Essa cabeçona é uma delícia!

Faz tempo que não publico nada, pois andei meio parado, dando atenção à esposa! Na semana passada um amigo me chamou pra ir a um show que ia rolar em SP. Esse amigo é um daqueles camisolões convictos, então minha esposa me deu o aval! Com o Bruno (chamarei ele assim) pode ir sem problemas! Marcamos de ficar juntos no hotel, pra ficar mais em conta a viagem!

Saímos à tarde e o uisque rolou com força! Fomos ao show completamente loucos e lá bebemos mais um tanto! Fiquei tentando ele pra irmos a um inferninho, mas ele, mesmo chapadão não animou, disse que não traia a esposa de jeito nenhum, mesmo eu falando que era só zoeira, só pra vermos uns peitinhos, nem assim, ele disse que não rolava mesmo!

Voltamos pro hotel, bebaços, e eu morrendo de tesão, pois a muito não dava uma puladinha de cerca! Não pensei hora nenhuma que rolaria algo no hotel, pois ele além de camisolão, sempre foi um machão convicto!

Bem! Eu achava isso, mas o que rolou foi demais!

Chegamos no hotel, bebinhos, não estávamos mais chapadaços pois tivemos que caminhar um bocado até acharmos um taxi! No caminho o assunto era sempre putaria! E ele, tontinho, reclamando que a esposa era muito conservadora, e como a minha também é, e ele sabe disso, o assunto rendeu bastante! Chegamos então no assunto que iria render o que eu queria! Começamos a falar de sexo anal!

Ele dizendo que depois que casou, a uns 15 anos, nunca mais meteu num rabinho e eu, fingindo de égua, falando a mesma coisa! E como eu gostava de um rabinho, mas ele sabia de algumas putarias que fazia (só das heteros) ficava sempre perguntando das proezas e dos rabinhos que andei metendo!

Chegamos no quarto e o assunto continuou, falei pra tomarmos um banho e fui direto pro chuveiro, deixei a porta aberta, até então sem pensar que rolaria uma putaria, ele entrou e sentou no vaso pra continuarmos o papo! E aí não teve jeito, quando o vi dentro do banheiro comigo, mesmo que vestido, meu pau endureceu na hora! Fiquei meio sem graça, pois até então éramos amigos de infância e ele achava que eu era totalmente hétero, então virei de costas pra ele, porém, notei que ele não tirava o olho da minha bundinha branquinha, empinadinha e durinha, e pra estranheza dele, depiladinha!

Eu sabia que ele tinha um pau grande, mas não imaginava aquilo tudo, pois logo reparei que ele estava com uma ereção gigantesca dentro da cueca! Ele estava só de cueca, pois costuma dormir assim!

Pronto, o álcool falou mais alto e pensei comigo, não custa tentar!

Comecei a lavar a bundinha virado pra ele, passando o dedo no cuzinho e sempre repetindo o nome dele, pra que ele não desviasse a atenção! e vi que o álcool tava fazendo efeito nele também, pois ele não parava de alisar o pau, meio disfarçado, mas deu pra notar que ele estava pronto pra explodir!

Eu: E aí Bruno, nunca pulou a cerca mesmo? E alisava a bundinha e empinava pra ele, rebolava disfarçadamente!

Bruno: Cara, não tenho coragem, morro de medo, tenho certeza que se fizer ela descobre!

Eu: Mas e se for esquema certo?

Bruno: Não sei, nunca acho que o esquema é certo!

E a conversa foi, eu falando de rabinhos apertados e ele cada vez mais não conseguia disfarçar!

Daí mandei logo: - É, mas ta doidinho aí né! To só flagrando que tá de pau duro e me olhando aqui! kkkkkkkk

Bruno: Tá louco (susto)! É esse papo seu de cuzinho! To numa seca danada! Dona onça tá jogo duro esses últimos meses!

Eu: kkkkkkkk Sei, to de olho em você aqui!

Bruno: Cara to com um tesão da porra! kkkkkkk Esse papo nosso e que porra é essa de você depilar o rabo?

Eu: kkkkkkkk Qualé rapá, ta me estranhando? Isso é só mania de higiene mesmo! Mas você gostou né! kkkk Entra aí, bora bater uma punheta aqui no chuveiro?

