Mãe e Filho em Espanha - Parte 7

Um conto erótico de Brasuca-CEE
Categoria:
Data: 18/09/2002 13:41:31
Assuntos:

Minha mãe colocou o dedo para eu parar de falar, e me disse em voz baixa, com a cara bem perto da minha... – Agora, meu filho, vamos nos lavar e depois terá tempo para foder o cú da mamãe, porque agora estou coberta de leite teu e tenho que me lavar, coração! Demos um profundo beijo, tirei seus seios da camiseta de alcinha e comecei a chupar enquanto minha mãe tentava se livrar de mim as gargalhadas, saímos finalmente do palheiro em direção a casa, ela primeiro e eu atrás, ambos íamos rindo, ela estava linda e feliz como eu nunca tinha visto, enquanto corríamos em direção a casa suas tetas rijas moviam-se e seu cú tb, com graça e elegancia.

Aquela noite mamãe e eu comemos na cozinha, estavamos era desejando acabar logo para irmos para a acama, entre carinhos diziamos que nao íamos fazer mais nada... até tirarmos a roupa. Essa noite prometia ser uma loucura, mas na verdade, todas as noites seriam uma loucura com uma mulher como ela. Desde essa noite nosso vocabulario mudou por completo e diziamos coisas tal e qual sentíamos,sem escrupulos. Logo que acabamos de jantar fomos para cima e nos metemos no quarto, eu tirei a roupa e totalmente nú me meti na cama, mamãe tambem se desnudou e tombou ao meu lado, dei um abraço nela e ficamos nos beijando por algum tempo, enquanto iamos tocando nas partes intimas um do outro; antes de fude-la novamente decidi me recrear enquanto tinha-a desnuda a meu lado...

– Papai é um babaca! Disse a minha mãe enquanto tocava e apertava seus seios. – E a que vem esse assunto agora? disse ela, que estava com uma das mãos nos meus testiculos,e estava acariciando-os com cuidado... – Como pode um homem se separar de uma mulher tão especial como tu, você está muito boa, mãe, qualquer homem daria uma fortuna para te Ter só uma noite na cama; seus seios são a gloria de qualquer macho, e um cuzão que levanta qualquer impotente, nem é preciso nem Viagra, mamãe!! Minha mãe ficou rindo ou ouvir-me dizer aquilo, - Então, filho, teu pai tem outras ideias na cabeça, que não são como as tuas, que podemos fazer, certo?

Mas agora deixa esse tema em paz e vamos disfrutar do nosso, já que você fala muito dos meus seios e minha bunda, mas e tu? Tem um corpo de atleta, jovem e forte e essa gloriosa piroca me deixa louca, quem é o neném que vai foder a mamãe agora mesmo??? Ahahahahh... Ela dizia isso rindo enquanto me tocava uma punheta, porque minha pircoa estava em permanente estado de eração. Me dediquei a apertar seus seios, que eram lindos: Eram enormes, e longe de ser aquelas tipicas caidonas; as suas eram levantadas, bem colocadas e as aureolas dois circulos grandes e rosados com os bicos lindos e grandes tambem, ela tinha uns bicos do tamanho da ponta de um dedo mindinho, amsi ou menos tipo um dedal, deliciosos... eu estava me entretendo chupando essa maravilha e com a mão acariciava sua vagina, que era outra obra de arte: muito bem raspado dos lados e com pouquissimos pelos, o que era otimo para o sexo oral; seu clitoris tambem estava bem grande e durinho, bastava toca-lo para arrancar suspiros de gozo que acabam em gemidos de prazer, ela gozava com extrema facilidade e enquanto estavamos beijando e se tocando na cama ela teve dois orgasmos seguidos, disse-me depois que era multi-orgasmica.

