PERFEITO PRA CARALHO 14 (CILADA)

Um conto erótico de Lex
Categoria: Homossexual
Data: 01/08/2015 01:27:06
Nota 10.00

PERFEITO PRA CARALHO 14 ( CILADA)

LEX narrando...

Nossa como a vida é curta mesmo, num momento você está bem, e no outro você está em uma ponte entre a vida e a morte,na esperança de não atravessar a ponte, por que o atravessar dessa ponte significa que você não quer voltar, significa ter cumprido seu propósito, mas não era chegada a minha hora, quando eu acordei naquele hospital e vi os olhos inchados do Pedro, por um momento pensei que havia ficado louco, mas o alívio foi forte quando, eu percebi que ele estava, vivo, e eu também estava vivo e tinha decidido a viver a minha história com o Pedro, pois a última experiência que eu tive deixou bem claro que é pra aproveitar o momento enquanto ainda se tem, por que o amanhã pode não chegar.

Foi um alívio grande pra todos, quando viram que eu Estava bem, e fora de perigo , demorou mais recebi alta não aguentava mais ficar no hospital, Felipe tentou dar as suas investidas em mim, não conversamos sobre o beijo, mas deixei bem claro que aquilo foi um mal entendido, e que não queria nada com ele além de amizade, Tiago do nada estava se aproximando, e falando muito no nome do Pedro, o que eu não gostei, pois o meu sensor diz que ou ele está afim do meu ex namorado, ou está tentando me empurrar pra cima do Felipe, não, eu fico com a primeira opção, com certeza ele está afim do Pedro, tenho certeza que ele e Felipe armaram o flagra do beijo no banheiro e por culpa dos dois, aconteceu o mal entendido e eu fui parar no hospital, enfim fui pra casa, tive que ficar em aquela merda de gesso, Pedro vivia lá em casa e cuidava de mim, o que eu particularmente amava, meu pai dizia que tinha adotado mais um filho, Pedro virou o xodó do meu pai, até estranhei a situação, mas me contive a opinião, até dormir comigo no meu quarto papai estava deixando, minha avó ficou louca, chingou meu pai, minha mãe, dizendo que eles me trouxeram pra cá pra me matar e que ela ia me levar de volta com ela, pois estava mais seguro com ela.

Pai : de jeito nenhum, meu filho não sai daqui ( rosnou meu pai)

Lex : vó eu não vou voltar com a senhora, eu te amo Vó, mas vou ficar onde estou.

Vó : não preto, você vai comigo, pra Curitiba, aqui você não fica mais.

Vai sonhando

Lex : vó eu vou ficar aqui, me desculpa vó, mas a senhora não pode me obrigar a ir, pois daqui a alguns meses fico maior de idade. ( afirmei me impondo)

Vó : tá, tá bom, esqueci o quanto você era teimoso ( alarmou minha vó vencida pela Minha teimosia)

Os dias foram se passando, tinha dias que meu quarto, ficava cheio de gente, parentes e amigos, tinha vezes que Ana, Guto, Lennon, Edu, até Carlos, Pedro e Felipe, se reuniam no meu quarto e fazíamos sessão de cinema, jogávamos conversa fora, é claro que Pedro não gostava nada nada do Felipe estar ali, mas eu queria saber o que ele e o Tiago estavam aprontando, Guto tentava puxar conversa comigo, mas falava o mínimo com ele, até que um dia desses, no horário que eles voltavam do colégio, eu estava dormindo, devido a dor na perna, quando eu acordei a tarde estava meu irmão deitado em posição fetal do meu lado chorando e soluçando baixinho.

Guto : desculpa não queria te acordar ( falou limpando as lágrimas, que teimavam em rolar dos seus olhos)

Guto : Lex me perdoa, cara perdoa seu irmão, eu sei que não tem justificativa o que eu fiz, mas é que eu fiquei tão preocupado com você, que pensei que algo grave tinha acontecido com você.

Meu irmão sibilou as palavras chorando de novo e eu também tentava não chorar, só que eu não consegui segurar que droga.

Lex : você me bateu Guto, doeu pra mim saber que meu irmão tinha Levado a mão pra me bater. ( desabafei, não havia uma discussão ali, a gente tava apenas desabafando)

Guto : eu sei, eu sei, mas diz pra mim o que eu preciso fazer pra recuperar a sua confiança. Não podemos ficar desse jeito nos somos irmãos.

