Patricinha no Baile Funk - Parte 1

Um conto erótico de Feschiavo
Categoria: Heterossexual
Data: 03/07/2013 15:06:28
Última revisão: 03/07/2013 15:07:10
Nota 10.00

Taradinhos queridos,

pra quem não me conhece, sou a Fernandinha, carioca sapeca e vou escrever mais um conto aqui pra vcs

Pra quem nao conhece e quiser ler mais contos meus, segue o meu blog

/>

Contos com fotos, so por la,

mas vamos ao conto

Rio de Janeiro, quinta feira, Barra Music. Show da Anitta poderosa. Pra quem não é do Rio poder ter uma idéia do caos que se formou por aqui, uma foto retirada da porta do show

Estava eu no meu lindo carrinho chegando ao local do show, e ao passar pelo Via Parque, avistei uma gangue de periguetes saltando de um ônibus e seguindo dali a pé!

Pra quem não mora no Rio, do Via Parque ate o Barra Music, nem é tão distante. Mas ir a pé? É longe pra caraleooooooo

E todas de vestidinho curtinho e mega saltão no pé. Ou seja, periguete além de não sentir frio, não sente cansaço pra ir andando igual um jegue numa distancia daquelas.

Tudo bem que eu estava com um vestidinho igualmente curto, mas pelo menos eu sou uma periguete de nível e segui o caminho motorizada sem cansar os meus pezinhos rs

Um trânsito escroto, uma multidão andando e bebendo pelo caminho, formava-se quase que uma procissão da cachaça peregrinando até o local do show.

Lá chegando, com meus contatozinhos especiais, estacionei meu lindo carrinho e fui desfilando pelo tapete vermelho sem pegar filas ou empurra empurras, até um camarote de um amigo meu que me esperava por lá.

Esse tal amigo era um dos DJs do evento, que se apresentaria lá, antes do show da Anitta começar.

Camarotezinho, bebidinhas, colinho do DJ, amiguinhos em volta e o funk comendo no volume máximo por La...

Nesse climinha de namorico, no colinho do meu DJ, rolavam uns beijinhos e mãozadas, fazendo um aquecimento do DJ que iria aquecer o público antes do show da Anitta. Amigos dele e outras vagabundas dançando e se pegando ali nesse camarote e tudo rolando tranquilo com todo mundo curtindo a noitada.

Num determinado momento, meu DJ teria que descer para as carrapetas, e acabei indo junto com ele, pois durante as apresentações preliminares, um MC chamaria algumas garotas no palco pra ensinar alguns passinhos e coreografias. E como tudo funciona na base da peixada, já fui com ele pra boca do palco, para que quando chegasse esse momento, eu fosse uma das meninas chamadas pra dançar.

Meu DJ soltou o funk, o pessoal na pista de dança quebrando até o chão, showzinho preliminar rolando, até o momento em que o tal MC resolveu chamar algumas meninas pra participar no palco.

Algumas periguetes que estavam na pista, se atiravam ao pé do palco querendo ser chamadas. Uns seguranças iam catando algumas e levando pro palco, que se enchia de vagabundas querendo empinar a bunda pra galera.

Eu, que esperava calmamente na coxia, fui chamada e me misturei no meio das periguetes, me tornando mais uma vagabunda que ia empinar o popozão pra marmanjada.

Todas de vestidinhos ou sainhas curtinhas, saltão pra ficar empinada e pouca vergonha na cara, proporcionávamos uma bela visão e espetáculo para o povo que estava na pista de dança ali em baixo.

Pra vocês terem uma idéia de como era o palco em relação à pista, e a visão que o publico lá de baixo teria da gente, vou postar aqui uma foto da Anitta em cena, pra vocês entenderem o que eu vou descrever a seguir.

Ok, visualizem agora, umas 10 vagabundas, de sainha, dançando com a mãozinha no joelho e rebolando a bunda virada pro meio da galera!

A altura do palco fazia com que ficássemos como se estivéssemos em cima de uma mesa, com o pé mais ou menos na altura do rosto de quem estivesse no chão. Ou seja, quem estava na pista, olhando pra cima, pra ver as meninas dançando, teria ampla visão de pernas e festival de pagação de calcinha e/ou outras coisas, que vocês possam imaginar...