Bruno: Qualé, que papo estranho!

Eu: Você tá batendo aí, chega aí, vamos ver quem goza mais longe? Tipo disputas de adolescente!

Bruno: kkkkkk Olha que eu topo!

Eu: Então entra aí porra, tá com medo do que? Acho que você tá com medo de num resistir eim! Eu deixo você ficar olhando meu cuzinho!

kkkk acho que aquilo desafiou a machesa dele, e ele tava louquinho mesmo com meu cuzinho! E então ele tirou a cueca e veio! Caramba, foi o maior pau e mais bonito que já vi! Igual gosto, com um cabeção vermelho e brilhante que devia ser um tesão de chupar! Já fui logo calculando como faria pra por aquele mostro na boca!

Eu: Putaquepariu véi! Por isso sua esposa não te dá o cú! Que monstro!

Bruno! kkkkk Você vai ver o gigantesco gozando! Esse pipiuzinho seu aí num vai dar nem pro começo!

Eu: Há é! Então vamos lá! Agora é aposta! Quem gozar mais longe ganha uma punheta do outro!

Pensei em apostar uma punheta, pois assim não assustaria ele, e como gozo com pressão, sabia que essa tava no papo! Ele sem meter há uns meses ia gozar grosso e não ia ganhar de mim de jeito nenhum!

Bruno: kkkkk Uma punheta, isso é medo é? Ta apostado!

Eu: Falou garanhão, se tá com tanta certeza que vai ganhar do piruzinho aqui vamos assim então! Se você ganhar te bato uma e se eu ganhar te enrabo!

Bruno: Há tá, esperto você não é não né? Rabo contra rabo, eu topo!

Eu: Fechado!

Virei minha bundinha pra ele e comecei a rebolar, e bater punheta, e provocá-lo!

Ele batia uma punheta que me fazia salivar! Que pau lindo, enorme, grosso, vermelhão, todo molhado! Quase pedi pra bater pra ele antes mesmo!

Mas e ele num durou nem um minuto, gozou feito louco, e a porra grossa como leite condensado escorreu pelo pau dele, não chegou nem a pular, só escorria!

Eu: kkkkkk olha aí garanhão! Ficou tão excitado com meu cuzinho que gozou que nem cavalo! Agora toma! Gozei feito um chafariz, pra cima dele, e minha porra foi pra cima de seu umbigo, e ele é uns 10cm mais alto que eu!

Bruno: Viado, goza pra lá caralho!

Eu: Ta com nojinho de que? Vai me dar o cuzinho agora! Aposta é aposta!

Bruno: Qualé, só brincadeira! Tu tá doido? Foi logo saindo do chuveiro!

Pensei que ia perder a chance então mandei logo: Ou, volta aí, vamos fazer assim, pra você não ficar no prejuízo, pago um bolagato pra você antes de comer seu rabo!

Bruno: Como assim, era brincadeira!

Eu: Qualé, sou doido pra experimentar uma mamada, mas nunca tive coragem ( há vá)! Então fazemos assim, eu te chupo e deixo você gozar na minha boca, já que sua mulher não deixa, e depois te enrabo! Olha o tamaninho do meu pau! Vai falar que nunca teve vontade, nem quando era menino?

Bruno: Até que tinha vontade de troca-troca mesmo, mas também não tive coragem!

Notei aquele monstro crescendo de novo! Olha, pauzões assim não ficam duro fácil, normalmente os que vi ficam meia bomba até na primeira, mas o dele, nossa, um pau de um verdadeiro garanhão!

Bruno: Eu topo então! Mas você chupa primeiro!

Eu: Traz aqui o gigantesco então eu que to doidinho pra mamar nessa jeba!

O pau dele até pulsou, nossa quase gozei vendo aquilo! Meu peruzinho rosadinho até pulava de alegria, Bruno tem um corpo robusto, mas sem definição, mas também não tem barriga, tipo físico chamado parrudo o que deixava aquele pau mais evidente ainda! E quase sem pêlos (não gosto de peludos)!

Eu: Como quer que eu mame? Agachado ou de quatro?

