Família Liberal

Meu nome é Roberta, tenho 39 anos, três filhas e moro a poucos km de uma cidade mais ou menos grande, numa fazenda que administro do meu falecido esposo, que morreu afogado quando ainda éramos jovens (eu tinha 26) e nossas filhas bebês (uma com 3 aninhos e outra com 1 ano). Minhas filhas têm 14 anos, 16 anos e 19 anos, sendo que esta ultima eu adotei logo depois do falecimento do meu marido.

Eu tenho 1,60m, cabelos pretos e lisos até a bunda, olhos verdes e uma pele bem branquinha, com uma boca, biquinhos e bucetinha bem rosadinhos. Tenho uma boca fininha e uma bucetinha bem cheia, lisinha e apertadinha. Meus seios são muito fartos, gostosos pra espanhola e meu quadril também é generoso, mostrando uma bunda grande com cintura fina. Enfim, sou safada e muito liberal, principalmente dentro de casa.

Minha filha mais velha, Karina, que está comigo desde os 6 anos é linda também. Estuda publicidade na capital e não larga a academia de forma alguma. Tem a pele negra bem macia e gostosa, lábios carnudos como eu sempre quis ter. Cabelos cacheados um pouco acima dos ombros, olhos castanhos e um rosto de safada. Tem 1,76 (mais alta da família) e uma bunda enorme, durinha e arrebitada, com seios de médio pra grandes, só um pouco menor que os meus. Tem uma bucetinha raspadinha como todas as minhas filhas, foi assim que eu ensinei.

Kayla é a minha filha do meio e a mais velha do meu falecido marido. Pouco mais alta que eu, tem 1,65 de altura, corpo violão. Bundão bem arrebitado, coxas torneadas, cintura fina, porém seios pequenos pra médios, mas uma gostosura. Lábios carnudos, e uma pele mais escura, meio café com leite, herdada da família do pai. Seus cabelos são castanhos e ondulados, também até a bunda, lindos com mechas loiras.

Minha ultima filha, a mais nova, se chama Laysa. Ela tem de mim apenas a cor da pele e os cabelos tão negros e grandes quanto os meus e olhos verdes, pois seu corpo saiu o mais diferente da família. Seus seios são bem pequenos, mesmo pra idade dela, apenas dois limõezinhos. Bundinha arrebitada e durinha, sim, mas pequena. Cintura fina, bem magrinha e uma beleza de boneca. Dentre nós, tem o corpo que parece ser o que vai ficar menos desenvolvido, porém não há dúvidas de que é a mais bonita de rosto. Tem uma carinha de anjo que fica ainda mais bonita pelas sardas espalhadas pela face, linda.

Bom, começando a minha história, devo dizer que eu troquei muito de namorado por esses anos, sempre procurando um que fosse o que eu queria, mas compatível sexualmente comigo também. Não podia ser eu mesma nem contar meu segredos a qualquer um. Foi então que eu conheci o Anderson.

Anderson é um advogado de 22 anos recém formado. Trabalha num escritório grande na capital, mas vinha muito a cidade perto da minha fazenda quando estava estagiando nesse mesmo escritório. Foi assim que nós nos conhecemos e começamos a namorar. Ele sempre vinha e nós nos encontrávamos, daí começamos a flertar e acabamos indo pra um motel em um desses encontros.

Desde então, aquele moreno alto de 1,90, lindo, inteligente e safado vem me comendo de forma espetacular e me cativando não só na cama. Eu já tinha feito sexo com homens jovens como ele, mas era a primeira vez que eu me via em um relacionamento com um deles e ele era muito mais interessante que todos os outros caras que namorei desde que fiquei viúva.

Nós começamos a namorar, mas eu sempre mantive isso fora do meu lar, pois como as coisas eram liberais na minha casa, não podia levar qualquer pessoa lá. Minhas filhas andam nuas, assistem pornô, às vezes até se masturbam juntas, é uma casa onde o sexo é liberado, mas não é permitido levar qualquer homem.

Comecei a ficar sério com ele e aí tomei uma decisão, iria apresentá-los as minhas filhas. Chamei elas pra conversar, menos Karina que estava na capital estudando. Disse que estava namorando a alguns meses já com um homem chamado Anderson, disse a idade dele que as surpreendeu e falei que tava gostando dele de verdade, ele era interessante, bonito, sempre cheio de surpresas e bem liberal como nós, então tava pensando em apresentá-las a ele e talvez ao nosso estilo de vida, se tudo desse certo.

