Gozando no Pau do Salva Vidas

Um conto erótico de Loira Casafa
Categoria: Heterossexual
Data: 30/04/2015 16:06:50
Nota 10.00

Oi lindos, amigos e amigas desse gostoso site

Gostaria de avisar aos leitores que sou bem detalhista, por isso, se você não gosta de um relato longo e rico em detalhes, então não leia. Esta é uma experiência real.

Amo receber mensagens de pessoas que gostam das minhas experiências, bem como de homens bonitos e bem dotados afim de uma amizade discreta e gostosa. Meu e-mail para contato é:

Sou casada, não tenho filhos, trabalho no setor administrativo de uma grande empresa privada.

Tenho um casamento agradável, um marido que me dá carinho e uma estabilidade financeira legal, ele é divertido, brincalhão com todos, e super comprometido com seu trabalho. Ele é advogado, funcionário público federal e também tem um escritório particular em sociedade. Como todo casamento, temos nossas diferenças, o nosso é o sexo, eu gosto demais e ele de menos, pois isso mantenho de forma discreta e sigilosa a algum tempo, amizades fora do casamento, isso por que eu gosto de sexo, por que eu gosto de homem que saiba dar prazer a uma fêmea Gulosa e Fogosa como eu.

Sou uma mulher vaidosa, gosto de me cuidar, estar bem com meu corpo, frequento academia e apesar da idade, tenho mais de 30, chamo muito a atenção, principalmente por causa da minha bunda. Tenho um rosto bonito, tenho 1,68 de altura, 63 kilos, cabelos lisos, olhos castanhos, coxas grossas, seios médios e durinhos, bunda arrebitada, grande e empinada (113 cm de quadril), a genética me ajudou muito, pois muitas mulheres desejam ter uma bunda bonita.

Em meu último relato, contei sobre o momento gostoso de sexo oral que tive com Túlio nas minhas férias de Janeiro, em Vitória – ES. Depois dessa noite, combinamos que sairíamos novamente assim que eu tivesse um tempo maior pra poder ficar com ele, e isso aconteceu 3 dias depois do nosso encontro na praia. Túlio me mandou mensagem dizendo que queria me ver, disse que haveria uma confraternização de alguns amigos do grupo de Salva Vidas no domingo à tarde, e que queria muito que eu fosse com ele. Meu marido havia marcado com amigos dele que moram em Vitória de ir a um clube na Serra, jogar futebol e pegar uma piscina. Eu disse que se ele não se importasse, eu preferia ficar e ir a praia, pois como não iriam muitas mulheres, eu iria ficar sem ter com quem conversar. Ele ainda insistiu um pouco, mas acabou aceitando. Eu disse a ele que iria à praia na parte da tarde e depois daria uma volta no shopping. Um dia antes, mandei mensagem para Túlio dizendo que poderia ir, ele respondeu dizendo que tinha ficado feliz, e pediu que eu levasse biquíni, pois onde iríamos teria piscina e caso eu quisesse, poderia dar um mergulho.

Túlio, tem 29 anos, trabalha como salva vidas e segurança em eventos, moreno escuro, 1,89 de altura, corpo grande, robusto, pernas bonitas, torneadas.

