O Início (parte 2)

Um conto erótico de Roberta Brasil
Categoria: Crossdresser
Data: 18/02/2021 18:55:12

...minha mãe parecia estar surpresa e eufórica em me ver daquele jeito e eu também sentia um misto de sentimentos , alegria, constrangimento e um pouco de excitação que não podia demonstrar naquele momento, permanecemos assim experimentando roupas durante o restante da tarde, até que ao chegar à noite mamãe mandou que eu me trocasse por conta de que papai já estaria chegando do trabalho, ela então me agradeceu me deu um beijo na bochecha e falou que poderia ir tomar meu banho.

Na manhã seguinte, mamãe parecia estar diferente, mais feliz e carinhosa comigo, ela então me disse que assim que terminasse o café teria que sair para fazer compras para o nosso carnaval, que já seria na semana seguinte, e como iríamos viajar para nossa casa de praia já iria deixar tudo pronto. Após lavar as louças do café da manhã permaneci o restante do tempo em casa pensativo no que havia acontecido no dia anterior e sem coragem para mexer novamente nas roupas de mamãe como fazia de costume sempre que ficava sozinho. Ao chegar em casa a tarde com várias sacolas de compra, mamãe as pós em cima de sua cama, ela que era uma mulata exuberante, e mesmo um pouco acima do peso exalava sensualidade, sempre gostou muito de pular carnaval e parecia estar bastante animada com a proximidade desse, ela então foi logo me chamando para o seu quarto e abrindo as embalagens para me mostrar algumas coisas que havia comprando, biquínis, shortinhos blusinhas, makes bastante coloridas, adereços e até uma fantasia de melindrosa, durante a exibição das peças me disse que infelizmente papai não poderia nos acompanhar nessa viagem por conta de ter sido convocado para trabalhar alguns dias do carnaval, porém ela havia chamado sua vizinha e grande amiga Neusa para nós fazer companhia e que seu filho Fábio também iria para eu não me sentir sozinho durante o carnaval.

Ja na sexta feira de carnaval pela manhã, mamãe já havia preparado nossas malar e saímos bem cedo de carro para

nossa casa de praia, Dona Neusa e seu filho Fábio ficaram de ir apenas no sábado, ao chegarmos lá mamãe pediu que eu ajudasse a ela a arrumar as coisas e em seguida tomar um banho, ao sair do banheiro fui para o quarto ainda de toalha, ao abrir a mala que mamãe havia separado para mim não encontrei nenhuma peça de roupa minha, apenas roupas femininas, algumas já conhecidas por se tratarem de roupas de mamãe que inclusive ela já havia me pedido para experimentar e outras novas ainda com a etiqueta da loja. Ao ir até o quarto dela questionar sobre o possível engano na troca de malas, ela que já estava terminando de arrumar suas roupas no seu armário me respondeu tranquilamente que não se tratava de nenhum engano e havia preparado a minha mala somente com roupas femininas por conta da experiência vivida dias anteriores em poder me ver vestida em suas roupas, o que havia lhe deixado muito feliz em poder relembrar um pouco de como ela era mais nova antes de minha gravidez e ainda com isso teve a sensação de ter conseguido realizar seu grande sonho, que ela nunca escondera de ninguém, o de ter tido uma filha, e já que por se tratar de ser carnaval e papai não ter ido nessa viagem, ela pensou se eu não poderia passar aqueles dias “fantasiado” de sua filha para que ela pudesse ter aquela mesma sensação novamente durante os próximos dias, eu completamente confuso e sem saber o que dizer, como filho submisso e incapaz de contrariar mamãe apenas mais uma vez concordei com esse novo pedido dela, o que de imediato a fez sorrir e dizer que eu era a melhor filha do mundo, ela então disse que irá até o meu quarto me ajudar a escolher o que vestir naquele dia e me mostrar algumas coisinhas que havia comprado para mim é mais uma vez estava eu completamente nu na presença de minha mãe enquanto ela parecia se divertir expondo as peças que havia comprado e escolhendo para mim qual eu deveria usar naquele dia, por fim ela acabou separando um conjuntinho de lingerie beje, uma blusinha vermelha com a estampa da Miney e um shortinho de pano preto que vestiram perfeitamente em meu corpo, e por fim ela me entregou um par de sandálias rosa. Durante o restante do dia continuamos com os afazerem domésticos, confesso que em determinado momento já me sentia tão a vontade de estar vestida daquele jeito, talvez por conta da naturalidade que mamãe agia e me tratava como sua filha ou por conta dos desejos que eu ja sentira de ser como as meninas, eu ja havia até mesmo me esquecido de que era um menino em roupas de menina ajudando minha mãe em casa, e com isso estava cada vez mais a vontade e me portanto como menina. Ao chegar no final do dia mamãe conversou comigo sobre o quão feliz ela havia ficado por ter passado o dia comigo daquele jeito, e que teve uma verdadeira sensação de que eu era a filha que ela não havia tido, e com isso ela realizou parte de seu grande sonho, apesar de ter ficado sem saber no que ela quis dizer “parte de seu grande sonho” fiquei muito feliz de ouvir aquelas palavras e ter cooperado por toda aquela felicidade de mamãe, em seguida ela me mandou tomar meu banho para nós prepararmos para dormir e ao sair do banheiro mamãe já me esperava com uma linda camisola é uma caleçon de renda preta para que eu vestisse e dormisse confortavelmente naquela noite, após eu vesti-las em meu quarto e mais uma vez ter me encantado ao me ver em frente ao espelho, fui pega de surpresa por mamãe que olhava graciosamente de pé na porta de entrada, ela então foi até a mim me deu um beijo de boa noite e se despediu, naquela noite demorei a dormir depois de todos aqueles acontecimentos durante o dia.

