Transformação repentina p/3

Um conto erótico de Duda fernandes
Categoria: Crossdresser
Data: 11/09/2020 11:09:22

Transformação Repentina – part 3

--Você é uma menina isso sim, olha só, nem pau tem! –ela falou pegando no meu pênis com o polegar e o dedo indicador.

Como se já não bastasse o constrangimento e a humilhação que estava passando, de repente mais uma pessoa entra pela porta e para assim que vê a cena: eu montada de lingerie e Valentina pegando no meu minúsculo pênis...

(Início...)

Não tive reação, apenas fiquei de boca aberta, assim como a Letícia, que era a pessoa que havia entrado.

--Calma, tem mais alguém com você ? –Valentina quebrou o silêncio falando com Letícia.

--N-Não, só eu! –Leticia respondeu devagar ainda analisando a cena –Não sei se devo perguntar, mas... O que tá acontecendo aqui ?

--Ee-eu... e-eu –Eu não conseguia falar nada, estava travado.

--É o seguinte, ele gosta de se vestir de mulher e eu estava ajudando e agora você vai me ajudar tambem!!! –Valentina falou na lata.

Olhei rapidamente pra Valentina esperando uma resposta dela, como assim ela falou uma coisa dessas desse jeito?, Ela me olhou de volta e apenas piscou pra mim.

--Sua irmã sabe disso Rodrigo ? –Leticia perguntou.

---Não, ela não sabe, e você não vai contar... Se não eu conto seu segredo pra todo mundo! –Valentina respondeu por mim.

--Que segredo ? –leticia perguntou cruzando os braços.

--Você sabe muito bem! –Val retrucou.

--Tá bom... Tá bom --leticia se rendeu.

Letícia fechou a porta e veio até mim, nesse meio tempo eu guardei meu minúsculo pau de volta na calcinha, Letícia me analisou inteira, eu estava muito desconfortável com essa situação e vermelha de vergonha!

Depois das duas ficarem me olhando e elogiando meu corpo eu consegui fugir um pouco delas.

Peguei minha roupas que tinha jogado por ali e fui para o banheiro, tirei as meias 7/8 aproveitando os últimos segundos daquela sensação incrível, devido ao chão do apartamento ser extremamente limpo as meias não sujaram, as enrolei de novo do mesmo jeito que estavam quando peguei, tirei o sutiã com um pouco de dificuldade e vi as marcas que ele deixou na minha pele, fiquei só com a calcinha, vesti meu shorts e a blusa e sai do banheiro, estava visivelmente triste por ser descoberto desse jeito.

Devolvi as meias e o sutiã a mala da minha irmã e voltei pra sala aonde Valentina e Letícia conversavam algo bem baixinho e assim que me viram pararam a conversa.

--Já almoçou Rodi? –Valentina perguntou.

Estranhei o “Rodi” mas deixei pra lá.

--Estou sem fome –falei olhando as horas no relógio de parede (13:12)

--Tudo bem então, vamos descer pra encontrar as meninas, você vem ? –Leticia falou se levantando do sofá.

--Não, vou ficar por aqui mesmo! –Falei acanhado.

Valentina também se levantou e veio em minha direção, sem falar nada ela me abraçou, achei estranho mas senti um sentimento acolhedor, acabei retribuindo o abraço.

--Calma, não vamos falar nada pra ninguém, queremos seu bem, agora que sabemos que é uma de nós podemos ser amigas! –Valentina falou no meu ouvido.

Pensei em falar que eu não era garota e que não ia ser “amiga” mas apenas assento com a cabeça, ela saiu do abraço e foi andando pra porta de entrada do apartamento, Letícia passou por mim também e me deu um tapa meia-força na minha bunda, no qual eu soltei um gritinho meio feminino e levei minhas mãos a boca no susto... As duas saíram dando risada e me deixaram sozinha novamente no apartamento.

Peguei meu celular, sentei no sofá e liguei a televisão colocando em um canal qualquer.

