FUI VISITAR O MEU CUNHADO E ACABEI TRANSANDO COM A MULHER DELE E A FILHA I

Um conto erótico de Ângelus
Categoria: Heterossexual
Data: 23/02/2009 00:03:07
Nota 8.38

FUI VISITAR O MEU CUNHADO E ACABEI TRANSANDO COM A MULHER DELE E A FILHA I

Fazia muito tempo em que não via o meu cunhado, irmão único de minha esposa. Ele é casado e tem um casal de filhos. Como agora em janeiro estive de férias aproveitei logo e juntamente com a minha família fomos visitá-lo, na cidade litorânea do Piauí, onde mora.

Pegamos a estrada diae durante o percurso curtimos as paisagens e a viagem. Os meus filhos estavam eufóricos e Kátia (minha esposa) ansiosa por matar as saudades do irmão e de sua família. Já fazia 10 anos que não se viam e lembrava que na última vez Rose (a esposa do irmão dela) estava um pouco acima do peso ideal, mas demonstrava-se feliz, principalmente com Paty (sua filha, na época com 06 anos) que estava muito bem na escolinha e com Beto (seu filho, na época com 02 anos).

Quando chegamos fomos muito bem recebidos e com aquela alegria. Bruno (meu cunhado) sempre alegre e prestativo, Rose nos surpreendeu com um corpaço esbelto e malhado, Beto parecia com o pai, Paty não se encontrava. Distribuímos os presentes e logo festejamos com churrasco e Brahma gelada.

Devido ao cansaço da viagem e ao álcool já ingerido dormimos cedo. Na madrugada levantei-me e fui ao banheiro, ao passar pela cozinha vi uma cena maravilhosa, Rose curvada à porta da geladeira. Meus amigos vocês não imagina a excitação daquela cena, ela vestida apenas com uma blusa branca, devido à posição e por não ser comprida descobria suas partes íntimas do corpo, e sua bunda e vulva explicitamente à mostra mostrando toda a exuberância abundante de seu sexo. Fiquei algum momento parado, ali apreciando, até que ela notou a minha presença, tomou um susto e aproveitei para elogiá-la. Ela gostou e sorriu.

Viu também o volume que meu membro duro de excitação fazia sob o meu short, desses que se usa para dormir, não tive como esconder. Ela disse:

- Hum! Acordou com vontade de fazer...xixi, foi?

- Não estava assim até te ver. – Disse (sorrindo) a ela.

- Eita! Quer dizer que eu sou a culpada de seu...cacete tá duro?

- Não diria culpada, mas inspiradora, excitadora... Deixa-me ver novamente?

- Hum! Acho que não, pode aparecer alguém. Kátia pode vir te procurar ou Bruno ver o que estou a fazer.

- Vai mostra, só mais um pouco, você é linda e gostosa! E tenho certeza que tem um fogaréu dentro de ti que me deixaria de joelhos.

Ela sorriu safadamente, os olhos brilhavam, colocou uma das pernas sobre uma cadeira, levantou vagarosamente a blusa, me deixando mais excitado, mostrando-me as suas coxas firmes. Cobriu seu sexo com uma das mãos, e foi deslizando de baixo para cima, descobrindo vagarosamente e me mostrando a volúpia de seu sexo, caprichosamente pelado, volumoso, excitante! Não resistindo a tanto tesão e desejo, me ajoelhei e feito um cachorro me aproximei dela e fui beijando-a e lambendo-a a partir de seus pés. Entre suas coxas passeava com a língua e me aproximei de seu sexo, que já escorria e exalava um cheiro gostoso tamanho a sua excitação. Aquilo me deixava mais louco de tesão, lambia, penetrava-a com a língua, sentindo o gosto prazer que fluía de seu interior. Ela nessa hora já me segurava pela cabeça e rebolava gostosamente, se esfregando freneticamente. Minha boca foi inundada pelo seu gozo, ela me apertava mais, pedia mais, gozava intensamente. Mordeu os lábios, segurando a vontade de gemer, gritar, uivar...e gozava extasiadamente.

