Borboletas sempre voltam 31

Um conto erótico de Mistério
Categoria: Gay
Data: 06/01/2021 20:15:05
Assuntos: amor , Sexo, Mistério, Tesão, Gay

Capítulo 31

As roupas sujas transbordavam pelo cesto, e caiam pelo chão da área de serviços, as louças sujas dominavam a pia alimentando algumas moscas que voavam sobre elas, no chão a sujeira era visível.

Desde que Jonas cumprira a sua promessa não mais bancar mais os custos da mãe, Lúcia foi obrigada a demitir a empregada. Como Olívia trabalha e estuda durante a semana, por preguiça, Lúcia deixou que as atividades domésticas se acumulassem. Ela estava extremamente irritada ao vê que as suas unhas estavam com os esmaltes descascando e os cabelos precisando da hidratação semanal. A mulher se viu arrependida de ter gastado tão rapidamente o dinheiro que conseguiu chantageando Gustavo. Afinal, ela não imaginava que Jonas deixaria de arcar com as suas despesas.

Acordou mal humorada devido a bagunça do apartamento. Foi até o quarto da filha gritando para que ela levantasse logo e começasse a arrumar a casa.

_ Mas hoje é sábado! Eu estudo e trabalho a semana inteira, e ainda vou trabalhar hoje, e você ainda quer que eu faça faxina?! Você fica a semana inteira em casa, mãe! Por que não a limpou?

_ Já não basta eu ser desacatada pelo desnaturado do seu irmão, agora tenho que aturar a sua preguiça? E ainda pensa em casar. Rafael tá ferrado com uma esposa, que além de gorda é preguiçosa. Se continuar assim vai apanhar todo dia durante o casamento.

_ Que horror, mãe! Isso é coisa que se diz?

_ Mas é verdade! É por isso que as mulheres hoje em dia apanham. Não fazem nada dentro de casa, são umas preguiçosas.

_ Falou a pessoa que não fez nada a semana inteira.

_ Eu tenho hérnia de disco e dores na coluna. É diferente!_ mentiu Lúcia, sua saúde era muito boa.

Para não ouvir mais os gritos da mãe, Olivia levantou e depois de tomar café da manhã e escovar os dentes, começou a arrumar a casa.

Lúcia pediu dinheiro a filha para ir à feira e Olívia deu cinquenta reais.

_ Só isso?!

_ É o que eu tenho.

_ O seu irmão vai nos fazer passar fome. Ele é muito cruel. Puxou o crápula do pai de vocês.

_ Mãe, o que você fez ao Bruno para o Jonas tomar uma atitude tão drástica?

_ Eu não fiz nada. O seu irmão está louco.

Lúcia saiu revoltada. Olívia estava bancando as custas da casa, mas o seu salário era mínimo. E a pensão que recebia do pai era para pagar as mensalidades da faculdade, por isso não dava para elas viverem tão confortavelmente como antes. Lúcia queria ter a vida mansa de volta.

No carro se lembrou de Gustavo.

Ele estava nas suas mãos e tinha uma boa condição financeira, era dono de uma escola, e com certeza herdou alguns bens do pai. Lúcia concluiu que Gustavo poderia lhe pagar uma pensão mensal e assim poderia viver tranquilamente.

Olívia foi até o quarto da mãe, abriu o guarda-roupa para organizá-lo e se surpreendeu ao achar uma caixa de madeira. Curiosa, abriu a caixa e viu que continha as coisas de Gabriela como fotos, cartas e diário. Sentiu saudade da irmã, mas ficou feliz em vê-la por fotos. Porém, em meio a tantas fotografias encontrou uma em especial que chamou a sua atenção. Era uma foto em que Gabriela estava na escola vestida com uniforme ao lado de outro estudante. Os dois estavam sorrindo debaixo de uma árvore, com os rostos colados. O que surpreendeu Olivia foi o fato de que o garoto era Bruno quando adolescente.