Mostrei umas fotos que eu tinha tirado dele no motel. Do seu corpo malhado e incrível, seu rosto safado e acabei sem querer mostrando uma dele completamente nu, de pau duro. Elas deram um gritinho e começaram a falar como ele era gostoso e tinha um pauzão, que tinham entendido o por que da paixão. Eu ri com elas e disse que ele era muito bom na cama, fazia tudo que eu gostava e me deixava louca, amava me provocar e comia muito gostoso.

Ficamos conversando sobre sexo e sobre ele por um tempo até que a Kayla, minha filha do meio, disse que precisava sair antes que se atrasasse pra o compromisso. Ficamos então eu e minha outra filha, Laysa, conversando.

- Mãe, posso dizer uma coisa? – Ela perguntou meio que testando terreno.

- Diga, Laysa, pode perguntar o que quiser – Ela era meio que o xodó por ser a caçula, então sorri pra ela.

- Eu quero perder minha virgindade. Tô cheia de tesão o tempo todo, não paro de me tocar. – ela falou sorrindo safadinha.

- Tá na hora mesmo, né? Dessa bucetinha linda ganhar um pau pra brincar – falei sorrindo e dando uma tapinha na buceta dela por cima da calcinha. Ela vestia somente calcinha e uma camisolinha soltinha e folgada, sem sutiã. Seus peitos ficavam o tempo todo saindo de dentro da camisola, que era muito folgada. Ela sorriu e abriu as pernas, mostrando que a calcinha tava molhada. – Eita! Tá molhadinha! Por quê?

- Por que o seu namorado é muito gostoso. Quando eu vi o pau dele, fiquei imaginando... – ela falou, mordeu o lábio e passou os dedos por cima da calcinha, na sua xaninha.

- Hum, safada! Ficou querendo fuder com o meu namorado! – eu ri e puxei a calcinha dela pra o lado, meio excitada também com ela falando. – Deixa eu ver se ele gostaria dessa bucetinha.

- Olha, mãe, minha xaninha é bem apertadinha, todo mundo ia querer –ela riu e colocou os meus dedos na bucetinha dela.

Comecei a bolinar ela, passando os dedos pela raxinha, subindo e descendo, parando pra brincar com o polegar no clitóris dela. Ela foi abrindo as pernas na cama, deixando aquela xaninha rosada e molhada a minha mercê.

Enfiei um dedo devagar, ao que ela jogou a cabeça pra trás e gemeu. Deixou-se cair em cima da cama, ainda com as pernas abertas, enquanto eu enfiava um dedinho nela bem devagar, entrando e saindo, enquanto continuava com o polegar em seu clitóris.

Ela começou a gemer e eu fui aumentando o ritmo. Enfiei dois dedos e ela se encolheu toda e depois abriu as pernas novamente, louquinha de tesão. Me debrucei sobre ela e afastei a camisola, revelando seu peito e então comecei a chupar o biquinho daqueles seios pequenininhos e gostosos.

Ela abraçava minha cabeça e puxava contra o seio dela, mordia minha orelha, lambia meu pescoço e me beijava, depois enfiava minha cabeça de novo no seio dela. Gemia alto e sorria safada olhando pra mim.

- Ai, mãe... Eu vou gozar nos seus dedos, que gostoso. Eu quero fuder logo, mãe. Quero um cacete. Ai mãe, que gostoso. – ela gemia, puxava meus cabelos, apertava minha mão em sua buceta.

- Vai, Laysa, goza pra mamãe ver, goza? Com essa bucetinha virgem, goza nos dedinhos da mamãe que ela quer ver. Que putinha mais lindinha da mamãe, safada assim tão novinha – eu comecei a sussurrar no ouvido dela.

Ela não agüentou por muito tempo. Um minuto depois, naquela brincadeira safada, ela apertou as pernas, prendendo meu braço e me agarrou forte, gozando no meu dedo, depois soltando os braços na cama.

- Que filhinha safada – eu sorri pra ela. – Mas e eu? Não gozei ainda.

