Isa e Gabi

Um conto erótico de ISA
Categoria: Lésbicas
Data: 09/06/2021 14:23:04

Num sábado a tarde chovia torrencialmente e fazia bastante frio, um clima perfeito para Isabella e Gabi, que curtiam o final de semana juntas num chalé em Campos do Jordão, clima chuvoso que para muitos significava o fim dos planos de férias, para elas era a oportunidade perfeita para ficarem juntas.

Enquanto Isa se dirigia para a cozinha para fazer um chocolate quente, Gabi ficou na cama que estava bastante aconchegante.

- Vai querer quantos Marshmallows?

- Eu quero é que você volte para cama, tá muito frio e vazia sem você aqui!

- Calma querida já estou indo.

Então Gabi cansada de esperar, levantou-se da cama e dirigindo-se até a cozinha toda enrolada em cobertas chegou por trás de Isa e deu um abraço bem apertado, como se não a visse a muitos anos, e ficando nas pontas dos pés, beijou seu pescoço e nuca enquanto sentia seu suave cheiro, perfume aquele que penetrava cada mais e a deixava com vontade de beija lá .

E eram beijos longos e suaves que percorriam seu pescoço e suavemente descia seu pijama até os ombros, enquanto Isa toda derretida se deleitava com cada beijo e passada de língua e mordida e sentia a respiração de Gabi cada vez mais forte e intensa...

Isa não se contentava com tanta covardia.

- Isso é golpe baixo, sabe né?

Enquanto beijava e acariciava sua barriga ela murmurou.

- Eu sei, por isso estou aqui.

Começou a abaixar o pijama rosa dela até a altura dos seios dela, ainda beijando suas costas se aproveitando de cada centímetro, Gabi então começou a subir e chegou no ouvido dela e disse bem baixinho:

- Somos só eu você aqui, por que essa formalidades chamadas roupas?

- ue você não disse que estava frio?

- pelo visto o tempo esquentou, não concorda?

Começou a beijar sua orelha e a morder suavemente e isso a deixava louca, Gabi sabia disso e foi usando suas principais armas.

Finalmente soltou as cobertas ao chão e começou suavemente a acariciar os seios de Isa por cima do pijama, suavemente Isa solta um gemido leve e bem suave, ela sabe que está a deixando louca.

Então num abrupto movimento gira Isa e começa a beija-la, soltando os cabelos longos e negros dela, segurando na nuca a beijava com intensidade e suavemente mordia seus lábios, enquanto Isa também a segurava pelos cabelos e apertava suas bochechas e beijava seu pescoço.

-Você é muito safada.

- eu sei, e você ama né?

- adoro!

Isa sentou-se na bancada e beijava Gabi de cima, então ela tirou a blusa e pode contemplar a vista mais linda e sexy que já tinha visto, por mais que já tivesse visto inúmeras vezes e sempre visto como a primeira vez.

Então Gabi começou a beijar o pescoço dela e descendo suavemente começou a beijar o seio esquerdo, Isa aguentou, segurou a cabeça dela e soltou um breve gemido que indicava que o clima de tesão estava em seu ápice, Gabi começou a beijar e apertar seus seios com mais intensidade e Isa a segurava cada vez mais. Gabi beijava sua barriga e puxava cada vez mais para a frente, até um ponto que Gabi chegou onde estava a calça do pijama, Isa a puxou para cima de novo, pegou a pelas bochechas e deu um beijo forte e demorado; desceu da bancada e tirou a blusa de Gabi, a colocou em cima da bancada e começou a beijar seus seios. Gabi não era tão contida como Isa e começou a gemer mais alto, movida pelo tesão dos gemidos Isa tampa a boca de Gabi e volta a chupar seus seios rosados, enquanto chega a sua barriga, Isa abaixa a calça de moletom e percebe que Gabi não colocou a calcinha, facilitando o seu serviço, então ela começou a beijar sentindo aquela pele lisa e descendo mais e mais e Gabi tentando acompanhar o ritmo toda desengonçada tirando a calça quase caindo e abrindo as pernas, Isa enfia a língua e começa a beijar suavemente, Gabi geme alto e pressiona a cabeça dela pra ir mais fundo, Isa olha profundamente com aqueles olhos asiáticos de safada que deixava Gabi louca de tesão, Isa chupava ela com uma intensidade absurda que a deixava sem chão, e quando Gabi apoiava suas pernas em cima dela travava sua cabeça , a bancada parecia não ter mais espaço para as duas.