_ Uh, é! O Bruno e a Gabriela eram amigos?!

Olívia reparou que no verso da foto havia uma frase escrita pela irmã.

Num dia especial com o meu melhor amigo Buba.

Lúcia entrou e ficou horrorizada ao vê que Olívia estava sentada na cama olhando a foto, com a caixa apoiada nas coxas. Ela temeu que a filha tivesse lido as cartas e o diário e descobrisse tudo, o que atrapalharia a chantagem que faria a Gustavo.

A mulher tomou a caixa e a foto de Olívia num rompante.

_ Quem te autorizou a mexer nas minhas coisas?!

_ Calma! Eu só ia organizar o guarda-roupa e acabei achando essa caixa.

_ Com a casa inteira de pernas para o ar e você veio mexer nas minhas coisas?

Olívia a olhava sem entender o nervosismo da mãe. Lúcia se sentiu aliviada ao perceber que Olívia não teve tempo para ler os papéis.

_ Agora vai lá pra dentro acabar com aquela bagunça!

_ Mãe..._ Olívia parou por um instante e ficou observando a mãe. Percebeu que havia de errado no nervosismo dela.

_ Anda! Vá!

A noite, na pizzaria, Olívia comentou com Jonas sobre a foto de Gabriela e a estranha reação da mãe. Nervoso, Jonas socou a mesa do escritório.

_ Eu sabia que a minha mãe tem alguma coisa a ver com o fato do Bruno ter terminado comigo.

_ Que ficou estranho ela esconder as fotos e ter ficado nervosa em me vê mexendo, isso ficou, mas não vejo nenhuma conexão com o Bruno ter terminado contigo.

_ Olívia, há oito anos quando a minha mãe soube que eu namorava o Bruno ela disse que iria até o apartamento dele e do nada o Bruno foi embora. No dia em que Matheus nos flagrou aqui neste escritório a minha mãe estava aqui e mais uma vez do nada ele termina comigo. E agora ficamos sabendo que ele e a nossa irmã eram amigos? Como diante de tudo isso você não vê nenhuma conexão?

_ Eu só não consigo entender.

_ Nem eu. Mas eu vou descobrir. Escute o que estou te dizendo. Eu vou descobrir o que a minha mãe aprontou e vou ter o Bruno de volta. Eu não vou desistir dele. A minha história com Bruno vai terminar no fórum. Vamos sair de lá com alianças nos dedos.

_ Você gosta mesmo dele, né maninho?

_Não gosto. Eu o amo. Bruno é o homem da minha vida.

Olívia abraçou o irmão.

_ Eu te amo muito. E torço muito pela sua felicidade.

O delicioso cheiro do risoto de frango exalava toda por toda a casa.

Marília espandou-se, pois era hora de Renata está trabalhando. Temeu que a mulher tivesse sido demitida.

Contudo, para a sua surpresa, o cozinheiro era Matheus, o que a deixou ainda mais espantada, já que não é do seu conhecimento os dotes culinários dele.

A velha mulher, da soleira da porta da cozinha, cruzou os braços, ficando a observá-lo.

_ Uh, é! Que milagre é esse?! Você cozinhando?!

_ Vó, prove para vê se acertei no sal.

Matheus pôs um pouco do risoto num pratinho e o entregou para ela com garfo. Marília temeu que o gosto tivesse ruim, mas mais uma vez se surpreendeu.

Fechou os olhos e gemeu.

_ Nossa senhora! Isso tá uma delícia!

Matheus sorriu de satisfação, sentindo orgulho de si mesmo.

_ O que deu em você, menino? Por que está cozinhando? E onde aprendeu a fazer risotos?

_ Aprendi vendo um vídeo no YouTube. Eu vou ter que sair. Vou levar um pouco desse risoto para o Patrick. Hoje é sábado e ele ficou de dar umas aulas de monitaria na faculdade. A senhora acha que ele vai gostar da surpresa?

_ Engraçado é que pra dentro de casa você não frita um ovo, mas pra namorado você faz risoto.

