o faxineiro comeu minha esposa....final

Um conto erótico de Zé Arnaldo
Categoria: Heterossexual
Data: 21/04/2007 17:29:01
Nota 9.00
Assuntos: Heterossexual

A historia que passo a narrar agora é inacreditável, mas aconteceu de fato. Publico aqui para provar que o poder é uma ilusão, e não nos leva a nada. Vocês verão como fui humilhado por um simples faxineiro.

Bem, o meu nome é Mauro e sou casado há 8 anos. Tenho 38 anos, e Helena,minha esposa, tem 35. Sou proprietário de uma empresa de médio porte no setor de serviços eletrônicos, que também presta consultoria. Helena é advogada e assessora jurídica da empresa. Tudo começou quando chegou aqui um faxineiro de nome Tonhão, na faixa dos 35 anos e preto como carvão. Nosso pessoal do serviço de limpeza é terceirizado. Tonhão em uma semana fez amizade com todo mundo.Era muito brincalhão. Como eu era diretor, mantive minha postura, e ele me respeitava. Porem, um funcionário veio me falar que Tonhão havia “pego” a copeira em serviço. Não gostei, pois não gosto do envolvimento de funcionários dentro da empresa. Pensei em chamar a atenção dele, mas acabei não fazendo. Um tempo depois, soube que ele tinha levado pro motel uma auxiliar de contabilidade. E era casada!Não acreditei muito, mas como ocorreu fora da empresa, não dei importância.

O meu drama começou quando Helena apareceu por lá. Ela ia sempre que necessitava de serviços envolvendo questões de justiça. Helena tinha um ótimo relacionamento com os meus empregados, inclusive ia convidar alguns para um churrasco em minha casa,a maioria mulheres.Esteve na minha sala e saiu meio apressada. Uns 5 minutos depois, saí pra beber água e avisto minha esposa conversando com Tonhão no corredor, dando boas risadas.Fiquei intrigado, e fui ao encontro deles:- Ainda por aqui,querida?-Ah sim,amor.É que encontrei esse servente simpático, e ele me distraiu convidei para o churrasco também.-Mas ele não é funcionário.É terceirizado.-Não tem importância, varias pessoas falaram com ele.Parece ser bem querido aqui.-Você quem sabeEspero você lá, disse ela a Tonhão. A resposta dele foi ousada:-Não posso desprezar o convite de tão maravilhosa mulher. Não sabia que meu patrão tinha uma beldade dessa em casa. Helena riu meio sem graça, e se retirou. Eu o chamei atenção:-Cuidado com o que fala,rapaz. Ele baixou a cabeça, e continuou seu trabalho. No dia do churrasco, lá estava Helena em trajes de babar: Morena,cabelos lisos soltos, bunda volumosa, coxas grossas, com mini-saia jeans,baby look justa comprimindo seus fartos seios (sutiã 48). O churrasco rolava sem problemas, quando Helena foi atender o celular no lado da casa No mesmo instante, Tonhão foi ao banheiro. Fiquei de olho em Helena. Sabia da fama do Tonhão, e depois do que ele falou a ela naquele dia, saquei que ele se interessou por ela.Ela desligou, e voltou para a festa, mas não vi Tonhão sair do banheiro. Já estava na festa de novo.Quando fui na cozinha,observei um arbusto próximo a porta com um liquido sobre as folhas. Estava pingando.Quando me aproximei,não tive duvidas: era esperma.O desgraçado se masturbou observando minha esposa falar ao telefone. Com certeza ela não viu, pois não teve reações de surpresa.Pensei em mandar um oficio para a agencia terceirizada para substitui-lo.Mas não haviam razões profissionais para isso.Alem do mais, o pessoal da empresa procuraria justificativas para eu tomar tal atitude. Deixei pra lá. Soube dias depois, que Tonhão foi visto sair de um bar com a recepcionista de uma clinica vizinha. O cara tinha realmente sucesso com a mulherada.

