Meu marido e um casal de amigos

Um conto erótico de ana
Categoria: Grupal
Data: 23/08/2009 18:19:51
Última revisão: 29/08/2009 04:20:32
Assuntos: Menage, Grupal, Anal

Vou contar como foi o fim de semana. Fomos só nos 4. Já no carro, o marido da amiga me deu uma coleira de couro e mandou que eu a colocasse no pescoço e ordenou que eu tirasse a calcinha, ali mesmo. Olhei pra ele incrédula, o que me custou um forte tapa no rosto. Obedeci constrangida, tirei a calcinha por baixo da saia. Ele estendeu a mão para que eu lhe entregasse, pelo canto do olho vi meu marido, no banco da frente, olhando pra mim. Eles falaram que não teriam limites, que me usariam totalmente, ate eu pedir para parar. A única coisa que não fariam seria me lesionar. Toda dor seria obtida sem lesão, mas poderia haver pequenos machucados e roxos.

Ela falou que eles tinham combinando me abusar demais, para testar meus limites, descobrir ate onde eu agüentava. Meu marido e ele me falaram que eu ficaria presa no sitio, nua e amarrada por uma coleira, tendo que comer e beber apenas quando ele deixassem, como uma cadela, e ainda por cima receberia seqüências de chicotadas que poderiam acontecer a qualquer hora do dia ou da noite, por qualquer um dos três. Eles dormiriam em camas, eu no chão em um pequeno colchão. Esse é o tratamento que dão para as escravas. A seguir ela me colocou um plug anal e um vibrador socado na xota. eu estava sem calcinha, então para não deixar o plug e vibrador sairem tinha que me manter firme no banco, pois falaram que se eu deixasse um deles sair, eu ficaria nua na estrada. Eu tive que viajar assim com o cu e xota arregaçados. Os três falaram que eu ia me arrepender de ter pedido para sofrer.

Ao chegar ao sitio, ela me mandou tirar toda a roupa, pois queriam me examinar totalmente. Acho que, para verificar se tinha feito uma preparação como tinham me mandado, depilação total, sem um pelo qualquer. Olhou-me, conferiu se eu estava toda depilada como queria e mandou que eu me ajoelhasse, tirasse seus sapatos e beijasse os pés dos três. Fiz isso com devoção como deve fazer uma boa escrava. Eles devem ter gostado de me ver assim, pois logo tiraram a roupa e ficaram so de peças intimas. Eles visivelmente de pau estava completamente duro. Ela vestia um espartilho negro, muito sexy e uma calcinha fio dental e sutiã meia taça.

Ela como uma dominadora se apressou e começou me testando. Conferiu meu beijo e se eu estava com a xoxotinha molhada. Eu me sentia tímida diante dela me observando e me apalpando daquele jeito, com aquela autoridade. Ela nunca tinha sido tão autoritária. Ai eles, os homens e ela, começaram a me usar para valer, e a fazer tudo o que haviam premeditado (não sei se tudo). Mas antes me colocaram de joelhos no chão e me deram umas palmadas bem fortes, quando eu pude sentir um pouco da força dos trés. Eu ainda estava sentindo minha bunda queimar, quando ela me mandou ficar de quatro, tirou o plug e começou a enfiar uma pedra de gelo no meu cuzinho. Ela enfiou, colocou de novo o plug e eu senti queimar. Tirou o plug de novo e colocou uma bolinha de lubrificante. Não sei quantas eram. Iam entrando uma a uma e eu comecei a sentir que não era mais dona de mim. Ela enfiou as bolinhas de gel e disse que os três me enfiariam tudo o que quisesse em qualquer lugar e quantas vezes quisesse.

Depois começaram a me amarrar. Primeiro prenderam meus pés e mãos com correntes e cadeados. Apertaram meus seios com as cordas até ficarem bem estufadinhos e depois colocaram prendedores, muitos deles, e eu senti muita dor, misturada com o prazer de estar dando prazer ao aos três com isso. Esse era o meu maior prazer, que me fazia me contorcer de tesão e dor, juntos. Abrindo as minhas pernas e amarrando mais, para que ficassem bem presas e que eu não pudesse fechá-las, ela foi colocando prendedores na minha xoxota. Muitos também. E ainda dava uns puxões, fazendo os lábios esticarem. Ela era a mais malvada dos três. Me senti como se estivesse sendo estuprada. Exposta, escancarada e à mercê daqueles meus donos

