Dei pro Mendigo

Um conto erótico de zFeiticeiro
Categoria: Homossexual
Data: 18/11/2020 09:53:24

Me chamo Larissa. Sou branquinha, cabelos longos. Tenho 19 anos, seios pequenos, 1,70 de altura, bumbum mediano.

Tudo isso aconteceu num sábado a tarde, quando havia sido acordada pela minha mãe. Estava um dia quente. Lembro que ela estava com pressa por quê queria ir ao mercado, e tinham várias promoções... e gritando na sala, ela dizia:

- Acorda menina, você precisa levantar! Eu não posso fazer tudo sozinha nessa casa!

Respondi a ela com certo desdenhar, totalmente cansada e com uma preguiça de matar. Que mulher chata! Sussurrei.

Sem ânimo algum. Fui em direção ao banheiro, tomei um banho demorado e liguei meu notebook. Para a minha sorte, já tinha feito diversos trabalhos da faculdade. Como eu já vivia meu sonho que era estagiar em uma empresa de Tecnologia da Informação, eu sempre fazia um bico na casa dos vizinhos que precisavam de conserto, pra ganhar um dinheirinho e ajudava com as despesas da casa. Deram 10 minutos, e fui ajudar minha mãe a sair, acompanhei ela até o ponto de ônibus e me despedi voltando. Em meio ao caminho, eu vi um grupo de mendigos vasculhando uma lixeira que havia perto de onde eu morava, e um deles, que era o mais forte, me fitou com os olhos demonstrando que tinha interesse. Eu estava sem sutiã e com um short curtinho colado que deixava meu corpo mais exposto. Dava pra ver que ele havia me notado e tinha algo diferente no calção dele. Decidi entrar. Quando fui ver, a minha calcinha estava estava toda molhada, e tinha atravessado o tecido do short que era fininho. Eu estava sozinha em casa, e o calor estava de matar. Fiquei super curiosa para dar mais uma olhada no que aquele mendigo escondia. Abri o portão e dei uma espiada. Agora, ele estava sozinho ao lado da lixeira, sentado sem fazer nada. Pensei: Essa é a minha chance de ver mais de perto.

Precisava de um motivo para sair. Pensei em por o lixo da casa pra fora, e assim fiz. Fui me aproximando da lixeira, e ele estava logo ao lado. Lembro que parte do saco dele estava pra fora, e isso me deixou ainda mais excitada. Joguei a bolsa de lixo fora, e foi nesse momento que eu ouvi um: PSIU!

Fiquei paralisada, o que poderia acontecer? Será que ele notou que eu estava toda molhada? Não recuei. Quando virei de costas pra minha surpresa, ele disse:

- Você pode me ajudar? Eu preciso de comida. Por favor, me ajude!

Era a oportunidade. Falei bem baixinho:

- Tudo bem.. Me segue, vem comigo que eu vou te levar pra minha casa, lá eu posso te alimentar!

Assim fomos. Pedi pra ele entrar, e preparei um lanche. Dava pra notar que ele havia ficado mais corado. Terminada a refeição, ele me agradeceu e perguntou aonde era o banheiro. Sinalizei na mesma hora, e ele foi. Estava curiosa. Não pude me segurar, e na hora que ouvi ele encostar a porta fui correndo espiar. Deu pra ver nitidamente que ele tinha uma tora linda, e eu estava me deliciando com aquilo. Quando ele terminou de usar o banheiro, eu estava tão boba, que o peso do meu corpo me jogou contra a porta, e ela abriu. E ele virou na minha direção, sem expressão, e eu, quase babando de frente pra um pau enorme. Não tinha desculpa, agora ele sabia que eu estava olhando. E me disse:

- Não tem problema você me olhar. Fica tranquila, quer tocar?

Fissurada, meu olhar indicava que eu queria.

Ele continuou dizendo: Vai ficar só entre nós. Eu estava toda derretida e queria ser fodida.

Me aproximei daquele cacete cheio de veias e comecei puxando a pele. Que sensação deliciosa era ter aquilo na minha mão. Fiz um coque e comecei lambendo a cabeça bem devagar. Eu estava babando e o barulho da minha chupada era alto, e ele começou a me chamar de vadia, gostosa, puta e tirou a minha blusinha me deixando louca de tesão. Mamei tudo, o cacete atravessou minha garganta, e eu senti aquela coisa quente latejar no meu pescoço.

