O garoto sapeca e cunhado tarado metendo no carro

Um conto erótico de Garoto Sapeka
Categoria: Homossexual
Data: 06/01/2017 13:03:33

Depois da foda com o Sérgio - leia meu último conto - eu já tinha certeza do que eu era: Um garoto novinho que gosta de pinto no bumbum. Eu queria continuar sendo amante fixa do meu cunhado, Felipe, mesmo que eventualmente experimentasse outros machos, de preferência casados e mais velhos. Me dá tesão saber que o macho tem esposa e filhos. Faz com que eu me sinta mais safado, mais putinha. E mais tesão ainda eu sinto de me imaginar amante do meu cunhado.

O problema é que ele estava trabalhando e nós não conseguíamos mais nos encontrar, já que a minha irmã estava sempre em cima. Acabei ficando duas semanas sem dar meu rabinho. Nós trocávamos mensagens pelo celular. Ele dizia que estava louco pra comer meu bumbum. Eu ficava trêmulo de tesão. Na sexta feira ele mandou uma mensagem que dizia:

Tua irmã quer fazer churrasco. Se prepara que vai ser uma brecha pra gente foder gostoso

O que será que ele planejava? O sábado chegou. Eu estava em casa com meus pais, quando entram ele e minha irmã. Minha irmã foi logo falando:

- Edu, amanhã a gente vai fazer churrasco pra família toda. Você quer ir com o Felipe comprar as coisas?

Minha vontade foi gritar de alegria, mas me contive. Fui com ele, e assim que o carro saiu ele começou a alisar minhas coxas carnudas e lisinhas.

- Aê, putinho.... que saudade desse pernão! Vou miséria com você hoje...

- Mas a gente precisa comprar as coisas!

- Confia em mim. Olha como você deixa meu cacete!

De fato ele já estava de pau duro, e eu dei uma pegada por cima da calça. Meu cuzinho já piscava de alegria.

Fomos para um supermercado que fica dentro de um shopping. Assim que ele parou o carro no estacionamento coberto tirou o pau pra fora. Que saudade de ver aquele cacete! Duro, com a cabeça inchada de tesão.

- Dá uma chupadinha, vai...

- Não! É perigoso! Alguém pode ver...

Ele forçou minha cabeça pra baixo. Estava taradão. Eu tive medo, mas não resisti. Chupei gostoso. Matei a saudade daquele sabor salgadinho, gostoso.... hummmm...

Felipe delirava:

- Vai...mama...chupa o cacete do teu cunhado, porra! Tesão!

Um carro chegou para estacionar perto da nossa vaga e tivemos que parar.

- Vamos comprar as coisas rapidinho - disse ele. - To louco pra foder teu rabo!

- De que jeito? Onde?

- Confia em mim, moleque!

Fomos para o mercado e compramos tudo muito rápido. Era o tempo de jogar pro carrinho e ir pro caixa. Na saída, ele disse:

- Leva tudo pro carro, que eu vou comprar um negócio na farmácia e não quero que te vejam comigo.

Eu obedeci, sem saber o que ele ia comprar. Ele veio para o carro depois e saímos acelerados.

- Onde a gente vai? - perguntei ansioso.

- Vamos foder - ele respondeu.

Ele começou a andar por ruas que eu nem conhecia, até que achou uma que estava totalmente deserta. Eu saquei que íamos foder na rua mesmo!

Assim que ele parou deu a ordem:

- Vamos pro banco de trás e rápido!

Passamos para o banco de trás e na mesma hora nos atracamos. Um beijo cheio de tesão e putaria. Minha mão abriu sua calça liberando aquele cacete que tanto me dá prazer. Entre beijos e linguadas, ele disse:

- Porra... tava com saudades das nossas fodas.

Eu caí de boca dando mais um trato naquele cacete lindo. Como é bom chupar! Mas ele queria mais. Tirou do bolso o que tinha comprado na farmácia: um tubo de lubrificante.

- Ahhhhh... isso! Mama... deixa o pau bem molhadinho que eu vou te comer gostoso!

Ele abaixou meus shorts e sua calça. Ficamos os dois com as roupas nos tornozelos.

- Vira essa bundona gostosa, vira...

Não precisou pedir de novo. Virei meu bumbum guloso para meu cunhado. Ele abriu o lubrificante, melou o dedo e começou a procurar meu cuzinho.

- Vou deixar teu cu meladinho... uhhhh... cuzinho gostoso!

Seu dedo começou a invadir meu anelzinho, me provocando uma onda de prazer.