Bruno: vamos pra cama, fica de quatro de costas pro espelho que quero ver esse cuzinho lisinho seu!

Fomos pra cama, Bruno se ajoelhou e comecei a mamar aquela vara! Putz, lambia da cabeça até as bolas e voltava, punhetava gostoso e chupava com vontade, doido praquela porra toda escorrer na minha boca! Bruno gemia como um louco, tinha uns 15 anos que não ganhava um boquete, ele tremia e gritava, e eu mamava feito bezerro com fome!

Engasgava com o pau dele quando ele socava e chupava aquelas bolas enormes, uma de cada vez! Que pistola maravilhosa! Então ele começou!

Bruno: Engole que vou gozar, poe na boca que vou gozar, vai viadinho, engole essa porra! Aaaaaaah! Chupa caralho! Aaaaaah Chupa viadinho! Mama no gigantesco mama! Nossa! Só de lembrar aqui meu pau já ficou todo babado! Engoli a porra gostosa dele, infelizmente não veio muita, mas tava uma delícia!

Bruno caiu pra traz, totalmente bambo! Respirando fundo e gemendo!

Ficamos deitados um tempo, e ele nem olhava pro lado!

Eu: Não vai fugir não rapá, agora é minha vez! Eu nem queria comê-lo, mas se não fizesse ele ia achar estranho, saberia de cara que gosto de pica e aquilo não era uma experiência inédita!

Bruno: Qualé, o véi, vamos deixar pra outra! kkkkk

Eu: Há tá, e eu fico só na mamação, e você de comedor!

Bruno: O véi, sério, vamos pensar em outro jeito! Eu te pago, daí você não sai no preju! kkkkkkkk

Eu: Há tá, agora sou sua putinha! Vai empinando esse rabo aí que não quero nem saber!

Bruno: Véi, mas num é justo, você rancar minhas pregas e ficar com as suas!

Eu: Você quis aceitar a aposta, agora vira o rabo pra cá! Depois eu dou outra chupada pra você não ficar triste!

Bruno: kkkkk Sério? Tu gostou é?

Eu: Gostei! É bom igual chupar buceta! Acho que até melhor!

Ele ficou de quatro e começou o chororô! Poe devagar eim, eu sou cabaço! Não vai me rasgar!

Eu: Olha o tamanho do meu pau rapá, não rasgo nada!

O cuzinho dele não era dos melhores, na verdade, não gosto de cú de macho não! Ainda mais peludo como o dele! Não entendi como um cara sem pelos pelo corpo pode ter um cú tão peludo! A bunda dele era enorme e meu pau nem entrava todo! Mesmo assim ele gemia baixinho, tentando segurar a onda, aquilo me deu muito tesão e gozei rápido demais!

Bruno: Caralho, goza foooora viado!

Eu: Já era, tá cheio de porra já! Agora tirei o cabaço e marquei o território, seu cuzinho agora tem dono!

Ficamos deitados um tempo, umas 2 horas, tirei um cochilo, e acordei com ele alisando meu rabinho!

Eu: Opa, que porra é essa?

Bruno: O viado, deixa eu meter, são 15 anos de seca, seu cuzinho é mais gostoso que da minha mulher, todo cor de rosinha, o cú dela é escuro, o seu parece daquelas loirinhas de filme porno!

Quando olhei, o pau dele tava feito aço! Gigantesco, como ele o chama!

Como já disse em outros contos, não curto dar o rabo, gosto mesmo é de mamar, ainda mais prum monstro! Daí falei pra ele: Doido, não vai rolar não! Vamos assim, você deita com ele pra cima, eu dou uma mamadinha e depois sento nele até entrar a cabeçona, mas vai ser só a cabeça mesmo, por isso eu fico por cima, sem essa de que pau num tem ombro!

Na verdade, tava afim de sentar naquele pau mesmo, acho que foi a primeira vez que fiquei com vontade de sentar num pau! Dei uma mamadinha e quando ele começou a babar comecei a passar aquela porrinha no rabinho! Fiquei de costas pra ele, em pé no canto da cama e empinei! Ele se posicionou e chamou: Vem viadinho, senta na minha jeba senta! Senta que vou inaugurar esse cabacinho seu (coitado, achou que era o primeiro)!

