Minha primeira vez

Um conto erótico de mutante1971
Categoria: Homossexual
Data: 16/05/2019 09:26:30

Olá, bom dia, meu nome é Renato e estou aqui para lhes contar como foi a minha primeira vez.

Alguns de vcs já leram alguns relatos meus, sou Bissexual, casado com uma mulher maravilhosa que nem desconfia de minhas aventuras com outros homens, já peguei a minha cunhada, já fui a putinha da turma num churrasco de amigos, tive um relacionamento com outro homem por alguns anos e vários outros que ainda vou contar aqui, mas hoje quero contar como tudo começou, como foi minha primeira vez homo.

Sempre gostei muito de caminhar, principalmente á noite, eu tinha ainda 16 anos, era um rapaz muito bonito, embora eu ainda seja e numa dessas caminhadas noturnas, voltando de uma festa, eram quase 2:00 da madrugada quando notei que um carro tinha passado por mim pela segunda vez, devagar e na terceira ele parou ao meu lado e pediu uma informação, eu sempre solícito me aproximei e ele perguntou:

_Por favor, pode me informar onde tem algum lugar aberto para comer um lanche, pois sou novo aqui ?

Como eu estava longe de casa, lhe falei que próximo á minha casa tinha um lanche ainda aberto, ele tinha o costume de fechar quase ao amanhecer e era um lanche gostoso, ele aceitou a dica e perguntou se eu queria uma carona até lá, e já que eu estava com fome, aceitei, pois também iria comer alguma coisa, entrei no carro e só aí fui reparar direito no rapaz que estava dirigindo, muito parecido fisicamente comigo, conversador, fomos até o lanche, ele perguntou se eu queria já ficar na minha casa, mas eu disse que também iria comer um lanche, partimos e fomos até o local referido, comemos, tomamos um refrigerante cada e ele disse que ia embora, mas antes ia me levar até minha casa, perguntei onde ele morava e ele respondeu que havia alugado um apto no centro, próximo dali e enquanto conversávamos comecei a olhar para o corpo dele, a reparar cada aspecto daquele rapaz e durante a conversa sobre morar ou não em apto, ele me convidou para conhecer o dele e para ser sincero, sempre quis visitar o apto do prédio onde ele morava, aceitei e fui até lá, ele morava no 13 andar e a vista era muito bonita, foi aí que ele perguntou ...

_Você curte ?

_Curto o quê? Perguntei a ele...

_Outro cara, uma relação entre dois caras, sexo.

Na hora fiquei na dúvida sobre o que responder, pois tinha curiosidade sobre isso, mas nunca a oportunidade de realizar, não sabia como e o que fazer, então ele me perguntou:

_Já transou com outro cara alguma vez, como ativo ou passivo?

_Cara, nunca transei, nem sei o que é ativo ou passivo.

Ele me explicou e disse que pra ele tanto fazia, ser um ou outro e se eu quisesse experimentar, poderia ser naquele momento, mas caso eu quisesse pensar um pouco, talvez rolasse outro dia, quem sabe, naquele tempo não havia celulares como hoje, seria difícil um contato em outra ocasião, e o cara era muito bonito e gente fina, poderia não haver outra oportunidade...

_Acho que pode ser hoje mesmo. disse a ele ...

_E o que quer fazer?

_Ainda não sei, deixa rolar e vamos ver o que acontece.

Na verdade eu queria experimentar ser passivo mas tinha vergonha de falar, acho que ele percebeu e foi em minha direção, passou a mão em meu rosto e desceu pelo meu braço, pegou na minha cintura, puxou um pouco, percebi que queria me beijar, mas eu disse que beijo não rolaria..

_De boa, tem mais alguma coisa que não quer que eu faça? Perguntou..

_Só vou saber quando tiver para acontecer, vamos brincando enquanto isso.

