A massagem erótica - final

Um conto erótico de lds_sampa
Categoria: Grupal
Data: 20/03/2017 14:04:37

Primeiramente devo me apresentar : Me chamo Mônica (nome fictício) tenho a pele clara, 165 de altura, peso 55 quilos bem distribuídos, seios médios com bicos quase rosados, uma boa bunda - que deixa os homens loucos. Por onde passo, percebo os olhares masculinos para esta parte do meu corpo. E uma bucetinha rosadinha e que fica meladinha fácil, que todo homem adora foder. Escrevo neste espaço de meu amigo comedor - ele relatou a nossa transa no sítio com a nossa amiga, que recomenda a leitura. Pedi para ele publicar este conto que foi dividido em duas partes. Essa é o final, espero que gostem e deixem os seus comentários. Beijos gulososA Mônica (nome fictício) adorou o relato que fiz de nossa aventura no sítio. Então, ela me pediu para publicar um texto onde ela escreve sobre uma transar a três. Este conto é continuação dele, onde sugiro a leitura (Massagem erótica) basta clicar no nome do autor e escolher o conto. Bom divertimento, com a palavra a MônicaEu estava bem sacana naquela noite. Tinha a disposição dois belos cacetes, já os meus amigos Ricardo e Marcelo tinham um belo par de tetas, uma boca sedenta de porra, um cuzinho, além é claro da minha buceta lisinha. rsrsrsrsrs.

Depois de realizar a minha fantasia de ter dois caralhos nos meus buracos, estava disposta a encarar uma noitada de muito sexo com aqueles dois cacetes. Já estávamos os três em pé. Eu, o Ricardo e o massagista Marcelo – mãos hábeis, corpo escultural sem pelo e um enorme e cacete entre as pernas. Peguei algumas camisinhas e as segurei com a minha boca, pois queria as minhas mãos livres para segurar nos cacetes e puxá-los para o banheiro. Adoro conduzir os homens segurando o seu cacete. Me sinto poderosa conduzindo-os para onde eu quero.

O apartamento do Ricardo é antigo, porém tem suas vantagens, o banheiro é enorme e o box não fica atrás. Vantagem para mim, pois caberiam os três embaixo do chuveiro. Durante a caminhada até o banheiro, os meus machos espalmaram as mãos na minha bunda. Cada um ficou com uma banda e o cuzinho era disputado por dedos safados. Como estava com o pacote de camisinha na boca, não podia falar, então eu só gemia com os carinhos que recebia naquele momento. O Ricardo percebendo o meu desconforto, veio em minha ajuda e tirou o pacote da minha boca e segurou-o com a mão livre.

- Ai que delicia de carinhos - eu falava e para retribuir, apertava mais forte os falos que tinha nas mãos.

- Vc gosta né? Adora dar esse cuzinho. Realizou o seu desejo de ter os seus buraquinhos preenchidos e agora quer mais ... Também vou querer esse cuzinho - o Marcelo falava.

- Huummm, será que eu cabe esse caralho no meu cú.

- Aquenta sim. O seu cuzinho já foi alargado pelo pau do Ricardo. O meu vai caber e vou tirar as suas últimas pregas. rsrsrsrs

- Vamos tentar ... mas não prometo que vou conseguir - Como vcs sabem eu adoro um desafio, e agasalhar aquele pau no meu cuzinho era o próximo a ser realizado. Chegando ao banheiro, largo o pau do Ricardo. Ele entra no box e já abre o chuveiro. Arrasto o Marcelo para dentro do box e assim ficamos os três embaixo do chuveiro, tendo os nosso corpos nus banhados pela água quente. O Ricardo na frente e o Marcelo atrás, sendo eu o recheio.

Os rapazes não perdem tempo, o Ricardo usa o sabonete na minha pele e o Marcelo, com seus dotes de massagista, espalha a espuma pelo meu corpo. Tenho todas as partes do meu corpo ensaboadas e massageadas por quatro mãos hábeis. Fazia tempo que não era tão paparicada no banho e queria aproveitar ao máximo aquele momento. Quando o Ricardo finalmente decide ensaboar o meu cuzinho e minha buceta, afasto as minhas pernas para facilitar o passeio de suas mãos entre elas e que delícia de passeio.

- Vire de costas e apoie as mãos na parede - o Marcelo pede. Atendo o seu pedido, sem saber qual é a sua intenção. Eu ainda não queria ser enrabada por ele - rsrsrsrs - mas confesso que a expectativa do que ele iria fazer me deixou excitada. Deixo o meu bumbum bem arrebitado para ele fazer o que quiser.

