UM CU APERTADINHO E UMA BUCETA TESUDA AO MEU DISPOR

Um conto erótico de NUBER
Categoria: Grupal
Data: 20/07/2021 16:14:01
Última revisão: 25/07/2021 07:35:05

A vida sempre nos reserva algumas surpresas sexuais incriveis e por isso decidi contar para vocês o que aconteceu comigo.

Meu nome é Gilberto, mas desde garoto passei a ser chamado de Giba por quase todas as pessoas.

Tenho 26 anos, moreno, 1.78m, cabelos pretos lisos e tenho um corpo bem cuidado sem exageros e devo frisar que não sou nenhum galã de rosto, mas tenho uma coisa que deixa as mulheres bem “animadas” quando veem minha pica grossa e cabeçuda de 20cm no meio das pernas.

Desde adolescente percebi que meus amigos das peladas de futebol morriam de inveja do tamanho da minha pica principalmente quando ela ficava dura como uma rocha e isso acontecia facinho, bastava dar umas apertadas na “bichona” que rapidinho chegava a bater no umbigo.

Mesmo tendo essa enorme virtude quando se é adolescente as garotas não dão muita “bola” para rapazes muito jovens e apesar de todo o tesão em querer fuder uma bucetinha isso demorou muito para acontecer, para dar uma aliviada na coisa só se masturbando praticamente todos os dias assistindo filmes pornôs no meu quarto.

No meu grupo enorme de amigos tinha dois garotos que todos comentavam ser viadinhos e todo taradão dei em cima deles tentando faturar a bundinha dos putinhos, mas nenhum dos dois se animaram em levar minha pica grossa no cuzinho, eles tiraram rapidinho o deles da reta quando se depararam com o tamanho da minha vara.

Os deuses da safadeza resolveram solucionar de vez minha virgindade forçada quando em uma tarde que estava no campinho de futebol jogando bola com os amigos meu primo Marcos apareceu por lá e como sempre me chamou na beira do campo perguntando se podia entrar na brincadeira.

Marquinhos como era chamado era quase tres anos mais novo que eu, tinha 1.58m, cabelos loiros e possuía um corpo bem frágil comparado ao meu e dos caras que jogavam comigo, mas queria por que queria participar das peladas e quando surgia uma vaga acabava entrando no time, mas não ajudava muito porque pelo seu tamanho levava um chega pra lá mais forte dos zagueiros grandões e não conseguia fazer muita coisa.

Naquela tarde depois de participar um pouco de uma partida e levar umas pancadas Marquinhos saiu do jogo e ficou assistindo no lado do campo batendo papo com outros carinhas e não demorou para se despedir de mim dizendo que no outro dia voltaria novamente e assim que a partida terminou Jonas um dos carinhas que jogava no outro time chegou do meu lado e começamos a bater papo e ele me surpreendeu dizendo:

-O teu primo loirinho apesar de “viadinho” é macho pra jogar bola... não tem medo de levar porrada dos zagueiros né!

Na hora me liguei que o carinha sabia algo mais sobre meu primo e todo sacana resolvi dar corda na conversa dizendo:

-Bem... que ele não tem medo de levar pancada eu sei disso, só que eu não sabia que meu primo é viadinho... você tem certeza disso?

-Claro que sim... mas... eu pensei que você soubesse Giba... afinal você é primo do safadinho!

-Que nada... nunca ninguém comento nada comigo... apesar de que eu nunca tive muita intimidade com ele né... ele tem tres anos a menos que eu... os amigos dele não são meus amigos...e ele também estuda em outro colégio... claro que achava ele um pouco ”delicado”, mas achava que era por causa da educação dele... a mãe dele, minha tia é cheia de frescura... minha mãe sempre comenta que sua irmã sempre foi muito super protetora com o filho... fiquei de cara agora... mas agora que você começou a falar sobre meu primo conta tudo que fiquei curioso... quero saber quem tá comendo o safadinho!

-Bom... já que quer saber... vou contar: Do lado de minha casa mora Gustavo um carinha legal e muito safado que adora enrabar garotos e a algumas semanas passadas na parte da tarde eu estava sentado na área da frente de casa vendo uma revista de mulher pelada quando vi seu primo entrando na casa do Gustavo, a mãe e o pai dele trabalham fora e a casa fica a disposição dele e ele leva os garotos pra la e soca a rola no cuzinho deles... eu vi ele entrando duas vezes na casa do Gustavo, mas ele visitou meu amigo varias vezes e claro que um dia conversando com Gustava perguntei do loirinho e ele todo safado acabou me contando que o teu primo adora dar a bundinha e toda semana leva pau no cuzinho.

Fui embora para casa pensando no que Jonas havia me contado e logo percebi que a maldade se instalou de vez em minha mente e nem entrei em minha casa e continuei a caminhada até a casa do meu primo Marquinhos que ficava a umas 10 quadras da minha e assim que cheguei e toquei a campainha ele abriu a porta e apareceu só com um short sem camisa com os cabelos molhados, tinha acabado de sair do banho e sorrindo me mandou entrar e em seguida perguntei se ele estava sozinho e assim que ele confirmou que sim abri o jogo com o safadinho e disse bem sério que se ele não desse o cuzinho pra mim eu iria contar pra mãe e o pai dele as viadagens dele com o tal do Gustavo.

