Perdi a virgindade com o amigo da Mamãe

Um conto erótico de Catt
Categoria: Heterossexual
Data: 09/08/2017 17:54:05

Oi pessoal! Meu nome é Clara(fictício) tenho 21 anos, sou bem branquinha, tenho 1,57 de altura (baixinha rs) 58 quilos, cabelos bem compridos que chegam ao bumbum, pretos e bem lisos, tenho bumbum grande e seios pequenos no tamanho que cabem nas mãos.

Esse é o meu primeiro conto, espero que fique bacana, irei contar uma historia verídica que aconteceu comigo, de como eu perdi a virgindade..

Meus pais se separam quando eu tinha apenas 2 aninhos, e sempre fomos eu e minha mãe, quando eu estava com 12 anos ela se casou novamente e teve meu irmão mais novo, quando ele completou 2 anos ela voltou a trabalhar e como não havia com quem deixa-lo eu estudava pela manhã e a tarde e a noite cuidava dele pois ela conseguiu emprego num supermercado e trabalhava ate as 9 da noite, nos feriados e fins de semana.. e foi assim, eu estudava e cuidava dele, não tinha tempo para mais nada, meu novo padrasto era caminhoneiro e sempre estava na estrada, não sobrava ninguém para cuidar do meu irmão, então sempre via minhas amiguinhas começando a sair, indo nas festinhas e cinema e eu sempre atarefada em casa..

Eu sempre levava o almoço da minha mãe no trabalho, morávamos pertinho do supermercado, então nesse dia cheguei da escola, fiz o almoço e levei pra ela rapidinho que já já meu irmão chegaria da creche, eu adorava levar o almoço dela, pois ela sempre estava almoçando com os colegas de trabalho, e um em especial aflorava minha imaginação rs.

Chegando la entreguei a ela e como sempre ele veio me cumprimentar, me tratava sempre como criança com beijinhos no rosto e bagunçando meu cabelo;

- oi minha clarinha.. (enquanto me dava um beijinho no rosto) – cada dia que passa esta maior ein? Kkkk ( sempre me zoava por ser baixinha)

Rafael (fictício) era alto, devia ter uns 1,80, era mais velho que eu tinha seus 26 anos, era um homem lindo, branquinho, com cabelos pretos e bem curtinhos, barba por fazer, ombros largos e tinha um cheiro.. que cheiro.. apesar da profissão, ele era açougueiro, tinha um cheiro que me fazia viajar.. Porque normalmente açougueiro, ainda mais em horário de trabalho tinha cheiro de carne! Obviamente. Mas ele era aquele tipo de homem que se cuida.

Ele era motoqueiro assumido, amava motos e tinha uma enorme preta, e se vestia sempre com calças justinhas marcando aquelas pernas e bunda fortes, camisas de cores escuras e uma jaqueta de couro preta, então ele tinha um cheiro de perfume amadeirado, loção pós barba e couro.

- Nossa clarinha! Você esta com uma cara péssima! Esta se sentindo mal?

- Não rafa, meu irmãozinho que deu febre essa noite e eu não dormi nada, estou um caco kk

Ele me olhou pensando por alguns minutos e depois se virou para minha mãe;

- Rose, a Clara ta precisando de um descanso ne, coitada da menina.. ta ate com olheiras!

Minha mãe também me olhou pensativa;

- Realmente, ela tem me ajudado muito, faz semanas que nem vê a cara da rua.. sem ela eu estaria perdida kk

- Ue, se você deixar, amanha eu posso leva-la pra dar uma volta. É feriado e nesse nos dois estaremos de folga.. levo ela para ver um filme e deixo ela em casa cedo prometo!

Meus olhos se iluminaram, me deu um frio na barriga, esse homem gostoso queria me levar pra sair? Não, ele não me vê desse jeito, deve estar so com pena da minha cara de morta kk

- Pensando bem acho que pode ser uma boa ideia, ela se diverte um pouco e eu passo um tempo com o meu menino.. meu marido vai chegar de viagem essa noite para passarmos o feriado..

- Combinado então lindeza (ele falou piscando pra mim) – amanha la pelas 17:00 te pego.

Eu mal consegui responder e fui correndo pra casa, o dia passou como um borrão e eu ansiosa para chegar no dia seguinte, parecia que tinham mil borboletas no meu estomago, fiquei me imaginando agarrada na cintura dele na garupa da moto.. mal dormi naquela noite!

