Paixão Adolescente - Capítulo 11

Um conto erótico de Lucas Henrique
Categoria: Homossexual
Data: 13/02/2013 00:14:41
Última revisão: 13/02/2013 00:16:43
Nota 10.00
Assuntos: Homossexual, Gay, Romance, Sexo

Estou de volta em casa pessoal, o Baixinho está muito mal aqui, escrevi rápido pra poder dar apoio a ele. Obrigado de novo pelos comentários.

Capitulo 11 - Correndo atrás do prejuízoEu estava certo de que ia correr atrás do meu baixinho até tê-lo de novo em meus braços, em minha cama e no meu coração. Eu gostava muito do novo baixinho, mas do que adiantava um garoto muito mais gostoso, muito mais lindo e sedutor, se esse garoto não era meu? Ele seria forte o bastante pra me ver deixando ele, ou pra me resistir por mais tempo?

Terminei meu café da manhã, o pessoal lá de casa aos poucos inventavam uma desculpa pra ficarmos sozinhos na cozinha, mas eu não ia implorar pra voltar ou cair na sedução dele de novo, ou ia?

- Então grandão, como você está? – Ele disse levantando e indo pra trás de mim que ainda estava sentado na cadeira. Ele colocou suas mãos em meus ombros e depois chegou sua boca perto do meu ouvido e continuou. – Muitas Saudades de mim?

Eu suspirei, nem precisava responder, pude notar que ele sorria, logo me soltou e deu aquela gargalhada, a mesma do banheiro na escola. E foi até a porta da cozinha, voltou até mim, eu ainda estava sentado no mesmo lugar, imóvel, eu não tinha resistido a porra nenhuma, estava nas mãos dele mais uma vez. Ele estava esplêndido aquele dia, todo de branco, ele olhou pra mim, notei olhos azuis no lugar dos habituais castanhos, sim eram lentes... Ele estava perto de mim, abaixou e chegou sua boca perto da minha, olhos bem nos meus olhos e ficou esperando, quando eu avancei para o beijo ele resistiu, e saiu rindo mais uma vez.

- Isso é patético, você brincando assim comigo, com meus sentimentos. – Eu disse fitando-o que deu mais um sorrisinho.

- A sua atitude de cair em todos os meus joguinhos de sedução é mais patética ainda, acredite. - Ele disse puxando uma cadeira e sentando ao meu lado. – Querendo ou não esse rompimento foi interessante pra mim, eu estou diferente, mas não estou te condenando ou te culpando, estamos separados por dois erros idiotas e sem nexo, que podíamos ter deixado de lado. Não acho que você tenha me traído já que não estávamos bem, ‘juntos’ quando você transou com essa garota. – Ele disse, me confundindo mais ainda.

- Porra, se não tem nenhum empecilho grande, porque ainda estamos separados e porque todas essas provocações? – Eu disse com uma expressão de desentendido.

- É divertido, pelo menos pra mim. – Ele disse com uma risada diferente dessa vez – O que você espera de mim? – Ele disse chegando novamente perto da minha boca, e sim eu ia resistir, mas ele não permitiu, senti o que não sentia a muito tempo, o toque de nossas bocas e aquele beijo gostoso dele. – Isso que você espera Lucas Henrique? Que eu me entregue a você de novo, você sabe que eu só tenho olhos pra você não sabe? Que essa provocações são só pra você, e que só você pode me tocar. Sim, você pode me tocar agora. – Ele disse abraçando me e colocando seus dedos entre os meus cabelos intensificando o beijo e me arrepiando, saiu de sua cadeira e sentou no meu colo, ainda me beijando.

Eu permaneci calado depois do fim do beijo, ele continuou então.

- Eu sou seu hoje, mas só hoje, aproveite pois amanhã posso achar melhor ficar te provocando... Ou posso não querer você mais... – Ele disse, contradizendo tudo o que tinha dito antes, me confundindo mais um pouco. Mas foda-se a confusão, peguei meu baixinho no colo e fomos pra sala, subi escada acima e cheguei no meu quarto, abri a porta o joguei em cima da cama, e tirei minha camisa, avancei pra cima dele.