Meu priminho viado ficou completamente mudo após ouvir o que eu tinha dito e em seguida começou a gaguejar implorando para que eu não falasse nada para ninguém e rapidinho concordou que ia dar a bundinha pra mim em troca do meu silencio e claro que eu não queria esperar mais nenhum minuto e falei que era pra ele me acompanhar até minha casa que seria mais seguro e ele topou no ato e após colocar uma camiseta foi do meu lado até minha casa em completo silencio.

Meu pai estava viajando e minha mãe só voltaria para casa após as 18.00h e durante o trajeto meu pau já foi ficando duro como uma rocha antevendo o prazer que iria sentir em enrabar o meu priminho viadinho.

Assim que entramos levei-o para o meu quarto e mandei que ele tirasse a roupa ficando peladinho enquanto eu tomava um banho, meu corpo estava completamente suado por ter jogado futebol e também só de imaginar pelo que iria rolar ali naquele quarto.

Marquinhos era um garoto bem obediente porque em segundos ficou peladinho e quando mandei ele dar uma voltinha pra que eu pudesse ver sua bundinha branca o safadinho deu um sorrisinho sacana e deu duas voltinhas na ponta dos pes e então foi minha vez de tirar minha roupa e quando fiquei peladão meu primo ficou de olhos arregalados olhando pra minha pica grossa completamente dura e disse todo medroso:

-Aiii Giba... acho que não vou conseguir dar pra você... você tem um pintão muito grande e grosso... nunca dei pra nenhum tão grandão... todos que me comeram tinham pintinho pequeno... o teu é o dobro dos outros... meu cuzinho é apertadinho... meus amigos falam que tem que passar bastante cuspe pra entrar... ai... agora que to te vendo pelado fiquei com medo de você me machucar!

Claro que não ia deixar que aquele “enorme problema” fosse atrapalhar eu enrabar aquela bundinha branquinha empinada do meu priminho e todo safado cheguei nele e abracei-o por tras segurando-o firme e todo safado disse:

-Não precisa ter medo Marquinhos... prometo que não vou te machucar... a gente vai fazer bem devagarinho... se por acaso você não aguentar a gente para... mas vamos tentar... vou pegar um óleo no quarto da minha mãe... eu sei que você adora dar a bundinha para os garotos e vou fazer você gostar muito de dar pra mim... vamos fazer o seguinte aproveita e toma outro banho junto comigo!

Meu priminho estava com uma carinha de preocupação, mas fez o que mandei e entramos debaixo do chuveiro, o banho foi rápido e todo safado aproveitei e dei umas dedadas no cuzinho apertadinho do safado e deu pra sentir que o safadinho deu uma relaxada e logo fomos pra minha cama e então fui até o quarto de minha mãe e peguei um óleo de amêndoas que além de cheiroso me pareceu bem apropriado para o momento e fiz meu priminho deitar de bruços e enchi seu cuzinho rosado de óleo, meu pau parecia que ia explodir de vontade penetrar o viadinho e depois de deixa-lo bem lubrificado me deitei sobre suas costas e passei a deslizar minha pica grossa no reguinho da bundinha deliciosa do safadinho e ele então todo dengoso disse:

-Aiiiii primo... que pintão que você tem... nossa... o teu é enorme... nunca nenhum desse tamanho roçou no meu bumbum!

Marquinhos tinha colocado um travesseiro por baixo do seu ventre e seu bumbum ficou ainda mais sexy e continuei deslizando minha pica toda babada no rego e no meio das coxas dele e deu pra perceber que o safadinho estava adorando a safadeza e todo tarado sussurrei no ouvido dele:

-Vai Marquinhos... põe a mão pra tras e segura minha pica na portinha do teu cuzinho... faz o que você sabe fazer seu safadinho... você já deu pra varios garotos... quero te comer bem gostoso... delicia estar assim com você... meu pau tá doido pra entrar dentro do teu cuzinho tesudo!

Meu priminho mostrava que era um viadinho bem submisso e fez o que mandei e a cabeçona meu pau foi encaixada perfeitamente na portinha daquele cuzinho quente e ele segurou fime minha pica com sua mãozinha delicada e passou a rebolar bem devagar e meu tesão foi a mil e passei a dar umas fincadas de leve, Marquinhos suspirava e continuava rebolando bem gostoso e quando senti que podia fazer uma tentativa de penetrar de vez segurei-o firme e finquei com força... a cabeçona completamente babada pulou pra dentro daquele cuzinho tesudo e meu priminho gritou alto e então tampei a boca dele com uma das minhas mãos e todo macho sussurrei no ouvido dele dizendo:

-Não adianta gritar viadinho... agora que entrou eu não vou tirar de jeito nenhum... trata de rebolar e dar gostoso pra mim... seu viadinho safado... já deu pra um monte de machos... e agora vai dar gostoso pra mim... hummm... delicia de cuzinho que você tem priminho... dá gostoso dá!

Meu priminho tentava gritar e escapar debaixo de mim, mas eu o segurava com firmeza e naquele mexe mexe minha pica foi entrando devagar e quando me dei conta eu estava inteirinho dentro dele e todo tarado passei a foder o cuzinho do safado e ele choramingava dizendo que era pra tirar que tava doendo muito, mas isso nem me passava pela cabeça e todo taradão fodi aquele cuzinho apertadinho durante um bom tempo até que soltei um urro e passei a ejacular como um cavalo inundando aquele cuzinho arrombado de porra quentinha.