Ambas dirigindo-se ao chão, ao chegarem ao chão Gabi agarrou-se a Isa e começou a beijar seu corpo e enquanto tirava os últimos resquícios de roupas que existiam em Isa, e pode contemplar aquele corpo nu a sua frente, para ela era como uma beleza estonteante, avassaladora como uma visão divina, sentiu- se acanhada com tamanha beleza, percebendo traços de timidez em sua parceira, prontamente a puxou pelo rosto e a beijou intensamente como se só aquela boca existisse em todo mundo, como aquele instante se congelase no tempo e existisse ELAS ali paradas, como se 10 segundos durasse toda a eternidade.

Gabi recobrando um pouco a si, voltou a saborear aquele lindo corpo, centímetro por centímetro, beijo por beijo e cada passada de língua, lentamente enquanto ela se abria toda para ajudar sua parceira, saboreou seus seios lentamente , beijando da base até areolas dela e enfiava em sua totalidade dentro boca e lambia e mordia passava a língua e enfiava sua face dentro deles juntando com ambas as mãos, para ela e como parque de diversão ou caminhada longa pela manhã sobre a suave chuva de verão.

Isa já ardia em calor intenso e conduzindo a cabeça dela para baixo suavemente pelas suas curvas até Gabi chegar no paraíso.

- hey meu amor, agora vou torturar você um pouquinho.

Enquanto suavemente com seus dedos pequenos abria e fazia movimentos circulares e alternava com subindo e descendo repetidamente, e Isa contidamente gemeu, aquele gemido reprimido, ela sabia que estava no caminho certo.

- por favor enfia, não aguento mais!

Num movimento mais abrupto ela enfiou o dedo médio enquanto usava seu dedão para estimular-la num nível astral.

Os corpos quentes e suados evidenciava o que acontecia naquele chão de cozinha, o amor puramente genuíno, aquele amor que de forma intensa era externado e evidenciado quando Gabi colocou sua boca e começou a passar a língua com intensidade enquanto a estimulava com os dedos, parecia uma máquina de alta precisão, interrupta e veloz levando a Isa ao quase climax.

Então Gabi para e olha para e olha para Isa, nua, indefesa e admira sua beleza a devora com os olhos, então ela começa a engatinhar sobre ela, percorrendo um caminho que al já conhecia, chegando até a sua cabeça se ajoelha na frente dela.

- agora e sua vez de fazer sua mágica .

- eu estava quase chegando lá .

-para de ser egoísta.

Então Isa começou a instigar ela com a língua, Gabi se contorce toda em prazer e lentamente vai fechando suas pernas na cabeça de Isa, então ela inclina seu corpo e volta a incitar ela os dedos trabalhando numa velocidade e habilidade que só ela sabia fazer, enquanto Isa aumenta o fluxo na língua e vai cada vez mais rápido e mais rápido e ambas estão presas num looping de prazer que parece sem fim para as duas.

Então Gabi gira seu corpo e as duas se beneficiam coma posição, ambas se conectando como uma só carne, um só espírito e Isa não aguentando mais segurar, gira Gabi e inverte a posição na qual ela acaba por cima dominando, ela até se assusta com movimento da parceira mas aceita o ritmo e deixa Isa comandar , então Isa começa a sentir sua perna tremer e vai percebendo que não da mais para segurar, então ela finalmente goza, como se uma bomba explodisse dentro dela, como se um enorme carga de alta tensão fosse liberada.

Por um breve momento Gabi acho que sua parceira ia deixar na mão, pois ela se levantou, mas para a surpresa dela Isa foi até o rosto todo melado de Gabi ah beijou com intensamente e agradeceu ppos ela precisava daquilo.

- agora vou te dar uma experiência única.

Isa se dirigiu para baixou e começou a chupar e usar seus dedos de forma frenética e Gabi voltou a gemer e contorcer e ela se aproveitando da parceira indefesa, então ela parou levantou ela e colocou a de bruço na bancada, e começou a chupar ela de uma forma intensa, então ela se levanta e com uma colher de pau começa a introduzir nela enquanto segura pelos cabelos num vai vem veloz, as pernas de Gabi não param de tremer.

-meu Deus mulher oque você está fazendo.

- te dando uma experiência que vc não esquecer

- eu vou gozar, não aguento mais.

- ainda não.

Então Isa continuou a penetrando com a colher de madeira e as pernas dela tremiam absurdamente, então ela sentou Gabi no balcão onde tudo começará e abriu as pernas e chupou, lambeu e a beijava como se fosse sua boca, explorando cada centímetro enquanto com as mãos brincava com os seios dela e da Gabi, ela começou auxiliar Isa com uma siriica, numa tentativa de prolongar seu tesão.

Finalmente ela goza, na boca da Isa que fica muito feliz.

Então elas voltam pro chão.

Gabi sem forças engatinha pra pegar a coberta que ficou no chão.

- eu adoro a visão da sua bunda assim, sabia?

- para de olhar, sua tarada. Diz Gabi ironicamente.

- Eu tarada?

