ISMÊNIA CONTINUA GOSTOSA E NUNCA ESQUECEU DE MIM

Um conto erótico de TARADO POR BUNDAS
Categoria: Heterossexual
Data: 21/07/2021 01:13:32
Última revisão: 21/07/2021 13:17:35

Olá pessoal! Vou contar a vocês o que me aconteceu na semana passada, precisamente no dia 14 de Julho. Já contei aqui neste site uma experiência deliciosa que tive com a Ismênia. Uma gostosa que acabei conhecendo e depois de algum tempo acabei pegando. Nossos encontros eram na casa dela quando seu ex vinha buscar as crianças. Era a noite toda comendo aquele belo rabo, e que rabo. Tentei recuperar o conto mas o site não autoriza pois eu tinha cancelado a conta e voltei com outra. Em todo caso, sempre sonhava comer aquela gostosa. Quando ela passou com seu ainda marido, aquele bundão lindo me chamou atenção. Ela é estilo mulherão, cintura fina e bunda enorme. Por ironia do destino acabamos nos aproximando após largar do marido e aos poucos fui conquistando sua confiança até conseguir comer aquela tão sonhada bunda. Nos envolvemos durante dois anos depois nunca mais a ví até que na semana passada encontrei com ela. Vamos ao caso.

Estava eu na avenida aqui da minha cidade indo em direção ao banco quando encontro com a Ismênia na mesma calçada. A cumprimentei, porém ambos estavam com pressa e não paramos. Não resisti dar aquela olhada para sua bunda. Ela engordou um pouco, mas continuava gostosa. Virei para olhar sua bunda e nossos olhos se encontraram pois ela também olhava para trás, fiquei até sem graça. Entrei em algumas lojas e por último fui ao banco resolver um problema com minha conta. Peguei minha senha e sentei, logo em seguida Ismênia me aparece, pega sua senha e vem sentar ao meu lado.

- Tudo bem Ismênia?

- Tudo. E você?

- Estou bem. Sobrevivendo em meio a essa pandemia rsrsrsr

Nossos olhares denunciavam que não tínhamos esquecido as noites de muito sexo alguns anos atrás. Fui direto ao ponto.

- Não esqueceu de mim não né?

- Não. E tem como esquecer?

Ismênia deu um sorriso, correu o olho no meu pau e continuou.

- Era só ligar e você ia correndo em casa seu safado!

- Claro. Você acha que perderia a chance? Foi gostoso, fala verdade?

- Foi. Não tem como esquecer!

Seu olhar de safada despertava o desejo de pegar ela de novo. Baixinho disse a ela.

- Nossa. Já estou ficando com o pau duro!

- Sossega o facho seu safadinho!

- Só de lembrar daquela cama e você todinha só pra mim...

- Pára seu louco as pessoas vão ouvir!

Chegou minha senha, fui para o guichê. Fui ajeitando o pau na calça. Depois de atendido fiquei ainda esperando por ela. Saímos do banco juntos e Ismênia já foi se despedindo.

- Então tá. Qualquer hora nos vemos!

- Quer que eu te leve?

- Não precisa, pego o circular!

- Eu te levo Ismênia!

Nessa insistência ela disse que tinha um filho pequeno e que não rolaria nada.

- Tem alguém na casa Ismênia?

- Meu caçula. Se está pensando no que estou pensando esquece!

- Eu te deixo no portão. Prometo me comportar!

- Então vamos eu aceito sua carona!

No caminho não deixei de continuar com as investidas para ver o que aconteceria.

- Que saudade Ismênia. Nunca esqueci das nossas noites!

- Eu também. Nossa você me comia a noite toda. Amanhecia com a buceta e o cu doendo de tanto levar rola!

- Você tem saudade?

- Claro, principalmente desse seu pauzão gostoso!

Nessas alturas minha rola já doía dentro da calça.

- Não fala assim Ismênia olha como estou!

Levei a mão dela no meu pau. Ela deu uma apertadinha e tirou a mão.

- Nossa como está duro. Mas é melhor a gente parar. Pelo que sei você está casado e não quero me envolver com homem casado!