Com suas mãos hábeis, o Marcelo afasta mais as minhas pernas e coloca a mão por trás entre elas chegando até quase ao meu umbigo. Chegando lá, ele começa a fazer o caminho inverso, sempre com a mão em contato com a minha pele foi muito estimulante. Este ato é repetido algumas vezes até o Ricardo ajudá-lo com o chuveirinho eliminando qualquer vestígio de sabonete da minha pele. Agora era a minha vez ... Peguei o sabonete e dei um trato no Ricardo, dando especial atenção para o seu cacete. Eu já o queria bem duro e só deixei de tocá-lo quando consegui.

- Do jeito que eu gosto, limpinho e duro. rsrsrsrs

- Vc tem mãos mágicas menina, é impossível ficar de pau mole com os seus carinhos.

- Vem Marcelo, agora é a sua vez - e fui prontamente atendida por ele. O corpo do Ricardo eu já conhecia bem, mas o corpo do Marcelo não. Então o seu banho foi mais demorado. rsrsrsrs.

- Que boas mãos vc tem e também hábeis - Marcelo comenta, então eu estava fazendo direito. rsrsrsr

Quando chego no seu cacete, vejo que ele já está meio ereto e tenho uma ideia. Peço para o Marcelo ficar na mesma posição que eu fiquei. Com as mãos na parede e de pernas afastadas. Quero fazer com ele o mesmo que ele fez comigo, com uma diferença, lógico. Não seria uma buceta e um cuzinho a serem ensaboados, mas um cacete considerável e um cuzinho também. Quando inicio os meus movimentos o Marcelo geme de prazer. O seu cacete já está totalmente ereto, eu posso sentir. Também ofereço um bom cuidado no seu cuzinho, afinal eu queria ver o Ricardo metendo a pica nele novamente.

O Ricardo que até então estava afastado de nós, se aproxima com o chuveirinho aberto, me ajudando a retirar todo o sabão do corpo de Marcelo. Agora sim, estávamos os três limpinhos e cheirosos prontos para mais uma rodada de sacanagem, só que agora embaixo do chuveiro. Peguei uma camisinha e fiquei em dúvida em qual cacete usá-la. O Marcelo se adiantou e ofereceu a sua pica primeiro.

- Estou tão excitado que quero comer novamente a sua buceta e se der o seu cuzinho.

- Apressadinho ... Para meter no meu cuzinho vc deverá me fazer gozar com a sua língua, me deixar bastante excitada para ficar bem relaxada e conseguir agasalhar o seu pau no meu cu.

- Pode deixar, vc não irá se arrepender - falando isso, o Marcelo pede para eu ficar em pé e jogar o meu corpo para frente apoiada no Ricardo e arrebitar o bumbum. Assim eu ficaria com a buceta e o cu expostos para a língua ágil do Marcelo. Coloco mas minhas mãos no quadril do Ricardo e aproveito para chupar o seu pau.

- Vai putinha abocanha o meu pau, quero gemer bastante com a sua boca no meu pau, engole tudo que quero gozar na sua boquinha novamente. Como estou com as mãos ocupadas, somente a minha boca age. Primeiro um beijo na cabecinha inchada. Abro a boca e deixo entrar somente a glade. Neste momento fecho a minha boca no pau, dando uma leve mordida enquanto a minha língua percorre o que pode do membro dentro da minha boca. O Ricardo suspira.

- Que boquinha de veludo vc tem.. mmmaaaiiiissss ... eeessstttááá´ gggoooossssttttooooossssoooo. hahahhaaaa

Deixo o cacete entrar mais e com a minha língua, empurro o pau para o céu da boca. Faço um pouco de movimentos para cima e para baixo e o Ricardo me ajuda com suas mãos na minha cabeça, sem, no entanto, forcá-la. Ele sabe que não gosto de ter a cabeça forçada para baixo no sexo oral e ele respeita isso. Para premia-lo, coloco o pau inteiro na minha boca, até o fundo arrancando suspiros de prazer do Ricardo. Tiro o seu pau da minha boca e passo a mordiscá-lo na sua extensão e esfregá-lo no meu rosto.

O Marcelo está fazendo um delicioso trabalho na minha buceta, já sinto os primeiros sinais de prazer. Quando ele colocou a língua no meu cuzinho, as minhas pernas tremeram. Nesse momento soube que não iria sair do banheiro sem dar o cu para ele.

- Aiii quuueeee gooossstooosssooo. fazzzzz maiiiis .. mmeeee ffaaazzz ggoozzaarr queeee o meeeeeuuuuu raaaaabiiiiinhoooo seeeeerá seeeeeuuuuu.

O Marcelo usou de toda a sua maestria em dar prazer para me fazer gozar, e eu gozei loucamente na sua língua. Voltei a dar atenção para o pau no Ricardo e já não sentia mais a língua do Marcelo no meu sexo. Sinto as suas mãos no meu quadril e logo também sinto o seu cacete pressionando a entrada da minha grutinha.

