Uma novinha entre nós.

Um conto erótico de Goiano_Casado
Categoria: Grupal
Data: 19/03/2017 12:31:29
Nota -

Olá a todos, estou de volta depois de alguns meses sem publicar, aliás, depois do bug, só publiquei um desabafo.

Sem mais enrolação, vamos ao conto.

Não vou contar como iniciamos no ménage nessa oportunidade, essa foi nossa segunda experiência. Eu, casado, 28 anos (26 à época), 80 kg, 1,75m, não sou de se jogar fora. Minha esposa é linda, branquinha, cabelos tingidos de vermelho, baixinha, uma bunda maravilhosa, boca vermelha, carnuda, seios médios para pequenos, ela é um mignon delicioso de 24 aninhos.

Vanessa, a novinha, foi introduzida na nossa vida por puro acaso, minha esposa estqva precisando fazer alguns exames rotineiros e foi ao hospital, ao retornar me enviou uma mensagem dizendo que uma garota havia mexido com ela, a chamando de gatinha, perguntei quem era e ela disse que não conhecia, mas ia pesquisar, pois ouviu a amiga dela falando seu nome. Depois de uma pesquisada no Facebook ela a encontrou e me mandou o perfil. Vanessa, cabelos tingidos, mechas rosas, roqueirinha e gostosa, muito gostosa. Seios grandes, deliciosos, uma bunda grande, redondinha, arrebitadinha, pele clara, cabelos curtos, pouco abaixo do ombro, rosto fino, lábios quase sempre desenhados por um batom de cor escura, olhos castanhos e grandes. Tomei a liberdade, com o consentimento da digníssima, de entrar em contato com ela através do Messenger e começamos a conversar, conversa vai e conversa vem, descobri que ela era ex de um amigo meu de infância, não me lembrava muito bem dela, mas foi a deixa pra me aproximar mais.

Passamos alguns dias nos falando, eu sempre a elogiando, toquei no assunto sobre ela ter elogiado minha esposa, ela ficou sem graça, dizendo que não sabia quem ela era, disse que tudo bem e perguntei se ela achava minha mulher linda mesmo, sua resposta afirmativa veio acompanhada de uma declaração, dizendo que se tivesse chance, pegava minha esposa na hora, pronto, vi ali que a gente ia se deliciar com aquela novinha.

Depois dessa declaração por parte dela, as coisas foram ficando mais claras pra ela, eu fui propondo que nos encontrassemos em casa para conversar, nos conhecer, ver se rolava alguma química, ela já sacando minhas intenções, perguntou se isso era um convite pra um ménage, eu disse que sim e ela riu. Conversamos mais alguns dias e marcamos pra sexta, um jantar em casa, strogonoff e tequila pra elas.

Vanessa veio estilo roqueirinha mesmo, short jeans curto, uma camisa de banda, preta. Tava gostosa pra caralho! Minha esposa foi recepcionar a novinha enquanto eu já preparava alguns shots de tequila. Conversamos e elas bebendo. É como diz o ditado, bebida entra e a verdade sai. Logo estavam conversando sobre o dia em que elas se viram no hospital e minha esposa perguntou, olhando nos olhos dela, se ela achava realmente aquilo. A novinha disse na hora que sim, que ela era linda e muito gostosa, eu coloquei mais lenha na fogueira e disse:

_ Porque você não beija ela então?, elas se olharam, depois pra mim, como que pedindo autorização e então se levantaram e começaram a se beijar.

Ver duas mulheres lindas se beijando é a cena mais excitante que qualquer homem já viu, que delícia. Elas se beijando voluptuosamente, lascivamente, aproveitando cada segundo de contato das suas bocas uma com a outra. Suas mãos percorriam seus corpos com uma urgência que declarava o tesão ali existente, era quase palpável o desejo. Eu, claro, ali olhando, pau duro, estufando o shorts que usava... Elas pararam, se olharam sorrindo, olhei pra minha mulher e, com a cabeça, indiquei o quanto estava duro, ela riu e falou:

_ Nossa amor, já de pau duro? Nem fizemos nada de mais. E riram.

_ Nada de mais é?! Então eu quero um pouquinho desse nada de mais também.

