Surpresa inusitada na despedida de solteira

Um conto erótico de Amigo e Cássia
Categoria: Heterossexual
Data: 23/08/2016 20:40:05
Última revisão: 18/02/2017 20:00:30
Nota 9.20

Esta história chegou a mim como verdadeira mas, como não conheço as pessoas, classifico-a como supostamente verdadeira. Mantive o relato na voz da protagonista, que chamei de Cássia, como segue.

==========================================

Essa deve ser a história mais complicada que existe. E se passou comigo. Sou Cássia, branquinha, cabelos castanhos compridos e ondulados, corpinho bem feito, rostinho bonito, modéstia a parte. Amo Ronaldo, meu noivo, com quem em breve vou casar. Ronaldo não é nenhum deus grego, mas até que é bonito. Também clarinho, corpo em dia, embora não sarado e pau de tamanho normal. Carinhoso e dedicado na cama, me faz mulher plenamente. Nunca pensei em chifrá-lo e sempre confiei nele também.

Começamos nosso relacionamento muito cedo. Ronaldo foi meu primeiro e único homem. E eu, a primeira e única mulher dele. Depois de uns bons anos de namoro e noivado, avançamos o sinal, o que, nos dias de hoje, não é novidade alguma. Mas o importante é que sempre confiamos um no outro e nos mantemos fieis mutuamente.

Há coisa de um mês, a intrincada trama aconteceu. Ronaldo iria para uma despedida de solteiro com amigos. E eu, para a minha despedida de solteira. Até aí, tudo normal. Normal e até que bem picante. Conversamos muito e concordamos o que iríamos fazer. Ele iria beber um cado e iria ver mulheres fazendo streptease numa boate. E nós iríamos ao clube de mulheres, ver uns homens pelados. Gente, mas era só ver. E beber um pouco.

Mas aí vazou a história de que os rapazes iriam fazer o clubinho deles no apartamento do Rômulo, um dos rapazes da turma. No apartamento? Estranho. Na boate, é uma coisa: todo mundo lá, para sair com alguém só se pagar o programa, o que confio que não estava nos planos. Mas na casa de alguém, sei lá, essas coisa de transar com o noivo já faz parte, pensei eu. Decidi fuçar.

Márcio, irmão de Rômulo, teria organizado toda a festinha. Para isso, precisou falar com Fernando, que é um cara que tem os contatos. Jorge é irmão de Fernando e não costuma participar de festinhas, porque ele é mais devagar e namorado de Alessandra, que é muito ciumenta. Alessandra é prima de Adriana, que faz parte da nossa turma. Pronto, o ciclo estava feito.

A informação que chegou a mim através desse caminho é que a festinha ia rolar mesmo no apartamento de Rômulo e que estava mesmo incluído no pacote a despedida de solteiro do noivo com todo o rigor. Meu mundo desabou. As meninas tentaram me consolar, dizendo que homem é assim mesmo e tal. Algumas me falavam que eu devia fazer o mesmo.

Tomei minha decisão: também quis minha festa particular. Aí foi a vez de Aninha, a mais perva da turma, conseguir as coisas. Ela também tem lá seus contatos. E tudo foi armado. Já que Ronaldo ia comer uma puta qualquer, eu ia fazer umas brincadeiras gostosas com algum morenão sarado. Apesar de algumas dizerem que eu devia dar o troco na mesma moeda, eu achei que não tinha coragem e pretendia só uma mão naquilo, aquilo na mão e, quem sabe, avançar para um beijinho.

Chegou o grande dia. A festa foi num salão alugado. Eu estava muito nervosa, sem saber se teria coragem de fazer aquilo. Um palco onde o dançarino ia se apresentar. Quando chegou, um cara bem moreno, mascarado, com barba por fazer e cabelos meio longos. Depois de alguns minutos de apresentação, passeou por entre as mesas e fez algumas brincadeiras com as convidadas, mas nada muito picante. Acho que o melhor estava guardado para mim. Quando finalmente passou pela minha mesa, fez um sinal, me chamando. Com a gritaria da mulherada incentivando, tive que ir. Estava com medo e tesão ao mesmo tempo.