Fiquei olhando as fotos que tinha tirado e admirando meu corpo “ate que elas tem razão, eu tenho um corpo bem feminino” acabei soltando um sorriso de canto de boca pensando nisso... Fiquei olhando as fotos e então decidi mandar uma pro Samuel. Escolhi uma em que eu estava meia de lado com uma perna na frente e mordendo meu dedo indicador, bem safadinha.

Bloqueei meu celular, meu coração estava acelerado, o que estava acontecendo comigo, é algo tão repentino isso tudo!

Fiquei a tarde assistindo filmes na televisão da sala, até que por volta das 18:00 todas as meninas entram no apartamento falando e rindo alto, meu corpo todo gelou com medo de as meninas terem contado a elas, mas decidi que iria encarar se de fato tivesse acontecido... Mas não aconteceu nada, elas entraram e foram direto pro quarto sem nem me notar, a única que se sentou no sofá comigo foi Valentina.

--E então, o que fez a tarde toda ? –Valentina perguntou –Se vestiu sensualmente de novo ? –valentina perguntou num tom quase de sussurro e com uma cara de safada

--Para com isso Valentina, eu fiquei só assistindo televisão.

--Seiiiiii, e pode me chamar de Val, é melhor! –Ela falou tirando a havaiana que usava e se aconchegando no sofá, apoiou o corpo no encosto do sofá e jogou suas pernas por cima das minhas.

--Folgada! –falei dando uma risadinha.

Ela apenas sorriu também e ficou assistindo TV junto a mim

Demorou uns 30 minutos e Gabriela saiu do quarto procurando por Valentina, quando viu ela toda esparramada com as pernas sobre mim logo falou.

--Valen... Que folga toda e essa ? E essa intimidade com meu irmão ? –Falou levantando uma sobrancelha e cruzando os braços .

--Tá com ciúmes é ? –Valentina falou rindo.

--É Gabriela, tá com ciúmes ? –Falei botando lenha no fogo.

--Não se for da minha amiga né Rodrigo, pra você eu nem ligo! –Ela falou afrontosa.

--Nossa, maguo!! –Falei desdenhando.

--Bom, vamos sair pra uma boate aqui da cidade, mas antes vamos passar em um restaurante pra jantar, então tem que se arrumar logo pra sairmos mais cedo! –Gabriela falou.

--Anão, tô meia cansada hoje, vou ficar aqui... Você vai Rod ? –Valentina respondeu a Gabriela e me perguntou.

--E-Eu ? –falei nervoso.

--O Rodrigo não sai nem do quarto, quanto mais ir pra boate, e você em Valentina, você e a Letícia são duas chatas, em um domingo de férias e querem ficar enfurnada em um quarto de hotel, affs! –Gabriela falou e saiu pisando duro.

Olhei pra Valentina que ria da Gabriela, não sei, parece que ela e a Letícia tão aprontando alguma!!!

--O que vocês estão aprontando ? –perguntei a Gabriela.

--Nada Rod ksksks –respondeu com risadinhas.

Estranhei mas não quis aprofundar o assunto...

Ficamos ali assistindo televisão por um tempo e conversando amenidades sobre a vida um do outro, Valentina era uma menina muito legal, logo Letícia se juntou a nós no sofá e ficamos nós 3 conversando e assistindo.

Quando já eram 20:00 Gabriela saiu do quarto junto com as outras meninas, todas muito bem arrumadas!

Pararam perto de nós e começaram a perguntar se as meninas (Let e Val) não iriam mesmo, ao que elas responderam com convicção que não iriam! As meninas saíram para a boate emburradas com as duas.

Ficamos no sofá conversando por mais cerca de 30 minutos até que Valentina fala.

--Bom, agora é hora de botar nossos plano em ação Let!!! –Falou levantando do sofá.

--Que plano ?—perguntei curioso.

--Nós 3 vamos sair pra uma festa!! –Leticia falou.

--Não vou a festa nenhuma, e porque vocês não foram com as outras então ? –Condenei elas.