- Sou casado sim Ismênia mas nunca esqueci das nossas fodas, dessa sua bunda gostosa!

Chegando em frente de sua casa, Ismênia me convida para entrar. Aceitei seu convite e ao entrar lembrei de cada canto da casa. Logo apareceu seu filho. Ela me apresentou. O garoto me cumprimentou e voltou para a sala. Na cozinha falava baixinho dos nossos momentos.

- Nossa Ismênia lembro de cada cômodo desta casa. Quando você me ligava e lá pelas onze horas da noite eu chegava, ficávamos um pouco na sala e já estávamos no quarto, que delicia!

- Verdade. Você era bem safadinho já chegava esfregando esse pintão na minha bunda!

Ismênia pouca coisa falava. Talvez com receio de seu filho escutar. Conhecia bem ela. Se o menino não estivesse ali ela já me puxaria para o quarto. Da sala o menino chama pela mãe.

- Mããããe!

- O que foi Felipe!

- Deixa eu ir na casa do Jefferson!

Olhei para ela e disse baixinho para que deixasse.

- Vai filho, mas não vai dar trabalho pra mãe dele hein!

O garoto desligou a TV, pegou seu celular, se despediu de mim e saiu. Alguns minutos depois fui pra cima.

- E aí Ismênia, estamos sozinhos, vamos dar uns beijos vamos!

- Nããão, pára, você é casado!

- Relaxa Ismênia. Vêm cá!

Trouxe ela mais para perto de mim. Ela até resistiu mas foi chegando aos poucos. Nos pegamos aos beijos. Comecei esfregar minha rola nela alí mesmo na cozinha.

- Pára por favor a gente não pode fazer isso!

- Não Ismênia, quero comer você e sei que você também quer!

- Meu filho pode chegar a qualquer momento!

- Vamos logo para o quarto então. Vai ser rápido!

Ismênia olhou para fora e disse.

- Tá bom vamos logo. O Felipe quando vai na casa de seu coleguinha esquece da vida mesmo!

No quarto agarrei Ismênia por trás e esfreguei minha pica naquela bunda maravilhosa. Ela rebolava para sentir o quanto meu pau a desejava.

- Ai Ismênia que saudade dessa bunda!

- E eu desse pintão gostoso. Deixa ver ele vai, tira essa rola pra eu chupar tira!

Sem demora desci a calça e o pauzão pulou da cueca. Ismênia segurou com desejo.

- Nossa parece que está mais grosso! Agora que você é casado deve ter mais experiência né safadinho!

- Certeza morena. Vou te comer bem gostoso!

Ismênia sentou na cama, segurou no pau, deu um beijinho na cabeça da pica, olhou para mim, lambeu e começou chupar bem gostoso. Eu tremia de tesão com suas chupadas.

- aaaaaaaaiiiii Ismênia chupa essa rola chupa...

Ela chupava com vontade. Parou de chupar, olhou mais uma vez para mim e disse.

- Nossa como está grossa! Seu pauzão é lindo demais. Nunca esqueci dele sabia?

Ela fazia garganta profunda, tirava, lambia, beijava, batia no rosto e voltava a chupar. Para não perder tempo ela tirou sua roupa e de calcinha deitou na cama me chamando. Era lindo vê-la com aquela calcinha vermelha minuscula e o bucetão inchado na minha frente.

- Vem, vem me comer seu safado!

Nem pensei na camisinha. Aquela buceta linda na minha frente me chamando não tive dúvida, afastei sua calcinha para dar espaço para meu pau e enterrei a pica. Nem tirei sua calcinha queria comer aquela buceta com calcinha e tudo.

- aaaaaaaaaiiiiii deliiiicia de pau...vai come essa buceta come seu cachorro...

Sua buceta estava quentinha e molhada de tesão. Meu pau deslizava no vai e vem. Era bom demais estar de volta. Ambos agora tinham mais experiência e dava para perceber a desenvoltura dela na cama. Ela me apertava para sentir todo meu cacete na sua buceta gulosa.Estava muito bom mas não poderíamos demorar. Virei a Ismênia de bruços e tive a visão maravilhosa de sua bunda.

