Suruba de Carnaval - O retorno do Lukinha parte 2

Um conto erótico de Papaleke
Categoria: Homossexual
Data: 01/04/2017 18:39:26
Nota 10.00

Chegando até a pousada, fizemos o registro na recepção e pegamos a chave. Ficaríamos no mesmo quarto, porque ninguém ali tinha vindo com outra intenção senão maltratar bem o cúzinho. Fomos até o chalé, que ficava um pouco longe, e levamos as malas e as bebidas, que não eram poucas. Enchemos a geladeira, e mal tínhamos acabado, e Luan já estava aceso, empinando o rabo e atochando a cueca bem gostoso. Alguém bateu na porta e eu fui atender. Quando abri a porta, não pude acreditar no que os meus olhos viram. Era Lukinha, completamente pelado com aquela bunda maravilhosa virada para o lado da porta, abaixado, limpando as botas. Ele só estava de chapéu na cabeça e botas nos pés, e mais nada. Estavava com a bunda virada pro meu lado, com marquinha de sunga, sem nenhum pelo. Era arrebitada e com as nádegas separadinhas do jeito que eu me lembrava. Dava até pra ver o cúzinho rosado dele bem perfeitinho. Olhei em volta e não tinha nenhuma roupa por perto, o que significava que ele veio andando pelado até lá, sem nenhuma vergonha.

_O que você está fazendo aqui? Perguntei olhando para os lados para ver se não tinha ninguém vendo.

_O patrão falô que ocês tinha chegado. -disse ele com sotaque caipira.

Ele entrou para dentro, rebolando aquela raba, chamando a atenção de todo mundo. Eu fechei rápido a porta, antes que alguém visse.

Ele se ajoelhou na poltrona perto da lareira e arrebitou o rabo, fez carinha de contente e soltou um peido bem alto e bem caprichado. O cheiro tomou conta do quarto e encheu a gente de tesão.Corremos para perto daquela bunda, que ainda tinha muita bala na agulha. Ele contiuava peidando á vontade, enchendo o quarto com aquele odor forte. Ficamos ali em volta cheirando, com o pau estourando as cuecas. Luan já estava em ponto de bala, e Breno sarrando ele por trás. Arrancamos rapidamente as roupas, e Tavinho ja estava esfregando a cabeça do pau no meu cú. Breno já botou logo a anaconda pra cantar dentro do rabo do Luan, e Tavinho já estava até o talo dentro de mim. Enfiei o nariz no rabo do Lukinha, que soltava o resto do gás natural que produzia na bunda. Cheirei até o fim, e caí de língua para hidratar bem o encanamento de gás. Depois de ficar com a língua cansada, coloquei o pau na porta daquele rabo, e deslizei cú adentro. Entrou facinho, sem nenhum problema. Ele ainda deu umas últimas peidadas bem gostosas com o meu pau dentro do cú, fazendo as pregas sacudirem e vibrarem em volta do meu pau. Foi uma delícia. Iniciamos o vai e vem num trenzão de responsa, com Breno rasgando a puta safada do Luan, que comia o cú do Tavinho, que não deixava meu cú passar vontade. E eu inteiro dentro do Lukinha. Ficamos assim por muito tempo, até que eu gozei litros dentro do lek. O próximo fila foi Tavinho, que deu uma bombadas no capricho, comigo segurando a bundinha empinadinha Lukinha bem aberta, dando toda a ajuda possível. Ele hurrou no cangote do moleque, antes de soltar um mar de porra dentro dele. Luan foi o próximo, mas não demorou muito para gozar, ainda com Breno suado, bombando violentamente por tras. Aí foi a vez do negão mostrar a que veio. Posicionou o torpedo preto na porta do cú dele, e a diferença de tamanho do diâmetro do cuzinho do leke e a grossura daquela tora era enorme. A cabeça demorou pra conseguir entrar, e só conseguiu porque todos nós ajudamos, abrindo bem a bunda do Lukinha. Ele aguentou tudo, e quando chegou ao talo, virou os olhos e eu achei que ele fosse desmaiar. Depois de algumas bombadas furiosas, o negão soltou o leite, derramando para fora. Caímos no chão exautos. O Lukinha ainda deu uma última empinada na raba, e fez força, devolvendo pra fora aquela porra toda. Mas ainda continuava fazendo força, com carinha de contente. Até que de repente, aquele cú, ainda tinha algumas surpresas. Os beicinhos arrombados se abriram lentamente, e ... POC! Uma bolinha de rolon de desodrante saiu de lá de dentro, rolando pelo chão, toda coberta de porra. E POC! Outra!

E POC! Mais outra. E só o que se ouviu foi :

POC! POC! POC! POC! Com uma bolinha depois da outra, parecendo uma metralhadora de bolinhas.

Ele estava com 14 bolinhas dentro do cú, e ainda aguentou todos nós metendo, e a tora monstruosa do Breno.

Aquilo não era um cú, era um buraco sem fundo! Ele respirou bem fundo, e dedilhou o buraquinho, que agora era um buracão.

