Minha esposa cavalona e meu tio cacetudo 2

Quem leu a primeira parte sabe como minha esposa loira, cavalona e vadia começou a se insinuar para meu tio caralhudo, os que não leram eu convido a ler a primeira parte...

Na manhã seguinte a que meu tio dormiu em nossa cama, o sol saiu e começamos a consertar o telhado, minha esposa sempre em volta,limpando a calçada com um vestidinho curto e soltinho, e eu e meu tio tirávamos as telhas quebradas e substituíamos pelas novas, quando estava quase no fim minha esposa cismou que queria ver como havia ficado o conserto e pediu para meu tio segurar a escada, ele ficou na base segurando e ela subiu rebolando aquele traseiro empinado, quando chegou no alto dava pra ver que a safada estava sem calcinha, dava pra ver os lábios rosadinhos da sua bucetinha e seu cuzinho totalmente depilados... tio jorge olhava aquela cena com um brilho nos olhos e remexia no pau por cima da bermuda... na hora dela descer ele ainda ficou com os dois braços na escada, de modo que assim pudesse encoxá-la.

Eu e Carol fomos pra dentro para preparar algo pra comer e meu tio ficou terminando algumas telhas que faltavam, poucos minutos depois que entramos ouvimos um estrondo, corremos para ver e encontramos meu tio caído, a escada tinha escorregado, por sorte ele não havia quebrado nada, disse apenas que estava com dor na perna e não conseguia colocá-la no chão... mesmo assim fomos ao hospital e o médico confirmou que nada havia quebrado, tinha sido apenas uma torção, receitou uma pomada para as dores e nos liberou.

Já em casa o deixamos no sofá com a perna esticada sobre uma almofada, minha esposa se prontificou a passar a pomada nele, besuntou sua coxa e começou a alisar com força,ela estava de cócoras na frente dele, ainda com o mesmo vestido e ainda sem calcinha, então vocês podem imaginar a visão que ele tinha da buceta de Carol, ela subiu mais a mão, até alcançar a lateral da cueca dele, dava pra ver o tamanho do caralhão dele, já em estado meia bomba, com as passadas de mão involuntárias de minha mulherzinha.

Na hora do jantar minha esposa desfilava pela casa com uma camiseta minha, que mesmo assim deixava ver a minúscula calcinha de oncinha que usava por baixo, depois da refeição tio Jorge lembrou que precisava tomar banho e me pediu um pouco envergonhado se eu podia ajudar, ao que Carol já interveio.

- Deixa que eu ajudo amor, afinal você não vai conseguir segurar ele e dar banho ao mesmo tempo, você segura ele e deixa que eu dou banho.

Ao ouvir isso meu coração quase saiu pela boca e meu pau endureceu na hora, levei meu tio até o banheiro e nos despimos, meu pau de médio para pequeno contrastava com a anaconda dele... logo Carol chegou toda animada e ficou de olho naquela coisa.

- Vou tirar a camisa pra não molhar e já entro tá!

Puxou a camiseta e seus peitões pularam pra fora, o pauzão do tio Jorge deu sinais de vida ao ver os bicos durinhos daqueles seios lindos que ela tem;

- que mulher mais gostosa! - sussurou ele.

Minha esposa entrou só de fio dental e nos apertamos ali embaixo, como eu estava com meu tio segurando em volta dos meus ombros os meus movimentos eram limitados, então Carol começou a ensaboar o peito dele, depois disse safadamente:

- Minha calcinha já está molhada... então vou tirar e aproveitar tomar banho também tá! - dizendo isso deixou a calcinha escorregar pelas pernas e sua bucetinha toda raspadinha ficou a mostra, pediu para meu tio ajudá-la a se lavar e foi prontamente atendida, o safado ensaboava seus peitos e ainda dava uns puxões nos biquinhos, depois pediu para ela virar que ia lavar suas costas, esfregou suas costas e desceu até as bandas de sua bunda, esfregando o vão do seu cuzinho com aquelas mãos enormes, minha esposa chegava a dar suspiros de olhos fechados, eu estava com o pau quase estourando... ai foi a vez dela lavar ele, continuou ensaboando sua barriga e foi descendo, ficando de joelhos na frente dele, que a essa altura já estava com seu pintão gigantesco completamente duro, apontando para a cara de minha mulher, que ao ensaboar sua pernas ficava com as bochechas encostando naquela cobra e ia narrando o que estava fazendo:

- não dói a perna tio? vou esfregar ela ta!

- Agora abre mais um pouco as pernas seu jorge, preciso lavar aqui embaixo... - dizia ele esfregando as bolonas enormes dele, seu pau chegava a dar pequenos pulinhos a cada esfregada dela.

- Agora vou arregaçar a cabeça dele pra lavar tio... tudo bem?