Meu priminho quando sentiu que eu tinha gozado parou de choramingar e deu uma relaxada e fiquei durante alguns minutos curtindo a sensação de enrabar o meu primeiro cuzinho e só então sai de dentro dele e quando dei uma olhada deu pra notar que ele tinha ficado bem inchado e então dei dois tapinhas de leve no bumbum dele e disse:

-Pronto viadinho... me fez gozar muito gostoso... teu cuzinho é uma delicia primo... agora vamos levantar e tomar um banho gelado pra acalmar!

Marquinhos se levantou e notei que tinha escorrido bastante lagrimas de seus olhos e todo dengoso disse:

-Seu mentiroso... você falou que se eu não aguentasse teu pintão você ia tirar... você é um safado... socou tudo sem dó... nossa... meu cuzinho tá pegando fogo... vou ter que dormir de bruços varios dias... seu tarado... nunca mais vou dar pra você... arregaçou meu cuzinho!

Claro que eu não iria me contentar com apenas uma enrabada na bundinha branca empinada do meu priminho safado e então segurei-o firme pelos braços e olhando em seus olhos bem de pertinho disse todo macho:

-Pode ter certeza que vou te comer mais vezes seu viadinho... se ficar com frescura além de contar pra um monte de gente que você é um viadinho safado vou ser obrigado a ter dar uns tapas pra aprender que quem manda na tua bundinha empinada agora sou eu... já deu o rabo pra um bando de machos e agora vai ficar reclamando que não aguenta minha pica grossa... tanto aguenta que aguentou tudo até o talo... vai ter que acostumar!

Marquinhos ficou com medo da dura que levou e balançou a cabeça concordando e entrou no box do banho e entrei atrás e quando a agua fria começou a escorrer pelos nossos corpos a coisa deu uma relaxada e aproveitei pra pegar o sabonete e ajudar o meu primo viadinho no banho e ele logo voltou a sorrir e quando entreguei o sabonete pra ele fazer o mesmo comigo ao lavar minha pica e meu saco o tesão voltou com força total e meu primo todo safadinho disse:

-Nossa primo... nem sei como aguentei seu pintão todinho no meu cuzinho... olhando e pegando nele assim de pertinho da pra ver que é muito grande e grossão... essa cabeçona entrou rasgando... pensei que ia rasgar meu cuzinho e sair sangue... fiquei com muito medo... eu só tinha visto pintão assim grandão nos filmes pornôs!

Todo macho dei um sorriso sacana e disse:

-Depois que a cabeça entrou eu sabia que você ia aguentar... você gritou muito, mas acho que foi mais de medo do que de dor... e o culpado de entrar tudo até o talo foi você mesmo primo... ficou tentando escapar debaixo de mim se mexendo sem parar... facilitou ainda mais... logo eu fiquei colado na tua bundinha... minha pica grossa adorou o calor do teu cuzinho guloso... nossa... gozei que nem um cavalo!

-É... eu senti... além de grandão teu pintão tem um monte de porra... tá escorrendo de dentro até agora... você gozou fundo no meu cuzinho!

Eu estava doido de vontade socar minha pica grossa de novo naquele cuzinho delicioso, mas achei que devia aguardar ele desinchar, não seria esperto de minha parte machucar aquele cuzinho apertadinho que tinha me proporcionado tanto prazer e após o banho ele foi embora e todo safado falei que iria aguardar que ele me procurasse novamente e frisei que não queria aguardar muito tempo.

Depois de ter comido um cuzinho pela primeira vez meu tesão triplicou e minha pica grossa ficava dura a todo momento lembrando meu primo de bruços sendo enrabado por mim e foi incrível que após três dias o telefone de casa tocou e quando atendi era voz do meu priminho viadinho perguntando se podia vir até minha casa e quando disse que sim depois de uns 20 minutos ele me apareceu no portão com os cabelos loiros molhados e todo cheiros, o safadinho tinha tomado um belo banho e assim que entramos tirei minha bermuda e já fui abraçando-o por tras e todo taradão rapidinho tirei seu short e a camiseta dele e logo percebi que rapidinho ele ficou com o pintinho duro, o viadinho já estava pronto pro crime e ele dando um sorrisinho sacana disse:

-Aiii primo... como você é taradão... nossa... dá pra sentir que você tá louco de vontade de me pegar né... eu ia esperar mais uns dois dias pra te procurar... meu cuzinho ainda tá um pouquinho inchado daquele dia... mas hoje eu acordei com tesão também e resolvi vir te visitar... por favor... seja bonzinho comigo... promete que você vai fazer bem devagarinho... promete vai!

Claro que dei um sorriso sacana e disse que ele podia ficar despreocupado que dessa vez ia ser mais gostoso tanto pra mim quanto pra ele e rapidinho levei-o para o meu quarto e coloquei-o de bruços em cima do travesseiro e aquele bumbum branquinho delicioso ficou totalmente exposto e em segundos fui até o quarto da minha mãe e peguei o frasco de óleo de amêndoas que tinha usado na primeira vez e deixei tanto o cuzinho do meu primo como a minha pica grossa completamente untada e em segundos me deitei sobre as costas dele e minha pica já com a cabeçona toda babada passou a deslizar e arretar meu primo viadinho e todo taradão sussurrei no ouvido dele:

-Marquinhos... você assim de bruços é uma delicia... você tem bumbum de menina... perfeito... quando você quiser é só pedir que eu vou te penetrar bem devagarinho... quero ir bem fundo nesse cuzinho guloso que você tem... você vai adorar minha pica grossa te fodendo todinho!