Na manhã seguinte acabei acordando um pouco mais tarde e com isso não pude ajudar mamãe nos preparativos do café da manhã como fazia de costume, ao me levantar e ir escovar os dentes fui em seguida distraidamente até a cozinha tomar meu café e ver se mamãe precisava de alguma ajuda, porém ao entrar na cozinha distraidamente notei já tarde de mais que mamãe se encontrava sentada à mesa com dona Neusa e seu filho e que evidentemente me olharam super espantados ao me verem vestido de calcinha e camisola, e com isso eu permaneci ali parado e atônito sem saber o que fazer. Fui trazido de volta a realidade com mamãe me perguntando se eu não iria dar “bom dia” para nossas visitas, ela então em seguida, com toda calma do mundo ela os explicou que eu estava vestido daquele jeito porque havíamos feito uma aposta é como eu havia perdido teria que pagar a prenda de passar aqueles dias vestido de menina durante todo o carnaval, acredito que tão estranho quanto eu ter aparecido vestido daquele jeito foi a forma que dona Neusa aceitou aquela explicação de mamãe, após cumprimentar lós, mamãe em seguida disse para eu me trocar porque aquilo não eram modos para eu estar vestida na frente das visitas e principalmente porque agora havia um rapaz na casa, com isso todos riram e eu completamente envergonhado apenas me retirei para vestir algo menos constrangedor.

Ao voltar para cozinha, vestindo agora uma saia preta e um cropped vermelho, os encontrei todos ainda sentados à mesa e mamãe os explicando que como a casa só possuía dois quartos, um com uma cama de casal que ela estava e o outro com duas camas de solteiro dona e que Neusa poderia ficar com ela no seu quarto enquanto Fábio iria ficar comigo no outro e que assim que eu terminasse de tomar meu café era para eu mostrar o quarto para Fábio e ajudá-lo a arrumar suas coisas lá enquanto ela e dona Neusa iriam a aproveitar para ja irem à praia na parte da manhã e que assim que acabasse eu poderia ir com Fábio também, durante as arrumações em meu quarto notei que ele não parava de me olhar o que já estava me causando um certo desconforto, foi então que ele me disse que já desconfiava que eu fosse uma viadinha mas que nunca iria imaginar que eu poderia me tornar uma tão gostosa, ao ouvir aquilo mais uma vez fiquei constrangida e respondi que não era nada daquilo que ele havia dito e que estava daquele jeito apenas por conta da tal aposta e que já já eu iria voltar a vestir roupas normais, ele entao me chamou de mentirosa e para minha surpresa quando olho em sua direção o vejo com a bermuda completamente abaixada, ao ver aquilo fiquei completamente trastornada e foi então que ele me pediu pra ajudá-lo a procurar sua sunga que usaria para ir à praia, Fábio que apesar de ser apenas dois anos mais velho que eu tinha um corpo muito mais desenvolvido, era um rapaz alto e forte com uma musculatura já bem definida, naquele momento também pude perceber que possuía um enorme penis, ao ver aquilo balançando em suas pernas fiquei completamente hipnotizada, e ao perceber isso ele veio em minha direção e me perguntou se eu nunca havia visto um pau de verdade na sua frente, ele então me agarrou pelos braços e me beijou na boca, eu já completamente dominada por aquela situação apenas retribui seu beijo tendo a boca invadida por sua língua, percebi que seu penis começava a endurecer e a crescer ainda mais e com isso roçar em meu corpo, se tornando algo enorme com talvez o dobro do tamanho do meu pequenino penis na época, ao perceber minha submissão diante do beijo ele apenas sorriu e mandou que eu abaixasse em frente a ele, e apesar de relutar em princípio acabei cedendo e me ajoelhando, prontamente ele veio com seu penis em direção ao meu rosto e instintivamente o acolhi com as maos e em seguida levei-o a minha boca onde pude pela primeira vez sentir o aroma de uma das coisas mais saborosas que já havia experimentado, passei então a chupar e com isso pude perceber suas reações de satisfação naquele momento, ele então segurou minha cabeça e introduzia cada vez mais aquilo em minha boca batendo com a cabeça de seu pau em minha garganta o que em determinados momentos chegou a me causar ânsia de vômito, porém tudo isso só aumentava ainda mais minha excitação, ele ali em pé dizia coisas ofensivas a mim me chamando de viadinha, vadia e até de putinha da mamãe, enquanto a mim ali ajoelhada cabia apenas o direito de aceitar tudo aquilo que estava me sendo imposta, não demorou muito para que ele segurasse meus cabelos e começasse a gemer e pude então sentir uma grande quantidade de um líquido quente inundar minha boca e apesar das tentativas de tentar engolir todo aquele volume de porra não fui capaz e acabou escorrendo para fora de minha boca, ao terminar ele simplesmente mandou que fosse me limpar e me trocar para que fôssemos encontrar nossas mães na praia, eu mais uma vez apenas obedeci....(continua).


