FOI POR UM GUEY QUE REENCONTREI MEU AMOR

Um conto erótico de Marmanjo64
Categoria: Heterossexual
Data: 14/09/2008 18:07:01
Assuntos: Heterossexual

Depois de minha formatura na PUC de minas, mudei para São Paulo, onde fiquei quatro anos trabalhando, tinha um amigo que trabalhava em uma empresa de grande porte em Curitiba-Pr, certo dia ele ligou e passou uma oferta de emprego na mesma empresa, só que eu teria que mudar para Goiania, topei na hora.

Dois anos depois, eu já ocupava o cargo de sub-gerente da filial e tinha a confiança do filho do dono Sr. Jardel, que éra o gerente geral, certo dia no final da tarde solicitou minha presença no seu escritório.

>Jorge amanha de manha quero uma reunião geral com todos os funcionários da empresa.

>Tudo bem.

Sai de seu escritório, pedi á secretária,

>Faça o comunicado geral da referida reunião.

Já éra tarde da noite meu telefone chamou, éra o Sr. Geraldo dono da empresa.

>Sr. Jorge preciso de sua presença sem falta a manha as dez horas aqui na matriz de Curitiba-Pr.

Depois de meia hora eu já estava no aeroporto embarcando para Curitiba, liguei para Sr. jardel.

>Sr. Jardel ão vou estar presente na reunião de amanha, seu pai solicitou minha presença em Curitiba, já estou embarcando neste momento.

>Tudo bem Jorge a reunião de amanha é só para apresentação de minha nova esposa, ela vai trabalhar junto comigo no meu escritório.

Cinco dias depois eu já estava de volta, entrei na empresa de manha, comprimentei a secretária,

>O Sr, jardel já esta no escritório.

>Não, ele foi a campo grande, mais quem esta ai no seu escritório é sua esposa dona Marta.

>A mulher do chefe.

>Ela mesmo.

Fiquei curioso, abri a porta sem fazer ruido e deparei com uma mulher loira, alta, com cabelos até a cintura, uma bunda grande, ela estava de costa com uma planilha nas mãos.

>Bom dia.

Marta saltou e virou rápido, ficou muda, não disse nem uma palavra, toda surpresa, simplesmente sorriu com aqueles lábios carnudos, ficou me olhando por um bom tempo e andou na minha direção, se jogou nos meus braços, agarrou com força em mim, fiquei com medo da secretária nos dar um flagra, mais não resisti, beijamos na boca loucamente, sem falar uma palavra, sentia seu corpo tremendo de excitação e prazer, ela gemia baixinho, nesta momento eu já estava com o pau duro feito pedra, quando separamos nossos lábios, ela olhou bem no fundo de meus olhos e disse..

>É você mesmo amor,

Sentei na minha cadeira, ela sentou na cadeira da frente, ficamos nos olhando por um bom tempo, passou um filme na minha cabeça, Marta a mulher do chefe, estava ali bem na minha frente, linda, meiga, carinhosa como sempre foi, eu conhecia ela muito bem, estudamos juntos, moramos na mesma casa por quatro anos, durante este tempo todo vivemos como marido e mulher, só não casamos porque ela sempre dizia que nunca se casaria, mais entre nos existia uma atração muito forte, cheguei pensar que nos eramos apaixonados um pelo outro, faziamos de tudo sempre juntos, ela ficava excitada só em olhar para mim, ela tinha uma tesão fora de série, transava a noite toda e cada vez ficava mais gostosa, Marta é uma mulher que nos homens chamamos de vúlção, maravilhosa, linda, sexi e um amor de pessoa, humilde e educada.

Quando meus pensamentos voltaram a realidade, Marta esta chorando na minha frente, nunca tinha visto uma mulher chorar com um sorriso no rosto, éra um momento impar na minha vida, ficava olhando a mulher que mais gostei na vida, chorando de felicidade por aquele reencontro casual, sorri e ela com sua voz meiga olhando para cima e.

>Obrigado meu pai.

Ela abri sua bolsa, tirou um lenço de papel enchugou suas lagrimas, levantou arrumou sua roupa e.

>Jorge, vem comigo.

Foi saindo e eu segui seus passos, passamos pela secretária e.

>Se Jardel meu marido ligar e perguntar por mim ou por Sr. Jorge, diga que nos saimos para fazer as compras necessárias para a reforma do seu escritório.

Mais calmo por ouvir ela passar a secretária suas ordens que éram bem convincente, seguimos rumo ao estacionamento, fiquei de boca aberta ao ver seu carrão importado, ela destravou as portas, entramos e saimos rápido.

>Vamos lá em casa meu amor, hoje eu quero ser amada por você o dia inteiro e se você quiser pode até dormir comigo.

