18 anos para comer aquele cú

Um conto erótico de Constantino52
Categoria: Heterossexual
Data: 29/09/2010 18:13:50
Assuntos: Heterossexual

Sempre gostei muito de ler relatos eróticos.

É impressionante o número de pessoas que gostam de contar as aventuras sexuais na WEB, sejam elas normais, grotescas, animalescas, enfim tem de tudo.

O que mais me impressiona é que 99% das trepadas acabam numa bela comida de cu... Parece uma apoteose.

Eu não fazia idéia do que era isso: comer um cu.

Sou casado, muito bem casado! Tenho paixão pela minha mulher. Deu-me dois filhos maravilhosos e convivo com ela muito bem, com muito amor e muito sexo. Ela é uma mulher muito fogosa e disposta a me satisfazer sexualmente do jeito que eu quiser. Eu tenho e proporciono muito prazer. Nossas trepadas são sempre maravilhosas e criativas. Ela goza muito e me faz gozar muito também. É safada, gosta de me chupar, adora que eu lamba sua xoxota até que ela goze... Tem um clitóris avantajado e que a faz vibrar muito a um simples toque meu... Com a língua... Com os dedos... Com meu pau (absolutamente normal deve ter aí seus 17 cm). É é curioso como ela pega no meu pau com volúpia... Como se estivesse pegando uma jóia... Ela gosta dele e ele a adora... Trata-o com carinho... Pegada... Paixão!

Minha mulher é muito lubrificada... e não é preciso muito para isso acontecer... qualquer insinuada no assunto sexo e ela já está pronta para ser comida e devorada sem hora para parar... Uma vadia... Minha vadia!

Tem um “porém”: ela nunca quis me dar o cu.

Estamos casados faz 18 anos e ela nunca, nunca permitiu que eu enfiasse nem o dedinho... Olhe que não teve uma vez que nas nossas trepadas eu deixasse de tentar... Ela sempre se esquivou e não deixava... Não queria conversa.

Pois bem, resolvi que ia comer aquele cu maravilhoso, e que sempre piscava para mim nos nossos 69, de qualquer jeito. Se não por bem, seria por mal.

Maquiavelicamente criei uma situação para isso acontecer. Fomos convidados para uma festa e eu disse que não poderia ir, pois iria viajar a trabalho, mas insisti que ela fosse . Afinal eram amigos queridos que estariam festejando um aniversário.

Chegado o dia, mandamos nossos filhos para a casa de minha sogra , eu fui “viajar” e ela foi para a festa. Acontece que eu não fui viajar, voltei para casa, me armei com uma faca e fiquei escondido até que ela voltasse tarde da noite. Tive paciência. Sei que ela gosta de beber e por vezes fica mais alegrinha e era isso que eu queria que acontecesse naquele dia.

Ela chegou. Ao abrir a porta não permiti que ela acendesse a luz. Passei por um ladrão que havia invadido a casa. Ela ameaçou gritar e eu não permiti fechando sua boca, dizendo-lhe:

- Fique quieta que não acontecerá nada com você. Já fiz aqui o que queria. Não era para você ter chegado neste momento.

Ela deu ares de quem não havia me reconhecido. Coloquei uma máscara e um perfume (coisa que nunca usei por não gostar e ela sabe disso) suave para não ser reconhecido e acho que funcionou. Ela ficou quieta e eu senti um tremor em seu corpo. Talvez de medo. Eu falei em seu ouvido:

- Que tal a gente brincar um pouquinho?

Ela reagiu negativamente. Eu insisti:

- Tenho certeza que você vai gostar. Depois, acho que você não tem alternativa.

Ela ameaçou gritar e eu forcei ainda mais minha mão em sua boca, silenciando-a.

- Quieta.

Com a outra mão comecei a pegar-lhe nos peitos (deliciosos!). Fui descendo por dentro da blusa até sua barriga e trouxe-a mais para perto de mim encostando meu pau, um verdadeiro pedaço de ferro de tão duro de excitação. Ela reagiu e nem sei se gostando ou querendo sair. Eu estava em transe com o que estava fazendo.

Disse-lhe que a matava se emitisse o mais leve som de socorro. Ela entendeu e eu prossegui. Comecei a tirar-lhe a roupa e sempre com certa brutalidade. Ela estava incomodada, mas quieta. Talvez apavorada com as perspectivas que se apresentavam.

Eu, alucinado, deixei-a somente de calcinha e quando passei minha mão na xoxota, por cima, senti que ela estava muito, muito mesmo, melada! Pensei comigo:

- A safada de sempre...

Mas não podia me identificar. Queria chegar ao meu objetivo: comer o cuzinho dela.