No dia seguinte levantei bem cedo, estava ansiosa e queria me arrumar, eu adorava descolorir meus pelinhos e deixa-los loirinhos, então passei o dia fazendo as unhas, descolorindo meus pelinhos e arrumando meu cabelo, que so ele já gastava mais de 1 horas so para secar! Sempre usei bem comprido..

Chegou a hora eu coloquei um shortinho jeans e uma blusinha com um leve decote, estava fazendo muito calor naquele dia, coloquei uma jaqueta mesmo assim, porque de moto em rodovia sempre faz um friozinho..

Ele estava me esperando na porta em cima da moto, parecia aqueles motoqueiros de filmes, meu Deus que homem lindo, eu devia estar vermelha porque senti um calor subir pelo meu rosto.

- Mas esta gatinha hoje ein Clarinha! (ele falou piscando pra mim)

Me passou o capacete e eu subi na moto, eu sentia meus seios encostados nas costas dele, estava sem sutiã, e o balanço da moto fazia eu ficar roçando nas costas dele, senti meus mamilos ficarem durinho por baixo da blusa fininha, ele deve ter percebido também porque sua respiração estava mais pesada e ele ficou me olhando pelo retrovisor.

Parando na porta do cinema nos deparamos com uma fila gigante, estava tendo estreia de um filme e a fila dava voltas.

- Eita, mas esta muito cheio hoje! O que você achar de deixarmos o cinema para outro dia?

Podemos dar uma volta de moto.. ou melhor, meus pais estão viajando e a roça deles fica a uns 20 minutos daqui, podemos ir la.. sei que você adora cachoeira, a gente da uma passadinha pra ver, já que a noite é perigoso mergulhar.. o que você acha?

- Não sei rafa.. e se minha mãe não gostar?

- Não preocupa com ela, eu te levo pra casa no horário combinado,

Eu concordei e pegamos a rodovia ate um caminho de terra para roça, chegando la, ele passou direto pela casa e continuou subindo uma trilha ate chegar a uns 15 metros de uma cachoeira linda, já estava escurecendo o que dava um ar muito gostoso ao ambiente..

Eu desci da moto e ele veio atrás, ficamos conversando perto da cachoeira por uns 40 minutos, falamos de filmes, livros , musicas.. ele era maravilhoso, eu não conseguia parar de olhar aquela boca carnuda se movendo, podia sentir sua respiração quente no meu rosto.. ele estava falando algo que eu não entendi, estava viajando naquela boca, então ele suspirou

- escutou o que eu falei Clara?

Eu não havia prestando atenção, mas quando ele suspirou , sua respiração veio no meu rosto e eu passei a língua nos lábios que de repente estavam formigando querendo beija-los

- O que foi? Ta me olhando assim? (ele perguntou com cara de safado, ele havia percebido que eu estava excitada)

- Nada! So viajei agora kk (falei olhando pra baixo e percebi o volume que crescia na calça dele)

Levantei correndo com vergonha de ser pega admirando o “pacote”, e fiquei de pe de costas para ele olhando pra agua..

Quando senti ele me pegar por tras e encostar seu pau duro nas minhas costas, ele sussurrou no meu ouvido;

- Não faz assim comigo Clarinha, não vê a situação que me deixa? ( e pressionou o pau mais em mim)

- Na Não entendi o que você quer dizer (eu gaguejei)

- Eu sei que você também sente, vejo o jeito que fica quando fico assim pertinho de você, passei direto pela casa, porque não queria cair na tentação de ter você sozinha perto de uma cama.. (ele falou enquanto dava beijinhos no meu ombro e ia subindo ate o pescoço)

O que me fez arrepiar toda e gemi baixinho sem perceber.. então ele pareceu perder o controle e me virou colando a boca na minha, eu senti seu sabor, que sabor maravilhoso, ele forçou um pouco a língua macia pra dentro da minha boca e nos beijamos por uns 10 minutos,

Ele me beijava parecendo que queria me devorar, enquanto apalpava minha bunda quase me tirando do chão.. ele era bem mais alto, então parou e me puxou ate a moto, eu não conseguia dizer nada, tamanha era a surpresa pelo que acontecia e excitação.. minha calcinha já estava completamente molhada, ele me sentou no banco da moto parada de lado e foi beijando meu pescoço e descendo.. meus seios estavam inchados, meus mamilos estavam ate doloridos de tão duros.