Por tanto taradinhos, visualizem, visualiiiiiiiizem... 10 vagabundas de sainha, dançando clássicos (huahuahua sim, clássicos) como CREU ou VOCÊ, VOCÊ QUER?, de pernas abertas e bundas empinadas, na cara de quem estivesse ali na frente do palco.

O DJ ia soltando uma pérola atrás de outra, e as piranhas se empurrando por espaço pra se empinar ali no palco. Eu, como sou tão ou mais piranha quanto as outras, também entrei nessa guerra e conquistando um lugarzinho na beirada do palco, botei a mãozinha no joelho e... CREEEEEEEEEEEEEEU CREEEEEEEEEEU CREEEEEEEEU

Ao ritmo do creu velocidade 5, eu dava o meu showzinho particular, sem me preocupar com quem tivesse ali em baixo olhando tudo e me xingando gostoso!

Mãozinha no joelho, bundinha empinada, pernas escrachadamente abertas, carinha de safada e quebrando tudo até o chão no creu creu creu.

Duas observações:Em dias normais, eu só uso calcinhas pequenas e enfiadas na bunda. Como aquele era um dia normal, eu estava com uma micro calcinha toda enterrada no rabo, sem me preocupar com a visão que eu proporcionava aos tarados com a cara na minha bundaNaquele momento, acho que pagar calcinha era lucro! Com tanta rebolada, quebrada de quadril e pernas abertas, sabe-se lá como estava a calcinha naquele momento, e já não duvido que eu tenha pagado outras coisas além de calcinha pros taradinhos ali de baixo...

Pra quem me conhece e acompanha o 50 Tons, já sabe bem do meu lado exibicionista e pouquíssimo autocontrole em situações assim. Por tanto esqueçam das outras vagabundas no palco e concentrem-se na minha adorável presença.

A presença não era de Anitta, mas sim de uma louca Fernandinha rebolando a bunda e escancarando as pernas a poucos metros de distancia de alguns tarados que me xingavam dos palavrões mais gostosos que se possam ouvir.

O resultado disso? Acho que alem de pagar calcinha, empinar a bunda, rebolar que nem uma vadia, a essa altura eu já estava com tanto tesão, que encharcava a minha micro calcinha, dando bucetadas na cara dos tarados na beira do palco.

Acho que o visual periguete ajudou a matar uns 37 do coração naquele momento

É, taradinhos... Se eu estava no paraíso das exibicionistas, imaginem onde estavam os tarados voyeres a beira do palco?

- Cuzuda gostosa! Rebola sua vagabunda!

Acho que essas duas frases servem pra vocês imaginarem o que tava rolando por ali.

Adooooooooooooro ser xingada! Quanto mais os favelados soltavam os palavreados xulos, mais eu abria as pernas e empinava a bunda pra galera!

O curioso é que o CREU se dança de costas, empiando o rabo e rebolando pra galera. Mas o VOCÊ VOCÊ, se dança de frente, pernas abertas e fazendo tipo um agachamento.

Não sei qual dos momentos eu arranquei os xingamentos mais tarados e gostosos...

Você você você você você você você você você você quer?

É, taradinhos... Assim, no você você, fazendo agachamento, sentando numa pica imaginaria, eu ia quicando de pernas abertas, com a bucetinha a meio metro da cara de um bando de pretos tarados que me chamavam de puta, cachorra e outras coisas...

Porra aquilo tava me matando de tesão... Pra ficar perfeito só faltava um caralhão grosso pra eu sentar de verdade!

Nesse momento eu desliguei por completo o meu cérebro e pensava apenas com os meus hormônios, liguei o foda-se e o very hard e não ia sossegar ate sentar um você você quicando numa pica de verdade...

Se tem uma coisa que me tira do sério é ser a piranha da galera, sendo desejada e xingada por um bando de machos tarados. Ali ainda era melhor, era um bando de funkeiros pretos e favelados me chamando de gostosa e me mandando empinar mais o rabo pra geral...

