A melhor segunda Feira do mundo

Um conto erótico de Eu mesmo
Categoria: Heterossexual
Data: 21/03/2012 16:42:14
Assuntos: Heterossexual

Ninguém quer saber a meu nome tão pouco o meu apelido, então sem essa coisa de nomes de mentirinhas, cada uma que de o nome que quiser. Sou alto 1,89m, barrigudinho e cachorro.

Comprei uma promoção no Piranha Urbana (na verdade é Peixe Urbano, mas já já vão entender a brincadeira como nome), na boa, sou fotógrafo, cozinheiro, professor, eletricista, encanador e o que mais me pagarem para fazer eu estou fazendo.

Não tenho frescuras com trabalho, se pagar a cerveja do final de semana já esta valendo.

Depois de um final de semana (aqui no Rio Sexta Feira faz parte do final de semana) trabalhei que nem puta na zona. Sexta eu fiz umas fotos de uma festinha chatinha bagarai, sábado eu me fiquei igual Cachorro na porta da padaria olhando o frango assado. Fiz umas fotos de um XV Anos, um monte de menininha de vestidinho “Me-chupa” e umas mulheres já de uma certa idade doida para dar para um Ninfetinho rs.

Domingão fui para o Estádio trabalhar, resumindo: Não tive tempo nem para coçar o saco.

Comprei essa promoção, era uma massagem XYZ Mãe da Foca, desconto bacana e o preço final da parada era bacana.

Liguei para a clínica de estética e falei do pacote, massagem corporação (Cabeça, Trapézio, ombro, costas e perna) com duração de 1 hora.

Ou a mulher que atende o telefone é muito gostosa ou Deus deu a voz maneira e na hora de fazer o corpo faltou material.

Marquei logo no primeiro horário já que iria visitar um cliente para entregar um orçamento. Cheguei no lugar, tinha um monte de mulher indo fazer tratamento de não sei o que. Depois me identificar fui para sala de espera e fiquei vendo Ana Maria Braga com essa mulherada acabada rs.

Veio um negão, desses que não deveriam existir. Era uns 4 de mim! VTNC, como Deus pode colocar alguém maior que eu no mundo? Porra dava medo.

- Bom dia, esse é seu Kit, vou levar o Sr. até a sala 02, me acompanhe!

O negão virou de costas parceiro e eu olhei para porta, na boa, perder 60 reais não era tão dolorido assim! Pensei em correr, mas o negão era tão grande que eu iria correr por uma hora e o cara daria só um passo para frente e estaria do meu lado. Me pergunto, o que um infeliz desses faz numa clínica de estética?

O negão olho para trás, eu estava lá em pé olhando para ele com cara de quem esta doido para sair correndo.

- O Sr. Não vem?

- Estou só me acostumando com a ideia irmão, mais 2 segundos por favor.

Todos na sala riram. A galera já sabia que eu estava indo para sala de massagem já que a puta da voz bonita gritou para o Negão que eu (o único homem no lugar) iria fazer a massagem.

Respirei fundo e parti atrás do negão.

[pensamento interno] – Será que se eu falar para ele que estou curado e sem dor ele acredita e me libera?

Chegando na sala que tinha 2 portinhas ele abre uma e fala, aqui é o banheiro, por favor, tome um banho quente e coloque o Roupão!

Mermãooooooooooooo, que porra é essa de banho? Que porra é essa de roupão? Caguei-me de medo.

O Negão olha nos meus olhos, duas bilhas pretas.

- Assim que o Sr terminar pode deitar de costas na maca, a Alessandra virá para fazer a massagem!

Parceiro, quase chorei! Me segurei para não pedir para Negão repetir a frase, quase gosei.

Depois do banho dei uma olhada na sala que não tinha nada demais. Era uma sala comum com uma maca grande no meio, uma bancada com umas pedras pretas em forma de circulo que iam diminuindo e tal...

Deitei na maca depois de tocar e em seguida a Alessandra entra na sala. Me da bom dia, script do bom atendimento.

Massagem começa e tal, realmente eu estava moído, falei do meu final de semana e ela começou pela cabeça, foi para o ombro e tal. Olhos fechado eu pensando no suto que o negão me deu, no cliente de logo mais e no principal. NÃO POSSO FICAR DE PAU DURO, NÃO POSSO FICAR DE PAU DURO.

- Ah, caso o Sr. tenha uma ereção saiba que é normal. Não precisa ficar com vergonha, eu estou mexendo em pontos do corpo que causam essa reação.

Sei que eu estava morrendo de vergonha, só de toalha cobrindo a bunda.

- Vou colocar uma pedra morna para ajudar a relaxar.