- Eu sempre quis beijar esse corpinho gostoso (ele falou com a boca colada na minha pele enquanto tirava minha blusa)

- Eu também sempre quis (falei com um gemido quando ele colocou um dos meus seios na boca)

Começou a sugar e passar a língua me deixando completamente louca, eu já não pensava onde nos estávamos e não me preocupava com nada, so não queria que ele parasse..

Ele endireitou o corpo e tirou a camisa, e começou a desabotoar a calça, descendo ela ate o joelho ficando so de cueca.

Eu olhei aquele volume, meu Deus parecia ser enorme e grosso, ele pegou minhas mãozinhas e levou ate o pau dele..

- Pode pegar minha gatinha, sei que você anda querendo isso a muito tempo..

Ele colocou o pau pra fora levou ele em direção ao meu rosto, eu sentada na moto e ele em pé ficava com a virilha á altura do meu rosto.

- Coloca ele na boca vai, to doido pra sentir essa boquinha macia em volta do meu pau..

Eu segurei ele com as duas mãos e levei ate a boca, o pau dele estava todo babado de tesão, e eu estava doida pra sentir seu gosto, comecei chupando aquela cabeça rosada e enorme, ela mal cabia na minha boca, o pau dele devia ter uns 21 cm e era bem grosso, ele gemia de tesão quando eu passava a língua em volta da glande..

Então ele pegou meu cabelo como se fizesse um rabo de cavalo e começou a enfiar o pau com força ate minha garganta, com um movimento de vai e vem ele fodia minha boca ate eu ficar sem ar.. aquela altura nos dois já estávamos sem ofegantes, então ele parou e se ajoelhou no chão e começou a tirar meu shortinho, eu tentei protestar;

- Não rafa, é melhor a gente parar..! eu ainda sou virgem, e alguém pode chegar.. (eu estava ensopada de tesão, mas o medo falava mais alto, ainda mais quando olhava o tamanho daquele pau gostoso)

- Relaxa gatinha, eu não vou fazer nada que você não queira.. eu so quero te ver.. (ele falava enquanto terminava de tirar meu shortinho me deixando apenas de calcinha) – so quero apreciar esse corpinho gostoso, eu paro na hora que você pedir, eu prometo!

Ele voltou a beijar meu pescoço, meus seios , me fazendo esquecer do meu protesto.. e foi descendo pela minha barriga ate chegar entre minhas pernas, da forma que eu estava sentada na moto ele de joelhos ficava na altura da minha bocetinha molhadinha.. ele afastou mais minhas pernas e beijou a parte interior das minhas coxas, aquilo me causou um arrepio que percorreu todo meu corpo..

- Haaaaa.. isso rafa.. você esta me deixando louca (eu gemi quando ele se aproximou da minha xaninha respirando fundo e sentindo meu cheiro)

Ele beijou mais próximo, e de repente prendeu os polegares ao lado da minha calcinha e a puxou devagar ate o chão, me deixando ali completamente nua com a bocetinha branquinha e de poucos e ralos pêlos em chamas bem na sua cara.. Ele enfiou a língua na minha xaninha inchada e começou a chupa-la como se estivesse dando um beijo de língua, ele alternava entre lambidas rápidas e depois brincava devagar com meu clitóris.. eu já não aguentava mais de tesão, gemia descontroladamente naquela língua que sabia o que estava fazendo, quando ele sentiu que eu estava prestes a gozar disse;

- Nada disso Clarinha, você não vai gozar agora.. quero sentir você gozando em volta do meu pau.. quero meu pau deslizando nessa bocetinha gostosa com seu melzinho (enquanto falava ele pincelava aquela cabeçorra na minha entradinha.. eu estava encharcada de tesão, que escorria pelo seu pau de acordo com que ele o passava na minha entradinha)

Eu estava com medo daquele cacete, mas a vontade de ter aquele monstro dentro de mim falava mais alto.