Lex : que pena que você não lembrou disso quando acertou o meu rosto né, mas promete pra mim que você nunca mais vai fazer isso, por que se houver uma próxima vez, eu não respondo por mim e quem vai ficar com o olho roxo vai ser você senhor Augusto ( declarei brincando)

Guto : tá prometo ( disse meu irmão me abraçando de lado não cama, e fiquei deitado no peito do meu irmão e ficamos conversando, até que lembrei de Pedro)

LEX : Guto, cadê o Pedro que não veio com vocês?

Guto : ele disse que ia pra casa dele tomar um banho, ver os pais e depois vinha pra cá.

Lex : a mãe dele não tá gostando muito dele aqui em casa, acho que ele foi tentar acalmar o ciumes da mãe kkkkk.

Guto : e você tá gostando dele aqui em casa?

Lex : que pergunta é essa Guto é lógico, eu amo ele.

Guto : nossa vocês, conversam bastante coisa né ( apenas afirmei com a cabeça), mas não falaram o principal, sobre como vocês vão ficar, como anda esse relacionamento de vocês?

Lex : não anda, quer dizer ele me beijou no hospital, rola uns beijos, mas ainda não conversamos sobre isso, ele disse que eu preciso me recuperar primeiro, e então depois conversamos sobre o assunto.

Guto : bom, é estranho pra mim conversar sobre os namorados do meu irmão, mais lá vai, e Felipe? Como fica nessa história?

Lex : não fica, não tem história com ele, eu não sinto nada por ele que não seja carinho, mais acho que eu estou perdendo até isso por ele, pós ando desconfiado, que ele e o Tiago armaram pro Pedro flagrar Felipe me beijando no dia do acidente.

Guto : como é que é?

Lex : longa história Guto, que eu estou com preguiça de contar e você não vai fazer e nem falar nada, eu quero resolver isso.

Conversamos mais um pouco, até que apareceu Ana, Lennon e Pedro, Lennon pulou do outro lado da cama ficando comigo no meio, Ana queria por que queria rabiscar meu gesso, não deixei, acho a coisa mais horrorosa, estar com um gesso na perna, ainda mais rabiscado ainda, Pedro estava quieto e pensativo , estranho ele não é assim, Pedro é até falante demais.

Lennon : que bom que fizeram as pazes, vocês dois, não gostava de ver vocês brigado e ter que ficar entre a cruz e a espada.

Guto : digamos que o preto não consegue viver sem seu irmão.

Convencido

Lex : até parece

Lennon : faz merda e depois fica se achando? Tinha que ser meu irmão, que exemplo pra mim!

Caímos na risada depois dessa observação do Lennon, até que minha mãe vem com o jantar pra mim e pro Pedro, não me julguem gente, foi ele que preferiu jantar comigo no quarto, pra não dar trabalho pra minha mãe ter que deixar a mesa de jantar e eu não comer sozinho, nos primeiros dias ele queria me dar comida na Boca, mais o adverti que não era pra tanto. Nos deixaram sozinhos, observei Pedro que apenas mexia na comida enquanto eu devorava a minha, até que eu quebrei o silêncio.

Lex : O que está acontecendo Pedro? E aí de você se me falar que não é nada, odeio essa palhaçada. ( direto sempre)

Pedro : eu tenho algo pra te contar ( disse o loiro com jeito de anjo a minha frente olhando pros seus pés que estavam descalços e se esfregavam )

Senti um nó se formar na garganta, e lembrando das palavras do Tiago ele está aqui por que se sente culpado ele já está em outra, pensei pronto lá vem bomba.

Lex : fala Pedro ( senti minha voz falhar)

Pedro : é difícil, explicar ( é claro que é, dar um fora em alguém, não é simples), promete que não vai ficar bravo comigo?

Lex : se você não falar daí que eu vou ficar bravo Pedro.

Pedro : O Tiago me beijou, e disse que está apaixonado por mim ( soltou tudo numa hora só, sem pausa pra respirar)

Apenas comecei a rir, a rir de nervoso, e nem sabia se aquilo era motivo pra rir

Lex : e você?

Pedro : o que tem eu?

lesado

Lex : você está apaixonado por ele também? Gostou do beijo? Correspondeu a droga do beijo.

Agora quem começou a rir foi ele.