Tirei a calcinha e ela não reagiu, ficou estática, meio sem graça, talvez. A falta de luz não me permitia vê-la com clareza. Tirei minhas mãos dela que continuou quieta no lugar. Tirei minhas roupas e meu pau, inchado de tesão, pulou. Encostei-o nela e senti que ela começou a reagir e eu sem distinguir se de tesão ou medo. Não estava interessado. Queria apena comer o cuzinho dela.

Encostei-a de frente, no sofá, com a bunda virada para mim. Fiz com que ela abaixasse e abrisse as pernas. Ela gemeu, acho que de medo. Mas sem reagir. Segurei-a pelas ancas e direcionei meu pau para sua xoxota encharcada. Enterrei gostoso e ela me apertou com a boceta como quem quisesse comunicar que gostou e muito. A minha intenção era apenas lubrificar meu pau. Mas confesso que quase gozei. Tirei o pau para fora, fui até seu ouvido e disse-lhe:

- Vou foder no seu cu, vadia!

Ela pulou, fugiu de mim e disse quase gritando:

- Nunca!

Peguei-a com força e virei-a de costas para mim e, com a faca, ameacei-a com violência:

- Não me custa matar você, vadia, fique quietinha e faça o que eu mandar.

Ela começou a chorar e implorou:

- Pelo amor de Deus, meu cu, não!

- Quieta!

E virei-a novamente. Coloquei-a na posição, lubrifiquei novamente o pau na xoxota. Quando o tirei estava completamente encharcado. Ela dizia:

- Não, não come meu cu, vai doer muito. Pelo amor de Deus...

Eu estava quase cedendo, mas o tesão falou mais alto e não parei.

Segurei firme no bundão dela, abri bem o cuzinho e pedi para ela segurar a bunda daquela forma. Para minha surpresa ela o fez sem reclamar, apenas choramingava e gemia como quem lamentasse o que viria acontecer.

Direcionei a cabeça do pau para o cuzinho virgem e dourado da minha mulher e empurrei devagarzinho. Ela se retraiu. Mas pouco. Empurrei mais um pouco e ele entrou apertado. Ela deu um gemido alto, uma mistura de quero com não quero. Estava também muito excitada com aquela situação. Eu aproveitei para empurrar mais e mais até encostar o saco na sua xoxota. Ela desta vez gritou, mas um grito alto de puro tesão, e disse:

- Filho da puta!... Você me arrombou!... Desgraçado! ... Meu cu nunca recebeu um pau...

Eu perguntei alto:

- Quer que eu tire... Vadia?!

- Nunca! Começou agora vai ter que terminar! Filho da puta! Fode! Mas fode com força. Desgraçado! Me arromba! Mija no meu cu, seu animal! Vamos, goza, goza no meu cu! Aiaiaiai! Fode! Vamos, fode mais...

Eu não agüentei! Fiz exatamente isso - mijei no cu dela! Nunca gozei tanto. Ela se mexia e batia uma siririca enquanto meu pau saia e entrava naquele cu apertado e delicioso. Ela também gozou muito e largou o corpo.

Deixe-a lá, largada, talvez lamentando o cu arrombado. Fui embora para um hotel e voltei somente no dia seguinte.

Encontrei-a alegre e feliz. Recebeu-me com um sorriso largo. A princípio estranhei que ela não tivesse outra atitude. Mas pude compreender, afinal, ela foi estuprada naquilo que eu sempre quis e certamente não ia me contar. Resolveu esquecer o assunto e tocar a vida maravilhosa que tinha comigo, pensei.

À noite, no jantar, veio até mim e disse baixinho, quase sussurrando, no meu ouvido:

- Querido, quero foder com você hoje como nunca fodemos na nossa vida. Você come meu cuzinho!!!???

Estranhei. A vadia tinha gostado de dar o cu, que me negou por 18 anos de vida juntos, para outro. Mas ela complementou:

- Como ontem, meu ladrão gostoso e tesudo...


Este conto recebeu 0 estrelas.
Incentive Constantino52 a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
30/05/2011 05:16:08
Caramba! Precisou de 18 anos! E teve que ameaçar com faca e tudo? Tá bom... Mas gostei da fantasia e dessa enrabada. Mete mais e conta o resto porque ela vai ficar - se é que já não ficou - viciada em dar o rabão gostoso....
21/04/2011 18:16:28
adorei!!
14/10/2010 22:58:38
Adorei...vc tem atitude...isso e perfeito...rs Leia meus contos. Bjs Nanda
30/09/2010 16:50:07
Cara você acha que ela não sabia que era você o tal ladrão? Que bom ter comido o cú dela porque é gostoso enfiar o pau num rabinho rsrsrs
30/09/2010 15:44:52
legal seu conto estou aqui sou quarentão bonitão experiente com casais novinhos, sou carinhoso seguro e sigiloso, e bem dotado msm? grande grosso e cabeçudo, as mulheres sempre sonha em sentar em uma rola berm grossa , a minha é super grossa,sou do interior paulista proximo a capital ,e posso viajar pra realizar a fantazia da sua esposa noiva ou namora , sou morenão boa pinta bonitão cumer dos bons e chupo gostoso uma bucetinha , faço só que vcs pediram ok tenho web am me add msn
30/09/2010 11:22:30
Como o cú a uma mulher é o sonho de qualquer homem, todas elas acabam por gostar mas ao inicio fazem-se dificeis.
30/09/2010 10:23:38
Gaucho careca tem razao Mulher é a coisa mais dificil de se enganar, elas fingem não saber de nada, mas elas sempre sabe tudo que esta acontecendo.... Parabens pelo conto, nota 10 concerteza... Abraços Leonardo e Marina Queiroz
29/09/2010 22:13:12
Se arrombou, agora come, se cansar, só chamar.
29/09/2010 19:15:32
Sensacional, parabens, 10 com louvor