Este conto recebeu 15 estrelas.
Incentive Laninha a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
19/02/2021 19:09:57
Oi! novo site gay (chat, cam), muitos homens. Junte-se a nós />
19/02/2021 13:50:02
Obrigada pelos comentários Queridos, prometo não demorar para o próximo conto!
19/02/2021 11:06:02
Amei!!! Continua!!!! Não demora não viu?
18/02/2021 20:48:33
Adorei, esperando o próximo. Não demore!


xvidio disfarssando e mostrando a pererecapadastro de 45 cm no cu da intiada de 24 anoscontos eroticos mae filho encoxei e nao aquenteigozanu nu cu da feirensexvidos pono pai penga fila dominhodesde pequeno bato punheta na frente do meu irmao/texto/201101117Sodomizando mãe e filha contos Camareira Contos Eroticos calsinha molhada fotos de bumdas boaConto minha vizinha me falou que o marido não endurece maiscontos eroticos maduras gosto de homens tarados e de piça gg relatoeroticomorenavídeo de sexo com matuto. na piscina de sucainiciando tonho conto de incesto eroticocontos eangelica enlouqueceu com linguadagostosa infia bolinha explovisa na buceta e vai treparxvideos mulheres gostozas com u dedo na buseta e jenmendo autoele desentopiu a bunda delaPastora contos eroticoSE O MACHO FOR NEGRO E CACETUDO SUA ESPOSA JÁ ERA Fiquei toda arregaçada com o pedreiroquero ver o ganhador do homem chupando a b***** peladoxxxxxvideo mulher gosando wue nem louca e estralando a bucertameu corninho eu quero uma pica gozando dentro de minha e meu céuconto erotico gay com sogro e sogra velho coroa grisalhowww.pornôdoido.com forçada na delegacia xxvideos mulher com pigelo em nomerContos eroticos estupraram minha mulher na minha frentever sexso gay e emosloirinhos trepando de quinze anosvideo omem fragado botando arola pra levantando as saia das muulhres dentro do onibunscontoseroticos de uma freiracontos eroticos com homens tarados por peito com leitecoroagostosaxmamae gostosa tarada po novinhoadolecente finge durmir so para sentir o pinto do irmaopegou o marido fudendo a cunhadaxvidios.commorena sendo arombada por rola de40centimetros entra todinhacontos erotico trai meu noivo com o velhowww.com.pornozinho.filha senta no colo do pai deixa elhi de bau durox vidios comedo a ludinha ate gozar na cara delac.eroticos dando o cusao virgemas lesbicas maus fogozar do mesmo mundo fazendo sexy com cachorro ate ficar encantadoMeu padrasto comendo a vizinhaWWW.As Panteras.commulhe deziti da cuqaboca novihacasa dos contos eroticos gays de incesto e dominação sado- pai machão dominador e filho menino passivinhoporno japao pai fillaContos e relatos incesto 12anod minha vó me ensinou a gostar de cu e buceta pirocudimarisa quis transa cm negal cacetudoConto erotico enganocontos eroticos menor de idadecontos eróticos morder fortes o greloBoa Noite Cinderela conto erótico enteadaContos de casadas sendo estrupadas no morro baile funkpauzudosdesaojosedoscamposcontos gay amigoContos desverginada novinha pelo ginecologistacontos de sexo com senhores Safadãox vídeos porno eu e minha mãe fomos tomar banho e fiquei esitadox video menina com doh engatadaconto erotico gay na saida do bar de madrugada um travesti me estuprouContos swing minha comadre e eu desfilando de calcinha para nossos maridosConto de sexo entre madrinha e dois afilhadosConto erotico- mete seu pauzudo, come a sua mae putaContos gangbang com tios e primosnão sua cabeçuda não Pedro peidorreiroficou entalada levou pica porno frrevídeo de mulher vídeo de mulher grande e bonito botou no abrigo da calça do homem botando o pênis pequeno dentro para fora e masturbando até gozarxvideo menino trocando cu por bola de gudemulhe lavado abuçetachupo e emguliu apora toda xvideosmulher novinha transando com jumento jumento emocionada com cocosó na brotheragem conto erotico com meu melhor amigovídeo e Lucas não vai perdoar ninguém porta magrela seca sem dentecontos de sexo raspei minha bucetacontos eróticos rabudameninas e mulheres encoxadas por baixo da saia e aceitandoabixa xisvidio