No domingo meu marido saiu por volta das 10:00 hs. Aproveitei a parte da manhã pra pegar um sol em Camburi, voltei umas 12:00 hs, tomei um gostoso banho, já estava toda lisinha e perfumada. Coloquei um biquíni estilo curtinha, fio dental, uma mini saia rodadinha, curta, sandalinha, blusinha de tecido fino e semi transparente, nada vulgar, mas sensual. Túlio me pegou próxima ao hotel às 13:30 hs, e então seguimos para Vila Velha. Chegamos a uma linda casa, grande e arborizada bem de frente à praia de Ponta da Fruta. Acho ponta da fruta uma praia linda, ondas fortes, há poucos frequentadores durante o dia, e a noite fica deserta. A farra já rolava desde cedo, muitas pessoas bonitas, muito mais homens do que mulheres, mas grande parte estava de roupa de banho, aproveitando o sol na piscina. Muitos homens de corpos bonitos, mulheres tb bonitas. Túlio chegou e foi logo ficando de sunga como seus amigos, e eu então fiquei de biquíni. Fui apresentada a muitas pessoas, e depois ficamos em um grupo conversando, bebendo, eu bebia vodca com energético junto com Túlio, ele ficava sempre coladinho em mim, alisava minhas costas, me tratava como sua namorada, eu achei super carinhoso da parte dele. Formou-se depois uma rodinha de meninas sambando de biquíni, e eu me juntei a elas, amo samba, pagode, forró. Os rapazes ficavam babando. Como a festa já acontecia desde a parte da manhã, no meio da tarde já não havia tantas pessoas, foram ficando cerca de uns 4 casais, incluindo nós 2. Túlio me chamou pra dar uma volta na praia, que ficava a uns 100 metros de onde estávamos. Quando retornamos, ele me puxou pra parte onde estavam os carros, era dentro da propriedade ficava do lado contrário onde era a área de lazer e que acontecia o churrasco. Ficamos em um ponto meio que estratégico, ele me abraçou por trás, eu sentia seu volume em minhas costas, me virei de frente pra ele e passamos a nos beijar, sua língua molhada passeava dentro de minha boca, eu tentava abraçar seu corpo forte, ele puxou a parte de cima de meu biquíni e começou a brincar com meus seios, depois colocou a calcinha de lado e passou a dedilhar meu grelinho. Eu já sentia meu corpo queimar. O tesão era enorme. Ele não parava de me beijar ( amo beijar na boca ), lambia meu pescoço, minha orelha, e enfiava o dedo em mim, as vezes levava o dedo à boca pra sentir meu gosto e voltava a me tocar. Segurei em seu pau por cima da sunga, e disse:

- Deixa eu te chupar, tô com vontade de sentir esse pau moreno na minha boca!

Puxei pra fora da sunga um pau moreno, grande e grosso, que tinha cerca de uns 23 cm, pulsante, uma glande linda, molhada. Me debrucei um pouco à sua frente, passei a língua na cabeça de seu pau sentindo aquele mel delicioso, a cabeça lambuzada, esfreguei na língua e depois coloquei na boca. Fiquei mamando só a cabeça naquele primeiro momento, sugando como se fosse um pirulito de chocolate, humm, que delícia... Eu passava a língua em volta da glande, explorando toda ela. Túlio então colocou minhas mãos em sua cintura, enrolou meus cabelos em uma de suas mãos e segurou em minha nuca e disse:

- Abre a boca safada !

Abri a boca e ele então foi colocando o pau até sentir ele encostar na garganta, eu não conseguia engolir tudo pois era grosso, mas tinha ficado pouco pra fora. Ele ficou colocando e tirando num ritmo lento, eu ficava paradinha enquanto ele fodia minha boca, eu babava o pau, minha saliva escorria entre os lábios, em meu queixo. As vezes ele segurava o pau e batia com ele em meu rosto, esfregava em meus lábios e depois me fazia engolir novamente. Chupei assim por longos minutos, e chuparia mais se ele quisesse, mas ele então me puxou e beijou minha boca, um beijo molhado, safado. Senti sua mão em minha bucetinha já ensopada de tanto tesão. O pau dele ainda pra fora pressionando minha barriga, ele beijando minha boca, e agora seu dedo maltratava meu grelinho de forma muito gostosa, eu rebolava em sua mão, ele enfiava o dedo em mim me fazendo quase sentar em sua mão. Nosso beijo era o tempero daquele momento erótico, ali na praia. Quando dei por mim, estava gozando em seu dedo mágico. Que safado ele era. Ficamos ali uns 40 minutos. Assim que nosso joguinho de prazer terminou voltamos para a área de lazer, haviam 2 casais conversando a beira da piscina, Túlio me segurava pela mão e entramos na casa, subimos para a parte superior, escutamos um casal em um dos quartos num sexo frenético.