Pedro : para, para, para, não vê o quanto isso tá soando ridículo, nada a ver, eu e Tiago, argh ( gemeu ele e fez cara de nojo, como se fosse vomitar) eu não sinto nada pelo Tiago, e confesso que o beijo me pegou de surpresa, mais não correspondi droga de beijo nenhum. Eu sou bem resolvido com a quem eu amo ( afirmou com seus olhos fixo em mim)

LEX ; o que você fez então?

Pedro : desci o braço nele, e falei pra ele ficar longe de mim, por que se ele estava pensando em ter algo comigo, era Pra ele tirar o cavalinho da chuva, por que eu já tinha dono, e ele é um baixinho dos olhos verdes, que está Precisando de cuidados e ele é muito bravo.

Tá certo eu corei com essa, senti meu rosto pegar fogo.

Lex :então por que você ficou com medo?

Pedro : por que você é muito irritado, bebê.

Lex : aí não começa Pedro, já falei pra você.

Pedro : own meu bebezinho e muito bravinho ( disse imitando voz de criança)

Depois do jantar e conversar um pouco com o Pedro decidi ir tomar um banho, e claro morri de vergonha, pois Pedro era quem me ajudava a tomar banho e pra me constranger mais ainda, Pedro vinha somente de cueca marcando a oitava maravilha do mundo, pois ele dizia que eu molhava ele todinho, então de cueca era mais fácil, quando eu fui olhar no espelho, quase tive um treco,o meu cabelo estava raspado, tinha alguns roxos ainda pelo corpo, nas costas, no abdômen, nas coxas e um roxo na testa, e alguns arranhões no rosto que já estava melhor, mas ainda sim eu tava muito zoado. Tomei banho com o Pedro me ajudando e me chamando de bebê, e eu me concentrando pra não ficar duro, pois seria constrangedora a cena, troquei de roupa e me deitei, logo Pedro veio pra cama também, até que eu vi uns filmes que Pedro trouxe.

Lex : Jogos Vorazes ? High School Musical 3? Academia de vampiros?

Pedro : Jogos Vorazes eu gostei da saga, e o outro filme adolescente é de romance foi o Edu que indicou e Academia de Vampiros eu li o livro e já que lançaram o filme eu peguei pra ver .

Lex : vamos assistir Academia de Vampiros então, ouvi dizer que é muito bom.

Colocamos o filme, e confesso que adorei a trama, não é que nem esses filmes e séries de vampiros ( nada contra TVD por que eu adoro também) é diferente , bem diferente ( esqueci de crepúsculo também né kkk)

Adormeci nos braços do Pedro, ali na cama, mas uma coisa não saia da minha mente, Tiago não ia parar por aí, mas se ele quer guerra, ele vai ter, pois ninguém ia tirar o Pedro de mim, os dias foram se passando, pra ser mais exato dois meses se passaram, estávamos em maio, mês do meu aniversário, tirei meu gesso, meu cabelo cresceu de novo e voltei minha rotina normal, voltei pro colégio depois de dois meses, parece que eu tinha voltado pro primeiro dia de aula, pois todos me olhavam e muitos chegaram a falar comigo, perguntando como eu estava, depois que o alvoroço se dissipou em volta de mim, resolvi ir ao ginásio, dei de topa com o Tiago.

Tiago : olha quem é vivo sempre aparece ( disse Tiago me encarando)

Lex : sai da minha frente Tiago ( quando fui passar, ele segurou meu braço, gente todos acham que podem agarrar meu braço e me ameaçar, ei produção? Eu vou dar na cara dele!)

Tiago : sabia que eu e seu namorado nos beijamos?

Lex : sabia que você beijou ele, e nossa ele não Correspondeu, e me responde uma coisa, ele tem um braço forte né? É claro que nos dois sabemos disso, só que não dá mesma maneira, eu sei que o braço dele é forte pela pegada dele e você sabe por que ele te socou, ops! ( coloquei a mão na boca)

Tiago : escuta aqui garoto, quem você pe...

Lex : escuta aqui você, se você não soltar o meu braço quem vai enxer tua cara de murro vai ser eu ( esbravejei alto)

O diretor chegou bem na hora,

Diretor : o que está acontecendo aqui? Nem bem voltou e já tá arranjando confusão Mantocheck?

Tiago : ele está me ameaçando diretor, do nada ele apareceu aqui, eu fui perguntar como ele estava, e de repente ele veio com agressões verbais, pra cima de mim

Lex : é mentira diretor, e ele que veio me provocar.