Marquei um dia por telefone com a Helena, de irmos numa gafieira aqui perto, pois ela adora dançar. Fomos em uma sexta feira em que eu estava muito cansado. Chegando lá, Helena estava doida pra dançar. Não estava muito a fim, estava dando um tempo pra dançar com ela, quando aparece o Tonhão. Foi ela quem me mostrou ele chegar. Só podia estar nos seguindo, deve ter ouvido q conversa no telefone. Não demos importância a ele, mas o cara é muito cara de pau. Veio – pasmem – convidar Helena pra dançar.Ela ficou meio confusa, olhou pra mim, pensei em dar uma dura nele, mas esperei que a própria Helena desse. Como ela estava a fim de dançar, foi se levantando com uma cara de duvidas, sem saber o que fazer, pensando em qual atitude tomar, pois era muito educada para dar um simples não.. Lá foi ela com a cabeça baixa,dançar com o miserável.Fiquei revoltado. No inicio estava tímida,mas o cafajeste sabia dançar e a foi conduzindo, e ela cada vez mais solta.Como ela fez dança de salão, começou a soltar o gingado. Devo confessar: deram um show de gafieira. As pessoas paravam para olha-los.Helena tinha o riso solto e se remexia alegre da vida.Suas curvas estavam ainda mais sensuais, com os seios sacolejando no decote. Os cabelos esvoaçantes, voavam no ritmo da musica. Por fim, sambaram juntos por 10 minutos. Algumas pessoas os aplaudiram, ela agradeceu risonha a dança, enquanto ele saiu com aquela cara cínica, de vitorioso. Ela chegou a mesa ensopada de suor, pedindo desculpas por ter se empolgado. A tratei com ironias, até que pediu pra ir pra casa, um pouco irritada com o clima que eu estava fazendo.Em casa, ela se queixou que ele realmente era abusado, que investia em cima de mulheres comprometidas. Logo vi que o pessoal da empresa contou a ela a fama do faxineiro. Pediu-me desculpas e tivemos uma grande noite de sexo.

Passado algum tempo, chegou um novo office-boy, jovem, vindo do interior com a esposa de apenas 16 anos. Tonhão ficou amigo desse rapaz. Andavam sempre juntos.Numa segunda feira, o boy foi me pedir demissão chorando.Não entendi por que, já que estava indo bem. Ele me disse que ia voltar sozinho, que “aquela vagabunda”(sua esposa)lhe pôs chifres. Foi embora sem completar a historia.O segurança que me contou que ela havia chamado Tonhão pra tomar cerveja na sua casa, saiu pra pegar mais cerveja, e quando voltou, encontrou sua esposa chupando o pau de Tonhão.Era incrível o que esse Tonhão conseguia fazer com as mulheres. Até destruir uma família,ele conseguiu. Finalmente, ninguém gostou do que ele fez.Evitavam falar com ele.Mas ele pediu desculpas, chorou, disse que a menina não teve culpa, ele havia forçado um pouco a barra. Como ele queria,algumas pessoas o perdoaram. Tonhão veio a minha sala pra pedir transferência, não queria mais trabalhar lá depois do que tinha feito. A transferência foi feita, porem continuaria lá por mais uma semanaContinua na segunda parte.

Chegamos a conclusão dessa longa historia: o aniversário de Helena, onde tudo aconteceu. Eu estava recepcionando as pessoas, quando Tonhão chegou.Não o esperava, mas como ele estava de mudança,resolvi não encrencar.Foi quando ele rispidamente disse:-É, doutor......é hoje que vou dar minha pica de presente pra sua esposaMinha vontade era de quebrar a cara daquele canalha.Comecei a suar de nervoso, mas como não queria dar vexame na festa, o desafiei:-Veremos......você não é de nada!Espumando de ódio,entrei na festa e passei o resto do evento praticamente olhando todos os movimentos de Helena. Não sei por que, mas minha atitude era de quem desconfiava que Helena de alguma forma poderia ceder ao encanto do faxineiro. Afinal de contas, o que ele tinha de especial?Um negro,pobre, e sem cultura.Não quis dar sopa pro azar e não curti a festa. Só a observando.Helena por sua vez, se esbaldou a festa inteira. Dançava normalmente com meus funcionários., mas quando Tonhão se aproximou, dava pra ver que simpaticamente,ela o rejeitava.Até que numa rápida