Comecei a abrir suas nadegas, eu adorava ver o olhinho do seu cú; -Mãe, tens um cuzinho que me deixa louco, coisinha linda que você tem aqui! – Gosta mesmo? E é virgem, sabia? Teu pai nunca me comeu o cú! Eu não podia crer, meu pai nunca tinha comido ela pelo cú, com aquela coisinha linda, um buraquinho lindo, rosado, apertadinho... –Não me diga que ele nunca comeu seu cuzinho, mãe?? – Não, filho, nunca , pelo cú, nunca! – Pois eu estou desejoso de me perder dentro dele, mãe! Você vai me deixar te meter pelo cú? – Claro que sim, minha vida, sou toda tua, mas não esta noite, tenho que me acostumar com essa piroca enorme que você tem aí, mas posso te assegurar que você vai comer a tua mãe pelo cuzinho...

no se dejaba nada de polla por chupar, pero hacía especial hincapié en mi glande, -¡cariño menudo glande tienes, parece que se va a salir del resto de la polla, parece un champiñón gigante, que bueno que esta, sí es que me vuelvo loca chupándote la polla, mi vida, seré tu madre y todo, pero esto no se puede desperdiciar, o te la chupo bien chupada o a mi me da algo, hijo mío!!- ¡!mamá, no te preocupes, tenemos todo el tiempo del mundo, mi polla es para ti!!-

Não deixavamos de falar melosamente e com voz de crianças, não deixavamos de nos tocar e acariciar, minha mãe se virou e me tirou as mãos de seu corpo e me disse: - Filho, antes de tudo, quero ver essa piroca bem dura em frente aos meus olhos, quero disfrutar disso... Dizendo isso, minha mãe se sentou na cama e eu me levantei, fiquei diante da sua cara com minha pica apontando ao teto e cheguei mais perto dela, mamãe gritou de jubilo ao me ver tão perto: - Eduardo, isso aqui é glorioso, mas cada vez que a vejo, parece maior!! Ela agarrou minha pica e começou um suave e lento desce e sobe, depois jogou seus belos cabelos compridos para trás e chegou perto da minha pica duríssima com os labios... deu um beijo na ponta para depois dar muitos mais, fechou os labios e deixou-os na minha pica, pouco a pouco foi abrindo e foi tragando a cabeça, salivando sobre ela, depois se separou dela, e um pequeno traço de saliva ficou entre seus labios e a cabeça da minha piroca; ela olhou pra mim e disse: - Vou te fazer um boquete como nenhuma outra mulher poderá te fazer! E começou a chupar meu caralho e a suga-lo como uma verdaeira artista nessa materia, não deixava nada para chupar, e se dedicava mais a glande; - Meu amor,que grande cabeçona que você tem aqui, parece que vai sair do resto da piroca, parece um cogumelo gigante, que bom que está, fico doida chupando sua pica... serei sempre tua mãe , mas isto não deve ser desperdiçado, ou chupo isto bem chupado ou ainda me dá algo, filhão! –Mamae, não se preocupe, teremos todo o tempo do mundo, minha piroca é para você!!

Minha mãe sacou minha pica da boca e disse: Obrigado, minha vida, queroque saiba que tambem sou toda tua, minha bucetinha, meu cú, meus peitos, tudo é para ti, filho! – E piscando um olho pra mim passou sua lingua pela minha pica para depois começar a chupa-lo como se fosse um sorvete,observei a ela enquanto fazia aquilo e vi que era uma mulher feliz, estava me levando até o setimo céu,mas ela tambem estava aproveitando bem com a piroca de seu filho na boca. Então minha mãe começou a fazer uma chupada como ela havia dito, uma chupada especial, como nunca havia experimentado antes, chupava e sugava minha glande com ansia, me olhava nos olhos e piscava-os com autentica fogosidade, tragou uma boa parte da pica e começou a sacar e meter na boca cada vez com mais rapidez, eu estava quase gozando e disse: - OHHHHHHHHH, mãe, vou gozar, se continuar assim, esporro agora mesmo!!! Minha mãe largou a minha pica e disse: -Teremos toda a noite para darmos prazer um ao outro, e quero que você goze enquanto chupo seu pau, mas agora prefiro que goze comendo minha buceta, quero senti-la de novo me enchendo lá...Pode aguentar um pouco mais, filho? – Claro que sim, mãe, venha... Abra as pernas que agora mesmo te fodo, mas aguenta um pouquinho,para eu te comer essa xoxota, assim tambem aguentarei um pouco mais! – Ok, filho,você é um otimo amante, vamos, come essa coninha da mamãe! Me disse isso com voz de criança enquanto caía na cama e abria suas gostosas, tostadas pelo sol e bem torneadas pernas e me mostrava sua racha totalmente humida.