porno brico com abucerta e gozo dentrocontos sadomasoquismoPadrinho picudo botando só a cabeça na afilhada virgem contos de sexomarido bebadominha mulher tatuou a dama de espadas na bunda contos eroticosconto erotico negao fecundandoNovinha vijen tentando en fiar o dedo na bussetacontos eiroticos leilaporncontos erotico eu moleque vi minha tia amamentando seu bebeconto de comendo cucontos eróticos peguei minha mulher e me vingueiwwwxvideos.mulhe.com.amate.mote.geitano.na.rolacontos eroticos abusoconheci a menina arranca a roupa dela fica pelada fazendo sexoTIA MOSTANDO SIA CALSINHAporno zoo contos em quadradinhos dupla penetracao insesto/texto/2009071233pornodoidográtis coroasgemendoporno novinha no malabarismo com duas rolastrissexual fazer muito gostoso transando em historinha de quadrinhoscarroceiro socando com forsa na novinhano sofa com as outros do lado eles nao percebem disfarçando ponodoido xvideos xvideosfiquei ecitada vendo meu marido comendo outraxvideo eu trazando com minha vizinham*********** a b***** no canavial contos eróticosAs gostosas punhetas da minha mae conto eroticoesculachou o cu da filha adolecente ate gosa dentrobeberxvidiocontos eroticoscuzinho sem pregas3 julho 2015 8445 paguei para deflorar a filha do caseiro casa dos contos eroticoXvideos videos curtos o garanhaocontos eroticos quentissimo de meninas perdendo a virgindadefudendo a titia gostosona no varalxvidio denguinho analvidiopormo de mulier que noa aguenta pau no cu e bera naoracontos eiroticos leilapornpornô anal com mulheres dando rabão gostoso tesouro com perna tá tendo mais daqueles bem quente mesmocomi meu paivideo de gozano na cueca boxerMeu bucetao desemhado no short contosTaubateanas gostosa xvideostraveste gozanoas panteras filmes a cordano minha mae japonezadeu pro time todonalvinha fudendo com homem mas velhorcontos gays andreconto erotico bebadaporno sem casaminhasadoro homem coxudo-contosnovinha cappvidio disexe porno yotubexvideosmãe com gravidinhacontos.fragas cheirando causinharickcafajeste30.blogsogra faminta por sexorevezamento minhabunda casadabatendo punheta no fundo de caucinhaconto erotico dando pro patrao na cooperativamirtes dando a buceta na igrejaXVídeos marido com enxaqueca mulher transa com outro[email protected]esposa vadiafotos ato da novela a gata pauzudo picudoscontos eroticos bruçoscontos eróticos dei pra estranhos pelo buraco na paredeconto de tia chorando na rola de dobrinhoconto erotico chatagiada e obrigada a ser escravacasa da maite contosxxxvideos glscontos eroticos ajudei vizinha idosa e ela pagou cim boquetex vídeos porno eu e minha mãe fomos tomar banho e fiquei esitadomamae nao suporta rola do amante na bucetaOque falar pra uma mulher pra convensela a tranzarNxnn coroa agarrda numo pau de 25cmbucetinhaentroutudoConto erotico sou madura e consolo lesbicacontos eiroticos leilapornminha enteada estava com a b******** inchada e pediu para mim mussarelafotos de bucetas bem novinhas cendo aronbadasestava carente e dei pro meu cachorrocontos eroticos sogroXVídeos só o áudio do cabeceira de cama reagindocomendo a urma novunha no banhox video pornor vovo costureira casada g qostar d jovenscontos eróticos comi a mulher do cracudovideoxxx contos eroticos tia bunduda madura ganhando leitinho do sobrinho.FOTOS DE FODA RIJA NEGRAO BIGcontos,eroticos,de,gays novinhos sendo estuprado por jovens craquescunhada bao queria mas aveitou trnsa com cunhadoxvideo mulher casada do brasil arcoda loca por pica gayxxvidep