Um amor inesperado na faculdade - Quinta temporada Capítulo 01

Um conto erótico de Rafa Velaskes
Categoria: Homossexual
Data: 31/10/2017 02:26:35
Última revisão: 31/10/2017 02:53:02
Nota 7.89

Florianópolis, fevereiro de 2014.

Era carnaval naquele ano em que o verão estava mais quente que o habitual, a cidade estava lotada de turistas que vieram curti as belas praias da ilha ao longo do grande feriado de carnaval. Cláudio, nosso protagonista atual, era um homem pacato, um advogado bem conceituado que se dividia entre os afazeres do seu escritório e as aulas na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Ao contrario do que vocês possam imaginar, Cláudio era um homem jovem, tinha apenas 36 anos, era branco dos cabelos bem pretos, olhos castanhos, deveria ter em torno de 1,85 de altura e por volta e 83 kg. Ao lado da esposa Lia e do filho Carlinhos eles formavam uma familia daquelas estilo de comercial de margarina.

Cláudio:- Oi amor, tudo bem?

Lia:- Oi Cheiro, demora muito pra voltar pra casa?

Cláudio:- Não meu amor, eu já estou saindo do escritório daqui a pouco devo estar por ai.

Lia:- Ótimo, então vou lhe aguardar para o jantar.

Cláudio:- Pode esperar meu amor, daqui a pouco chego... beijos.

Lia:- Beijo cheiro. (Catarinense tem o costume de chamar seu parceiro romantico de cheiro.)

Cláudio saiu para o escritório e se dirigiu para o seu carro sem ao menos imaginar que a poucos quarteirões dali se formava uma confusão que mudaria a sua vida.

Caíque:- Qual é Thales vai amarelar agora pow?

Thales:- Cara não sou homem de amarelar, não fujo de nada. Só acho que não é uma boa idéia tirar um racha numa avenida movimentada feito essa... caralho mano, pode dar ruim pra gente.

Caíque:- Qual é brother, virou mariquinha agora?

Thales:- Pow Caíque sou muito macho mano, mas se der merda meu pai me mata cara.

Caíque:- Já entendi, tu tá com medinho do papai... beleza então, tu perdeu a aposta vacilão.

Thales:- Perdi porra nenhuma cara.

Caíque:- Então bora lá mano, vamos ver quem leva essa.

Thales:- Demoro.

Sem pensar muito, Thales subiu na moto e saiu apostando corrida entre os carros que passavam pela avenida, sem medir as consequencias de seus atos, costurava entre os veículos, subia nas calçadas, furava semáforos, etc.

Cláudio saía da garagem do prédio onde estava bem na hora que Thales avançava pela calçada, e o inevitavel aconteceu, Thales acertou em cheio a porta do carro do advogado e voou por cima do carro caindo ao chão desacordado.

Caíque percebeu a enrascada em que o amigo se envolvera e, mesmo assim, não parou para socorre-lo. Cláudio assustado com o que havia acontecido ligou para o socorro, e desnorteado já não lembrava mais dos seu compromisso com a esposa.

No hospital, assim que deu entrada, Thales acordou e já apresentava sinais de lucidez e antes mesmo que seus familiares chegassem ao local, pediu para falar com Cláudio.

Ao entrar no quarto, Cláudio sentiu algo diferente ao olhar para aquele rapaz. Thales era um rapaz de 21 anos de idade, branquinho, loiro dos olhos azuis (descendente de alemão), deveria ter por volta de 1,75 de altura e 73 kg, não era malhado, mas também não era franzino.

Thales:- E aí beleza?

Cláudio:- (Despertando do transe) Hã?! Ah, oi... Como você está?

Thales:- Tô bem, só tô com o corpo meio dolorido, mas to de boa.

Cláudio:- Melhor assim.

Thales:- Cara foi mal pelo acidente, pow foi vacilo meu... mas eu me comprometo a pagar tudo pra você...

Cláudio:- Pagar não é o problema, o problema é a sua irresponsabilidade meu rapaz. Você estava pilotando em alta velocidade em uma calçada, tem noção do que é isso? Você poderia ter atropelado e até matado alguém.