_ Até a senhora, vó?! Ele não é o meu namorado! É um amigo muito querido, que tem me ajudado muito. Vocês vivem me chamando de egoísta, mas quando faço uma boa ação reclamam.

_ Quem sou eu para reclamar? É até bom que assim você mantém essa cabeça de vento ocupada.

Matheus foi até a faculdade sorridente. Estava feliz por ter acertado com a receita. Passou na padaria para comprar trufas de chocolate para a sobremesa. Sentia-se bem consigo mesmo em pensar na possibilidade de agradar o novo amigo.

Mandou uma mensagem via Whatsapp para Patrick anunciando que estava chegando, pediu para que o ruivo o aguardasse na cantina.

Não era dia das aulas deles, mas Patrick ficou feliz com a possibilidade de vê Matheus. Estava a cada dia a mais gostando de desfrutar da companhia do amigo.

Ao chegar na cantina, Patrick percebeu que Betinho o aguardava sentado, apoiando o queixo sobre a palma da mão.

_ Oi, mana. Vim almoçar contigo.

_ Por quê?

_ Uh, é! Não posso almoçar com o meu amigo? Se bem que você agora só quer saber de Matheus.

_ Tá com ciúmes, viada?_ Patrick perguntou sorrindo e arqueando a sobrancelha.

_ Falando no Capetinha...

Betinho apontou para Matheus que caminhava em direção a eles.

O loiro carregava uma mochila preta nas costas, e uma bolsa térmica nas mãos. Patrick reparou que Matheus usava óculos escuros, um boné preto virado para trás, bermuda preta e uma camisa branca. Pela primeira vez o achou bonito, já que não o via mais como um rival ou moleque arrogante. Mordeu o lábio inferior. Ambos trocaram olhares carinhosos. Matheus apoiou a bolsa térmica na mesa para que eles pudessem se abraçar.

Betinho reparou o carinho entre eles.

_ Oi, Betinho._ Matheus disse friamente, sem nenhuma cerimônia de gentileza. Não gostava de Betinho, o achava falso.

_ Oi, Matheusinho. Está gatinho com esses óculos escuros.

Matheus o ignorou e abriu a bolsa térmica retirando a tupperware roxa com o risoto.

_ Eu trouxe isso para você. Sei que vai passar o dia inteiro aqui e pensei em te fazer essa surpresa.

_Nossa, amigo! Não precisava se incomodar comigo.

_ E desde quando cuidar de você é um incômodo?

Patrick corou diante das palavras de Matheus. Não estava acostumado a receber o carinho das pessoas.

_Cara, obrigado mesmo... Hum! Risoto! Cara, eu amo esse prato! Valeu mesmo.

_ Eu sei disso. Você já havia me dito. E ainda tem essas trufas para a sobremesa.

_ Mas você só trouxe pra mim? E você?

_ Eu já almocei. Na verdade eu tenho aula de inglês agora. Vamos nos encontrar mais tarde? A gente pode pegar um cineminha.

_ Infelizmente, hoje não vai rolar. Eu fiquei de visitar a dona Chiquinha. Ela me convidou para jantar.

Matheus ficou chateado com a recusa. Imaginou que Jonas poderia está no jantar e ficou bravo por isso. Queria reclamar, mas se conteve por saber que não tinha esse direito.

_ Tudo bem. Podemos ir amanhã?

_ Claro! Vamos no Plaza Shopping. Que horas?

_ Pode ser as dezoito horas. Agora tenho que ir. Até amanhã.

Matheus se despediu de Patrick com um beijo demorado na sua face. E acenou para Betinho saindo em seguida.

_ Você vai ter coragem de comer isso?

_ Por que não comeria?

_ Bicha , até ontem o Matheus te odiava. Chegou até a cuspir na sua cara. Você não acha estranho esse carinho todo contigo agora?