- sim, muito safada. Enquanto volta para perto da sua parceira.

- não tenta jogar a culpa pra mim. Diz Isa puxando-a para perto e a beijando.

-eu sou uma santa sabia? Diz Gabi abraçando ela

- eu vi toda a sua santidade,nua e crua.

-uhum, vamos dormir aqui mesmo?

- não vejo problema.

As duas se abraçam e se enrolam nas cobertas, o frio absurdo do lado de fora não parece incomodar o joven casal que tem uma a outra para se aquecerem.


Este conto recebeu 0 estrelas.
Incentive ArthurConan a escrever mais dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.


Mulhe cazada nau reziste tramza com u mecanicovidio cazeru mai finha novinhas danu padratuxvideosencostoirma urologista contoscontos eiroticos leilapornxvvideos mulher vendada. se assusta com surpresa do marido cornocontos engravidei mamaelesbica adora colocar omega grelo de buceta com fosse pirupica dura do peão de rodeiocontos eiroticos leilapornestupro esposa contos eroticostitia pediu pra enpurrar.no.cu pornoPorno contos pais e maes iniciando suas meninas no incesto com carinho e muito gozowww.com.pornozinho.filha senta no colo do pai deixa elhi de bau duropopolzuda de fil sental dando pro negão com uma de40centimetroRapais fudendo aeguacontos eróticos de homens peões de obras fazendo sexo com outros homenscontos erotico meu bebe com fimosecontos minha bucetinha js tem pelinhosxvídeos haveria sobrinho pega tia dormindo com o c* dela da salsichaContos de loiras taradas por mendigos negrosxvideos de porno de magriaxvideo passando as feria na cqsa do tia maxxvvidios so negaiscontos eroricos mendingo gay e gariestupro chupando grelo grande até ferirela dizia que era crente mas me mostrou seu fio dental e fez um boquetexvideos viu ele pau duro e nao resistiu deu na presensa de todosvídeo porno de mulher com negrão sedo estrupadas no cu e gozando muitoRapais fudendo aeguanaugr sexo69 no sofá/texto/201412203Contos eroticos abusou da novinha virgem moradora de ruamulher dano cuzinho de fildental a toladotitio me comeu contos eroticosFazendo Cunhado Chupa a força Gay❤conto erotico ca sada. com o velhocontos eiroticos leilaporngostosa gordinhas tirando cabeçaWww xvideo.com depiladora ñ resistiu a picasibrinhas vatendo punheta pros tiios ate eles gosaremtorao cabeçudo entrando xnnver conto erotico sob faxineiros velhos tarado e pirocudolevei minha vizinha madura pra praia contos pornogaroto batendo punheta e bolas balancando pornodoidoxvideo com cabelo da depilação gradinho gozadaFiquei toda arregaçada com o pedreiroXvideos os seios deinha maeFotos d cazada sendo fodida p roludocontos eroticos pastor comedor de mulher casadaconto erótico fazendeira estrupada pelo capataz e perdeu a viginidade do anusachei as calcinhas da cunhadinha no cesto.comcontos eróticos de um****** velho metendo a rola na menina nova com padrinho pai e filhoconto erotico despedida solteiracontos tomei coragem e dei pro meu filho pauzudocontos de casadas o cara atrevido me comeu na filamulhernopaudo boiNoivinhas bucetinhas comesando nascer pelinhoscontosreaispornomulher de calça legue branca estigando e mostrando tudo contos eroticos entre mulheresmulhes fudedo deto do karo o cuxvideos porno as evagelica gg de calsinhamulheres do meu primo tudo de shortinho curtinho dando a b************* de bigodinhotio tem um pirocao e agsra sobrinha e bota tudo na buceya delacontos eiroticos leilapornnao resisti a o rabetao da gostosa da maninha e acabei trasando gostoso com elaconto erotico padastro humilhagostosa rabuda negra de shortinho damdo xvideoConto erotico mãe transando com pedreiro e filho vendo e depois vai querer tranzar com mãeereçao mstutina tio boy gsycontos eiroticos leilaporncontos de corno lambendo bosta do cu da esposaPorno contos incesto familia prazer total qualquer idaderelatos íncestos tio e sobrinha dormindo nuconto comi cu da cracudaContos eroticos mamae filha rola grosso do papaiflagra a sogra só de camisa de dormir na cozinhaconto erotico estuprei minha esposa obriga nossa empregada a fazer sexo comigocontos eróticos de negao c empregada domésticabundinhametevodioporno de meninas que nao guento pau no cu.e beronovinha de mini-saia sendo flagrada sem ela ser percebida mostrando o rabo de foragranfina brasileira sequestrada e fode e gozapornodoidosenhoraContos ertcos me mastubei na sala de aula flagada pelo garoto novinho