- Aiiii.... aiVocê gosta no cuzinho que eu sei... novinho safado!

Ele enfiava um dedo, brincava lá dentro, passava mais lubrificante, enfiava dois dedos. Apesar de não ser mais virgem eu ainda sentia meu cuzinho apertado, mas pronto para se abrir ao meu amante.

Felipe lambuzou o pau de lubrificante e disse:

- Você vai sentar no meu pau agora... Vem logo, vem. Vem que eu to com vontade de gozar gostoso!

O espaço era pouco, mas, meio desajeitado eu sentei no seu colo. Senti aquele pau duro roçando no meu rabinho. Ele encaixou a cabeça no meu anelzinho.

- Relaxa e vem descendo, vem...

A posição tornava a penetração mais difícil, mesmo com o cu melado. Ele foi me puxando pelo quadril e eu senti uma dor forte.

- Ai.... ai... tá doendo...tá doendo...

- Aguenta que você gosta... você adora rola nesse cuzinho que eu sei.

Ele puxou meu corpo e eu senti seu pau me rasgando, invadindo meu bumbum, alargando minhas pregas. Eu me sentia totalmente vadia. Uma ninfeta dando para o marido de sua própria irmã. Felipe estava mais puto que o costume, dizia putaria que me enlouqueciam de tesão.

- Ahhhhh... que delícia de rabo, molequinho. Vai entrar até o talo!

E assim foi. Naquela posição, parece que o cacete foi mais fundo que das outras vezes. Dava a sensação que a cabeça do seu pinto estava quase no meu estômago. Doía, mas o prazer era maior... Uma estaca cravada na minha carne.

Felipe enfiou a mão por dentro da minha camiseta e começou a apertar meus peitinhos carnudos. Ele lambeu meu pescoço, enfiou a língua na minha orelha e sussurrou:

- Rebola, putinha. Rebola igual puta no cacete do teu cunhado, vai!

Ser chamado de putinha me deixa com cu em chamas. Meio sem jeito eu comecei a rebolar. Fui pegando o jeito. Mexia o meu bumbum, rebolava, e assim sentia seu pau tocando cada canto do meu rabo. Felpe aprovou:

- Isso... tesão! Que irmãozinho gostoso minha mulher tem! Vai... Vou te encher de pica!

Ele começou a jogar o quadril pra cima, bombando meu rabinho. Eu me apoiei no banco da frente, e comecei a subir e descer, ajudando a penetração. A socadas ficaram violentas. Meu cu estava sendo detonado.

- Ai... Ahhhhhhhh... você tá rasgando meu cuzinho...

- Pede mais pica, pede...

- Ahhhhh..... Mete... mete no meu cuzinho!

Aquelas mãos fortes me puxavam pela cintura. Eu sentia o cacete indo até o fundo da minha carne. Seus dedos apertavam meus mamilos com força. Ele estava possuído de tesão.

- Vou encher teu rabinho de porra... vou gozar no teu rabo!

Era tudo que eu queria. Sentir meu macho me enchendo de leite quente. Ele bombou tão forte que eu sentia como se meu cu fosse explodir.

- Ahhhhh... vou gozar... vou te encher de porra... ahhhhhhhh caralhoooooooo! Aaaaaaaaahhhhhhhhh gozei!

Senti o seu leite quente me invadindo. Meu cu se encheu daquele líquido quente, maravilhoso. O carro cheirava a sexo. Virei minha cabeça para trás e nos beijamos. Ele é mestre em chupar minha língua. Com meu rabo todo cheio de porra, eu ainda dei um rebolada, pra aproveitar aquela sensação maravilhosa de ter um pinto dentro de mim.

Vestimos nossas roupas e fomos pra casa, correndo. Quando chegamos, demos de cara com a família toda. Minha irmã perguntou:

- Compraram tudo que eu pedi? Vocês demoraram! Espero que não tenham ficado de conversa com nenhuma periguete.

Ela mal imagina que eu sou a periguete, e que o seu marido adora me enrabar.

Beijos no pinto de todos, e em breve, contarei a transa maravilhosa que tive com ele antes de ir pro colégio.