Diretor : calado Mantocheck, o seu histórico de confusão não é favorável a você, alguem pode me dizer por que dessa confusão?

Nessa hora o assunto do diretor estar ali comigo e Tiago já tinha chamado atenção de alguns curiosos. Ficamos calados, ninguém respondia.

Diretor : ninguém vai se pronunciar?

Lex : o senhor me mandou ficar calado!

Tiago : eu e o namorado do senhor Mantocheck nos beijamos.

Agora sim, tinha curiosos ali, parabéns Lex, arrasou já no primeiro dia de volta a escola.

Diretor : não quero saber de confusão dos dois, essa eu vou deixar passar de novo Mantocheck pelo seu pai e por causa do seu acidente. Vou dar esse desconto. E o resto circulando, circulando a aula já começou.

Sai de lá, não sem antes ver um risinho irônico na face de Tiago,

nossa! ele soube manipular a situação, bem direitinho, agora eu sou o assunto do colégio, estão achando que eu fui traído, que merda Lex

As aulas se passaram rápido, mas cada professor que eu via tinha que fazer um comentário desnecessário, sobre o acidente, chegaram até comentar comigo o estado que ficou minha moto, fora os risinhos e cochichos do povo, quando Pedro se aproximava de mim. Fomos pro intervalo.

Pedro : o que aconteceu?

Lex : aquele idiota do Tiago, eu estou como chifrudo agora pra escola. Sendo que a gente nem está namorando mais.

Percebi que seu olhar ficou um pouco decepcionado com o que eu falei.

Pedro : como assim??

Lex : teve uma pequena discussão, entre eu e o Tiago hoje na entrada, o direto viu e veio intervir, o que chamou a atenção dos alunos, o diretor perguntou o porque da confusão, então Tiago falou que vocês tinham se beijando, e é claro que a fofoca se espalhou, fora que eu não estou com um cartaz bom com o diretor, tenho fama de encrenqueiro e briguento.

Pedro : desculpas Lex, mais você é meio irritadinho as vezes.

Lancei um olhar de fúria pra ele, que apenas deu de ombros e sorriu da careta que eu fiz.

Guto : o que tá pegando.?

Falou Guto chegando com Ana, Lennon e Felipe na nossa mesa

Lex : estou com fama de chifrudo

Felipe : mais a gente nem tá junto. ( brincou Felipe, Pedro revirou os olhos e fez uma cara de poucos amigos e se levantou da mesa, pra sair dali, eu também me levantei pra ir atrás dele mais Felipe me segurou.

Felipe : será que podemos conversar agora?

Lex : Felipe não tenho nada pra falar com você.

Felipe : e o beijo que a gente deu?

Lex : o beijo! O maldito beijo, você e Tiago aprontaram aquilo né, se não fosse esse beijo, eu não teria sofrido o acidente sabia disso.

Felipe se assustou com as minhas palavras.

Felipe : mais você Correspondeu ao beijo, você gostou? Que eu sei

Lex : nem sei por que diabos eu fiz aquilo. Com licença eu tenho que achar o Pedro.

Fui atrás do Pedro, e parece que o guri tinha evaporado, então entre no banheiro e nada do Pedro, até que eu cruzo com quem eu não queria ver.

Tiago : então, bonitinho, vamos terminar a nossa conversar.

Lex: não tenho nada pra falar com você.

E me direcionei até a porta, foi quando Tiago barrou a minha passagem, ficando entre mim e a porta, e trancando ela, ficando eu e ele no banheiro.

Lex : abra essa porta logo Tiago, não tenho tempo pra brincadeira.

Tiago : e quem aqui está brincando? Senhor Mantocheck.

Ele tinha um olhar piscotico, que eu por um momento hesitei.

Tiago : o que foi? tá com medinho?

Lex : haha! De você? Eu sei me cuidar.

Tiago : então vai me agredir?

Lex : não precisa bancar a vítima aqui Tiago, somos só eu e você aqui.

Tiago : isso mesmo Lex, só eu e você aqui ( um sorriso maníaco brotou nos seus lábios, e eu entrei em pânico quando vi uma gilete na mão de Tiago)

Lex : Tiago para com isso, abre essa porta. ( disse olhando pra gilete na sua mão)

Tiago : o quê? Tá achando que eu vou te machucar? Fica tranquilo

Lex : nem se você quisesse, iria conseguir.