​Eram mais ou menos umas 17:00 hs, entramos em um dos quartos, era grande e bonito, uma enorme cama, suíte. Túlio mandou eu ficar a vontade, disse que buscaria uma bebida e voltaria logo. Assim que ele saiu fui ao banheiro e tomei um gostoso banho frio. Em vitória faz muito calor e o tesão fazia meu corpo ferver. ​Assim que ele voltou eu estava enrolada em uma toalha, ele me deu um beijo e disse que tomaria uma ducha rápida, aproveitei pra preparar um copo com vodca, gelo e energético pra mim, eu queria ficar mais soltinha do que já sou, bebi tudinho. Deitei na cama completamente nua, Túlio então saiu do banho, peladão, aquele corpo grande e moreno, o pau semi flácido, o saco liso e grande ( amo saco grande ), ele ficou na lateral da cama e eu me coloquei de joelhos, ficando de quatro na beirada, coloquei seu pau inteiro na boca, mas só consegui aquilo por que ainda não estava completamente duro, fiquei ali mamando feito uma bezerrinha até que não consegui mais engolir tudo, ele já estava com seus 23 cm enrijecidos. Túlio me fez deitar na cama e começou a me torturar com sua boca, começou beijando e lambendo meus pés, meus dedos, um por um, depois subiu um pouco e passou a lamber minhas pernas, minha panturrilha, dava mordidinhas leves e deliciosas. Passou então e beijar e lamber meus joelhos, humm, como eu gosto assim, que delicia é ter um homem que me explora por inteira, e eu particularmente tenho muito tesão quando me lambem as pernas, fico me contorcendo toda. Chegou a vez de minhas coxas, aí eu já estou toda molhada, escorrendo de tesão, desejando ser totalmente comida por ele, mas ele tem planos audaciosos na cabeça, e me tortura sem parar. Depois de lamber muito minhas coxas, ele desliza a língua devagar até minha virilha, aí eu já estou pirando de tanto tesão. Ele vai de um lado do quadril ao outro e então chegou à minha bocetinha já toda molhada, lisinha, inchada, bastou ele passar a língua pelo clitóris e enfiar ela dentro de mim que me desmanchei em sua boca gozando profundamente, eu segurava em sua cabeça, puxando-a contra mim, desejando que aquilo não parasse. Túlio não parou de chupar e se concentrou de forma bem mais gulosa, enfiava a língua toda dentro de mim, uma de suas mãos brincava com meus seios, me proporcionando ainda mais prazer. Fui então virada de bruços, ele puxou 3 travesseiros e colocou embaixo dos meus quadris, me deixou arrebitada e com as pernas entre abertas, e continuou me lambendo, agora por trás, eu gemia:

- Ai Túlio, chupa vai, me lambe seu safado, que língua gostosa, assim, hummm...

Sua língua agora vinha de baixo pra cima, começava em meu grelinho, me penetrava e depois ia até meu cuzinho, que recebia generosas linguadas, ele se concentrava ali quase que me devorando. Minha bunda inteira era lambida por ele, que dizia:

- Que rabo lindo você tem loira, que cavala você é...

Eu mordia um outro travesseiro de tanto tesão que sentia, o calor era enorme, minha xana estava em brasa, a língua dele me entrava e saía gostoso, e minha bunda era alvo de uma chupada maliciosa e cheia de tesão. Cerca de uns 30 minutos depois do 1º orgasmo, eu mais uma vez gozava na boca daquele morena safado:

- Ai, tô gozando Túlio, hum.. ai...que delícia.. me lambe.. hum.. ai.. safado, que língua safada.. ai , seu sacana...

Gozei mais uma vez de uma maneira muito intensa, estava relaxada e acho que esse era o propósito de Túlio, pois o safado então juntou minhas pernas, eu ainda estava ali de quatro com os quadris no travesseiro, escutei ele abrir algo, olhei pra trás e vi ele colocando a camisinha e falei:

- Isso amor, vem, quero seu pau na minha boceta, quero esse pauzão preto todo dentro de mim, vem logo vem...

Túlio colocou o preservativo, se colocou atrás de mim, enrolou meus cabelos em uma de suas mãos, pincelou o pau na entrada de minha xana, eu dei uma rebolada querendo fazer ele entrar então ele disse:

- Vou enfiar sim minha cavala, mas uma mulher com um rabo como este merece pica é na bunda, não sei quando e nem se vou te ver de novo, então fica quieta pois vou colocar meu pauzão todo dentro desse rabo enorme...

Fiquei sem reação, e com um certo medo, o pau dele era grande, grosso, mas eu estava ali dominada, não conseguiria jamais escapar ( e nem queria, rsss ), e meu corpo estava inerte de prazer, apenas pedi pra ele ir com calma, o que não adiantou muito, pois ele colocou a cabeça do pau na entrada e empurrou pra dentro, dei um grito, um misto de dor e prazer ( que eu tb amo ), ele segurou por alguns instantes e enfiou um pouco mais, eu sentia minha bunda ser rasgada, e então ele enfiou até a metade, e eu pedi:

- Espera um por favor, ai, seu pau é grande, tira um pouquinho seu safado.. ai..

