Gordinha passa de tímida a putinha ousada - II

Um conto erótico de Atencioso
Categoria: Heterossexual
Data: 27/08/2010 08:42:02
Última revisão: 27/08/2010 13:15:29
Nota 10.00

No primeiro encontro, como dito, o tesão incontido nos levou a transar ainda no carro, mas tivemos mais conforto no próximo, nossa estreia em motel. Como nasceu e cresceu na mesma cidade, Vanessa temia que fossemos vistos por ali e, por isso, preferia marcar em outros lugares. Saímos algumas vezes para o centro de Brasília, ponto médio para os dois. Os encontros aos fins de semana se tornaram cada vez mais costumeiros. No sábado seguinte à nossa primeira transa, tínhamos destino certo, combinado durante a semana.

Antes de irmos, resolvemos brincar um pouco. A meio caminho, paramos numa estrada, de acesso a uma fazenda. Entre nossas cidades, há pista isolada, sem trânsito e em região de chácaras. Estacionei, em lugar reservado. Sozinhos, nos beijamos com paixão. Começamos as carícias já nos bancos dianteiros. Os amassos logo esquentaram, com ela passando a mão pelo meu tórax enquanto massageava seus seios, beijando e mordendo seu pescoço. Meus dedos correram entre suas coxas e encontraram a bocetinha, ainda protegida pelo jeans. Vanessa, em retribuição, sacou meu pau da calça e iniciou uma gostosa punheta, recrudescendo nosso tesão. Excitadíssima, ela quis que fossemos logo.

Com os vidros levemente embaçados por nossa excitação, tocamos para o motel, onde ficaríamos mais à vontade. Como ambos tínhamos compromisso na manhã seguinte, só pudemos nos aproveitar por duas horas - muito bem passadas. O lugar valia a pena, pela primeira vez tínhamos o conforto de uma cama. Já aquecidos pelo amassos no carro, nos atracamos com ainda mais intensidade ao entrar no quarto, iluminado apenas pelo tênue tom violeta das lâmpadas. Ela preferia assim, devido à timidez. Concordei: não prejudicava em nada para apreciá-la e a luz, semelhante a de boates, ressaltava ainda mais seu rosto. Estava linda. Nos despimos rapidamente, enquanto nos beijávamos e tocávamos.

Deitei Vanessa e passei a explorar seu corpo. Depois de abocanhar seus seios, chupando inteiros e mordendo de leve os biquinhos, comecei a chupar sua bocetinha, após morder e beijar suas pernas, dos pés à entrada do pote de mel. Mais uma vez, provei aquele suco saboroso, surgido da grutinha depilada com esmero. Lambi toda a extensão, desde a fenda e entre os lábios. Com a língua, explorei seu interior justo, quente e molhado. Suguei com vontade e carinho seu grelho avantajado, colhendo gemidos deliciosos. Agora, ela queria me provar. Após um beijo intenso, provando o próprio néctar, se pôs a chupar meu cacete, já latejante. Apesar do prazer de estar em sua boca, quis senti-la por cima.

Encaixou meu pau na bocetinha e, segurando a cabeceira com as mãos, começou o sobe-desce. Primeiro, abaixou até acomodar o membro inteiro nas entranhas, deixando escapar sons de prazer por ser ocupada profundamente. Passou a quicar sobre e revezar com reboladas no meu cacete, quando esfregava o clitóris em mim ao mesmo tempo em que sentia a tora dura dentro de si. Que tesão! Seus seios se ofereciam à altura do meu rosto e eram sugados com desejo. Quando ela descia, aproveitava para erguer meu corpo, afundando ainda mais a vara e arrancando gemidos intensos. Também intensificava os movimentos ao segurar sua bunda e ampliar o vai-vem. Estava cada mais difícil, para mim, conter o gozo. Ela queria o contrário: aumentou os movimentos até me sentir esporrar.

Cheios de tesão, continuamos a transa. Vanessa se deitou, um tanto cansada. Entre beijos quentes, o papai-mamãe logo se tornou num delicioso frango assado. Com mãozinha, ela chegou a acariciar o grelhinho, enquanto o pau duro deslizava para dentro. Apoiei suas pernas em meus ombros e passei a meter fundo, forte, rápido. Conferi como a sensação era intensa em seu rostinho e nos gemidos. Durante a foda, percebi como ela acompanhava nosso desempenho no espelho do teto. "Me fode, gostoso. Mete", dizia. Segurei seus seios enquanto seu corpo se movia conforme o ritmo das estocadas. Pudemos, também, trocar beijos assim. Após algum tempo, mudamos. Coloquei-a de quatro na beirada da cama e fodi apreciando a vista daquela bunda farta. Meu mastro ia e vinha dentro, enquanto segurava seus cabelos aloirados, nuca ou nádegas, que receberam tapas de tesão.

Mordendo e beijando seu pescoço, firmei as mãos em sua cintura e soquei com vontade. Por vezes, tirava o pau, molhado pelos sucos, e batia em sua bundinha, provocando antes de invadi-la novamente. Dessa vez, ao perceber que eu ia gozar, a safadinha quis receber tudo na boca. Então, minha gordinha me abocanhou. Com os lábios dela envolvendo minha glande, punhetei até disparar toda a porra em sua garganta, enquanto gemia e segurava seus cabelos. Que gozada. Depois de engolir, fez questão de sorver com a língua qualquer traço de esperma sobre o cacete, ainda pulsante. Até hoje me surpreendo de ver a satisfação com que ela recebe o leite quente na boca. Quando nos preparamos para a próxima (afinal, duas seriam pouco para acalmar nossos desejos e hormônios), nosso tempo já estava terminando, lamentavelmente. Fora isso, como disse, precisávamos acordar cedo no dia seguinte, que - na realidade - já havia começado.

