Submissão Forçada (BDSM) (Conto com video)

Categoria: Sadomasoquismo
Data: 24/07/2011 00:25:04
Última revisão: 24/07/2011 00:50:51

Eu era uma mulher recém divorciada e

chegada do interior. Toda vida fui

zelosa com meu marido e casa, tinha

uma vida convencional e pacata, até

que uma traição selou o término

do meu casamento de 10 anos.

.

Na época eu estava com 34 anos, sem

filhos e agora sem rumo também,

decidi que aquela cidade do interior

não seria mais tão boa para mim e

decidi ir para a capital. Sem muito

estudo e nem experiência, pois nunca

havia trabalhado fora de casa, o jeito

foi procurar um emprego de doméstica.

.

Assim que cheguei na cidade

intalei-me em um hotel baratinho e fui

logo procurando emprego, pois o

dinheiro que tinha não seria suficiente

para muito tempo de estadia.

Comprei um jornal e fui direto aos

classificados, lé encontrei vários anúncios

e um deles chamou minha atenção por

oferecer moradia na casa onde se deveria

trabalhar, o anuncio dizia o seguinte:

.

PRECISA-SE DE EMPREGADA DOMÉSTICA PARA

ATRIBUIÇÕES DO LAR E OUTROS SERVIÇOS.

REGIME DE TRABALHO 24 POR 7.

.

Liguei para o numero indicado e marquei uma entrevista para

aquela mesma tarde. Cheguei no horário combinado e quem

me recebeu foi a dona da casa, ela morava só, se apresentou

como MISTRESS FERNANDA, disse que eu deveria sempre

chamá-la assim, concordei com a cabeça. Logo no início da

entrevista ela me falou dos afazeres diários, nada demais até

então, porém ela tinha algumas condições que eu devia seguir.

.

Eu deveria estar sempre nua, exposta para ela 24 horas por dia,

7 dias por semana, aquilo me espantou, mas eu precisava de

emprego. Não podia me dar o luxo de negar nada, novamente

concordei com a cabeça. Ela muito séria me disse que além da

entrevista precisaria fazer um teste prático para ela ver se eu

servia para o que ela desejava.

.

Imaginei que me mandaria lavar ou limpar alguma coisa, mas

para meu espanto novamente, ela me conduziu até o quarto de

empregada e mandou que eu vestisse o que estava colocado

sobre a cama, era uma cinta liga preta com meia calça sete

oitavos e só, nada mais, me deu 5 minutos para me preparar, e

assim o fiz, quando estava pronta fui até a sala onde ela me

aguardava, ela sorriu sarcasticamente e mandou que eu me

colocasse de quatro em cima de um puf colocado por ela ali, eu

obedeci, ela segurou firme em uma das mãos um chicote curto

e na outra uma canne (espécie de vara fina feita de bambu).

.

Mandou que eu chupasse meu dedo do meio e lambuzasse

para enfiar no meu rabo, e assim o fiz, ela então começou com

algumas chicotadas e varadas na minha bunda, em seguida me

mandou sentar no puf com as pernas bem abertas, a essa

altura eu já chorava baixinho, com dores e medo me sentindo

humilhada. Ela colocou em meu pescoço uma coleira e uma

guia, pela qual comandava meus movimentos. E eu ali naquela

posição levei varias chicotadas na buceta e bati uma siririca

por ordem dela, todos os meus dedos foram enterrados na

minha buceta, mas ela queria mais, me humilhava dizendo que

eu era uma puta nata, que tinha nascido para ser escrava e em

seguida disse ironicamente: Vamos ver como essa

empregadinha se sai utilizando legumes.

.

E me mandou enfiar um pepino grosso na buceta. Obedeci e

continuei apanhando. Quando ela se cansou da minha moleza,

decidiu ela mesma meter o pepino em mim, com força, me

arrombando e batendo. O pepino foi só o primeiro objeto que

ela me introduziu, em seguida me fudeu com um plug que

aumentava de tamanho dentro de mim, minhas pernas tremiam

de tesão e medo ao mesmo tempo, mas nenhum dos dois

objetos a satisfizeram, ela então mandou que eu engolisse um

monstruoso consolo com a buceta.

.

Eu chorava muito, minha buceta não era acostumada com

aquele tamanho, ela ficou brava, arrancou o objeto de dentro

de mim e me mandou fuder novamente com o pepino, e me

chicoteou como castigo por não ter conseguido enfiar o objeto

que ela queria. Ela decidiu então que era hora de me comer de

quatro. Me colocou na posição e dessa vez ela mesma me

comeu com o pepino, ou melhor, com os pepinos, sim, ela

decidiu me enrabar, com um pepino enfiado na buceta. Ela

encostou o outro da mesma grossura na entrada do meu anel,

e sem dó enterrou-o. Chorei muito, há muitos anos eu não era

fodida por ali, estava apertado e doia demais, ela fodia forte,

para doer mesmo.

.