- aham... - gemia meu tio enquanto ela punha aquela cabeçona pra fora da pele do pinto e esfregava toda sua extensão, meu tio não aguentou e começou a esporrar, o primeiro jato foi no rosto de Carol, que com o susto abriu a boca e levou mais duas gozadas certeiras lá dentro, achei que a cadela ia cuspir, mas ela simplesmente abriu a boca para pegar um pouco de água do chuveiro e engoliu tudo.

- Poxa, me desculpem - disse meu tio - É que depois que me separei da minha esposa não tive relações nesses dias todos!

- Tudo bem tio, essas coisas acontecem! - disse ela ainda saboreando o leitinho dele.

Saimos do banho e Carol ficou no chuveiro, deixei meu tio sentado numa cadeira e voltei buscar minha toalha, a safada estava se masturbando dentro do box, com certeza pensando no cacetão do meu tio.

Depois do banho ela apareceu com uma toalha enrolada na cabeça, trajava um mini blusa branca bem apertadinha, que deixava metade do peitos de fora e uma micro calcinha amarela totalmente enfiada, e já foi dizendo:

- Amor, tive uma ideia para resolver o problema do tio!

- que problema Carol?

- Ora, o problema de carência rs - com o coração aos pulos perguntei que ideia era essa, e ela, com cara de puta me respondeu.

- Podemos por o computador na sala e ver um filme pornô, assim ele se inspira rs, não é mesmo tio?

- Boa ideia sobrinha... com certeza vou me inspirar! - respondeu ele olhando o corpão da minha gostosa.

Mudei o computador para a sala e perguntamos a meu tio que filme ele gostava, ele então pediu licença e procurou num site de putarias um filme de atores pauzudos só com loiras... pudemos ele sentado no sofá ao lado do nosso com a perna para cima e fiquei abraçadinho com Carol no outro, percebi os dois meio travados e inventei uma desculpa, que iria para o quarto terminar um trabalho que tinha acabado de lembrar que não tinha feito, mas que eles poderiam continuar vendo o filme numa boa, fui para o quarto e após algum tempo voltei na ponta dos pés e fiquei escondido espiando, Carol já havia mudado de lugar e estava sentada no mesmo sofá que ele, e os dois já conversavam animadamente sobre o filme:

- ...essa é bem gostosa tio, olhe que bundona linda ela tem!

- Parece você Carol...

- Uhm... e aquele ali parece o senhor... olhe o tamanho daquele pintão rs.

- Você já tinha visto um desses de perto?

- Não, nunca assim tão grande rs

- E tem vontade de provar um desses?

- Ora tio... acho que toda mulher tem ne! rs

O clima entre os dois era de puro tesão, dava pra sentir no ar... em dado momento ele disse.

- Querida... não me leve a mal, mas gosto muito de me masturbar enquanto vejo um filme de sexo... tudo bem pra você?

- Claro que não tio, sem problema nenhum, pra falar a verdade eu também gosto...

Então ele baixou seu calção até o joelho e aquela rolona saltou para fora totalmente ereta, começou a se masturbar lentamente e de vez em quando dava umas olhadas para Carol, que nem disfarçava e salivava por aquele pintão, na tela uma loira era arrombada por um sujeito grandalhão e hiperdotado... Minha esposa deitou de costas no sofá, ficando com a buceta virada para meu tio, depois colocou uma das pernas sobre o encosto, pôs a mão dentro da calcinha e começou a se masturbar também e apertar os peitos.

- Nossa, que pau enorme...delícia, pauzudo - dizia ela olhando ora para a tela, ora para meu tio.

- Isso loirinha, geme na vara, gostosa, rabuda! - dizia ele enquanto fazia o mesmo... em pouco tempo minha esposa gozou se tremendo toda e ficou ali observando meu tio alisar seu pintão.

- Gozou gostoso né sobrinha? - dizia ele ainda se masturbando.

- Nossa... e como... e o senhor? não vai gozar tio?

- Não posso... iria sujar todo o tapete de vocês!

- Ora... mas é justo o senhor gozar também... - Disse Carol sentando-se e olhando-o no fundo dos olhos - se quiser pode gozar na minha boca, como fez no banheiro, não tem nada demais,afinal é só pra não sujar o tapete né? rs

Eu não podia acreditar no que tinha ouvido, tanto que gozei na hora em que ouvi, só de saber a puta que eu tinha em casa.

Lógico que meu tio concordou no ato e ela ficou de joelhos e com a boca aberta, feito uma vadia, meu tio encostou a cabeçona nos lábios dela e soltou dois jatos fartos e certeiros, apesar dele ter gozado no banho ainda tinha muita porra, que a safada engoliu tudo e ainda ficou espremendo e sugando da pontinha do pau dele...depois levantou e ainda lambeu com os dedos um tanto que havia caído em seu queixo, deu um selinho no meu tio e disse que ia dormir. Corri para o quarto e fingi estar dormindo, ela entrou e acendeu a luz.

- Como estava o filme amor?

