei mais perto e disse:

-“Ei, aqui não dá. Tem que ser em outro lugar.”

-“Vem cá.”

Geraldo pegou no braço do cara e pediu pra mim abrir a porta da carreta e falando com a voz grossa dele, ele dizia ENTRA LOGO. Depois que ele entrou, o Geraldo falou pra ele tirar a roupa. O cara ficou peladinho. Geraldão tirou a roupa toda e eu vendo aquilo, fiquei muito excitado e tirei tudo também. Eu e o Geraldo fizemos o que o cara queria, socamos o pau na boca dele. Pow, ele deitou de barriga pra cima, e eu coloquei meu pau de um lado e o Geraldo do outro e ele começou a mamar bonitinho. O Geraldo dando tapas no peito dele, dizendo palavras de um macho bem delicioso>

-“Chupa minha rola seu puto. Chupa essa rola deliciosa. Lambe meu cacete porque sei que é isso que você quer.”

Eu fiquei doido pra dar pro meu macho, mas pensei em aproveitar mesmo, e pedi pra o cara ficar de quatro chupando o pau do Geraldo, e eu ia comer o cu dele. Comecei a comer aquele rabo, e ele não conseguia gemer, por causa do pau na boca. Enquanto isso, eu olhava pro Geraldo gemendo de tesão, de vez enquando olhava pra mim, passava a mão no meu peito, e eu no peito dele enquanto eu comia aquele rabo.

Eu e o Geraldo trocamos de lado, ele foi comer e eu receber a chupada. O cara mamava muito bem, mas o pior foi quando o Geraldo foi comer. Quando ele começou a colocar o pau, o cara não tava querendo deixar entrar, e o Geraldo:

-“Não... Você não queria dar? Agora vai aguentar!”

Ele parou de chupar pra responder:

-“AIII, eu não consigo. Seu pau é muito grosso. Não entra, e ta doendo... Para cara, por favor. Não!!! AII, não!”

Eu como não aguentava ouvir aquilo, segurei a cabeça dele, e forcei ele continuar a chupar e o Geraldo piscou e socou o pau nele. Esse cara tentava sair, mas não tinha como. O Geraldo tava segurando ele pela cintura e eu na cabeça dele, o único modo era dar o cu mesmo. Quando o Geraldo socou com força de uma vez só, ele gritou com meu pau na boca, mas não deu pra ouvir longe. Enquanto o Geraldo comia e gemia de tesão junto comigo, o cara tentava gritar. Geraldo é o macho mais gostoso do mundo véi, ele socava muito rápido no cu daquele cara, e eu gemia de tesão de tantas chupadas gostosas.

Na hora de gozar, o Geraldo se sentou no banco e ele inclinou-se deixando sua bunda direto pra mim. Combinei de gozar no cu e o Geraldo na boca, e então fomos. Eu comia aquele cu, e o cara chupava o pau do Geraldo. Eu gozei primeiro, vários jatos no cuzão dele.

-“Já gozou Robson?”

-“Já.”

-“Vem cá.”

Eu fiquei no lado do Geraldo comecei a passar a mão no peito dele pra dar mais tesão enquanto o cara chupava. Derrepente o Geraldão goza na boca do cara, só que ele deixou a goza sair, mas eu vi que ele ia fazer isso e segurei na cabeça dele, forçando ele ficar com a boca e lamber toda a goza do meu bombomzinho. Ele teve que engolir tudo.

Depois que saímos de dentro da carreta, fomos pra debaixo da árvore e o Geraldo pergunta:

-“Se deu o cu alguma vez véi?”

-“Nunca. Seu pau é muito grosso. Tava doendo muito.”

-“Éh? Nunca esqueça do macho que tirou a sua virgindade então.”

-“Pow, eu sou casado, mas dá o cu é muito melhor do que comer.”

Kkkk, o cara gostou. Como eu disse, ele aparentava ter uns 30 e poco anos. Eu o tempo todo fiquei quieto porque o cara tava com o cu doendo. Daí eu perguntei:

-“Já deu pra um homem com quase vinte centímetros de pau?” – Eu pergunto.

-“Na hora que vc me comeu, eu senti muita dor só de você ter colocado o seu pau. Na hora que o Geraldão colocou, eu não aguentei de dor.”

-“Entendo.”

Geraldo e eu deixamos ele lá, e ligamos a carreta e fomos embora seguir viajem. Estávamos com um dia pra descansar e então decidimos seguir viajem e parar no próximo posto pra não ver a cara do rapaz que deu o cu pra mim e pro Geraldo. Dentro da carreta e bem longe, eu pergunto:

-“Geraldo, porque você fez aquilo tudo?”

-“Eu queria dar prazer pra você meu amor. Comi ele também, mas queria que você comesse também porque você não quer me comer. Achei que você gostaria de comer o cu também, e então eu vi você e ele conversando. Dei a volta pelo posto e fingi aquela discussão pra forçar ele dá o cu pra nós dois.”

-“Você foi muito gostoso.”

-“Sou gostoso só pra você. Amanhã depois que descarregarmos essa carga, eu quero levar você pra um motel. Quero te dar tanto tesão, que você vai querer dar a noite toda pra mim.”

