Meu motorista favorito 5

Um conto erótico de Sub Mineiro
Categoria: Sadomasoquismo
Data: 09/06/2021 13:06:07
Última revisão: 09/06/2021 13:31:58

Rafaela estava distraída lavando alguns pratos na pequena pia do quartinho quando foi supreendida pela pegada firme e máscula. Em casa, andava sempre de roupas íntimas. Carlos tinha acabado de chegar do trabalho, entrou pé ante pé, para não estragar o efeito surpresa. Já se faziam dois meses que estavam morando juntos.

Debruçada sobre a pia, sentiu a calcinha ser rasgada e a buceta invadida pelos dedos grossos do negão. Gemeu fino e tomou um tapa na raba.

-Fica quieta branquinha, hoje tou afim de te destruir de tanto meter!!!

A penetração foi sem muitas preliminares o que causou certo desconforto na ninfeta. Carlos desafivelou o cinto, deixou a calça e a cueca no meio das pernas e enfiou seus 23 cm na bucetinha castigada. Rafaela chegou a retesar o corpo, mas o seu algoz forçou suas costas na pia fazendo com que tivesse que se agarrar no pequeno basculante a sua frente. A metida vigorosa durou uns 10 minutos até o negão explodir em um gozo e morder as costas da branquinha. O coito foi finalizado com um sonoro tapa na rabeta e o aviso de que mais tarde teria mais.

A vida da estudante tinha mudado da água para o vinho. Foi viver em um cômodo na periferia da cidade, largou a faculdade e rompeu com os pais. A principio a família tentou de diversas formas convencê-la do absurdo que estava fazendo. Chegaram a acionar a polícia, entrar com processo contra o motorista, mas de nada adiantou. Rafaela era maior de idade e podia dispor de sua vida civil da forma como lhe conviesse. Carlos trabalhava o dia todo como motorista de ônibus e exigia que sua branquinha fizesse todo serviço da casa: lavar suas roupas, fazer a comida, limpar o pequeno cômodo, ir ao mercadinho do bairro fazer as compras.

A vizinhança não estranhou a diferença de idade. Era bastante comum homens mais velhos se amasiarem com mocinhas mais novas. Entretanto, estranharam o fato de Rafaela ser branca, bem branquinha, morena e tão frágil. Era difícil de entender como ela teria se interessado por um ogro como Carlos.

Ela estava feliz. Cuidava de tudo muito bem e se encantava pelos pequenos gestos do negão como a compra de uma cama de casal e colchão novinho, os planos de melhorar o barraco, de comprar uma geladeira nova. Ficava feliz também com os momentos de lazer: um churrasco com amigos do motorista, uma cerveja no boteco da esquina ou no bares do centro da cidade. Afinal, o motorista gostava de exibir seu troféu para os amigos que se admiravam com a beleza da ninfeta:

-Caralho velho, o Carlão é pica. Porra, esse negão deve ter mel no pau- os comentários dos homens. Essa branquinha deve ser muito bem comida. Já percebeu a lapa que ele exibe entre as pernas.-os comentários das mulheres.

A submissão da novinha também não passava desapercebida. Todos admiravam como ela obedecia ao macho. Uma vez Carlos estava um pouco alto pela bebida em um churrasco na casa da vizinha, e todos puderam ver quando ele levou Rafaela para um canto, fez com que ela se ajoelhasse e meteu o caralho na sua garganta, fazendo-a sufocar. A novinha voltou para a roda de amigos com a cara toda vermelha e os olhos lacrimejando enquanto o negão sentou todo exibido pedindo mais uma cerveja.

-Mulher minha é assim!! Tou com vontade e aliviar, vou lá e boto para mamar!!- Todos riram com naturalidade da situação.

Depois de ter tomando em pé debruçada na pia, Rafaela terminou seus afazeres enquanto Carlos estava no banho. Fez um pouco de macarrão com sardinha, esquentou o feijão e arroz. O marido tinha sempre uma rotina: banho, jantar, ver um pouco de TV e dormir para pegar no batente as 5 da manhã. Nesse ponto Rafaela entendia todo esforço do seu macho e se sentia feliz por estar sendo útil em algo. A filosofia da Amélia imperava naquele barraco.

Carlos sentou-se na pequena mesa apenas de toalha e esperou Rafaela lhe servir um bom prato de arroz, feijão e macarrão. Ela serviu-se um pouco e também se sentou para jantarem juntos.

-Branquinha, é o seguinte. Meu irmão está vindo do interior e vai passar uma temporada aqui até conseguir emprego e outro lugar para morar!

-Mas, como vamos ajeitá-lo meu homem? Só temos uma cama e moramos em um quarto- Perguntou Rafaela assustada com a informação.

-Tem erro não branquinha. A gente ajeita. Família é assim mesmo. Um ajudando o outro e o Cássio está sem trabalhar no interior, esta crise..... Tá foda.- Falou enquanto devorava seu prato de pedreiro. Era apenas um comunicado, Rafaela não ia questionar muito pois sabia que quem mandava na casa era o motorista. Ficou pensando como viveria ali com mais um homem. Mas baixou a cabeça, terminou o jantar e foi lavar a vasilha enquanto Carlos ligava a TV no Jornal Nacional.