Fui para o palco e comecei a dançar com aquele moreno bonito. Ele foi se chegando por trás de mim de um jeito que me deu um tesão indescritível. Passei a mão no instrumento dele, parecia bem quente e consistente. E bem maior que o de Ronaldo. Ele foi passando a mão no meu pescoço, na minha nuca, nas minhas costas, tudo isso enquanto dançávamos. A respiração ofegante dele em meu cangote estava me deixando molhadinha.

Chegou o momento de grande tensão. Ele deixou correr os dedos pelo meu decote e foi desabotoando meu vestidinho colado. E, com a outra mão, foi levantando o vestido junto à minha coxa, me deixando toda arrepiada e trêmula. Sua mão alcançou o meu seio, que já estava com o bico totalmente entumescido, ao mesmo tempo que a outra mão alcançou a borda da minha minúscula calcinha. Nesse momento, ele se aproximou, me fazendo sentir o volume dele na minha bunda, bem arrebitadinha, enquanto beijava minha nuca e meu pescoço. Tive medo.

Quando senti que a brincadeira já estava avançada demais, virei e falei que precisava respeitar certos limites. Ele falou que só ia fazer o que desse vontade em mim. Tentou me beijar, mas eu relutei. Com um pouco de insistência, rolou alguns beijos picantes, mas só de canto de lábios, sem língua. Quase que automaticamente, minhas mãos foram para o volume dele, acariciando com vontade, ao mesmo tempo que ele me segurou com as duas mãos na minha cinturinha delgada numa pegada que eu jamais sentira. Era uma sensação bem diferente de Ronaldo e, a essa altura, eu já estava doida para ser totalmente consumida por aquele moreno quente, mas com muito medo e dor na consciência.

Resolvi então me agachar lentamente, enquanto beijava os peitos daquele macho, passando pela sua barriga, chegando até o umbigo. A descida foi aos gritos de “vai, vai, vai” da mulherada. Subi novamente, rebolando bastante, mas as mulheres gritaram “aahhhhh”. Ele aproveitou a subida para terminar de abrir meu vestido, me deixando totalmente desprotegida. E foi a vez dele descer e tomar conta dos meus peitinhos com sua boca quente. E aproveitou a descida para tirar de vez meu vestido, deixando-me só de calcinha bem enfiadinha e totalmente úmida.

Parecia que o espírito da perversão estava tomando conta de mim por inteira. Finquei as unhas nas contas do garanhão e o forcei para cima. Ele entendeu direitinho e subiu. Colamos os lábios e viajamos fundo num longo beijo de língua, enquanto ele me envolvia com um dos braços e explorava minha xana totalmente molhada com a outra mão. Eu acariciava os cabelos dele com vontade.

Terminamos o beijo e comecei a descer novamente, aos gritos de “vai, vai, vai” das mulheres. Só que dessa vez passei do umbigo. Eu já estava fazendo coisas que jamais imaginara fazer. Cheguei na sunga dele e comecei a abocanhar aquele volume com vontade. Estava duro, muito duro. Não me contive, arriei aquela sunga e abocanhei com muita vontade, sentido o gosto daquele macho na minha boca. Ele terminou de tirar a sunga enquanto eu o chupava com vontade até o talo. Será que eu daria mesmo para outro? E na frente de um monte de testemunhas?!?

Continua…


Este conto recebeu 0 estrelas.
Incentive Contos do Amigo a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
24/08/2016 22:01:58
Otimo conto....mas precisamos saber o final pra ver ser rolou bagunça do lado masculino!
24/08/2016 17:59:56
muito bom mesmo adorei quer fazer comigo isso também meu skype é sergiomaia40 so marcar
24/08/2016 17:59:12
muito bom mesmo
24/08/2016 09:14:17
Você nem viu ele te traindo e já foi na onda das " amigas" para trair seu noivo!!! Tu já tava com " fogo"🔥 na "perseguida" isso sim e inventou um motivo para se justificar a sua traição, espero que as suas "amigas te filmem e mostrem para o seu noivo a putiane que tu é e te largue no altar sua traíra!!!!😒
24/08/2016 02:58:37
Muito bem! Aposto se ele não ta fazendo o mesmo. Não demora com continuação
23/08/2016 22:12:36
Chupou já traiu, meter na boca ou na boceta é só uma questão de detalhe. Vamos aguardar a continuação, do jeito que homem é bicho bobo o noivo vai respeitar o acordo.


