Me passei por podólogo e gozei escondido nas solas de uma trouxa

Um conto erótico de taradoporpés
Categoria: Heterossexual
Data: 04/03/2020 10:16:47

Eu sempre fui uma pessoa com muito fetiche por pés e com poucas oportunidades de poder saciar esse fetiche. Uma das saídas era participar de um aplicativo de encontros na tentativa de conhecer mulheres que se interessassem pela podolatria. Contudo, acabou não dando certo, pois a maioria das mulheres desse aplicativo ou achava super estranho ou só queria fazer sexo e eu não me interessava nem um pouco em transar com essas acabadas. Muito difícil achar uma mulher decente.

Para facilitar o meu negócio, resolvi me passar por podólogo, assim ficava mais fácil das mulheres me mandarem fotos dos seus pés. Tinha pés feios e pés bonitos, dava para comtemplar todos os tipos. O mais comum eram pés ressacados de mulheres na casa dos 30~40 anos.

Certa vez, conheci uma mulher que vou chamar de F. Ela tinha 27 anos, era mãe de três e separada. Nossa conversa rendeu bem e ela adorou o fato de eu ter dito que era podólogo. Seus pés eram pequenos e suas solas eram judiadas, secas e rachadas. Para muitos podólatras, isso já é motivo de nojo e para manter distância desses pés, mas para mim se tornou comum ver esse tipo de pé mal cuidado. F era muito receptiva e também religiosa e quando eu também me mostrei religioso, ganhei mais ainda sua confiança. Então eu resolvi bolar um plano maligno.

Todo mundo que tem tara por pés já deve ter visto pornografia sobre pés, certo? Vídeos de footjobs, worship, etc. Comigo não foi diferente e nesse caso, em especial, eu era muito fã de vídeos cujo tema era secret cum feet, traduzindo - gozando escondido nos pés. Quem quiser dar uma olhada, pesquisar no pornhub. Esses tipos de vídeos, todos gringos, consistiam em oferecer algum tipo de atividade que envolvia mexer nos pés de uma mulher, como por exemplo, fazer uma massagem, fazer cócegas, etc e distrair essa mulher. Em quase todos os vídeos, as mulheres eram vendadas e/ou amarradas. Sendo assim, enquanto elas estavam distraídas e sem ver nada, o fetichista indicava que iria passar uma loção em pés, mas na verdade ele gozava neles, sem o conhecimento da mulher. Alguns pareciam reais, outros fakes, eu não sei se era, mas eu gostava e naquela época eu tinha vontade de fazer algo do tipo.

E com F, eu vi essa oportunidade: ofereci a ela uma sessão de esfoliação e hidratação para as suas solas judiadas e ela adorou a ideia. Disse a ela que faria de graça se ela me ajudasse a testar uma técnica em que a pessoa precisasse estar vendada enquanto recebe o trato nos pés para melhor eficácia. Ela aceitou. E mais, perguntei a ela se ela já tinha usado uma loção quente e ela disse que não. Como tínhamos marcado de fazer isso na casa dela, eu pedi para poder usar o fogão para preparar a loção, um migué chave para o meu plano funcionar. A resposta foi positiva. F não desconfiava de nada. Comprei um esfoliante de pés e um bom hidratante. Para a loção que eu ia preparar, fiz uma mistura de álcool gel com esses dois. Eu estava pronto.

No dia, cheguei cedo na casa de F, de manhã. Ela estava me aguardando. uma mulher baixa, morena, cabelo curto, semblante cansado, era uma mulher na qual a vida já tinha dado muitas rasteiras. Inocente e nesse dia ela pagaria o preço por essa inocência. Ela estava sozinha em casa, com o filho pequeno que estava dormindo. Conversamos por cerca de uma hora e demos inicio ao tratamento. Eu estava com frio na barriga, mas tudo aquilo me agradava, me excitava. Pedi a ela que deitasse no sofá da sala e eu iniciei com uma massagem em seus pés. Ressecados, rachados, aqueles pés precisavam de um pouco de carinho e eu dei isso a eles. E daria mais. E então pedi a ela que deitasse de bruços no sofá, com as solas viradas para cima. As solas ficaram para fora do sofá, posição perfeitas. Nisso, eu já havia colocado a loção no fogão para aquecer.