- Vou colocar na sua buceta novamente e depois vou comer o seu cuzinho - o Marcelo avisa e novamente sou invadida pelo cacete grosso. Começo a gemer novamente, porém não por muito tempo, o Ricardo coloca o seu pau na minha boca abafando os meus gemidos. Como é gostoso ter um pau na boceta e outro na boca. Estou ficando viciada nisso ....

O Ricardo começa a foder a minha boca como se fosse a minha grutinha e o Marcelo acelera os movimentos me levando a loucura. Em determinado momento ele para com o cacete totalmente dentro da minha buceta e faz movimentos circulares com o seu quadril. Isso faz com que o seu pau alojado na minha buceta faça movimentos de encontro com as minhas paredes internas. É uma sensação maravilhosa e que eu nunca tinha sentido até então e sentiria novamente mais tarde, porém com os dois cacetes dentro. Ele retoma o entra-e-sai e para ajudar no meu prazer ele toca o meu grelinho com os dedos. Não aguento mais e gozo novamente. Meus gemidos são abafados pelo pau do Ricardo que ainda tenho na boca.

O Marcelo, vendo que eu tinha gozado novamente, decide que é hora de meu cuzinho receber o seu caralho. Ele tira o pau da minha buceta e coloca no seu lugar dois dedos. Ele quer pegar os meus sucos vaginais para usar de lubrificante no meu cuzinho. Eu facilito o seu trabalho. Quando ele leva os dedos ao meu cuzinho, sinto um arrepio percorrer todo o meu corpo. Neste momento eu paro de chupar o Ricardo e fixo todas as minhas atenções no Marcelo. Um dedo é forçado para dentro do meu cu. Quando já estou bem acostumado com ele o Marcelo introduz dois dedos no meu cuzinho. Sinto uma pontada de dor, mas não desisto, quero o pau dele lá dentro e é preciso alargar o meu cuzinho.

Marcelo é muito carinhoso e não tem pressa. Deixa eu me acostumar com os dedos para iniciar movimento mais profundos no meu cuzinho. Sentido que já estou bem acostumada com os dois dedos, ele me faz movimentos de entra-e-sai, literalmente me fodendo com os dedos. Também tenho a buceta invadida por mais dedos de Marcelo. Acho que ele quer pegar mais ´lubrificante´. rsrsrsr. É muito gostoso o que ele está fazendo comigo. Eu só gemia e as palavras que saiam da minha boca não tinham nenhum sentido. Como não tinha o pau do Ricardo na boca pude gemer alto e com vontade.

- Isso putinha, geme bem alto - O Ricardo me estimula.

O Marcelo tira os seus dedos de meus buracos para logo em seguida encostar a cabeça do seu pau na entradinha do meu cuzinho. Novamente um arrepio percorre o meu corpo. Ele vai forçando a entrada e eu vou entregando as últimas pregas do meu cu para o seu cacete. A cabeçona entra. Ele para um pouco. Estou ofegante.

-AAHHHH comoooo éééé gggrrraaannndddeeee – ainda consigo falar.

É muito grande e nunca tinha colocado nada do calibre dele no meu cuzinho. Tenho alguns consolos, mas não são tão grandes. Acho que depois desta foda, terei que comprar um consolo mais parrudo. kkkk.

O Marcelo vendo que eu já estava acostumada com a cabeça do seu pau avança um pouco mais. Uma dorzinha começa a me incomodar e instintivamente coloco uma de minhas mãos na sua perna detendo o seu avanço.

- Está doendo? Quer que eu pare ?

- Nãoooo. Agora vou até o fim. Deixa eu me acostumar com ele mais um pouco. Eu estava arfando de tanto esforço para acomodar o cacete no meu cu, mas estava ficando gostoso. Quando a dor ia passando ela foi substituída por uma sensação agradável. Para ajudar a relaxar, comecei a tocar o meu grelinho.

Não esperando o Marcelo tomar alguma atitude, forcei o meu corpo para trás agasalhando o seu cacete totalmente dentro de mim. Quando minhas nádegas encontraram as pernas do Marcelo eu fiquei parada esperando me acostumar com todo o seu volume. Quando já estava acostumada com a vara na bumba, dei piscada no meu cuzinho para estimular o Marcelo. Ele entendeu e começou a socar o meu cuzinho. Primeiro devagar, para aumentar o ritmo a cada estocada. Quando dei por mim, ele estava metendo forte no meu cuzinho - e eu estava adorando - o seu cacete entrava e saia facilmente. Teve um momento que ele tirou totalmente o pau do meu cu e enfiou novamente numa estocada só. Gozei na hora.... com o pau do Marcelo espetado no cu e tocando uma siririca no meu grelinho.

Nisso o Ricardo também já se encontrava em ponto de gozar e pedia para eu colocar o pau na boca, pois ele queria gozar dentro dela. Tive que agir rápido. Abri a boca e ele já foi socando o pau nela. Recebi fortes os jatos de porra na minha garganta. O Marcelo também já estava anunciando que iria gozar.

