Minha esposa a puta da excursão

Um conto erótico de Jern
Categoria: Heterossexual
Data: 08/12/2006 01:01:53

Somos um casal liberal de 44/37 anos. Júlia, minha esposa tem 1,59m, cabelo preto e liso, bunda grande e seios médios. Adora sair a noite e provocar, geralmente sem calcinha, as vezes mijando em lugares públicos como estacionamentos, paradas de ônibus e em ruas. No mês de janeiro de 2002, fomos convidados para uma excursão e passaríamos o final de semana em um hotel de Caldas Novas. Júlia como de costume, preparou aquele seu enxoval especial para essas ocasiões. Saímos quinta a noite para retornar no domingo a noite. Na viagem de ônibus, sentamos na penúltima poltrona e na poltrona lateral havia dois rapazes, um moreno magro e um moreno mais claro e baixo, ninguém mais na parte de trás. No começo da viagem, Júlia encostou-se no meu ombro e tirou uma soneca. Quando acordou estava meio excitada, não sei, então começou a acariciar minhas pernas. Nessas horas, sei que ela está afim de uma sacanagem. Naquela circunstância o que pegava eram os caras sentados ao lado, pois os outros passageiros já dormiam. Quanto aos vizinhos, um cochilava e o outro contemplava a vista da janela. Então comecei a acariciar as pernas de Júlia que estava com uma sainha bem curtinha. Júlia por sua vez, desabotuou minha bermuda e começou a lamber meu cassete e já se inclinava totalmente com a bunda totalmente exposta para quem olhasse. Um dos rapazes quando viu a cena arregalou os olhos e começou a apertar o pau por cima da bermuda. Júlia sem ter visto ainda seu admirador, começou a tirar sua calcinha quando olhou e viu o rapaz. Então ela fez-lhe um sinal para aguardar um pouco. Nessa hora eu já estava gozando na sua boca e a piranha bebeu até a última gota e fez sinal para o cara passar para a poltrona de trás. Depois atracou-se com o cara por uns 20 minutos. Após isso, voltou para o meu lado e dormiu o resto da viagem. Nesse tempo, acho que o cara que comeu Júlia contou pro seu amigo pois quando descemos do ônibus já no hotel, por volta das 10h da noite, o outro cara não tirava os olhos de Júlia. Depois de nos acomodarmos no quarto, Júlia colocou seu mini biquíni azul fio dental e um shortinho branco com as poupas da bunda de fora e fomos tomar banho de piscina quente. Muitas pessoas da excursão também estavam na piscina e Júlia, como sempre nessas horas, vira atração pela forma exibicionista e ao mesmo tempo simpática de olhar e falar com as pessoas. Quando voltamos para o quarto e já estávamos nos acomodando para dormir o telefone toca, era o cara do ônibus dizendo que adorou a companhia da viagem e convidou-a para uma visitinha no quarto deles. Júlia como não é de negar convites, desligou o telefone e me disse que ia dá uma voltinha no quarto dos amigos. Eu como bom marido, lembrei-lhe as camisinhas. Assim foi Júlia de baybedoll mesmo pelo corredor do hotel até o quarto dos amigos. Demorou umas duas horas, tempo suficiente para eu tocar umas 3 punhetas deliciosas e assistir à televisão até pegar no sono. Quando chegou, Júlia estava encantada com o outro amigo, o Paulo. O primeiro que ela conheceu na viagem era o Edgar, mas Júlia se apaixonou pelo Paulo pois segundo ela, Paulo tinha um cassete lindo e muito grosso e o cara adorava sexo anal, o preferido de Júlia e na hora que Paulo a enrabou ela teve orgasmos múltiplos. Na hora que ela me contou eu não resisti e fui conferir o estrago. Já de pau duro enfiei com gosto até gozar no seu cuzão já amaciado. Dormimos até as 10: 30h do dia seguinte. Fomos tomar café e pegar uma piscininha. Júlia ficava na borda da piscina tomando sol e fazendo novas amizades, eu de vez em quando chegava e dava-lhe uns