E nessa altura para o baile todo pra me ver DAN-ÇAN-DO...

Dando bucetadas pra geral ficar BA-BAN-DO...

Chamando atenção à toa, perdi a linha, fiquei louca... Era hora do show da poderosa!

Que descia, rebolava e afrontava as fogosas, expulsando as invejosas, que ficam de cara quando toca:

PRE-PA-RA...

Mas como alegria de pobre dura pouco, o MC foi retirando as vagabundas do palco, e a pobretada na pista ficou chupando o dedo...

Saindo do palco, louca da cachola, eu só pensava em rola rola rola rola rola....

Meu DJ ainda continuava nas carrapetas e por lá ficaria por mais um bom tempo até ele estar disponível para apagar o meu fogo, o jeito era eu me virar sozinha por ali....

De longe, saindo do palco, fiz sinal pra ele que estava voltando pro camarote, mas no meio do caminho, mudei os rumos da coisa e corri pro povão huahuahua

Me enfiando por uns corredores que pareciam um labirinto, sai no meio da multidão da pista de dança. Caralho, era uns 5 mil tarados ali dançando funk e eu naquele estado de tesao... FU-DEEEEEEEEUUUUUUUUUUUUU

Aqueles 10 minutos no palco eram pior do que cocaína ou qualquer energético, eu tava completamente fora de controle e alucinada de tesão querendo pica urgentissimamente!!!

Piroca, rola, caralho, vara, pica... Só um item assim me acalmaria e apagaria o meu fogo naquele momento...

Eu sabia que teria uma hora e meia no máximo ate o show da Anitta começar e o meu DJ voltar pro camarote pra me encontrar, eu tinha que agir rapidamente...

Entrando no meio da pista, no meio de uma rodinha, já fui me esfregando e dançando no meio de uma galera, já me empinada e rebolava com a mãozinha no joelho, sendo encoxada por uma meia dúzia de favelados que eu nunca tinha visto na vida...

Sério, não fiquei 15 minutos ali, não tinha condição, eu queria picaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

O primeiro PRETO que me agarrou gostoso e me encoxou safado, eu já me derreti todinha, me esfregando e rebolando o rabo naquela rola dura que só abria mais ainda o meu apetite

Em tempo record, saí da pista arrastando o meu preto pelo braço em direção ao estacionamento.

Estacionamento vazio, todos no show, uns mil (sem exageros) carros ali e nenhuma alma viva por perto...

Acho que quando o meu pai me deu o carro de presente não imaginou que um PRETO usaria de motel pra fuder a filhinha dele...

Em ritmo acelerado, tesão a mil por hora, fomos entrando no carro, com mãos por todos os lados e sem tempo a perder pra nada...

Ali no banco de trás, fui jogando o meu negão de qualquer maneira no carro e pulando em cima dele, desesperada abrindo a sua calça e puxando pra fora a tão sonhada rola da noite que eu já estava babando de vontade de chupar todinha...

Com ele sentado se escorando na porta do outro lado e comigo de 4 no banco de trás, saboreava e chupava gostoso aquela piroca quentinha, que só me deixava com mais tesão ainda doida pra sentar em cima dela...

Chupando e lambendo que nem uma putinha boqueteira safada, fui preparando a vara que ia me acalmar em alguns minutos. No meio das lambidinhas e mordidinhas, puxei uma camisinha da minha bolsa e fui colocando, com a boquinha, a vestimenta naquele caralho preto...

Sem perder muito tempo, fui arriando a minha calcinha e subindo o meu vestidinho, e assim, sem tirar a roupa ou qualquer preparativo maior, fui jogando a minha presa, deitadinho no banco de trás do carro, montando em cima dela, encaixando a sua rola na minha bucetinha e...

Você você você você você você você você você você você você você você quer?

É, taradinhos... Eu tava realmente precisando disso...

Quicando gostoso, agora num cacete de verdade, ia pulando e sentando gostoso naquela piroca, eu ia fazendo um você você você no meu negão, que gemia e dava socos no teto do carro de tão tarado que ele tava...