conto gay ele se revoltou e tomou todascontos eroticos malv comendo as interesseirabubuta bem dada com pau pekeno yutubeContos eróticos. Espiei minha esposa fedendo escondido com o dotadobest camerasConto erotico polpinhas bundachuapadas entre elascunhada safadajuliana gostosace1/13 a grande viagempapel tarado arregaçou o cu da neguinha na marracontos eiroticos leilaporncontoerotico com mulher casada e negrocontos eróticos representadosprovocando o cunhado contos eroticosa dona vai ser com seu cachorrosexmuler m as calcinhas lancesda xoxotasconto erótico macho da e*******' no viaduto no metrôkade o meu tio sabe como eu gosto de fazer amor pornodoidoCerto ou errado?meu irmao amado contos gays cap.07CONTOS EROTICOS-XXX.com-O foce nas suas veias (Capitulo 19)contos eu e meu marido fomos no jogo de futebol no onibus dei pro negao eninguem viuo dia em que comi uma mulhersexo no onibus com filha contos pornoxvideos predeiro comen patroaoq a bliblia adiverte sobre sexso analzoofilia com animais iniciaçaocontoerotico eu,namorada, minha mae e tio jorgeUma coroa evagelica fudedo de saia cupridaxvideos casada potranca transando con mukeke e gemendojebas veiudasele goza cem para na boca da novinha ela ingoli tudo até autima gotaxvidio.com puchei a casinha delacontos eroticos perdi meus 2 cabaçoes com meu irmao mais velho/texto/200907904provoquei e aguentei chorando o negao contos faysxvideos encochei mha irma na festaApaixonei pelo amigo do meu pai contos eroticos agynegão machucando o c****** da japa pornô XVídeos tadinhacontoerotico eu,namorada, minha mae e tio jorgePauzao no cu Bucetao arregasada esguinchando xvideofu lanbida pelo cachorro contos eroticos x vidio doguinho comedorgoistpsa nuonibucontos com fotos encoxada no ônibusmendiga da o botãozinho por causa de dinheiro XVídeoscontos eroticos netacontos eroticos EroJonnyxisvideo gravida fode negau pau sudoirmãtocaiairmãoe possível ter.orgasmo quando estiver engatado com cachorrozelador comeu minha mulher nA minha frentechuppana a xana da negaxvideo peguei a mãe e arranqueo cabaco da duas filhasenganada patriçinha pornô dinheiroContos eu e minha comadre desfilando de calcinha para nossos maridosvídeo de sexo brasileiro novinha gritando ai titio meu c****** pequeno tá doendo entre o funk do Pica devagarinhosarrando uma novınhaxvide ageito a bumda da esposa pau de burachaxoxota da filhinha pretinhaincesto 11foto de baxinho cassetudomae punhetando filho quietinho no sofaarrrebentando a novinha ate arregacar tudo sangrandocu de mulatas novinhas piscando xvdelconto erotico o velho me comeucomendo a gostoza demadrgada escondido da namoradavideos gratis porno para ver agora mulheres levando encoxada no onibus ficou louca de tesao e levou o cara pra cadaconto erotico tia dançando com subrunoemprego decente conto eroticoTenho fetiche de beijar os pés da minha namorada quando ela está usando rasteirinhasContos de marido revoltado mas ecitado quando pegou esposa chupando outroMoreena Fudendo A Mil So Na Bucetacontos de mulheres sendo fudida com o marido do.lado em transportesContos eroticos incestos/fudi o cu da minha filhinha de 5XVídeos de debulha sercoconto eu so tinha dez aninhos e meu tio ja chupava minha xoxota que era carnudinha eu ia a loucuraportugues xvideos tira ta minha boceta e poda no meu cuardeuxvideonovınha sendo comıda por um negao jumento