Comecei a esfregar aquela cabeçona no cuzinho e a fazer pressão, mas num ia entrar de forma alguma, era enorme e meu rabo é muito pequenininho (acho que porque sou pequenininho). Bruno gemia e me puxava pela cintura, aquilo me deixava com o cú piscando e eu fazia mais e mais pressão!

Eu: molha o meu rabinho e mete o dedo devagar, pra ele acostumar!

Bruno não fez de rogado, começou a meter o dedo devagarzinho, me deixando relaxado, nossa, ele sabia fazer aquilo, que cunheta gostosa que ele tava me dando! Que tesão enorme eu tava!

Eu: Agora segura o gigantesco e mete essa cabeçona enorme pra dentro!

Bruno empurrou e a cabeçona entrou sem dó! Travei o rabinho e empinei, gemi feito puta e ele me segurou pela cintura! Comecei a rebolar, ele tentava me puxar e meter mais, mas eu segurava a pressão e mantinha só aquela cabeça deliciosa pra dentro! Meu cuzinho ardia de me fazer travar!

Eu: Começa a punhetar, tira e poe a cabeça, senão vou sair fora!

Bruno: Deixa comigo!

Ele enfiava e tirava o cabeção e cada enfiada que ele dava meu cuzinho estalava! Nossa, tava muiiiiito gostoso! Ele gemia feito cavalo e bufava de tesão e eu gemia feito putinha com aquela cabeçona no rabo até que senti um jato enorme de porra entrando! Ele me travou no pau dele, deu uma empurradinha e entrou um pouco mais de piroca, o que me fez travar e dar um pulinho pra frente, mas ele me segurou firme e me inundou, com aquela porra que vi sair na punheta do banho! Gozei feito louco, rebolei feito cadela e gemi com aquele tantinho de pau a mais que entrou! Era muito grosso aquele gigantesco!

Deitei na cama com o rabo pra cima, ardendo, arrombadinho, ele abriu minha bundinha branquinha e desabafou para se firmar como garanhão alfa!

Bruno: Estamos quites, mas acho que o estrago que fiz só com a cabeçona foi maior que a enrabada que você me deu! Acho que quem é o dono aqui sou eu!

Eu: Bruno, vou te falar, acho que sua esposa tá perdendo muito viu! Essa cabeçona é uma delícia!


Este conto recebeu 3 estrelas.
Incentive dvideos46 a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
17/12/2018 17:27:04
Delícia de conto ! Sou casado, mas às vezes adoro uma pirocona. Ano passado encarei uma (a terceira da minha vida), tesão de chupar, mas difícil aguentar o macho socando no cuzinho.
01/09/2016 10:55:58
Valtersó! Já foi muito mais que a cabeça! Olha aí em outros contos meus! Dessa vez eu que arreguei mesmo! rsrsrsrs
31/08/2016 02:40:26
COITADA DESSAS ESPOSAS. MAS VALEU. CONTINUE RAPIDINHO. QUERO VER MAIS DO Q A CABEÇA ENTRANDO.
30/08/2016 18:07:44
Para entrar em contato! OBS: Mandem fotos do pau e da bundinha de vocês, adoro!


