Bati punheta com meu pai quando era adolescente !

Um conto erótico de Gabexxx
Categoria: Homossexual
Data: 28/11/2017 16:43:14
Nota 9.45

Confesso que sempre quis entrar aqui para escrever historias que já aconteceram comigo, mas nunca tive coragem, mas deixei de bobeira e vim mesmo assim, porque quero desfrutar dos mesmo desejos com outras pessoas. Quem sabe até conversar com quem já teve experiencias parecidas...

Já deixo claro que não escrevo contos, e sim historias (que ocorrerão comigo) e que eu gostaria de compartilhar, então não espere encontrar todas suas fantasias sexuais em um só texto. Por mais novo que eu seja já fiz coisas de mais até pra minha idade. Vou tentar ser bem claro, e detalhar tudo de IMPORTANTE que ocorreu em cada historia.

Então Gurizada, meu nome é Gabe, tenho 19, sou bissexual, tenho varias fantasias e fetiches, sou bem de boa, novinho, talvez... mas tenho algumas historias pra contar já.

Sem enrolar a primeira história é com meu pai. Eu tinha 13 anos na época, e trabalhava na oficina mecânica dele. Foi meu primeiro emprego, por eu ser filho do dono ficava meio que atoa, e só ajudando mesmo, meu pai tinha 49 anos, é moreno, cabelo liso, tinha 1.78M de altura aproximadamente, corpo normal, era forte porque mexia com carros o dia e a vida inteira, então acabava que isso resultava em um corpo até que agradável. Em questão de corpo ele lembra esse homem (/ só que ele é moreno claro e o peitoral pouco mais forte que o da foto, além de ser mais alto, braços mais longos, mas é bem paizão mesmo.

Já eu era magrinho, cabelo cacheado, tinha 1.55 M na época eu era muito baixinho sim, sempre fui claro porém se eu ficar no sol pego cor fácil, nessa época eu estava entrando na puberdade, era um saco, toda hora ficava de pau duro e dava vontade de bater uma, e nem sempre dava até pq eu trabalhava de tarde e estudava de manhã. E a noite dormia na casa do meu pai (eu não morava com ele). Certo dia ele chega pra mim e diz que eu vou ter que vigiar a loja, pois ele ia comprar umas peças de carro, e minha madrasta não estava em casa pra vigiar a oficina (a casa dele ficava em cima da oficina) então eu disse que tava de boa.

Meu pai sempre foi charmoso (não acredito muito em signo mas ele é Leão, acho que pode ter alguma coisa haver, pois Leoninos gostam de esbanjar sobre si mesmo) as mulherada vizinhas, e clientes sempre olhavam de lado e encaravam ele. Até tem uma historia de uma vizinha do prédio, mas isso fica pra outro dia. Fora isso ele sempre foi hétero, e másculo, voz grossa, tem um olhar fixante. Eu seria provavelmente que nem ele, porém nunca foi criado com ele então sempre fui um garoto normal, nem másculo nem muito viado kkkkk!!

Quando ele saiu eu estava de boa, mas ai passa uma amiga minha da escola, na vdd era meio que uma contatinho, a gente só se beijava fora da escola as vezes, nada a mais. Então chamei ela e ficamos conversando sem maldade alguma. Meu pai chegou falou "oi" pra ela, e me pediu ajudando meio que já dispensando a menina (pq eu estava trabalhando afinal de contas né). Dai eu ofereci água a ela só que a garrafa de água que ficava la em baixo tinha acabado, nisso meu pai disse que era pra eu subir e buscar mais. Dai falei pra ela vir comigo. Subimos e enchi e aproveitei dei água pra ela logo, ela perguntou se podia ir no banheiro depois e eu disse que sim. Fiquei gastando ela pq o banheiro de fora da casa não trancava a porta, então fiquei olhando ela ir no banheiro (sem maldade), mas por eu estar ali sozinho com ela acabei ficando de pau duro, ela percebeu, cheguei perto dela e botei pra fora, ela quis ir embora, por ficar sem graça, mas ai eu disse que tava de boa que não ia dar nada.