Indo em direção a novinha, que olhou pra minha esposa, como que pedindo autorização, diante da afirmativa dela eu a agarrei, beijei deliciosamente aquela boca, a pressionei contra a parede e minhas mãos foram percorrendo por todo seu corpo, acariciando cada pedacinho, apertando aquela bunda gostosa, durinha, grande, redonda. Subi as mãos por dentro da sua blusa e apertei os seus seios grandes, que delícia. Parei um pouco e chamei minha esposa para nos acompanhar e foi um beijo triplo espetacular, com 6 mãos afoitas se explorando.

Falei pra irmos pro quarto, pra cama, para ficarmos mais a vontade, a novinha já estava sem a blusa. Ela e minha deliciosa mulher foram se pegando até chegar lá, quando chegaram continuaram se atracando, tirando cada peça de rouoa uma da outra, parei por instantes, apenas para apreciar aquela imagem e guardar o máximo que pudesse na mente. Em pouco tempo já estavam as duas completamente nuas na cama, foi quando me aproximei, beijando a novinha enquanto minha mulher chupava um de seus seios, beijei mais um pouco e também abocanhei o outro seio. Que tesão aquela maravilha, eu de um lado, minha mulher de outro, a novinha gemendo em nossas bocas.

Senti uma mão descendo pela minha barriga, percebi que era a novinha, me desfiz completamente do meu short e senti aquela mão gostosa apalpando meu pau, que nesse momento estava mais duro que nunca, tenho um pau de uns 18cm, mas parecia estar bem maior. Ela começou a punhetar de leve, perguntei se ela queria sentir na boca, ela gemendo, minha esposa chupava sua bucetinha arrancando gemidos altos e deliciosas daquela nossa putinha, só conseguiu acenar que sim e senti a boca dela mamando minha rola, ela tentava chupar o máximo que conseguia, mas perdia a concentração conforme era chupada por minha mulher.

Pedi pra trocarem de posição, a novinha de 4 e minha mulher deitada com as pernas abertas. A novinha começou a chupá-la, minha esposa gemia e eu fui buscar um preservativo, quando voltei elas estavam em um 69 maravilhoso, joguei o preservativo na cama e logo minha mulher o pegou, pediu pra novinha deitar e colocou a camisinha no meu pau, usando só a boca, depois de terminar ela disse no meu ouvido:

_ Fode essa novinha putinha bem gostoso!

Era o que precisava ouvir, já não estava aguentando mais de tesão. Coloquei meu pau na entradinha de sua buceta e fiquei pincelando, percorrendo o caminho entre seu grelinho e seu cuzinho, fiquei um tempo nessa gostosa tortura e ela me implorou:

_ Me fode vai! Me fode!

Empurrei com tudo, arrancando um grito de tesão da novinha, que tinha minha mulher chupando seus seios de novo. Metia com força, com tesão. Tava louco de vontade de arrombar aquela gostosinha. Quanto mais eu fodia com força, mais eu queria fuder. Minha mulher disse pra trocarmos de posição, ficamos de lado e continuei estocando com força, segurava sua perna pra cima e isso dava abertura o suficiente pra que minha mulher chupasse sua buceta, o que ela fez com gosto arrancando altos gemidos da putinha.

Eu já estava louco com tudo aquilo, confesso que estava me segurando pra não gozar já há algum tempo e quando disse que tava me segurando pra não gozar minha mulher mandou:

_Goza nessa putinha vai, enche ela de porra. Goza nessa safada gostosa.

Diante disso não me aguentei mais, estoquei com força e despejei minha porra. Gozei muito gostoso, não acreditava que tinha gozado tanto. Fiquei trêmulo, com as pernas bambas, minha mulher continuou chupando a novinha e sendo chupada por ela, as duas gemendo uma na boca da outra, sabia que era questão de tempo até minha rola estar no ponto de novo, nisso um celular toca, era o da novinha, tinha que ir embora... Pedimos e insistimos pra ela ficar mais, que deixasse o celular tocar, ela topou, mas o celular continuou tocando e tocando, o que atrapalhou nossos planos.

Tivemos que levar ela, já estava tarde da noite. A deixamos onde ela pediu com a promessa de que haveria outras vezes.

