Os brigadeiros com porra do meu chefe.

Um conto erótico de Pink Lady
Categoria: Heterossexual
Data: 30/07/2020 19:44:16
Última revisão: 31/07/2020 13:07:49
Nota 9.86

Na história de hoje relatarei o dia que precisei comer o esperma do chefe do meu novo emprego na época, apenas para me manter nele.

Bom, naquele tempo eu já tinha saído de casa para morar com uma amiga e estudar havia um ano mais ou menos. Meus pais pagavam a faculdade e uma parte do aluguel, mas não eram tão cheios da grana pra poderem me bancar completamente, então eu tinha que trabalhar para ajudar no resto das despesas e claro, se quisesse algo a mais como sair para uma festa, o que normalmente não acontecia, pois estava sempre sem dinheiro.

Os trabalhos que eu normalmente achava sempre eram ruins, com muita coisa para fazer e um salário baixo, e mesmo nesses eu não conseguia passar mais do que duas semanas, sempre era demitida. Alguns diziam que eu não trabalhava do jeito que a empresa precisava, outros simplesmente me mandavam embora sem mais nem menos, e como estava trabalhando em um período de experiência, não havia muito do que reclamar, pegava o pouco dinheiro pelos dias de serviço e voltava pra casa para comer alguma gororoba preparada pela minha amiga. Mas um dia isso acabou mudando completamente.

Era uma sexta-feira a tarde, eu havia começado na segunda, e a semana foi tranquila. A loja em que eu estava trabalhando era uma loja de informática, e eu apenas ficava no caixa recebendo os pagamentos dos clientes, já que os outros funcionários do local que faziam o atendimento por eu não saber nada sobre computadores e coisas do tipo. O emprego era tranquilo, mas eu receberia apenas um mísero salário-mínimo por ele, mas não reclamei pois era melhor do que qualquer outro que eu já tinha trabalhado, pois ficava lá parada, fazendo algo simples, por 8 horas. Só que naquela sexta-feira a coisa mudou.

Assim que a loja fechou e os outros funcionários começaram a voltar para casa, meu chefe, um homem na casa dos 40 anos, um pouco acima do peso, com uma barba rala, me chamou e pediu que eu fosse até a sua sala, nos fundos da loja. Naquele momento eu já pensei o obvio: seria demitida e teria que achar outro emprego merda em algum lugar igualmente merda.

Fui andando devagar para a sala dele, com a cabeça baixa, já pensando no que faria na semana seguinte para achar um emprego novo. Quando entrei na sala, ele me pediu que eu fechasse a porta e me postasse em frente a sua mesa, um retângulo preto, com um computador e muitas, muitas pastas e folhas de papel, e bem no centro, um daqueles protetores pra tampar a comida que os ricos usavam nos restaurantes. Eu fiz o que ele disse, e como não vi nenhuma cadeira, apenas continuei em pé.

Meu chefe apenas me olhou por um momento, de cima a baixo, como se me avaliasse, e finalmente deu um sorriso curto e tirou a proteção prateada enquanto falava:

—Você sabe o que é isso Louise? - Eu apenas olhei para o conteúdo do prato, e com um certo receio respondi.

—B-brigadeiros, senhor.

—Sim, e você reconhece o que está em cima desses brigadeiros?

Eu olhei para os brigadeiros, 6 ao todo, em cima do prato.

—Creme de leite? - brinquei, não sabendo o que fazer.

—Muito engraçada minha cara – ele falou, rodeando a mesa e se postando ao meu lado, as mãos ao lado do corpo – mas você sabe o que isso é, e vou dizer apenas uma vez, eu gostaria muito que você comece todos os brigadeiros, e isso vai te manter no emprego, caso contrário pode apenas sair pela porta, e não voltar semana que vem.

Ao ouvir aquilo fiquei perplexa, como ele podia pedir algo assim para uma garota aleatória que trabalhava para ele havia uma semana?

—Você não pode estar falando sério – disse olhando para ele – cadê as câmeras, isso é uma pegadinha não é? - Mas o olhar dele estava sério de mais para ser uma brincadeira. Ele falava sério.

—Diga Louise, você vê outra mulher trabalhando nessa loja? - ele perguntou enquanto andava pra lá e pra cá. Eu balancei a cabeça em negativa – isso tem alguns motivos, o primeiro é que poucas vem a minha loja procurar emprego, o segundo é que nenhuma até hoje, aceitou essa proposta.

Olhei para os brigadeiros de novo, e comecei a pensar muito. Eu não queria perder aquele emprego, era fácil de se fazer, mas comer a porra de um desconhecido, aquilo não me parecia certo. Então meu chefe voltou a falar.