beijinhos. Mas eu preferia ficar mais afastado tomando aquela cervejinha no bar da cascata e admirando a mulherada. No final da tarde combinamos com o pessoal da excursão para irmos a uma boate dançar o restante da noite.Assim fizemos e na hora de sairmos, Júlia como sempre estava linda com seu salto agulha, vestidinho preto de alsinha, sem sutiã e calcinha.Dançamos, bebemos muito, conversamos e voltamos para o hotel por volta de 4h da madrugada. Nessa noite Júlia foi só minha, apesar de uns amigos da viagem terem dançado e até dado uns amassos em Júlia na boate.No sábado acordamos por volta de 9h e já fomos tomar café e caminhar um pouco na parte do hotel que parecia uma grande fazenda com plantações e outras piscinas térmicas. No meio da caminhada demos uma sentada em um banquinho à sombra de uma árvore. Júlia não demora para começar aquelas suas carícias. Então puxei-a para detrás da árvore e comecei a fodê-la com tesão. No meio de nossa transa, notei umas vozes perto da trilha. Quando me viro para olhar, já nos observavam 4 rapazes na faixa dos 18 para 20 anos. Com o susto meu pau dá uma encolhida e Júlia notou olhando para trás. Os rapazes caminharam em nossa direção e passaram bem do nosso lado, quando então a safada da Júlia diz – hei gatinhos, vocês gostaram aqui da titia? Nisso a vadia virou a bunda para os caras e dando uma rebolada convidou a rapazeada. Os caras nem pensaram duas vezes já se posicionaram ao redor de Júlia. Um ficou por trás, outro na frente com Júlia mamando sua vara, dois se masturbando. Eu também comecei a me masturbar com a cena daquela mãe de família devassa que era minha esposa. Logo o garoto que comia sua boceta por trás gozou e saiu dando o lugar para o que se masturbava. Este foi por trás mas mirou o cassete na direção de seu botãozinho rosado que nem teve dificuldade de engolir aquele cassete. Segundo Júlia, essa facilidade que ela tem em praticar sexo anal deve-se as longas sessões de sodomia que praticava com seus antigos namorados. Bom, voltando à cena, depois de toda a rapazeada ter entrado na fila para enrabar Júlia e terem gozado a vontade, nos despedimos e Júlia pediu o telefone para marcarmos outro bacanal no quarto do hotel dessa vez, quando então, eles nos revelaram que estavam no nosso mesmo hotel só que no prédio vizinho.Saímos dali e voltamos para o hotel, Júlia toda dolorida nos joelhos e eu morto de tanta masturbação. Dormimos até as 8h da noite quando acordamos com o Edgar nos ligando e nos convidando para mais uma noitada noutra boate da cidade. Combinamos que ele passasse em nosso quarto as 11h da noite. As 11h em ponto chegou Edgar só, pois o Paulo tinha descolado uma gatinha e saído mais cedo. Júlia tinha tomado banho e estava se arrumando no quarto enquanto esperávamos na sala tomando uma gelada. Quando Júlia apareceu ficamos boquiabertos; ela usava um vestido curto branco e, ao dar uma viradinha, vimos a marquinha da calcinha toda delineada a trás em forma de quase fio dental; estava deslumbrante, deixaria qualquer homem atordoado ainda mais quando dá aquela olhada de biscateira quando quer provocar. Quando chegamos à boate encontramos a casa lotada. Júlia encantava a todos e alguns caras mais afoitos davam-lhe uma puxadinha pelo braço ou cochichavam algo em seu ouvido.Dançamos muito e já por volta das 3:30h da madrugada, com umas long neck na cabeça nos dirigimos para o estacionamento. Júlia disse que queria fazer xixi pois tinha esquecido e estava sem agüentar mais a vontade e perguntou ao Edgar onde poderia dar uma mijadinha rápida. Eu como já conheço suas sacanagens fiquei calado só observando e o Edgar sugeriu que ela fosse atrás do carro. Nisso a vagabunda, se