Mamãe se acomodou, dobrou a almofada e colocou a cabeça sobre ela, estava meio tombada e meio sentada, eu estaqva alucinado perante a beleza dela nua, cheguei perto dela e nos beijamos trocando os sabores das nossas linguas; - Tambem vou saborear essa tua xoxota como até hoje ninguem o fez! Minha mãe riu-se e disse: - Por muito mal que faça vai ser a melhor de certeza, porque teu pai deve Ter feito isso um par de vezes e nem era comer, era só beijar,por isso é novo para mim tambem, filho, come isso como nunca ninguem fez! Fui baixando até a virilha de mamãe e ela levantou uma perna, flexionando-a pelo joelho e abrindo-se um pouco mais, estava totalmente aberta perante mim, sua xoxota florescia em frente a minha cara, não podia crer, estava a um passo de saborear a cona de minha propria mão, isso era incrivel, realmente incrivel...

A xoxota dela era especial, é linda,como já havia dito, seus labios vaginais não são exageradamente grandes, ficam de acordo com sua vagina, e ficam bem marcadas nas suas calcinhas, tinha tudo bem rosinha e com os pelos publicos ralinhos, muito bem depilado dos lados e tambem nas virilhas, onde não havia nem um pelo, havia uns pouquinhos, ralinhos,na parte superior da vagina, tudo muito superficial... Era maravilhoso, perfeito mesmo... Ela se depilava com cuidado,se cuidava muito,sem duvida... Era a gloria meter a boca entre esses labios vaginais lisos como seda, tinha um perfume revigorante, deixaria qualquer homem de pau duro já que ela não desprende aquele odor forte quando está excitada e molhada como algumas mulheres. Primeiro comecei a beija-lo, comecei como se deve fazer uma boa chupada de cona, desde abaixo até encima, de vez em quando soltava minha lingua para passar em toda a sua fenda, em toda a racha, ela estremecia toda quando eu fazia aquilo, banhava minha lingua com seus gostosos fluidos, pouco a pouco ia metendo minha lingua em seu interior, comecei a penetra-la com a lingua e mamãe levantava seu cú para me ajudar na tarefa, já estava gemendo e suas mãos começaram a me tocar na cabeça, seus dedos entravam entre meus cabelos, estava claro que mamãe gostava que seu proprio filho estivesse saboreando e chupando sua cona, estava começando a gostar da coisa.

Estava passando minha lingua em toda a racha quando comecei a meter um dedo dentro,metia pouco a pouco enquanto minha lingua procurava o seu clitoris e comecei a comer a serio. Minha mãe estava louca, gemendo de prazer enquanto eu lambia e chupava seu “botãozinho magico”, já levava dois dedos dentro e continuava insistindo em comer a parte posterior da vagina, no teto da sua gruta, estava decidido a encontrar o ponto G dela, mamãe começou a mover as pernas de um lado para o outro, abria e fechava as pernas com mais frequencia enquanto gritava: - Assim, Eduardo, isso é maravilhoso, você está comendo minha vagina toda, filho, que bem você faz isso... segue assim, come a cona da mamãe, ohhhhhh, OHHHHHH, OHHHHHHHH, AHHH, AHHHHHH, OHHHHHHOHO, AHHHHHH, OHHHHHHAH... Minha mãe estava a mil por hora, enquanto eu seguia papando o seu clitoris com a lingua, ela estava viajando na minha lingua, arrancando gritos de prazer que inundavam o dormitorio de minha mãe, ela se contorcia e se jogava fortemente contra mim, fechava as pernas com a minha cara no meio, ficando colado aquela maravilhosa xoxota, ela levantava os quadris e a cintura fazendo com que tambem eu levantasse minha cabeça para não abandonar em nenhum instante a minha “refeição” entre as pernas dela... – Você está me matando de tesão, filho, está me matandooooooooooooooo!!!!!!!!!!