_ Não. Eu não acho. As pessoas mudam. E o Matheus é um cara legal. É claro que ele tem defeitos,mas tem qualidades também.

_ Você está apaixonado por ele e isso está deixando cego.

_ Não diga besteiras, Betinho! Eu não estou apaixonado pelo Matheus ele é...

_ Ele é meu amigo. Eu já sei._ Betinho disse revirando os olhos para cima._ Na verdade você é uma bicha carente, que se derrete por qualquer um que te abra um sorriso. Cuidado com o Matheus. Ele está te usando para fazer ciúmes para o Jonas.

Patrick começou a comer, tentando ignorar Betinho.

_ Eu ouvi o Jonas dizer ao Rafa que Matheus armou de beijar o Bruno à força enquanto uma amiga dele fotografava, depois enviou essa foto para o Jonas, com a intenção de fazer ciúmes.

Patrick arregalou os olhos surpreendido.

_ Bruno terminou com o Jonas sem dar nenhum motivo. Simplesmente disse tchauzinho , Matheus é amiguinho da sapatânica da Cinthia, com certeza ela bateu isso para ele. Eu tenho pra mim que Matheus quer reconquistar o Jonas, mas como é um garotinho infantiloide, ele quer chamar a atenção provocando ciúmes no boy, aí tá te usando.

Patrick ficou pensativo e temeu que as palavras de Betinho fossem verdadeiras.

Sentiu-se triste e usado, pois sentia um carinho enorme por Matheus.

_ Por mais que isso te entristeça, eu tenho que te dá um alerta sobre o Matheus, afinal eu sim, sou o seu verdadeiro amigo. Cuidado. Matheus é muito bonitinho, cheirosinho e quando quer é muito agradável, mas não se esqueça que por trás daquela cara de anjo, há um Capetinha.

Patrick abaixou os olhos, entristecido.

Os pães de queijo estavam dourados demais e Jonas os olhou com desdenho quando Cinthia os pôs num prato.

_ Com certeza essa porra tá dura._ reclamou Jonas.

_ Você nem comeu! Deixe de ser chato!

_ Não precisa comer para saber que você passou do ponto. Pão de queijo deve ser branquinho, assim ele fica um pouco crocante por fora e macio por dentro.

Cinthia revirou os olhos para cima.

_ Ah, tá bom, chato. Eu vou comer esses e asso outra remessa pra você.

Jonas havia convidado a amiga para dormir na sua casa naquela noite. Eles estavam de pijamas e depois do jantar decidiram comer pães de queijo. Cinthia não era boa cozinheira.

Após comerem, foram para o quarto deitaram na cama para escolherem uma série para assistir.

_Eu preciso da sua ajuda.

_ Pra quê?

_ Você é a mais esperta do nosso grupo de amigos. É a mais adequada para me ajudar nessa missão.

_ Nossa! Que honra! Me senti uma das integrantes das panteras.

_ Você sabe que o Bruno mais uma vez terminou comigo?

Cinthia revirou os olhos para cima.

_ sem deboche! Cinthia, a gente tava numa boa. No dia anterior, a gente havia transado e trocado juras de amor e no outro dia o Bruno terminou comigo sem mais nem menos.

_ Simples assim. Ele conseguiu te arrancar um apartamento mobiliado. Depois disso, deu um pé na sua bunda. O que foi bem feito, devido a sacanagem que você fez com o Matheus.

_ Não é nada disso! Na primeira vez que o Bruno terminou comigo, a minha mãe fez alguma coisa para o Bruno sumir. No dia em que o Matheus me flagrou a minha estava lá, foi ela quem mentiu para o Matheus dizendo que eu o chamava no meu escritório só para que ele descobrisse. E depois disso, com certeza ela teve contato com o Bruno. E para finalizar, a Olívia descobriu que Bruno e Gabriela eram amigos na escola.

Cinthia franziu o cenho.

_ Eu sei que a minha mãe aprontou alguma coisa. E foi grave. Eu vejo e sinto que o Bruno está assustado.

