NA QUARENTENA, MEU CUNHADO ARROMBOU MEU CUZINHO.

Um conto erótico de Roberta
Categoria: Heterossexual
Data: 09/04/2020 11:41:49
Última revisão: 14/04/2020 17:54:26
Nota 9.93

A pandemia desse vírus chinês está causando desastre jamais visto. A TV e internet só falando nisso. Em isolamento, o jeito é ler contos aqui no site. Que acaba aumentando a libido e vontade de transar. Infelizmente, não dá para estocar amantes. Principalmente para casada como eu, com marido que não é de bater ponto em casa, com casos extraconjugais confirmados.

Ainda bem que tem o irmãozinho do meu esposo, com quem tenho um caso secreto. Com tanto desejo e vontade que até me fez aposentar o vibrador, meu companheiro de muitos anos. Ultimamente, o garoto que vive com meus sogros, sem aulas na faculdade, vem todos os dias em casa. Quando ninguém está vendo, ele me agarra, fica encoxando, engatando como um cachorro tarado tentando pegar uma cadela no cio.

Uma coisa que ele sempre cobiçou foi meu cuzinho. Que ainda é virgem, já que quando meu marido tentou, a dor ou meu medo, sei lá, foi tão aterrador que nunca mais deixei. Com Pedrinho, irmão do meu marido então, nem pensar. Seu falo tem a forma de berinjela invertida, grossa na ponta e já dói só de pensar aquilo entrando no meu fiofó.

Para quem já leu meus outros relatos, sabe que tenho 31 anos, alta, castanha clara com cabelos tingidos ora de loira, ora de ruiva. Marido 15 anos mais velho e dois filhos. A empresa do meu esposo deu férias coletivas e para ele, está sendo sendo insuportável ficar em casa. Coisa que deve estar acontecendo em muitos lares.

Como foram confirmados alguns casos em nossa cidade, meus sogros que estão no grupo de risco, resolveram se isolar mais na chácara que temos no município vizinho, bem menor e por enquanto, ainda livre de contaminação. Meu marido adorou a ideia, já que junto com o pai, estão ampliando a casa. Como esquecemos várias coisas em casa, fiquei de ir buscar. Meu marido então, mandou que seu irmãozinho fosse junto para me ajudar. Tadinho, nem sabe o que está facilitando.

Mal chegamos, já fomos pelados para a cama, onde mãos e bocas trabalharam sem parar um no outro. Após essas preliminares, lá estava eu, deitada de costas, pernas abertas, pronta para receber meu cunhadinho dentro de mim. Ele já veio todo tarado, enfiando a vara grossa, que desliza raspando nas minhas carnes íntimas, enchendo a perseguida de forma justa, esticando a pele da entrada ao máximo.

Se durante anos, usei um consolo de borracha, ter Pedrinho como amante foi muito melhor. Senti-lo dentro de mim, de forma pulsante, com calor humano e seu corpo grudado no meu, proporcionou bons orgasmos e satisfação sexual. Como estava acontecendo agora, uma vez mais. Ele metendo com vontade e eu embaixo, aparando suas estocadas, a bocetinha esfolada pelo entra e sai. Ambos respirando alto, pulmões à toda em busca do ar para tamanha cópula.

Como sempre, fomos para a segunda fase. A de eu buscar novos orgasmos sendo possuída de quatro. Ter ele metendo por trás, possibilita que seus dedos possam manipular meu grelho, causando uma onda de choques genitais. Invariavelmente, com gozos infinitos. Acabei chegando a um clímax tão forte que me deixou mole, exausta. Nem percebi quando o safadinho estava enfiando o dedo indicador no meu cuzinho.

Já fez isso outras vezes e na hora, minha vontade foi de como sempre, mandar ele parar com aquilo. Todavia, senti algo diferente, esquisito. Relaxei e deixei que continuasse. O cunhado iniciou um puxa empurra agora até prazeroso. Confiante pela falta de reação de minha parte, ousou mais, colocando agora dois dedos. Eu ali quieta, imóvel, tomada por novas sensações, deixando ele avançar.

