Meu sobrinho comia a irma e eu fui no embalo

Um conto erótico de asus
Categoria: Heterossexual
Data: 17/04/2011 18:14:21
Nota 9.04

Meu sobrinho comia a irma e eu fui no embalo

As pessoas costumam duvidar que coisas deste tipo aconteçam, mas acontecem todos os dias, sempre cercadas de discuçoes

sobre ética pedofilia e variações do tema, a verdade é que não é a idade biologica que determina quando uma moça vira mulher, ou quando ela vai estar pronta para a primeira relação, ao meu ver, uma relação consentida com uma menina de 16 ou 17, nao pode ser considerada pedofila, da mesma forma que tambem acho que um adolescente de 16 ou 17 ano que mata alguem concientemente nao deveria mais ser considerado de menor, existe uma coisa chamada emancipação psicologica, quando voce descobre que ja é um adulto e esta pronto para usar a razaõ e tomar suas proprias decisões.

Me chamo Pedro, 25 anos, e a 2 anos moro com minha irma, 33, separada, tambem moram na casa seus dois filhos, Rafael 17 e Amanda 15. Em especial gosto muito de Amanda, a vi crescer e sempre nos demos muito bem, assim também Rafael e Amanda se dao super bem , sempre grudados Rafael morre de ciumes de Amanda.

A rotina da casa é assim, minha irma e eu trabalhamos o dia todo, Amanda estuda a tarde e Rafael a pela manha, desta forma sempre tem alguem em casa. O que vou relatar é o tipo de coisa que sempre te coloca entre a razão e o impulso e, a principio acaba te chocando muito, mas depois do choque vem uma sensação muito estranha e de medo.

Foi um dia, numa segunda em que eu tinha ido trabalhar normalmente, eu era representante e ia viajar para visitar um cliente naquela manha, por volta das nove horas da manha precisei voltar em casa pra pegar a carteira que havia esquecido, o portao estava encostado entao entrei rapidamente, no corredor que da acesso ao meu quarto, a ultima porta a esquerda é a do meu quarto e uma porta antes o quarto da minha sobrinha, passei rapidamente entrei em meu quarto e peguei minha carteira e sai rapidamente, ja estava um pouco atrasado. Foi entao que passando pela porta do quarto da minha sobrinha, que estava entre aberta ouvi um barulho, parei na hora, aquilo me assustou, bem devagar voltei até a porta pra ver o que estava acontecendo, ao olhar sorrateiramente vi meu sobrinho pelado e deitada na cama, toda angelical e com as pernas abertas Amanda, fiquei estremamente surpreso e assustado, incesto na verdade nao era nada novo pra mim, afinal com meus doze anos eu ja brincava com minha irma mais nova, todas aquelas lembranças vieram a minha mente, e a surpresa que senti a principio começou a se tornar tesao, imediatamente meu pau fico rigido como pedra, tao duro como a muito tempo nao ficava, Amanda era linda e sua pele macia e de cor uniforme, peitos pequenos e durinhos como em qualquer ninfeta da sua idade, naquele momento Rafael estava em pé e me proporcionva uma visao perfeia da bucetinha da Amanda, aparentemente eles ainda nao havian começado o que iam fazer, sua bucetinha estava fechadinha e intacta, pêlos ralos na parte de cima e perto dos labios bem lisinha, os labios eram bem delineados e tapavam bem o vaozinho que se escondia logo abaixo do clitóris, Rafael se aproximou com o pau bem duro sentou ao seu lado e começou a passar a mao naquela bucetinha linda, Amanda dava pequenos suspiros enquanto que com a outra mao Rafael alisava seu pau, enfiava e tirava o dedo da pomba da minha sobrinha, enquanto a essa altura eu tambem ja estava como o pau pra fora, tudo se passava sem nenhum dialogo entre os dois, eu estava louco pra entrar ali e chupar aquela bucetinha toda, mas Rafael ao que parecia ainda nao sabia o que era bom de verdade, depois de 15 minutos, Rafael subiu em cima dela, meio desajeitado abriu bem suas pernas e bem devagar foi metendo o cacete naquela linda franga, Amanda agora começava a gemer com mais intensidade, foi assim por um tempo,derrepente ele parou e pediu pra ela ficar de quatro, sua buceta estava enxarcada e bem rosada, timidamente ela ficou de quatro pra ele, naquele momentou quase gozei, sua bundinha empinada era maravilhosa queria eu entrar ali e meter bem gostoso, mas tinha que ficar no meu canto, de qualquer forma o tesao era muito bom e muito diferente do que eu ja havia experimentado, eu estava curtindo aquilo tudo, seu cuzinho era tao rosa quanto sua bucetinha. Entao pra minha nova surpresa, Rafael se afastou um pouco e pegou uma camera que estava ao lado da cama e começou a filmar Amanda, peladinha de quatro, nao bastava comer minha sobrinha, ele queria registrar, se aproximou de Amanda com a camera em uma das maos e com a outra apontou o pau em direção a sua buceta e foi enfiando bem devagar, Amanda se contorcia com os olhinhos fechados, depois de cinco minutos de vai e vem Rafael tirou o pau e gozou nas costas de Amanda, enquanto eu tive que correr para o banheiro para me aliviar.