Marta olhou para mim e voltou seu olhar rápido para o trânsito, fiquei pensando na posibilidade de sermos descobertos por alguem, senti meus pelos arrepiar de medo de perder meu emprego, mais a sensação de carinho que sentia na quele momento fazia esquecer de tudo, passei a mão nas coxas de Marta dei um beijo no seu ombro e.

>Calma estamos no trãnsito é perigoso.

>Desculpa você tem razão.

Em poucos minutos ela acionou o controle, um portão largo e alto se abriu, quando entramos, fiquei deslumbrado com a beleza da mansão, entrou com o carro na garagem e.

>Vamos entrar que não estou aguentando mais.

Quando chegamos no quarto outra surpresa, ela abriu uma gaveta tirou cinco diários e..

>Você ainda vai ler eles todos, para ficar sabendo o quanto eu te amo.

Ela entrou no banheiro, ouvi o barulho do chuveiro, abri um dos diários e na página estava escrito o seguinte.

Domingo, Meia noite e eu não consigo dormir, estou chorando, triste, com saudade de Jorge, ele nunca mais me ligou, acho que ele encontrou outra pessoa e esqueceu de mim, minha esperança é que um dia ele volte para mim, eu ainda quero viver este amor.

Joguei aqueles diários em cima da pentiadeira e tirei minha roupa rápido, invadi o banheiro, ela estava toda nua de olhos fechados embaixo do chuveiro, colei meu corpo no dela por traz e beijei sua nuca, Marta virou e seus lábios colaram nos meus, nos ficamos se beijando gostoso por muito tempo e.

>Meu amor, você não imagina minha alegria por você estar aqui comigo.

Não disse nada, simplismente agarrei sua cintura, encostei seu corpo na parede e beijei seus mamilos lindos, desci beijando seu corpo, quando olhei sua xaninha depilada, lizinha, meti minha lingua dentro da quela raxinha, ela abriu suas pernas e chupei aquela boceta com força, mordisquei seu clitoris já duro de tesão e.

>Aaaaaiiiiiii amooooooorr, continue mate minha tesão.

Peguei uma de suas pernas, suspendi e coloquei meu pau na entrada da sua xana e forcei, entrou de uma vez, ela urrou, gemeu, bombei sem parar, eu queria fazer ela gozar e não demorou ela gozou loucamente e eu tambem, banhamos, enchuguei seu corpo e peguei na sua cintura e puxei ela até a cama, ela deitou e fui direto na sua xana, suguei todo seu goso e o meu, ela gosou mais uma vez na minha boca e.

>Aaiiiii meeeeu amoooor, você é o homem mais gostoso que tive na vida.

Chupei seu clitoris e deitei em cima de seu corpo, beijei sua boca, coloquei meu pau dentro da sua boceta e fui colocando e tirando, fiquei com o corpo meio de lado só com a cabeça do pau dentro dela, chupei seu seio e com o dedo maior da mão massageava seu clitoris Marta delirava e.

>Aaaai que saudade eu estava deste dedo.

Seu corpo retorcia-se todo, sua péle estava toda arrepiadinha, seus seios duros, sua vagina se contraia, éra o inicio de seu orgasmo múltiplo, ela delirava de prazer, gemia alto, urrava que nem uma gata e.

>Aaaii aaii aaiii, vou gosar, vou gosaaaarr, vem, vem comigo amor veemmm.

Fui junto com ela, não aguentei as contrações de sua vagina que chupava meu pau e apertava, gosamos juntinhos e ficamos agarradinhos por uns dez minutos em silêncio, estava curtindo aquele corpo maravilhoso que Marta tinha, seu rosto estava enterrado no meu peito.

Ela quebrou aquele silêncio..

>Jorge você esta casado.

>Não.

Marta saltou e ficou sentada na cama, feliz que nem uma crinça, olhou nos meus olhos, chegou seus lábios nos meus me beijou e.

>Jura que você não tem ninguem.

>Juro sim, estou sozinho como sempre, nunca me casei.

>Não acredito.

Fala e dava para ver no seu rosto uma felicidade fora do comun, fiquei curioso, porque ela queria saber se eu estava casado, ela é que estava e com meu patrão...

>A única pessoa casada aqui Marta é você.

Ela riu muito, deixava tranparecer algo de estranho na sua feição, fui ficando intrigado com ela e..

>Poque esta sorrindo.

>Vou te contar mais vai prometer que será mais um dos nossos segredos.

Ela suspirou, levantou e foi até um frigobar pegou uma coca cola, colocou no cópo bebeu um pouco e alcansou para mim e..

>Jorge você nunca notou nada de diferente em seu chefe.

>Não, nada.

Ela estava me deixando curioso, aquela sensação de querer saber o mais rápido possivel me deixava intrigado.

>Jardel é homosexual, ele é guey.