- Berta, deixa eu comer teu cuzinho, deixa.

- Ah, não Pedrinho. Não quero, dói demais!

- Ah, Berta, só um pouquinho. Se eu colocar, já gozo em seguida. Deve ser gostoso demais!

- Tá louco, Pedrinho. Teu pinto é grosso demais. Isso nem entra aí atrás!

- Entra sim, Berta. Olha, vamos tentar assim. Eu fico parado e você vem por cima controlando, tá bom? Se doer você mesmo para. Tá bom?

O garoto foi até a cozinha e trouxe um monte de margarina na mão esquerda. Com a mão direita, ficou passando no pinto, deixando ele todo melecado. Com certeza, já tinha planejado isso mentalmente. Veio untando margarina gelada no meu cuzinho também, empurrando para dentro com a ponta do dedo. Deitou de costas na cama e chamou:

- Vem!

Como fiquei indecisa, pensando se ia ou não, ele repetiu o chamado:

- Vem! Não tenha medo! Muitas mulheres fazem e gostam.

Ainda cheia de dúvidas, coloquei as pernas em volta do seu quadril, e fui descendo. Pedrinho segurava a ¨berinjela¨, mantendo apontada para cima. Quando a ponta rombuda encostou no anelzinho, a piscadela no cu foi instintivo. Fui sentando, sentindo o cilindro grosso forçando a entrada. Baixei um pouco mais e a esticada das pregas ardeu. Algo suportável que não impediu que eu continuasse. Até que a cabeçorra entrou!

Uau! Foi uma fisgada de dor. Parei até de respirar, os ombros retesaram. Todo pavor voltou. Fiquei imobilizada e pensei em desistir. Tudo que pensei na hora foi que era pura besteira o que estava fazendo. Se outras mulheres faziam ou não era problema delas. Se as atrizes pornôs aguentavam verdadeiros monstros no rabo, para mim tanto fazia como fez. O cu que estava sendo invadido era meu. E estava doendo!

Parar foi bom. Fez me acostumar com a invasão, além da dor ter diminuído bastante. Pisquei o fiofó e senti algo totalmente novo. De estar com o cu totalmente preenchido. Diferente de quando a gente evacua. Ao sentar mais, a coisa entrava ao invés de só sair. Mesmo arfando, passei a descer mais e mais. O cunhadinho por baixo, empurrava o quadril para cima, fazendo com que sua berinjela entrasse mais e mais. Ficamos assim, nessa brincadeira que laceava meu cuzinho virgem.

Eu já subia e descia com vontade. Até a dor era prazerosa. Com as mãos, tocava siririca enquanto me empalava na vara do garoto. Ele me empurrou e só percebi o que ele queria ao já termos mudado de posição. Eu novamente de quatro, com travesseiros no ventre. Pedrinho me enrabando de quatro, por trás, na posição de macho dominante. Isso permitia que ele metesse fundo, o que me deixava até com falta de ar. Acabei gemendo em agonia, ao ser sodomizada de forma animalesca.

- Que cu gostoso! Ahh, que cu apertado! Quente, ahh, quente, gostoso, gostoso ahh, demais!

Pedrinho resfolegava grudado nas minhas ancas. Eu sentia dor mas também, que um orgasmo estava a caminho. Fiquei tocando o grelo freneticamente, até que ele chegou. Forte, intenso como nunca senti. Tudo embaixo piscou. Desabei trazendo junto Pedrinho, engatado em mim. Eu ali esborrachada como uma boneca inflável e ele, metendo, metendo e metendo. Foi quando a dor ficou forte, insuportável. Passei a gritar para ele parar, para ele tirar. Para minha sorte, ele então gozou. Ejaculou sem parar, enchendo minhas tripas de gala. Soltou todo seu peso em minhas costas. O falo grosso enterrado até o fundo das minhas entranhas.