_ Jonas, o que você sabe sobre o passado do Bruno?

_ Como assim?

_ Sobre a família dele, tipo pais.

_ Nada. Bruno não gostava de falar dos pais.

_ E você namora alguém sem saber nada do passado da pessoa?

_ Sem julgamentos.

_Juntando as peças fica óbvio que a resposta está no passado do Bruno. Com certeza há algo nele que a sua mãe usa para chantagear o Bruno.

_ Será?

_ Claro, Jonas! Por que você acha que ele nunca te contou que era amigo da Gabriela? Tem caroço debaixo desse angu. Eu vou investigar sobre o passado dele. Vou começar me informando com o Matheus. Mas não vou ser direta. Vou fazer umas perguntinhas como quem não quer nada.

E você deveria olhar o celular da sua mãe. Lá com certeza, deve ter algum registro de conversa entre os dois.

_ Cara, tu é um gênio mesmo.

_ Eu sou foda._ disse Cinthia piscando o olho.

_ Eu só não sei como fazer para conseguir desbloquear o celular da minha mãe. Ela nunca vai me dá a senha.

_ Aí você tem que dar um jeito.

_ Bem que você poderia me ajudar, né Cinthia?

_ Use a cabeça, Jonas! A debaixo você não precisa de mim pra usar.

_ Se você que quiser usar fique à vontade.

Jonas disse sorrindo abraçando Cinthia por trás. Ela o empurrou.

_ Ah, vá a merda! Eu podendo está na cama com uma mulher gostosa estou aqui deitada contigo. Que azar! Puta que pariu!

Jonas gargalhou.

_ É, amiga. Em pleno sábado a noite estamos encalhados. Já tivemos dias melhores.

_ Nem me fala. Tô sem sono. Vamos vê The Office?

_ De novo, Cinthia?! Eu prefiro The Boys!

_ Eu sou visita. A boa cortesia diz que eu escolho a série que vamos vê.

_ Você é muito folgada! Feminista dona razão.

_ Siiim! Isso mesmo feminista e dona razão. Obrigada pelos elogios. Agora me passa esse controle remoto.

Jonas pôs o controle remoto dentro da cueca.

_ Pega agora.

_ Vá tomar no cu, Jonas!

Gustavo se surpreendeu ao chegar no colégio e saber que Lúcia o aguardava. Ele ficou com muito ódio, pois esperava que a mulher nunca mais o procuraria depois de ter conseguido tudo que pediu.

Ele a conduziu até o seu escritório. Gustavo escondeu a raiva com um sorriso simpático.

_ A que devo a honra da sua visita? Eu já te dei o dinheiro e resolvi o problema do Bruno, esperava que nunca mais fosse olhar na sua cara.

_ Não seja tão grosseiro, Gustavo. Se eu tivesse quinze anos você teria sido mais gentil.

Por baixo da mesa, Gustavo fechou o punho.

_ Graças ao seu filho, o meu cortou a minha mesada. Me deixou a mingua. Ele desconfia que eu tenho alguma coisa a ver com a separação deles. Olha, o Jonas é desnaturado. Como pode um filho deixar a mãe a mingua desse jeito?

_ Eu não me importo com os seus problemas familiares. Você queria que eu separasse os dois, eu separei, você quis dinheiro eu te dei. Agora não posso fazer mais nada por você._ Gustavo dizia calmamente tentando conter o ódio.

_ Ah, pode fazer sim. Eu não posso ficar na miséria.

_ Já pensou em trabalhar?

Lúcia o olhou como se tivesse recebido a mais injusta das ofensas.

_ Eu guardo há anos o seu segredo. Segredo esse que custou a vida da minha filha. Nada mais justo que você me retribua esse favor. Quero uma mesada mensal. Coisa pouca, algo de cinco mil por mês.

Gustavo respirou fundo.