- Goza no meu cuzinho, enche ele de porra...Então sinto o pau dele vibrar dentro de mim. Ele havia enchido a camisinha de porra quentinha.

Caímos exaustos no chão do box, deixando a água lavar os nossos corpos suados.

Mas eu ainda queria mais. Estava bem tarada naquela noite. E antes que as dores me desestimulasse a parar, eu queria era aproveitar ...

- Os garotões ainda aguentam mais uma ? Quero fazer outra DP esta noite....

- Porra Mônica, hoje vc está bem devassa, mas estou com fome de comida. Que tal pedirmos uma pizza ? - O Ricardo falou piscando o olho para mim.

- Legal, eu adoro pizza - o Marcelo também respondeu.

- Tá, mas será com entrega especial ? - Eu perguntei já sabendo das intenções do Ricardo.

- Sempre com entrega na porta de casa e vc pode receber o entregador se desejar...

Uma pequena explicação .....

O Ricardo adorava me exibir quando dava... A situação era diferente de eu ficar pelada no meu prédio, onde todos me conheciam. Lembram ? A aposta que fiz com ele e perdi – relatei isso no conto anterior. No prédio dele eu não era conhecida e tinha a variante que seria dentro do apartamento que iria ficar em trajes mínimos e não na rua ou no ambiente comum do meu prédio. Tive sorte/azar naquele dia, pois não encontrei ninguém no caminho, apenas o porteiro estranhou a minha vestimenta, mas não falou nada. Rsrsrsrs

Voltando ao conto .....

As entregas de pizza na casa dele eram muito disputadas pelos entregadores. rsrsrs. Sempre era eu que recebia a pizza em trajes mínimos e sempre atrapalhada eu pedia ajuda do rapaz para pegar o dinheiro em partes provocantes de meu corpo.

Na última vez, quase provoquei um treco no rapaz - um cara novo nas entregas - atendendo ele apenas com a parte de cima do babydoll transparente que mal chegava na minha cintura. Vcs podem imaginar a cara do rapaz quando abri a porta ? Coitado, ele quase deixou cair a pizza e suas mãos tremiam para pegar o dinheiro preso na alça entre os meus seios.kkkk

Mas desta vez, teríamos mais uma pessoa para abrir a porta : o Marcelo. Ele não podia ficar de fora da brincadeira. Então, terminamos de nos limpar e secar e fizemos o pedido da pizza com uma garrafa de refrigerante junto.

Eu e o Ricardo iniciamos a conversa de como iríamos receber o entregador. Eu só tinha uma calcinha fio dental apresentável e o Marcelo, lógico não poderia mostrar a sua ferramenta entre as pernas.

Então combinamos assim : O Marcelo iria vestir o seu uniforme de massagista, porém somente a parte de baixo. Eu iria vestir a minha minúscula calcinha fio dental – somente ela -, onde estaria amarrado o dinheiro para o entregador pegar e se ele fosse ousado, poderia ter uma pequena visão da minha grutinha depilada. Era só afastar um pouquinho o tecido do meu corpo para ver a minha buceta começando a se delinear. Aquilo já estava me excitando novamente e esperava que também estimulasse os meus dois machos kkkk.

Ficamos conversando e apreciando os nossos corpos seminus. E não demorou muito para a campainha tocar... Combinamos que o Marcelo iria atender, jogando um balde de água fria no entregador, pegaria o refrigerante e me chamaria para pegar a pizza e pagar o rapaz.

Quando o Marcelo abre a porta, rapaz deve ter levado um susto - já era um conhecido nosso - porém nunca tinha visto o Marcelo. Ele não conseguiu falar inicialmente, tamanho era a sua surpresa, só conseguiu falar - aaaa pipipipizzzaaa com muito custo. Kkkk. Ele esperava eu atendendo a porta e dá de cara com o Marcelo. Deve ter ficando muuiiiitttooo decepcionado. Kkkkkkkkkkkk. Mas essa era a ideia. O premio viria depois. rssssr

- Mônica, pode vir aqui me ajudar a pegar a pizza ? e aproveita e trás o dinheiro para pagar o rapaz.

Nisso aparece eu, vestida apenas pela calcinha com os meus seios ao vento para ele poder aprecia-los totalmente. Estendo as mãos e retiro a caixa de pizza dos braços imóveis do entregador que já abre um sorriso maroto para mim já se recuperando da surpresa que montamos para ele.

- Vc pode pegar o dinheiro aqui - gesticulo para ele jogando a minha cintura para frente e levantando os braços com a caixa da pizza. Ele olha para a minha cintura e vê as notas presas na alça da minha calcinha. Quase não acredita no que esta vendo e no que terá que fazer. Pena que a calcinha não era de lacinhos. Assim eu poderia ficar totalmente nua quando ele retirasse o dinheiro preso no laço. Porém, desta vez, ele teria que se contentar com a pequena visão que teria da minha buceta, se agisse direito.

