Fui devorada e detonada pelo time de Basquetebool Norte Americano-16 cacetes negros gigantes e grossos

Um conto erótico de Carlinha
Categoria: Heterossexual
Data: 19/05/2005 17:57:11
Nota 0.00
Assuntos: Heterossexual

Eu e Carlinha sempre fomos ficcionadas pelo time de Baquetebool Norte Americano, aqueles negros com mais de 2 metros de altura e musculosos.

Fomos ao Aeroporto para ver o desembarque, ficamos deslumbradas com aqueles negros enormes e bem vestidos, tentamos pegar alguns autógrafos mas foi em vão.

Descobrimos então em qual hotem ficariam e fomos até lá na dôce ilusão de pelo menos conseguir 01 autógrafo, o saguão do hotel estava super lotado de gente, ficamos ali e vez ou outra 01 deles saia na janela e acenava para a multidão, o tempo foi passando e a multidão foi dissipando-se e ficamos nós e mais algumas pessoas apenas, dali onde estava podemos verificar que estavão no 5º. Andar, então bolei um plano, Carlinha iria distrair a atenção dos seguranças na portaria e eu tentaria entrar, a safadinha levantou sua blusinha e colocou seus peitinhos á mostra, enquanto eles gulosavam-a, aproveitei e rapidamente entrei, fui ao elevador e subi até o 5º. Andar, percebi a porta semi aberta e pelo inglês que conversavam percebi que era ali, eram 4 suites enormes, entrei sorrateiramente tinham 4 negrões numa enorme sala, logo que me viram, percebi que fitavam meu corpo de cima abaixo, pois sou uma ninfetinha loirinha de apenas 15 aninhos lindissima.

Mostrei-lhes meu diário e a caneta e entenderam que queria um autógrafo, enquanto um deles assinava os outros 3 cochicharam entre eles e fizeram uma ligação, pensei a principio que iriam chamar os seguranças, mas enganei-me, derrepente a sala foi se enchendo de negrões, ao todo 16 criolos altos e fortes, assinavam meu diário e sorriam marotamente para mim.

Quando consegui a assinatura de todos e ia sair, um deles tomou-me a frente e agarrou-me, pegou-me nos braços e levou-me para o quarto principal, uma suite com uma cama enorme, dai percebi que seria comida por aqueles gigantes e não adiantava espernear, pois estavam em maioria, peça por peça minhas roupas foram arrancadas e fiquei nua, meus peitinhos durinhos começaram a ser chupados, minha bucetinha depiladinha e meu cuzinho recebiam simultâneamente linguas ásperas e quentes.

Mas foi quando ficaram nús que vi literalmente a coisa prêta, era um maior que o outro e tinha um que chegava mole quase no joelho, em média a maioria tinham 30 cms., mas um deles era desproporcional e com certeza tinha mais de 35 cms, um jumento, foram oferecendo um a um para eu chupar e punhetar e quando estavam todos eretos, grossos e duros, colocaram-me de quatro na cama com a bunda arrebitada e levei o primeiro, um pênis monstruoso na bucetinha, senti uma dorzinha forte, mas logo ela agasalhou aquela ferramenta enorme, gemia alto engasgada com um cacete prêto na boca, estava sendo detonada e minha bucetinha estufou-se de pôrra, sentia seu leitinho quente lavar meu útero, diversos paus revesavam em minha boca e logo outro foi por trás de mim e não quis a bucetinha, apontou para meu cuzinho e forçou, sua enorme cabeça entrou rasgando meu cuzinho alargando-o, meu esfincter se abriu e senti seus pentelhos roçarem minha bunda e suas bolas baterem em minha xaninha, ele enterrou 30 cms de carne dura e grossa dentro de meu rabinho, tirei um pau que estava em minha boca e gritei:

-Aiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii!!!!!!

-Você tá me rasgandoooooooo!!!

-Tá doendoooooooooo!!!!!!!

Eles sem entender nada continuaram bombardeando-me e rapidamente recebi o monstro gigante de 35 cms. na boca, simplesmente fiquei com a boca atoxada, respirava apenas pelo nariz e apenas gemia, percebi que aquele seria o próximo, será que eu aguentaria?