Na época por eu ter 13 anos, não era grandes coisas tinha uns (14cm) mas mesmo assim insistir e ela acabou pegando, eu já fiquei louco ali mesmo, então tirei a roupa dela e ficamos botando e tirando (uns 5-10 min), bati uma ate gozar na buceta dela, não dentro e sim fora. Quando a gente ia limpar eu olho pra trás, meu pai ali olhando, ele veio me pegou pela orelha e me botou no quarto. Sem falar nada, então saiu e fechou a porta. Depois fui ate a sacada e vi ele levando a minha amiga embora. Me senti horrível, por ter feito aquilo, fiquei lá em cima a tarde toda até dar a hora que ele fecha a oficina, minha madrasta já tinha chegado provavelmente ele contou pra ela. Nesse dia preferir ir dormir em casa, e pensei que ele não ia mais querer eu lá.

No outro dia eu liguei pra ele antes de ir, e perguntei:

~ Pai, é pra eu ir hoje?

~ Sim, mas é pra ficar aqui comigo, não quero você subindo nem na rua com ninguém.

~ Tá bom.

Ele disse isso pq provavelmente ficou chateado ou irritado comigo, por mais que eu não sabia o porque. No outro dia fui, e foi um dia chuvoso, e novamente ele precisou ir comprar peças pra um carro, porém minha madrasta estava lá e ele me chamou pra ir com ele. Então fomos, tava na cara que ele queria falar sobre o ocorrido então fiquei muuuitoo sem graça no carro. Resumidamente ele me explicou que eu estava muito novo pra pensar em sexo, e que eu podia ter engravidado a menina, disse também que iria me perdoar mas que era pra eu me concentrar nos estudos e no trabalho, pra eu não pensar nisso agora porque iria me atrapalhar. E concluiu dizendo:

~ Eu sei como é, eu já passei pro isso, quando eu tinha sua idade uma amigo mais velho meu, me levou a um puteiro, eu chegava na cama e não sabia oque fazer, e nem entendia. Quando acontecer (no caso acho que ele falava se me desse tesão), me fala que a gente da um jeito, não faz mais isso que você fez ontem, podia ter estragado seu futuro, não foi nada de errado, mas você realmente não tem idade pra isso ainda.

Nessa hora percebi oque ele queria dizer, eu era imaturo, e jovem, e eu me relacionando com outra pessoa jovem podia dar muito merda, gravidez, doenças, os pais dela saberem. Vários fatores, e também percebi que ele não queria que eu perdesse a virgindade muito cedo (embora eu já ter perdido aos 11 anos, que foi a primeira vez que transei) ele não era aquele tipo de pai que acha o máximo o filho comer mulher cedo, pq isso ia lhe tornar mais homem. Ele sabe que isso não ia ajudar e só atrapalhar.

Então depois dessa conversa compramos a peça e fomos embora, fiquei me sentindo bem melhor. Na semana seguinte, minha madrasta tinha ido fazer compras, e ficamos só eu e meu pai. Eu ficava mais a vontade com ele, porém muito sem graça de dizer algo, pois eu já estava de pau duro o dia, ou melhor a semana toda, bater punheta já não adiantava muito. Mas nunca fui muito intimo dele, mesmo ele conversando comigo, porém ele percebeu, que eu tava assim, toda hora ajeitando o pau na cueca.

~ Ta tudo bem ai?

~ Sim..

~ Tem certeza? Fica com medo não, é normal

... Pensei um pouco e disse:

~ É já faz uns dias que tá assim.

... Ele olhou pra mim, também meio sem graça e disse:

~ Você ta se masturbando?

~ As vezes sim, mas não adianta muito?

~ Mas é no computador ou no banheiro?

~ No banheiro, e o PC la de casa fica na sala, e eu nem costumo fazer isso lá.

~ Pode ir lá em cima e usar, não tem problema.

(Eu sonso, nunca fui de ver pornografia, raramente, então não tinha entendido o porque)

~ Mas usar pra que?

... Ele olhou com cara "vou ter que te ensinar tudo",e disse perai, ele saiu e pediu pra o cara da serralheria do lado (que inclusive tenho uma historia com esse cara) dar uma olhada na oficina, nem lembro o motivo que ele deu.

Subimos e fomos ate o quarto, o pc não tinha mesa ficava numa mesinha no chão, então sentamos no chão e ele pesquisou vários sites de pornografia, lembro que abriu varias guias, eu estava morrendo de vergonha, meu pau muxou na hora kkkkk.

~ Pronto escolhe ai e faz.

~ Tá.

Quando ele ia saindo eu fiquei olhando tipo... "oque eu faço", o pau tava mole e eu nem sentia muito tesão em porno, fiquei olhando pra tela que nem um bocó, ele voltou e disse:

~ Se não quiser não precisa também ta?