Ele esticou as mãos para pegar o dinheiro e eu ajeitei o corpo para lhe proporcionar uma visão melhor do meu corpo. Levantei totalmente os braços que seguravam a pizza e joguei o meu ventre para frente. Ele com muito carinho tocou a minha pele exposta e com as pontas dos dedos de uma mão pegou as notas. Com a outra mão ele segurou a parte de cima da minha calcinha, colocando uma parte de seus dedos para dentro. Sentindo que os seus dedos formaram um gancho na minha calcinha afastei um pouco o corpo.

O tecido que estava preso nos dedos dele se afastaram do meu corpo revelando a parte de cima da minha buceta depilada. Ele suspirou com a visão e ficou parado em êxtase. O Marcelo, que já tinha ido para dentro do apartamento, teve que me chamar, reclamando que a pizza iria esfriar. A voz dele deu um susto no rapaz, que imediatamente pegou o dinheiro e soltou a minha calcinha que estava presa entre os seus dedos. Ele disse obrigado e eu fechei a porta, me segurando para não rir alto. As caras que ele fez eram muito hilárias. kkkk

O Ricardo tinha uma mesa redonda na sala. Assim ficaríamos lado-a-lado. Quando chequei com a caixa de pizza, os dois já estavam sentados e sobrava uma cadeira entre eles. Os sacanas queriam que eu ficasse entre eles e depois usei isso para atiça-los... Bem, como era a única cadeira sobrando, me sentei nela. Percebi que o Marcelo tinha se livrado de suas parcas roupas e assim como o Ricardo. Eu ainda usava a minha micro-calcinha e não fiz menção de tirá-la.

Durante um tempo apenas saciamos a nossa vontade de alimento, devorando totalmente a pizza e um pouco de refrigerante. O Ricardo nos proporcionou um vinho de seu estoque o que era muuuiiitttoooo melhor ...

Com os copos de vinho consumidos, as nossas línguas se soltaram e inicialmente sobre assuntos diversos, mas logo desviei a conversa na nossa atividade sexual da noite. Queria deixá-los mais excitados e ver os seus caralhos ganhar vida.rsrrs. Como eu estava sentada no meio deles, abri as pernas, colocando cada uma sobre a coxa do meu vizinho de mesa. Isso atiçou os dois. As mãos que até então se encontravam apenas sobre a mesa, foram logo direcionadas para baixo dela, procurando a pele exposta de minhas coxas.

Não demorou muito e eu já tinha os falos duros deles em minhas mãos. Arrancava gemidos deles, ora apertando o pau ou batendo uma punheta para eles. Quando me concentrei na cabeça roxa do pau do Ricardo, ele imediatamente levou a sua mão na minha buceta. Para não deixar o Marcelo de fora da brincadeira, fazia carícias no seu saco depilado e virei a cabeça para ele.

- Tira a minha calcinha Marcelo ? Quero vc chupando ela novamente...

Não precisei pedir novamente, O Marcelo se enfiou embaixo da mesa e sem cerimônias e não se importando com a mão do Ricardo, arranca a minha calcinha. Ele devia estar bem tarado para me chupar. Me puxa mais para a beirada da cadeira e já sinto a sua língua encostar na minha pele. Ele não vai direto para a rachinha. Primeiro ele provoca os meus sentidos com beijos na parte interna da coxa, ou redor dos meus grandes lábios. São sensações maravilhosas e vai me levando a loucura. O Ricardo percebendo que estou entregue aos carinhos de Marcelo se levanta e afasta a mesa e coloca o seu pau na minha boca.

Finalmente o Marcelo chega na minha rachinha com a língua. Até o Ricardo sente, pois aperto mais o seu pau com a minha boca, dando uma leve mordida nele.

- aahhhhh, aaaaiiiii, mmmeeeee ffaaazzz ggooooozzzaaarrrr Marcelo. Quero gozar na sua boooocccaaaaa.

Estou sendo levada ao delírio com a língua do Marcelo. Não há parte dela que é ignorada pela língua ágil. Clitóris, grandes lábio, minha grutinha... Desço um pouco mais na cadeira e a língua do Marcelo atinge o meu cuzinho. Novamente sinto os arrepios percorrerem o meu corpo. Devoro o pau do Ricardo ferozmente e quero sentir o seu gozo na minha boca. Agora o Marcelo fica alternando entre a minha buceta e o meu cuzinho. Ele já está preparando os meus buracos para o viria a seguir. Rsrssrs

- Quueeerrrro gooozzzaarrr, ooo mmeeeuuu ccuuuzzzziinhhhoo será todo de vcs seus putos.... O pau do Ricardo sai da minha boca, que pena queria sentir o seu gozo. Para ajudar o Marcelo a me fazer gozar e ter os meus buracos a sua disposição ele resolve inovar novamente. O que eles estão prestes a fazer comigo só vi em filmes pornô. O Ricardo inclina o meu corpo para trás e me apoia no seu ombro, tendo os seus braço e principalmente as mãos no meu tronco. Lógico que suas mãos logo procuraram e acharam os meus seios. O Marcelo em ato contínuo coloca as duas mãos na minha bumba e eles me erguem da cadeira.