Meu primo loirinho já suspirava com a respiração ofegante sentindo cabeçona pressionar o seu anelzinho tesudo e ao sentir que tinha se encaixado perfeitamente fiz como tinha feito na primeira vez e finquei forte, Marquinhos não conseguiu conter um grito de dor... a cabeçona pulou para dentro e para não dar tempo que ele reclamasse muito fui penetrando com vontade e logo senti meu púbis colado naquele bumbum tesudo.

Que tesão delicioso sentir minha pica grossa socada interinha até o talo e mais tesão ainda me deu ao ouvir meu priminho viado com voz de choro dando gritinhos de dor e pedindo pra tirar e logo fiz o que precisava pra acabar com a lamentação e todo macho disse no ouvido dele:

-Deixa de frescura seu viadinho satado... você queria minha pica grossa agora trata de dar gostoso pra mim... senão vou te dar uns tapas... não quero ouvir viadinho chorando no meu ouvido a não ser de prazer... relaxa... que você já sabia do tamanho da vara... ahhhh... vou te comer bem gostoso hoje... sem dó seu viadinho... rebola na minha vara seu safado... agora eu sou teu macho e você meu putinho!

Durante alguns segundos Marquinhos continuou a reclamar que estava doendo... que era muito grosso, mas como num passe de magica o safadinho não demorou a rebolar bem gostoso na minha pica grossa e passei a foder aquele cuzinho guloso do jeito que eu queria, socando sem dó até o talo e meu priminho todo tesudo sussurrou:

-Aiiiii primo... que pintão gostoso... doi... mas é uma delicia... fode... fode meu cuzinho seu taradão gostoso... quero gozar sendo enrabado por você... mete... continua... quero mais... ahhhh... ahhhhh... primo... que delicia... eu vou gozar no teu pintão... goza dentro de mim... quero bastante porra igual da outra vez... ahhhhhh... fode meu cuzinho... aiiiiiii... to... to... gozandoooooooooo!

Soquei sem dó, mas não consegui me segurar e todo taradão passei a ejacular forte no cuzinho tesudo do meu priminho e deu pra sentir seu anelzinho se contraindo deliciosamente mordendo minha pica grossa... ele gozava gemendo alto e gozei como um cavalo inundando de porra quentinha o rabo branquinho do meu primo tesudo.

Ficamos engatados até minha pica dar uma amolecida e escapar daquele cuzinho guloso e em seguida fomos para o banho e meu priminho viado arreganhou a bunda pra agua fria do chuveiro escorrer pelo reguinho de seu cuzinho inchado e todo safadinho disse:

-Aiiii... como tá ardendo meu cuzinho... essa cabeçona é muito grande... entra rasgando... nossa... depois que tá tudo dentro fica uma delicia... nossa... gozei um monte também... adoro sentir tua porra quente no fundo do meu cuzinho... nossa... que sensação louca que me dá!

Dei um sorriso sacana e dei dois tapas naquele bumbum delicioso dizendo todo macho:

-Marquinhos... você nasceu pra ser viadinho... sabe dar o cu bem gostoso... to adorando te comer e vou querer te comer um monte de vezes... mas... só pra você saber... se eu te pegar com frescura com outro macho... vou te cobrir de porrada... seu cuzinho agora tem dono!

Percebi que o safadinho ficou todo feliz com meus elogios e com a minha afirmação de que ele tinha um “dono” e bem safado desliguei o chuveiro e encoxei-o segurando-o pelos quadris... minha pica nervosa ficou dura de novo e já foi procurando o cuzinho guloso do viadinho que apesar de gostar daquele assédio disse todo dengoso:

-Aiiii primo... que tarado você é... tá querendo me comer de novo... acho que não vou aguentar essa cabeçona arrombando meu cuzinho de novo... nossa... mesmo depois da agua gelada escorrendo nele sinto que ele ainda ta pegando fogo de tão quente... vamos deixar para amanhã!

Até pensei em atender o pedido do viadinho loiro, mas minha pica grossa estava querendo penetrar novamente aquele cuzinho apertadinho e todo sacana peguei o sabonete e deixei o reguinho do safadinho cheio de espuma e sem dar chance do meu priminho viado tentar cair fora encaixei a cabeçona na porta do cuzinho inchado dele e segurando firme seu quadril finquei com vontade e logo ouvi um gritinho estridente ecoando naquele banheiro, mas ele nem teve tempo de tentar escapar e minha pico grossa penetrou fundo até o talo, a espuma do sabonete ajudou muito e todo safado sussurrei no ouvido dele:

-Meu primo querido, não tinha como deixar para amanhã enrabar esse cuzinho gostoso... minha pica adora esse cuzinho guloso... então para com esses gritinhos de putinho fresco e rebola na minha pica grossa seu safadinho... já entrou tudo mesmo... relaxa e dá gostoso!