~ Não, eu quero

~ Então quando acabar desce.

~ Sim, vou ver algum aqui.

... Ele ficou me olhando, e me senti obrigado de mexer e fingir que tava escolhendo, eu só tava muito sem graça.

~ Quer que eu escolha pra você?

~ Pode ser, eu não vejo muito isso.

Ele veio e foi selecionando até ficar dois, uma de uma loira levando de vários negões e outro normal de uma cara e uma mulher gostosa.

~ Qual você prefere?

... apontei pro da loira e os negões, ele riu e disse:

~ Essa ai já era... vai ficar sem fundo

Nós rimos, e ele conseguiu transformar aquela situação embaraçosa em algo natural, meu pai sempre teve bom humor e diversas situações. Ele deu play, eu fiquei relaxado e meu pau começou a pulsar na bermuda. Ele olhou pra mim e disse:

~ Vai, se não vamos ficar aqui o dia todo... Se quiser eu saio do quarto.

~ Não.. é..

... tirei o pau pra fora, fiquei tão sem graça, mas fui batendo de vagar. Ele tava sentado atrás na cama e eu no chão em frente o PC.

~ Passa cuspe, e bate na cabeça que da mais tesão.

... Só que minha cabeça não era totalmente pra fora, ainda tinha aquela "pele" por cima, eu disse:

~ Não dá, tem pele em cima...

~ Então pucha pra baixo!

... Nessa hora eu já nem ligava pra aula de sexo que ele tava me dando, já estava a vontade. Puxei e senti uma gastura, mas continuei.

~ Ta doendo?

~ Não pai, só ta dando gastura.

... Ele ficou em silencio e só dava pra ouvir a mulher gemendo com varias rolas na bct e no cu kkkk, eu tava batendo mas na vdd queria perguntar varias coisas sobre sexo pra ele, mas não tinha coragem.

~ Vai indo que vou esperar lá fora.

~ Mas é que não ta dando tanta vontade agora...

~ Porque?

~ Não sei... ta dando gastura quando puxo pra baixo.

... Ele sentou do meu lado e foi abrindo o macacão sujo de oficina, abriu e ficou só com a parte de baixo do macacão, o pau já estava marcado na cueca, e colocou pra fora, eu não sei oque deu em mim que eu não conseguiu olhar pra ele de tão sem graça que fiquei, mas eu tava gostando porque sempre quis ver a rola do meu pai. Dava pra sentir o cheiro de rola, não suja e sim suada, pois o dia estava quente.

Ele me ensinou uma forma de bater sem sentir gastura.

~ Coloca a pele em cima da cabeça e cospe e faz assimEu olhando pro vídeo que nem um estatua.

~ Ta bom.

~ Entendeu? olha aqui como estou fazendo!

... Olhei pro lado e vi a rola do meu pai, tinha uns 20Cm, e tinha a espessura normal, porém ela pareia ser pesada, era morena, um pouco mais escura que a pele dele, tinha a cabeça rosa.

~ Entendi.

... Me deu tanto, mas tanto tesão de sentir o cheiro da rola do meu pai e ver ele punhetando do meu lado, que em menos de um minuto gozei. Voou porra no meu peito até o pescoço. Ele viu e disse:

~ Viu como da certo? assim que tem que fazer.

~ Aham

... tava eu coberto de porra, meu pai ainda batia uma, a rola dele fazia barulho, era pesada e fora que ele tinha um saco enorme, ficava caído nas pernas cabeludas dele. Afinal ele era todo peludo, pentelhos tinha muitos, no peito, nos braços... Fiquei olhando pro vídeo ainda, e as vezes olhando pra ele, meu pau ainda duro.

~ Ainda ta com vontade?

~ Mais ou menos...

~ Caraca, mas olha o tanto que se já gozou..

~ *eu ri*, sim mas não sei..

~ Bate outra ai, pra gente descer logo.

... dessa vez fomos batendo na mesmo velocidade, de acordo com ele aumentava eu ia olhando e acompanhando, só que eu nem ligava mais pro vídeo, fiquei pensado em chupar a rola dele, e pedir leitinho de papai na boca. Não sei oque me deixava tão excitado no meu pai mas eu só queria provar da rola dele.