_Tudo bem, sei como te deixar relaxado. Tirou minha camiseta, alisou meu peito, começou a beijar meu pescoço enquanto percorria meu corpo com as mãos, eu estava incomodado com isso mas sabia que se ficasse barrando tudo, não ia acontecer nada, então ele começou a baixar o corpo, lambendo meu peito, chupando meus mamilos enquanto abria meu cinto, os botões e o zíper de minha calça, puxando para baixo junto com minha cueca expondo minha rola para fora em direção a ele, onde ele pegou e começou a chupar vagarosamente, aí eu deixei de me incomodar e comecei a achar gostoso tudo aquilo, então ele se afastou e tirou a sua roupa, começando pela camiseta, tênis, calça, ficando apenas de cueca, fiz o mesmo, acabei de tirar a roupa que sobrara, até mesmo a cueca, ficando completamente nu e ao ver que ele continuava de cueca fiquei mais curioso em relação a ele, o porquê dele não a ter tirado.

_Quer no quarto ou pode ser aqui na sala mesmo? me perguntou.

_A casa é sua, o que prefere?

_Vamos para o quarto então, a cama lá é grande, podemos ficar mais à vontade, você parece meio nervoso ainda.

_Nem tanto mais, eu estava no começo, agora estou mais sossegado. Fui em direção ao quarto e ao passar por ele, ele desceu as mãos pelas minhas costas e deu uma bela passada em minha bunda, seguido de uma leve apertada, enchendo as duas mãos, senti uma leve forçada para abrir minha bunda, bem de leve, o que já me deixou louco e quando entrei no quarto de frente á cama, ele me abraçou por trás, beijando a minha nuca, encostando em minha bunda, pediu que eu virasse de frente para ele e perguntou:

_Já chupou alguma vez? Com a negativa de minha parte ele perguntou: _Quer experimentar?

Apenas olhei para baixo e vi que o pau dele estava bem duro, então ele pegou minha mão, levou em direção ao pau dele, sobre a cueca mesmo, peguei firme e pensei que, já que estava ali, naquela situação, vamos em frente, ele me fez sentar na cama e pediu para que eu tirasse a cueca para ele, estava aí o motivo dele não a ter tirado, pois a cada baixada que eu dava na peça, ia descobrindo seu corpo e aumentando o tesão, para baixar a cueca até o chão tive aproximar muito meu rosto da rola dele chegando a tocar o pau em minha face, me deixando com mais vontade ainda, peguei seu pênis com minha mão direita e coloquei a cabeça dentro de minha boca, chupando de leve, olhei para cima e vi que ele estava gostando, então ele me disse para chupar inteiro e eu fui colocando ele todo na boca, devagar, pedaço por pedaço não conseguindo colocá-lo inteiro, mas já estava ótimo daquele jeito. Chupei aquela vara com gosto mas pela falta de experiência, não avancei até as bolas, não o coloquei inteiro, ficando só na metade mesmo.

_Deita na cama que vou te mostrar como se faz, disse ele.

Acabei de subir na cama me deitando de costas, ele veio passando a língua em minhas pernas, subindo devagar, pelo lado de dentro das coxas, e enquanto com uma mão ele me masturbava lentamente, com a língua ele percorria cada espaço de minha virilha me deixando louco, levantou a cabeça e engoliu minha rola por completo prosseguindo com um tira e põe da boca enquanto suas mãos acariciavam minhas bolas, vez ou outra seus dedos desciam um pouco mais se aproximando de meu cuzinho virgem até que um deles pousou sobre meu anel, dando leves cutucadas, mas sem intenção de entrar, ele molhou a ponta do dedo e continuou acariciando meu anelzinho no mesmo instante que automaticamente eu abria minhas pernas para que ele tivesse mais espaço para brincar, então ele parou de chupar meu pau e começou a abocanhar minhas bolas, desceu um pouco mais e senti sua língua me encher de tesão quando começou a forçar a entrada no meu anelzinho, então ele aos poucos me fez ficar de bruços, colocou uma almofada sob meu quadril o que me deixou com a bundinha empinadinha, neste momento ele começou a percorrer com a língua, minhas pernas, minhas costas, minhas nádegas e sempre que ele subia o corpo para beijar meu pescoço, eu sentia a vara dele encostando no meu reguinho, me deixando com vontade de empinar ainda mais o bumbum, mas ele descia e começava a vasculhar meu rego com lambidas leves e deliciosas, meu pau já estava latejando com tudo aquilo e quando ele usou as mãos para abrir minha bunda e enfiar a língua com gosto em meu rabo, empinei ainda mais meu quadril, colocando eu mesmo mais um travesseiro para mantê-lo erguido, nisso as lambidas tornaran-se fortes e rápidas e ele sabia como fazer a coisa, foi então que ele se levantou, foi até o banheiro e voltou com um pote de algum creme, usando-o para lambuzar meu traseiro, aí ele começou a colocar um dedo e por puro reflexo travei meu cuzinho, impedindo a entrada, ele me acalmou colocando bem devagar, primeiro a pontinha do dedo, depois de umas cutucadas, colocou mais uma parte até que seu dedo estava inteiro dentro de mim e eu comecei a relaxar um pouco mais.