--Porque você não iria querer que elas te visse montadinha né ? E você vai sim, e não aceitamos não como resposta!!! –Valentina falou apontando o dedo na minha cara.

--Como assim “montadinha” ?? –Perguntei sem entender.

--Oras, você vai na festa vestida como nós, seremos 3 migas sendo cortejadas ksksksks –Leticia falou e eu arregalei os olhos...

--N.nao e.eu não –tentei falar mas o pânico me consumia.

--VOCE VAI SIM !!! –Valentina falou me puxando pelo braço e me levando para o banheiro .

Tentei me soltar dela me debatendo e implorando mas foi em vão, elas já estavam decididas a fazer eu sair montada na rua, e eu só pensava nisso, a dois dias atrás eu era um menino que só sabia ficar atrás de um computador batendo punheta e agora vou ter que sair na rua para uma festa vestida de mulher.

Entramos no banheiro e Valentina fechou a porta, ficamos só eu e Valentina dentro do banheiro, então ela começou a tirar a roupa e eu arregalei os olhos e fiquei imóvel.

--O que foi ? Vai tomar banho de roupa é ? –Perguntei me vendo imóvel.

--Vamos tomar banho juntos ? –Perguntei incrédulo.

--Sim, vou te ensinar algumas coisinhas! –Falou com um sorriso malicioso nos lábios.

Comecei então a tirar a roupa também, bastante envergonhado, nunca tinha ficado pelado na frente de ninguém, e ainda mais Valentina que era uma menina linda, comecei a notar seu corpo, suas curvas, seu peito durinho com os bicos rosados, sua cinturinha, sua vinda redondinha com poucas marcas o que a deixava mais linda, e quando ela se virou de frente pude ver sua xaninha, com apenas um “bigodinho de Hitler” cobrindo-a, os lábios rosados...

Sem perceber meu pauzinho começou a endurecer e Valentina viu.

--Hmmm então você está com tesão em mim kkkkkkk –Falou deboxando.

Fiquei mudo e com vergonha, não conseguia controlar.

Ela chegou perto de mim e me beijou, não entendi muito mas segui seus movimentos, não era meu primeiro beijo mas era incrível.

Então ela começou a pegar no meu pauzinho enquanto me beijava, sua mão cobria ele inteiro sem problemas.

Então ela parou o beijo e falou.

--Vou te dar um presente, vai ser bom, mas garanto que se a noite hoje der certo você vai ganhar algo bem melhor!! –Falou isso rindo.

Valentina desceu seu corpo ficando agachada, segurou meu pauzinho com dois dedos e em um movimento rápido colocou ele todo na boca, que sensação incrível, ela começou a chupar e eu comecei a gemer.

Não durou 2 minutos e eu gozei na boca dela, que parou a mamada e se levantou, novamente me beijou e passou toda minha porra pra minha boca e me mandou engolir, fiz o que ela falou e até que gostei...

Fiquei mudo com o que havia acabado de acontecer!

Fomos para o chuveiro, no chuveiro Valentina me ensaboou e pegou um gilete, começou a tirar meu pelinhos que eram bem ralinhos mas eram perceptíveis, deixou assim como a dela, apenas o bigodinho em cima do meu brinquedinho, me virou de costas e levantou minha bunda, senti ela raspando amei cuzinho e novamente meu pauzinho começou a mostrar vida, ela me deu um tapa na bunda e mandou eu me controlar.

Terminamos o banho e saímos do banheiro apenas de toalha.

Fomos para o quarto de Valentina que era o quarto separado do de Gabriela, Letícia estava lá também já se arrumando e reclamou da nossa demora, então ela falou.

--Toma Rod, separei isso pra você hoje, pensei em te fazer usar um vestido curto ou saia ou short mas sei que vai ser difícil já com isso então te dei um alívio!! –Falou me entregando algumas peças de roupas.

Peguei as peças e as observei com atenção, pensei em não usar, fiquei remoendo em minha cabeça, mas então veio o pensamento com tesão e falou pra mim mesma “deixa de ser boba, se diverte, você tá em outra cidade e longe da sua, ninguém vai saber!”, então decidi entrar de cabeça.

