Confesse Que Me Ama | CAPÍTULO 24 | Eles Vão Pagar!

Abel chegou em sua casa, abriu a porta e percebeu tudo quieto:

- Vó! Ô, vó! A senhora tá aí?

Não recebendo nenhuma resposta, levou a mão ao bolso onde trazia a arma.

O silêncio continuava.

Derrepente ouviu um barulho vindo da cozinha. Correu até lá:

- Não! Meu Deus, não! Vó! Vó! Por favor! Fala comigo, vó! Vó!

Dona Carmem dava seus últimos suspiros quando Abel apoiou a sua cabeça em seu colo. As lágrimas corriam em seu rosto enquanto dizia:

- Vai ficar tudo bem, vó. Por favor, não me deixa! Fica comigo, vó! Fica comigo!

- Eu acho que já é tarde, Abel! - dona Carmem ofegava.

- Shhh! Não! Fica quieta. Não diz nada.

- Eu preciso dizer... Eu te amo.

Abel ficara perplexo. Não era a primeira vez que sua avó lhe dizia isso, mas ali naquele momento que parecia ser o último estas palavras tiveram outro efeito.

- Eu também. Eu também te amo, vó! - Abel sussurrava em seu ouvido. - Me perdoa! Me perdoa, por favor!

- É claro que sim! Meu garotinho! Apesar de nossas brigas e desentendimentos, eu nunca perdi a esperança em você. Eu estou indo agora triste por não ter visto a mudança acontecer, porém feliz pois sei que a semente está aí dentro e mais cedo ou mais tarde ela vai brotar.

- Vó! O que eu vou fazer sem você? - Abel soluçava. - É tudo minha culpa. Eu te matei!

- Não se preocupe comigo, eu vou ficar bem. Cuide-se, você ainda tem muito o que fazer, meu filho. Agora, me prometa que você vai mudar. Que você vai encontrar felicidade sem machucar ninguém. Me prometa que você vai ser um homem livre. Um homem de bem...

- Eu vou, vó! Prometo. - Abel segurava a sua mão que respondia agarrada à sua com força.

- Então agora eu posso ir em paz...

Aos poucos a voz de Dona Carmem foi baixando, se perdendo em sussurros. Seu rosto congelou num esboço de sorriso, os olhos foram se fechando lenta, mas progressivamente. A mão que tinha agarrada à de Abel, por fim foi enfraquecendo até que se soltou totalmente.

Estava morta.

Abel chorava.

***

Cauê encontrou-se com Janaína na praça. Ao se aproximar percebeu que ela estava chorando. Quando o viu ela o abraçou forte.

- Jana, o que aconteceu?

- Me abraça, Cauê. Preciso muito de um abraço agora.

Cauê a abraçou sem entender nada.

Janaína soltou-o, pegou um papel no bolso e entregou para ele. Cauê abriu o papel, leu e chocado perguntou:

- Jana! Você está grávida?

***

Antônio e Felipe finalmente chegaram a casa de Abel. Do lado de fora havia viaturas de polícia e uma ambulância onde um corpo estava sendo colocado.

Antônio saiu correndo do carro enquanto Felipe tentava entender o que estava acontecendo. Sentiu medo de ter causado alguma desgraça. Mas havia.

Antônio se aproximou da ambulância e viu o rosto desesperado de Abel iluminado pelas luzes azuis e vermelhas dos carros. Correu até ele e o abraçou. Sem nem distinguir quem estava o abraçando, Abel respondeu ao abraço com soluços profundos:

- Sinto muito, Abel! Tentei impedir, mas cheguei muito tarde!

- A culpa foi minha! Foi minha!

Felipe vendo aquela cena sentiu um profundo sentimento de culpa. Nem o ódio que sentia de Abel o fez se sentir melhor:

- A culpa foi minha. Desculpa, Abel. - sussurrou para o vento e logo saiu.

***

- Como isso foi acontecer, Jana?

- Eu não sei! Não imaginei que fosse. Meu pai vai me matar...

- Mas e o Joaquim? Ele sabe disso? Ele é o pai, né?

- Claro que sim. Ele é o pai... Tenho certeza disso. Você está duvidando de mim? - Janaína parecia irritada com a pergunta.

- Não. Jamais. Sendo assim, você precisa contar pra ele.

- Eu tentei. Ele mudou o número de telefone, excluiu perfil do Facebook... Está totalmente incomunicável.

- Então você precisa ir atrás dele.

- Eu não quero ir sozinha... Vem comigo?

Cauê não sabia se estava pronto para ver Joaquim novamente.

***

- Tenho que ir em bora daqui. Rápido! - Abel entrou correndo no quarto.

- Ei, o que você está fazendo? - Antônio veio logo em seguida. - Se você for agora eles vão desconfiar.

- E se eu ficar eles vão me prender. - disse colocando algumas roupas numa mochila.

- Por favor, Abel! Não piora as coisas.

- Vem cá, eu mal te conheço, quem é você?

- Fique, vai dar tudo certo.

- Não, não vai! Vou acabar com quem fez isso com ela.

- Você sabe quem foi?