Túlio soltou meus cabelos e me deu um tapa no rosto dizendo:

- Cala a boca, quero escutar você só gemendo ou pedindo pra eu enfiar mais sua vagabunda, safada.. Tava pensando que eu não ia comer esse cu é, sua piranha.. Sei que vc tava maluca pra sentir o pauzão aqui todo dentro desse rabo....

Levei outro tapa no rosto, e mais um, eu já sentia que estava me acostumando com aquela tora, ele me provocava, eu sentia ele latejar. Levei outro tapa com ele dizendo:

- Pede pra eu colocar tudo na sua bunda vai puta, pede. Geme no pauzão do seu Salva Vidas vai. Pede minha vara cachorra.. safada..

Eu me mantinha toda arrebitada, dominada, entregue ao comedor tarado de Vitória, e que tesão eu sentia, querendo sentir todo o prazer possível eu disse:

- Mete todo esse pau na minha bunda vai, enfia ele inteiro, quero sentir tudinho seu sacana.

Túlio segurou e minha cintura e foi enfiando devagar, eu sentia uma dor gostosa, controlável, que era dominada pelo prazer, seus tapas agora eram em minha bunda. Quando senti ele todo dentro de mim, meu corpo esmoreceu nos travesseiros e ele então se sentiu o dominante supremo, poderia fazer tudo que quisesse, pois eu apenas queria dar pra ele. Ele passou a foder, num ritmo compassado, mas com força, o pau ia e voltava dentro de mim, ele me xingava dizendo:

- Caralho, que rabo gostoso, que bunda gostosa minha putinha, rebola no meu pau vai, safada, vadia...

Eu rebolava, dançava com o pau todo dentro da minha bunda. Ele deitou e me puxou pra grudar em seu corpo suado e forte, colocou o pau novamente no meu cu e me enrabou de ladinho, conseguíamos nos beijar, e isso pra mim é um verdadeiro delírio, amo um pau indo e vindo dentro de mim e beijar na boca ao mesmo tempo. Túlio sabia como me deixar maluca, sabia como dar prazer, fazia do jeito que eu gosto, do jeito que um homem tem que fazer. Ele ficou me comendo assim de ladinho por um longo tempo até que senti o pau inchar, ele iria gozar e eu pedi:

- Goza na minha boca, quero leitinho quente ...

Ele então saiu da cama, tirou a camisinha, me colocou de joelhos no chão na sua frente e colocou o pau na minha boca, não usei as mãos, só a boca, só os lábios, eu passava a língua em seu saco escuro grande e que pingava de suor daquele momento eufórico de prazer, seu pau todo babado com minha saliva ia e voltava na minha boca e então ele gozou, mas foi um gozo forte, abundante, seu leite inundou minha boca, desceu em minha garganta e escorreu no canto da minha boca. Eu engolia o que conseguia. Não satisfeito, ele tirou da minha boca e ainda gozou uma boa parte em meu rosto e seios, me deixando toda melada. Fomos tomar um banho juntos, estávamos molhados, o quarto cheirava a sexo e prazer. Ele se lavou e saiu, disse que pegaria mais gelo pra fazer mais 2 doses de “combo” pra nós. Demorei um pouco mais no banho. Ao sair, ele já estava na cama, me deu um copo já com nossa bebida pronta. Dei um bom gole, estava com sede. A vodca desceu bem, me fazendo querer mais rola. Ele estava sentado na cama, me ajoelhei entre as pernas dele e abocanhei seu pau, Usava só a boca, sem colocar as mãos, aprendi com o tempo que só o toque da boca no pau do homem dá um tesão ainda maior neles. O pau cresceu rápido na minha boca, eu apoiava as mãos em seus joelhos e mamava a pica escura de Túlio, babando ela toda. Fiquei de pé de frente com a parede, puxei uma cadeira que tinha no canto e coloquei minha perna direita apoiada nela, apoiei os braços na parede e disse:

- Me fode...

Túlio colocou uma camisinha e numa estocada só enfiou o pau inteiro dentro de mim, hum... que gostoso, que sensação gostosa, que pau tesudo ele tinha ! O pau dele entrava e saía com força, ele dava tapas em minha bunda, me xingava e comia como um tarado.

- Toma sua safada, toma rola, sente minha pica nessa buceta quente !!!