Apliquei esfoliante nas solas de F, esfreguei aquelas solas com gosto, quem diria que eu teria ido tão longe. Ela, já vendada, conversava comigo. Disse que tudo aquilo era muito bom e que dava sono. Então ela pediu para pegar o celular para poder ouvir música. Perfeito. Ela estava vendada e escutando música com fone de ouvidos. Aquilo era a condição ideal, um presente de Deus pra mim. Peguei o celular dela e já trouxe também a loção que eu havia esquentado do fogão. Apliquei mais um pouco de esfoliante e F estava distraída, com a venda nos olhos e o fone no ouvido. Era hora. Disse a ela que ia esperar o esfoliante agir um pouco para aplicar a loção especial.

Abri o zíper da minha calça e obviamente, pus para fora o meu pau já estava duro há muito tempo, ansiando por aquelas solas. Mas o contato entre meu pau e os pés de F era impossível. Ela não sabia que eu não era podólogo, não saiba que eu não passava de um tarado por pés que havia enganado ela e que agora estava de pau duro em frente das suas solas. Essas solas inocentes, que clamavam pelo meu pau duro. F ainda esfregava os pés e fazia movimentos com os dedos, enfeitiçando mais ainda o meu pau. Comecei a me masturbar discretamente assistindo às solas de F. A cada movimento, meu orgasmo se aproximava. Eu sentia frio na barriga, com medo de ser pego. Também sentia aquela euforia vindo pelo meu pau, aquele quentinho que queima um pouquinho quando se está prestes a gozar. E então, não pude mais me conter e nem deveria, porque foi uma masturbação rápida.

O primeiro jato de goza foi volumoso e acertou em cheio a sola esquerda de F. Os outros 4, também foram volumosos em ordem decrescente, todos acertam o alvo: as solas de F. Foi um momento de extrema felicidade ver que meu plano tinha dado certo. Eu consegui gozar nas solas de F, escondido. Eu até imaginei até o vídeo daquilo: F gets secret cum on her soles - F tem suas solas gozadas escondido. Mas filmar, fora de cogitação. Eu queria ter muto feito isso para registrar o momento.

E F? F estava distraída, ela mal imaginava que minha goza quente estava escorrendo pelas suas solas judiadas, a goza foi tanta que escorreu pelas solas até os dedos do pé de F e pingou. Sem tempo a perder, limpei rapidamente toda aquela goza que banhava as solas inocentes de F. Devia ter tirado uma foto. Me arrependo. Depois de ter limpo e secado tudo, sinalizei para F que havia acabado. Pedi a ela que conferisse o resultado e, comparando com o antes e depois, as solas de F estava bem mais lisas e macias. Bom, definitivamente por causa das esfoliações que eu fiz e do hidratante que eu passei. F ficou contente. E eu queria dar o fora dali. O filho de F acordou e ela teve que lhe dar atenção. Aproveitei isso e minutos depois disse que teria que ir embora. Me despedi de F e tirei uma bela foto de suas solas para relembrar o momento. E assim, o plano de gozar nas solas de F terminou sendo um sucesso.

Ao chegar em casa, tive os seguintes pensamentos: como você é trouxa F. Conheceu um cara num aplicativo online e depois de uma semana já o chama para ir na sua casa para receber uma esfoliação e hidratação nos pés? Mulher burra, a sua inocência lhe custou a virgindade dos seus pés que agora me pertence. Poderia ter sido pior, poderia ter sido estuprada ou roubada. Então ser vítima de um tarado por pés foi de boa. Refleti sobre isso e concluí que o que fiz foi perigoso, dessa vez a sorte explodiu muito para o meu lado.

A saga do podólogo continua...