- Nossa Ismênia sua bunda é linda. Me considero um cara de sorte ter te conhecido!

Ela com cara de safada deu um sorrisinho empinou o bundão e disse.

- Então vem comer vem seu tarado!

Ela levantava o rabão e abria o cu com as mãos olhando para mim. Era lindo ver aquele bundão com a calcinha vermelha. Minha rola pulsava de tesão. Peguei um gel que ela me mostrou, passei na cabeça do pau e no cuzinho dela. Me posicionei no bundão e encostei a cabeça da pica.

- Vai devagar tá amorzinho. Faz tempo que não dou a bunda. O cara que me engravidou do Felipe comeu meu cu só uma vez depois não quis mais!

- Sério Ismênia? Otário mesmo! Será que vou ter que ensinar esse chifrudo como se come um cu?

Encostei o cabeção da pica e fui colocando. Ismênia abria a bunda e gemia.

- sssssssssss...aaaaaaai devagaaaar seu pintudo...

Meu pau abria caminho naquele cuzinho que alguns anos trás me pertencia. Sim, ela dizia que eu era o dono do cuzinho dela e que comeria quando quisesse. Agora estou de volta e mais uma vez meu pau se encontrou com aquele cu maravilhoso.

- Isso coloca devagar esse pauzão gostoso seu cachorro safado...

Meu pau já ganhava espaço naquele rabo lindo. Suas nádegas separadas por ela facilitava meu pau ser engolido por completo.

- AAAAIIIII DELICIA DE ROLAAAA...COME COME...ELE É SEU...

Comecei a socar o pau naquele bundão lindo. Era lindo a cena daquelas nádegas balançando com as socadas. Ismênia gemia, gozava de tesão. Fechava os olhos e pedia mais rola, mais pica no cu.

- Isso, isso come sua puta come... mete a rola na minha bundona mete seu lobo mal...

(Ploc ploc, ploc, ploc...)

- Delicia Ismênia seu cuzinho é maravilhoso, uma delicia...

- Então come, enfia até o saco vai... iiiisso, iiiisso, come minha bunda seu tarado... goza dentro do meu rabo, quero seu leitinho bem fundo... quero ficar com sua porra no meu cuzinho até amanhã... come seu comedor de cu come...

Suas palavras me deixou com mais tesão ainda. Comecei a socar com mais força. Meu pau estava inteiro dentro de seu rabo. Com o gozo próximo enterrei até o saco e mais alguns movimentos, soltei minha gala.

- Vou gozar, vou gozar Ismênia...AAAAAAAAAAAAAAAAAAIIII PUTA QUE PARIU QUE CU GOSTOSO...

Ismênia ficou paradinha e eu por cima dela com a pica pulsando dentro do seu rabo e soltando minha porra. Fiz alguns movimentos, meu pau pulsava naquele cuzinho lindo. Fui tirando aos poucos. De pé fiquei parado olhando aquele rabão empinado piscando e meu pau pulsando. Ela olhou para mim e disse.

- Nossa que pauzão gostoso do caralho. Pena você não mora comigo se não daria a buceta e o cu todos os dias pra você!

Ismênia levantou-se ajeitou a calcinha. Realmente ela ficaria com minha porra no cuzinho. Antes de eu guardar o pau ela deu um beijo e algumas chupadas.

- Nossa que saudade dessa pauzão no meu cu!

Ela voltou a chupar. Engolia todo o cacete. Como ela mudou. Antes ela só chupava com camisinha e agora é na pele sem frescura.

Nos recompomos. Para nossa sorte seu filho não tinha chegado ainda e deu para aproveitar bem aquela foda. Dei uns beijos nela e me despedi.

- Agora tenho que ir Ismênia!

- Que pena. Essa bunda é sua tá!

Foi maravilhoso reencontrá-la. Ismênia continua gostosa e pelo jeito não me esqueceu.