Túlio então sentou na cadeira e eu fui de frente pra ele e sentei em seu colo, a vara entrou gostoso em minha buceta molhada, beijei sua boca enquanto cavalgava, ele me fazia sentar até o fim, e a cabeça da vara batia lá no fundo, as vezes ele mamava meus seios, mordiscava os biquinhos. Eu mexia os quadris, rebolava, provocava, queria retribuir todo o prazer que ele estava me dando. Túlio me fez sentar de costas pra ele, e assim eu continuava a cavalgar, sentando e levantando, subindo e descendo naquela torre marrom. Amo cavalgar em um macho de verdade, um comedor safado. Ajoelhei no chão debruçando meu corpo sob a cama, ficando de quatro e ele veio como um cavalo, socou tudo de uma em mim:

- Que safada, que gostosa você é.. sente a vara .. sente puta.. geme no pau vai..rebola pra mim ...

Eu respondi: - Então mete vai, mete na minha buceta, me come gostoso, bate na minha cara...

E enquanto ele metia a pica em mim, eu sentia seus tapas no meu rosto, tapas firmes, não pra machucar, mas pra mostrar que ele era o gostosão, e eu gostava disso. Mulher que gosta de sexo, tem que saber provocar e também saber que os machos é quem comandam tudo, amo ser comandada. O pau entrava inteiro dentro de mim, eu sentia minhas coxas molhadas, meu líquido escorria entre as pernas de tanto tesão.

Subi na cama e deitei de costas, ele colocou minhas pernas sobre seus ombros e num frango ou galinha assada enfiou o pau. Túlio transpirava prazer, ele gemia, sua cara de safado me excitava, seus beijos me faziam querer cada vez mais pica, ele ficou me comendo assim um bom tempo até que gozamos juntinhos, eu sentia meu corpo leve, totalmente leve, ele tirou a camisinha e gozou na minha barriga, uma enorme quantidade de porra, que parecia que nem tinha gozado a uns 40 minutos atrás. Ele deitou-se do meu lado, me deu um beijo. Ficamos ali alguns minutos, recompondo forças, pegando ar, voltando a sentir todo o resto em nossa volta. Tomamos um gostoso banho juntos, com muitos beijos, o pau dele por mais que tivesse gozado, continuava semi duto, e isso me deixava maluca. Mas tínhamos que ir embora, já eram quase 20:00 hs, e meu marido já deveria estar no hotel, eu tinha visto 3 ligações dele no celular que não atendi.

Assim que saímos do quarto, percebemos haviam 2 casais em um só quarto, e a farra parecia boa. Descemos e fomos embora. Túlio me deixou perto do Hotel, e ficamos de nos ligar, e quem sabe marcar outra saída.

Assim que cheguei no quarto do hotel, notei que meu marido não havia chegado, liguei pra ele e notei sua voz meia embaralhada, estava bêbado, e ele disse que tinha me ligado pra avisar que tinha saído do clube e isso pra casa de um amigo, mas que logo estaria no hotel. Bem, menos mal.

Na segunda feira eu nem quis sair para ir à praia, meu marido de ressaca dormiu a manhã inteira. Eu estava cansada e dolorida, mas plenamente satisfeita.

Espero que tenham gostado.

Gosto muito de poder fazer amizade com pessoas legais, amo receber e-mails de pessoas comentando meus relatos, e quem sabe até, uma amizade real.

Aprecio contato com homens realmente dotados. Sou casada, porém carente de uma rola gostosa, e amo mamar bem gostoso um pau, engolir ele todinho.

Quem quiser me escrever, fique a vontade, prometo responder a todos:


Este conto recebeu 3 estrelas.
Incentive Loira Casada a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
10/05/2015 23:07:42
Muito bom!!!
10/05/2015 23:07:23
Muito bom!!!
01/05/2015 07:59:58
Ótimo conto, ótimo escrita, parabéns nota 10
30/04/2015 17:23:13
Humm delicia tuudo isso. Nota 10. Leia o meu e deixe seu comentário
30/04/2015 16:37:36
Li seu primeico encntro com o Túlio gostei por demais, agora este reencontro esta delicioso. Vc e uma otima autora e excelente amante que sabe proporcionar prazer a um macho de verdade. Sorte do Tulio que se deu bem nesta historia que imagino ao parar por ae. Continue escrevendo se rolar algo mais. Peço que leia o meus contos. PARABENS pela historia e nota maxima nao so pelo seu conto tambem por ser otima autora. Bjaozaooo