Este conto recebeu 6 estrelas.
Incentive RafaPodo a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
06/03/2020 10:39:03
Dizem que felizes são os que realizam suas fantasias. Como narrado aqui. Talvez essa ¨F¨ até tenha percebido e fingiu não ver. Ao menos é o que eu faria no lugar dela. Além disso, se houvesse química, até iria ter mais. Rsss. Dou nota dez com 3 estrelas. E também o convite para ler meu relato ¨Casada, traí com o vizinho podólatra¨. Para achar, é só clicar no meu nome. Bjs.
05/03/2020 19:09:59
Cara, finalmente achei alguem igual a mim hahahaja, faço isso direto com as minhas amigas, muito bom teu conto
05/03/2020 11:22:54
10
04/03/2020 13:46:36
Que bosta, fetiche de maluco


contos eroticos o velinho me comeuporno elas no escurinho do cinemacasa dos contos eroticos a maninha cabaço ai maninho tira ai aiconto erotico olhando vizinha bucetuda do buracocontos eiroticos leilapornfotos de pau duro cabeçudoXvideos zuzukinhaconto erótico enrabada dentro do ônibus quando eu viajavaAmor Sobrenatural-Ep.04-Contos Eroticos zdorovsreda.rucontos menage femininochupando o grelinho dela porbodoidoxvideoa baxinhas de camisolarconto erotico o cuzinho da noviçameu irmao me comeuassistir filme completo de chupada de bucetas bem fortes adoroooofoi passear o cao e fodi a vizinhafilla recrama porque opau do seupai nao entra nabuseta deladei por meu vizinhocontos eróticos pique escondeconto erotico meu marido me viu dando o cu e gostouxvidiocasadas pedindo gala na bucetalucley casa dos contosconto erotico sissy dominadorlevando gozadas de fio dental amarelo zoofiliacontos eroticos raquelesfregava na piroca de titio, ele me chupava todinha mas nao pentravaestupro esposa contos eroticosConto erotico traçando a tia lucia parte finalcontos eiroticos leilapornzofilia o Palzudo fudendo a Mulacontos eroticos encoxando a madura Rabuda no metrômalandro gay passivo dando o cu contocontos eroticos meninas de oito anos transando com cachorro com calcinha preta de lacinhos rosaxvideo gey batendo pulheta.Contos encesto mae cu sangranoarmei muito bem armado e conseguir comer minha esposa junto com outro macho pauzudoconto erotico dois paus video gameasistir sexo completo brutal chupadas na bucetas uiiiiiixvedeo as 20 mehores gozadaquero ver pênis de homem buceta de mulher vídeo de safadeza unha sendo mortobunduna chiya tirando shortinho xvideofrecando a paciencia do brutohistorias eroticas com saúnas masculinasxvideos.com12aninhosmeninas virgens engatada varias vezes com caes na zoo contos eroticoscontos eróticos cuzinho da mendigaporno escrava senhorvideos e tags de coroas sentindo tesao vemdo filme de fodaconto erotico chamei afilhadameu tio me comeumãe mãe cedinho comemorando Natal português XVídeosadolescência na favela conto erótico gayhistorias de primos xvdconto erotico futebolwww.videos de sexo amararam o marido e comeram a patroaContos eroticos seios machucados tio sobrinhalipesonhador casa dos contos gaycontos eróticos família roludoquero ver lindas travestis entrando em enormes rolas ate gozarem nelas videos boas fidasgay dançando com sunga do Paysanducontos eroticos a anerd capitulo 1contos eroticos de meninas novinhasmacubeiro comendo a foça novinhafotos com menininhas de vestidinho distraidas deixando ver a bucetinha por baixo do vestidocontos eiroticos leilaporninsesto de filho beijando aboca da mae e fode elaconto zoofilia novinha e os cachorros Minas Geraisconto erotico descobri que o marido de minha irma e honosexual acabei comendo ele e minha gostosa irmaContos porno com motoristacdc igor seu idiotaContos sexo eu e meu irmao brincando de lutinhavideo porno tomando banho juntos novinha entalada com piroca toda ensaboadaConto virei mulher paiconto erotico huntergirls71Xxxvideio ereticoirma com tesão no quarto do irmão1minuto xvideosFotos de surubas com comtosentre uma foda e outra minha esposa beijando acariciando seu machocasa dos contos gay Romance Hubrowvidios porno de mulatas de labios carnudos pondo porra pelo narizxvideo policial comendo a novinha fujonacontoseroticos/comadre rabudaXVídeos que dia para minha esposa enfiar o biquíni na b***** e assanharam os outros homens na praiaa mulher tava a fazer um 69 e meteu um dedo no cu e adorei muito e ela tbm gostou contosxdios fudendo a irman tirrei o beib dol di vagarinhoporno japao pai filla