fazendo de burra, vai em direção à frente do carro onde os guardadores dos carros podiam ver toda a cena. Mas para um bom voiyer a cena é realmente atordoante. A vadia tira a calcinha, caminha sem pressa e rebolando com o vestidinho já suspenso até à cintura mostrando aquele bundão delicioso realçado pelo salto altíssimo da sandália; depois fica de frente para a frente do carro se escorando no capô para agachar-se lentamente e abrir a torneira demorando uns 30 segundos. Os caras que vigiavam os carros não sabiam se olhavam ou viravam, mas acabaram foi olhando mesmo e apertando os cassetes por cima das calças. Essa mijada de Júlia é uma das cenas que mais me excitam e já filmei-a inúmeras vezes nesse ato erótico. O Edgar também foi à loucura e quando entramos no carro os dois foram para o banco traseiro e ficaram na sacanagem até o hotel. Quando chegamos estávamos exaustos e desabamos na cama e o Edgar retornou ao seu quarto. Na manhã seguinte, domingo, acordamos quase 10h para o café e encontramos no chão, junto a porta, um bilhete dos caras que comeram Júlia no mato pedindo para que a gente desse um alô; assim fizemos e marcamos um encontro as 3h da tarde. Perguntaram se podiam levar um amigo de quarto a mais e também concordamos afinal quem fode com 4 fode também com 5. Fomos então para o café e depois à piscina. Júlia preparando aquela marquinha de fio dental especial e para curar a ressaca fui tomar uma gelada na piscina. Fomos almoçar por volta das 2h e de volta ao quarto tomar um banho nos preparar para mais uma sessão de gang bang com Júlia. Júlia, após o banho, coloca um shortinho de algodão branco, um top vermelho e uma sandália salto alto ( um tesão ). Eu ia preparando a filmadora para o filme pornô caseiro do qual eu seria o diretor. Por volta das 15:10h chegam os caras só que trouxeram 3 amigos e não 1 como combinado, eram o Thiago, o Celso, o Rodrigo e o Caio que já conheciam a Júlia, os novatos eram o Marcos, o Armando e o Fábio esses eram mais novos, pareciam até virgens pelo nervosismo e depois constatamos que realmente eram. Júlia chegou e foi falando – oi, meninos? Querem que a titia traga umas latinhas de cerveja? – perguntou a piranha já aceitando o novo efetivo da tropa. Então os caras se soltaram e começaram a orgia. Essa tarde foi demais. Nunca pensei que tivesse uma esposa tão devassa; rolou de tudo: dp vaginal e anal, oral, brincadeirinha, streep, enfim, uma tarde inesquecível para nós e para os rapazes. Apesar de tantos relacionamentos que fizemos nessa viagem, não quisemos nenhum tipo de vínculo para preservar a privacidade, pois, assim como nós, todos as pessoas da excursão também moravam em Brasília.

E-mail=


Este conto recebeu 0 estrelas.
Incentive patinho feio a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
20/09/2011 09:18:33
quer ver sua esposa trair vc na sua frente, vc vai ficar de pau duro,vai ter a vontade que sempre quis, ver sua esposa com outro ,sigilo absoluto,honestidade e respeito, , espero por vc, sou de Fortaleza-Ce.
08/06/2010 02:22:01
queria casar com uma mulher dessas
19/07/2009 01:13:25
.......chatinho
27/03/2009 17:21:40
quer ver sua esposa trair vc na sua frente, vc vai ficar de pau duro,vai ter a vontade que sempre quis, ver sua esposa com outro ,sigilo absoluto,honestidade e respeito, , espero por vc
13/12/2006 12:53:11
Chaatoo!!!
11/12/2006 21:23:22
Todo conto sem obedecer paragráfos ficando um saco para ler, dou zero...
08/12/2006 14:48:25
Nós gostamos muito de inovar e conhecemos muitas sacanagens, por sermos muito curiosos tambem. Jern, apenas por curiosidade, vc pode nos responder o que é "streep"? Quanto ao conto, achamos muito fraquinho. Nota 2 para incentivar.