Minha primeira reação foi fazer força, como estivesse evacuando. Sim, eu estava cagando a ferramenta dele. Que continuava dura e ia sendo expulsa do meu cuzinho judiado. Ao ir ao banheiro, senti melhor a dor. Que me fez andar meio de lado. No espelho vi o estrago. Um buracão como jamais eu tinha visto...

Doeu sim. Mas foi incrivelmente prazeroso. No momento, não quero repetir. Mas com certeza, vou fazer de novo. Quem sabe com alguém com um pinto mais fino...

*********************************************

FOTOS> A divulgação de contos tem fotos minhas, que serão enviadas para quem ainda não viu. É só deixar seu e-mail nos comentários.


Este conto recebeu 206 estrelas.
Incentive Tia Berta a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
14/04/2020 20:18:09
Dizem que cunhados são substitutos naturais dos parceiros. Só que na falta desses. O que está acontecendo bastante é de muitos estarem já se apossando antes do tempo. Como fez esse Pedrinho, com a tua total colaboração. Rsss. Nem preciso dizer que o conto está ótimo, com o merecido sucesso. Parabéns e bjs.
14/04/2020 19:13:51
Delicia de conto! Parabéns
14/04/2020 19:11:00
Tesão de conto hummmm 👏👏
14/04/2020 18:59:02
Querida Roberta, que conto maravilhoso!!! Uma lindíssima história narrada por uma escritora profissional. Querida, você escreve divinamente bem: sem exagerar nas palavras pornográficas, consegue dar uma conotação erótica nas frases, parabéns. Seu conto consegue induzir o leitor num estado de bastante excitação, principalmente quando você narra seu cunhado iniciando a penetração no seu ânus. Sua narrativa ao todo também consegue que o leitor mentalize as cenas do ocorrido, parabéns. Nota 10 com meus parabéns e louvor. Também me chama a atenção sua descrição física, mesmo não lhe vendo pessoalmente, mentalizo que você seja uma garota lindíssima. Faço votos que você continue nos prestigiando com novos contos. Gostaria muito de conferir pelas suas fotos,
14/04/2020 18:30:31
Nossa gata, que tesão de conto! Louco pra te comer tb.
14/04/2020 13:14:54
Muito bom, comer cuzinho é muito bom, o sei deve ser maravilhoso!
14/04/2020 12:24:30
Essa quarentena é para deixar o sexo em dia.kkkkk
14/04/2020 12:23:04
Senti um tesão maravilhoso por esse cuzinho, deve ser maravilhoso penetra nele, no início é assim mesmo, foi a mesma coisa a primeira vez que comi o cuzinho da minha esposa, depois de acostumada a dor vira tesão e é maravilhoso, manda fotos , beijos.
14/04/2020 11:54:33
Oi marcela-ba tudo bem se quiser conversar me chama
14/04/2020 11:33:29
Olá, obrigada por sua presença em minha escrivaninha. Adorei seu conto, excitante ao extremo. Essa quarentena está dando oportunidade para muitas transas. Até mesmo de experimental anal com o cunhado. Rsrs. 10 c/3 estrelas! Bezitos.
14/04/2020 10:58:27
Delícia de conto. Maravilhoso
14/04/2020 10:34:59
Vim retribuir a visita e ganhei um presente. que conto delicioso. Estou trabalhando de casa e ai nao da pra ficar aqui por causa da familia sempre perto . O seu conto foi o primeiro que eu li em quase um mês e foi muito gosto de ler. Nota 10
14/04/2020 09:55:19
Delicia de conto, queria eu te enrabar com gosto...vc deve ser deliciosa demais.
14/04/2020 09:51:40
Delícia de conto, adoraria receber fotos suas
14/04/2020 09:36:35
Legal mesmo. Meu sonho é enrabar uma casada gostosa assim.
GRC
14/04/2020 08:34:14
Nossa que delícia, gostaria de receber umas fotos dessa gostosa no meu e-mail, por favor GRC*** e-mail :
13/04/2020 23:42:45
Gostosa, quero ver as fotos. Email
13/04/2020 23:00:42
quem sabe eu possa ser o sortudo com a rola mais fina para vc.manda foto:
13/04/2020 21:21:55
Nossa que Tesão de conto, me manda as fotos/
13/04/2020 18:40:35
Roberta... Não tenho palavras... Tudo já foi dito. Só digo que putz, teu jeitinho de contar essa primeira transa anal foi fodástica! Dez pra você com todas estrelas... Brigadão pela leitura do meu. Bjs=-)