-“Eu te adoro meu bebê.”

Comecei a alisar o pau dele, que endureceu durante a viajem. Não tirava a mão do pau dele de modo algum. Quando paramos no outro posto ainda na mesma noite, já era umas duas e meia da manhã, e então paramos e antes de dormir eu mamei no meu fofinho até ele gozar na minha boca.

Bom, o que vai acontecer amanhã eu não sei, mas o que sei é que o pau vai comer... Ou melhor, vai me comer. :D Agora eu vou finalizar o conto em trânsito pra nosso destino e depois conto como foi se eu conseguir acesso a internet. Obrigado pelos comentários pessoal, :D vejam os outros contos ai: //kupivbg.ru/hotpornpics/perfil/172029

Abraços, fui!


Este conto recebeu 0 estrelas.
Incentive Robson RO a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
05/07/2013 19:53:20
Parou por quê, Robson? Muito massa teus contos... continua aew!
DCG
04/02/2013 03:05:49
massa, veja o meu!


xvidio com familia sapêcameti no cuzinho virgem da naninhaconto erotico novinha ver o volume gigante na cauca do velhocontos eroticos irmao a gente brincava de se beijarcontos eroticos meninas de doze anos transando com cachorro com calcinha preto com lacinhos vermelhoconto erotico gay novinho fimosesexofilha esta com medo vai ao guarto dos paisContos eróticos procurando aventura no clube de campocontos eróticos forçado a virar meninamundobicha montado picaocontos eroticosinha bucetinha apertadaContos eroticos elacareca peladavideos pornodoido enfermeiras se dando prazer depois de uma plataocontos eiroticos leilapornxerinho de xereca . aideliciamulherquerum amorfudeno rola na irma, bubuda escodido da mas lavano roupacontos eroticos depois da balada em osasco 11/2016relatos eroticos soniferosJairinho baiano pornô gayconto erotico garotinha cagando na varamulher casada se exibindo para o encanador enguiçado e ele sem calcinha só de saiapassei o dia usando calcinha fio dental confissões erótica conto esposa com sobrinhogloryhole sr ele elacontos herotico .primo do namoradoasseste video porno de mulheres cagando no pau do homemmostrei a buceta meu genro comeu conto eroticoContoeroticos meu marido me ligou dizendo que seu amigo negao comeria em casaManda vídeo pornô das atrizes mais belas do pornô transando com cachorro engatado arrastando ele era luz clique desesperada chorandocontos eroticos malv comendo as interesseiracontos eroticos alunofodendo o putynho gaymae abri a cona para o pai fode rija mente/texto/2012071539/favoritorapaiz d cueca xvidiocomeu a madrasta brasileira Zinha gostosinhoputa safada grita alto vadia geme piranha mais alto caralho vai vai grita ai vou gozar.conto erotico incestoconto erotico dando pro patrao na cooperativaconto erotico malu marretaConto erotico comendo uma mijunaconto erótico esposa arruma travesti para maridoCazada cao tezao pornegao econto erotico gay branco dominador gosta de maltratar viado pretocontos eroticos de incesto no coloxnxx sogro aliza a nora por baixo da mezaXVídeos mulher transando com sílaba agressivamentecontos eroticos entre pai e filha em viagemcontoerotico eu,namorada, minha mae e tio jorgeMulher andando de fildental arredor do homem ai depois o homem aranca no dente e gosa na buceta delahomem chupando mulher que cor de roupa que insistir vídeo soca peladaperdeno as prega saino bosta caseirosexo entre garotos de menor video caseirogeyContos eroticocm travecbuceta contos o chefe comedor da empresaporno comendo uma novinha c com o shorts na solturaCoroa pelada trazia com marido estupra ela não reclama de nada ela ficaxvidio izaque comendo novinhaquadrinhos hq casada carente cuidando dos mendigos negoesconto erotico consolo, plug anal e segurando xixicasa de contos eroticos cona da maeXnxx esposa do concunhadocontos eroticos vai empurrandocomtos eroticos ninfeta e o velhoconto casada pinto itu cornoxxvideo mulher a seita tranza.com o marido e .com travestiliberei de tensão xvideoscontos eiroticos leilapornescrava sexual virgemXVídeos mulheres carreteira dando sozinha de carretaXivideos africa meninoQuero ver uma mulher madura sendo descabaçada pela pomba grandecontos uma delicia de vizinha 8aninhosAnal dona de u pratoscontos eiroticos leilapornVideo ao vivo de putaria profissional de velhas gostosas saboreando fundo na vagina o pau pretoHistória erótica zoofilia fode ovelhaconto erotico gay vaquejada capcunhadinha louca para tirar o capaso d cunhadoxvideo pinto gigante mais finissimoConto eroticos inocencia tirado pelo padrenamorado acavalado da minha prima contoXvideo a pica do irmao era tao grande que ela nao guetou verContos50 cm minha picaContos eroticos de sexo com genromulher embriagda gosta ou nao do sexo?XVídeos priquito bem bonito eu sou um Marciano eu quero verrelatos de sexo meu cunhado não resistiu quando me viu só de fiodentaltitio safadão mim encoxou dormindo contos gay