- Será que eu aguento? (falei com medo, olhando o pau dele e passando a língua nos lábios)

- Aguenta sim querida, no inicio vai ser desconfortável mas você se acostuma, vai deslizar fácil nessa bocetinha gostosa.. olha o quanto você estava molhadinha pra mim ( ele disse enquanto enfiava dois dedos na minha entradinha e colocava na boca sentindo meu gosto, o que me fex gemer ainda mais)

Ele posicionou seu pau na minha entrada e foi forçando a cabeça do seu pau com dificuldade, mesmo bem lubrificada eu era virgem e muito apertadinha (ainda sou rsrs) , ele foi forçando mais enquanto eu enfiava as unhas nas suas costas, e de repente ele me segurou pela cintura e enfiou tudo de uma vez, eu gritei pelo choque de sentir ele me rasgando, deu ate pra sentir ele romper um hímen.. mas não foi uma dor tão forte, ele ficou parado um tempo para eu me acostumar..

- Mete vai Rafa.. mete gostoso na sua putinha.. eu quero gozar nesse pau gostoso (eu já não me importava que alguém podia chegar, nem no que eu estava falando, so queria que ele metesse gostoso e bem fundo na minha bocetinha)

Ele começou um movimento de vai e vem gostoso e forte enquanto minha xaninha engolia todo seu pau, pela claridade da lua deu para perceber que ele estava um pouco sujo de sangue..

Ele enfiava o pau inteiro em mim enquanto chupava meus seios e eu senti que iria gozar logo;

- Continua Rafa, por favor eu quero gozar!!

Quando eu falei isso ele me levantou de uma vez e me virou de costas pra ele me colocando de apoiada no banco da moto, com a bundinha empinada pra ele,

- Eu quero gozar olhando pra esse rabinho gostoso (enquanto falava ele passava o dedinho no meu cuzinho, aquilo me deu tesão danado, nunca havia pensando em dar o cuzinho, ao sentir que eu fiquei meio tensa, ele se abaixou no meu ouvido) – não se preocupe, hoje vou foder so essa bocetinha, mas eu vou meter nesse cuzinho apertadinho ainda..

Ele enfiou de novo na minha xaninha ate eu sentir suas bolas batendo na minha bunda, e bombava forte enquanto eu gemia feito louca, podia escutar a gasolina chacoalhando enquanto a moto balançava.. Então ele pegou na minha mão e a guiou ate minha bocetinha e disse pra mim me tocar enquanto ele me comia por trás.

- Vai clarinha, goza comigo.. eu já estou a ponto de explodir .. não vou aguentar muito tempo.

Mesmo meio sem jeito eu comecei a me tocar e enquanto ele metia mais rápido e mais fundo meu corpo todo começou a tremer, eu senti que iria gozar.. tudo explodiu a minha volta, minha cabeça girava enquanto eu tinha o maior orgasmo da minha vida.

- Isso gostosaaa, goza pro seu macho vai.. eu vou encher essa bocetinha de leitinho!

Então ele explodiu junto comigo, senti o jato quente da sua porra na minha bocetinha, seu suor pingava nas minhas costas, e ele continuou metendo enquanto nos dois gozavamos feito loucos.. quando nossas respirações se acalmaram eu senti seu pau escorregar para fora de mim, ele me virou e me deu um beijo longo na boca,

- Eu sou louco de foder uma menina tão nova assim, mas não me aguentei.. quero te comer faz tempo.. com esses shortinhos curtinhos andando por ai.. você me deixava louco..

Nós nos limpamos como deu, eu vesti minha roupa e ele foi me levar pra casa.. andar de moto depois de trepar era dolorido, mas ele foi com calma..

Ele me deixou na porta de casa, já estava escuro e não tinha mais ninguém na rua, ele tirou o capacete e me deu um beijo de boa noite,

Entrei em casa e fui direto pro quarto, deitei na cama e abracei o travesseiro, agora estava com o corpo todo dolorido da foda, mas estava saciada..

Quando estava quase pegando no sono meu celular apitou, quando olhei uma msg do Rafa

“Adorei a noite com você Clarinha, você é maravilhosa.. tenha uma ótima noite que eu terei uma excelente pensando em você :)

Ps: Eu ainda vou comer esse cuzinho, já vou ligar para sua mãe para marcarmos outro cineminha..

Rafa”

Mas isso já é uma historia para outro conto! Espero que vocês tenham gostado, foi meu primeiro conto escrito, e desculpem pelo tamanho! Mas queria contar para vocês todos os detalhes dessa historia que aconteceu comigo!