Logo notei que o safadinho não sentia mais um pingo de dor porque ele parecia que tinha entrado em transe gemendo e rebolando sem parar jogando a bunda pra tras para sentir uma penetração mais funda ainda e todo taradão passei a socar com força, que cuzinho gostoso apertadinho tinha aquele loirinho filho da puta... como já tinha gozado uma vez passei a foder aquele rabo sem dó, meu primo viadinho também mostrou que era um viadinho de verdade rebolando e pedindo mais:

-Aiiiii... com é grosso esse pintão... to adorando ser comido por você primo... só doeu mesmo para entrar... mas agora ta uma delicia... eu daria a tarde inteira pra você... ahhhh... me come... to adorando ser seu viadinho... que pauzão gostoso... mete no seu putinho!

Marquinos se masturbava rebolando que nem louco na minha vara e logo deu um grito de prazer gozando na sua própria mão... seu cuzinho guloso piscava que nem louco na minha pica grossa.

Demorou algum tempo até meu primo viadinho se acalmar, mas meu pau continuava duro como uma rocha e após ligar o chuveiro e deixar a agua escorrer pelos nossos corpos resolvi que não queria gozar novamente na bundinha dele e todo safado disse:

-Marquinhos... quero você mamando na minha pica... sua boca deve ser tão gostosa quanto seu cuzinho apertadinho!

Ele deu um sorrisinho e disse:

-Ta bom... vou te chupar... mas não vai ser fácil engolir a cabeçona do teu pintão... a minha boca também é pequena... mas... eu queria te pedir uma coisa primo... eu até gosto de chupar pau... mas não curto muito que gozem na minha boca... quando for gozar promete que não vai encher minha boquinha de porra!

Claro que na hora concordei com o que ele me pedia, mas com certeza eu não iria cumprir a promessa, já tinha imaginado ele mamando na minha vara e eu gozando um monte naquela boquinha tesuda e então saímos do box do banheiro entrando no quarto e me sentei na beirada da minha cama e fiz meu priminho viado se ajoelhar no tapete entre minhas coxas e logo ele passou a lamber e dar umas mamadas na ponta da minha pica grossa... eu olhava aquela boquinha rosada tentando engolir o máximo que conseguia da minha vara e me dava um tesão louco.

Marquinhos mostrava que queria me proporcionar mais prazer colocando as bolas do meu saco entre seus lábios as sugando deliciosamente, o safadinho certamente já tinha feito isso com outros garotos e não demorou pra sentir que meu gozo estava chegando e todo sacana passei a fazer uns afogamentos no viadinho segurando sua nuca e quando minha pica grossa explodiu segurei firme sua nuca e comecei a ejacular forte na garganta do viadinho que tentou tirar a boca, mas não deixei e logo começou a escorrer porra pelos cantos da boca e todo macho segurei-o pelos cabelos dizendo todo macho:

-Trata de engolir a porra do teu macho seu viadinho safado... se deixar escorrer vai ter que lamber tudo... agora faz o que to mandando!

Que delicia olhar para o rosto do meu priminho viado tentando dar conta de tanta porra inundando sua boca gulosa, mas ele mostrou que adorava ser mandado e devagarzinho foi engolindo minha porra e também as gotas que escorreram pelas minhas coxas, ele lambeu tudinho e quando parei de gemer e tirei a pica da sua boca ele deu um sorrisinho sacana e disse:

-Você é um tarado FDP mesmo, me fez engolir toda sua porra né seu safado, quase me engasguei de tanta porra, você goza que nem um cavalo!

Resolvi mostrar que ele teria que me obedecer do jeito que eu queria e pegando-o pelos cabelos puxei seu rosto de volta ao meio das minhas coxas, a cabeçona da minha pica ainda tinha umas gotinhas de sêmen escorrendo e disse bem firme:

-Quero que você seja um viadinho bem submisso... que faça tudo que eu mandar... e trata de limpar direitinho a pica grossa do teu macho... ainda tem umas gotas de porra para você lamber seu viadinho safado!

Meu primo viado mostrava sem disfarces sua submissão total lambendo bem devagar as ultimas gotinhas de porra e em seguida voltamos para o chuveiro e quando conferi o cuzinho do taradinho vi que tinha ficado bastante inchado, mas ele nem reclamou e todo safado disse que quando chegasse na casa dele iria ficar sentado no bidê jorrando agua bem geladinha pra desinchar rapidinho e então falei que não queria que ele demorasse a dar gostoso pra mim e o safadinho sorrindo bem sacana disse que também não queria esperar muito pra sentir meu pintão fodendo com força seu cuzinho guloso e saiu rebolando aquele bumbum empinado indo pra casa dele.

Nem me surpreendi quando na tarde do dia seguinte meu primo viadinho me ligou dizendo que queria me visitar novamente e claro que falei que podia vir que estaria esperando peladão e o viadinho logo que entrou no meu quarto ficou peladinho também e todo safado disse que primeiro queria mamar no meu pintão e satisfiz a vontade do safado fazendo ele se ajoelhar entre minhas pernas e ele logo mostrou que sabia como chupar a pica grossa de um macho e todo putinho ele tirou minha vara da boca e disse:

-Aihmmm primo... teu pintão é lindo... eu não gostei da porra de outros rapazes, mas eu gostei muito do gosto da tua porra, adorei tomar leitinho quente de macho... quando quiser gozar de novo na minha boquinha gulosa pode ter certeza que vou adorar!

Que delicia escutar a voz dengosa daquele do meu primo viadinho dizendo aquilo e em seguida coloquei-o de 4 na beira da cama e dei uns tapinhas de leve no bumbum dele dizendo:

-Hoje quero te comer assim Marquinhos... igual cachorro come as cadelas... e você vai ser minha cadelinha hoje... quero meter gostoso no nesse cuzinho delicioso... e pelo que to percebendo nem vai precisar passar óleo para lubrificar né... tá louco pra dar pro teu macho né viado?

