"Senta no meu pau que eu te levo a Portugal"

Um conto erótico de Bruno Totoso
Categoria: Homossexual
Data: 21/07/2009 13:12:45
Assuntos: Homossexual, Gay, Portugal

Quando meu pai me chamou para trabalhar em sua empresa, Baltasar já trabalhava aqui fazia 5 anos. Eu tinha 17 e ele 28.

Baltasar é portugues, típico portugues. Sotaque carregado, 1,92 m, cavanhaque, olhos castanhos, corpo normal, nada sarado, mas muito charmoso, simpático, sempre elegante e cheiroso.

A galera da empresa sempre zoava ele pelo fato de ser estrangeiro. Praticamente todo dia tinha uma piadinha de português na empresa. A gente se divertia muito com isso e Baltasar não se importava, levava na esportiva e as vezes até entrava na zoação também.

Baltasar trabalhava na mesma sala que eu e tinha 6 anos que estavamos trabalhando juntos.

Acabamos ficando amigos, sempre almoçavamos junto, e as vezes também saíamos juntos aos FDS. E sempre iamos junto ao Maracanã e as vezes em São Januário. Baltasar é vascaíno e eu o acompanhava, mas só pra zoa-lo, pq eu torço para outro time.

Eu, gaito como sempre sacaneava ele quando o Vascão perdia: Vai bacalhau, vai bacalhau senta no meu PAU que eu te levo a Portugal, ele ficava puto..kkkk

O tempo foi passando e Baltasar, foi ficando cada vez mais meu amigo a ponto de frequentar a minha casa.

Num desse feriados prolongados acabei chamando ele pra viajar com minha família para a casa de praia do meu tio em Arraial do Cabo, ele ficou bem animado e topou na hora.

Chegando lá, levei ele para conhecer a cidade. Já era tarde então só daria pra ir à praia no dia seguinte.

Meus primos nos acompanhou e então ficamos passeando pelo centro até tarde da noite.

Quando voltamos para casa, por volta de 02:00 da manhã, todos já estavam dormindo e eu perguntei ao meu primo onde Baltasar ia dormir, ele falou que eu iria dormir com ele em um dos quartos então fomos para o segundo andar da casa, onde ficavam os quartos. Chegando lá, percebi que só tinha uma cama de casal e que teriamos que deitar na mesma juntos.

Não tinha nenhum problema nisso, pois eramos amigos. Baltasar tirou a roupa e ficou só de cueca. Eu nunca tinha tido desejo por ele, apenas o olhava como amigo, mas quando ele ficou de cueca pela primeira vez na minha frente, algo mudou. Ele usava aquelas cuecas boxe, que marcava todos as suas curvas, nunca tinha percebido que ele tinha uma bunda tão gostosa e que tinha um belo coxão. Sem contar o principal, Baltasar tinha um volume na cueca que me chamou atenção, fiquei prestando atenção nele, quando ele deu um pulo na cama e caiu ao meu lado. Cinco minutos depois aquele homão já estava roncando, mas eu não pude tirar aquela cena da minha cabeça.

No dia seguinte acordamos bem tarde, por volta das 11:00 hrs, tomamos café e ficamos à praia, eu, Baltasar e meus dois primos. Baltasar estava com uma sunga branca, qua mais uma vez me deixou de pau duro, tava ficando complicada aquela situação, afinal de contas o cara era meu parceiro e nunca tinha dado sinais de que gostava de uma brincadeirinha.

O dia foi passando bem animado, jogamos video game, baralho, no final da tarde fomos jogar futebol com o pessoal do condominio. Depois do jogo fomos para casa, correndo para tomar banho, pois estavamos suados, eu e Baltasar fomos para o banheiro do nosso quarto, ele entrou primeiro para tomar banho, e eu fiquei esperando ele terminar para tomar o meu tb.

Depois de alguns minutos Baltasar fala:

- Felipe, pega minha toalha ai por favor.

- Só um minuto.

Pegei a toalha e fui levar para ele, bati na porta e falei:

- Ta aqui a toalha.

- Entra ai.

Eu entrei e o cara tava saindo do box, com o corpo todo molhado, completamente nú. Parei e fiquei um tempo olhando para ele, o cara tinha uma pica enorme mesmo mole, mas o que mais me chamou atenção foram aquelas coxas grossas, e aquela bunda gostosa.