Eu ainda estava ajoelhado, servindo ao prazer daquela mulher, mulher do irmão de minha esposa, quando ela empurra minha cabeça para trás e beija-me alucinadamente, sussurra ao meu ouvido gostosamente o quanto estava prazerosamente satisfeita. Que realmente tinha um fogo dentro de si e que me deixara de joelhos. Agradeceu dizendo que depois me recompensará. Foi para o seu quarto e eu para o meu.

Pela manhã nos tratamos como se nada tivesse acontecido, mas com muito mais simpatia. Estávamos na sala quando entra com toda alegria uma menina distribuindo alegria e vitalidade, era Paty que chegava, havia dormido em uma casa de amiga. Fomos à praia, escolhemos ficar na Praia do Coqueiro, uma das mais bonita e bem freqüentada. Como era domingo e tinha muita gente, acompanhei as crianças a banhar no mar. Estava distraído quando Paty pulou em minhas costas, me abraçando. Conversamos bastante e fiquei a observá-la. Pude perceber o quanto havia crescido aquela menina, com corpo de mulher, já estava prestes a completar 17 anos. Morena clara, cabelos longos e pretos, olhos bonitos e brilhantes, boca sensual, seios médios, bunda empinada, carinhosa, distribuía sensualidade, “uma ninfetinha”, eu pensava. Ela me puxou pelo braço convidando para mergulhar, estávamos nos divertindo e uma onda veio e nos cobriu, ela se abraçou a mim e uma parte do biquíni superior deixou à mostra um de seus seios, que fiquei vidrado olhando. Ao perceber que eu a olhava sorriu, me deixando vermelho de vergonha.

À tardinha, já na casa, Rose nos convidou para irmos à casa de sua irmã, preferi não ir e Bruno foi dirigindo o meu carro. Estava sentado diante da tv quando Paty entra e pergunta por todos, ao saber da resposta diz “beleza”.

- Tio aqui na geladeira tem cerveja gelada, você quer uma agora?

- Boa idéia, Paty! Sim quero.

Ela trouxe e me serviu, logo depois foi tomar banho. Distraído com o programa na tv, despertei-me ao ouvi-la me chamar e ao me aproximar ela pedia que levasse a toalha rosa que estava em seu quarto. Ao entrar no quarto vi em cima de uma cadeira uma blusa, uma saia jeans e uma minúscula calcinha rosa claro de transparência na frente. E quando voltei ao banheiro ela abriu a porta e se mostrou toda nua, sorriu e disse:

- Tio, você pode enxugar as minhas costas?

Minhas pernas tremeram, mas não foi de medo, foi de tesão ao ver aquela moça, sobrinha de minha esposa, com a bundinha toda empinada em minha direção e me deixando louco. Passei a toalha sobre suas costas e comecei a beijar-lhe a nuca, soltei a toalha e com as mãos passei a percorrer-lhe o corpo, sentindo a sua pele, seus seios duros e de mamilos enrijecidos. Ela fica de frente a frente comigo, me beija e eu passo a beijá-la todo o seu corpo. Ficamos algum tempo naquele esfrega e esfrega, mamando em seus peitinhos e deixando-a com muito tesão. Então ela com o meu pau na mão, com uma das pernas sobre o vaso sanitário, esfrega o meu pau na entrada de sua buceta e sussurra para que eu a coma. Sabe, o tesão era tão grande que logo gozamos deliciosamente.

Banhamos e fomos para o seu quarto, lá nos beijamos fervorosamente, sugava-lhe os mamilos, apertando-os com os lábios fazendo-a gemer:

- Hum! Tio que delícia, quero o meu titio enfiando o pau em mim

Seu sexo estava todo molhado, lubrificado de tesão, exalava um cheiro bom e que me deixava mais excitado. Lambia sua xana, enfiando a língua e passeando levemente sobre seu clitóris. Ela gemia, erguia o corpo, e começava a estremecer. Sentia que ela gozava. Ela me pedia:

- Vem titio, enfia o pau em mim. Tá muito gostoso e quero gozar contigo.