Ela gritava, e de repente sem avisar, ela começou a Ter uns espasmos que inclusive se levantou da cintura para cima, se dobrou sobre mim sem dizer nada, apertando minha cabeça fortemente contra sua xoxota, então minha mãe começou a gritar como eu nunca tinha ouvido, foi para trás com o corpo entre gritos e espasmos fortíssimos de prazer, ela estava gozando como uma louca, entao ela olhou para a minha cara e gritou, enquanto levantava os quadris de novo: - Que se passa, filho, que se passa??? Então, soltou pela sua vagina um finissimo chorro de um liquido esbranqueado, quase transparente, que veio direto na minha cara, e logo depois gritou mais forte e soltou outro chorro bem maior, que se abriu no ar como uma agua-viva e acertou em cheio na minha cara, mamãe gritava como uma louca, finalmente entendi o que estava acontecendo, ela estava tendo uma daquelas ejaculações femininas, estava gozando desesperadamente e seus gritos ecoavam pela casa: - FILHOOOOOOOOO, MEU FILHOOOOOO, NÃO AGUENTO MAIS, ESTOU GOZANDO DE NOVO, FILHOOOOOOOO, NÃO PARO DE GOZARRRR, O QUE ESTÁ FAZeNDO COMIGO, FILHOOOOOOOOOOO!!!!!!!!! Eu havia encontrado o “botão nervoso” dentro de sua cavidade vaginal, o ponto G, e eu estava metendo os dedos enquanto ela gozava, ela dava mais espasmos e voltou a dobrar-se contra mim, agora me agarrava os cabelos com mais força e sua estava com um semblante de prazer que quase gozo só de olhar para ela... – Não aguento mais, filho, gozei não sei quantas vezes, não aguento mais de prazer, você é a minha vida, Eduardo!!!!!! Minha mãe ficou caída de boca e olhos abertos, as pernas ela estirou completamente, enquanto eu beijava seu pubis, seu ventre e seus seio


Este conto recebeu 0 estrelas.
Incentive a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
17/04/2009 21:20:29
valmir no primeiro capitulo ele msmo dis que isso e uma tradução de um livro estrangeiro que tinha esse conto
03/12/2008 22:08:51
cara eu qro ver sua mae me add no msn blz
16/07/2008 13:02:24
muito bom,
25/08/2007 21:56:52
sem comentários....excelente...xD
adiles santi
21/10/2005 16:25:26
sensacional essa gosada dela
Luiz Antonio
12/10/2002 17:38:11
Simplesmente sensacional....