- Vai ficar olhando pro meu cacete ou vai me dar a toalha.

Ele me olhou nos olhos e deu um sorriso de sacana, e fiquei completamente sem graça

Eu fui saindo do banheiro, mas ele disse:

- Tu ñ vai tomar banho? Pode entrar, eu já acabei.

Na hora eu tirei minha roupa e fui indo na direção do box. Ele olhou pro meu corpo e não disse nada, mas aquela cara de sacana continuou em seu rosto. Ele estava perto da porta do box, quando eu passei e propositalmente nossos corpos se encostaram. Foi uma sensação gostosa, mas rapida, pq ele logo foi se vestir no quarto e eu continuei, meu banho. Bati uma bronha pensando nele, naquela pica e naquela bunda gostosa.

O resto do dia transcorreu normalmente, mas eu fiquei com aquilo na cabeça doido pra chegar a hora de dormir, pra ver se rolaria alguma coisa.

Ficamos novamente acordados até tarde contando historias, rindo e bebendo. Todos já estavam alterados, rindo de tudo e sonolentos. Decidimos então ir dormir, eu fui o primeiro a subir. troquei de roupa e cai na cama, ja acreditando que nada fosse acontecer, pois estavamos bebados.

Passaram 5 minutos e Baltasar entrou no quarto, praticamente cambaleando e tirou a roupa, ficando só de cueca se jogou na cama, com praticamante a metade do corpo sobre mim.

- Sai pra lá viado, eu quero dormir.

- Ah, para de fazer cu doce. Tu gosta que eu sei..

- Não sei do que vc ta falando.

Baltasar veio chegando pra perto de mim aproximou seu rosto do meu e disse:

- Cara, sou teu amigão, te conheço e sei que tu quer isso tanto quanto eu, então para de graça e vamos curtir esse momento que é só nosso.

Ele enfiou a lingua na minha boca, o gosto de cerveja que estava na minha boca se misturou como gosto de whisky que estava dele. Que beijo demorado e gostoso, ele me beijava e , me mordia a orelha, lambia minha nuca, meu pescoço. Eu tava ficando loucão, mas ele tava querendo tomar conta da situação e daqui a pouco ia querer comer minha bunda também.

Eu mais do que rapido pulei pra sobre ele e comecei a lamber e a mordiscar seus mamilos, aquele abdomem com pouco cabelo, fui descendo até chegar no meu alvo, sua pica. Eu tava com tanta sede que fui direto, puxei a cueca dele e meti a boca naquela rola gostosa. Que pica boa, vermelhinha, grande pra caralho que mal cabia na minha boca, veias pra tudo quanto era lado. Fiz a festa ali, chupei sua virilha, seu saco, tantava enfiar os dois na boca, mas era impossivel.

Baltasar tava ficando louco, eu mamava sua pica e tentava olhar pra ele, o cara tava virando os olhos e gemia como se estivesse indo a loucura.

Aproveitei aqule momento de extremo prazer dele, pra atacar a presa, levantei uma das pernas dele e fui escorregando minha lingua até chegar no meu alvo principal: O CU.

Abri aquele rabo gostoso, limpinho, mas com um cheiro de suor de macho, que me fazia delilar, meti minha lingua, chupei tudo, desde o contorno ate bem dentro do seu rego, ele parecia que ir ter om orgasmo anal, de tanto que aquele cu português piscava.

Comecei então a fode-lo com a lingua e depois enfiei um dedo. Ele deu um pulo pra frente e falou:

- Porra tu ta achando que vai me comer? Vai sonhando.

- Para viadagem portuga, libera logo essa rosca, eu sei que tu gosta.

Continuei chupando e metendo o dedinho. Eu chupava tanto aquele rabo, deixando o cara doido a ponto de falar: Mete, mete caralho

Mandei ele ficar de quatro, ele ficou mas disse:

- Cara eu só dei a bunda uma vez e doeu pra caralho, se tu me machucar, tu vai pagar caro, pois eu não vou perdoar teu cu.

Fui esfregando meu ou na entradinha do seu cu, e aos poucos fui forçando. No começo ele não reclamou, pos aquele rabo tava todo lambuzado. Devagarinho consegui meter toda a cabecinha, mas quando o resto começou a entrar ele mandou parar.

- Caralhu, tira isso, ta doendo pra porra!

- Já vai passas, o pior já foi.