—Como eu disse, caso não queria, é só sair pela porta e nunca mais voltar, mas caso aceite – ele sorriu olhando pra mim—te pagarei o dobro, ou até mais, se consumir minhas guloseimas especiais com frequência.

Eu comecei a pensar rapidamente sobre o assunto, poderia finalmente ter uma estabilidade e mais dinheiro se aceitasse, mas em compensação, teria que comer a porra de um homem que era quase um completo estranho para mim. Mas lembrar que eu precisava de dinheiro me fez fazer a coisa.

Eu levei lentamente a mão até a bandeja, e peguei um dos brigadeiros. Comecei com o que aparentava estar menos lambuzado, e ergui a mão até a frente da boca, repensei todos os conceitos de decência que eu conhecia, fechei os olhos, respirei fundo, e o coloquei na boca.

O gosto doce do chocolate misturado com a porra amarga do meu chefe atingiu meu paladar imediatamente. Eu não quis vomitar nem nada do tipo, mas me pareceu errado, então apenas fiquei por alguns segundos com aquilo na boca, sem mastigar ou engolir.

—Engula Louise, sei que você quer – meu chefe voltou andando lentamente até a sua cadeira, e la se sentou, com um sorriso de vitória e satisfação no rosto. E eu fiz o que ele mandou.

Engoli aquela pequena bola pequena, e ela desceu pela minha garganta deixando uma mistura de gostos. Meu chefe apenas colocou a mão no prato e empurrou ele para perto de mim.

—Todos – disse ele, enquanto voltava a se recostar.

E assim foi com os outros cinco brigadeiros recheados de porra, cada um com mais do que o anterior, cada um deixando minha boca mais doce e mais amarga ao mesmo tempo do que o outro.

No último eu percebi que estava com um pouquinho de tesão. Sim, eu havia ficado excitada comendo a porra daquele cara, e só com isso.

—Muito bem garota – disse ele quando engoli o último brigadeiro – você está efetivamente contratada em nossa empresa, e bom, espero que possamos brincar um pouco mais durante o tempo que você trabalhar aqui, agora, pode ir pra casa.

Ele imediatamente tampou o prato e começou a digitar alguma coisa no seu computador, e eu simplesmente sai da sala, limpando a boca na camisa. Andei até a sala que os funcionários usavam para guardar coisas, peguei minha mochila, passei pela porta dos funcionários e fui até a rua.

Eu simplesmente estava quente, não acreditava no que havia feito a poucos minutos com o meu chefe, eu estava realmente excitada naquele momento.

Comecei a caminhar lentamente até a estação de metrô para ir para a faculdade, pensando que não poderia falar muito naquele dia, pois o hálito talvez não fosse dos melhores, e com medo de algum resquício de esperma poder ser avistado por alguém que falasse comigo.

Mas estava feliz.

Feliz pois talvez finalmente tivesse estabilidade em um emprego. Feliz pois percebi que fazer coisas daquele tipo me deixavam mais excitada do que apenas me masturbar.

Eu sempre fui uma garota depravada desde que conheci os prazeres da carne, mas acho que naquele dia com meu chefe, ele acabei libertando algo dentro de mim, algo que me faz fazer loucuras até hoje.

Sim, eu estava feliz.


Este conto recebeu 15 estrelas.
Incentive Lady Pink a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
01/08/2020 10:05:34
Muito bom.
31/07/2020 21:41:43
Muito bom sua deliciosa.
31/07/2020 14:13:32
Um fetiche aparentemente inusitado, mas que todo mundo mantém nos cantos escuros da mente. Gostei! Fique à vontade para ler os meus.
31/07/2020 01:54:33
Nossa, ansioso pela continuaçao e pra saber oq mais ela vai comer!!
31/07/2020 00:50:42
Eu gostei, é bem simples é fiquei um pouco chateado com esse seus chefe, parece aqueles caras groso com a mulher, por isso que tem tanta mulher que gosta de mulher porque elas são carinhosa. Mas se eu fosse seu gerente eu agiria de outra forma lhe deixando bem mais a vontade é fazendo chantagens é olhares ai talvez eu já iria no ponto para testar a pessoa com cautela, em fim quero continuação.
30/07/2020 21:28:45
Gostei do conto, diferente dos que já li até agora. Se for possível faça a continuação pois pelo que o chefe fala ele tem mais planos para sua funcionária e isso da para render mais alguns contos.
rgm
30/07/2020 20:43:42
Gostei muito deste conto já que vc agora esta feliz me deixa feliz também manda umas fotos suas peladinha para mim ficar muito feliz e de pau duro e muito excitado, caso vc queira pode entrar em contato comigo para podermos conversar e enviarmos mensagens entre nós dois me chamo ROGÉRIO vc merece nota 10 mais três estrelas, o mais engraçado é que somente eu que posso avaliar o seu conto, o único que gostou do seu jeito de putinha safadinha gostosa