Rapaz na casa dos vinte e bem dotado, procuro mulheres interessantes para momentos prazerosos ou bom papo. Aprecio em todas as formas e idades, boa conversa e carinho sempre são bem-vindos. Vivo no Distrito Federal. Contato:


Este conto recebeu 0 estrelas.
Incentive Atencioso a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
28/01/2013 12:01:30
BLOG com fotos de GORDINHAS amadoras, 100% free são mais de 5.000 fotos no acervo é punheta que não acaba mais! Pra você que gosta de gordinha não deixe de acessar!! Comentem no BLOG para que eu possa publicar mais! />
27/08/2010 13:13:06
Fico muito grato em saber que agrado assim, também tenho lido os seus e são dignos de nota. Fora isso, você é bem participativa, comentando e incentivando. Tento escrever, por questão profissional, só espero que isso de algum modo diminua o tesão dos leitores. Obrigado.
27/08/2010 10:49:48
Você ta cada dia melhor,adoro ler seus contos,todos bem excritos e super excitantes..MUITO BOM!!

Online porn video at mobile phone


pai vai no quarto da filha gostosaxxvideoConto dei carona e o rabo para o meu genromamada babentaCarinha de Anjo de GTA e mamãe filha da está outro colégio bem longe daquiconto dominei a dominadorapunhetando para cunhadinha verxvideosfudendo a auiliar da dentista no banheiro pornodoidoNao gosto de vc fica com espeto agora vou fuder.uma buceta boa tarde.encoxada na rabuda d xorti com o pau pa foraespozinha fica bricando com amigo do marido e leva no buceta pica peta gigante e gene de dorcontos chupando a buceta da Janarasou cara discreto mais adoro vira puta xxxvideos.comContos de incesto com meninas no banhocontos cnn gay novinho dopadoo rasgador de cú de escravasvideos de mulheres nuas tomando banho no chiveirocontos eróticos vovó transando com cavaloMamilos deliciosos recebendo cocegas e axilasnegas bomtudassono rabo daconhadaPrima da o cu para o primo que tem um pau que mede 26cmcontos eroticos de enteadas loiras com padrastos negrosporno irado om vlhas com cu arrombaospornodoidao caralho mostroeu quero ver um cachorro cruzando com a pobre ficando engatadoContos gay comi o cu do cafetaoirmas fudendo com irmao1minuto xvideoscontos reais de sexo de ninfetosVampiros e lobisomens-Casa Dos Contos Eróticosconto erotico dom plug analcontos pornos no sitio com mamaecontos eiroticos leilaporncontos eiroticos leilapornwww.fotos cazeira ee mulher engatada na zofiliaprica cavalaperdi avirgidade noseleiro comtocontos erótico menininha. dama de honra contos eróticos o tio com minha namoradaQuero assistir filme pornô a mulher da b***** bem grandona e g****** na rola bem grandona Rosilenevidio di hme k toroco disexocomi a puta do meu tio a forca contoCasada amigo do.meu marido ceueu cuzinho contosContos Gay Iniciado pelos guri depois pelotemto core mais eu pegeibrasilera xvideofu lanbida pelo cachorro contos eroticos bunda branca mole cavalgando na minha rrola no 1.xxxContos de coroa casada gostando de ser humilhadawww xvideo obezas fazendo sexo com ofilio.com.brxxxvidio omi comendo cachorrassexo conhadas cozinha nua pau bizarro tesaopornor doido homem batendo poletadando banho na filha cmto eroticobrutamontes caio parte 15 pornorenningcontos.wordpress.comcontos eroticos minha noiva cavala quer transar com tres machos picudosbaixa vídeo porno molhes ñ quenta rolar ir choraGosei na byceta selacontos eiroticos leilapornapostei minha mãe com meus amigos conto erotico analindo embora achei um viado e fui comer seu cuzinhoMULHER RASGANDO A BUCETA APERTADA COM UM GALHO DE ARVOREmeu marido viciou em porra de machotico cabeçudo abrindo achecaxvideo estrupa mae disaiaconto corno confidenteadoro ser encoxada no trem contos eroticosMeu cão ralf me comeu contocontos confiei que era so a cabecinha analXVídeos irmã fazendo cosquinha no pênis do negão casa de praiaporno doido ze buscape transairmazinha inocente da minha namorada no pornomulher capiau dando a chochotaporno nao no cu nao e groso e conmprido aaaiii de vagawww.xvideo gleicinha foi dormi na casa da irmã eo cunhado. atacoucontos eroticos colega negão estuprando o novinho gayDona.cabitu.bucetudapai do pau cabesudo atlando na buceta da filhacontos arregacei o cu da coroa verdureiraconto erotico esposa com os pedreirosXVídeos amador caseiros n******** gordinhas loucurinhafis sexo com a filha da vizinha com dez anos ela ja bem putinha contos eroticosX padrasto fraga enteada gostosa se consolando com pena de Borracha grande coroa gosado pau do manoradi vedeo de sexoconto erotico de casado o perigo mora ao ladoconto gay ele se revoltou e tomou todascontos eróticos muleconamostrei minha bucetinha sainha pdrasto contoscontos eiroticos leilapornaudiencia lesbica porbodoidohistorias eroticas de virgem sangrando ao ser descabacadaconto erotico - como me tornei amante de um haitiano