Então fui enfiando, enfiando até que entropu tudo. Quando chegou no talo, meu pentelhos já tinham encostados na sua bunda, ele começou a rebolar na minha pica.

Não perdi tempo e comecei fode-lo aos poucos. Meu pau já entrava e saía sem dificuldade.

Então eu comecei a foder com força, metia mesmo na violência. Minha virilha batia na bunda dele com tanta força que ele chegava a bater com a cabeça na madeira da cabeceira da cama.

Ele gemia enlouquecidamente e eu gritava atraz dele muita sacanagem Isso meu machinho, quica na minha rola, Pula safado, Vai portuga, senti minha rola nesse rabo.

Não demorou muito e eu abacei gozando dentro do cu dele. Imundei ele de porra, caimos os dois deitados na cama, um sobre o outro e começamos nos beijar. Nos beijavamos muito, eu metia a linga na boca dele com força, nos apertavamos com violência.

Foda de macho mesmo.

Voltei a chupar a rola dele, pois ele ainda não tinha gozado.

Ele então disse.

- Tu me fudeu, agora é minha vez, fica de quatro, vai.

- Cara, vou te dar o cu, mas me fode com carinho vai. Tua pica é muito grande.

- Foder com carinho é o caralho, isso é coisa de viadinho. Vou te foder da mesma forma que vc me fudeu.

- Se tu me machucar eu te arrebento...

Fiquei de quatro e ele meteu a lingua no meu cu. Caramba, que lingua, o cara sabia o que estava fazendo, me deixava doido.

Ele então se posicionou atráz de mim, e com as duas mão separou as bandas da minha bunda enfiou a pica, fou metendo bem devagar, mas sem parar. Apesar de bem lubrificado e com um tesão do caralho q eu tava no cu, aquilo doeu um pouco, mas nada insuportavel.

Ele meteu até estar completamente dentro de mim.

Pois é, aquele português, que era motivo de chacota na empresa, agora estava com a rola toda socada dentro do meu rabo. Que delicia!!!

Baltasar, então começou a me socar com a pica de maneir frenetica, me fodia com um verdadeiro macho.

Botava e tirava.

Aquela foda tava deliciosa.

Não demorou muito e ele disse que ia gozar, me mandou ficar de joelho, ficou em pé na minha frente e mandou porra na minha cara.

Me melecou todo, aquele liquido volumoso escorria por todo meu rosto, meu pescoço. Ele então se ajoelhou também e me beijou. Beijo cheio de porra, mas delicioso.

Cansado, fomos os dois tomar banho. Um deu banho no outro, passamos bantante sabonete em nossos cus e nos fodemos novamente, mas com áqua e sabão era muito mais gostoso.

Nos beijamos com aquela água quente caindo sobre nós. Era perfeito.

Voltamos para cama e dormimos abraçadinhos, como todos os grandes amigos deveriam

dormir....


Este conto recebeu 0 estrelas.
Incentive Phelipe - Gostosão a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
26/04/2010 17:19:39
\Foi o seu conto u~m tesão , só acho que faltou mais detalhes
26/04/2010 00:47:39
parabens kra mais um q me levou as alturas nota 10
06/12/2009 13:25:59
Porra Bruno eu to e com vontade de meter em vc e nesse portuga safado ate o talo, me add ai
30/10/2009 00:19:35
Mais uma vez tu arrebentou Bruno... Que portuga delicioso. Que sexo gostoso, bem feito. Tudo!!! 10.
22/07/2009 18:53:24
Vc pensa que deu nota aos meus contos. Entra lá e dá. "Caminha certa, gozada inesperada (I) e (II)" ainda estão sem nota. Entra lá e dá nota, valeu ? Abraço Robbynho A sua é 10
22/07/2009 12:54:30
DEMAIS ADOREI
21/07/2009 16:19:30
Os contos do Robbynho são demais. Vamos lembrar de dar nota a ele. Tô fazendo campanha pra ele, quem sabe ele não marca comigo pra meter gostoso no meu cú. (rsrsrsrsrsrsrsrsrs) Mas votem mesmo. Os contos são 10. MAs pra dar nota tem q selecionar a nota embaixo do comentário, antes de enviá-lo Vlw
21/07/2009 16:06:40
Sabia que gostariam da expectativa. Dê a nota pela expectativa que a continuação, a parte III tá vindo ai. Abraço. Robbynho. NÃO ESQUEÇA DE DAR NOTA.
21/07/2009 15:25:41
legal aparentemente verdadeiro gostei muito.nota 10!
21/07/2009 15:25:27
KI BZOSTANOLTA ZER0 SEL VIADO
21/07/2009 14:26:58
legal )fodedor de cu