Thales:- Ah qual é tio?! Sermao nao né? Já basta o meu pai que vai me matar assim que chegar por aqui.

Cláudio:- O sermão do seu pai vai ser o menor dos problemas, quando eu prestar queixa do que você fez hoje você vai sair desse hospital diretamente para uma delegacia.

Thales:- Qual é cara, já te pedi desculpas na maior humildade cara... Pow não faz isso comigo nao, meu pai vai me matar.

Cláudio:- Como eu disse, seu pai vai ser o menor dos problemas, infelizmente eu nao posso deixar de prestar queixa, é meu dever de cidadão.

Thales:- Pow tio alivia aí cara.

Cláudio:- Não sou seu tio, e acho que ao invés de você gastar saliva tentando me convencer a mudar de idéia, deveria estar pensando em um bom advogado.

Thales:- Meu pai é advogado.

Cláudio:- Ótimo, agora eu vou indo.

Thales:- OOowww onde tu vai

Cláudio:- Já vi que você está bem, não tenho mais nada pra fazer aqui. Agora vou formalizar minha queixa e depois vou pra casa.... putz esqueci da minha mulher... (falou e deu as costas saindo do pronto socorro).

Thales:- Ei, volta aqui tiozão... ooooowwww ... putz fudeu agora, se esse maluco prestar queixa mesmo eu sou um homem morto.

Saindo do hospital, Cláudio ligou para Lia e contou a ela o ocorrido.

Lia:- Cláudio mas você está bem meu amor?

Cláudio:- Tô bem sim meu amor, só vou passar na delegacia e conversar com o delegado Queiroz que é meu amigo e pedir pra ele agilizar tudo pra mim, não posso deixar este moleque sair impune disto tudo.

Lia:-Você quer que eu te busque ai

Cláudio:- Não precisa meu amor, pego um taxi e assim que conseguir resolver tudo vou pra casa.

Depois de ter ido a delegacia e resolvido tudo, Cláudio finalmente foi para casa, mas a imagem daquele rapaz rebelde de rosto angelical não lhe saia da cabeça.

Cláudio:- Como pode, um rosto tão angelical e agir na rua como um verdadeiro demonio

Lia:- Falou comigo amor

Cláudio:- Não vida, eu estava pensando alto. Na verdade pensando naquele rapaz do acidente de hoje, tem uma cara de inocente e foi capaz de causar todo esse tumulto.

Lia:- Você já deveria estar acostumado cheiro, sabe que carinha de anjo não é atestado de inocência pra ninguém, não sei porque você está tão surpreso.

Cláudio:- Tem razão, o melhor agora é deixar o processo correr.

Lia:- Sim, vamos descansar porque hoje é sexta de carnaval... aproveita pra relaxar bem porque a proxima semana é sua ultima semana tranquila, na outra semana já começam as aulas nao é mesmo?

Cláudio:- É verdade, semana que vem começam as aulas e daí volta a jornada dupla.

Lia:- (Selinho em Cláudio) Então vamos aproveitar bem este feriado.

Cláudio:- Vamos pra Lages, na casa da sua mãe, o que me diz?

Lia:- Adorei essa ideia de ultima hora, vou ligar pra ela e amanha a tarde já vamos, tudo bem?

Cláudio:- Claro meu amor, vai la e liga.

Enquanto Lia se ocupava com os preparativos da viagem de última hora, Cláudio continuava inquieto e a imagem de Thales não lhe saia da cabeça, o que estava acontecendo? Porque tanta preocupação com um estranho que lhe havia causado tamanho prejuizo?

Ele não resistiu e ligou para o hospital para ter noticia de Thales e depois de muito insistir (pois nenhum hospital passa informaçoes de paciente por telefone) foi informado que Thales apenas tinha quebrado uma perna e que passaria a noite em observação e que já seria liberado na manhã seguinte, isto lhe causou um certo alivio, mas e agora? Quando voltaria a ver aquele rapaz de rosto tão angelical? Mal sabia ele o que o destino estava lhe reservando.