E as coisas iam se alternando, ora eles enfiavam pau na minha xota e cu, já todos expostos, ora ela vinha com um vibrador e socava como se fosse um homem me comendo, me apertava mais, me davam palmadas com força. Eles me soltaram um pouco das cordas, para que eu pudesse ficar de joelhos. Ai ela apareceu com um cinto e disse para eu empinar bem a bunda. Eu ajoelhada tentei empinar..De quatro! Ordenou com raiva, ela. Obedeci, enquanto um arrepio percorria meu corpo. Meu marido ainda não satisfeito com minha posição agarrou meus cabelos e forçou minha cabeça contra o chão. Ainda não aprendeu como ficar cadela? Agora empina bem esse rabinho, que ela vai deixar ele bem vermelho. A primeira cintada doeu muito, e não aguentando passei a mão no local que ardia, outra cintada dessa vez nas coxas. Meu choro aumentou e eu soluçava. Ela perguntou: O que você prefere? Quer dormir na rua jogada na varanda? Ou quer ficar aqui? Eu mal gemia e falei..quero ficar aqui. Sabia que ela estava com muita raiva, pois se eu saísse da casa, eles dois poderiam come-la sozinha. Mas eu não dei o braço a torcer. Chorando, ergui mais a bunda. Meu choro aumentou. Calada! E outra cintada estalou em minha bundinha que já doía muito, pois ela batia com força. Eles ainda tinham pena, mas eu notava que ela estava enfurecida..querendo me judiar.

Eu apenas chorava baixinho, algumas vezes soltava uns gritos abafados, que eram impossíveis de conter, o que me custava mais algumas cintadas. Quando a surra acabou pensei que o castigo tivesse terminado, me enganei.

Fique exatamente como está disse o marido dela. Ele foi até a mesa, e voltou com um vibrador e uma minúscula calcinha de latex. Era um dos grandes, tinha uns 20cm e era bem grosso. Ele foi enfiando o vibrador inteiro na minha bucetinha, aquilo me rasgava. Gemi baixinho, pois já estava bem molhada. Depois pegou o plug novamente e socou no meu cu e mandou que eu vestisse a calcinha e me ajoelhasse ao lado da cama. Em seguida sentaram-se os três e mandaram eu chupar os paus e xota. Obedeci imediatamente, meu tesão já estava nas alturas. Enquanto chupava, senti o vibrador aumentar de velocidade, eles controlavam a velocidade, gemi alto, estava prestes a gozar. Eles sorriam e diziam: Então você irá nos servir até nós nos cansarmos. Me colocaram de 4 na cama. Acariciaram minhas pernas e me posicionaram para ficar arregaçada. Tiraram o vibrador, mas deixaram o plug no rabo. Eles dois começara a brincar com o pau na porta da minha bucetinha, eu delirava. Ela estava sentada na cama de pernas apertar e eu chupando a xota..enquanto era comiga por eles. Eles colocavam a cabeca bem na porta e enfiavam de um so vez, arrancando gemidos, a xota já estava ardia e socar de um so vez doia. Ela dava tapas na minha cara e mandava eu não gemer e sim chupar.. Eles dois se alternavam..um socava um pouco e parava. Vinha o outro. Eu ia nas alturas com aquilo, Eu via estrelas de dor e prazer. Eles bombavam forte, eu gemia como louca. Fui fodida naquela posição por muitos minutos, gozei umas duas vezes, fiz ela gozar duas também, até que eles resolveram gozar, me enchendo de porra. Quando terminaram, foram até o banheiro, tomar banho. Mas eu fiquei ali, toda melada de baba e porra, não sei por quanto tempo, sei apenas que adormeci, de cansada...

Acordei sentindo que estavam mexendo no meu cu. Eu já não tentava me defender, apenas aceitava obediente, ser tratada daquela forma. Meu marido me deitou na cama, de forma que minha barriga se apoiasse nela e minha bundinha ficasse totalmente exposta. O casal me segurava firme pelos bracos e pernas Só percebi sua intenção deles, quando senti um consolo grande de mais de 20 cm, encostar em meu rabinho. Gemi e tentei sair, mas eles eram mais forte e não permitiram . Eu já estava ardida e com o vibrador grande sabia que iam me rasgar. Está com medo vadia? Por favor, senhor não me machuque. Calada! E antes que eu pudesse falar mais alguma coisa, meu marido enfiou seu consolo enorme em meu cuzinho de uma só vez. Quase desmaiei de dor, gritei alto. Fiquei ali, chorando muito e pedindo pra que ele parasse, mas não adiantou, meu marido tirava e socava tudo de novo. Ficaram assim me rasgando por um bom tempo..Depois me deixaram jogada novamente e foram tomara café e eu fiquei ali, me sentindo realizada mas todo dolorida, mas feliz. Sabia que estava sendo usada, mas me sentia bem, apreciando, com prazer. Sabia que era loucura, mas estava decidida a ter prazer.