Joguei tudo em cima da cama que tinha ali e tirei a toalha ficando pelado, assim como Valentina, Letícia já estava de lingerie se maquiando na penteadeira.

Peguei a primeira peça, uma calcinha fio dental preta lisa com apenas um lacinho que ficava em cima da bunda, comecei a vestir e Valentina vendo veio me ajudar.

--Aqui Rod, faz assim, puxa pra dentro assim ele se esconde mais ainda e pega essa fita aqui e prega ele pra não correr riscos! –Falou me mostrando e entregando uma fita transparente comum.

Fiz como ela falou e depois vesti completamente a calcinha puxando bem pra ficar atoladinha na minha bunda, e não é que não ficou nem um sinalzinho de nada, parecia que eu tinha uma xaninha também.

Peguei a próxima peça de roupa que era um body branco cavado, com as costas nuas e com bojo, vesti ele facilmente, fiquei impressionado com a sensação de estar vestida com ele, o toque dele no meu corpo, os bojos simulando pequenos seios que combinavam com meu corpo mais franzino, fiquei encantada e as meninas perceberam pois fiquei me olhando ali no espelho do guarda roupa.

--É bom se vestir e se sentir bonita né ? – Letícia falou ainda se maquiando.

--S.sim –Falei ainda me admirando naquela peça.

Então peguei a próxima peça, uma calça preta de um tecido mais emburraxado, comecei a vesti-la e ela ficou coladinha em mim, delineando minhas pernas e bunda, ela era de elástico na cintura e nos tornozelos, o que dá um chame a mais.

Por fim vesti o mais complicado, o salto 12 preto de amarrar no tornozelo, com o salto um pouco mais grosso pois como elas mesmas falaram era melhor pra mim já que nunca tinha andado em salto na minha vida! E por sorte o salto era no mesmo número que eu calçava.

Calcei eles sentado na cama e quando levantei até que fiquei bem estável, talvez pela grossura dos saltos, ensaiei alguns passos com a ajuda delas e rapidamente consegui andar bem (não perfeitamente, mas bem) e percebi o quanto o salto não faz ter um rebolado melhor!

Nisso Valentina já havia se vestido também, um shortinho branco mostrando a popa da bunda, uma regatinha vermelha e um salto branco, estava se maquiando já.

Letícia terminou de se maquiar e se vestiu com um vestido curtinho florido e uma sapatilha preta lindinha, estava belíssima, a maquiagem simples dava um ar de leveza ao seu rosto, as poucas jóias também.

Letícia então me sentou na cama e começou a me arrumar, primeiro ela arrumou meu cabelo, fez chapinha o deixando liso e meu cachos que ficavam na altura dos ombros chegou quase ao meio das costas quando liso, ela ajeitou para ficar mais feminino, então começou a maquiagem, um pouco mais forte pra tirar uns poucos detalhes masculinos que eu tinha.

Terminamos todas de nós arrumar, me olhei no espelho de corpo inteiro e não me reconheci, parece que o Rodrigo não estava mais ali... Agora era outra pessoa, uma pessoa que estava presa dentro de mim!

--Ravena –Falei em sussurro e as meninas ouviram!

--Que Rod ? – Valentina perguntou.

--Meu nome... é Ravena !! –Falei e elas se animaram.

Demos pulinhos de alegria e então elas chamaram o Uber, já era 00:30.

Logo o Uber chegou, saímos do apartamento e entramos no elevador, logo tive o chique de realidade, ao abrir do elevador na recepção, a quantidade de pessoas que ali estavam, e todas pareciam me perceber e olhar pra mim! Apenas impressão pois eu estava muito feminina para qualquer dúvida de alguém, eram apenas 3 amigas lindas indo a uma festa!!!

Fim deste capítulo.

(Continua...)