-Nossa Giba... só consigo pensar nesse pintão delicioso fodendo meu cuzinho... me come do jeito que você quiser... to adorando ser teu viadinho... nunca gozei tão gostoso como gozei com você... sou todinho seu... faça o que quiser de mim!

O prazer de ouvir meu priminho viado se entregando por inteiro pra mim me deixou mais tarado ainda e aproveitando que minha pica grossa já estava toda molhada da saliva do viadinho só encaixei na portinha do cuzinho do taradinho finquei com força e a cabeçona foi entrando até o talo, meu primo só deu um gemidinho mais alto e logo em seguida já passou a rebolar gostoso sussurrando:

-Aihmmm Giba... que pintão gostoso... meu cuzinho fica todinho preenchido... ahhhh... fode... com força... sou teu putinho... me fode todinho!

Já que ele pedia passei a socar sem dó... meu ventre batendo em seu bumbum branquinho provocava um barulho delicioso e o viadinho safado não demorou a dar um gritinho gozando gostoso e todo sacana aproveitei e dei uns tapas na bunda do safado mandando rebolar mais forte.

Marquinhos tomado pelo tesão gemia e rebolava loucamente espetado na minha pica grossa e também não consegui me segurar e enchi o cuzinho guloso do taradinho de porra quente.

Depois da foda um banho gelado pra recuperar as energias e logo voltamos pra cama e o safadinho também quis experimentar dar o rabo em outra posição e me fez deitar recostado na cabeceira da cama e em seguida montou em mim... seu pintinho com a cabecinha vermelha continuava durinho mesmo após ter gozado e ele então colocou a mão pra tras e segurando minha vara na entrada do seu cuzinho foi descendo o corpo e em segundos minha pica grossa foi engolida pelo rabo guloso do meu primo viado que passou a cavalgar deliciosamente na minha vara... ele gemia gostoso me levando a loucura... eu acariciava seu corpo e todo safado dizia que ele era o viadinho mais gostoso do planeta e logo ele pegou uma das minhas mãos e passou a chupar meus dedos e a cavalgar mais forte ainda e soltando gritinhos de tesão gozou novamente, só saiu uns pingos de sêmen do seu pintinho e logo em seguida ele saiu de cima de mim e caiu de boca na minha pica dizendo:

-Eu quero que goze agora na minha boquinha meu macho gostoso... quero engolir teu leitinho quente... goza pra mim... gozaaaa!

Não tinha como não atender o pedido do meu primo viadinho e gozei gostoso com a cabeça da minha pica grossa no fundo da garganta do safado... ele nem se engasgou como da tarde anterior e foi mamando gostoso até a ultima gota de porra ser expelida.

Meu primo viadinho viciou na minha pica grossa e quase todo dia queria ser enrabado por mim, seu cuzinho ficou do tamanho perfeito pra minha vara e o safadinho virou meu escravo sexual por completo e se a minha vida sexual tinha se tornado bem agitada logo iria ficar ainda mais quando depois de dois mêses se mudou para uma casa bem em frente da minha uma morena toda gostosa e pelo jeito bem safada porque lavava a varanda da frente e jogava agua nas plantas do jardim com um shortinho todo socado no rego e na parte de cima do corpo só uma camisetinha branca que sempre acabava molhando e os bicos duros de seus seios enormes pareciam que ia furar o tecido fino da malha.

Todo curioso quando chegava a hora da vizinha regar as plantas eu ficava sentado na varanda de minha casa apreciando aquele espetáculo maravilhoso até que ela alguns dias depois percebi que estava acontecendo um problema na mangueira de agua que ela usava porque a todo o momento ela escapava do bico da torneira e foi então que ela sorrindo disse:

-O vizinho... será que você podia me ajudar aqui para essa mangueira não escapar mais... assim desse jeito ta muito ruim!

Em segundos atravessei a rua e fui até lá, eu estava de short bem folgado com uma camiseta regata e logo que olhei já percebi que a ponta da mangueira tinha alguns rachadinhos e com a pressão da agua não tinha como não escapar e pedi para que ela então me arrumasse uma faca pra cortar a ponta velha e falei que iria até minha casa pegar uma presilha na caixa de ferramentas do meu pai e com certeza nunca mais iria escapar novamente e ela sorrindo disse que ia fazer isso e saiu rebolando aquele bundão enorme entrando pra dentro de casa e rapidinho fui até em casa e logo voltei com a presilha, em menos de 5 minutos estava tudo pronto e quando liguei a torneira tudo funcionou perfeitamente e minha vizinha gostosa comentou que eu merecia um beijo por ter sido tão prestativo e ela fez isso com um beijo estalado na minha face e em seguida voltou a esguichar agua nas plantas e fiquei ali só olhando aquela gostosa se exibindo bem diante dos meus olhos ávidos.