Querendo evitar danos maiores no meu patrimônio, nesse caso o carro, peguei a sua mão, para que ele parasse com aqueles socos, e puxando um dos seus dedos, botei na boquinha, fiz uma super cara de puta e chupei gostoso o dedo do meu macho preto, olhando pra ele nos olhos que nem uma vadia, ao mesmo tempo em que eu seguia no...

Você você você você você você você você você você você quer?

Montadinha, encaixadinha, sentava gostoso na vara do meu preto, chupando o seu dedo, fazendo carinha de putinha bêbada e quicando e quicando e quicando, gemendo com o dedinho na boca...

Só faltava um funk tocando ali pra ditar o ritmo da coisa...

Já que não tocava nada, eu seguia no você você, agora já mais escandalosa, gemendo que nem uma vaca, sentando, rebolando e esmagando as bolas do meu preto...

Dando sentadas de enterrar tudo na minha bucetinha e rebolar na vara, chegava a sentir as bolas roçando na minha traseira quando eu me esfregava com o caralho todo dentro de mim...

Lá de dentro do Barra Music dava pra escutar o tunti tunti do funk comendo. Ali, dentro do carro, a única coisa que comia, era um preto devorando uma loirinha vadia, quicando na rola de fazer tunti tunti e ploc ploc a cada sentada que eu dava...

Dando pulinhos de dar cabeçada no teto do carro, eu fazia um você você você safado, gemendo, babando e revirando os olhinhos de tesão, nem me conctei direito com o cara, nem dei muita bola pra ele, pouco nos falamos. Eu só queria um cacete duro pra montar em cima e apagar o meu fogo, e era exatamente isso que eu estava fazendo...

Acho que vocês já entenderam o que tava rolando, mas só pra deixar todo mundo no clima e cheio de vontade, eu repito:

Estava lá eu, no banco de trás do meu carro, com um PRETO de calças arriadas deitado de barriga pra cima, comigo de vestidinho levantado se enrolando pela cintura, a bucetinha encaixadinha na rola daquele criolo safado, e eu montadinha quicando e brincando de...

Você você você você você você você quer?

E sim, ele queria... E eu também!

Antes que chamássemos atenção de algum vigia ou coisa do tipo, com o carro balançando no meio do estacionamento, matei o meu negão na cavalgada mesmo, apagando o meu fogo e tirando todo o leite daquele preto safado que ganhou de bônus uma foda que caiu do céu...

Dando as ultimas sentadas, com as minhas mãos no teto do carro, fui me soltando e saindo de cima daquele safado, descendo do carro e me assegurando que a minha calcinha estava a salvo, antes que ele resolvesse rouba-la de mim. Eu ainda tinha que me reencontrar com o meu DJ e a pegar mal se ele visse que eu tava sem calcinha, sendo que antes ele já havia me dedado e conferido que existia uma calcinha por ali rs

Puxando o vestidinho pra baixo, guardando a calcinha na minha bolsa, fui ajeitando os meus cabelos e tentando me recompor pra voltar pro show

Caralho, o show!!!! Já ia começar e eu queria ver a Anitta no palco!!

Vaaaaaaaaaaaaaaaaaza seu preto huahuahua

Puxando o tarado pelos braços, porta a fora do meu carro, voltamos pra dentro da casa de espetaculos. Ele junto com a ralé na pista, e eu pra área VIP no meu camarotezinho. Santa pulseirinha VIP que me dava acesso a tudo naquela porra...

Despedidas, beijinhos e xau! Já ganhou uma foda grátis não vai querer ficar de namoradinho comigo a noite toda ne rs

Corri pro camarote e no caminho me acalmei ao perceber que o meu DJ ainda estava tocando uns funkezinhos pra galera...

Não demorou 10 minutos e ele terminou o seu set list e voltou pro camarote. O show da Menina Má iria começar, e a minha compania já estava a meu caminho...

Maaasssss, isso fica pro próximo conto...