Este conto recebeu 9 estrelas.
Incentive Garotosapeka2 a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
18/01/2019 20:35:53
TESÂO!😈
07/01/2017 02:45:41
PERFECT❤
07/01/2017 00:30:45
Continue.
06/01/2017 16:44:38
Maravilha de cunhadinho. Delícia de conto.Gozamos juntos.
06/01/2017 13:49:47
Que delícia

Listas em que este conto está presente



padrasto safado amostrando a p***** arrepiada com novinhaquadrinhos hq casada carente cuidando dos mendigos negoesbaixar vídeo mulher batendo siririca gozando cobra grande na boca porraalfaiat xvídiofiume porno brasileroconto erotico comimda com meu sobrinho caculaadolecens safadas trazandoeu sou uma mulher casada eu vi minha amiga cheirando minha calcinha no banheironamorada exibicionistaxividio cuida e primox videos baininha de boateLoirinha Gata Magrinha Recebe Pau Enquanto Ler Um Livro baixar olinecontos eróticos putaacordei galada de tanto gemer sonhei com uma ponba que me fez gemer video porno baixarmorena acavalada.fudeno com bemdotodeleabri xvideocomhomemcasado.tem o cu. cheio..porra. amante da esposamulheres velhas camisa de dormir e cuecas peludas tirando para fazer sexominha prima ñ enxerga muito bem d longe xvideosConto gay - "fodido por um tritão"dopando a minha esposa conto erodicovídeo vídeo de sexo da Nenê da Galega chupando muita rola soltando balameu marido sabe que sou a puta do meu patrãopapagi dando banho conto eroticoForcei minha mae e ficar nua conto incestoDespertando O Amor em um Brutamontesparte 2: casa dos ContosSexo on-line aclimação menagerelato erótico/na casa de veraneio eu comi a gostosa da minha noraCarinha de Anjo de GTA e mamãe filha da está outro colégio bem longe daquiSou coroa casada os mulekes rasgaram minha calcinhacontos eroticos padrinho tira o cabacinho da afilhadazoofilia gravida dogspadrasto cavalo/texto/20170592mulher que encolheu todinho com ponta do rabo XVídeos brasileirocuiadia de xortiu d dormi d regatacontos eroticos aluguelConto herotico incerto completo mae i filhoeu e meu esposo somos crentes e ele pediu para eu dar o cu para outro,contossexo gay preparar novinhos a perder o cabacobotando o joelhinho em cima da mesa xvideosXxvideosa as novilhascontos eroticos com viuvas ricas e mulheres sedutoras ricasx video garotas flazinhasx video pornor vovo costureira casada g qostar d jovensxvideos com . sexy porno ju safada adora provoncar sobrinha incentomadrinha coloca bumda buceta na cara da subrinha que ta de castigovizinha estrupadaviolentamentex video caralhomuitogrande mulher não aguentocontos gay caminhoneironovinha chupando a b***** da amiga no Badooabaxa vidio porno de tio fudeno supria só nucu da safadaporno ecitNteporno de professora na forretacontos eroticos a crente chorou com a pica grande no cúcontos eroticos ru cafetina de puta cadada cavalacomi a mae com a pereteca raspadinhacontos dominaçãoespoza esitada com. a pau do amigo do maridoporno ele e louco pra fuder a tia " depois de tantas punheitas ela deixa foderler contos eroticos de padres reaisler contos eroticos de padres reaisxexoc calcinhas brancas mulheres bucetudasxvideos banhadas porretasdotadao pal grosso gozando dentro da coroaxvidiosnegao com pau de 070cm pondo na loira cavalacasa dos contos eróticos sócio omem comeno cunhadinhacontos eroticos papai e mamae me fez mulherxvideosdifícil Pra Vc lukaxvideos tarado olhando a enpregada so de calcinhacontos eroticos sogras na praiacontos de zoofilia com pai e filhinhavideo leabicas uma chupandi a outra de baixo da meaaabritney bitch em anal 15 minutoVideo de duas mulheres tomando banho de biquini e se chupando e gritando de prazermae.da.buceta.inxada.chorandu.e.gemendo.na.pica.do.filhoitalaninha gostosa guenta facil o negao bem dotadocontos fiz tesoura bem gostoso com maninha caçulanovinha midino rola negao xxnxcontos herotico eu tem fichens por cu peidoBelissimas mulheres fodendo gostoso até o esguicho pornodoidoAlfaiate fica impressionada com tamanho do pau do negãoa honra da nossa casa contos erótico como daesem doer a bucetacontoseroticos debaixo do cobertor com a entiadinha inocentegozar pelo cumenino malhado lutador de kung fuxvidiomai gostoza do meu amigo deuconto picante com a madrinha e noivasexo novos banho conhadas nuasanal escondidoporno A garota acaba de colocar o vibrador e chega a irmã caçula na hora errada e faz ela ter seu momento de prazer contido e calado kkkkk