Rapidamente ela disse que se chamava Neide, tinha 33 anos e fazia tres meses que tinha se divorciado do segundo marido e comentou que o ex tinha se tornado um marido muito ciumento pegando demais no pé dela e que havia comprado aquela casa com a partilha de bens e também receberia uma bela pensão e depois de também me apresentar comentei que só estudava e todo sacana brinquei dizendo que era difícil para um cara ciumento ser casado com uma gostosa igual a ela e a safada deu um sorrisinho dizendo:

-Que garotão safado... me chamando de gostosa na cara dura é? Já percebi que você é bem atrevido e fica sentado na área da frente me olhando lavar a varanda e a calçada e nem disfarça... olha mesmo né?

Apesar de totalmente inexperiente com mulheres eu não era nenhum tonto e sabia que aquela safada era uma exibicionista e todo sacana disse:

-Neide... com esses shortinhos e as camisetas que você usa não tem como não te olhar... você é uma gatona... adorei você ter mudado pra cá!

Com certeza minha vizinha era uma tremenda safada porque deixou a mangueira escapar das mãos e ao pegá-la no chão se inclinou bem na minha frente mostrando as popas de seu bundão sem nenhum pudor e logo percebi que não tinha como controlar meu tesão e o short estufou no ato armando uma tremenda barraca, eu não estava de cueca e não demorou pra que ela notasse meu estado e toda safada disse:

-Rapaz... vai me dizer que isso que to vendo é de verdade... que tarado você é... não pode ver uma mulher gostosa que fica assim é? Será que vou ter que jogar agua gelada nele pra ele se acalmar?

Todo taradão dei uma pegada nele por cima do tecido e bem safado disse:

-Se quiser jogar agua fria pode jogar... mas não vai adiantar nada... vai continuar assim enquanto você estiver perto de mim com esse corpão assim se mostrando toda gostosa!

Neide logo demonstrou que era uma puta de verdade porque fechou a torneira da mangueira e me pegando pelo braço já foi me levando pra sala de sua casa e toda safada foi tirando a roupa dizendo:

-Vai garotão tarado... tira tua roupa também... quero ver se o que tá escondido ai dentro desse short é de verdade mesmo!

Em segundos fiquei nu e ao olhar para a bucetona lisinha e os seios enormes da minha vizinha minha pica grossa ficou mais dura ainda e ela então passou os braços pelo meu pescoço e minha pica se alojou entre suas coxas e ela colou sua boca na minha e depois de um beijo rápido ela disse toda safada:

-Garotão... que bela ferramente que você tem no meio das pernas... adoro picona grossa e cabeçuda como a sua... vamos nos divertir bastante... só espero que o garotão não seja daqueles que enfia e goza... gosto de ser bem comida!

Todo tarado eu deslizava minhas mãos por aquele corpão maravilhoso de mulher e disse:

-Pode ter certeza que vou te comer até deixar essa buceta inchada sua safada gostosa... mesmo seu eu gozar minha vara vai continuar dura!

Neide sorrindo sacana me fez sentar no sofá e montou no meu colo e pegando minha pica grossa ficou deslizando-a entre os labios de sua bucetinha lisinha e toda safada disse:

-Hummmm... o garotão é novinho, mas tem atitude... quero ver se vai cumprir o que prometeu... sou uma puta exigente... se você me fizer gozar gostoso também vou ser a melhor puta que você vai comer na vida seu tarado safado!

Neide então soltou o corpo e sua bucetona quente foi engolindo minha pica grossa até o talo, ela deu vários gemidos altos e sussurrou:

-Aiiii... que picona gostosa... encheu minha buceta... agora vou aproveitar dela todinha... hummm... vou te mostrar o que é uma puta de verdade!

Neide parecia uma louca cavalgando na minha pica grossa e o tesão também tomou conta da minha mente, era minha primeira buceta e o calor de uma mulher era totalmente diferente do cuzinho do meu primo viadinho e quando ela deu um grito de prazer gozando na minha vara não consegui me controlar e gozei junto com ela, inundei a buceta da puta de porra fervente e ela gemendo sussurrava:

-Aiiiii garotão... que delicia sentir sua porra enchendo minha buceta... ahhhh... gostoso... safado... não para que eu quero gozar mais... só que agora eu quero ser comida de 4... e vou te ensinar a fazer do jeito que eu gosto... deliciaaaa!

Neide saiu de cima de mim e minha porra escorria da bucetona lisinha dela a safada pegou sua camiseta e passou entre as pernas para dar uma limpada e em seguida ficou de joelhos no sofá e empinando aquele rabão maravilhoso disse toda safada:

-Cumpra o que prometeu... disse que mesmo depois de gozar ia me comer até deixar minha buceta inchada... então eu quero ela bem inchada... me fode sem dó... gosto de ser tratada como uma puta... puxa meus cabelos... me dá uns tapas na bunda... me xinga... me come como um macho de verdade... seu tarado safado... soca essa picona gostosa na minha buceta... ahhhhh... me fodeeeeeeee!

Ouvir aquela puta pedir pra fazer tudo aquilo com ela fez meu tesão explodir de vez e resolvi mostrar que que seria o macho que ela queria, ter assistido um monte de filmes pornôs certamente foi útil e encaixando a cabeçona da minha pica grossa na bucetona lisinha daquela cachorra tarada soquei com força até o talo... ela deu uma empinada na bunda e toda taradona começou a rebolar e passei a foder a tarada... entrando e saindo de dentro dela com força... segurei-a pelos cabelos e passei a dar uns tapas bem dados na bunda dela... a vagabunda logo gozou melecando minha vara... a safada gozava quase igual homem... parecia mijar pela buceta... ela pedia mais e eu fazia o que ela pedia, Neide tinha um orgamos atrás do outro e fodi aquela bucetona ate ela pedir pra dar um tempinho e nos sentamos no sofá ofegantes e suados, na sala não tinha ar-condicionado e depois de alguns mintos ela me chamou pra irmos para o quarto dela tomarmos um belo banho pra recuperarmos as forças.