[pensamento interno] - Que coisa mais gostosa, será que vendem essa pedrinha? Faria um sucesso nas preliminares em, a mulherada iria pirar.

Sei que eu dei uma certa apagada. Ale “sem querer” esbarrou em mim para eu acordar, as pedras saíram e sua mão estava agora na “Potato of the leg” (mais conhecida como batata da perna).

- Nossa, você tem pernas grossas e duras, costuma correr ou malhar?

- já nadei, já peguei onda de bodyboard e tal, mas hoje elas estão assim para me aguentar em pé a noite toda bebendo rs.

Entre uma risada e outra eu me dei conta que ela estava fazendo movimentos com a minha perna que dependendo do ponto ela estivesse teria visão do meu saco. Porra, homem nessa posição e tenso só pode acontecer uma coisa. Meu pau ficou duro.

Como eu estava de barriga para baixo, não dei muita bola, estava seguro.

Ela perguntou sobre a promoção, se eu tinha ligado e falado com a menina da recepção e tal. Essa massagem era um pacote basicão das coisa e que por 50% eu passaria para 1:30 de massagem e seria a completa que tem um óleo quente, um treco nos olhos e tal. Ta no inferno abraça o capeta.

- Poxa Ale, faz o seguinte quero a massagem completa, estou quebrado e preciso sair 100%.

Eu gosto de mulher parceiro, pode ser loira, morena, ruiva, preta, japa... gosto de mulher, do jeito feminino, da pele... Ale era uma baixinha de cabelos pretos, olhos mel....

Sua mão na minha coxa apertava com uma certa força um musculo (o que jogador de futebol sempre se fode) e essa parada estava doendo.

- Poxa Ale, esta doendo, queria algo gostoso e não dor...

- Calma, isso é para soltar o musculo.

- Poxa querida, solta ele não, não vou saber colocar no lugar rs.

Ela soltou uma gargalhada gostosa e ambos caímos no riso.

Ale foi apertando, empurrado e beliscando a perna, minhas pernas juntas e só com a toalha cobrindo a bunda.

Ale chegou no meu ouvido e falou, essa parte é mais complicada, tente não gritar muito, ok.

Não deu tempo de processar. Sua mão foi afastando minhas pernas em movimentos circulares, apertava, empurrava e afastava... A mão esbarrou no meu saco, meu pau já tinha dado uma meia dormida e nada hora o puto começou a latejar. Eu não sabia se foi só um esbarrão ou era coisa da minha cabeça, sei que fiquei com tesão na hora.

Outro esbarrão, só que esse foi demorado, eu abri mais as pernas e ela com uma mão apertava a minha perna e com a outra acariciava o meu saco. Ale tirou a toalha sem que eu notasse, com a mão apertava gentilmente meu saco e com a outra com um pouco mais forte apertava a minha bunda, hora um lado e hora outro lado. Eu com essa massagem já estava arrepiado.

Como a coisa mais natural do mundo ali joga um óleo quente e vem com a mão da nuca até o pé fazendo movimentos circulares. Um pouco de massagem no pé e Ale vira minha perna me fazendo ficar de barriga para cima, eu já estava de olho fechado. Ale faz o mesmo ritual no peito e fala que eu tinha ombros de nadador. Vai apertando a barriga e fala que tinha barriga de quem sabia degustar muito bem cerveja.

Minha perna sofreu no final de semana, eu realmente estava com muita dor na coxa, ela ao colocar a mão levou um susto

- Nossa, o que é isso?

[pensamento interno] – deve ser meu pau, vou ficar calado e de olhos fechados.

- Você deve estar com muita dor aqui, ne?

Realmente estava, não aguentei e gemi de dor quando ela apertou. Ale colocou a mão e foi apertando até que a dor foi melhorando, segundo ela era o maior nó que ela tinha visto.

Ale lentamente foi subindo, uma mão no meu peito que deslizava de cima para baixo passou para apertar. Algo quente envolveu meu pau, quente, molhado e maravilhoso. Abri os olhos e vi Ale engolindo meu pau até a metade. Ela empurrou meu peito contra a maca e pediu para ficar deitado.

Ale segurava meu pau na base e com a boca segurando a cabeça do meu pau sugando ele como quem suga um suco de canudinho começou a lamber a cabeça fazendo círculos na ponta e depois por toda extremidade da cabeça. Meu pau latejava.

Ale mudou de lugar na maca, levantou minhas pernas e continuou a me chupar e massagear meu saco com a mão, um tesão. Ela deitou meu pau e vou com a ponta da lingual da cabeça até o saco, voltou dando mordidinhas no pau e a ultima bocada engoliu mais da metade. Sempre bem lentamente, mas com uma força fora do comum, algo inenarrável. Hora chupava, hora mordia. Ela foi descendo até o saco, chupando as bolas e deixando-as bem molhadas. Babou meu pau todo, meu saco...