Este conto recebeu 0 estrelas.
Incentive ana.putinha a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
04/07/2017 15:37:55
04/07/2017 15:37:37
16/09/2009 17:23:17
gostaria de ver sua esposa tranzar com um homem maduro , honesto,respeitador, entre outros atributos, me procure
29/08/2009 00:20:22
começou mal


mulequinhos surfistas pauzudos pornogas. no. xfideoclubedosmaridoscornoscontos eiroticos leilaporngay cdzinhanegro escravo fudendo filho do patrãomeu primeiro boqueteviduda.mulhe.pulando na cama so de causinhameu tio me comeuxx videos teste de fedelidade brasileirocontos veridicos com enteadasSomente contos reais de marido chorando e ecitado que chega em casa e pega esposa trepandocontos eroticos desconhecido tirando cabaço d mulecacomtos eroticos de casal de bh coroa muito gostosa c corno no bailher de carnaval ano 2018 c negaocontos eiroticos leilapornele colocou com muito carinho aquela pica enorme na minha xanaconto erotico huntergirls71Irmao come cú irma dormímdonovinha dando pauzudi com cazelinafilha assiste porno no quarto e mae e comida por outro e mae escuta barulho estranho e vai ver o que e e ve a filha se masturbandoirma dormondo com o.pau do irmao na bova pornodoidovídeo de uma mulher é o cara para tirar a virgindade dela pegando ela pulsarelatos íncestos tio e sobrinha dormindo nuxvideos homen perdendo o cabaco com mulher esperiente fudedeiracontos gay ajudando meu pai fechar a venda 2contos eróticos brincando cavalinho com a irmã/texto/201310401família sacana foto de homem chupando b***** de mulher chupando pinto de homem e mulher gritacontos eiroticos leilapornela fechar os olhos e cetim o pau entra no cu ponocontos eróticos de homens peões de obras fazendo sexo com outros homensCoroa.da.buceta.muxibada.xnxxConto crente siririqueiraGlory hole em banheiros publicos conto realContos eróticos gay meninos maldosospornodoido meninao donzelo.fode muito com sua mae flagrei meu irmao comendo nossa mãecasa do conto meu irmao me encoxouConto erotico bebendo a porra da rapaziadairmazinha de vertidinho coladoeu quero chupar o pezinho da casa da minha vizinha que tem chulé gostoso a loirinha gostosa em chupar meu paucontos eiroticos leilapornwww.com.pornozinho.filha senta no colo do pai deixa elhi de bau duroContos eroticos casada foi humilhada e fodida com cabo de vaçouracontos eroticos malv comendo as interesseirasogrunha pede só no cu e tapa na carafotos porno de emteada xupando o pau do padrastoconto erotico no carrocontoseroticos lactofiliacontos eroticos minha cunhada nao era nada do que eu imaginava.pornorcaseiro mulher cagando no pau do maridoirmãzinha enxergou a bundinha no pau do irmão gente comeu seu c****** XVídeosbucetagosotosaContos eroticos meu vizinho velhotransei com meu primo contohistória e foto de tia gostosa que gosta de fazer macarrão com sobrinho novinho e g****** na mão delapingola pantera selvagemmulher com priquito grande fazendo sexo com Renata tudo mudasseporno contosminha mulher deu na massagemcontos eroticos'brincando de esconde esconde virei putinha dos meus amigos'pornopirno mai efilhoos caras bebados comeram o barbeiro bundudopodólatra xvídioxvideo brasileiras paraibanaiincesto no onibusvideos porn daquelas mulheres enquanto fodem ela mete a mão na boca depois a mão que estava na boca vai a vagina no pornuhfui amarrada por um cara e forçada virgem a da pra varios cachorros conto eroticoúltimos contos eróticos gay da Cnnfilho da pica informo fudendo a buceta da mãe gostosaporne com malheiContos eroticos as amiguinhas da filha no iatesou evangelica casada mas adoro da o cu pro meu visinho que vivi me comendoxvideos entoscadaso puta dancando sexual e menor mostrando o peitinho e bucetinha enchada marcado a calcinhacontos eróticos piscinacontos eiroticos leilapornnegao com pica enorme assusta em despedida de solteiroelementarians casa dos contos eroticostia cheirou a cueca do sobrinho pirocudo demaisTravesti inceto desde pequenacontos erotico gay violentado lingeriewww.xvideos tranzei com minha tia qie só tava de tualhamenina pequena pula muro para calça priquito da mulher casada XVídeoszoofillapornocaseironovinhas lesbicas brasileiras dos peitinhos bem pequeninos gozando loucamente em trio.contos eiroticos leilapornxxvideo dando uma passadinha no quarto da minha irmã novinhaContos eroticos : transei com a cavalona loura da xotona peludameu sogro e seu irmao me funderam juntos contos eroticosconto erotico bandido queria a bunda da minha esposaDormindo e pai comendoxx.comxvideo filhover mae dormindo sofa fica pau duro coloca na boca delaVelhos que mamam seios de sua neta contos eróticosfilmes de sexo so conegona gorda da buceta inchada e cabiludaXvideos,mulher madura toda múscúlosa fudendocutucou a menininha sem penetrar