Listas em que este conto está presente



cunhada arredou a calcinha e começou a cavalgar na vara do cunhadosignifica sonhar que estou de sutiã e tanguinha dentro de casa e depois me sinto vergonhazais pio putaler contos eroticos menageXVídeos mulher fazendo cocô e 32 no Condormulher de 18 anos abaixado homem verdadeiro dando a b***** e ela peidandowww.xvideos- gaysinho gosta de chupar seu peniz comprido e mole chupa para passar o tempo chupando seu penis igual um bambu gigante.comcasadas depravadascomo comer a tiaconto gay internatoO doce nas suas veias (Capitulo 4)-CASA DOS CONTOS EROTICOS-XXX.comencoxada no metro xvdFui encoxada e iniciada por um roludo contos eroticos gay hetero foi feminilizado pelo coroafilme porno home nergro sorca vara na imtiadagranfina xvidiisvideo de virgem se entregando pata o pauzudodotado engasgando a novinha com seu pau e tapando seu narizas panteras filmes a cordano minha mae japonezacomeram eu e meu maridowww.contos eróticos meu paideixo eu fude minha mae.comqual a melhor posição peão fazer sexo anual sem dorBaixinhas tesudas d 4cumi aminha tia muinto cavalaAparecendo os pemteioscontoseroticosdeu o cu pro vizinho.mãe e fode na hora da chupança bota filha de menor para chuparsubrinha da buceta em chada gozando no pau do tiocontos porno scat lesbicofiquei grudada com meu cachorroconto crente com fogo na bucetaconto erótico patroas velhasver pauzão inteiro no cu gosando jatao de vazar e pingaporno familia jurássicaXVídeos novinha chupando rola do padrasto indagavacontos de viadinho dr calsinhahomem nu da cu seminaristaConto gay viagem Onibus leitoxvideo sexo de eudise majaseler contos eroticos de incesto pai carente filha safada short curtocontos eroticos passifico e menagemelecabucetao surfista loiro me comeu contoConto aproveitando da fimosexvedeo primo faseno barba e aprima vendo ele de pauduroConto erotico quado dei leitinho para minha filhacasalnudes xvideosCesinha virgem transando pela primeira vez com filho do vizinhobeceta melecada fazeno barulinho fudenoxvideosdificil pra vc lukaconto erótico gay com amigo do meu irmãoso garorinha pelainha n neconto erotico funk peladanarrativa da primeira vez chupando um pau e engolindo o gozominha mulher resolveu comer meu cuanalcomm empregadas e patrões caseiro xnxxsou tarado rasgo cu zapeu vir a minha meia irmã tranzando e eu nao aquenteifotos de homens negros de pau grande e grosso erteroscanto erotico velho taradocontos eroticos: sendo encoxada gostoso no onibus de mini-saia sem calcinhairma bunduda pediu pro irmao tira a virgindade do cuzinho contoscontos meu filho veio morar comigo e no banho vi seu mega rolao eu queriaxvideo contrata negao pra alisa mais esgorega e entraO que comete fodendo uma mexidinhacontos adoro cheirar as calsimhas uzadas e melecadas da minha sograx videos.com mulher incorporada com pomba gira transandoconto erotico viadinho de calcinha sozinho é ebusadobaixado xvidio mulher chpado rola no banheirowww.mae nao aquento filho pausudo bocetaoconto gemo muito ai ai dando cu para outro na frente do meu corno ele fica com tesaõseios com mamilos pontudosmais lindocontos eroticos: sou amante da minha tiaconto "duas virgens" enteadaas moleca tavam se pegando xvideosnovįnha do sexo anal tucontos erotico comendo a subria dormindogozando dentro da garota de programasobrinha abre a perna para o tiochuparcontos eroticos gaycom negao no cinemacontoerotico namorada e mae putas do tio jorgeManual de um viadinho putopai cheira a cueca do filho com gozoa loira do olho azul me chamou de Zé tacudo e eu falei assim vai tomar no seuvídeos de veias tirando a caucinha dando o cu pra velhoFudiapono