conto erotico a irmandade da anacondacontos porno scat lesbicowww.porno travesris espremendo o proprio peitocontos eroticos maduras peludapeso d porrta gatinhaconto alisando a sobrinha pequenamacho comendo cu de outromachoxvidiogrannyzoofila.comrapas da bunda linda dando cu de brusu pro negaonovinhobonitinho de quatro pede rola grossano cuConto erótico interacial largando o esposo para viver com amante negroirmãzinhas trazando com irmãoSou mulher casada meu compadre me fodeuContos mendiga pornoxxx.video a mulher de 18 anos da bucetona buscavam comendo ela de 5videos decavalo con medo asua dona ate gosamuitoconto + de conchinha com meu filhosou puta do meu tionovįnha do sexo anal tumínha avô chupou minha xotacontos eróticos negrosSobrenatural-Contos Eroticos zdorovsreda.rusoquei a rola na sogra contoxvideo ensinando boiarDei para meu irmão novinho contos eróticosFêmea se deliciando com dorso masculino o tarado do negao quis enfiar no meu olho enrugadofilha. acorda. sentindo apica do seu pai toda na. sua. bucetinha ..feminização forçada contoscontos de incesto brincarcorno segue o jogo do minha esposa e amigofui estrupado pelo meu primo doente mental conto erotico gayempurando ate o talo na bucta peludinha xvvideoXvideos ai meu Cu tira nao aguentosou pau e grandecontos eroticos dois machos chupando minhas tetas como bebes golusosXnxx.Com ciasinha escavacontos eiroticos leilapornxvidiobaixinha buceta apertadinha deixou gozar dentronegao fode menina sem peitoxvideoscontos eroticos com cumdre transando com cumpadrecontos eroticos de dominação dominando a casada na sua casameu filho me faz de puta capitulo 8 e 9 relato eroticodescabaço a baixinhaconto erótico- flerte com filhinhoconto gay contei pra ele que queria dar pra elemeu tio roludo arregaçou minha jovem esposa rabudaconfigurar permissões e Jadson aquele beijo que você me deuputa.impinadiha.baiana.so.fode.apanhando.muitoestrupocontoseroticosconto erotico carnavalcontos coroa implorando por uma picaIncesto- Irmão brutamontes se apaixona loucamente pelo irmãozinho gay casadoscontoscalça legui caladinha na casada xvideohomens da chapeletao do pênis enchodo arrombando cucontos fui encoxada no onibus e meu marido nem percebeurelatos íncestos tio e sobrinha dormindo nuyoutube porno xvideos pai soca pinto nu cu da filha e deixa ela sem arcontos eroticos me obrigaram a fazer nojerasConto erotico quado dei leitinho para minha filhaporno garota extuprada dotados cucontos escritos de sexo entre sobrinha e tio de pau super dotado e super grossoaspanteras tio comendo sobrinha bem novinha escondidi da maeesperma na virgem xxividios docenandaContos encontrei minha filha no puteiroc corno nem desconfia contos de casadaspraia tirando a roupaxvideosex. video amarcaiamarido corno e viadominha esposa cely e nosso caseiro negrao nosso machocontos eroticos peguei uma meninavideo porno bundaggg real traindo o maridofoto dor pigelo preto bem bonitoporno pasto convinando irmao a nao fude irmadei pro meu tiovídeo caseiro de sexo com a namoradinha pedindo para namorado com meu com filho dela devagarzinho ela muito escandalosameu filho me faz de puta capitulo 8 e 9 relato eroticoele pedi caga pramim gata pornoeu não sabia que o amigo solteiro tinha um pauzao do meu marido eu queria fuder com ele eu marquei um encontro com ele eu fui me encontrar com ele eu entrei dentro do seu carro eu disse pra ele me levar pro motel ele me levou pro motel eu e ele dentro do quarto eu dei um abraço nele eu dei um beijo na boca dele eu tirei minha roupa eu deitei na cama ele chupou meu peito ele disse pra mim sua buceta raspadinha e linda ele começou a chupar minha buceta eu gozei na boca dele eu peguei no seu pau eu disse pra ele você tem um pauzao maior e mais grosso que o pau do meu marido eu chupei seu pau ele começou a fuder minha buceta eu gemia no seu pauzao ele fundendo minha buceta eu gozei eu disse pra ele fode meu cu bem devagar conto eróticoenpregada rabuda tirando um coxelo so de calsinhacontos eróticos brincandoxvideos novinhas se espantam com pisudosvidii lesbica cozando turmidocontos eroticos entre irmas e irmaos de montes claros mgcontos eroticos pes da primacontos fuderam a minha esposa e ela mandou eu beber porrmulher chupando a rola da outra mulher as mulher que tem rola chupa rola cabimento e vigiandocontos vi uma mulher cagando