Logo meu cuzinho foi inundado de esperma invadindo meu intestino e quando ele saiu de mim, senti um liquido escorrer por minha perna, estavam lavando-me por dentro.

Estava com a bucetinha e o cuzinho arregaçados, mudaram de posição, tive de sentar em um pau e cavalga-lo, minha bucetinha não doia mais e engolia com facilidade aquela picona, então com minha bundinha empinadinha, meu cuzinho ficou exposto e percebi que seria duplamente penetrada e logo pelo gigante, fui segura por alguns deles e novamente um pau adentrou minha boca para que não alarmasse com meu grito a gerência do hotel, aquela coisa grossa e dura invadiu minha bucetinha e em segundos saiu todo lambuzado pelo meu suco vaginal e esperma, apontou para o olhinho de meu cuzinho e invadiu minha bundinha, gemi alto naquele microfone prêto atoxado na boca:

-Hummmmm! Hummmmmmmm!

Aos poucos aquela anaconda foi deslizando e cutucou no fundo a porta de meu intestino e invadiu-o e começou a foder-me com força, sentia os 2 paus se encontrarem dentro de mim, aos poucos aquela dor horrorosa foi passando e só de pensar que estava aguentando uma vara de 35 cms. no rabo comecei a gozar, senti um frio na boca do estômago e meu corpo arrepiou-se, orgasmos múltiplos tomaram conta de minhas entranhas, simultâneamente meu cuzinho e bucetinha gozavam intensamente, a fila foi andando e nem mais sentia as picas entrando dentro de meus buraquinhos, apenas gozava em cada uma delas, foram inúmeros orgasmos, estava quase sem fôlego e mole pelos deliciosos orgasmos, consegui saciar a todos, fui invadida por 16 picas enormes e grossas.

Levaram-me para uma enorme piscina e refresquei meus buraquinhos que estavam em brasa e escorriam pôrra sem parar, ficamos ali por 01 hora mais ou menos e pensei que a sessão de orgia havia de acabado, enganei-me, receberia meu último presente.

Aqueles negrões era sádicos e libidinosos, amarraram-me na cama com cordas improvisadas de lençol, não estava entendo nada, quando um deles adentra o quarto com um funil, colocaram em minha boca e seguraram firme minha cabeça, dai entendi a sacanagem, começaram a masturbar-se e gozar no funil que fazia suas pôrras escorrerem dentro de minha boca, aquele liquido quente e gosmento entrava em minha boca e escorria até a garganta e era engolido e em minutos 1.2,3,..5,9,....15 e 16 cacetes enormes despejaram pôrra naquele funil e fôra engolido por minha garganta, com certeza se colocassem em um copo ficaria cheio.

Desamarraram-me, vesti minha roupa, levaram-me até a porta e desci até o saguão de entrada, minhas pernas estavam moles e trêmulas, meu cuzinho e bucetinha doiam e sentia que ainda saia alguma quantidade de pôrra de dentro deles e ensopava minha calcinha.

Encontrei-me com Carlinha e fomos a uma lanchonete para eu contar-lhe minha sacanagem e quando abri meu diário para mostrar-lhe os autógrafos verifiquei que tinha um envelope, abri e pasmem, tinham 30 notas de 100 dólares, eles simplesmente pagaram pelos meus serviços de putinha e pela poupuda grana devem ter ficados satisfeitos, dividi metade com Carlinha, pois se não fosse por ela não havia conseguido transar com o time inteiro de Basketebool dos E.U.A.


Este conto recebeu 0 estrelas.
Incentive a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
DU
21/05/2005 01:57:59
Eliara ñ dá a buceta pq. ñ tem. "Travequinha da mamãe"!!!!
ha ha ha
20/05/2005 12:36:24
O eliara puta rampeira o papaxexeca, so esqueceu de dizer para vc procurar no Iraque um Site de CONTOS BOMBA, para vc comentar ai que sabe vc explode por la e para de dar canseiras por aqui, sua rapariga metida a intelectual, e ainda mais vc deve ter é complexo com alguma coisa, tipo que vc é doida para dar a buceta ou talvez o cu, e naum consegue encontrar nem mesmo um vira latas para transar, pois o ultimo vomitou em cima de vc, ha ha ha