Mil coisas passaram na minha cabeça, depois de cinco minutos sai do banheiro que ficava no fim do corredor, e encontrei com Rafael com a camera na mao, fingi surpresa ao velo a ali, enquanto ele estava realmente surpreso, oi tio ele disse, oi eu disse, precisei passar em casa, me bateu uma dor de barrida, nem sabia que voce estava em casa, é disse ele, to fazendo um trabalho pra escola. Nem mencionei o nome de Amanda, apenas sai pela porta e fui trabalhar.Pensei muitas coisas, meu tesao ainda era muito grande, e eu sabia que naquela camera estava algo que ia me dar acessa a Amanda.

Durante todo o dia, fiquei lutando contra mim mesmo, ao mesmo tempo que sabia que devia por um basta naquilo, tambem sabia que podia tirar proveito da situação, a moral e os bons costumes queriam que eu conversasse com os dois e acabasse com aquilo antes que fosse tarde, enquanto parte de mim queria sentir novamente aquele tesao tao intenso, e mais, queria fazer parte daquilo, queria chupar e lamber aquele corpinho todo.

Depois de decidido duas coisas eu teria que fazer, a primeira seria tirar uma copia daquele video, parte para meu deleite e, parte claro pra caso fosse preciso usar como arma de persuação. A segunda coisa a se fazer, seria monitorar Amanda, e pra isso eu nao podia contar com a sorte, nao podia esperar chegar pela manha e ver a porta do quarto entre aberta. Entao passei numa loja de informatica e coprei uma minicamera sem fio, ambas as coisas seriam faceis de fazer, nao costumavamos deixar os quartos trancados, e nem costumavamos mecher nas coisas uns do outro.

Na manha seguinte nao fui trabalhar, estava disposto a por meu plano em pratica, primeiro entrar no quarto do rafael e achar a camera, isso nao foi dificil, me certifiquei que Amanda ainda estava dormindo e que Rafael nao voltaria cedo da escola, fui até o quarto e peguei a camera, o filme ja nao estava la, mais do que natural, era algo muito valioso e perigoso pra se deixar dando mole. Fui até o seu computardor, claro que nao iria ter nenhum arquivo na pasta meus videos dizendo "Eu comendo minha irma", mas nao seria tao dificil, fiz uma pesquiza no coputador por arquivos grandes, e logo eu teria nao mais que vinte arquivos pra procurar, nomes estranhos tambem ajudariam a identificar os videos, nao deu outra. Nao só achei o video, como tambem mais uma dezena de videos que ele tinha feito da minha sobrinha, provalvelmente com tempo eu acharia mais, mas nao queria correr muitos riscos, copiei os video e me tranquei no meu quarto.