O feriado passou, e enfim chegou o inicio das aulas e como sempre na UFSC, como em qualquer outra faculdade, primeiro dia de aula é uma loucura, muitos calouros nem comparecem por medo do trote, outros chegam atrasados e por aí vai.

Curiosamente a primeira aula de Cláudio era justamente com a turma de calouros, ele lecionaria Introduçao ao Direito, e naquela manhã muitos deles chegaram atrasados, quando já estava bem adiantado em sua aula , achando que não chegaria mais ninguém, Cláudio foi interrompido com a chegada de um aluno de muletas ao qual ele não deu muita atenção de inicio.

Aluno:- Licença professor, será que ainda da tempo de assistir a sua aula

Cláudio:- Claro, entre e se sente... Mas, será que alguem da primeira fileira pode ceder o lugar para o nosso amigo que está com a perna engessada, como é seu nome rapaz? (Perguntou se voltando para o rosto do aluno)

Thales:- Thales professor, meu nome é Thales. (Respondeu com uma cara de revolta).

Na hora que percebeu de quem se tratava, por alguns segundos Cláudio ficou sem cor e sem reação nenhuma.

Cláudio:- Não poder ser, isso não pode ser verdade....

Taí galera, esse é o primeiro capítulo da quinta temporada, estou tentando enviar o final alternativo da utlima temporada mas estranhamente o site nao esta aceitando, quem tiver afim de conhecer o outro desfecho da quarta temporada me procure que passo por e-mail.

Perdão pelo sumiço,estou desde ontem respondendo os e-mails (responderei a todos), tinha perdido a minha conta aqui na casa dos contos e deu um trabalhinho para recuperar e paralelo a isso tive uns probleminhas domesticos, mas sao coisas da vida.

Espero que curtam a nova temporada.

Beijos

Rafinha


Este conto recebeu 0 estrelas.
Incentive Rafa Velaskes a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
10/08/2018 15:37:33
eu nao acredito que ele tenha abandonado e sim deve ta com algum problema pessoal ou muito trabalho faculdade e nao ta tendo tempo pra escreve e tbm nao acredito que ele ta escrevendo com outra conta pq ele sempre foi muito atencioso com os leitores problemas todos tem isso nao significa que ele abandonou
05/04/2018 19:51:15
Cadê??? Que mancada!
26/02/2018 04:08:27
abandonou mesmo
29/11/2017 21:50:15
sumiu de novo?
10/11/2017 17:47:53
Não acredito que vc voltou...E já começou com tudo...Esse conto vai ser baseado em fatos reais ou não?..Ansiosa pelo próximo. Bjs qrdo.
09/11/2017 20:11:59
rafinha que saudades nao some assim querido seus contos sao otimos ansiosa pra ler a continuacao😘
04/11/2017 17:20:39
Aii que sdds de vc rafa, demorou muuito mandei email pra você pra saber do final mais não sei se vc recebeu, some mais não lindo ..
01/11/2017 10:14:00
Arrasou Rafa sou seu fã! Leia o meu conto também. //kupivbg.ru/hotpornpics/texto/2017117
31/10/2017 16:38:31
Que bom que voltou...Essa história é verídica ou não?...Ansiosa pelo próximo.
31/10/2017 15:49:23
Ahhhhhhh que saudades
31/10/2017 13:57:21
Amando muito. Espero um conto Mara....
31/10/2017 10:57:46
Uiii essa história vai ser babado kkk
31/10/2017 03:24:04
Ue cadê o caio?Eduardo... Ah pra mim não tem graça ... Tinha que ser os mesmo personagens. .. Se for pra coloca novos personagens... Mude o nome do conto