Então ele tirou o dedo e o colocou novamente junto com outro e eu estava adorando aquilo e depois de uns vai e vem muito gostoso, ele tirou os dedos se levantou, foi até uma gaveta e pegou um preservativo me falando: _ Nunca deixe de usar isso, use sempre, com homens ou com mulheres. Isso foi muito legal da parte dele. Nisso ele encapou a rola, e direcionou para o meu cuzinho, mas quando ele encostou na portinha me bateu o medo, mas eu já tinha chegado até lá, então tentei relaxar, nisso ele começou a empurrar de leve e estava tão gostoso que eu começei a gemer baixinho, e ele já tinha posto boa parte da cabeça, mas quando ela entrou, senti uma dor alucinante, pedi a ele pra parar, ele parou, esperou e recomeçou bem devagar, e então entrou tudo, parecia me rasgar por dentro, cheguei a gritar, mas ele sabia me acalmar e no vai e vem a coisa começou a ficar gostosa, ele levantou o meu quadril me deixando de quatro e eu pude sentir suas coxas batendo em minhas pernas quando de repente ele começou a arfar e dizer que ia gozar e mesmo pela camisinha eu pude sentir sua porra quente saindo, ele foi me abaixando sem tirar o pau de dentro e ficou deitado sobre mim por um tempinho até que ele saiu e eu pude ver o tanto de porra que havia se estocado na ponta do preservativo, era muita. Ele perguntou se eu tinha gostado e respondi que não sabia, que tinha sido algo diferente, mas ele me tranquilizou e falou que era normal, já que foi a minha primeira vez e por isso tinha a dor e o nervosismo, mas que se eu tivesse me soltado mais, teria sido melhor, concordo que a culpa foi minha, tentei muito trancar o cu pra pica não entrar, mas entrou e eu fiquei naquela de queria tentar de novo, mas eu tinha que ir embora, fomos tomar um banho e debaixo do chuveiro ele veio por trás e bateu uma punheta pra mim me fazendo gozar, como gozei gostoso sentindo alguém batendo pra mim e me encoxando. Acabamos nosso banho, nos vestimos e ele me levou até próximo da minha casa, peguei seu telefone, e fiquei de marcar um outro dia, e marquei, entrei e fui dormir com um turbilhão de coisas na cabeça, nem sei como dormi.

Acabei ligando pra ele e combinamos de sair, mas isso é uma outra história que ainda vou contar aqui para vcs.

Até breve.


Este conto recebeu 3 estrelas.
Incentive mutante1971 a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
27/06/2020 21:51:54
Esse negócio de trancar o cu, quando o cara tá com vontade de sentir uma piça no cu não funciona. Uma vez, depois que o pau entrou no meu cu, eu tentei expulsar o caralho como se fosse cagar. Falhei total, pois o cu abriu e o pau entroo todo.
20/05/2019 17:25:24
Ótimo conto, bem escrito, excitante...minha primeira vez também doeu. rsrsrsrsr -
17/05/2019 07:46:28
Bom
16/05/2019 23:44:39
A PROPÓSITO NÃO ACREDITO EM ISSEXUALIDADE. TODO BISSEXUAL POR TABELA É HOMOSSEXUAL. E O OUTRO DETALHE QUE NÃO POSSO DEIXAR PASSAR, É UM HOMEM CASADO PROCURANDO AVENTURAS FORA DO CASAMENTO. ISSO ME PARECE TRAIÇÃO E NÃO ACHO ISSO MUITOLEGAL.
16/05/2019 23:43:18
NOSSA, TUDO MUITO RÁPIDO NÉ? NO PRIMEIRO DIA QUE CONHECEU JÁ ESTAVA NA CAMA DO DESCONHECIDO. PELO MENOS PERGUNTARAM O NOME UM DO OUTRO? RSSSSSSSSSSSSSSSS MAS GOSTEI DA FORMA COMO ELE TE TRATOU, FOI COM RESPEITO, CUIDADO E CARINHO DO COMEÇO AO FIM.