Ale passou a linga entra o cu e o saco e com a mão tocando punheta e a outra segurando o saco com a mão e fazendo massagem. Minha respiração era de um corredor de maratona que já estava a 3 horas correndo. Ela colocou as duas bolas na boca e a punheta rolando com uma delicadeza absurda. Ela parou de me chupar e ficou de costas, olhei para o lado e vi sua bundinha na calça branca. Que tesão. Ale pegou um óleo quente, segurando meu pau jogou o óleo lentamente na cabeça do meu pau e foi deixando escorrer.

- Pqp, muito bom!!!

Eu não aguentei e coloquei a mão na bunda da Ale, era dura, gostosa de apertar. Ela riu.

- Não, o Sr. hoje não faz nada, só eu!

Parceiro, eu sou cachorro e não gato. Gato que é um bicho escroto que fica 200 horas ganhando carinho e sem se quer te dar uma lambidinha em troca. Olhei nos olhos dela e falei, - Se quer mesmo me dar tanto prazer assim, me deixa sentir sua buceta. Só quero que sinta pelas pontas dos meus dedos o quando eu estou gostando.

Ela suspirou pensando por um instante, e falo.

- Se eu mandar parar você vai parar!

E olhando nos meus olhos foi tirando a calça. Chegou o corpo mais perto do meu braço e continuou me chupando. Eu comecei a massagear sua buceta por cima da calcinha. Era quente. Ela chupando e apertando meu pau, batia com ele na língua e chupava. Ela com a boca segurou meu pau pelo meio, como se estivesse fazendo com a mão e ia da cabeça até a base, que punheta gostosa, com a ponta da linga lábia meu saco. Minha mão já estava molhada, sua buceta mostrava que ela estava com tesão, puxei a calcinha para o lado e com a ponta do dedo encostei em seu clitóris, ela gemeu e parou de me chupar.

- Para!

Eu continuei olhando ela nos olhos e ela.

- Papppara, por favor.

Eu continuei, ela voltou a me chupar, só que colocou uma das pernas do meu lado na maca, via sua bua quase colada na minha cara, eu massageava sua buceta com hora com um e hora com 2 dedos, fui metendo o dedo na sua buceta quente, ela rebolando e chupando meu pau com mais vontade.

- Ale, o tempo acabou!

Era o negão maldito na porta. Ela sem solta o pau falou.

- Ok, o cliente vai pagar mais 30 minutos.

E voltou a me chupar, só que com muita mais força, colocando quase meu pau todo na boca . com dois dedos (o indicador e médio) eu não aguentei e encostei o dedão na portinha do cuzinho, ela rebolou gostoso aprovando minha investida. Com a minha outra mão e já com o corpo levemente inclinado para minha direita apertei a sua bunda com a outra mão até que abri para olhar o cuzinho. Ele piscava sem parar. Esperei o momento certo, ela saiu do saco e foi para a cabeça do meu pau com a boca molhada. Eu com a ponta do dedão coloquei no cuzinho dela forçando para dentro, sem deixar entrar. Ela parou por um instante e foi descendo e eu fui enfiando o dedo. Ela parou de descer e lambeu a cabeça e eu fiz movimentos circulares com parte do que tinha entrado. Ela foi descendo mais e eu enfiando mais o meu dedo até que meu pau estava quase que por completo em sua boca e meu dedo no seu cu. Ela socava o meu pau com a boca e eu socando o cu e a buceta.

Não aguentei muito mais tempo, meu pau latejando. Ela colocou a boca no meu pau e apertou com a língua, rebolou a bunda na minha cara e eu com o dedão no seu cu e os dois dedos no clitóris senti ela gozando ali na minha mão. Ela colocou o pau na boca para ninguém escutar o gemido dela gozando e eu acabei por gozar. Primeiro jato, segundo, terceiro e ela quase engasgou. Ale voltou a colocar a roupa, passou o mesmo óleo quente no meu peito, barriga e pernas. Colocou uma manta quente em cima de mim. Limpou a boca na pia da sala. Apagou a luz e falou

- Amor, você tem só mais 5 minutos, feche os olhos.

Ale me deu um beijo gostoso na boca e saiu da sala.

Alguns minutos depois ela voltou para cabine 2, ligou uma luz azul ate eu me acostumar com a luz. Me levou ao banheiro. Eu tomei meu banho com as pernas bambas e sem acreditar no que tinha rolado. Terminei meu banho e coloquei a minha roupa, sai da cabine 2 e no corredor ale me deu um abraço e agradeceu por ter feito ela gozar. Porra eu fiquei sem graça.