troca de casais, ele acabou dançando lambada com ela. Pra não fazer desfeita, ela dançou um pouco com ele. Só que parecia perturbada, sem jeito,dançando mal.Terminada a musica,ela deu um sorriso amarelo, e foi em direção ao toalete, onde demorou um pouco.Depois saiu pensativa e um pouco tensa. Relaxei,talvez isso viesse da minha preocupação em mantê-la afastada do canalha. A festa correu sem problemas, e iríamos passar a noite em um hotel próximo. Eu e Helena. Estava alegre, pois Tonhão não conseguiu o que queria.Chegando no saguão, começou o maior drama de minha vida. O recepcionista veio me procurar, perguntando o meu nome e dizendo que um senhor estava me procurando. Perguntei quem, e ele apontou para a poltrona:Era o Tonhão que veio em minha direção. Tanto eu quanto Helena,ficamos perplexos. O que ele estava fazendo ali?com cara de choro, disse que não tinha pra onde ir. Que havia desistido de voltar pro interior, que estava abandonado, que soube que iria pernoitar no hotel, e me pediu ajuda. Disse que não tinha lugar pra ir, que não pagou aluguel, foi despejado, ia passar o fim de semana num abrigo, e não tinha como ir pra casa,pois era bem tarde.Que iria trabalhar numa lanchonete, na segunda, e que até lá, não tinha nada.Pediu pra dormir no meu quarto, se possível.Que canalha!!!como pode fazer um pedido desses?porem, me deu um nervoso na hora, comecei a suar. Mil coisas se passaram na minha cabeça. Afinal, que plano tinha em mente pra filar minha esposa?o que estava tramando?o que ia acontecer?podia escorraçá-lo de uma vez por todas, mas estava tão tenso e preocupado em realmente de alguma forma ele conseguir o que queria, que sem raciocinar direito, perguntei a Helena se ele podia dormir conosco!!!!Helena fez uma cara de espanto:-O que?dormir em nosso quarto?você enlouqueceu?vai acreditar nisso?Eu me virei um pouco mais tranqüilo pra ele e disse:-Não posso fazer nada. O recepcionista então me falou pra mim:-Senhor,ele infelizmente não vai poder ficar aqui no saguão. Ordem da casa.Tonhão disse então:-O senhor não tem nada a temer.....Isso foi um golpe. Ele realmente viu que na verdade, eu estava com receio dele trepar minha esposa.Sem muito juízo- que aquela altura, com essa situação inesperada, foi pro espaço – olhei pra ele e disse desafiador: - Não temo nada!virei pra Helena e disse que aquele crápula tinha que subir conosco, não tinha outro jeito. Helena deu de ombros chateada, e disse:-Você quem sabe.....Nessa hora me bateu um arrependimento de ter entrado no jogo dele. Que idiota que eu fui...Subimos os 3, silenciosos. Entramos no quarto.Ele pediu pra tomar banho primeiro, pra nos deixar a vontade. Helena estava furiosa, com cara de poucos amigos. Nem olhava pra mim. Nesse instante,sai Tonhão enrolado numa toalha. Helena tomou um susto , e de certa forma, eu também, pois não esperava. Com cara de sacana, Tonhão parou em frente a Helena:-Preparada,madame?pronta pra tomar uma surra de pica?Helena ficou estática, de boca aberta.Eu queria que abrisse um buraco para eu me esconder. Estava com os nervos em frangalhos. Tonhão continuou,cheio de si:-Pois a senhora não sabe a surpresa que seu Mauro aprontou?Me ver traçando a senhora aqui?Isso tudo foi armado por ele.É o presente especial pra senhora. Fiquei sem palavras.O cara me deixou sem saídas.Obvio que isso jamais se passou pela cabeça, mas como dizer isso depois do que fiz?Helena me olhou assustada:-O que é isso,Mauro?esse homem tá doido?o que ele tá dizendo?-É isso mesmo, dona!vou lhe foder como você merece,gostozona!mamar esse tetão,deixar você toda melada,saciada de rola.Pode perguntar a ele. Olha como ele tá nervosoTonhão me humilhava.Ele começara a vencer a batalha. Helena começou a indagar assustada:-O que é isso, Mauro?não estou entendendo......voce vai me oferecer a ele?