Listas em que este conto está presente

Putinha
Putinhas devassas
Putinha
Putinhas devassas

Online porn video at mobile phone


tesao acumulado pela tia soniasobrinha ainda sem peitinho 13 contovidio porno tarado enfiando pinto por baixo do xorte da mulhermulher gorda se masturbando e g****** e gritando no meio do pitiúContos eroticos:Fui fodida por varios roludos no cinema chorei de dor e pedir para pararemxivide cavalo gozando dentro demulemulher que gosta de ser encostada no ônibus contostirinha enfiar so a cabeça no cuzinho virgemImagems com movimentos rubiaebeto comunidade 018contos eróticos sogra pediu pra ver minha rolapassou a mão na rola do padrastodormindocontos eroticos maduras gosto de homens tarados e de piça gg cdzinha burguesinhacontos eroticos rubia e beto .minha irma porno fotos com movimentosxvidiocasada recebendo pica grosaXVídeos pornô brasileiro sogra ameaçando genro para transar com ele filha escuta todos os diashomen batendo punheta nbanho e gemendo gostososibrinhas vatendo punheta pros tiios ate eles gosaremcoroa safada deixa emcanador estigado xvideosadina pelada motado a busetacaiu na net contos reais de genro flagra a sogra nua engravida elagostoza rabuda sendo encoxada por picudo ater gozsrcontos eroticos carcereiro tarado/estuprado no presídiocontos eroticos textoscontos eroticos: um negrinho atrevidoamiga fundendo com.dois travetissonifero no acampamentoxxx vídeos comendo uma morena caboca amiga da minha esposa ela tem uma enorme bucetafotos de pau duro cabeçudovideo porno mamãe viuva saiu pra dar uma metidinhaSubrinhadabucetaprovoquei meu pai calcinhaContos me encheram de porra na frente do meu maridowww.xvideotitio/comedorconto erotico esposa gosando na rola do negroBuceta forcadou a mae fazedo sexerelaro erotifo mae bucetuda e filho pau gigant..conto gay do pedreiro que comeu o branquinhoWww.mulheresemaridoscornos/porno Xvideo irma uza massage para seduzirtia insistente anal contosmaldiçao da clareira da cadelacontoerotico eu,namorada, minha mae e tio jorgenovinha chupando oadrsto x viincesto com meu vô contospornô meu padrasto comendo a casinha e ver meu quarto quando estou dormindo sem Teresamagrela ficou encavalada na pica do negsoealiando la vagina a mi primaEroticoscontos.com /casadas 23cm dupla contos erocos apenasloirasgostosas do peitao sentando no consolo com as perna aberta xvideosBoy n************ a b***** bem devagarzinho e acaba comendo ela peidando e olhando para tráscontoseroticos/comadre rabudavidioporno ae menias que xoro no pouxxxxxxxvideos com professoras de educacao fisicapegando a casada mal comida de surpresaconto comi minha eguacontos eroticos fui depilar minha patro q estava com a buceta e o cu peludo com fio dental atolada no cuconto erotico com treinador velho coroaxvideosdificil pra vc lukaFui inciada pelo amigo do meu pai contos eroticoscontos de insesto dei pro meu filho com o consentimento do meu maridoprono doido morena predendo a gividade escadalocenas de filme porno que mulher goza como nunca se viu nna vd na bc de um travisticonto erotico dei para um estranho na casa de swingmulher madura e muito carente dando a xota a seu filho taradoencoxando evangelica contos eroticoseu, minha namorada, mae e tio contoeroticowww xvideo obezas fazendo sexo com ofilio.com.brpornô mãe usina puheta mãomobile zoofilia com cachora femiameninos pelados conto erótico