_ Bom, eu estou no horário de trabalho e fica complicado negociar agora. Faz o seguinte, Lúcia: vamos marcar um encontro, eu te ligo mais tarde, nesse encontro vamos resolver tudo sobre como serão feito os depósitos.

Lúcia se surpreendeu com a passividade de Gustavo por aceitar a chantagem com tanta facilidade. Ela sentiu-se poderosa por ter aquele homem nas mãos.

_ Muito bem. Como sempre, foi um prazer fazer negócios com você. Até logo, benzinho.

Lúcia saiu sorrindo e o sorriso de Gustavo se transformou numa expressão de ódio.

_ Quem essa vadia pensa que é para ficar me chantageando? Ela que me aguarde. Vou fazer o que já devia ter feito há muito tempo. Aquela boquinha carnuda dela vai ficar linda servindo de comida para formigas.


Este conto recebeu 18 estrelas.
Incentive Mistério a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
08/01/2021 20:34:27
obaa, valeu mano ério ♡♡♡♡♡♡♡
08/01/2021 20:13:47
Bynho 7 😂😂😂😂 Já postei o capítulo 32
08/01/2021 20:05:21
Eu sonhei imaginando a Lúcia comendo uma fralda kkkkkkkkkkkkk esse conto é demais, até nos sonhos me faz rir. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
08/01/2021 19:09:36
UmLeitor, 😂😂😂😂😂. Vcs São demais.
08/01/2021 12:04:25
Pra ele ganhar torcida vai ter que se modificar muitooo
08/01/2021 12:03:59
Eu tenho uma relação de amor e ódio com o Jonas. +Ódio.
08/01/2021 12:02:48
Eu também acho que morte não é castigo e sim livramento. O Gustavo derruba a Lúcia e o Bruno derruba o Gustavo. Depois o Bruno vai pra Europa arrumar um boy lindo e dotado pra ele, o Jonas fica só e com gonorréia e o Matheus com o Patrick kkkkkkkkkkkkk
08/01/2021 11:39:44
É isso aí, a Lúcia não pode morrer, não antes de levar uma boa surra e ser desmascarada na frente dessa sociedade rica que ela tanto frequenta ou frequentava hajahahahahjajahahahahahahah
07/01/2021 13:42:57
Ela N pode morrer, os dois têm q pagar na miséria e humilhação.
07/01/2021 08:02:41
❤️❤️❤️❤️❤️❤️❤️
07/01/2021 04:04:19
Verdade um ícone e um dos meus personagens favoritos. pena que que a série acabou, da uma saudade.
06/01/2021 22:50:03
Capítulo show! Como sempre. Sinto que está chegando no fim da história 😞
06/01/2021 22:49:50
Capítulo show! Como sempre. Sinto que está chegando no fim da história 😞
06/01/2021 22:49:10
Bynho7, o Nolan Ross é um ícone 😍
06/01/2021 20:52:37
Bynho7 🥰❤
06/01/2021 20:48:51
no lugar que está escrito " dor " quis dizer Dom kkkkkkk esse meu corretor as vezes me faz passar um perenengue mds
06/01/2021 20:47:08
SOCORROOOOOOOOOO, Amei esse capítulo, primeiro porque FINALMEETE o Jonas tem inteligência, Claro com ajudinha da Chintia. Mas tbm era óbvio, see ele tivesse contratado algum detetive já descobriria fácil, óbvio. kkkkkk e mano do céu, você tem um dor de deixar qualquer um preso na sua escrita, cada detalhe perfeito, como se fosse assim NOVELA ou até mesmo vida real. Eu tô apaixonado, sério, esse conto é um dos primeiros e melhores que já li aqui na cdcLúcia Meu Deus folgada, ah mas nada que uma boa cadeia junto das presas pra ela aprender o que é bom pra tosse kkkkkkkk se é que me entende kkkkkkkkkkkkk e afirmo mesmo quando lançar um livro me avise viu? serei o primeiro a comprar, eu amo ler seus contos, é o que mais me prende. fico imaginando os personagem e tudo mais, até imaginei o Betinho como se fosse o Norlan da série Revenge, kkkkk tipo o jeito de falar e tal mas claro que o Norlan é diferente e muito bonzinho kkkkkk. continue assim tá a cada dia melhor, gente do céu deu até pra senti o ódio do Gustalixo pela jararaca da Lúcia. kkkkkkkkkkkk Já estou ansioso pelo próximo capítulo ♡♡♡♡♡ sinto que coisas surpreendente estão por vir. Eu adoroooooooooo