Acho que eles já fizeram isso com outra putinha tão sapeca como eu, pois a habilidade deles e o sincronismo foi ótimo. O Marcelo ficou com a minha buceta na boca o tempo todo. Agora eu estava no ar sustentada apenas pelas mãos de meus dois machos. O Ricardo na parte superior do meu corpo e o Marcelo fazendo um delicioso serviço na parte de baixo dele. Jogo as minhas pernas nos ombros do Marcelo e as cruzo atrás de seu pescoço para aliviar um pouco a tensão dos seus braços e permitir a ele um total acesso a minha buceta.

E sou recompensada por isso. Aberta como estava o Marcelo pode explorar profundamente a minha buceta e até colocar a ponta da língua na entrada do meu cuzinho.Não demorou muito e gozei fartamente na boca dele. Ele saboreou demoradamente o meu melzinho... Os vizinhos devem ter ouvido os meus gemidos, não resisti e gozei alto falando novamente palavras desconexas e fiquei mole. Se não fossem as mãos deles me segurando eu tinha caído no chão, rsrsrsrsrs.

Fui colocada novamente no chão sobre minhas pernas e fui recuperando o controle do meu corpo. Foi uma gozada memorável, até hoje quando penso naquele dia fico toda molhada e se me toco, gozo fácil. Ainda vou repetir isso algum dia....

Mas agora eu devia retribuir os meus machos ... Como eles estavam de pé ao meu lado me abaixei e segurei nos dois cacetes eretos que tinha a minha disposição. Minha intenção era deixá-los gozar na minha mão e no meu corpo, mas os rapazes tinham outra ideia.

- Então Mônica, já está recuperada para receber os nossos cacetes nos seus buracos novamente ? Olhei espantada para cima e o Marcelo segurava um pacote de camisinha. Realmente depois da gozada que tive, até tinha me esquecido que os provoquei para fazer uma DP novamente.

- Meninos, acho que aguento mais uma ..

- Pode deixar, faremos com muito carinho e vc vai adorar o que estamos planejando fazer... E me entregou as camisinhas para colocá-las neles.

Cada um teve o seu membro punhetado e encapado por mim, primeiro foi o Ricardo que ainda ganhou um chupada na cabeça do pau, o Marcelo veio em seguida, mas como o pau dele era maior preferir somente punhetá-lo e colocar a camisinha. Feito isso o Ricardo me levanta e ajudado por Marcelo sou erguida novamente do chão. Só que dessa vez estou com o rosto virado para o Ricardo. Vou ser fodida no ar no colo dele. Foi tão excitante que me abraço a ele e envolvo as minhas pernas no seu quadril. Ele vai me descendo devagarzinho e já sinto a ponta do seu pau na entradinha da minha buceta. Na hora não percebi, mas o Marcelo que tinha um pau maior ficaria a tarefa de comer o meu cuzinho.... Fodeuuuuu. kkkkkkk

Já me entrego a ele. O Seu pau vai entrando alargando a minha buceta. Quando finalmente entra tudo ele segura as minhas pernas e eu consigo fazer os movimentos no ar. Sou eu que controla a entrada e saída de seu pau na minha buceta. Nunca tinha ficado nesta posição, então no início foi um pouco difícil para achar o ritmo certo, mas com algumas tentativas eu consegui sincronizar os movimentos e já estava sentido um imenso prazer.

- Agora é a minha vez - escuto o Marcelo falar atrás de mim. Penso que ele vai ocupar o lugar do Ricardo, mas não. Os sacanas pensaram em tudo. Ele pede para eu ficar parada e sinto a entradinha do meu cu ser lambuzada com algo gelado. Depois fiquei sabendo que era lubrificante. Eles devem ter providenciado enquanto eu me divertia com o entregador de pizza. kkkk

O Marcelo encosta o seu caralho no meu cu e vai forçando a entrada. Como estava muito aberta pela posição que estava e por minha ajuda é claro, o pau dele conseguiu romper a fraca resistência que o meu cuzinho estava oferecendo. Mas ele não foi afoito. Sabendo que a sua ferramenta era muito grande ele foi avançando aos poucos e sempre me dava tempo para acostumar com o intruso na minha área de serviço. rsrsrsrs

Sem eu perceber ele conseguiu colocar tudo no meu cuzinho guloso. Que sensação bárbara. Ter os dois buracos preenchidos pelos meus machos de plantão. E numa posição de total entrega. Foi uma loucura. rsrsrsrs eu sendo o recheio do um delicioso sanduíche humano. Vendo que eu já me encontrava entregue aos seus caprichos e já acostumada com os dois caralhos dentro de mim, começaram a sincronizar o movimento. Dava para sentir os dois se encontrando dentro de mim, separados apenas por uma fina parede interna. Acho que eles também devem ter sentido o pau um do outro.