é isso???por que fez isso??você esta ouvindo o que ele está dizendo?e voce aí não faz nada??você tá pálido!!!você queria me ver com ele, armou tudo com ele??por isso ele está aqui???fala,homem!!Helena já estava berrando comigo, me olhando com os olhos arregalados, esperando a resposta que não vinha.Minha voz sumia. Gaguejava tentando explicar o inexplicável.Tonhão,nesse momento, se aproveitou,deitou e rolou, dono da situação:-É,dona Helena...o homem aí queria saber como eu era o garanhão, como comia todas...Tava com medo que eu pegasse a senhora também, e armou pra ninguém saber. A senhora,agora vai conhecer a fama de Tonhão,o garanhão,hehehehehe......o grande metelão.O comedor, o pica-doce da mulherada.Quer ver meu insturmento de trabalho?Nessa hora Tonhão tirou a toalha e apareceu algo que era praticamente uma anormalidade: o pau de Tonhão era uma aberração de grande.Mesmo mole, já era bem maior que o meu duro!e muito mais grosso.Helena arregalou os olhos, não acreditando,ficou sem ar.Tonhão só aproveitando:-É disse que a mulherada gosta,dona Helena.Minha fama não é em vão.A senhora vai saber agora, ou melhor sentir, o que todas querem....posso começar,patrão?sentei na cadeira,humilhado....derrotado!Helena iria ceder,cedo ou tarde. A raiva dela foi se transformando em expressão perversa:-Meu deus.....o que é isso......é enorme.....olhou pra mim:-Não precisa falar nada não,Mauro.Sua cara de banana já diz tudo.Você não quer assim?então vai ser!quer ver sua mulher curtindo com outro?ok...quem está na chuva,é pra se molhar.Se a mulherada quis,deve ser bom demais.E voce achava que eu ia ceder, é porque eu não ia resistir ao garanhão,né?achava que eu ia virar uma vagabunda e dar pra ele?viu como ele é decidido?homem de atitude?ele disse que ia me traçar.Quero ver esse homem em ação!vou me esforçar pra trepar o Maximo até se esgotar!vou aproveitar meu presentão!não é vagabunda que você queria ver?pois se lasque na punheta,pois vou fazer de tudo pra lhe realizar,amoooooooooor.Afinal,nosso amor é grande,não é corninho?eu já havia virado pasta na cadeira.Fui bancar o poderoso,e virei um bosta. Não perderam tempo. Começaram a se agarrar.Tonhão começou a devorar os peitões de Helena, e ela falava:-vai,chupa.......acende meu fogo.......me incendeia....vamos foder como loucos.....vamos dar um show pra ele.....aí,como você é rude!é assim que a mulherada goza?Tonhão chupava loucamente minha esposa, abriu suas pernas, e caiu de boca na sua gorda xoxota.Chupava de fazer barulho!Helena se contorcia.Já estava bem excitada:-Chupa,chupaai que língua quente......estou em brasa....me faz gozar....lambe meu grelooooooooo....ahhhhhhhhhhhh,gostosoooooooooooooo.......Helena estremecia,parecia que tinha calafrios.Tonhão ordenou:-bata uma aqui, e me chupa.Helena caiu de boca no pauzão semi duro.Aos poucos,aquele monstro de pica arregaçava a boca de Helena.Suas dimensões eram indescritíveis.Grosso,muito grosso,compressão e cheio de veias.Calculo uns 28 cm.Uma enormidade. Helena a essa altura tinha perdido a compostura. Mamava,se deliciava com o rolão.Tonhão mandava ela babar o pau todo. Ela batia punheta,lambia,sugava,cuspia, estava alucinada.Nunca a vi naquele descaramento.Chegou o momento da penetração.Helena de frango assado, e Tonhão tentando cravar o ferro em suas entranhas.Ela doida pra ser fudida e Tonhão aos poucos a penetrava. Helena desarvegonhou de vez:-Me arromba,animal.que vontade de ser fudida!quero conhecer o poder dessa tora!enfia logo,vai...Tonhão enfiava devagar,alargando a outrora apertada xoxota.Helena revirava a cabeça, absolutamente agitada.Tonhão parou um pouco e começou a movimentar devagar:-Vai ficar rouca de pedir pica,sua cadela peituda.Tonhão aumentou as estocadas.Helena só arfava com cara de dor,até que Tonhão passou a bombar vigorosamente, com Helena indo pra frente e pra trás e gemendo muito:- ai,aiiiiiiiiiiiiiiiii...que pinto enorme,vai me lascar...ahahhhhhhhhhhhh...depois era só gritos e gemidos. Esqueceram de mim, e fuderam como dois animais.Helena então, começou a falar palavras desconexas e começa a gozar:-ai,gostoso,mete,vou gozarvai ser demais...vou