Fomos batendo por uns 5 min... o saco dele fazia barulho e eu doido pra por ele todo na boca, a rola dele que eu me lembre era parecida com essas:

/ />

Porém não era exatamente igual, só para vocês terem ideia...

Na hora entendi porque meu pau era cheio de veias... o do meu pai elas pulsavam, e isso me deixava mais louco ainda... Minha vontade mesmo era de sentar no colinho do papai e satisfazer suas vontade... faria qualquer coisa por ele.

~ Vou gozar

~ Eu também pai..

... Ele aumentou mais ainda a velocidade, socando com força a mão no pau, o saco dele pulava de um lado pro outro fazendo um barulho que nunca vou esquecer... Ele deu um gemido forte e quando eu olhei vi o pau dele esporrando leite pra fora, e voou até no meu braço, no peito dele, e na virilha.. o pau dele saltava de tanto tesão, e logo depois eu gozei de novo, não saiu tanto como na primeira vez mas voou no meu peito também, e fiquei mais melado ainda.

~ Fecha ai o computador se limpa e desce, já demoramos de mais.

~ Ta bem. To indo já.

... Eu pensei que ele iria no banheiro se limpar mas pra minha surpresa, ele vestiu a cueca com a rola meio bomba e fechou o macacão, com a porra lá dentro, fiquei imaginando com o cheiro de macho dele mais a porra como seria bom passar a língua nele todo.

Depois que ele desceu, sai do quarto pelado com o corpo cheio de porra, pau meio mole afinal foram duas gozadas, quando cheguei no banheiro fiquei pensado no que tinha acontecido, por mais que que eu não tenha gozado porque do vídeo, e sim pela presença do meu pai fiquei meio assim.. quando olhei pro chão do banheiro, estava lá uma cueca usada do meu pai, ele tinha essa mania de deixar a roupa suja no banheiro pq minha madrasta no final do dia pegava e colocava pra lavar. Mas vi que era uma cueca de ontem, e não a de hoje, fechei a porta do banheiro e peguei a cueca.

Cheirei e pra mim sorte tinha um cheiro de rola, não o mesmo que a própria que senti, mas lembrava, era um cheiro diferente e gostoso, não sei explicar... meu pau ficou duro de novo, e e dai eu lembrei que tinha porra dele no meu braço, sem pensar peguei como dedo e passei na língua.. se fosse a unica chance de eu provar o leite do macho que me fez? sem pensar provei.

Era doce, muito doce, não deixava um gosto ruim nem forte na boca, que nem todos falam que porra é. Foi a primeira vez que experimentei porra (tirando a minha), então comecei a bater uma fantasiando ele me comendo, me fazendo a putinha do papai, dando tapas na minha bunda, e metendo a rola no meu cuzinho virgem... Pensando varias putarias gozei de novo.

Me senti mal depois disso, porque afinal sabia que isso não era "normal", mas é a famosa depressão pós punheta. E foi assim que bati punheta com meu pai.

Essa é só uma de varias historias que eu tenho, se vocês quiserem posso fazer uma "votação", na próxima historia que eu escrever, assim sempre vou atender o pedido de vocês. E escrevo a que vocês se interessarem primeiro. Claro que isso só vai acontecer se vocês gostarem.

Sugestões de digitação eu aceito, podem deixar nos comentários, lembrando mais uma vez, não são contos fictícios, por mais que seja um site de contos, eu não tenho a intenção de criar contos, apenas contar coisas que já ocorreram comigo. Então evite dizer "deixa mais picante", "mais diálogos", "coloca isso ou aquilo", eu vou contar exatamente da forma que ocorreu sem adulterar nada. Espero que compreendam !