Comentem o que acharam que eu escrevei mais! bjoos


Este conto recebeu 0 estrelas.
Incentive Catt a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
13/08/2017 08:31:09
Muito bem escrito! Muito bom
09/08/2017 23:30:52
Muito gostoso seu conto, vamos conversar, te espero bj
09/08/2017 23:22:29
Muito bom Parabéns Adoro quando conta com detalhes, vou esperar o próximo quero tds oa detalhes de descabacamento do teu cuzinho .
09/08/2017 21:05:15
bom


Mansinho shortinho atolado bunda corno contoconto erotico gay cunhadosbonitinha de 18anos quadril grande e largo bunda durinha comeu.xxxcontoerotico eu namorada mae e tiogostosas do zaptk sex pornXxvido forçanda os viodeos de sexos os dotadoes das piconascontos eróticos entregador de lanche gostosa tarada/perfil/154178mulher bebada adorado apica do amigo e ocornohome gozando cachara zoofeliapornocontos eiroticos leilapornvi a bucetinha virgem da minha amiga conto eroticocontos eiroticos leilapornportugues xvideos tira ta minha boceta e poda no meu cunovinha achou que erra prachupa do negao e ser deu malContos porno,gostosa transou muito com moto taxiler conto erotico de padre reaiscontos de incesto com novinhascontos porno scat lesbicodois etiados comendo madrastaxvideos novinha cabaço estrangulada pelo pai ainda dormindoxvideos liberei a vagina para um eteroxvidio minha esposa na zoofeliamadrasta pasando o vibrador no biquinho dos seios de sua entiada por sima da blasinha a te ela gosaarFiquei toda arregaçada com o pedreiromamae e o papaixxvideoComendo minha vizinha novinha contos eroticomulher senta na tromba do elefante sexoxvdio so navinhaconto erotico mae e filho parte 5contos eróticos a esposa e os velhos da Senzalacontos interracialnegao do pausao grande grosso lascano magrinhacontos eroticos minha cunhada nao era nada do que eu imaginava.novinha branqinha que nem papel do bucetaotravesti Levanta a mini-saia e senta na chapeleta do negãofamilia sacana xoxota zerada da filhotauma mulher com uma bucetona deliciosa fudendo locamente com um picudoconto erotico gay vuagratathy ellen contosmagrınha nosexocontos erotico chantagiei e depilei minha sogra negãp homem que e gay da o cu e goza ameno tenpoContos eroticos casal certinho e travest roludoconto erotico gay meu dono dei meu cu de presente de aniversariocontos eiroticos leilapornbaixar video Foi socorrida e agradece com Foda pornôcontos meu filho estrupo,meu cu finju dormiler contos eroticos de padres reaissou casada mais quem mim fode gostoso e patinhofilmei prima rabuda d xorti curtocontos minha mulher aceito levar um doutado de26cm para nossa camacontos eroticos esposa obrigada a fuder com agiotaconto erotico paga aluguelde Emoções d********* pornô gay pelado com o c* arreganhadocontos de seco com meu tio aiii gostoso metiiividios porno negao rrasgou a novinhavervidio d fodasSansão todinho nuaContos negao arrombou minha esposa na minha frenteconto erotico sinhazinha arrombada por negro escravoSou coroa casada os mulekes rasgaram minha calcinhasexo porno meu pai foi ate meu quarto me chama pra conversa e me chupou ate eu gozaicvidiopornocontos de sexo depilando a sogra19 anos contos gaysContos negao arrombou minha esposa na minha frenteanythingContos novinha cuzinho depósitoconto erotico huntergirls71video de porno de lespica fodento com pilu de buraxaxvido homem de pau grada comendo patroafilme pornô de 18 anos dando a buceta com pau grande e grosso chega batendo no YouTube regaçoconto erotico minha mulher de short no onibus gozaram nas coxa delaConto erotico de mulher que chorora muitoConto erotico bebendo a porra da rapaziadacontos real de incesto demaes fudendo com filho menor de dezesseis anosporno os pelinhos ralinhos da netinhaconto erotico advogado apaixonantecoroa ao sentir o caralho na cona esporrasse todaconto erotico funk peladaloironac xvideohomens de de sambacancao cossando o pau diro e peludocontos eroticos escravamamei contosdei a bundaestripulia caseira na cama com a chana