morrer.......aaaaaaaaaahhhhhhhhhhhhhhhhhhhh.......o gozo foi arrebatador.Gozo não.Orgasmo.Ali vi a diferença entre gozo e orgasmo.Helena tremia como se estivesse com uma febre muito alta. Ela fez de tudo: cavalgou com vontade, com Tonhão chupando e mordendo seus imensos seios com voracidade.Foderam de lado,com “duelo” de línguas, Tonhão comeu de quatro, Helena cavalgou de costas pra ele,com os seios batendo um no outro, com velocidade absurda.Helena teve uns 4 orgasmos nessa noite.Até que tombaram exaustos com Tonhão gozando uma quantidade de porra proporcional ao tamanho do pau. Um rio, nos seios fartos de Helena que ficou toda lambuzada....-Ai, que delicia...isso que é sexo!garanhão gostoso!Tô toda saciada......Tonhão ainda disse:-Vou querer esse cu gostoso.Não pense que acabou não.Meu serviço é completo. Helena,totalmente satisfeita, nem se dava conta da ferramenta que poderia estraçalhar seu ânus:-você é um autentico comedor,dei pouco, mas você é o maior!você merece o que quiser.Helena tomou então uma atitude que jamais esperava dela:ficou de quatro,arreganhou o bundão,e mandou:-vem,gostoso,me dá esse presente. Sei que você é mestre nisso,vamos.......ABRE MEU RABO NO MEIO!!!!MOSTRA A ESSE CORNO COMO É QUE SE FODE DE VERDADEquase que me escondi em baixo da cama. Imaginei que perdia minha amável esposa pro faxineiro comedor. Tonhão deu a rolona pra Helena chupar até endurecer,e pegou um pote de requeijão no frigobar,lambuzou o pau e o cu de Helena e começou a penetração.Helena estava aflita....segurava na cabeceira,abria as pernas,uma inquietação só...Adiantando,quando Tonhão enfiou tudo, vi a s veias do pescoço de Helena se dilatarem e um abafado grito na garganta. No inicio, gemidos de dor e incomodo, mas Tonhão sabia foder como ninguem. Aos poucos Helena gemia:-ai tezão..você é demais...... o máximo!...arregaça meu cu,me possua de vez.....sei que Mauro não tem esse cacete pra me comer,abusa de mim,vai.Tonhão começou a perguntar:-você tava molhadinha quando foi pro banheiro na festa,não foi?sentiu meu pauzão roçando e foi bater siririca não foi,putona??-Simmmmmmmmmtava molhadinha,pauzudo.-Agora você vai beber minha porra,sua égua....vai beber?-quero tudo de você,gostozão...seu esperma deve ser uma delicia...dá p´ra mim,dá...Tonhão sacou o pau,sentou na cama, Helena caiu de boca,sugou até dar um gritinho abafado.-Hummmmmm.....hummmmmmmhummmmmm.......era Tonhão gozando na boca de Helena, que engolia o que podia, pois escorria muita porra pelo pau,queixo e pescoço.Helena limpou tudinho,deu um beijo na cabeça da rola, e deitou com o cu todo arregaçado:-gostou,amor?viu que ele conseguiu o que queria?me comeu na sua frente!e amei seu presente,viu?eu já estava mole de gozar me masturbando. Helena dormiu na cama com Tonhão, e eu no chão.....passado algum tempo dessa experiência, Tonhão não comeu mais Helena. Sumiu do mapa.Conversamos muito,Helena me pediu desculpas,queria se separar, expliquei que não tinha armado nada, mas caí como um patinho nas artimanhas de Tonhão.Ninguém ao que eu saiba,ficou sabendo.Deixei Helena livre pra me contar qualquer caso que tenha tido ou que venha a ter.Já revelou inclusive,que sente vontade de experimentar outros homens.Mas isso é particular entre nós, pois já falei demais.Obrigado


Este conto recebeu 0 estrelas.
Incentive Sheakspeare escandalizado a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
01/09/2008 22:30:47
to loco pra fude-la
01/09/2008 22:30:08
sua mulher deve ser bem gostosa ate toquei uma pronha imginando ela cavalgando em mim
01/09/2008 22:29:13
sua mulher deve ser bem gostosa heim cara
06/10/2007 16:37:53
AH! PODE PARAR, VAI SER FANTASIOSO NA CASA DO CACETE.
24/04/2007 20:59:23
Adorei seu conto...mas acredito que você esperava que tudo isso acontecesse. Nota 10!
New
24/04/2007 16:39:42
fora de sério seu conto, muito bom ! eu sou leitor a muito tempo e esse é meu primeiro voto. Tambem nunca enviei contos mais tenho vontade e vou mandar logo logo um conto real com minha ex.