Contos eróticos mulher caipirafez buraco na parede do banheiro para brexar as mulheres de casa e foi pego pornosexo conhadas cozinha nua pau bizarro tesaoxxx negao erebenta as novinhaContos de meninas novinhas que liberaram o cuzinho pro namorado da sua mãe mas não aguentaram a rolaSo conto erotico de irma mais velha tranzano com irmao mais novosbobeou entrou gosou/texto/201101117conto erticos e eu os moleqes tocamos varias punhetsvidio disexe porno yotubeentilhada nao resti opadasto tomano banho di pau duro I trazol comelecontos metendo com estrutora de auto escola casadaXVídeos pornô mãe f****** com filho dos filhos f****** com mulher ingrataver gostosas que presisou rasgar o seu chortinho de putinha para dar a bucetacasa dos contos incesto familia machado xsvideo Historias e relatos reais esposa pega marido dando o cu pro negraonovinha linda engolindo pora do carteiro pausudoPeludao gostoso conto gaycontos eroticos malv comendo as interesseiracontos eróticos meu amante me come olhando pra minha filhaContos eroticos de velhos pintudos gaycontos eiroticos leilaporncorno vendo estanho soca forte na sua mulhercontos eroticos malv comendo as interesseirameu filho me faz de puta capitulo 8 e 9 relato eroticoconto erótico dei a bct ao mordomoxupado o cu da maemundobicha coroa perga mulherqui desprevinidobrasileira novinha do rabao com calcinha de redinha batendo punheta pro rapais ela geme muito na ohro qui ele ta gozandocontos eróticos meninas de 25 anos transando com cachorro Calcinha Preta com lacinho vermelhosshopxvodeoseu e minha patroa praticamos zoofiliaa vida de um mauricinho apaixonadoconto erotico tia bucetuda e sobrinho pausudo de sungacontos de sexo depilando a sograconto dei a buceta pro garoto retardadowww.videos de lactofilia com animais.comvarias mulheres nuas no meio da grama mexendo na buçetaVer contos de ciume do diario de um guei (sobre alam e biel).contos eroticos dp com meu motorista eu quero ver sexo cetonas gostosona de lindas roupas5 de perna aberta para o meu titio me foder ele net só a cabecinha e o pau fica dando enganado em porta e não entra porque eu sou muita coxadinha e ele tem um pau grandesogra en siste para o geiro comele em vidio pronoViadinho Aieee Contos EroticosXxvideosngras.comSuruba inesquecívelxvideobaixar grátis vídeos pornô lésbicas gemendo grostoso e esfregando buceta com buceta molhadinhas até gosarconto erotico velho taradovídeos pornô de loirinha bem gostosinho socando o dedo no c****** cabeludosó a cabecinha conto eróticoem casa todo sujo fedorento pegou a novinha a forçaconto erotico huntergirls71as munheres transando no banheiro tomando banho com a bucertar meladinhar minha chorrou na bengala do negraõ xvdeos.comPadrasto dorado fodi enteadaContos eroticos garotinha curiosacontos eróticos o meu amigo dormiu a minha casa e peguei ele comendo a minha esposa contos eroticos climax daputinha amigosxvideos so12aninhosvídeos de novinhas dançando xote inchada se masturbando e gozando dentro de jatos de porratransei com minha irmacasa dos contos eroticos infidelidadeNovinha limpando a casa com blusinha folgadinha xvideoesfregava na piroca de titio, ele me chupava todinha mas nao pentravaContos eroticos freira casa dos contosnora safadas descobri que sogro tem a pica enormenovinha no primeiro anal estranhando o c****** bem dotadosxvideo oadrato olha etiada domino i depois comi elaContos eroticos elacareca peladacontos eiroticos leilapornpegei minha cunhada xhmasterminha sogra me pediu para me dar de mamar para ela contos eróticoscontos eroticos fode Frouxofilme porno no iotube com mae e filia transando junto gratiscontos da minha sogra deixando a calcinha pra mim cheiracontoseroticoscomesposacontos sexo espiei meu país gratismagrela ficou encavalada na pica do negsohomem enfica pica mulher treme dorCai debocanomeu buset setaocontos eroticos malv comendo as interesseiracintilografia de mulher pelada com os negão metendo e g****** em vídeoxvideosó no cu pracaga grosso