Meu melhor amigo hétero rebolou com minha vara dentro dele

Um conto erótico de João Cammun
Categoria: Homossexual
Data: 01/05/2011 13:43:45

Pessoal eu tenho um grande amigo aqui em Palmeira, posso dizer até que é meu melhor amigo, esse meu amigo, que vou chamar de Bruno, é muito lindo, sabe ele tem 15 anos, como eu, só que ele é baixinho, diferente de mim, ele é bombado mesmo, eu sou só malhadinho, ele tem cabelos e olhos negros e uma pele muito branca, bem ele e eu fomos convidados para ir a uma festa de 15 anos de uma amiga nossa, lógico que não iríamos perder essa festa. Aliás nunca deixamos de ir em festa nenhuma.

No dia da festa tínhamos combinado entre nós e com nossos pais, que eu dormiria na casa de Bruno, já que ele morava muito perto do local da festa.

Naquela tarde, antes da festa, estávamos jogando nosso habitual vôlei de areia, contra outros dois amigos nossos, que não são importantes nessa história, bem como de costume ganhamos, somos uma dupla muito boa, ele na defesa e eu no ataque somos imbatíveis, esse é nosso passatempo, e nessa brincadeira logo deu 18:00hrs, corremos para casa dele, para nos trocarmos, pois antes da festa haveria uma missa em graças aos quinze anos de nossa amiga, somos católicos, Bruno foi tomar banho, demorado demais por sinal, saiu com a toalha na cintura, com os músculos da barriga, bem definidos, a mostra, eu brincando disse:

“Rapaz, para com as bombas que elas diminuem o precioso” disse eu tirando onda, porque sei que ele odeia quem diz que ele tomou bomba.

“Vai tomar no cu João, você sabe que eu num uso essas porra não” falou ele irritado enquanto tirava a toalha, nossa, já vi muito aquele pincel d Picasso, mas tenho q descrevê-lo. Um pedação de mal caminho, com pequenos sinais, em lugares estratégicos, uma cabeça rosada e em forma de cogumelo,como a minha. Como sempre nessas horas eu fico hipnotizado, mas dou um jeito dele não perceber meus olhares.

Corri logo para o banheiro, tomei aquele banhão lavando partes de meu corpo que eu nem conhecia antes, sai do banheiro como o Bruno, com a toalha na cintura, e fui me trocar, percebi, como sempre q o tamanho do meu pau, o impressionou como a todos, 18cm com 15 anos não é muito comum.

Brincando eu disse:

“Tira o olho Bruno, isso num é pro teu bico” falei brincando enquanto apertava no pau

“Sai dessa, estou olhando é para essa sua bundona, olha como ela me deixou” vi a maeca do pau na calça dele, (KKKK maldita seja minha bunda, sou tão assediado por causa dela), eu logo disse:

“Sai fora viado, aqui num se aproxima nada na forma cilíndrica”

Bruno começou a rir e eu também...

Terminamos de nos arrumar e fomos para a igreja, chegamos falamos com a nossa amiga e aniversariante, que vou chamar de Julia, e com os pais dela, sempre muito educados até o final da missa, quando a missa acabou fomos para festa, nossa a festa tava um show, nossa amiga contratou um ótimo DJ, dancei muito e com muitas garotas, não tava afim de mulher naqueles dias, mas só pra manter as aparências, claro, não sou de beber, mas a festa tava tão boa que bebi um pouco de whisky e vodka, pronto fiquei doido, dancei mais ainda e fiquei mais ousado com as garotas, tanto que levei um tapa, que foi motivo de piada do Bruno, eu fiquei bêbado mesmo, e bebi muito pouco, Bruno bebeu e ficou no mesmo estado que eu, mas já no final da festa, fomos embora umas 3 horas da manhã, chegamos na casa dele, entramos calados, fomos para o quarto, tomamos um banho, não ao mesmo tempo claro, e fomos no deitar, eu já dormi muito na casa do Bruno e tanto ele quanto eu gostamos de dormir pelados, então nos deitamos e eu brincando mostrei o pau pro Bruno e disse:

“Você num que me dar uma força aqui?” falei rindo. só resenha pois nunca tinha acontecido nada.

Mas ele foi com mão em direção ao meu pau, meu sorriso se desmachou, será que ele vai me masturbar, o infeliz para bem pertinho do meu pau e diz:

”penso que eu fosse né viado” falou rindo o filho da mãe

Bruno se levantou e apagou a luz, eu fiquei deitado pensando em como seria gostoso o Bruno me punhetando, só sei que o sono chegou tão rápido que nem percebi, só sei que me acordei naquela mesma noite sentido algo tocando o meu pau.