contos eroticos arrebentei o cu virgem do meu cunhadinho na pescariasibrinhas vatendo punheta pros tiios ate eles gosaremcontos eiroticos leilaporncontos de incesto irmao assistindo tv com a irma novinha e comendo ela abracado por traswww.porno novinha dormindo no sofa amigo abril o botaoda calcacontos eroticos banheiroconto etotico patroa e empregada bixesual e seu esposoContos eroticos elacarecaMinha jovem esposa bunduda dando na marra pra outro homem contos corno umilhadominha sogra e esposa no canil fodeno com todos cachorro grande conto eroticomae casa dos contos/perfil/230213Comendo a garotinha contos eriticoContos me pegara trasando com uma menina e me castraram canovinha sendo f***** pelo padrasto por vira loira do olho azul me chamou de Zé tacudo e eu falei assim vai tomar no seuAliviando os funcionarios contos eróticosConto erotico comendo uma mijunaler contos eroticos de padres reaisfinha cendo bulinada por pai enquanto dorme no sono profundo xtubconto erotico garotinha cagando na varacunhadinha bem linda e muito gostosa coxas grocas e bumbum saliente contos eroticosminha mae deu cu meu amago xvidiosconto erotico vizinha scatconto erotico esposa verdade ou consequenciainiciação analo homem comendo a b***** de uma égua bem devagarinho ela peidando e gemendo e chorandoxnxx tabareucontos eiroticos leilapornxxvide pono gratis gemo e gritanogerente rabuda da pro ospidepai e filho batendo punhta juntos mundobicha.comVelhopintudocontosestupro esposa contos eroticosver video de jigantão arobando o cu do novinhoPapai de pau duro roupão xvideostio pega sobrinho debrusos pelado e enrabamulata da buceta volumosa trazendo no pau groso contos eiroticos leilaporncontos gay limpar a casacomendo a buceta da gostosa na barra de suco de limãomao boba na noiva pegando nos peito dela porno dentro do cinemamulher gozando pro corno ovi no telefonevideo porno tres homem cumendo uma mulher a mulher seduz aeh o home começa passa.maõ nela ais os tres come ela a bucea e o cu e bota ela pra mama e os homem cupha ela tdcontos gays de incestos.com- pai machão dominad come filhomenino passivinho gaycontos eiroticos leilaporncontos casada carentedei pra um traficantefoi passear o cao e fodi a vizinhamorde devagarinho meu grelinho porno vídeonovinha sendo arrobanda ate caber duas garafas na bucetas fotos e contosvem com a b***** sarrando no meu paletónovia rebolado narulamulher greluda faz anal tem intenso orgasmo tremor nas pernasXxvideo no internato da escola/texto/2014041496xvideos de puta arrolbadamulher põa bunda na minha cara e solta um pum. para mim cheirarccu porno dddd mudo cu menininhaxxvideos real menage surpresa assustadasoquei a rola na sogra contoxvideos cangáceiras eroticasenpregada rabuda tirando um coxelo so de calsinhaxivide cavalo gozando dentro demulecontos feminizacao gay chantagemvovo da buceta cabe prazorelatos casadoscontos american talemulheres que se arependeram de ter dado pro negao do penis gigantea.mulher vai ate ver que.estava.na.porta.era.o amigo dela.e.deu.a.boceta para.elelecontos eroticos de primeira vez anal masculinamulher marido chamaum cara dotadao para fudeelanovinhas.abrir.buzentaconto gay contei pra ele que queria dar pra eleminha esposa me fez broxe conto erótico conhada acorda o conhado a noite para fazee sexo porno brasileiroporno brasilero ela queria fujir de tanta fodanao cnseguioXvideo irmãoo tarado comedo irmã gostosa de chorta azu durmido.carolzinhanasurubameninas cuecinha trasparentesexo vaginal rola soltando guichadas de poraolhos de um moreno Lombradocontos eróticos vovó transando com cavaloirmao encontra irma pelada e entera opinto no cucontos eroticos malv comendo as interesseiraEroticoscontos.com /casadas 25cm duplpediu outro cacetexvideoAliviando os funcionarios contos eróticosconto gay bostamulher casada muito excitada graga jenro fodeno a filha e fica batendo ciriricacasada viciada porra relatosXvitios dog