Listas em que este conto está presente


Online porn video at mobile phone


sexo na madrugada prudentinafilme porno basileiro acunha ridasou puta e cadela do meu cachorro e corno adoracontos eiroticos leilapornAliviando os funcionarios contos eróticosporno lesbrica chupando a amiga dorminhocscontos eiroticos leilapornsexo com tapas na cara.puxau de cabeloscuzinho apertadinho rosto lindinhoZefa doida você tá aqui de novo olhando na casa dela pornôvideos porno pau gigante.na.bucetinha apertada deu emoragiaComtos erotica's ninfeta mestada adoramdofotos com menininhas de vestidinho distraidas deixando ver a bucetinha por baixo do vestidocontos eróticos minha esposa queria saber do apelido do meu amigo negaonovinna perdeno. a virgindadeContos Eróticos. Dona Veracomendo o cuzinho impinado da conhadanovos contos eroticos de maes dandos suas calcinhas usadas como premio pros filhosMostrar video de rapazes fazendo uma surubs gostosa com a novinha linda rapazes gosando muito e gostoso eles sentindo prazer um com o outro comendo a boyzinha e depois pegando no pau um do outro em xvideocarolzinha santos com muito putaria trepanogordinha metelinabiba boqueteras pornoWxvidio comedo di ciuRapais fudendo aeguacomtos eroticos de cara ensinado a cunhada novinha a dirigi e fudedo elaxvideo do cunhado pecado a cunhadinha a fosa e pede pra nao goza dretrovídeo pornô tia da peruca da carinha de anjo dando o rabocontos porno scat lesbicocontos eróticos gay ESCRAVO DO MACONHEIROmeto cazeiro pra ajeitar pau tortoconto erotico era da grossura de uma berinjelatirei a virgindade da minha empregadagrtandoo casadas escandalosascontos eiroticos leilapornxvpaniquetiMãeem sinaa filha chupa picaporno pasando a rola na mulher do corno no onibosMeus amigos me foderam bebada contosabusada cruelmente por um negro roludo pornocontos eroticos esposa sodomizada bebada jucavideos de novinhas perdendo o selinho e chorando na hora que o pau entra na bucetinha viagem delascasadoscontosjaponesavideo porno papai italiano comendo a filhinha italianinhabucetaazedinhaContos erticos de gang bang gang bang com os pauzudos no ponto do onibuschorei no cavalete contos eroticosconto erótico esfolei o cu e a buceta dela com raivacontos de machos dominando cornos submissoseu sou corno e ela com amigo de conchinha xvideoxvideo mulher passa por baixo da corda e arrebenta maiorsanporno irma louca pra da o cu pro irmao provoca ele ate ele come cu delavideos decavalo con medo asua dona ate gosamuitocontos eiroticos leilapornvovo do bumdao toma banho com neto do picaocontos eroticos amiguinhassexx não adianta corre cunhada.contos eu meti meu picao nela sem pena incestoXVídeosgarota lindas de olhos verdescontor eroticon sexo madrata maecontos eróticos sexo no carnavalCriatura estranha achando no açude de oros xvideo malhada da bunda torneada da uma piza no homem de sexomulher cagando enquanto dava a bucetavídeo de sexo pornô garganta hipertrofiada engolindo monstro hiper dotadoconto gay "respeitar teu macho"contos eróticos de garotas f****** com padrastoSansão todinho nuaX.videos.com novinha apertada não aguentou o peu do novinhoconto erótico se masturbando com calca legecontos eroticos incedto padradto e intesdagay conto chuléo professor me comeuxvideo pornô Mobile pague 2 de mulheres gemendo com o pau atolado até o talo na bucetae já te mandei tu também vai vídeo pornô adoro sexo de lavadoraCONTOS ERÓTICOS GAY COM HOMENS ATIVOS BRUTAMONTESnovinha nao. greta psu grande. choragostosas da bundonadormindo mae efilha eo pai pornodoidocontos confiei que era so a cabecinha analmulher chama encanador para o manobrista shortcontos eroticos malv comendo as interesseiraxvideoa aventuras anal gay sexo anal ate goza dentro no pelopeito bicuodo de mulherconto erotico afeminado esposa dedos no cu consolocontos eróticos parça do maridogueixa mujonaMeu marido viaja e meu sobrinho me fodeNovinha de 18anos dando para um jardineiro com uma de 16centimetrocorno covarde chorão