Depois de abrir caminho com o pepino, colocou uma luva,

lubrificou a mesma e começou a introduzir os dedos no meu

anel. Doia tanto... Eu não agüentava, e tentava me esquivar.

Ela se enfureceu , pegou o chicote, e me bateu muito, bateu

com o cabo do chicote, era duro, machucava bem mais, a essa

altura eu só fazia chorar e tentar escapar das pancadas.

.

Quando me acalmei, ela me levantou do puf, me virou de frente

para a parede, amarrou meus braços para cima, me imobilizou,

pegou calmamente seu chicote e disse bem baixinho no meu

ouvido:

- Escrava minha não apanha só na bundinha não, escrava

minha apanha no lombo também !

E começou a me chicotear novamente.

Quando cansou de me bater, me imobilizou de outra forma,

com os braços algemados para frente, utilizou cordas para

prender minhas tetas. Era assim que ela chamava, dizia que

quem tinha seios eram mulheres, eu como era um animal, tinha

tetas, ela os prendeu firmemente até ficarem bem rijos, colocou

prendedores nos bicos, prendedores de grande pressão, e na

ponta dos prendedores pendurou pesos, fez o mesmo na

minha buceta.

.

Minha buceta tremia junto com as minhas pernas, e eu só fazia

chorar baixinho. Apanhei com a canne nas tetas e com o

chicote na buceta, a dor era tremenda, tentei suportar o

máximo que pude. Já livre dos prendedores, ela mandou que

abrisse minha buceta com as mãos e novamente me chicoteou

nas tetas e na buceta. Ela me mandava pedir, eu pedia: mais

mistress, mais mistress...

.

Mas o pior foi a surra de canne no grelo e na região pélvica.

Eu implorava, pare por favor, pare eu imploro, clemência

mistress, clemência..., Ela disse: você quer que eu pare, eu

paro sua cadela...! Ela parou, mas imediatamente me colocou

novamente de quatro e começou uma severa surra de canne na

minha bunda. Ardia absurdamente... Cada golpe queimava

minha pele, sentia muita dor e chorava compulsivamente.

Seu sadismo era infinito e durante uma surra de chicote no

lombo, meio que perdi os sentidos e tombei do puf que ela me

colocara, mesmo sem forças para implorar ou chorar, sentia

que ela não saciava e continuava com a canne, me chutava e

pisava com seu salto agulha vitoriosa com o que havia

conseguido.

.

Quando recobrei totalmente a consciencia estava deitada na

cama do quarto de empregada, me levantei meio tonta e vi que

ao lado da cama, sobre um criado mudo havia um bilhete que

dizia:

VOCE FOI APROVADA O CARGO É SEU.

PARABÉNS! VOCE É MINHA MAIS NOVA EMPREGADA

CADELA.

TERÃ ESTA NOITE DE DESCANSO, PORÉM ESTEJA PRONTA

AMANHÃ PELA MANHÃ, SERÁ USADA NOVAMENTE.

DE SUA MISTRESS FERNANDA.

Dali em diante eu pertencia a ela, mais do que como

empregada, pertencia como cadela, como objeto, como

brinquedo, como ela quisesse, tive permissão para buscar

alguns pertences no hotel em que estava hospedada e logo

voltei para a casa dela, poderia ter tentado fugir, procurar outro

emprego, mas na verdade, aquela sessão tinha sido muito

pesada, eu tinha sido muito machucada e humilhada, mas no

fundo não podia mentir para mim mesma, eu tinha gostado,

sim, tinha gostado e estava totalmente entregue aquela mulher,

MISTRESS FERNANDA, minha Dona dali em diante.

.

Obrigada pela atenção, espero que tenha gostado.

.

Beijos

Michelle Submissa (Fantasy Island)

E-Mail:

.

Quem quiser o conto com o video, pede para o email acima

mas menciona que é para este conto, e deixa tambem um

comentário e a nota que deu.

.