Beijossss e me escrevam a vontade

/>


Este conto recebeu 0 estrelas.
Incentive FeSchiavo a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
04/07/2013 20:21:40
Adoramos seu conto, nos deu muito tesão. Meu nome é Rúbia e meu marido se chama Beto, temos um conto publicado aqui, o nome é "A procura de um amante" é verídico. No nosso blog falamos sobre nossas aventuras, temos muitas fotos e assuntos relacionados a sexo. o endereço é: rubiaebeto.comunidades.net Beijinhos...
03/07/2013 15:13:08
Oi Fernanda Schiavo huahuahua, bom conto. Como disse em outro conto seu, acho que vivemos em um mesmo mundo de taras. Leia alguns dos meus contos e comente também, acho que irá gostar! Beijos da Paty!


minha mae e a travestis contosvideos de porno gay amadores lancinho do pintorconto erotico esposa com os pedreiroscontos eiroticos leilapornler contos eroticos menagedelicia virgen deixa eesfregar so cabecinha da rola na bucetinha e ejacula dentropornocontoincestoscumendo o cuzinho da sua enteada noivinha em xvidios caseiroirmã da bundona gostosa da sua rabetona prA seu irmão fazer um sexo gostoso/tema/estupro%20consentidoconto fudendo ocu da maninhapai fas.fihinha goza primeira ves putariabrasileirawww.meu tio mepego na casa de praia sozinha comto erotico.compegando a prima dormindo ai ela acorda e pede mais rolaxvideosgarota novınha do momento buceta peluda foto de sexopohneta pornocontos eiroticos leilapornvideos sexo caseiro facio assecofoto de mule mo penuacao nuaerick dotadao acordou namoradopra fuderporno moçambicano putas gemendo e falando coisas escitantes.genro fode sogra e filha acaba flagadoos doishomem escroto excitado gozando gemendo no grelo pra caralhozoofilia homem pocando cabaco da cadelinha novinhanovinha sendo f***** pelo padrasto por virContos eroticos flaguei minha mae dando pro caseiro e tambem quizcontos/brincando de esconde fui enrabadaxxx videos cunhada deu para cunhado negra budao de shortesconto erotico gay viado submisso vira femea do negaovideos porno de pai pegando a norimha nemor deidadeporno sobria vai vizitar tio e esrrupadapapai me fudeumeu sogro e seu irmao me funderam juntos contos eroticosxxxvidio vidio mães pende pra lhe fuder ao.filhosasxxxxxcmopornhomem gozanfonovinhas as srnas apertas cachorrocontoerotico eu namorada mae e tiocontoerotico eu,namorada, minha mae e tio jorgevídeo de novinha querendo perder a virgindade com japonês cobrando no gesso XVídeoscasada safadinhatezaozinhauza calsinha fio denrak aumenta a bunda qual a difeeençaporno com magrınha com dotadocasada escandalosa gosano e agradeseno corno pornodoidomohamed elatar punhetandocontos eroticos entre pai e filha em viagemo cara esperando a boyzinha do colégio sair brasileira XVídeostirei+nota+baixa+no+colegio+e+me+padrasto+me+comeu+conto+eroticocontos lésbicas brigando reconciliaçãoxvideolekmulher muito gostosa pedi varios para gozar no cuzinho muoto apetardobrasileiras f****** gostosa r***** toda queimadinha de biquíni com grelo g****** na b*****nao agi pau gg violento pornodoidoRASGANO O CABACINHA DA GATINHA DE CATORZE ANINHOSviado de saia fudenotia viu seu sobrinho de mau duro contosConto eerótico aí qui delícia isso esfola meu Cu isso gosa gostosofilho fode a mae enganado e ela gosta que jorra porratiraramos a roupa contos lesbicosxvidio intiada novinha epega enquanto trocava de roupamenina pequena provocado pai com chote cuto enfiado na bunda xnxxmeninas buceta enfregão so de fiocontos de afilhada cavalona com padrinho coroa de pauzaoconto erotico tirando o cabacinho da entiadinha novinhaccontos eroticos de incertos homem mega pauzudo pegou a forza sua irma novinha e virgem ee estorou seus cabacos renascendo no incesto parte3as coroas do rodeio no xividiomae icestuosa desabafo de maetravequinho