Antes do final da novela já estava de 4 tomando mais uma caralhada. O macho nunca dormia sem sexo e aquele dia, como prometido, ia destruir sua bucetinha. A cena era por demais excitante: um negro de 1,85 de altura cada vez mais barrigudo, de bigode e peito peludo, e uma novinha de 1,65 de altura, branquinha e de cabelos pretos que eram puxados pela mãozona do comedor. Carlos parecia descarregar todo estresse e frustração do dia no corpo da ninfeta.

Puxava com força o cabelo para trás enquanto enfiava o cacete na bucetinha inchada até que Rafaela desabou na cama sentindo 100 kilos sobre seu corpo frágil. Agora ela ia tomar caralhada de bruços. A cama parecia que ia quebrar a qualquer momento porquê Carlos parecia querer enterrar até as bolas. Taf, taf, taf

-Ai amor, goza por favor- Pedia Rafaela já com lágrimas nos olhos

-Vou te emprenhar vagabunda. Sente meu leite te enchendo...sente, sente.... ahhhahahhahahahhahah- Enterrou fundo e gozou apertando o corpo da ninfeta com seus dois brações.

Continua


Este conto recebeu 15 estrelas.
Incentive Gatolindo a escrever mais dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
13/06/2021 15:35:39
Uau! MARA esse conto. Ah, ALPHA gosta de dar uns tapas na sua presa ou ômega. Adoro levar tapas com a mão firme e caralho duro no rosto e no bumbum. Delicia. Estou gamando no negão. CINCO ESTRELAS
10/06/2021 08:22:41
Olá! Minhas fotos e vídeos de nudez aqui: />


docenandaxvideo gorda cheio de calombo acunhada gostosa arretando o cunhadoeu quero chupar o pezinho da casa da minha vizinha que tem chulé gostoso a loirinha gostosa em chupar meu paurelaro erotifo mae bucetuda e filho pau gigant..contos porno gratis estupro sadomasoquismo submissãoconto erotico esposa traida se vinga e da seu cu virgem pra dotadojapinha colegial dano o cu parra rrola gigantemegao gpsano n poetaconto erótico Eu e o meu marido no bar da perdiçãocoprofilia pornochule amigo gay conto eroticocontos eiroticos leilapornsonifero no acampamentoafago cunhadinha conto eroticoporteirogosandomeu amante me come todo mespastora das coxas grossas é de onde, seu emailporno gay conto o plaboy e o traficante marrentoconto erotico negao fecundandofotos de mulheres camponesas dando o cu e gemendo muintocontos ela falo chicao nunca dei o cu pra pau grossocontos eiroticos leilapornx vidio brazileiro dotado geyVER MUHER QUE ADORA DAR O CU PARA TRABEDTI DOTADOconto erotico velho taradocontos eróticos meninas de 25 anos transando com cachorro Calcinha Preta com lacinho vermelhobuseta.ibumbumVotos -Casa dos Contos zdorovsreda.runovinhareboa iotubeporno de mulheres tentando fiji de pica grandecontos eroticos eu minha #sposa eo negao roludosexo com a ima e u comlhadocontos de crentes caretescorno narrando para o comedor xxvideosconto erotico ciumento no carnavalfilha a reda causilha e pai empura rolaxvideofiumepornovideos porno brasileiro família sacana meu cunhado além de me comer tira o caba co da minha filhaxnxx .com zoofilia mulher transa com.cavalo do capatais na fazendacontos eróticos traindocontos eiroticos leilaporncontos erotico gay corno participandovideo olhei peludo no banho deu vontade de chuparnao ressistiu amiga gostosa dormindo no colo pornodoido senhor ditao velho pirocudoporno.doido so.mulhers ricas gostozonas dando na.borrachariaxx videos lesbicas en fando amao no do amigovideo de coroas peladas tomano banho de margarina na banheira de casamadastra linda gotosa eu meu pai trocamos as mulheresadoro ver minha esposa transando com negoes dotados masoquistaswww.xxxvideos mãe gozando é ce comtraido na piroca do próprio filhogrete do agrete dando a buceta e so1rtando orgascontos eiroticos leilapornNego en acao fudeno virje xvrelato erotico meu filho gosa nas calcinha minhasesposa contesao napica do filhoxvideo porno de esposa americana novinha traino o marido americano ela dano o cuzinhonovinha indecente nao aquento me ver so de cueca pornocasadas traidora não aguentou a jeba grande e se arenpendeu caiu na netpornomenina bofinho pegando uma morena gostosanossa gozei dentro to ferrado xvideosEnrabado por uma tgirl contosporno filho colocandochifre no paileitinho do papai contosxxvidios.com portuguesbrasileirasContos eróticos de incesto com fotos de mulheres peluda e comadresContos eróticos de tulawww.selmaclub.comsete formas de medoxvedeo as 20 mehores gozadacontos eroticos foi dar o troco no maridao mas se deu mal grupalComendo a novinha em pe por trais nua ela discuidou colocou no cu ate gritoumae rabuda de camizolo dando pro filhoX vídeos Keane vs roludoxxvideos às Panteras de 18 anos pidinos pra botar no cuviuvinha ñ resistiu de tesao e deu a buceta pro amigogostosas. culpado roludascontos de podolatria tamancosvídeo Black negro pirocundosarebentandocu velinhasloirinha de 18 anos com a b***** raspadinha grelo arrepiadoas munheres transando no banheiro tomando banho com a bucertar meladinhar liberei meu cuzinho virgem para o amigo do meu marido/contos reaisdei pro meu sogro