Tiago : e quem falou que eu vou tocar em você? E você que vai me atacar com a gilete.

Lex : hahahaha aí garoto, agora você ficou louco.

Tiago : fiquei? ( disse ele se virando pro espelho, eu estava temeroso por sua reação) o que será que o diretor vai fazer, quando ele descobrir que o garoto problema atacou um aluno com a gilete? No mínimo uma suspensão né?

Lex : Tiago você tem que se tratar, eu não vou bater em você, muito menos te cortar com a gilete ( disse morrendo de rir, mais parei quando eu vi ele mesmo se cortando, arranhado os braços com a gilete, arranhado o rosto e começou a gritar no banheiro pra mim parar como se eutivesse o agredindo )

Lex : solta, isso, solta, isso ( comecei a gritar com ele e tentar tomar a gilete da mão dele, o que ele soltou, então.

começou a me agredir, e pelo barulho, tinha algumas pessoas lá fora, que tentava gritar pra saber o que estava acontecendo . eu apenas me defendia, ele rasgou a minha camiseta pela gola, até se embolamos no chão, eu consegui ficar por cima dele e imobiliza lo, segurando seus braços.)

Então ele sorriu com a cara e os braços arranhados, e o cabelo bagunçado.

Tiago : veja e aprenda!

Então arrombaram a porta, um zelador da escola arrombou, sai de cima do Tiago rapidamente, ele começou a chorar, e lá estava metade da escola me julgando com o olhar , e o diretor, mais o que foi pior, foi o olhar do Pedro assustado, dos meus irmãos, da Ana.

EU ODEIO ESSE GAROTO!

CONTINUA!!!


Este conto recebeu 0 estrelas.
Incentive Romanoff dread a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
20/10/2015 02:56:33
nossa voltei tbm cara pois estava sumido daqui mais amei todos os caps
08/09/2015 11:58:58
:O Esse Tiago e doido...
03/09/2015 16:51:17
Nossa vc sumil!!!! Estou com saudades posta logo o proximo capitulo !!! Espero que esteja tudo bem com vc!!!
02/08/2015 00:03:56
me lembrou um cena de malhação onde acontece uma coisa bem semelhante (só não lembro as personagens), que ódio desse Tiagooooooo agora todo mundo vai ficar contra o Pedro... continua logooooo
01/08/2015 13:33:45
Nossa oh my god morri agora esse garoto tem probleminha probleminha e nome porque ele tem um problemao
01/08/2015 13:08:25
Desculpa guuus fiquei sem palavras, pois fiquei surpreso com suas palavras, não esperava que essa história causasse tanto impacto , mil desculpas mesmo, não sou acostumado a tantos elogios ,por isso não respondi, mais fique sabendo que foi o seu comentário que me inspirou a criar um novo capítulo, não desmerecendo os demais,não fica bravo comigo não viu, cada comentário pra mim é importante😀😀😀
01/08/2015 12:29:03
nem respondeu meu último comentário
01/08/2015 12:06:03
Continua ligo!!!!! Vc me deixou curiosa!!!!!
A&M
01/08/2015 08:11:48
😒
01/08/2015 05:21:29
:/
01/08/2015 03:40:09
nossa, espero q pedro acredite no lex
01/08/2015 03:28:31
Como eu Qro mata o Thiago ai to nervosa aqui! Mas já Ta acabado nem acredito amo mto seu conto bjo lindo❤️
01/08/2015 01:50:55
Nossa se eles acreditarem nisso, é melhor voce ir morar com sua avó, se o Pedro acreditar, sera decepcionante...
01/08/2015 01:36:49
Demorei mais voltei, axo mais três capítulos e fim