Este conto recebeu 0 estrelas.
Incentive Gabexxx a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
05/12/2017 01:35:40
Bom conto,as falhou alguns pontos do Português
30/11/2017 22:46:12
Com o pai*
30/11/2017 22:45:44
Parece tão errado nos dias de hoje um garoto tão novo bater uma com o pau mas, ao mesmo tempo, do jeito que você contou, parece tão natural.... Como o VictorNerd disse, foi sutil... Um estilo raro nesse site atualmente! E nem ligue para os comentários de certas velhas que acham legal falar baboseira em caixa alta ;)
30/11/2017 01:49:31
/ novo site galera! Visitem! contos e muita putaria
29/11/2017 20:32:49
/ novo site galera! Visitem! contos e muita putaria
28/11/2017 20:31:02
Galera, vou explicar de novo... Vou contar as histórias do jeito que aconteceu. Caso vocês queiram posso fazer uma versão fictícia. Mas ainda tenho outras fatos legais que o correram. Vocês descidem.
28/11/2017 20:16:42
NA NA NI NA NÃO. QUERO QUE CONTINUE ESSE CONTO. COM UMA RELAÇÃO ENTRE ESSES DOIS.
28/11/2017 20:13:30
Show!
28/11/2017 19:04:06
bonzinho.
28/11/2017 18:56:41
delicia de historia. quero mais. tem alguma historia fazendo sexo com o pai ou mais punheta com ele?
28/11/2017 17:13:23
Gostei como vc mostrou a relação sem putaria explícita mas excitantes da situação. Eu diria q isso se chama sutileza, que é o que tá faltando e muito aqui na casa.

Online porn video at mobile phone


punhetabr.vai lachupo e emguliu apora toda xvideossarrano na porta da xoxota xvodiosNegao de pau gigante gozando dentro da buceta da ovelhasxvideo finginavídeo Azul pequeno vídeo Azul pequeno só de mulher gostosa da bundona mulher das pernas vídeo pequeno mulher diferente vídeo do Picapausó mulher pelada a chegada com a b******* bem grandona daquelas BH b******* grande pinguelo grande cheio de galacontos eróticos vovôzinho gay idoso fudendo chupando o pintinho do Netinhopornodoido vitor e fran no vc q sabemulheres com shortinho curto rebolando no pau de fogueira de caçadormeteno no cuzimho da novimhanovinha deixa pirocudo gozar dentrodabucetascomjj ninha irma todinha pornorapas bunda linda dando cu de brusu rola grosamuler jupendo a minha puta. gtarabudas de calca legue agaxadascontos eróticos de loirinha dp interracialconto de safada esandalosa tarada por pica no cu manda mete fode me arromba mete mais que eu quero mxupando gksmeu sogro e um cavalo pornoencoxoando a cega contos eroticosContos éroticos taradão caralhudo arrombando uma prostitutagaroto hetero. Hetero na prisaowwwxxvideo incertos brasileprimo entra no quarto da prima incente nova e tira ha calcinha dela dormindo pornoxvideo prima soltinho cultoContos me encheram de porra na frente do meu maridoxvideos mulher acoda e pega marido caindo na intiadaxvideo Mamae mw pegou me masturbando e me chupou ate gosar na boca delacontoerotico eu namorada mae e tiovanessa traindo com irmao do corno douglas spvideos reais p baixar coxudas de saia descuidadas realcontos o chefe comedor da empresacontoseroticos debaixo do cobertor com a filhinha rabudaXVídeos coroas em carbono com pau do enteadoNovosContos fudendo com velho tarados pauzudoanimopron.com lara umcavaloVou contar o primeiro chifre com caseiro do sitiocontos eiroticos leilapornPrima da o cu para o primo que tem um pau que mede 26cmSi.33/novinha só gosta de cassetao Muleque hxh belem paracontos eangelica enlouqueceu com linguadacontos eróticos sobre o primeiro boqueteconto eróticos comendoa mulher doamigo a forçaconto cão estupra donamulheres bano a bucetinha para os mulequies fudeminha esposa me surpreendeucontos de papai e as 2 filhas na praia de nudismoContos eróticos comi a rosquinha da mulher e da filha gostosa do padeiro na padariacarolas daigreja crente com peitos e bunda bem grande peladasir:ma virge fudendo com irmao do piru gigamtegostosa rabuda negra de shortinho damdo xvideoContos vi que a bucetinha da minha nora tava inchada. Nao resisti meti meu pau na buceta dela ela gritava muitoconto lesbico com luanadelirando sexo filhinha inocente 18contos de cú de solteironatravest luana narro nuapornordoido golozavidios de homes levam amigos para tranzarem com as esposaswww.meninosgay.dandocuxisvideo patra ve empregada no quarto peladinha e fodeLoirinha flagada cagando bem grosso no banheiro da Tiacontos eroticos aluguelurologista conto gayporno pradrastro bebo fosando a em teada fode a fosacontos eiroticos leilapornvideo de ome comendo ocu da tia bebe dorminosexo a forsaporno grats novinha beijando e sendo encochada con permiçao do cornomarentinhos xvideos mma feminina fudenconto erótico gay short