Se alguma mulher quiser contato comigo para amizade e trocar confidência é só contatar:


Este conto recebeu 6 estrelas.
Incentive TARADO POR BUNDAS a escrever mais dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Muito bom

1 0

Listas em que este conto está presente



xxvideos a panhano de verdade na praiajojo todinho nuametendoChinguei minha sobrinha de vagabunda ea visinha dacontos eroticos os pezinhos da sograzoofiliaengatouconto crente bundeiraconto erotico anal surpresa com a canadianarelatos eroticos Elen Reginanovinha engole pau do paulaoconto erotico gay virei femea do velho pirocudocontos eiroticos leilapornxvdeos de sexo de mae ver o filho dormndo e da o cúcontos erticos provocando amigos com roupasPaladino bem dotado comendo o cafuçu brasileiro"a história de betinha"uma mulher mulheres peladas o que uma pessoa mulher pelada que tava na escola e os Mulekes do filme para ela Só que eu quero ver como se mata beijo elaLibério XVídeos das irmãs transando no conventoxvideos homem prpnto pra.cpmer.um çanche.mulher aparece.echupa a.pica.delecontos eróticos revista privateContos de cochoro que estorou o cabaco da donavídeo pornô vídeo pornô novinha mais gostosa que tem um cavaquinho seco e gostosotanzada com a prima de vestido curtoconto erótico não mexa nas calcinhas da mamãe part5porbodoido disvirginando as novinhascontos eróticos traiçãoXVídeos padrasto força menina chupa lhe ofendido/static/tick.pngtitia batendo punheta sobrinho rola cabeçudaContos eroticos comendo cu da mamae com o papaicontos eróticos pai da amigaMinha irma esfregando sua buceta rola do irmaoxvideoConjunto porno ardende bruno gozar tarde toda ao vivogoistpsa nuonibuconto erodico manege mae paecunhada sexo contoscontos erotico de puta querendo rolaMeu cão ralf me comeu contomae coroa velha faz sexo com filho pistoludo grande gozoNovinha da vagejadaxvideos.20150690.comXVídeo pornô a mulher se masturbando na rua andando no meio da rua Rosada molhadinha nenhuma Bruno metrô de todo canto g***** molhadinhanovilhas darno o cu sexocontos eroticos tortoconto erótico de gay vestido de mulherxvideo de gay peao despencar fucionario para fude com o engenheirobiscateiro/xvideose'ncoxada no metromeus amigos me comiam/texto/2014111529prima sexo com primo potaria brasileiraisso viadinho chupa minha rola engole tudo logo vai engolir ela toda nesde cuzinho apertadoesposa regulou a xoxota o cara foi atras da cunhadanorinha ve o pau do sogro duro e faz sexo com elevideo porno padrasto enfiando a mão na buceta da sua enteada com sua mãe do lado sem ela percebercontospornos rapidinhas com enteadas na sala conto sexo gay maconheirohomens maduros de barba peladosas praguinha nuas motra a buceta lindaBaxar xevidio porno vidio de ponodoido tarado rasgando o cuzinho da maeencanador recebi boquete de duas irmãsxvideo casada gosa no pau do corno pesando notrovadadas adoram pauzudo x videoscontos eroticos esposas desmascaradasxvideos cu apertado dando pala primeira vez devagar quando entrou a cabeça ela gemeuqual a melhor posição peão fazer sexo anual sem dornovinha aguentar pau mostro kid bengala esfola bucetinha novinha xvidio zoolofia xvidioporno socorro meu genro fode malcontos eroticos comendo o bundao da dona filhomenaminha irma e casada mais e putafilme pornô de mulher com vagina da vaquejada vagina é uma peixadameu padastro ne colocava para xupar a sua rola ele fala engole sua putinha todo este leitinho q eu gardei para vc sua putinha em portuguesiniciando meu marido experiência inversão videosxxxfilho pego a mae a pucho videus porno.commagra dospeitaoscasadoscontos estrupada por pivetescontospono aprimiravezContos eroticos gesseiro dotado na obra pega casada PORNO DOIDOMAEBEBApenis estrondoso de grande comendo cu xvideoComtos filha semdo fudida pelo pai e amigos dele