Dentre as dezenas de videos, um especial me chamou atenção, este com a data de 2 anos atras, era o mais antigo, nele, Rafael entrava no quarto de Amanda sorrateiramente, na cama amanda aparece dormindo de lado, com a cara virada para a parede, uma das pernas esticadas e outra levemente dobrada, delineando perfeitamente sua ja naquela época linda bundinha, a principio fiquei indiginado, afinal Amanda ainda era muito nova e mais ainda naquela epoca, mas a medida que o video desenrolava a indiginação deu lugar ao tesao, Rafael aproximava a camera diversas vezes enquanto que com a outra mao ia acariciando o corpo de Amanda, enquanto ela dormia um sono tranquilo, depois colocou a camera sobre a comoda, de forma que era possivel ver o corpo dela dos pés até a cabeça, depois sentou na cama ao lado dela, e bem devagar acariciava suas coxas e subia ateh a bunda de forma que a bermudinha que ela usava ia ficando cada vez mais atolada no meio da sua bundinha, separando seus gluteos e delineando a bucetinha, com certeza nao seria a primeira vez que ele tinha feito aquilo e Amanda parecia descansar, Rafael tirou o pau pra fora, estava tao duro quanto o meu naquela altura, com muito cuidade ele puxou a bermudinha de Amanda, de forma que tambem sua calcinha veio pra baixo, até a metada da sua bunda, a perna que estava dobrada atrapalhava um pouco, Rafaeldesdobrou levemente a perna, nao muito, apenas o necessario pra puxar um pouco mais sua roupa pra baixo, e sem tirar a visao da sua bucetinha, quando ele terminou a visao era maravilhosa, sua bucetinha era carnuda e rosada, seu labios fechando a entrada formavam um volume que era impossivel nao dar vontade de meter a boca, Rafael passou a mao na boca e depois na cabeça do pau, o que sobrou da saliva passou no meio da bunda dela, depois passou a mao na boca novamente e terminou de lambuzar sua bucetinha, se aproximou mais e deitou de conxinha nela, com cuidado direcionou o pau no meio da bundinha dela, de forma que ele passava entre a bunda até alcançar sua bucetinha, mas sem forçar uma entrada, a cabeça do pau ameaçava entrar mas deslizava para o lado, sempre imovel Amanda as vezes mechia levemente alguns musculo, de vez em quando Rafael tirava o pau da bunda de Amanda e colova a mao bem no meio da sua bunda, separando as nadegas de modo que enquanto seu dedao permitia que os outros dedos ficassem livres para entrar no meio daquela rachinha, sempre um de cada vez e nao todo, as vezes ele usava o dedinho e petrava lentamente seu anelzinho, mas nunca mais que meio dedo. Tirou a mao e colocou o pau novamente, e de novo o pau nao entrou, segurou na cintura de Amanda e continuou bombando do jeito que dava, até nao guentar mais e gozar nas pernas de Amanda, depois vestiu a bermuda dela novamente e desligou a camera.

Continua....


Este conto recebeu 0 estrelas.
Incentive Maruja a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
15/05/2020 02:56:02
adorei, quero mais...
17/02/2019 23:46:36
Excelente!!!
20/10/2017 18:02:34
adorei o conto, deu muito tesão,,ja transei com um sobrinho de 17 anos e a minha sobrinha irma dele de 14 anos no pegou no flaga e para ela nao contar tivemos que por ela na brincadeira tambem.
08/05/2015 08:05:17
Adorei seus contos, escreve muito bem. Estou cheia de tesão
07/07/2014 22:57:28
ADOREI MTO EXITANTE, video taype hemmm..?
KRT
07/01/2014 17:34:02
Delícia de conto
16/12/2013 01:15:51
amigo de que adianta vc postar um conto se nao vai postar a continuaçao
16/12/2013 01:13:48
muito gostoso o conto
07/12/2013 09:16:33
Continua o conto. Ta ficando bom.
07/12/2013 06:29:13
muito bom, continue
03/01/2013 15:30:42
delicia de conto
26/08/2012 08:28:48
07/06/2012 16:33:54
Muito bom , continua, excitante...
20/04/2012 03:44:33
muito bom,vale a pena acompanhar a sequencia.
21/11/2011 16:36:23
muita tesão... parabéns.
09/06/2011 18:25:02
Acho que quem não é adepto a incestos não deveria opinar, este é um espaço de pessoas que não possuem tabus e certamente são muito felizes em sua vida sexual, seu conto é magnifico, a continuação deve ser maravilhosa.
28/04/2011 14:30:02
Um conto interessante, num momento de puro tezão. Sei que contos incestuosos, sem exageros, são possíveis de veracidade, até porque é muito comum entre familiares, pelas oportunidades e aproximações. Seu texto até agora, foi muito bem desenvolvido, espero que a continuação, siga esse critério....Parabéns....
20/04/2011 16:41:19
Otimo conto... Muito bom mesmo... vc poderia deixar um e-mail de contato... aguardo a continuação...
20/04/2011 09:07:27
bom demais aguardamos a continuação
18/04/2011 21:46:06
Amei