Meu nome e quero ttansar com o Adilson meu padrastoxvideo alisando minha tia dorminocontos eiroticos leilapornquero baixar pornô novinha sentada no sofá completando campainhapai e vo dopando filha safada tpra poder esyrupa lasexo com mae vadia potuguesa fuder com filhonovia saino docolejo desainhaúltimos contos eróticos gayreinaldinho com p******* comendo a minha irmãporno gay derramou agua na calçapca groca cabecuda gozando dentro video pornoirma gemeas ciumes por isso se chupam pornocontos pornô, o velho tarado da ruafoi tanya tesao que comeu ela de roupa.e tudoconto erotico pefreiro estrupano cu da patroacontos eroticos narados insestos mae filho narrados so narradoschinezinho abrindo sua bucetinha piscando gozandoxvideo vih foto da buceta da minha e comi elaContos eroticos minha esposa na praia de nudismovídeo de pornô doido rapaz regaço a b***** da mulherConto erotico sou madura e consolo lesbicaxisvido pai aliza as pernas da filhaembebedei minha esposa contoscontoseuroticos-humilhada pelo meu sobrinhoimagens de bucetas de riasas sexodoce nanda parte cinco contos eroticosmarcelo strause aguilarquadrinhos eroticos cunhada sedentaesyrupou a novinha sem dó vídeos pornoconto erotico sou casada mais meu menino pirocudo que me satisfazmeninos jumentoes x vidios gayscasadas traidora não aguentou a jeba grande e se arenpendeu caiu na netconto erótico esposa fazendo teste de fidelidade com esposasou corno mansotransei com meu irmaocontos roludo arregaçando recem casadinhacontos eróticos gay fui transformado em putinha e fizeram dupla penetração no meu cuzinho e me arrombaramxvideos gay amador cafuçu de bermuda fininhaXVídeo mulher pelada gostosa Barradãoxxvidio novinha amadora quer que todos os homens gozen na boca delaprica cavalaum velhinho do pau enorme e muito grosso cumeu meu cusinho na marraSou coroa casada os mulekes rasgaram minha calcinhavídeos pornô de loirinha bem gostosinho socando o dedo no c****** cabeludocomedor de casalconto padastroflagrei mama trepando com um dotado hq vontos Etotivosminha sogra tezuda eu confessovidios de homes levam amigos para tranzarem com as esposasxvideo cazal comeu minha mulhermulher levanta profunda fazendo corda no pirocaoxvideo.esposa na primera veź com outronsesto edtrupou a mae q estava no celular samba pornocanil de cadela zoofilia pornover videios de movonhas verzersobrinho. segura. a. escada. pra. tia. gostosa. subir. de. saiafoi sentar no colo do tio sem calcinha e levou ferrocontos porno padre gayNovinHa motra cacinha saiaa infidelidade da irmã resolve dar a buceta ao irmão mais novobusetonhas goado x videodescobri que meu genro quer me comer contos eroticosdablinabucetudamenina mãeporno da parra doi carafui arrombadoxvideos vih minha novinha deitada com bunda pra cima e comi elacontos danada sem calcinhacontos adultos eroticos com gemeos e uma mulhernegao rasgando com o cu da brasileira ela chorando e critando bedindo papa papafotos homens dando dedas em bucetonas e fazendo as mulheres gozar nos dedos da maosxv japonesa sendo estuppradacrente safada contosxporno loko disparao do paucontos eroticos empregada precisa de grana