Laysa continuava caidinha na cama e cansada, toda aberta. Sorri pra ela, levantei da cama e tirei minha roupa. Subi na cama nua, passando as mãos nos meus seios, fui em direção a ela e beijei a boca dela. Ela continuava meio mortinha, mas sua boca veio ávida. Nos beijamos bem gostoso e depois eu coloquei meu seio na sua boca.

Ela chupou como um bebê, se lambuzando toda e sugando com força o meu biquinho. Depois começou a passar a língua ao redor, pela auréola, dando chupadas leves no seio e deixando algumas marcas, depois voltou ao biquinho. Depois de um tempo, me ergui e dei uma tapinha na cara dela.

- Agora você vai fazer a mamãe gozar.

Passei uma perna pra um lado da cabeça dela e deixei a outra do outro lado e me abaixei, sentando com a buceta depiladinha bem na carinha dela. Rebolei na cara dela deixando ela melada e esfreguei a buceta na boca dela.

- Vai amor, chupa a xaninha da mamãe pra ela gozar, chupa. – disse esfregando devagar.

Senti a língua dela bem quentinha passar pela minha raxinha e estremeci de tesão. Me inclinei pra frente e me apoiei nos cotovelos, ficando com a cara na bucetinha dela também e dei uma lambida. Ela ainda tava sensível, mas abriu as coxas me convidando. Continuei a rebolar na cara dela enquanto ela me chupava, mas fiz o favor de retribuir aquelas lambidas com outras na bucetinha dela.

Ela agora me chupava com gosto. Passou os braços pela frente das minhas pernas e agarrou a minha bunda com as mãos, enfiando a cara na minha buceta e me penetrando com a língua. Fui a loucura, parei de chupá-la e me inclinei pra trás novamente, ficando de coluna reta enquanto sentava na cara da minha filhinha de lingüinha rápida.

- Vai, filha. Me chupa gostoso, fode com a lingüinha, fode. Ai que gostoso, vou gozar na sua cara – falava eu já louca, apertando os meus seios e brincando com os biquinhos, deixando-os durinhos.

Me inclinei pra frente novamente e dei uma tapinha na xaninha de Laysa, provocando-a. Foi então que ela começou a me fuder com os dedos. Mas enquanto ela enfiava a língua na minha buceta, ela abriu minha bunda com uma mão e foi colocando o polegar no meu cuzinho e assim começou a me fuder. Fui a loucura.

- VAI, QUE GOSTOSO, ME CHUPA E ME FODE O CUZINHO. AI QUE GOSTOOOOSO! FODE ESSE CUZINHO SAFADO! COMO EU QUERIA UMA ROLA NELE AGORA, QUE DELICIA! AI, ME FODE, ME FODE, ME FAZ GOZAR! – delirava enquanto chupava a buceta da minha filha agora como se fosse uma sobremesa. – QUE DELICIA DE LINGUA, QUE DEDINHO SAFADO NO MEU CU! ME FAZ GOZAR QUE EU DEIXO VOCÊ DAR PRA O ANDY! VAI, ME DEIXA LOUCA, FILHA!

Ela ficou louca nessa hora, começou a enfiar dois dedos no meu cu tão rápido quanto podia e sua língua agora ferrava com meu clitóris, brincando com ele e puxando pra os lábios e chupando bem forte. Eu não podia agüentar mais, enfiei os dedos na buceta dela bem fundo quando fui gozar e fiquei forçando enquanto sentia os espasmos passarem por mim. Saí de cima dela e deitei na cama respirando pesado.

- Gozei, que gostoso... – Eu disse meio morta.

- Agora você já disse – Falou Laysa subindo em cima de mim e ficando na mesma posição que eu estava com ela, só que com a buceta na minha cara de frente. – Vai ter que deixar eu fuder com o seu namorado, mamãe. – Ela falava e esfregava o clitóris, jogando a cabeça pra trás – Ah... Ah.... Ah... Vou gozar na sua cara, mãe. Ah... Olha aqui mãe... Ah... Seu namorado... Vai enfiar a pica dele nessa bucetinha, mãe... – ela abriu a buceta dela com uma mão e enfiou três dedos da outra mão nela enquanto me mostrava.

Fiquei alisando sua bunda enquanto ela se masturbava na minha cara, arrisquei um dedinho na bunda também e ela não reclamou. Ela continuou enfiando os dedos na buceta e, quando tava quase pra gozar, tirou os dedos e ficou só no clitóris, esfregando com força e me deixando com a cara molhada dos fluidos dela.