Minha vara continuava dura e logo fomos pra cama da vadia tarada e todo safado coloquei-a de 4 e voltei a foder a buceta puta que gemia e rebolava como uma louca, já que ela gostava enchia a vagabunda de tapas segurando-a pelos cabelos e foi então que olhando para o buraquinho do cuzinho da safada tirei a pica da buceta e encaixei na portinha do cuzinho e soquei forte até o talo, ela gritou e tentou escapar, mas segurei-a pelos quadris com firmesa e enrabei a vadia até deixa-la toda inchada, ela só reclamou no começo, porém rapidinho rebolou deliciosamente espetada na minha pica grossa e gozou pelo cu gemendo gostoso.

Eu agora tinha um viadinho delicioso e uma puta de verdade para satisfazer o meu tesão e com certeza tudo ficou mais que perfeito.

e-mail:

se os leitores quiserem acessar outros contos do NUBER é só clicar nesse link: //kupivbg.ru/hotpornpics/perfil/180559

YYYYY511Y


Este conto recebeu 5 estrelas.
Incentive nuber a escrever mais dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Comentários

Bem escrito e excitante

0 0

Que delícia...conta mais

0 0

Listas em que este conto está presente



casada putaxvidiosxvidio puta lizinha mininhaIsac -Hugo |Contos Eroticos zdorovsreda.ruNovinha reboa gostosa yotubConto erotico gay mijovideo de porno eu tavo transando com um negao toda reganhada minha mae linda rabuda dela que o gegao gosou dentro dela gistosoela cagou no meu pau conto eroticocontos eiroticos leilaporn senhor ditao velho pirocudocontos de calcinhas da tiamulher infiel adora dar a buceta para outro comercontos eroticos cu sangrandoCarinha de Anjo de GTA e mamãe filha da está outro colégio bem longe daquiXvideo xaZinhomulher tenta fugi pica mostruosa brutal no cucunhada safadaxivideos tubinadagostosa sendo encoxada' no metrônovela tieta do agreste transando com sobrinhocontos eroticos gay choreimiga ssafaada chupo minha bucetaloria magria rosando napicacontos eiroticos leilapornsonabulo entrou no quarto da prima e gosou tentro da bucetinamulherese vulcão doida pra meter com um taradaoporno mae tepa com namorada filha com a filha pezeteContos historias o peao comendo a patroameu cuzinho amanheceu melado e doendo contos gayum vidio porno com uma novinha que qque tentolcachorrosexomulherotodiz pornodepiladora nao aguenta a buceta elastica a maocontos eróticos novinho punheteros Parabéns felicidadesestupro esposa contos eroticosFui descabaçada por um pirocudo e ele ainda gozou dentro da minha bucetinhaxvideo entiada gozando e perdendo a vidadecontos porno gay bebi leite na mamadeiraPeido d bao xxvideosprono medico tira vigidade ñovihawwwxxvideo filhinha meche o bumbumcorno na lua de melcontos meu filho veio morar comigo e no banho vi seu mega rolao eu queriamulheres luxuriosas, da buceta tesuda, Lesbicas mesmo e lindasrealizei minha fantasia com meu tio e seu amigo negâocarolzinhanasurubafilme pornô pai comendo a filha e a mãe olhando batendo atiribagostosasyoutubexvideosporno pagando dívida com a mulher e a mae5 contonovinha safada com jorde mostra a puceda sem calsinha fodos 100fodosfazendo a filha chorar de dor sexo anal tv insentoesperei meu pai sai e foi fuder minha madrastra qui tava dormindovarios enchendo abuceta de poraxmorenas,magras,cabelos pretos,peitinhos videos sexSodomizando mae e filha contosChicão em mulher de 30 por trás gemendo e olhando para tráscontos eiroticos leilapornvídeo gay novinho e camiseta doendo para pentear#contos eroticos noveanoscontos eróticos pique escondefilmes de sexo so conegona gorda da buceta inchada e cabiludacontos eroticos me comeram a forçacadela lambendo o meu cacete e fudendo conmigo videoporno puta com o cu calejado dano pra variosler contos eroticos menageEu garotinho deu o ccu muito novinhoXvideos as panteras ligou pro marido pra falar q ia dar pra outrocontos eróticos amadores traiçãomenina ponha na bucetinha dedinho cheio de pregasContos Eróticos. Dona Veraxvideo sinhazinha vai na sezala da cu para o escravochuapadas entre elasjenivan porno gay xvideospau grande e grosso porno so com novinhas sendo cruelmente aregacadasobrinho vigiando tia peladavideo porno de mulher dano a sua buceta desfarçada para o primo familia sacanaminha mae se masturbandocontos eróticos lesbicos strapon putinha vadia vagabunda fudermulher cagando com prisao de ventre pornoAiiii tipo mais devagar mh Bucetinha virgem contos eróticoXVídeos galega mostrando coxas com penugem de ouro por cima das coxascontoseroticos lactofilianao tinha dinheiro eacaba dando pro montador xvideopitbull enfuandi forte na buceta da vadia