Fiquei sentido e era uma mão, o quarto tava escuro mas ainda dava pra ver a mão e o dono dela, Bruno claro, Bruno estava me punhetando enquanto se masturbava também, e se o quarto tivesse totalmente escuro, ainda daria para ouvir os gemidos dele, (olha uma coisa digo, se você já masturbou ou chupou alguém enquanto dormia, saiba logo que a pessoa estava acordada, é impossível não se acordar), peguei na mão de Bruno, ele se assustou e tirou a mão, tentando fingir que estava dormindo, eu me sentei na cama e disse:

“Por que tu parou sei que tu tais acordado, somos amigos isso vai ficar só entre a gente continua vai” enquanto dizia isso peguei no pau dele também e comecei a masturba-lo, ele abriu os olhos e disse:

“Você não pode contar isso pra ninguém” disse ele preocupado

Ele fica tão lindo preocupado, que comecei sorrir e disse:

“Relaxa, daqui num sai, agora você num quer chupar não hein?”

Ele ficou pensativo e fez que não, com a cabeça, então eu disse:

“Então deixa eu te chupar” cai de boca no pau dele, arrancando gemidos baixos dele, parei a chupeta, ele olhou para mim e perguntou:

“O que foi?”

“Só vou continuar se você me chupar, ninguém nunca vai saber mesmo, vai pow” falei enquanto subia pra a cama dele, eu tava em colchão no chão.

Bruno aproximou a boca do meu pau, meio receoso, olhou para mim e eu disse “vai”, ele colocou meu pau na boca devagar, ele tava sentido o gosto, a textura, a forma, tirou o pau da boca, olhou para mim e disse:

“É gostoso” ele abriu um sorrisão

Fui na direção dele e o beijei, foi uma sensação indescritível, o mundo desapareceu, naquele momento só existíamos ele e eu, dentro de um círculo de luz, cercados pela escuridão, coloquei minha mão em sua nuca, sabe puxando ainda mais para perto, eu invadia a boca dele com minha língua e ele chupava a minha língua, e depois era ele que enfiava a língua em minha boca e eu chupava, estávamos de olhos, eu passava as mãos nos cabelos deles que são muito macios e lisos, como os meus, mas tive que parar aquele momento único, pois a porta não estava trancada e eu não queria interrupções e surpresas, fechei a porta na chave, voltei e disse:

“Kra eu te quero a tanto tempo que nem acredito que isso ta acontecendo”

Ele começou a sorrir e disse:

“Então vamos aproveitar”

deitamos um de cada lado e fizemos um 69 muito bom, sabe a pessoa chupa melhor quando ta sendo chupada também.

Paramos , arfando, e Bruno disse:

“Eu quero você dentro de mim”

Olhei para ele, fiquei muito feliz com o que ele disse, coloquei ele de quatro e ele disse:

“Vai devagar, viu, eu nunca dei antes” disse ele preocupado

“Calma eu ainda não vou meter, vou chupar essa sua jóinha, antes de eu tirar esse seu selo”.

Cai com tudo no cu do Bruno, ele rebolava aquela bundona na minha cara, num sei se disse antes, mas ele é tão bundão quanto eu, eu enfiava a língua naquele reguinho, e Bruno gemia, enfiei um dedo, ele gemeu mais, fiquei metendo esse dedo até ele se acostumar, depois meti mais um, e ele gemendo lá, até que ele perdeu a paciência e disse:

“Mete logo, porra”

Coloquei meu pau na entrada dele e disse:

“Faz força como se fosse cagar, que entra mais fácil”

Bruno fez força e eu forcei meu pau no cu dele, entrou a cabecinha e Bruno disse:

“Ai, ai ,ai dói muito”

“Relaxa depois passa, agora enfiar devagarzinho até ficar todo dentro e quando você quiser você fala que eu começo o vai-e-vem, blz?”

“Blz” falou ele gemendo.

Comecei a enfiar devagarzinho, eu estava muito excitado, eu deseja aquele cuzinho a não sei quanto tempo, e agora ele era meu, aquele cu era como imaginei, quente, apertado, um pouco escorregadio, muito pouco, e piscante, esse cu dele mastigava meu pau, realemente um cu perfeito.

“Esse cuzinho nasceu para levar rola, viu seu putinho” falei para Bruno quando enfiei meu pau todinho nele.

“Então come que agora ele é seu”

Que lindo ele, por isso que eu amo esse cara.

“O meu também vai ser teu” falei e vi que ele ficou feliz.