Este conto recebeu 0 estrelas.
Incentive Orfao a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
15/09/2018 11:57:27
12/08/2015 17:04:43
11/08/2015 17:22:47
Nunca tenho a certeza de se é melhor dominar uma mulher que não é submissa, (pela força) ou aplicar toda a dureza num escrava assumida, que espera o que vai acontecer. Por vezes, acontece como neste conto. Muito bom. Bem escrito e excitante. (solicito o envio do vídeo do conto "Doméstica seviciada pelo casal de patrões" para Obrigado). Naturalmente, para este conto: nota 10 (não haverá nota maior")
11/08/2015 12:37:02
No comentário anterior, esqueci de colocar, no pedido do vídeo, o título do conto : Submissão Forçada (BDSM) (Conto com video) Yorg. Obrigado.
11/08/2015 12:27:40
A sua iniciação foi muito dolorosa. Mas fez você descobrir a condição de escrava escondida no seu íntimo. Um belo conto. Bem escrito. Bem narrado. Gostaria de ler outros, pormenorizados, sobre o seu "trabalho" nesse belo horário de 24/7. Se puder, agradeço, também o envio do vídeo: Um beijo. E se sua Mistress permite: duas chibatadas fortes no lombo e no rabo. Yorg
01/10/2014 15:23:20
Obrigado pelos comentários e notas. Daqui pra baixo, pra quem deixou o email, eu enviei este conto com o vídeo e outros contos também. Comentem por email que a gente manda mais contos direto pra você. Abraços da Moderação da Fantasy Island - Email:
11/09/2014 13:53:22
Nota 10 o conto. Mande o vídeo por favor :
24/06/2013 19:38:26
Adorei quero videos! beijao
13/03/2013 08:18:33
13/03/2013 08:17:33
me manda o vídeo também gata to loco pra ver bjos xau
13/03/2013 08:16:05
ae nota mil adoro sadomazoquismo está conto foi incrível cheio de lágrimas e choro e dores simplesmento amei bjos
12/03/2013 11:42:22
Ja mandei o conto com video por email pra todos daqui pra baixo.
12/03/2013 00:52:08
conto legal meu imail
14/01/2013 17:37:44
Preferência é igual a cú. Cada um tem o seu. Foi bem contado.
09/01/2013 20:13:47
Adorei. Se ainda for possível, me manda o video
09/01/2013 20:13:07
Adorei. Se ainda tiver como, me manda o video
05/09/2012 02:06:18
Ótimo conto... adoro submissões manda aew
30/04/2012 16:58:17
me manda o video ai
10/04/2012 17:33:50
Adorei. Muito legal. Aguardo o video.
10/04/2012 17:32:53
Adoreio o conto com bons detalhes.


coroa e varoa safadagenro de pinto piqueno j conto eroticopai picudo comendo filha em BelémXVídeos a despeito amiga da negraContos porno com motoristapornodoidao mae ensinado entiada a fude8pega baixa vidio pornovelhofudendocomsobrinhaContos Eróticos. Dona Verasogra gostosa morando nacasa dogeroporno nao no cu nao e groso e conmprido aaaiii de vagaContos eroticos de gosadas das novinhas mijonasarreganhada, arrombada fodida arregacada chorei contos eróticosesposa trai o esposo na fantasia c mularo de 1:90contos encoxando e penetrandomulher pelada e homem pelado homem botando sua Peixada da bunda da mulherconto eroticoviadinho novo virgemtati vaqeira nua nasiriricacontos eroticotransei e com o padre e fiquei gravidaesposa pelada curva para pegar sabonete marido pirocudo come cu dela semela espera ela gritaconto 25cm.de pica no cu da mamaecunhada louca pra sentir rola grande pega cunhado de pau duro e nao resisteporno gey contos eroticos tirando virgindade de menininhos novinhoso negrodotado contos biotário ao extremo contos eróticosfotos de homen com short fino dechando a rola sair para foradescobri que minha sogra lambe uma buceta porno.menina tem cuzinho virgem.tirado cabaço pelo policial.roludo na blitescontos lactofiliacontos real casada timida 1 vez no cinema pornocontos eroticos tirei a virgindade do meu ermao bem novinhocoroa loira tranzado até gouzanegao erguendo branquinho no pauporno com magrınha com dotadoporno nochoanachupando cuzinho beiçudocontos vadia humilhada sexo grupalporno olhei peguei chupeiXVídeos cara empurrando a rola na b***** da nega e saindo pusMoreninhas com ropa dessentescontos eroticos capataz pau grosso que comia eu e minha mae e minha irma na senzalapornoproibidodoidaoxvideos gay pega medingo na rua e leva p casapescado comedo a morena e a loiraxvideoVer contos eroticos de pai comendo a buceta virger da filhaincesto amador no surdãoAchoaki xvideoporbodoido disvirginando as novinhasamitos drmindo com amigo cacetudo e sentindo a vara cotucar seu rabo contos eroticoscontoerotico eu,namorada, minha mae e tio jorgecontos de sexo depilada na praiacontos eroticos crenteputinha do titioXvideos cunhadinha de tualhacontos erotico insperto escolaconto erotico gay com vizinho velho coroa grisalhoanimal zoo cadela gritando na rola do dono pornpornodoidoforçando a transaros escrava Negra a sair da Senzala para trabalhar e se masturba as duas gente tomarXxvideosnegrinhas.comsessentona casada carente de rola sozinha no fim de semanaContos hetero louco por chuleconto erotico enteada safada assediandocontos erodicos comi minha netaWww.vidioerotico.deminas.geraís.com.porno familia jurássicanovilhos e velho gay atrasando facessittingwww. xvideois. com.br. padato cao a enteadacorno covarde chorao contos eroticosContos eróticos- pau grosso e comprido me rasgou e parei no hospitalcomi o filho do melhor amigo conto erótico gaymtk contos eroticos coisas do destino capitulo 1xxxvideos novinha culpado ate goza na boca