- Sei.

- Então por que não conta pra polícia?

- Porque isso é assunto meu, estranho! Agora sai da minha frente.

- Não vou deixar você sair.

- Sai! - Abel empurrou Antônio e fugiu pulando o muro dos fundos.

Ele lembrava do último pedido de sua avó, mas isso ficaria pra depois. Agora ele tinha problemas muito mais sérios para resolver e muitas pessoas para machucar.


Este conto recebeu 0 estrelas.
Incentive Garoto Babado a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
30/12/2014 11:28:37
Muito bom
21/12/2014 00:00:50
Conto maravilhoso, parabéns! E continue logo!!
08/12/2014 05:14:07
Ja tinha esquecido esse conto kkkk
07/12/2014 22:31:30
bom
07/12/2014 18:05:46
Mais um capítulo, seus lindos! Sei que ando bem afastado, mas estou tentando voltar! Beijos.


peguei me filmando e pus pra mamar gay xvideoscontos mulher casada da igreja deixou dois arrombar seu cuxvideo dramim pra sograpornodoido so cinquentonas juntasxxvideos com branquinha rabuda leva gosada na bucetaistorias eroticas de insesto filias mas novinas y pai en la rosa o facendacontos eroticos de cheirando minhas calcinhas mulher d fiu dentau atolado no raboMeu padrasto bella&alexcontos de sexo filio gozando dentro da maeConto Meu Pequeno ,Meu Amor 1Temp. completa casadoscontosesposa brochei dedos no cu viadinho conto eroticovide pono pai fendo afila tomando bainocontoerotico eu namorada mae e tiocontos porno scat lesbicoimem roludodovídeo de pornô transando com a ponta dele tequingofaite pornônegao fode menina sem peitoxvideosmarcelo strause aguilarconto erotico gay fui obrigado a virar travestiContos de marido fazendo esposa cadela confessar traiçãoas buceta mais lagarporno gay com agente peniteciario sarados e gostosomenina tem cuzinho virgem.tirado cabaço pelo policial.roludo na blitescasos amad tira calcin pra irm gosa ponh casa favela cariocaConto erotico virando gay cem quere e a força e chbuceta carentecontos eroticos malv comendo as interesseiraconto erotico de gravidawww.contos de scat namorada chupando o pau de bosta dereto do cu.comadolecente loira abrinda xota gosada muitocontos sexo gay chulévideos porno de novinhas fodida por maquena ate chegar ao orgasmo vzoofilia cachorro fica engatado na nistaAssiriricas mais loucaspornodoido travesti do brasil dano leite fartonovınha fudendo no motelmamando o peitinhoduro dafilhacontoerotico eu,namorada, minha mae e tio jorgeContos mulheres amamentandoscontos eroticos.meu sogro me enrabou na barraca de campingpuchou a calcinha da prima e colocou cabeça pintoXevedeos cumendo a ex esposa do meu primo vedeos casero instalar música no musio só linguadinha na ppk da novinhasexo pregando no fagarConto dei para o meu subrinho novinho e eli gozo dentro de mincontos de sexo depilando a sogramamaezinha como vc é taradafoi corta caminho no beco xvideoscasa dos contos esposas pagando a divida dos cornos enroladosXvidio mulher asusta o maridocavalga ai ui mete primo caralho contoalgumas imagens da de um homem chupando o priquito da mulher nem bem ainda mais colocava a piroca dentro do filho da mulher e ainda mais a mãe brigava com eleVou contar do dia que fis minha esposa gosar quenem loucaSou coroa casada os mulekes rasgaram minha calcinhaxvideo espoza nao aguentou ver cazal fudendoxivide cavalo gozando dentro demuleRelatos erotico curtinhos com detalhes sobre virgem penetrada a força violentamentecontos eiroticos leilapornConto erotico mulher quarentona crente dando o troco com amigocoroas gays contosfotos da coleguinhas com muita Pegação de um tempinho antes de transarxvidio no binha petdeno ocabadoxvidiopornô doido meu padastrovideo porno inedito de mulher gozando descontrolada no vibradorentiada nao aquenta rola do paixxxvideo sai mestroaçaona chacara o cazeiro comeu minha mulher e minha filha conto eroticovideos de encesto frances madrasta e entiado durmindo juntos e ele fica de. pau duro a noite e escosta nela e ela nao recisticorroas fudeno com tres danocuela dizia que era crente mas me mostrou seu fio dental e fez um boqueteconto erótico meu bebezinhoporno nao guentou etentou fugir gigenrelato erotico evangelica casada carente da buceta peluda greludacontoerotico namorada e mae putas do tio jorgeconto matuto chipadorxxxvideos nao aguentou e deu uma boradinhagostosa midino pausao do negao e metemdo x videos.comvideo mloira das coxa grossa e da bunda enorme chupando uma boceta d outra loiraenfregando o pau duro na bunda dentro do onibus cheiocontoerotico eu namorada mae e tiocontos eroticos escravasxvideos coroa engoliddo potraporno doido botou amames pra chorarencanador do pau cabecudo comendo o cu da dona de casaxvideo corno arma asauto