Negrinha me pediu pra ser estuprada e gamou

Um conto erótico de O experiente
Categoria: Sadomasoquismo
Data: 18/05/2020 03:32:14
Última revisão: 18/05/2020 03:49:16
Nota -

Olá amigos hoje quero compartilhar uma estória incrível com vocês.

Me chamo Ricardo, hoje tenho 42 anos essa estória se passou quando eu tinha meus 25 anos, sou moreno mais pra escuro, sou mestiço filho de mãe negra e pai branco sempre gostei de malhar como malho até hoje, tenho 1,73m na época 70 kg hoje já cheguei aos 80.

Trabalhando em uma fábrica conheci uma neguinha linda 32 anos 1,60m cabelos curtos de escova magrinha uma bundinha pequena porém ruchunchuda os seios não era lá essas coisas porque já amamentava inclusive ela era casada.

Ela era cara de pal no horário de almoço disse pra mim que ficava louca pelo meu corpo e que era doida pra saír comigo e ainda disse que ia acabar comigo na cama.

Aceitei o desafio é realmente a neguinha brincava na cama não fugia de nada, mamava como uma Bezerra dava a buceta em todas as posições possíveis e pra comer o cu dela não precisava nem de lubrificantes a xota dela molhava muito e escorria para o cu aí eu ajudava com uma bela cuspida e tudo dava certo, a única dificuldade que vi nela era na segunda foda porque na segunda ela não deixava botar no cu de jeito nenhum, dizia que na segunda ardia muito o cuzinho.

Eu gosto de tudo no sexo, porém sou carinhoso e atencioso com a parceira me preocupo com elas porque sou da opinião que eu só posso gozar depois que a mulher tiver totalmente satisfeita .

Um dia Adriana conversando comigo na cama me contou sua fantasia.

- ela: sabe Ricardo tenho um fantasia diferente das outras mulheres

-eu: como assim Drica?( apelido carinhoso)

-ela: eu gostaria de ser estuprada, mas por uma pessoa que eu goste assim como você

- eu: Drica como vou fazer isso? eu sou carinhoso e pra eu te estuprar você não pode estar me querendo

-ela: eu não sei como, se vira.

Fiquei uma semana com aquilo na cabeça porque nós saíamos todas as sextas-feiras, aí lembrei que eu tranzo com ela normalmente posso fazer de tudo aí tomamos um banho e quando vamos pra segunda foda ela não deixa comer o cuzinho de novo, então pensei:

Já sei como realizar o desejo dela.

Fomos para o motel e agi normalmente, nos beijamos eu chupei ela toda até a xota, ela toda molhada eu enquanto chupava meti a o de no cuzinho dela, ela ficava doida, viramos e fez um 69 gostoso comigo chupava minha pica, meu saco e gostava muito de lamber meu cu, oque me causa um tesão enorme.

Meti na boceta dela na posição de quatro ela gozava muito e quando ela estava estazeada cuspi no cuzinho e enpurrei, não tinha dificuldades bombei bastante naquele rabo até encher o cuzinho dela de leite.

Tomamos um bando e eu super carinhoso, voltamos pra cama e trocamos uma ideia é ela me perguntou:

- e aí já sabe como vai me estuprar?

- não Drica ainda estou pensando

- pensa logo porque eu estou ansiosa

- calma minha gatinha.

Beijei-a e começamos tudo de novo, fizemos um papai e mamãe e depois ela cavalgou por cima de mim gemendo como uma vadia, fizemos um frango assado ela gozando e o mel escorrendo pelo cu, aí eu disse:

-vos botar no seu cu piranha ela arregalou os olhos porque eu nunca tinha chamado ela assim aí ela disse:

- não você sabe que na segunda eu não aguento.

- eu não tô te perguntando se você não aguenta.

Tentei botar no cu na posição frango assado e ela gritou:

- não isso doi amor

- fodasse não é o meu cu que vai doer

Ela tentou fugir saiu da posição se ajoelhando na cama já com pavor.

Eu dei uma tapa no meio da cara ela caiu na cama eu usei força e botei ela de bruços deitei encima dela cuspia na mão enchi o cu dela de saliva e meti sem dó, eu socava com força e rapidez e fazia questão que entrasse os 18 centímetros.

Ela deu um grito tão grande que eu me assustei.

- Adriana, Adriana tá tudo bem?

Ela não respondia e a balancei e gritei

Adriana!!!

Ela olhou pra mim com o canto da boca sangrando e disse:

Porque você parou?

Aquilo me deu uma raiva eu dei outro tapa na cara é meti denovo com raiva botei tão fundo que ela começou a cagar no pal e grita

- para filho da puta tá me arrombado toda, aí eu tô me cagando, para aí, aí, aí

- cala boca sua piranha num queria ser estuprada,

- aí chega já estuprou, aí meu cu porra

- fica de quatro vadia

- não eu já estou toda fudida

- então vou meter a porrada

- não por favor eu fico de quatro

Eu comecei a cavalgar empurrando a pica de cima pra baixo ela gritava, cagava e gozava várias vezes gritando muito, eu virei ela para o frango assado eu e ela já estávamos imundos de bosta mas eu meti assim mesmo e soquei com vontade.