- HUMMMMMMMMMM, TÔ GOZANDO MAMÃE, TÔ GOZANDO PENSANDO NO PAU DO SEU NAMORADO ME RASGANDO, HMMMM MÃE, QUE PICA, VOU GOZAR NELA E NA SUA CARA, QUERO QUE ASSISTA EU DANDO PRA O SEU NAMORADO. AHHHH, GO... Go... Gozeeeeei.

Ela então se ajeitou e deitou em cima de mim, mortinha pelo segundo orgasmo. Passei as mãos no cabelo dela e puxei seu rosto, beijei ela de língua bem gostoso apesar de ela não mostrar muita atividade dessa vez e depois fiquei com ela em cima de mim, só alisando seus cabelos.

- Não se preocupe, eu vou te apresentar a ele, se você quiser, pode perder a virgindade com ele, ele vai comer bem direitinho e você pode até gozar na primeira vez, apesar da dor... – sorri e dei uma tapinha na bunda dela, ela só sorriu em resposta.

[Continua...]

Qualquer comentário, sugestão, crítica ou elogio, por favor, mandem ao meu e-mail: Mas, por favor, entendam aqueles que não gostam desse tipo de conto e que o acharam impróprio que isso é apenas um CONTO. Nada mais do que uma narração que nem sequer é real. Aqueles que se interessarem por meus contos e tiverem algum pedido, ou mesmo um conto que gostariam de dividir sem se expor, por favor, não hesitem em me contatar através do e-mail.


Este conto recebeu 3 estrelas.
Incentive R+ a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
03/04/2020 11:52:56
Por favor, continua... fiquei de pau duro imaginando eu descascando sua filha, delicia...e 10 ...bjos.
10/11/2013 16:21:37
Sensacional, excitante, tesão a flor da pele.
21/08/2013 23:37:41
belo conto voce soube fazer bem a detalhacao
05/03/2013 21:14:10
cade a 2° parte ??? Extou ficando louco!!!!! Ao menos me envia
26/02/2013 15:01:12
ONDE SE ENCOTRA A SEGUNDA PARTE LINDA ?
23/02/2013 16:32:19
DELICIA, MAS PENA NÃO ENCONTRAR A SEGUNDA PARTE. BJ
22/01/2013 22:50:36
Q dlc de conto
22/01/2013 22:48:56
Q dlc de conto
08/01/2013 13:22:33
muito gostoso!me add no msn,adoro mulheres liberais,
08/01/2013 04:38:49
continua, continua ! PLEAS !
03/01/2013 08:09:51
Que loucura queria encontrar um família dessa
01/01/2013 22:07:51
Meu nome é Rubia e meu marido se cham Beto, adoramos seu conto, nos deu muito tesão. Tambem publcamos aqui um conto que se chama: A procura de um amante. Nós temos um blog com fotos e muito assunto de sexo o endereço é: (rubiaebeto.comunidades.com) viitem e deixem um recadinho para nós. Beijos molhados a todos...
31/12/2012 19:56:39
Excelente conto Roberta, nota 10 pra você, uma excelente escrita, um ótimo enredo, bem excitante, seu 1º conto q leio, vi q tens vários escritos vou ler mais, tenho 4 postados, um é bem recente, meu último, se puder ler e comentar agradeço, e espero a continuação, irei te enviar um e-mail, assim q postar a continuação me avise. Grande Beijo
31/12/2012 13:18:45
31/12/2012 13:18:43
Continue!
31/12/2012 08:14:12
Oi pessoal, estou escrevendo uma série de contos hétero bem explicitos. Quem curte sacanagem beeem detalhada com muito romance,intrigas e reviravoltas não pode perder... As partes um e doisjá estão aí.Por favor votem pra eu saber se estou indo bem ou não... Beijos!
31/12/2012 06:19:04
Assim como os outros... 10
31/12/2012 06:17:43
Linda narrativa. Vamos apressar o retorno do encontro do seu namorado com as suas filhas e com você nessa suruba legal. E não se esqueçam de incluir esses rabinhos enlouquecidos nessas transas, pois, pelo visto, essa sobremesa caminha para ser o prato principal, regado a muita sacanagem.