Online porn video at mobile phone


contos eroticosdei meu bucetao para um pauzudonovinha gretano de tanto goza com u paihomen toma banho de coeca pica fica dura mundobichavideos de encesto frances madrasta e entiado durmindo juntos e ele fica de. pau duro a noite e escosta nela e ela nao recistihomem fodendo rinoceronte homem fodendo financeiraxnxxsuper torneadasnegao roludo mente ei gey vijereal comendo buceta da roberta gordaconto erotico gay viado submisso vira femea do negaocontos incesto mae gts pornocaseirogosandodentrocontos eroticos um velho me pegou na praiapassando a mao no peitoral beijando o ouvido beijando o pescoco pornsexoirmá vai dormir con seu irmaoconto heroyico testando esposs fielxvideos macho de calcinha sendo enrrabado e chamando o comedor de meu amorpreta faxineira vagabunda no motel niteroi xnxx compornô com magrinhas bem branquinhas e Dalvinhaterno super dotado rasgando a irmãPatrine da do 21 pelada mostrando a b*****ver videos irmao sonabolu traza com irmancontos eróticos putinha dando o xiri e o cú primeira vezminha mãe tomando banho e eu não resisti e entrei dentro do banheiro e forcei ela fazer sexo.video porno de chorte apertado arfossaconto erotico putinha cine pornowww.casadoscontos/gayputo.comcontoerotico eu namorada mae e tiocontoerotico eu,namorada, minha mae e tio jorgeContos eroticos incestos a forca netinhassvídeo pornô meu marido chegou em casa ficou surpreso porque eu estava limpa cheirosax videos casada safada dando para padrinhode casamentoXvideos garotas dificultando para arrancar o cabacinho da bucetinhamulher com aberada da buceta toda esticada pra filha verzoofiliaengatouconto erotico gay virei femea do velho pirocudoNegrao fundeno com outro negraocomida por um cavalo de verdade conto erticoXVídeos irmã brincando com pênis do irmão baleia orca baleiavídeo porno com uma negona de bunda grande recebendo três puconas no raboXvideos garotas dificultando para arrancar o cabacinho da bucetinhaamolecendo o coração do bad boyxvıdeo novınha gozando muıtoXvideos ai meu Cu tira nao aguentosou pau e grandecuckold adeptossex araminhadito comedor de gay meu zapcomendo a secretaria de saia sosiau levantou aperna dela e meteu na chota delacachorro comendo o cu do doni gay xvideoxnxxconto erotico novinhado dando pos priminhos novinhoswww.relato mulher deu cu pro cachorro e ficou emgatada.com.brConto erodicos-mulher fala que desmaiou por uns 20 minutos por que enfiou uma cenoura geladinhatinha muito gostosa vê sobbrinho na punheta e xaiinara puta dando pro sogrocontos socando ate o talo na cunhadinha novinha super gostosatravesti Levanta a mini-saia e senta na chapeleta do negãocontos eroticos pedindo pra ser cadelacontos meu cuzinho virou area de trinamentoporno doidmae dando cu p filhoconto erótico de mendingoXvidio tigrinhaVídeo d homem fazendo sexo anal com cochorocontos casada chantageada pelo porteirocontos eiroticos leilapornConto erotico ameacou despedir pra comer a mulher do empregadoler contos eroticos menagemulher tenta fugi pica mostruosa brutal no cueu, minha namorada, minha namorada e meu tiomassagista magrinha gostosa que gosta de pincelartalam e pene trAsandoconto erotico patrão e empregada e esposacontoerotico eu,namorada, minha mae e tio jorgeRelatos erotico curtinhos com detalhes sobre virgem penetrada a força violentamenteMenina asusta com tamanho da pica saindo dabucetadamaegenro chupador de perecasilicononadas trepandohomen andando com um plugue anal atolsdo no cucontos eróticos da esposa pegou a amante na cama e castigousexo conto meninas novas com cunhado safado me comendo brutamente.contos dando o cu no urologista meu tio comeu minha bucetinha virgem parte 2 contos eroticosvedeo gay xvedeo só gozada gostosa dentroinsesto com vovozinhas no porbodoidocontos eroticos a cunhada quietinha e.religiosaqual a função de um corno manso assumidoxxvideo mae deis filho mao goza denta bctmtk contos eroticos coisas do destino capitulo 1menina fode com negro dismarcado.chingando e gritando e fala que vai gozar.xnxxContos Eróticos Crentes Gordas SubmissãoEsculachada pote negrão casadoscontoscontos gays de incesto- coroa machão dominador taradão comendo menino afeminado e submissogaroti gay pauzudp ttansar c homem cacetudo e grisso vidio pirnoxvídio experimenta calçadoxvidio gainhasamara tirando a virgindade da bucetauma garota virgem contratou um garoto d progama pra quebra seu cabasofilha centa no colo e sente o pau do pai na bumda e fica molhadinhara voce se masturbarfotos de casais tranzandopCasa dos Contos Eróticos sogra gritou chorou e pegou na pica do genro