Comecei o vai-e-vem bem devagarinho, Bruno gemia baixinho, acelerei e comecei a massagear aqueles mamilos dele, cara ele quase não tem mamilos, serio muito pequenos, aquele cu dele devorava meu pau, eu num tava aguentando mais, Bruno estava de 4, mas fiz ele ficar de joelhos antes que meu gozo chegasse, acelerei as estocadas, peguei no peito dele, beijei sua nuca e orelha, gozei até ficar com as pernas bambas, fiquei de 4 e disse:meu blog, MSN e twitter são:

paraaliviar.blogspot.com


Este conto recebeu 3 estrelas.
Incentive ParaAliviar a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
06/01/2015 04:31:24
Muito bom
14/09/2014 00:14:32
Amigo hetero...sei.
27/03/2013 01:01:47
Nossa e bom. Mais pra 15 anos e ja estar malhado muito cedo Adorei bjos
01/05/2011 16:07:11
Nossa, continua... tô muito afim de experimentar algo novo assim!!! Abs


XVídeos cara tapeando o coroa de motobusetas alagadas de galaestupro esposa contos eroticoscontos incesto realerotico meu filho aiiiiiii II"mulher que eu amo" casadoscontos.com.breu confesso puta quer casa cornocontos eroticos natal gayEroticoscontos.com /casadas 25cm duplxvideo fudir uma gatinhar manhosacontos eiroticos leilapornnovinhos erotizando de fio dental atoladocontos de sexo depilada na praiavideo porno travestis brasileiros dano cu gritano tira do meu cu cu dotadao gozando dentro do amiguinho dengozolevei minha esposa num glory hole conto realmenina da gengiva inchada gozando muito no pau do negãonovinha perdendo avidadiconto erotico gay minha tia me transformou em meninacunhada louca pra sentir rola grande pega cunhado de pau duro e nao resistecontos eroticos meu amigo daniel comeu minha mulhertosa de peitinho arrebitado tomando banhoContos eroticos menino de onze anos pauzudao com mulher rapas dando cu pro negao rola compridaconto erótico minha esposa queria um negão da pica 27 cmxvideos contos libertinos continuação parte 2contos eróticos esposa adora contar que traiu o corno manso ciumentocontos minha mae me criou como putacontos eroticos malv comendo as interesseiraporno casadas na zoofilia coladas a caensvelho pauzudo machuca a casada a forcaaninha insaciaveu kid bengala xvideosTio brinquinho trazando com sobrinho,negao xnxxpegei minha cunhada xhmasterPorno doido hosexualimochupou a buceta da india ate ela gozarcontos de cunhado que comeu a cunhada e ela nem percebeuo cu da minha mae é virgem contos eróticosdoce nanda parte cinco contos eroticoscomtos eroticos de mulheris que gostom de dar o cuconto gay ele se revoltou e tomou todasContos eroticos de sexo com genroxvidios porno coroa com rapaizinhoxvıdeos porno novınhas do paeminha prima deixou cheiro do cu mo meu pau contoscontos eroticos de primeira vez anal masculinaxvideos matasdra e imediatominhavisinha jemendoenterra dedo cu gagado dedo gagado gay pornoChupano a buceta da minha irman gravidaMatheus-Contos Eroticos zdorovsreda.rufui so dar uma alisadinha nao deu mandei pra dentro video casero pornoxvideoshortinho semcorno introduzindo siringa cheia de porra na vagina da esposa xvidiosanba porno que espetaculo de vizinha queredo pau vou fude mais elaPadrinho picudo botando só a cabeça na afilhada virgem contos viagra matou o veio em cima da putameu filho e um broxa contos eroticosPomba gira gostosa cavalas MTxoxa poletaconto erotico gay velho pirocudo maltratou o cu do viado choraoc.eroticos dando o cusao virgemcontos eróticos enfermeirairmanzinhas novinhas peladinhas no quarto d irmao1minuto xvideosvideo porno menina beino vinha sedoi strupada fosacontoerotico eu,namorada, minha mae e tio jorgeloiraagostosascontos eróticos o garoto do casaco vermelho Parte 15Conto provoquei meu pai dotado no nudismoler contos eroticos de padres reaisbaixar videos porno de vacabudas rabudas negrasgravei escondido dizendo vou gozar aias panteras filmes a cordano minha mae japonezapornô doido um pau inacabavel para elaxvideosdificil pra vc lukaesposa do corno adora se exibir sem calcinha pro encanador so pra ele ñ resistir e fuder a safadaeguas gosamdo muitonegro escravo fudendo filho do patrãoconto erotico gay viado desobediente tem que tomar na caraxividio ela tem medo de da o cufissurada em ser chupada na buceta contoContos eroticos de sexo com genroconto gay barraca armadavídeos pornô de mulheres fazendo sexo com máquinas postiça"a história de betinha"contos eroticos da irma cuidando do irmao com o braço quebradocontoerotico eu namorada mae e tiocontoseroticos m vadia mamae nao solbe o que fazer quando viupadre x bispo velhos punhetandocunhada louca pra sentir rola grande pega cunhado de pau duro e nao resisteesperei ela se distrair e empurrei no cu dela xnxx