O Beijo foi selvagem dessa vez, tirei a camiseta dele e fui beijando seu pescoço e descendo em sua barriga chegando até onde eu nunca tinha ido, eu ia fazer algo diferente dessa vez, abri a calça do meu baixinho e notei um volume na sua cueca, tirei-o pra fora, e coloquei seu pênis na boca pela primeira vez. Ele estava surpreso, mas chupei por mais alguns minutos, tirei toda sua calça e seus sapatos deixando-o de cueca, virei-o e coloquei ele de quatro na minha cama, tirei aquela cueca vermelha e introduzi minha língua naquele buraquinho que a tempos eu não via, e a tempos não sentia engolindo meu cacete, deixei ele bem lubrificado, escutei gemidos do meu baixinho que hoje era minha vadia e toda essa situação estava me dando muito tesão.

- Ahhh grandão, me come, me comeee por favor, me faz gozar com seu pau todinho dentro de mim, hoje eu sou seu, sou sua vadia, mas só hoje. – Ele dizia.

Então eu fiz o que ele pedia, coloquei a cabeça bem na portinha do seu cuzinho gostoso e comecei a introduzir devagar, senti ele forçando pra traz pra que entrasse mais depressa então soquei tudo de uma vez.

- Ahhh, mete gostoso meu macho. – Ele disse virando o rosto e me olhando nos olhos.

Esse garoto estava muito puto naquele dia, nunca tinha visto ele assim, geralmente era mais tímido na cama, mas se ele pedia eu só podia atender, então comecei um vai e vem frenético dando tapas na sua bunda, com ele de quatro na cama, meti rápido e com força por uns quinze minutos, virei-o na clássica posição frango assado e soquei feito louco olhando pra seu rosto enquanto gemíamos alto demais pra um casal decente.

- Nossa eu cuzinho gostoso meu amor, eu estava com saudades desse buraquinho. – Eu dizia enquanto metia, fiquei louco quando eu escutei ele me responder.

- Estava? Então mete com força, ou você esqueceu como se faz gostoso? – Ele disse com uma cara diferente de todas.

Então eu meti com mais força e continuava com os tapas na sua bunda gostosa, porém não aguentei muito tempo e gozei tremendo e me arrepiando todo, nunca tinha gozado tanto e nunca tinha sido tão bom ter um orgasmo, senti seu cuzinho apertar meu pau e notei minha barriga toda cheia de porra, ele havia gozado também. Beijei sua boca, e cai por cima dele, ficamos naquele jeito por mais um tempo. Descansamos da primeira foda por uns vinte minutos, ele me falava sobre seu acerto no emprego e coisas do tipo, mas logo estávamos no pique de novo, ele me fez o oral mais gostoso que já tinha recebido, eu olhava aqueles olhos me fitando e gemia muito alto, logo el veio por cima de mim e começou a cavalgar no meu pinto, ele gemia e me chamava de vários nomes.

- Isso macho gostoso, tá gostando? Você não estava com saudades? – Ele dizia cavalgando.

- Ahhh Baixinho, isso está gostoso demais, continua vai... – Eu estava em transe com aquela foda, nunca na minha vida tinha estado com tanto tesão, com tanta vontade, virei ele por cima e fui por cima, não me contentei, levantei-o e coloquei-o em cima duma mesa em meu quarto e fodi seu cuzinho até gozar novamente.

Eu estava cansado pra caramba, a nossa respiração estava forte, ele me pegou pela mão, me levou ao banheiro e meu deu um banho, e eu retribui dando um banho nele, saímos do banheiro e pra quem achou que a partir daqui nossa relação havia se estabilizado novamente, vai ai uma má notícia, ele vestiu suas roupas e sai dizendo apenas.

- Tchau Lucas Henrique, te vejo outro dia, ou outra hora. Mas a foda foi boa. – Disse ele sorrindo e saindo pela porta.

Caí na cama e adormeci...

ComentáriosAl) - Nossa ele ficou muito maldoso e safado depois dessa época.


Este conto recebeu 0 estrelas.
Incentive j.love a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
17/02/2013 03:29:10
Agooora sim o Joao ta bem melhor. Safadeza é tudo de boom!!
16/02/2013 02:52:29
Pessoal, desculpem a demora, o próximo conto será postado amanhã, nele eu explico o motivo da demora! Obrigado.
15/02/2013 12:49:33
Aguardando ai que demora, cada hora parece um século. :(
14/02/2013 00:45:29
Por favor, continua esse conto logo... se nao eu morro d tanta anciedade, parabens, é um dos melhores q eu ja li !
13/02/2013 23:27:26
continuaaa comecei à ler ontem e já me amarrei , joão continuaaa com esse jogos kkkkkk
13/02/2013 19:04:25
Joãão mostrando o podeer da sedução, nada como um joguinho desse para apimentar as coisas e sair da rotinaa' , h a h a h a. - Aguardando a continuaçãão' !
13/02/2013 14:10:55
Mt bom,tah d !!! CONTINUA:)
13/02/2013 09:34:21
Adorei nota 10
13/02/2013 03:02:37
Ai que tortura que voce sofreu lucas esperto que tudo volte ao normal, Repito, o seu conto e fantastico e o melhor ainda e que vcs sao rapidos para postar
13/02/2013 01:16:19
Estou adorando... continua logo.