Chegando na saída fui pagar o que estava devendo. A moça da recepção pegou meu cartão e eu paguei. Antes de sair o Negão me entregou o celular que tinha ficado no banheiro e me entregou um cartão. Tenho 15 dias para voltar lá e ganhar um desconto de 30% na massagem completa!

Foi a melhor segunda feira da minha vida, mesmo morrendo em uma grana preta!


Este conto recebeu 0 estrelas.
Incentive Moreno Carioca a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.


xvideo mae fica em taladaum homem virgem quando tranza sem penetrar continua vergem??baixar clip 16 .com porno mulher mini saia no metro mete a mao na calcinha delaquero ver ofilmes pornos o irmao beijando muito a irma para foder ela a irma dos olhos azuisxvideo asada da coroa casa pegou uma carona pegou uma coroa casada com um vertido curtinhocontos eroticos entre casaisnovinhas.abrir.buzentacontos eróticos de velhinho tarado da vendinhacontos eroticos ela me deu o cuzinho/lesbicaSexo menage aclimação casadaconto erotico enquadradinho 2015tia gostar de dar buxeta gemergosto muito de praticar zoofiliacontos eiroticos leilapornfilmes lesbiscos rapaz dando um trato na madrastafui pedir carona em uma kombi e fui estrupada e casada contos eroticoxvideosdificil pra vc lukaXxvidios buceltinha de menorcontos eroticos cheirando a calcinha da minha maevwio de lanterna o donzelo so que não xnxxconto eroticos palmada fiho pego mae rabuda dormindo sem cauzinha incestoporno.mae.estrupra.finhanovinha tentou correr mas ele puxo e empurro no cu dela no xvidelencostando de pe na parede e comendo o cumaiza e carolzinha trepanovidros prno insetos fodendo mae emprensadaSeu Madruga tirando a rola no cú da Dona FlorindaContos Eróticos Abusada na escola na vam escolar e em casacasa dos contos eroticos bunda cagadaflagra de coroa transando de bruço em praia de nudismopeguei meu irmao gay e minha irma virgem fudendo nao aguemtei cumi os doisquero ver mulher caminhando na rua de bermudinha curtinha da bunda bem grande bolinha balançando agoraqaboca novihasexo com minha esposa e mais outro homem quais as dicas para convencê-la?Contos eroticos comeram o bundao das gordas crentesconto erotico humilhadoconto erotico enteada safada assediandoxx video madrata ponheteira na madrugadaPorno gratis xvideos marido adormece e.comeu cu delemundobicha homens de legginxoxota da filhinha pretinhaxv homens encoxando em mulheres 2017porn diario de leticiae ele bate o que Assumimos a bunda da irmãCorno veno esposa dano cu p ama.teXmamae safada com amigosporno embebedo a cunhadinhaContos eróticos de viados que apanharam para aguentarem as jebascontos eiroticos leilapornenpancando a novinha de brusoconto erotico embebedei minha esposa aproveitei comi seu cu virgemcumendo tia miriam contoFotos de piruzoes aleijados de machosabaixar vídeo de putaria de mulher fresca daquelas gostosas do cuzãocontos de homem que puxa e mama os mamilos enrijecidoscontoerotico pai quero dar leitinho pra bbzinhaxvideos tarado olhando a enpregada so de calcinhavídeo pornô intrigada e padrastoxvideo empurrando e gozando topado ate o taloanal violentto e profundo com gozo dentzoofilia homem pocando cabaco da cadelinha novinhacontos eiroticos leilapornmulheres distraidas xvidiis.comcontos eroticosMinha mãe e meu irmão adotivo -Sou coroa casada os mulekes rasgaram minha calcinhaconto marido adora ver esposa danso para outroXVídeos mama brusquetacontos eroticos :eunice caindo de boca na picawww.enteada pinoti.xvideoscorno sendo humilhado lambendo direitinho buceta cheia de gozoxvideos. corno linpa a esponinhanovihna batendo pohnetavídeo de sexo com matuto. na piscina de sucacomendo a sobrinha de 13 aninho conto eroticosXxvideo no internato da escolaposicao frango assado putaria brasileira pra salvar no celularfesta de cdzinhas no cine porno 2017x videos.asediante a nobinha virgemdepilaçãofudendo/dia/2008/11/21/xvideos minotauro tarado chupando tetasxvideo chapeu zinho vermelho mandando nasua punhetavideos de encesto frances madrasta e entiado durmindo juntos e ele fica de. pau duro a noite e escosta nela e ela nao recistigoszado mabucetacomtos eroticos comi minha filha quamdo ela timha quatro anosmundobicha.com hetero brasileiro toma banho com amigo heterotransei com minha visinha casada no quintal delaBuceta parecendo um cupim deu boi