Enfiei-lhe o pau, dando lhe estocadas firmes, nos abraçamos, nos beijamos até que ela gemeu mais alto um gozo intenso e prazeroso, ao mesmo que eu não resistindo mais, gozei intensamente. Que delícia de sobrinha...

Aquela viagem estava demais, já havia feito a mãe dela gozar ao chupar sua buceta e agora havia trepado com a filha, a sobrinha de minha esposa.

Em breve conto como eu e a cunhada da minha esposa gozamos prazerosamente em trepadas deliciosas.


Este conto recebeu 0 estrelas.
Incentive Ângelus a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
01/03/2009 22:23:13
A continuação está no conto "A mulher do meu cunhado", pois não aceitou o mesmo título continuação. Aproveitem e se deliciem. Votem.
24/02/2009 16:55:51
Oww...que sobrinha é essa... Senti firmeza nela... Acho que ela só queria que você enxugasse as costas, claro...kkk Abração aê...nota 10
24/02/2009 13:11:31
Só pela maneira como foi feita a narrativa já vale 10, além do mais bati 2 punhetas com sua história maravilhosa. Olha só eu não me importo se é verdade ou não o bom é que a história me deixou de pau duro do começo ao fim.
24/02/2009 02:17:56
Nossa cara!!! Sei como é issoAcredito em voce porque eu ja fiz coisa que ate Deus duvida, por que nao os seres humanos??? Bjus,
24/02/2009 01:21:32
Seu pau deve ser muito gostoso. Gostaria de sentir o sabor de seu esperma, como faço? Conto nota 10!!!!!!!!!!!!
24/02/2009 00:55:08
Legal, muito bom mesmo. Mas eu sou o único que não acreditou que isso é verdade?
23/02/2009 22:48:23
porra meu irmao que conto massa , vai ganhar um dez logo de cara , mais quando vc for visitar seu cunhado de novo , me leva no bagageiro , e deixa o churra por minha conta , vai ser tranquilo deixar todo mundo comer carne , enquanto empurro a linguica na cunhada e na sobrinha , acaba de contar as outras trepadas logo , que vou tocar uma pra comemorar , valeu um abraco do Guerreiro !!! fui .
23/02/2009 17:43:15
Meu amigo esse e dos que vale 10, conta logo o resto...
23/02/2009 17:40:02
Fala aí comedô kkkkkk......
23/02/2009 15:33:34
MALVADA UHUM QUE DELICIA DE TIO HEIM
23/02/2009 15:32:52
UHUM QUE DELICIA DE TIO HEIM ,...
23/02/2009 11:43:34
adorei o su conto e as gathinhas que virem esse conto me add no msn
23/02/2009 08:10:43
conto maneiro gostei..msn
23/02/2009 01:25:28
gostei do seu conto amigo,tbm tenho dois contos sou novo por aqui estou fazendo novos amigos meu msn abração!!
23/02/2009 00:59:54
muito bom o
23/02/2009 00:14:04
maravilhoso o contooooo