Puta que pariu, nunca se quer tinha imaginado, me perguntava meu chefe viado, mais o Sr, jardel se comportava normalmente, até tinha uma voz grossa, nem acreditava no que ela tinha dito.

>Fala sério Marta, o chefe guey.

>È, nos fizemos um contrato, por isto estou aqui morando com ele e fazendo o papel de esposa dedicada e séria, esta é uma das clausulas do contrato.

Depois de Marta relatar tudo, nos transamos o dia todo e parte da noite, já faz seis anos que somos amantes, hoje eu resido na mansão junto com o patrão, sou o pai do filho de Marta, que esta com dois anos, somos muito feliz na nossa vida a trêz.

Deixe seu comentário e nota.

Obrigado.


Este conto recebeu 0 estrelas.
Incentive Marmanjo64 a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
14/09/2008 20:00:29
marmanjo, sem sacanagem, vc estudou na puc? até acredito que o jardel seja "guey", a marta boa de cama, vc um grande comedor. a estória não é ruim, a puc, sim.


tia viu seu sobrinho de mau duro contoscontos eroticos sete anospunheta entre amigosvenho a fuder cu a venhaxvidio mulhe casada. dexa marido dentro priquito brasileronão acredito que mulher meta com cachorro e fique emgatadaCoroas ciririca zpxpornonegaomulher com aberada da buceta toda esticada pra filha verContos eróticos esposa e Sogracontos porno gratis estupro sadomasoquismo submissãoarombei minha mae contos eroticos pornofilme porno chantagem com a sograpeões de obras para Dudu f****** v******* contos eróticos gaysbaixa videmate gratis xvideo novias mostrando abusetafui encoxada no culto da igrejaxxvidos taty vaqeira sexox videos enpurou no lekenovinha sendo massageada na buceta com lanjeri fio dental deixando se massagista abusar de sua bucetamae japonesa leva servisal para as conpras negao pega no cassete dele e fodepatrado da uma lisao na filha ena sua amiga porndoidoporno negras pegas que foram espiadas no litoral paulistasexo surpresa rapaz ch3ga pra conserta a pia e rola chupada na xota hacontos eroticos me obrigaram a fazer nojeras/texto/2017021096conto erotico meu irmão e meu tio me arrombaramdesde pequeno bato punheta na frente do meu irmaocontos fui encoxada no onibus e meu marido nem percebeuconto erotico pego usando calcinhamarentinho querendo o cu do amigo contos dei sonifero para novinhacontos eiroticos leilapornboafoda.comfarofaminha esposa cely e nosso caseiro negrao nosso machoxxvideo dando uma passadinha no quarto da minha irmã novinhacontoseroticos aiaiiii to gosandoporno boquete engolindo 40 ctm de caralhomulher convulsiona de tesao no pinto monstro conto porno paixao escandalosamulheress de pikonesflime porno mulher pegar o marido com outra furtapornocontos eroticos passifico e menagenegau arombe busetinnha de virgetransei com meu primo contomiudinhas cock do negao pirocudoquero ver madrasta chupa sua em teada dormindocontos eroticos cdzinhaQUEGOZADA A FILHA FA NA PICApornodoidovideo longomulher trasando cem saber com oltrovidio de pesouas transandoContos eroticos de sexo com genroConto flagante Trespapai penetrou a minha buçetinha virgem e sem pelinhosNando Mota-Casa Dos Contos Eroticos| zdorovsreda.rudando o cu no cine pornovidio eline falando seu nome eem qunto fode vidio pornogarota ciclista bermufa socada na xanaminha primeira siriricacontos eroticos com fotos. meu cunhado adora comer meu rabao.velha tarada mandando a neta chupa a buceta dela a força e da porradacontos de sexo depilada na praiaContos eroticos gay funk traficantemartinha safadinhacontos eróticos fique se dedicando minha esposavideo de mae assustada com o tamanho do cassete do filhocontos eroticos gay bebadogozadas no xvideo de mulheres que dar tremetreme naspernascasa dos contos gay brincando de se escondecontos eiroticos leilapornmilf vovo contos dog ponocornos de belem porno contos 2017Meu.priquoto coça contosxvidio casas trepando sogra cochilqndo e xunhado tomando cervejqContos eroticos gays ovigia negro dotadocontos eroticos Sentando no colo do papai de fio dental ain papai quero da pra vcTenho 18 Anos E Gosto Do Inteado Da Minha Tia o que faço?video mulher peito duro lavano carro pornocasada trepando com pedreiro chiando e gemendo na picaconto erotico gay luta livreXvporno com novilhas vigemNovinha fica facinha e chupa o pau de todo mundo e da a buceta pra vários eo vídeo vazou na internettirei a virgindade da minha empregadaver filme pornô comendo a b***** da minha cunhada rosanes e gostosax vodios popas e bosrtona