- Uhm... muito bom querido - a cachorra ainda me deu um beijo com gosto de porra, não resisti e joguei ela na cama, arranquei aquela calcinha ensopada e fodemos a noite toda, como nunca tínhamos fodido antes...com certeza a vinda do meu tio para nossa casa havia mudado de vez as nossas vidas... e mudaria ainda mais dali pra frente...(CONTINUA...)


Este conto recebeu 3 estrelas.
Incentive lins55 a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
30/01/2016 05:07:39
A presença do tio veio para melhorar ainda mais a vida do casal!!!!
24/01/2016 16:51:36
Muito corno esse wagner rsrsr
12/01/2016 21:44:14
Como o Wagner é passivo gente
12/01/2016 19:17:58
Muito bom!!

Listas em que este conto está presente

Putaria, os melhores contos
Os melhores contos, mais bem escritos e excitantes, sobre cuckold e incesto.


tendo prazer filhinha youngespiritual com.net padrasto contos eróticosporno fodie minha entiada no cusaozoogay 2016x videos padrastro fodení enteadacontos eroticos nunca pencei disperta tesao en outro homem com minha bundaXVídeos cara tapeando coroa na rua de saia xvideosmeninas saido do chuveiroporno casadas na zoofilia coladas a caensvideos padrasto gay e enteado gay provando coecas no quartocoisa bramca bem groso saindo da nuceta sai so quando coloco o dedomae.minto.safada.e.bunduda.fodendodepois da praia de nudismo ficamos nus em casa e rolou ate sexo anal xnxxvideos de porno cazeiros no mato no riu em todo cantoxvideos de sexo de homens e mulheres se masturbando provocativamente e ecitantes e incestos com zoofeliascontos eroticos vestido seda coxada busConto acho que vurei corno a buceta ta muito kargaMicaela sendo arrombada pelo negão dotadopastora das coxas grossas é de onde, seu emailtio tirano vijidade de cobrinha no yotubflagrei a novinha fudendo no mato e chantagiei contosContos eroticos de mae da banho filho com braço e perna quebradaver fotos de bucetad virgem e ler contos de norvinha perdendo o cabaçobaixar pornô mãe não demora daquele jeito burro não demora para chegar no braço fortecontos hot sobre a brincadeira pique esconde maiores de 18video pornodoido casal transa dentro de uma poça de lamaconto erotico magrinha negaoNeguinhis safados do pau enormi xvideoxvideos gay pega medingo na rua e leva p casaconto erótico esposa arruma travesti para maridoxvideo novinha tomou cunhaque e ficou louca de tesaocontos eroticos casada se exibindo pro montador de moveiscontos eroticos siriricaqual bumbum mais bate com a bumbum mais pula com a bumbum mais bate com a bumbum e as loira morena branquinha e azul é a cor morena marquinha Azul quando bate a bunda pula pula pulaOLHA AMOR, TÔ CHEINHA DE PORRA DE OUTRO MACHO.Contos eroticos gay chule do meu cunhadoBroxe de tirar folego xvidioshomens com ginecomastia deixando a mulher mamar pornômeu nome é heitor conto eroticoas boyzinha brasileira no chat se masturbando XVídeos completocalcinha cheia de porraconto erotico estuprado por cao diabaoconto erótico com carreteiro xvideo elas sao de maizbaixando GTA tomando banho no banheiro tocando siririca eu não aguentei e ajudei ela comendo elamim arroba com esse pau de borracha conto lespicoxividio vai maxuca meu cuVamp19 O doce nas suas veias - (Capitulo 2) | zdorovsreda.ruBuçta dacarlabuçetá enxada dá gordinha pedindo pra por no cu vídeos pra assistir agoraporno gey contos eroticos priminho inosentecontos eróticos viadinho chupou meu pau"corpo da minha professora"gueyzinho gracinha arrebentei cuzinho delexnnx aluguel atrasadocontoerotico eu namorada mae e tionovınha transando com ırmaocontos de mulher que da a buceta para mendingo chupar comer mamara menina magrinha pegou a mulher pegou de tapa na cara pegou no casacoputa lambe pe do macho contocontos eroticos raquel e filhasO lutador e o loirinhoporno.socu.epeitos.glande.pinto.enormefilmes de sexo so conegao do pao grosso e negona da buceta inchadaquero vet mulher sofreno e gritsno na vara grande do negaoContoeroticonovinhosafadoporno lesbicas forcam colega a lambelascoroa peituda de buceta peluda fidendo depois da festacontos como meu amigo comeu minha esposameu namorado roubou a calcinha da minha mae conto eroticoFodidamente sexy Wattapdxvidores arega jogoaiaiaiaiaiaiai tanajuraxxxporno peguei minha amiga de legue dela e soquei tudocontos erotico prima pequena banhominha irma chorou quando tirei seu cabacinhodeibpara os meua primoscontos eróticoscasada traindo conto eroticoMaravilhosa boopediamãe xupal e lambe boceta da sua filha