Xmamae safada com amigosconto erotico de casada eu minhas filhas somos fudidas pelo meu bb roludao aguentei 28 cm de pica grande e grossanovinia alizando sua bucetiniaconto erótico menino bonequinhatesao por cachorro zoofeliasexoalvesvideo porno coloquei a minha esposa pra chupa o meu pau em quarto eu dirigiacontos eroticos real casada timida gang bangcontos eroticos lesbicos eu casada e a empregadascooby-doo Mistério S A minha mãe e da filha e mulher pelada salsichapornomulhe chupa.at.coza www.contos eróticos meu paideixo eu fude minha mae.comCheiro de rola de machos de academia suado contos gaysMae e puta fudeu filio estoriavideo porno fundeno cuzinho a fosacazal maduros mamado jutos uma picaAssuntos:lesbica contos eroticos patroa com sua cinta de consolo tirou a virgindade da buceta e do cu da sua empregadaFilha safata pai thomar palho pra fudecontos eroticos deficiente novinhafotos de bucetas bem novinhas cendo aronbadasxvvideo primo tocando puiheta é prima dameu cuzinho viu tocha com o dotadocontos porno scat lesbicoxvideo comondo gordinha e gozandoFotos de piruzoes aleijados de machossexo conhadas cozinha nua pau bizarro tesaoconversa com coroa carente cellbrasileira escurinha cintura fina xvideocasa dos condos tomando leitinho des de novinhax videos casada safada dando para padrinhode casamentocontos eroticos malv comendo as interesseiracontos menina chuponaxvideosmãe com gravidinhaso no buceta da novinha e ela chamando kauanchupando a b***** dela e ela chupando meu pau até nós gozarmos juntosa madrasta me fez menina contos feminização.contos eróticos fiz sexo por acaso com minha tiacaralhinho do prazer contoscontos tatuape primeira bucetacontos eroticos namorada vendada pica irmãomulher chama encanador para o manobrista shortbumda grande fodendo caindo com perdas bambacontos eróticos gays cracudoconfissoes como fiz pra seduzir meu cunhadosexoalvesxvidiocasada que nao fode a muito tempoContos eroticos larissa submissa dos tios parte 1sogra na cama dormindo com camiseta do superman e genro no sexonovinha deitada no sofa devestido curtinho negao pega a fosa pornohomens de de sambacancao cossando o pau diro e peludoconto erótico- a pastoracontos eroticos de filho fazendo podolatria com a maecontos eróticos dando de mamar minhas tetas desde pequenaNegros andarilhos pornô com novinhas conto paguei multa cu aregacadosafadinha de short jeans agasalhou pau do negao na bocaContos hetero louco por chulevídeo caseiro pornô mulher no macacão com passando a mão na buceta dela gordavidio do porno doido de lesbisca chupando a bucetavda outra ate ficar sem folegoxx videos menina pedro agilidade notado abertaemprestei um ovo do meu vizinho contos eróticosSou uma exibicionista casada e o garoto bate punheta me olhando peladacontos eróticos eu e papai pelados em casaroçadinha menininha gostosinha japinhasafada de saia curta e vizinho olhandohd xxx descabaca teendez ano padastro gosa na minha bocanovia saino docolejo desainhafilmes pornodoido marido vendo sua esposinha novinha e loirinha sendo arregacada pelo negrao pe de mesaxvidio puta lizinha mininhaliloca faz ananl pa ter akele raboContos de zofilia de mulher suportando pau enormes Contos eroticos dona de casa, coroa, casada evangélica pega novinho cacetudocontos porno na barracaminha mulher tatuou a dama de espadas na bunda contos eroticosler contos eroticos menagexexoleitinhoquero ver um filme pornô porreta Mel com muita mulher gostosa tomando no c* de calcinha de ladinhoConto erotico comi a dentista no consultoriocontos eiroticos leilapornXxvideosrapidinhaMiguel e Vinicius:Entre o céu e o infernocasa dos contos eróticos patrão e empregadosubmissa e humilhada conto eroticowww.relato mulher de corno emgatou com cachorro.com.brXVídeos mulher fazendo cocô e 32 no Condorconto erotico enteada safada assediandotia submisa dan a busetavideos di saia ma rua por baxoporno familha sacana opai bravo e afilhar virgemconto eróticos com enteadosde calsinhamocavídeo de morcinha fudemosobrinha conto erótico