conto erotico minha mulher de short no onibus gozaram nas coxa delaporno demeno esfregano abuseta decasinha na rolaxvideo morido fazendo surpresa sem a esposa saberdando o cu no cine pornonovilha tiramo a vigidade du cu da busetacontos eroticos viciei minha sobrinha wattpadcasalnudes xvideoscontos eróticos brincando cavalinho com a irmãzoofilia contos eroticosxvideos de porno de magriavídeos pornô eróticos com pau grande e grosso lindos com a pontinha bem geladinha e bem fofinhonovinha timidaxvidioconto padastrominha gata pediu que eu metese so no cuzinjo dela contos eroticosWwwx vidios .con tirano tiranocabaso da vigernegao que empurrou quarentta sentimetro na magrelacontos eiroticos leilaporncontos eróticos gangbangcontos eróticos menina de 25 anos transando com cachorro Calcinha Preta com lacinho vermelhoXVídeos loirinha Madame a Patroa e a Fazendeira conjunto E vai transarvidii lesbica cozando turmidoxvideo cm gostosa calca coladadândo morena cabelo lizocontos heroticos meninas bricando em canavial com adutosver bucetuda com ad pernas aberta mostrando a cetonaxvideos com . sexy porno ju safada adora provoncar mulher safada fasmosacorno comido contoseu quero ver vídeo mulher tomando banho com aquelas calcinha largaConto erotico minha namorada e a fantasia com fantasia com velhinhotetano colocar 2 pau no cu d vadia xnxxgostosas minisaia enos debaixodelasmotoqueiro barbudos e pentelhudo nusSobrinho pauzudo,tia feliz. Com foto.contos eróticos comi a mulher do cracudofodendo atia demadrugada quando todo mundo dormicinquentona encarou 30 cm de pikacasa dos contos eroticos o padrasto so quis as pregasmenino malhado lutador de kung fuGinecologista marido esposo conto ertico contos eroticos os pezinhos da sograconto de tia chorando na rola de dobrinhohostorinha emquadrio porno mai tranza com seu filhoxvideo.amiga chupa.a buceta da a migalha dormindoachei onde minha tia guarda suas calcinhas sujas contoscontos eroticos de santo andrehomossexualidade e voiercontos eroticos teterelatos de zoofiliaeu fico axanando que sou uma pessoa invejoso mais nao sou meus atos nao se dizem isso mais na minha cabeça eu pensso assim yahooconto de novinha ai papai quero pica no meu cuzinho gulosoContos eróticos: se vingando do tiopornotiagostosasver contos de tio q criou sobrinha e depois fudeu ate nu cuvideos de sexo cheirando a calsinha da gostosa estendida no varalFoto de pika pulhetando Contos eróticos titia chupa minha xaninhaestrasalhei a buceta da minha filhacontos meu sogroAliviando os funcionarios contos eróticosestupro esposa contos eroticosvedeos gay amigo. bater pulheta para amigoFotos de marcelinho carioca nu pirocudoContos mendiga pornoXVídeo irmã rodando irmão imobilizadoporno chupando a bucheta da minha padroa em baixo da mesa na sala de reuniõestati traindo marido com bombado na academiamenina engatada em cao raça pequena contoconto gay contei pra ele que queria dar pra elemenina dorme sem calsinha e leva puca cu virgemcachorro lambendo bucetaxvideo adorei ver minha espoza dando para outro pela premeira vesver buceta de corouas de 39ou40 anoscasa dos contos claudia irm casa dos contos temashomem leva uma mulher a loucura de tanto ecitalaenfermeiras taradas de mini saia dando a xana na casa do paciente no contos eroticos morde devagarinho meu grelinho porno vídeonovinha virgem tora a roupasmostrando s calcinhacontos erotico de puta querendo rolavideo porno novinhas sendo lanbusada pelos velinhos que o pau nao sobe maisputa lambe pe do macho contocasado sendo penetrado no seu cuzinho pelo amigo,devagar e suave.kid bengala buraco na paredeabaichar o Homens com penis enorme gosso grande dotadao..com pirses na cabesa..dos palzudo.xvideos entertida no computador