Olhou bem para o estrago que fizemos e fez carinha de contente, com os olhos fechados.

Aquela noite estava apenas começando ...


Este conto recebeu 0 estrelas.
Incentive Markin Papaleke a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
02/09/2017 16:58:32
Que CÚ é esse? Mas isso aí não é um cú! É um buraco negro!KKK! Esse Lukinha é mesmo muito safado,e saber como poucos todo o que um cú tem a oferecer. Só duas perguntinhas: o Lukinha saiu de onde para chegar pelado até aí sem chama a atenção? E com um serviço de quarto desses, oferecido pelo peãozinho, vocês com certeza deve ter virado hospedes assiduos, né não?

Online porn video at mobile phone


Crys12 |Votos -Casa dos Contos zdorovsreda.rucagando e socando manteiga no cunoviho da buseta ixada con chote colado amostando xoxotavendo o servente no banho e fico louca com o pau grande delecontos meu filho veio morar comigo e no banho vi seu mega rolao eu queriainsesto com vovozinhas no porbodoidoporno novinha no malabarismo com duas rolasmagrinha quartuda pordo doidoengolindo porta no ônibus na viagemtia viu o ..neto pelado e xipou rlefoto da piroca do senhor ditaovenho a fuder cu a venhaWww,sexo,com,negoes,bigdotados,em,quadrinhos,com,brquando o outro eu quero filme só de mulher pornô fazendo pornô com a outra arranhada r***** bundudamarido esposa para faser cuingue cuconto erotico abusei do viadinho de calcinhacontos ela falo chicao nunca dei o cu pra pau grossoCONTO EROTICO: MINHA TIA TURBINADAcontos eroticos de padres gayscontos por causa do meu picao fude todas amigas da minha mãecomedor de mulher alheia nu apanhacontos de sexo depilando a sogracontos eroticos cavalo e novinha e.o vovoadolecente loira abrinda xota gosada muitoporno contosminha mulher deu na massagemcontos eroticos primeiri orgamos com meu irmaoconto erótico peguei minha filha f****** meu cachorroconto sou crente casada carente provocando os pedreirocontos eiroticos leilapornvıdeos de novınhas tendo bebecunhada ajuelha na frente do cunhado e engole rolatravestis iper avantajados bg coki xvideoROLA CABEÇA DE COGUMELOCOM NOVINHA XVIDEOcontos eiroticos leilaporncontoerotico meu tio e minha namorada fudendoasistezofiliax vídeos....escorregou no cu virgem tiara do cu ta doendo pornoContos eroticos ela cagou no meu pau dando o cuzinhoamor arruma um garoto da picona pra fuder sua mulherzinhalidabucetaContos eroticos o comedor de cu pulei o muro da vissinha,e dopei ela e comi o cu delavidio porno piqueno conhadapornoirado de esposa de shortinho no talo dando pro encanadorgatinho dengoza boa foda gozando/texto/201705176conto casada novinha e comida pelo traficante pausudo a forcaver foto prima shotinho vai novinhaContos perdendo o cabaço com negao tripécontos eróticos de homens peões de obras fazendo sexo com outros homenscontos de iniciaçao de uma casadao primeiro amasso a gente nunca esquecesarradinha ela nao aguenta e botou pra dentro xvideovanessinha casada e putinha/quadrinhoscontos gays de incestos.com- pai machão dominad come filhomenino passivinho gayContoerotico estuprarao e comerao minha mae no onibusmulhe da buceta grade fudeno com cavalo xvidio.com mary buceta de ouroeu sou noivo a irmã casada crente da minha noiva eu levei ela no meu carro pro motel conto eróticosou casada mais quem mim fode gostoso e patinhorapas da bunda linda dando cu de brusu pro negaoco.mo dar bastante praser na pungetacontos eiroticos leilapornpau encapado pra esposa timidahomem metendo o dedo na cadelunha filhotecontos eiroticos leilaporndeleciosa rebolando n pirolaporno mefudi fizero filasexooralcuiabaabaxar video ponografia mae entrar no quarto do filho e atranzou com ela e a namoradacomi a xana zeradacontos eiroticos leilapornmininar mostador a bucertarCONTO PORNO GAY ENCOSTADO NO ONIBOSmulher com coturno regassado depois de fazer sexo anal com pau enormevídeo de sexo com matuto. na piscina de sucacontos eroticos evangelica mamar pastor amamentando filhafilho dopou sua mae e fudeu ela dormindo cantos eroticoxxxvide jantar d tio i sobrinha i a maeyahoo bater punheta cheirando meia do sogrovidios da mulheque pasa chifrenomarido comotroeu no meu quarto eu chupei o peito da minha irmã eu comecei a chupar sua buceta virgem raspadinha ela gozo na minha boca ela chupou meu pau eu fui metendo meu pau na sua buceta virgem que sangro eu comecei a fuder sua buceta ela gozo conto eróticocontos eroticos eu minha #sposa eo negao roludocontos eiroticos leilaporn"caralho entalado" contoo dia que conheci o glory role conto