Ele queria mais e estava me dominando, a sua mão gigante puxou meus bracinhos com força e começou a chupar meus peitinhos enquanto eu o tocava. Era certo que ele ia me comer. Ele pegou na minha bunda e me levantou, e começou a brincar com o seu pau na minha bucetinha toda melada, me carregando até a sala. Ele sentou no sofá, e fez sinal para que eu fosse ser sua putinha. Ele tirou meu short com vontade. A tora dele estava reta, e parecia medir mais do que aparentava. Abri as pernas, e senti o meu grelo encostar na cabeça dele. Foi uma sensação deliciosa. Ele botou as minhas pernas pra cima, e meteu tudo de uma vez segurando no meu peitinho e me siriricando. Ele socava sem parar, e eu comecei a gemer gostoso. Falando: Mete seu animal! Gostoso! Safado! Cavalguei gostoso no pau dele alternando posição. Ele gostou da minha bunda, e eu sentia cada metida que ele dava.

Depois de meter na minha bucetinha, o pau dele estava pulando para comer o meu cuzinho. Mas isso fica para a continuação.

É o meu primeiro conto, agradeço se puderem mandar o Feedback!


Este conto recebeu 12 estrelas.
Incentive zFeiticeiro a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
rgm
20/11/2020 07:54:45
Excelente conto vc consegui fazer uma ótima narrativa fico muito gostoso de ler vou aguardar o próximo conto sua nota é 10 mais três estrelas
20/11/2020 07:22:40
a estória é ótima e muito excitante. Nota 10. Voce colocou a estória na categoria Homossexual mas voce diz que a Larissa tem uma buceta e o mendigo é homem. Apesar disso a estória é muito boa, voce iniciou muito bem nesse site.
18/11/2020 20:49:50
Muito bom.
18/11/2020 19:36:04
Caralho que obra de arte
18/11/2020 11:45:33
Bom texto.


despregando o cusinho da mulher/texto/201310401Contos eróticos de viados que apanharam para aguentarem as jebasmenina grita esta doendo e ta se cagando anal pornvideos de ninfetas transando com irmai anbos osdois novinhosconheci uma bichinha com bundinha arrebitada e comiXVídeos cara estrupando A Sementinhacarsa da cota fiada na busetaxvidio com a frentista panterasconto o negao chapa comedor de meninomulher gostosa do Carequinha toda arrepiadaporno hem coxadas de. saiaXxxvdeos pae e filhamRcela viaDo pistoludo fudendo o cu da mulher do cornopatriciane transando gostosanovinlha pega ermao na polheta e cai di boca na piroca do machoFamiliasacana queridi.ho da mamaepai cospe no cuzinho da putinha depois mete o pauzaoContos eroticos minha mulher e minha irma dividiram a piroca enormelambe meu cuzinholiberei minha esposa pro cara estourarnao aguentei dei pro meu sobrinho na cama dele contoscorno levou esposa pros caminhoneiros foderem contocontos eiroticos leilapornsinto desejo em dar o cu pro meu filho confessocontos eróticos publicadoscontos eiroticos leilapornxvideo gorda cheio de calombo axvidiocasada urando no caralhomenina muito novinha vai assistir filme porno com seu irmão caralhudo e acaba deixando ele tirar sangue de sua inocente bucetinhaconto comi minha tiacontos tatuape primeira bucetaconto erotico huntergirls71conto gay cansei de mamar pedi arregocontos feminizacao gay chantagemconto eróticosexo no uberporno aaii taduedo seu pau e groso ei fia tudo gosa ladentro eu quero caga sua porraContos eroticos ela cagou no meu pau dando o cuzinhoo amigo do meu marido me estrupou contosflagrei as jogadoras de volei transando ate gosarfiquei grudada com meu cachorroContos eróticos esposa e Sogragozandu naboca da inimigax vidios cumedo anausia virgeqiero pegar no pau duro e grosso dele e ouvir ele gemar de tesaonovinia gozandoporno mãe safada bunduda escitando o pal do filhoXVídeos de debulha sercomeninas novinhas galeguinha indo até o chão de calcinha fio-dentalfilme pornô panteras tratei minha esposa mal só de raiva ela ficou com outrobrigas de mulheres bofinhotitia lambuzou no meu pau de bostacontostopou na buceta qi ela bufouxvideos fudenu ir critanto fode meu porra com amigo to meu maridocontos engravidei mamaeContos eróticos meu marido solbece quantas rola já levei no cupormo namorado convence menina entregue cabacinhoviado tocando punheta para o homem fazendo fio terra e gozando tudo na mãonovinho lizinho entra na rola grossa e cabeçuda quaze desmaiaEngolindo porra de dezenas de pintudoscontos eroticos numa ilha desertafilmes pornodoido marido da sua esppsinha magrinha par a um negrap do pau enorme tora ela ao meioconto porn vi minha mae e minha irma a serem curadas e gemiam muitopornô em Carmo da Cachoeira na ruaContos proibido bem novinhadocenandaconto gay passiva pauzinho broxarapasinho bebo de cair leva no cu apuso estrupocontos eroticos dentro casada dando dentro do transporte publicocorno xxx veibidor trasparentesogro casa dos.contoscontos eróticos policialvideos eróticos de homens lindos se cumendo picudãos ver