[email protected]contos erotico casada puta na faveladosxvidio com a frentista panterasmenina fudedo com xortiu de dormicontoseroticosgay submisso de vestidinho para seu macho fodermeninos pelados conto eróticoQuero trsnsar com o Adinlson meu padrastoquero ver conto erótico sapeca safado gostoso amor dentro do carro dentro da capoeiravidio mulhe deixado gozadetrovideos porno pai e filha novinha viperinaencoxando nela dentro do ônibus até levantar sua saia enfiando tudo em sua buceta gozando de escorrer Vidios pornos mulheres fodem com masagista no ginásiocontos de incesto sograpornodoido.pai.aretando.filra.darmindomulheres que sem peseber motraram a buceta nos onibusminha mulher me comeucontos eróticos a irmã de minha espoza bunduda e coxudacontos eiroticos leilapornficamos nuas e sastifeitaspapai super dotadoxvidiosconto erotico bandido queria a bunda da minha esposaxvideo hetero esperimentamdo paufragas reais de mulheres centadas de pernas aberta mostrado o bocetaocontos de sexo depilada na praiaxxxvideo pai fica na sala nu a espera da filha ir buscar roupagurias morenas dimemores lesbicas fodecurradaxvideoxvıdıo ruıvabundinha redondinha do viadinho.contos eroticosguri ñ aguentou pau grande, contosxvideos de porno de magriacontos eroticos de fudendo dentro da barbeariaestupro esposa contos eroticosa madastra nao aguenta o casetao do intiado no cuxinho pede arego sexoContos eroticos no sitio mas meu cunhado safadosobrinha pega o tio com.papagaio na mão porno doidoler contos eroticos menagehotmail muletodacontos casal na boleia do caminhaofudendo a mae dormndoabaicha vidio porno menina de deis ano sendo abusada pelo paifotos de negues comendo cu das casadas no motelcontoseroticos encochando minha noraconto erotico gay negao dominador gosta de maltratar viado brancocontos eroticos malv comendo as interesseiraconto sou gay e meu irmao ñ usa cuecasxvideo brasileiras paraibanaiabaixar filme pornô a mulher deitada no buraco da parede pé na barriga e quatro homens transando com elaconto erótico jornalista 77contos reais casada com leite nos seiosPorno irma puheta irmaoverdureiro gay contoContos o doidinho chupou minha bct cm sebinhocontos a janara leva rola no cuxvideoshortinho semconto erotico mulher drogadameu irmão me comeucontos eroticos meu pai contratou uma empregada domestica teavestis e nao sabiamenina brincando de esconde-esconde dando seu cuzinhocasa dos contos "eu mudei por ela 4" marisnovinha achou que erra prachupa do negao e ser deu malcontos porno scat lesbicohotmail muletodapicudão fudendo uma xoxota apertadinhacontos excitantevervideo .e ncoxada.nuonibusContos eróticos: brincando com meninaseu tenho 30 anos de idade minha noiva linda e gostosa ela tem 22 anos de idade ela casou virgem da sua buceta e virgem do seu cu comigo na nossa noite de núpcias eu e ela dentro do quarto eu tirei seu vestido de noiva eu dei um beijo na boca dela ela deitou na cama eu chupei seu peito eu disse pra ela sua buceta virgem raspadinha e linda eu comecei a chupar sua buceta virgem ela gozo na minha boca ela chupou meu pau eu fui metendo meu pau bem devagar na sua buceta virgem que sangro eu comecei a fuder sua buceta eu disse pra ela sua buceta e muito gostosa de fuder ela disse pra mim seu pau e muito gostoso fundendo minha buceta eu fundendo sua buceta ela gozo ela disse pra mim goza dentro da minha buceta eu fundendo sua buceta eu gozei dentro da buceta dela ela disse pra mim agora fode meu cu virgem conto eróticoconto erotico de irmao do meu colegar saradao mim comeu brutalmente gaytirando a virgindade da minha namoradawwwxxvideo filhinha muito tempo sem gozarespoza esitada com. a pau do amigo do maridogostosa rabuda negra de shortinho damdo xvideo/texto/2012081431levei minha esposa num glory hole conto realcontos eiroticos leilaporna filha bota um shortinho o pai vai ficar puto e para elaxoxa poletacontos eróticos com cachorrocontos eróticos com fotos esposas estupradas submissasabaixar vídeo de putaria de mulher fresca daquelas gostosas do cuzãomenina que nao tem peito masgoza no pau gradeconto erótico lesbicos botando a irmã inocente pra chuparcontos comi dona maria casadacontos sem calcinhaxxvideo salvador sentono na picamtk contos eroticos coisas do destino capitulo 1contos eiroticos leilaporncorno que gosta de ouvir da sua esposa como ela aguenta uma rola de25 cm no cucabocla tarada e safadamaldiçao da clareira da cadelavidio porno garotas de camizolinha pernas abertaLove Boy-CASA DOS CONTOS EROTICOS |zdorovsreda.rucontos eróticos encesto mae de 35 anos fodendo com seu jovem filho e gozando muitocontos eroticos estuprada pelo meu cunhado