24/04/2007 15:13:29
Bom conto cara. Este Tonhão está parecendo o MALDOSO.

Online porn video at mobile phone


Aliviando os funcionarios contos eróticosinsesto istorias eroticas pai filas novinascontos eróticos de presídioscontos eróticos com esposa pedindo pra apanhar e mijar nelamunher gozar gritando na pica du amantesvelho pauzudo machuca a casada a forcaquando o outro eu quero filme só de mulher pornô fazendo pornô com a outra arranhada r***** bundudavideos porno boquete em purando a cabeça xvideos.comconto+inquilino pirocudosafada de saia curta e vizinho olhandoEsfregada calcinhaxvideocontos porno scat lesbicoporno meninas chupando rrola e tranzando na escolasogra transando com a nora e filhocheirador de cuecasxvideo estrupo no vadraceiroforsas penis duros domina cu de homemmeninas de baby doll fazendo sexo anal e oral e babando no pauvídeo de sexo cazeiro com novinha tranzando co padrasto. e ele fala pra rla fica quieta para mae não ouvirContos eroticos no sitio mas meu cunhado safadobucetinhasnovinhas na praiaxvídeoscontos eiroticos leilapornbotei a pica na vagina da cadela no siopassivo do badoo contoComo se escreve “ manda video porno ” em inglesvideo porno de menina que viu o caralho muito grande e nao quiz foder mas foi agarrada e enrrabada á forçacunhada ajuelha na frente do cunhado e engole rolaXvideos batendo punhenta vendo gostosa de bucos na picinabucetinha super apertada sendo destruída por negao super roludo até arregalou o olhocontos eroticos cheguei casa escorrendo porra cornosanal brasileiro. uncesto irmao. comendo. ocu da irma. ela dizendo .que doi muitoXvudeos negra inxirida com varacontos eiroticos leilapornfilmes pornodoido dbsm com uma branquinha doida para ver o pau do negrao entrarVelhos que mamam seios de sua neta contos eróticoscomadre milhadinha dando pra ocumpadre pornocontos eroticos de putas e putos arrombadoscontos eiroticos leilapornprofessora do encino fundamental se masturbano peladaconto incentivado da o cuzinho de calcinhaContos eróticos confissôes de umà crente safadasentou com o ccu no salame e bate punhetaconto erotico tirei a virgibdade do meu ermao novinhoerick dotadao na prota xvidiosconto picante com a madrinha e noivawww.xvideos trepando e asistindotv.comcontos eroticos eu meu marido acampandocontos humilhando minha mulher me pegou dando o cupica na novinha contos eróticosloironac xvideocomadre bem gostosa cheia de tesão chupando pau do compadremulher dentro da cabine dentro de uma boate tomando picada no homem fazendo fila comendo elasver munheris entertidas de pernas abertas mostrando o busetaoxvidio frago e bateu praeli ate gozasogra brasileira contará no genrosex. video amarcaiacontos erotico gay brincando de verdade ou desafioComtos eroticos de biatas com padresngatadas anais zofilia contosvampiro cumedor de bucetaxxxvides.com meu amigo enquanto jogamos video game ele vai fodendo minha maeporno virge mentiu ter ido pra escola pra mae acabou comendo sua irmacontos eróticos vai negao goza na minha buceta quando eu chegar em casa mando aquele corno idiota limpacontos eroticos cu arrombadoFilme de porno garoto batendo puhentacontos eroticos casada viu pauzao do mendigogaroto enfia o controle remoto no cu após brigar con o irmão. xvideos. com loiras do cu melozo cavalgando na pica grossa e grandecontoseroticos de prima e seus primosbuceta arreventadabaixar xividio alfaiateContos eroticos ajudando o irmaocontos eiroticos leilapornninho pajeando x videoconto de incesto meu filho com o pinto machucadoconto erotico gay vuagraxxxvideos bafo psi comendo sua filha escondidofez buraco na parede do banheiro para brexar as mulheres de casa e foi pego pornoCONTO EROTICO FILHO CARALHUDO ARROMBA MAE TODA NÕITEcontos mae gostosa peituda de baby dollXVídeos homem machucando mulher com uma pinçame fode seu desgraçadoNovinho dotado fudeu a bucetinha da mocinha e arrancou as pregas do cursinho delavideos porno pau gigante.na.bucetinha apertada deu emoragiaCasadoscontos.com vanessinha diasVoltei para casa toda arregaçada e cheia de porracontos eiroticos leilaporn