-a filho da puta chega por favor eu não aguento mais gozar, estou toda arrombada meu cu já não oferece mas resistência oque mais você quer?

Tirei o pal do cu dela é abri as nadegas dela é realmente o cu da vagabunda já não fechava mais ficou uma cratera.

Fiquei com pena da minha neguinha, arriei as pernas dela, ajoelhei colocando a cabeça dela entre minhas pernas obriguei ela chupar meu saco e meu cu e fiquei me punhetando o pal cheio de merda e dei uma gozada muito louca com minhas bolas dentro da boca dela é enchi aquele rostinho lindo de porra.

- caramba Ricardo você se transformou como você conseguiu mudar tanto?

- poxa machuquei sua boca né?

- eu estou lá ligando pra isso? Você foi de mais cara, me sinto realizada

- Adriana eu não sou assim

- eu sei que não é amor mas me dá um presente desse de vez em quando

Fiquei mas duas semanas pegando ela mas eu não sou assim antes que ela pedisse de novo, conversei com ela e pedi o fim do relacionamento.

Espero que vocês tenham gostado e que essa estória ajude em muitas punhetas e ciriricas, um forte abraço até a próxima.


Este conto recebeu 6 estrelas.
Incentive Ricardão.Jr a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.

Online porn video at mobile phone


apostei minha mãe com meus amigos conto erotico analContos eroticoEu e minha esposa no barenteadas sendo fudidas contoscontos eróticos dei uma lambida na xota da minha irmãaquela mulher bem gorda da bundona fazendo sexo assistir àquela bem gordona mulher da bundonacontos pornos no sitio com mamaegorda sendo devorada contos eroticoscontoseroticosvariasgosadasContos eróticos de mães evangélicas e filhascontos eroticos amo velhoscomida por um cavalo de verdade conto erticoum conto erótico freguês meu filho dando o c******apaixonado por dois brutamontes da faculdade 12conto erotico crente negraconto meu mestre quer outra escravavidros prno insetos fodendo mae emprensadamulhe.bundao.lavado.cu.com.sabao.pornoso bucetao ebelas chupadas emuitas punhetascontos eroticos com o sogro no metro spvideo porno travestis brasileiros dano cu gritano tira do meu cu cuxvidios outros puraiviadinho tava de joelhos e ele chegou por tras e me agarou...xvideoscontos eroticos eu minha #sposa eo negao roludovídeo da vizinha ela é pornô chama o marido da outra novela saindofoi corta caminho no beco xvideoscontos eroticos minha subrinha de 9 aninhos me flagrou de pau na mão.comPiruzao de cavalo jumlindas nalvinhas 1000fotospriminha brincano de boneca e levo pintocontos eróticos menina no esconde esconte Rubiaeneto Com imagens com movumento sexoContos eroticosmulhe dacetinha pinininha trazado com pau grandecheirei a bunda da gorda conto eroticoconto alisando a sobrinha pequenameninas cuecinha trasparentecontos/brincando de esconde fui enrabadacunhado comendo sua cunhada gostosa de calcinha fio-dental e bigodinho da periquitacontoseroticos debaixo do cobertor com a entiadinha inocentex videos curraincestoler contos eroticos menagecomi a pmxvideos incestomenor louca pra dseita crossdresserVer foto de homem enfiando a mao dentro drento da vagina da mulherpasei amao nela eila goistou nuonibuver lésbicas lésbicas se esfregando até gozar em perigosos de músicasprimero anal das caipirinhasConto sexo anal casada estrupadafilme porno fazemdeira dando pro piao dotadopau mostro q gata nao aguenta e pede pra da um tempo pq sua buceta ta doendoSexoanalsemdorbucetinha encomendadacorno nao gosegui arancar cabaco da esposa porgue apica e piguena mais amigo coseguinovinha: dei pro meu irmao roludo depois que flagrei minha mae fando pro meu pai na sala contosxisvideo gulosas garganta gulosaacoxano de pau duro no oniboscontos eroticos cm o tatuadorconto patricinha escravaxvideo dificil pra vc lukacontos eiroticos leilapornpca groca cabecuda gozando dentro video porno/texto/200903261emprego decente conto eroticoporno irserto mãe ajuda patrasto estrupa o cu da emtiadavideo porno homem velho mamando e puxando e mordendo o peitoFudeno a buceta da filha no mato escodido pro pai pono caseirocontos gay novinho e belmiro continuacaoxv minha tia tem abusetas graandeContos eroticos humilhada e dominada pelo amigo do meu filho 2contos eiroticos leilaporncontos eroticos de esconde escondecontos erotico insperto escoladuas sessentonas colando as xerecasnovinho foi bater uma punheta no fundo do quintau. e ficou passandu o dedu no cuzinho e nao sabia que tinho um cara pauzudu vendufamilias nua praia de nusdemosnovinha mostrando a buceta gozada com 10 picadinhos rabada bucetaVeridicoescravasexualPorno xisnvidio podolatria lesbicas por pesvídeo pornô daquela mulher que anda com vestido bem curtinhocontos eroticos encoxada no metro levei porra na bucetacontos eroticos narados insestos mae filho narrados so narradosCasa dos Contos Eróticos WinnerAjudante de pedreiro dando a bunda grande