Online porn video at mobile phone


Shrek mãe fugindo do marretãocontos eroticos presos enrrabados na cela gibi troca troca com família pornocontos eroticos de santinhasveio e foi comer o cu da novinha pede o recado e tirei a virgindade e saiu sangue da buceta e ela pega no meu pau cagou XVídeosxvideos disponiveis estrupos gostosas com linguadinhasxsvideo Historias e relatos reais esposa pega marido dando o cu pro negraoprica cavalairma colo contoxvideos com pomba gira brasileiros encorporadasirma fudedo coma irma no esguinchomulherpornocachorroconto erotico comi avizinha quarentonaperdendo a virgindade com o meu namorado e elearromba minha bucetadeu o cuzinho pela primeira vez e pede poe devagar porque ta doendoconto gay ele se revoltou e tomou todassadomasoquismo porquinha choqueconto marido adora ver esposa danso para outroVou contar do dia que fis minha esposa gosar quenem loucaEspirrando porra nas entradinhas das bucetas fada do sexomamaes com shortinho folgado entrando na vara pornocontos erotico transformei meu marido em mulherzinhamtk contos eroticos coisas do destino capitulo 1vi meu genro transando contobonezinho é bem novinha pornô abrindo a sua x********vídeos pornô certinho não quero nenhum errando dando errado por favor obrigadac**** ver sua magrinha gozar multiplico na pica do amigocontos eróticos esposa ficou bebada marido distraiuPorno gratis xvideos esporou nas nadegas da esposa dormindovxidio dais titia fragadoencostando de pe na parede e comendo o cucontos lesbicos com buceta greluda encaixada na outra at gozar gostosoConto erotico gordinha ensopadanovihna batendo pohnetabrincando tio tarado. contos eroticospornô grátis só contos eróticos sogra cozinhaContos eróticos! Dog gigante engatou e mim e eu sangreivideos de sexo sogra dando escondido para o namorado da filha e ela goza até esquichacontos eróticos forçado a virar meninacarroceiro socando com forsa na novinhabucetaesperientepasei amao nela eila goistou nuonibuintiada fode o pai do pau grande e grossoContos eróticos: Rabetao da minha sobrinha sarrando na minha picaler conto erotico de padre reaischulé da minha mae conto eroticoprovoquei meu padrasto com roupas curtinnhasguilherme pausudoconto erotico velha casada banca negao pirocudocontos tonando as menininhascontos eroricos lesbicos de lactofiliaentrou gosada chanacontos de mulheres vacas que levam na cona e no cucontos eiroticos leilapornconto erotico gay com padrasto velho coroa grisalhoconto da comadre gostosa e o cumpadre pintudobubuta gostoza vidio pono comendo a minha patroa contos eróticos meu marido me fez de escrava numa das nossas fantasias e eu ameisogra gostosa deu pro genro na reuniao de familiaxvideos novinhos gemende na bucetaMeu primo caralhudo fodeu os meus cabacinhosgarrafas decoradas com aniandravidios pono sohentevideos de sexo mulhe sai pra ir pra kademia e vada o cu e chupa rapidibhobuceta arreventadatrintona rabuda experimentando anal com novinho pirocudo xnxxcontos cuckqueancontos eiroticos leilapornxvidiovadia deu o cu dos pauxvideo tranzando no centro de macumba com pomba giratio transado com a subrinhq evangelica timidaconto mostrei a buceta pro genroSogra siliconada fudende bebadaxvideo pauzudo comendo mae e filha juntascarolzinha santos e suas amigas trepano no churrascocontoerotico eu,namorada, minha mae e tio jorgecontos eiroticos leilapornConto erotico comi minha irma no banhomulheres do meu primo tudo de shortinho curtinho dando a b************* de bigodinhovídeo pornô das crentes do pinto grande e cabeluda f****** e g******conto erótico sogra analconto erótico lesbicos botando a irmã inocente pra chuparsó bucetinha novinha na ommmmmsentei no colo do meu tio o pau endureceu e nos fudemos contos/tema/santos/2