Quando chegamos a um sincronismo delicioso pude me entregar ao prazer que aqueles dois machos estavam me proporcionando. Foram minutos de intenso prazer. Eu gemia loucamente e os rapaz também.

- Noooosssaa a sua buceta fica mais apertada com o pau do Marcelo no seu cuzinho.

- Que cuzinho delicioso que estou comendo, quentinho e apertado... e para provocá-lo eu piscava o meu cuzinho.

Eu aproveitei o que eles estavam me proporcionando. Eu beijava o Ricardo e pedia para o Marcelo beijar o meu cangote. Ficamos nessa posição um bom tempo, os rapazes se segurando para não gozarem e eu me deliciando a cada investida na minha buceta e no meu cuzinho. Em determinado momento o Ricardo pede para o Marcelo sair de mim. Ele quer mudar de posição. Os nossos corpos estavam bem suados e o cheiro de sexo invadia a sala do apartamento do Ricardo. O Marcelo sai de dentro de mim e eu também tiro o pau do Ricardo da minha buceta para deixá-lo deitar sobre o tapete em frente a televisão.

- Vem Mônica, vem cavalgar no meu pau ...

Fico em pé perto da sua cabeça olhando para os seus pés. Avanço um pouco mais, colocando uma perna de cada lado da sua cabeça. Ele tem um alinda visão das minhas partes íntimas, mas não vou dar a buceta novamente para ele. O meu cuzinho já estava reclamando o tratamento sofrido pelo pau do Marcelo e não queria leva-lo novamente no cu. Quando começo o caminho para encaixar o pau dele em mim, é o cuzinho que vai em direção ao seu pau e deixo ele entrar até o talo. Entrou fácil, pois já estava bem largo pelo pau do Marcelo. Deito sobre o seu corpo e abro as pernas, na posição de frango assado, num claro convite ao Marcelo.

Ele troca a camisinha e vem apontando o pau na direção da minha buceta. Sou novamente preenchida pelos dois machos. Mas nesta posição somente o Marcelo consegue se movimentar direito. O Ricardo fica sem ação, somente com o pau enterrado no meu cuzinho. Apoio as mãos no chão e peço para o Marcelo de afastar um pouco mas sem tirar o pau de dentro da minha buceta. Com os meus pés também no chão, tenho um pouco de liberdade e começo a rebolar para eles. Agora são os dois cacetes percorrendo as minhas partes internas.

O Pau do Marcelo nas paredes da minha buceta e o pau do Ricardo nas paredes do meu cu. Estou sentindo a aproximação de um novo orgasmo. O Marcelo como tinha liberdade de ação começa a socar a minha buceta enquanto eu rebolo e não demora muito enche a camisinha de porra quentinha. Depois de gozar ele sai de dentro de mim e decido que é hora do Ricardo também gozar. Mudamos de posição com eu ficando de quatro no chão e ele metendo o pau sem dó na minha bucetinha. Não demoro a gozar e o Ricardo também goza em seguida.

Caímos os dois para o lado exaustos pela noite de muito sexo e sacanagens. Vejo que o Marcelo também já entregou os pontos e está deitado de barriga para cima ao nosso lado.

- Caralho, não gozo assim faz tempo ... o Marcelo confessa.

- Dois caralhos maravilhosos, me arrombaram inteira, acho que não vou conseguir sentar amanhã ...kkkkkk

- Também, quem manda ser tão liberal e putinha como vc é. Não dá vontade de parar de meter na sua buceta, boca ou no seu cuzinho. Só paramos quando não aguentamos mais.kkkk

- O meu pau deve ter afinado de tanto que meti em vc hoje. kkkkk Secou o meu estoque de porra.

Combinamos de dormir na sala mesmo. Ninguém estava com vontade de ir embora e não tínhamos forças para ir para a cama. Adormecemos assim, os três pelados na sala do apartamento do Ricardo.

No dia seguinte, fui agraciada com um café da manhã feito pelo Marcelo e também tomei leitinho quente do Ricardo na Boca e do Marcelo nos seios e me encaminhei para o banho, mas desta vez sozinha... rsrsrs eles até que queriam entrar junto no box, mas eu não deixei, precisava me recuperar da foda de ontem e tinha que retornar para minha casa.

Ainda fica a vontade de repetir as loucuras daquela noite novamente... Mas antes tenho que comprar um consolo maior para ir me acostumando como volume maior do pau do Marcelo, kkkkk. Será que rolou ?

Beijos. E deixem os seus comentários, pois eu adoro ler.