Online porn video at mobile phone


video enteada chama padrasto nua para fudela em seu quatobranquinho super big dotado enfiando o seu pinto até o talões no cuzao da novinha arrombadavideos de sexo gay imperador sendo puta dos guardas do palaciomenino pelado na rua conto eróticossafada se solta no swing contosnão sua cabeçuda não Pedro peidorreiroyotube tonzinho.46conto porno cunhada ivonetefilhaabre as pernas qie vou te fider gostosocunhado erra a buceta e acerta nu cuzinho da cunhadaboquete da primapatricinha lindaprima separada com tesaovideo de porno de coroa liduinaContos me foderam muito por perder a apostanovinias nu xvideossogragerocontos erotico,meu genro me enrrabou dormindohigor safado xvidioxvideos.comi o'cuda maever video de porno mae e filhabem novinha pulando no pau bem grossopatricia vizinha casada safada gemendoapalpando o roludo no rodeio sexofui abuzado no acampamento por negao contos eróticos contos etoticos privatebucetabarrigudaxvedeos dejado busetao rochonoiva casa e não sabia tamanho iria infartar pornoxvideos quase estupro ryan phillippe xvideos/texto/201806446contos er AHHHH OHHHHKadu p********* pegando as neguinhagozou na calcinha e ela vedtiusibrinhas vatendo punheta pros tiios ate eles gosaremanais bruto elas tenta corre io pau entra masler contos de estrupos do minotauro e hectorVideo de gatas baixinha troncuda cendo fudida a forca na xnxx"Pq minha xota arde depois que eu fodo até o talo?"contos eroticos fode FrouxoConto com cheirador short da maemulheres bostas scatnovinho com jetinho de viado levou pau grosso no cu e adorou contoscalçinha ate amarotada na bucetaloirinha perguntava se fodia gostoso xvideosIsac -Hugo |Contos Eroticos zdorovsreda.rudando com dorbuceta pro pai irmaoContos eróticos de meu sogro me fodeu a conaxxvidios.com portuguesbrasileirasbucetaesperientePeguei minha irmã bêbada de baby doll e não aguenteicontos da minha sogra deixando a calcinha pra mim cheiragorda xorando no pirumulher chamou o vizinho para tirar goteiras e deu a buceta para elebateu ciririca ate gosar feito torneirapiricudo de floripabunduda na piscina e JuquinhaXVídeos queimadinha feira do Sol e tirando a roupa na praiaxvdeos de sexo de mae ver o filho dormndo e da o cútirando vingidade de novinha com o negao do lado da maeizinha gostosa tambemprofessora safada falando putaria pro donzeloGTA andando pelado mostrando a pingolaContos eroticos de sexo com genrocoloquei a boca no buraco da parede (conto erotico)Conto erotico esconde esconde dei a ppkmulhe vai dormi e semastorbaconto erotico abusei do viadinho de calcinhamorena arregalou os olhos dando cu e gozandohistorias eroticas vi meu sobrinho bem dotado descabaçando o cu da minha mulherzoogay 2016contos eroticos traindo o corno cdp ele assistindoflagra mulheres espiam homens pelados e se masturba até gozar de esguicharxvideofudendo a cunhada enguato a namorada dormixvideo descobruo q o primo era gay acabou comendo elw Xvidio tigrinhacu e cona arrebentados por negro caralhudovisando dentro da bucetaspornor.homem.gazando.nadunda.no.onibusprovoquei tanto meu motorista e fudeccu porno dddd mudo cu menininhabotei gozei tirei gozei soquei gozeicachorro comendo o cu do doni gay xvideoxnxxconto de novinha louca por anal gosta pedir mais pica no cu pra geme aaaai oooh an ancontos erotico minha mae insistiu eu fazer nudismodestraçada por dois paus pornodoidocontos eroticos meu pai me comeu quando estava dormindo wattpadxxvidiio massagemARREBENTO CU JAPINHA BAIXINHA GRITANDOconto de meninas sendo aronbadas por pauzudos e chorando muitoxvideos encoxando no metro na greveno onibus lotado contos eróticoxvidio .com cahalho monstro arregasdaconto erotico velho no escuroquando ela me pede .me bate com forca me xinga de puta safada vadia eu urrava de tesao.conto erotico incestocoroas casadas metendo fora do casamento so com rapaizinhosvideos de incesto filho sodomizando a maecontos eroticos 2018 com velhos