Casados no motel tentando sexualmente o garçonpalavroespornobrasileirascontos eróticos fiz macumba pra comer a mulher do meu cunhadorenascendo no incesto parte3xiv padrasto peganfo aentiada sexso analprimos na punhetafotos de vestidos colados que acentue a bundaContos eroticos com fotos de podolatria tentando mexer nos pes da primaaxxvideo vibrador dentro do cuzinho vibrandoisinuacao erotica pornomae abri a cona para o pai fode rija menteEm puro arola no cu do beboMamae sentando no meu colo. Contos eroticos cnn.mtk contos eroticos coisas do destino capitulo 1conto eroticos esposa era certinhacontos eroticos de mulheres peidado na hora do sexocomi meu paicontos eiroticos leilapornminha cunhadinha irmã da minha mulher separou do Macho delavideos de novinhas perdendo o selinho e chorando na hora que o pau entra na bucetinha viagem delasxvídio experimenta calçadocontos eroticos rapidinha com sobrinhovideos do padrasto tirando a virgidade da sua emtiada e gozando nelanovinhas delicia purasexoxvideo mulher uza ceu cu para gurda bola i leiteXVídeo amassadinho estrangeiraestrupoanal abusoconto erotico mexeram comigo na ruaamigo picuto faz mulher d corno sangra rsconto erotico castiguei o viadominha mulher de peito e Tonzinho XVídeosmeu marido broxa contovideo de incesto nisseimoleque enchem praia nudismoporque pau grande da mais prazer a mulhergarota q foi fudida no fundo d casa por um cachorro pastor alemaonovinhas levando tapa na butinhafotos de bundas bonziadas nuasContos de sequestro e feminizaçãonovinha brincano com pau do muleke e saindo aquele liquidoporno zoo mulher presa no canino fodida toda noite xvideoscontos eróticos esposa adora contar que traiu o corno manso ciumentoxxx dalmata engatado no cu da velha safadacontos eroticos embreaguei minha mulher e comi outracontos eroticos com policial civil experiente conto eu minha esposa e meu amigo da adolecenciaQuero ver a fulaninha gostosinhagranfina caindo da sacolaxvideos com sena em saiandameu amigo doidão me deu chupada contosgaysconto erotico velha casada banca negao pirocudocontos eiroticos leilaporncontos eroticos mamando peitos cheios lactantesxx vidio pono muher vigi ducuxvideos.comi o'cuda maecontos eróticos san e dean incestomullheres transandp com animaisvideos novinha reagindo um compo malhadoCONTOS EROTICOS-XXX.com-O foce nas suas veias (Capitulo 19)contos eroticos praia nudismo irma maeso bucetudas chorando quando a pica entrouconto erótico dopando pra meter gostosocoroa-operario-bate-uma-punheta-durante-pausa xvideoscontos eroticos gay hetero foi feminilizado pelo coroaPeito bunda echupa piroca e chupa pererecac.eroticos namorada virgem durmindo pela primeira vez na casa do namoradoTia de calça leg conto eroticocontos gay dadinhocontos eroticos minha esposa na cama com os filhos na dupla penetracaovideos porno de novinhas fodida por maquena ate chegar ao orgasmo vSarado labedo u copo xvidioaniversario dele,entao dei minha buceta de presente.contos de incestocontos eroticos filha e pai caminhoneiroContei para meu marido que ele é um cornoporno A garota acaba de colocar o vibrador e chega a irmã caçula na hora errada e faz ela ter seu momento de prazer contido e calado kkkkkchorando na anaconda do negão(Contos eróticos)ate quanto centimetros poso colocar no meu cuConto erotico o tarado do viagra tracou o valentãocontoeroticofodeContos eroticos rebeldes safadas parte 8contos eiroticos leilapornmachos com apiroca enorme fugindo do short de jogador de futbolConto erotico sou madura e consolo lesbicavideos porno varias duas amigas cagando juntas fala meu fiomeu tio me comeuos melhores contos de encochadas em evangélicas nos transportes publicoscontos eroticos gay me apaixonei pelo afeminadocontos eiroticos leilapornconto porno mendigoContos eroticos sapatao machaofunk pancada novinha loirinha fudendo muito e meninas também cheirando muitocontos eróticos Esposa e uma proposta indecente Contos eroticos a mamadeira do papairelatos eroticosgosto de ser traidohd xxx descabaca teen