08/12/2006 11:55:18
tá dificil...
08/12/2006 11:32:59
que saco..


Contos Meu mano se cagoupornô doidão lavano carromeu amante me come todo mesxvidios guria dando a buceta de causinhacasa dos contos eróticoscontos eróticos transformação marquinha biquínivoce ficara ipinotizado negao xxnnconto sentada no colo do tio no ônibusxvideos.com Juquinha comendo a jumentadezejo ver corpo nua de uma mulher que nuca teve sexo video levei dois mendigos pra fude minha mullhe ela so quis um roludocasal de programa osascomundobicha.historia de matuto brasileiroO velho gordo e peludo comeu meu cu contos gaycontos de homens que gostam de chupar peitosxvidiossexodormindocontos eróticos de anjo negrocontos eroticos cdsonifero no acampamento"virei mulherzinha" cadeiacachorro tapete lamber ppkvideos porno esposa e marido cagando juntos falameufiocontos eróticos de bixesualmulheres ficatarada narrua salver penes grandvideo de virgem se entregando pata o pauzudopernas aberta sem calginha xvideodXvidio minha conhada so usa curtinhomadrasta levanta deixa o Maria dormindo e vai entrar na roleta 20 anos novinhoXvidio brasileiro patroa de caucinha dando para ogarotovelhas com ocu frocho peida demas dando o clucontos eroticos picantes camioneiros estuprando putas na estradaContos chupando a buceta gostosa da janaravídeo pornô ginecologista idoso não resiste a bucetinha apertadinha da paciente e a estrupa forçacontos eroticos comi virei sussyirma gostosonaxvMeu padrasto bella&alexporno em nome da mae e do filho parti 2conto meu marido virou minha putaporno de coroucom novinhas/texto/2014041496maior sacanagem no loveontopas novinhas do Alto do Mateus quebrando o c***** dando o c*****pornodoido vitor e fran no vc q sabemeu chefe me comeuelacareca contos eroticos de mullheres carecasboquete da minha prima no meio da lavourra de cafe pornogaymulhes sexo com cavalocontos encoxando e penetrandomalandro gay passivo dando o cu contoporno gay gosado na cueca passeiragay de rabo grande apanhando foda rijaApostareiaem casa todo sujo fedorento pegou a novinha a forçaHum pela namorada e pelo Ricardaoesposa vadia de shortinho curtinho batendo punheta p outro ba frente do cornomunher passa mal na pica du amanteler contos eroticos de padres reaispeguei meu padrasto transando com meu vizinho e fiquei com tesaoxviido cabelo novilnhaCasados no motel tentando sexualmente o garçonguei dando cu p avestraz s zoofiliacontos eroticos de nois dois enrrabadosamigos da morte na casa das águas passa agora pelada fodendodois hetero trazas tiro pica pra gozarseduzida por um estranho contos pornoxvideo praguinha com pau grandenovinho foi bater uma punheta no fundo do quintau. e ficou passandu o dedu no cuzinho e nao sabia que tinho um cara pauzudu venduvideo dondoca e maridi bisexualhistorias eróticas a menina indiazinha putinhaContos eróticos de mães evangélicas e filhasxvidios buctas de movihascontos eu novinha negao empurrou baita pintao no meu cucasada traindo conto eroticoxvideo gordinha peito duro pena arbetanovinha de shortinho cravado gostou da piroca cabeçuda pornoconto corno deixa mijar na sua esposaquero ver só só novinha batendo s******* tristinha XVídeospornodoido sogra da cugrade a genro e filha na salaasxxxxxcmover vidio pitudo dando uns amasso na novinha que nunca vio rolameu amigo me comeu e me fez a mulherzinha delemacunba caucinha pegar inteadacontos eroticos marcos e juliagordinha que dá de bruço com a b***** depiladinha gêmeasXx videos galeginhas do olhos azulContos de casadas sendo estrupadas no morro baile funkler contos eroticos menagexvideo decks ja jantar filho come a mãe e pai come a filia