Este conto recebeu 9 estrelas.
Incentive Duda_Fer a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
13/09/2020 03:15:11
Não demora tanto amiga... amei seu conto nota 10 é 3 estrelas... ansiosa pra saber o q aconteceu...
12/09/2020 19:47:54
Que delicia, parabéns.
11/09/2020 22:10:43
Gostei demais do conto


so menina dabuceta lizinhaa fazedo sexoConto irmao tira cabaço a irma de 13 gostosaXvideos zuzukinhavideos d cao metendo nasgostosonasMeu primo playbou carioca conto gay cap 3enteada amostrando peitao p o pai na frente da mãePorno en t re s o gro e no ra conto eroticoxvideo conto corninhoimagens de conto de peguei meu filho cheirando minhas cuecascontoerotico namorada e mae putas do tio jorgeXvidos emtianda de chortinho ja aguentaAliviando os funcionarios contos eróticosxvideos muitos homens batendo punetagozandobuceta gostosa mulhe gosano grilo gradecunhadinha dando de shortinho bem curtinho São Paulo com a cunhada Patrícia de mim gostosinhocomtos eroticos de casal de bh coroa muito gostosa c corno no bailher de carnaval ano 2018 c negaocontos eróticos envolvendo policial federealconto de menina que gosta no cu e na buceta na boca tambem uuuicdzinha vadiairmã linda gostosa dando sua bucetinha virgem para o sermão do atadofui arrombada , e adoreicontos eroticos sendo arrombada por dois machos que chupam gostoso minhas tetasqero v mule xupano apica grade e grossa dura cabesa grade picaocontos eiroticos leilapornpauzudosdesaojosedoscampos[email protected]gravando bebada arredanda a calcinha pro lado e tacando a picae já te mandei tu também vai vídeo pornô adoro sexo de lavadoranegão com uma chapuletada pomba muito grande enfiando em loira gostosapornodoido calcinha fio dental sozinha na camaamulher dem que a bria perna.para dar abuseta para o omem cando faz.comamorcontos erotico minha mae insistiu eu fazer nudismoporno meu marido adora me ver chupando porra de mendingisnovos Titãs que a manu rasgou a cuecaconto eróticos voyeur vizinha dos fundosporno fabiana e pisudoscontos feminizacao gay chantagempai tarado ia enfiar so a cabecinha mais enpurrou na bucetinha da filha virgenporno gey contos eroticos ferias c coleguinhacontoseroticos minha mae traiu meu pai e eu tambem comicontos gay romance real padrasto e enteadoconto dei a brexinhacontos eroticos peguei meu marido dando pro caseiro. negao adotei eleSou coroa casada os mulekes rasgaram minha calcinhacontos sou professor de educação fisica e torei minha aluna de doze aninhoscontos eroticos fui seduzido pela vizinhacasa dos contos homossexualconto erotico huntergirls71peguei meu sobrinho mas tenho uma chapuletada rola muito grandeteste de vigidade da pra saber con quen eu fiz sexocontos transando com cunhado mais novogay sendo estrasalhado sem querer xvideos.comFotos de sexo lesbico entre vilma e bettyNovinha transando e o circo pedindo pra o negão botar com força quer ela gostacontos eroticos gays macho dotado femea viadinhocontos de zoofiliaporno gay com vendedor de porte e portasocando na enteada gravida de jundiaimãe sejipana deichando o filho gosar dentro da bucetaconto me estupraram na prisaoo preço de um jato de gozo no meus peitos estão de sacanagem comigoconto de tio viu a sobrinha peidando e ficou com muito tesao no cu da sobrinhaAliviando os funcionarios contos eróticoscontos eróticos não resisto a um pau duroxxxvidio deitada de bariga sem calsinha xeia de tensao xnxxcumeo cu abuçeta da irma gostosa bundudaler contos eroticos de padres reaisConto tire o cabasi de tma guriazinha e goze sinco veziz a bucetinha chegava faze barulho de tanta pora dentro delaporno tia chupando a vagina pequeninas branquinha da sobrinhacontos eróticos meninas de 22 anos transando com cachorro com calcinha preta com lacinhos vermelhoseu confesso que transei com meu tio xnxx