Este conto recebeu 0 estrelas.
Incentive lds_sampa a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
29/08/2017 22:19:54
Oi, meu querido, vim lhe fazer uma visita por dois motivos: 1) saber quando é que teremos seu próximo conto, já faz tempo que você não posta e isso nos deixa ansiosas. 2) Avisar que já publiquei minha segunda aventura erótica e que estou esperando você lá. Se vir seu nome entre os leitores ficarei muito muito muito feliz, viu? E também vim para de deixar um beijinho delicioso!
12/07/2017 11:51:49
Achei excitante teus contos. Me deixou toda molhada! Um beijo!
11/07/2017 20:09:38
Olha eu aqui de novo para dizer novamente que sou sua fã, que seus contos são maravilhosos - este é especialmente superexcitante - e que você é DEZ! Deijos.
10/05/2017 19:52:44
Que tesão!!! Muito excitante. De fato sexo a três é muto mais gostoso. Temos relatos de nossas aventuras com amigos. Esperamos vossa visita. Abç Cesar - Bjs Jaqueline. Nota 10 prá vocês e para o relato.
21/03/2017 08:21:10
Sensacional manda fotos


contos eroticos de maridos vendo a esposa fuder com outrocontos porno com padre gayContos eróticos de incesto mae que cuzinho guloso e o seu engoliu todo o meu cacetaosobrinha e tia com pai potaria brasileiropunheta da amigaPornos traição consendida 2018ad bucetad mais petfeitas do mundocumendo a tia fazendo unia pornodoido Xvideo com a irma com xote cotopatrado da uma lisao na filha ena sua amiga porndoidocontos eroticotransei e com o padre e fiquei gravidacontos eiroticos leilapornpadrasto cavalocastigo anal sadomasoquismo contostransei com minha maexvideos incesto filha abracando maliciacontoerotico eu namorada mae e tioconto erotico tive pelada varios cachorroTema VampiroCasa Dos Contos Eroticos zdorovsreda.rutitio comendo novinha inocente e ela dizendo devagar ta machucando minha bucetinhaxvideos eustaquio e murielsexo taboo com toda a família contos ineditos mães e filhos online contos de incesto vedeo estropadoe es tropando molherisxvidio homem velhoe mulher bem velha tranzandofudendo a madrasta fazendeira escondindodona d casa fica exitada dormindo e fica com a buceta babada xvidiofotode,negao,forsando,o,amigo,chupar,seu,picao,aforsaxvideos porno travesti batendo punheta com uma serpente enfiada no cucontos eroticos com nerd tristonhocontos eiroticos leilaporncontos eroticos malv comendo as interesseiracontoscomo cu viadinho lisinhocontos eroticos de 2017 dia 20 de abrildei uma rapidinha com meu compadre em casaenteada. dormindo levando pica so de fio dentalpornoContos erotico incesto video gratis de sec tio tira cacinho da sobrinha novinhamorena vai tocar campainha na casa do negao careca e fode com elevideo porno elas adora fude beijado beijoss de ligua quim delicianovos relatos eróticos de corno minha esposa com o plug analcontos feminização forçadarelato erotico uma madame na reformameuirmãomecomeucontos eróticos em fábricacontos eróticos gay amigo sozinho gay carentepeladas passando margarina uma na outroconto erotico gay vaquejada capforma de aliviar sem transaelrcontos eroticos inquilino quarto dos fundos.morena.brasileira.dando.cu.e.dizendo.putari.mecoma.me.rasguecontos chupando a buceta da Janaraxvideos comendo tia cavala ergueu o vestido dela e soco a picamarisa chupando meu pauhistorias de desespero para urinarXvideo quebrarao o cabaco do meu cu vou contar como foicavalo tirando virjidade da potrinhabaixar pornô mãe não demora daquele jeito burro não demora para chegar no braço fortecontos eróticos esposa foi e*******' no comício do político e deenteada gostosa brincando de carta mal padrastomínha avô chupou minha xotaContos hetero louco por chulecontos eróticos filhacontos eroticos dei a buceta dentro do onibusexvidio porno mulheres que adoram pau grandeesposinha pagando pepequinha no xvideoscontos meu tio.chupou minha xana com o bigode conto erotico gay gury chupador de dedobucetascontoContos pornos-estuprei minha sogratia safada vai dormi ma o subrinho etransa deitadavideo de idosa abrindo video de gemido no meio do mercado "apaga isso"minha mae nuaxvideo minha irma sentou no meu colo e meu pau indureceumulequespauzudomorna jemendo goistozo no pal xv pornoxvidiodeimunhe engulido a gala sem tira u pau da pocaTeste de felisidade aparesendo opinto e a pererecao vizinho safado do 205 conto gaypirocas enormes pornodoido garganta profunda imensas que fazem um estragoxvídio experimenta calçadoContos eroticos gay chule do meu cunhadovidios porno pai bi e filho brincao