Voltamos pra casa e fudemos muito, eu e minha esposa, gozamos gostoso com tudo o que tinha acabado de acontecer e com as promessas de mais que estavam por vir.


Este conto recebeu 0 estrelas.
Incentive Moreno Goiano a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.

Online porn video at mobile phone


casetudo comendo cadela no cioso flhona no ciotextos. contos menunas estrupadas dulpa penetracao gozadas boquinhaConto erotico o tarado do viagra tracou o valentãodiarista porta aberta pau duro contoAliviando os funcionarios contos eróticoscuiada fudedo com xortiu de dormipai picudo comendo filha em Belémmolhadinha vídeo abrindo as pernas para o cara lambe a b***** dela no canavial tá o c***** dela do interiormostrei minha bucetinha sainha pdrasto contoscontos de sexo crossdressingconto erotico gay aprendendo a dirigir sentado no coloela grita mas picudo atoxalesbica transando com a amiga ate ela vira o zoinhocontosexo com mulher sindrome de down dando o cuvc acharam que quando eu terminasse eu.nao labia/uma chochota nao comia u cuzinhoFilmes de zoofiliasxvidoe.cm baianas crentis traindo o maridoAliviando os funcionarios contos eróticosconto priminho gostoso humm excitantex videos " ele encheu minha boceta"conto ertico mej marido e bi adora dar o cu emquanto come bucetaVizinha novinha mim atendeu de tolha nao teve jeito acabei comendoporno contos apalpada pelo tio do maridoputa tarada na pomba e o macho relinxa d tesaoBusetinha lizinhaxvideos de puto corneteira caseiravi um negao tonhao rasgamdo a xota da minha esposaporno namorada nao gue da cu mai eu votetaFelipe e Guilherme- Amor em londresContos eroticos de podolatria com fotos desejando chupar pes de primas novinhas com pes lindosgarotocabelos grandes blusa pretacontos tia marta mete no rabowww.fotos.morena.rabuda.fudeu.abuceta.dlangeri.contos.eroticos.fui iniciada como cadela e gosteigay medico dando tratamento vip pornodoidobaixar vidio porno mã colocando. bruza roza en sua filcontos eroticos padre nao e homem o substitutoeu e minha mãe e minha irmã moramos sozinhos juntos eu tenho 22 anos de idade minha irmã ela tem 18 anos de idade eu sempre eu fodo minha mãe quando eu tou sozinho em casa com ela a noite eu cheguei em casa da faculdade minha mãe disse pra mim filho vem comigo no meu quarto eu entrei com a minha mãe no seu quarto minha irmã tava nua deitada na cama minha mãe disse pra mim filho eu disse pra sua irmã que você me fode sua irmã que perder a virgindade da buceta dela com você conto eróticoLer contos eroticos de transei com minha cadelacontos eroticos gays virei putinha de variosconto no cinepornobonekinha do titiomãe bem velha tropa do com filho sexo incesto contos vídeos todos novoscontos eiroticos leilapornpet shop mulheres banhando cachorro pornôwww. xvideois. com.br. padato cao a enteadacabeçao gg gosadas ptContos eroticos gay pegando no pau do meu irmao por cima da toalha dpois do banho na belichefilha um dia essa buceta vai ser minhacomeram minha esposa na barracacolc mao buceta obesa pornocontos de casadas detonadasdescabaça. abuceta com udedo. ou naoX vidio comi merda do pau do amigo ke comeu minha namorada istoria da netinha qui o banhava lavando su cuconto gay nerde filme pornohem com seu caocontos eroticos enxendo a crentinha de porraexibicionidmo psra gstçon de motelconto erótico A acampamento com amigamenino malhado lutador de kung fumotorista da madame contos eróticosnamorada foi desgraçada por outro xnxxcunhada sonhado pegando no pal do cunhadobanho com sobrinha conto sexowww xidios comtos d casadas bebendo porraxvideo emprevistosPorno anal queroeu vou cagacontos eroticos cuzinho virgem gayde calsinhamocacontos eroricos mendingo gay e gariCasada amigo do.meu marido ceueu cuzinho contos