puta safada grita alto vou gozar gtrta alto porra caralho grita grita grita to gozando caralhoooo...conto erotico incestopornô em fato real filho estrupa mãe gostosa e arrumadaConto erotico cuzinho de casadinhatio.transa com subrinha dormino peladAconheci a menina arranca a roupa dela fica pelada fazendo sexoxxxvideos sempre tive uma recaida por minha cunhadacontos calcinhas no cesto sujacontos eroticos d noiva putinha d tio coroa pirocudo e primo noivo corninho mansoum abraço para os punheteiro e um beijo pra quem leu erradocontos eróticos comendo o c****** da freirinha taradamulher e obrigada a ser penetrada por gancho pornodoidocontos eróticos com cavalocontos eroticos apostei e minha esposa sofreu no pau enormecontos eiroticos leilaporncomendo o cu da nora conto.eroticoyuri palzudocontos eroticos Sentando no colo do papai de fio dental ain papai quero da pra vcQuero assistir filme pornô a mulher da b***** bem grandona e g****** na rola bem grandona Rosilenecalcinha cheia de porracontos eroticos de uma mulher e dois homensIrmao come cú irma dormímdofoto da buceta peluda sogra dormindo xnxx.com enquadrinhopadrasto veio do nordeste xupano bucetona da intiadaxvideoBibabebado deixei minha filha ser abusada na minha frente parte 9 vontod eroticosConto erotico gay o bom filho a casa torna capitulo 10chantagiei a colega de trabalho e comi ela contoscontoerotico eu,namorada, minha mae e tio jorgecontos gays de incestos.com- pai machão dominad come filhomenino passivinho gayconto erotico gay con padre gostosoxvideos bafo de bodix vídeo namorada dano a buceta pra pagar a dívida no agiotacachorro tapete lamber ppksexo gay contos valentãoporno contosminha mulher eo estranho carroempurrando opau bem devagar na bucetinha virgencomo fazersrxo pinto vibradorbucetaô. jgmContos edoticos da.dk nbanho no meu filhoAutor do padre. Não é. Homem contos. Eróticosxisvideo casero gemida mas gostosadei a buceta na bicicleta contos eroticosvizinha gostaza fodendo muito com o marido me chamarao pra chupar ela na cama delestvbucetanovinhocontos eroticos sou filha única em casa so andamos peladosirmão com insônia come irma pornoLancinho pornô das Panteras enteadacontos etoticos de cunhada que cria irmao do esposocontos eroticos feminino ajudei o porteiro negro a fuder eu e minha irma juntocontosreaispornocristina loirinha sem juizocontos eroticos inversãocontos eiroticos leilaporncontos eroticos ubernovinha rebolado chote custovídeos sexo gays estrupo vampiro principes dando tio cacetudo sublinho pau pequeno corno humilhado por noiva putinha contos cm fotosCoroas d chortinhos curtinhos tataradacontos lactofilia com fotos ou videocontos eroticos malv comendo as interesseiraescravizada por chantagens contos eroticosmulher falando juramento de gemido vídeos pornôconto erótico não mexa nas calcinhas da mamãe part5contos eróticos de calcinhas no cestofis sexo com a filha da vizinha com dez anos ela ja bem putinha contos eroticosamigos homens pelados contos eróticosmultidão contos eroticoscontos eiroticos leilapornxxxvido namorada si a sutar com tamanho d pau d namoradoNa china rapta crinhaça para foder com elas pornapica tatoda no cu da brasileira e ela pedi maismenina ponha na bucetinha dedinho cheio de pregasporno levou finha poamigoxvideos sogras de pernas abertas em frente dos genrosxvidio aredando a calcinha qro lado e enchendo a .cochorrao super dotado fode zofilaeu minha esposa amigo de adolescencniacheirando a calcinha contossobrinho e tio pentelhudos sozinhis na fazenda contosrapazes pegão moças na estradas aforça para fudelascontos erotico de puta dando da a buceta pro mendigomassage ando a cunhada contodando a bucetinha para o senhorzinho da mercearia contos eroticoswww.xvideos- GAYZINHO loirinho.e gosta de dar somente uma chupadiha no peniz gigante ate gozar em um viadinho .comComo se escreve “ manda video porno ” em inglesmetendo na salgadeira bundudacontos eiroticos leilapornpornodoido gratis quebrado um cabaço cabiludinhaConto erodicos-mulher fala que desmaiou por uns 20 minutos por que enfiou uma cenoura geladinhahistorias olaine de comtos encantadosrelato erotico cheirei a calcinha gozadacasadoscontos eroticos meu professor me comeu.a piafazendo.sexofilhasxvideos com . sexy porno ju safada adora provoncar mulher safada