Amor Sobrenatural. Ep. 04

Um conto erótico de Hugo - Isaac
Categoria: Homossexual
Data: 03/05/2016 15:06:04
Nota 9.75

Amor Sobrenatural. Ep. 04

#Julian narrando#

Então pessoal, ficamos a manhã toda na convenção chegou a hora do almoço e meu pai disse que sairia para almoçar em um restaurante chinês com alguns outros acionistas mais velhos, já imaginei a chatice que seria. Estava organizando alguns documentos na pasta quando dois rapazes entram na sala e chamam Vicent para almoçar, em um impulso me ofereci para ir com eles; não conseguiria ficar boiando nos assuntos do meu pai com os amigos dele, eles aceitaram. Eu fui em um carro com um dos rapazes e Vicent foi em outro com o outro rapaz.

William: Iai cara como é o seu nome? Eu sou o William.

Eu: Oi tudo bem? Eu sou o Julian, sou das Filipinas.

Ele: Ta certo... Iai você já encontrou alguém por aqui?

Eu: aah não não cara, sai ontem a noite, mas não fiquei com ninguém.

Ele: Cara vou direto ao ponto, já percebi você olhando para o Vicent, quero te dizer que ele é compromissado e que o namorado dele, que no caso sou eu, não vai permitir você se jogando pra cima dele assim, se coloque no seu lugar e arranje outra pessoa.

Eu fiquei pasmo e sem reação, como assim? Até então todos ali eram héteros nenhum dava pinta de gostar de outro homem, não sou preconceituoso, mas receber aquela noticia assim foi como um balde de água fria. E de onde esse cara tirou essa idéia? Não sou gay, nunca olhei pra nenhum homem sentindo atração.

Eu: O que?! Cara não sou gay! e como assim vocês são homossexuais e namoram?

Ele: aah conheço essa história de bom hetero, SIM SOMOS! Algum problema? E aviso mais uma vez não se meta na minha relação com Vicent!

Eu: Cara você esta ficando louco! Eu não quero nada com seu namorado!

Graças a Deus chegamos ao restaurante, ele foi à frente e eu fui logo atrás, sentamos e eu estava muito sem graça pelo episódio que acabara de acontecer, e por ter descoberto que Vicent é gay, pedimos a comida e enquanto o garçom não servia começamos a conversar, eu tentei descontrair, mas a minha vontade era de sair dali. Terminamos e fomos pro estacionamento eu logo pedi pra trocar de carro com Vicent, ele perguntou se tinha acontecido alguma coisa, mas eu disfarcei e ele aceitou numa boa. Entrei no outro carro e fomos para a empresa fui calado , pois ainda estava processando tudo aquilo.

Chegamos lá e foi mais uma tarde cheia, chegou a hora de ir embora eu já havia descido, e mais uma vez esqueci a pasta com documentos, dessa vez foi no banheiro. Voltei correndo pra pegar enquanto meu pai me esperava lá embaixo. Quando saio do banheiro vejo Vicent entrando e o elevador se fechando, grito pra ele segurar pra mim e assim ele faz.

Eu: Oi, esqueci minha pasta no banheiro...

Ele: Bem esquecido você hein

Caímos na gargalhada...

Ele: Iai vai fazer o que hoje à noite?

Eu: aah não sei, acho que vou ficar no apartamento. Ontem sai, mas não gostei muito...

Ele: Vamos à balada, hoje te apresento algumas minas legais... E prometo que hoje não vou esbarrar em você.

Eu: Legal se você não vai esbarrar em mim, beleza eu vou.

Ele: Ok! As 20h passo no seu apartamento e vamos juntos.

Fui pra casa descansei um pouco, tomei um banho e fiquei esperando Vicent, fiquei pensando no que William tinha me falado... deu o horário dele passar pra me pegar e nada acho que ele tinha desistido, ou o William o convenceu de não me levar. Uma hora esperando e resolvo trocar de roupa e vestir alguma coisa mais leve. Meia hora depois ele interfona, mas eu não estava mais afim...

alguns minutos depois alguém bate a porta e eu vou atender, era ele, ele ficou um tempo me olhando e eu logo fiquei sem jeito, estava sem camisa e em um short curtinho pronto para dormir.

Ele insiste me chamando pra sair, com um pouco de insistência eu resolvo ir, saio pra me arrumar e falo pra ele entrar e que meu pai estava na cozinha , ele entra e vai até onde meu pai estava.

Vesti uma roupa normal pra balada e sai do quarto e fui até a cozinha, Vicent estava de costas, ele se virou e mais uma vez percebi que ele ficou me olhando, eu mais uma vez fiquei sem jeito, ele tentou disfarçar.

Eu: Iai vamos? Pai vou sair com o Sr. Vicent chego mais tarde.

Ele: Vamos sim, iiiii ta de onda comigo? Já pedi sem formalidades por favor.

Eu: Ok ok rsrs, só zoando.

Pai: Ok meu filho, ver se não chega muito tarde e se cuidem.

Eu: Pode deixar...

Saímos e fomos para o carro dele, seguimos viagem calados até que Vicent corta o silêncio.

Ele: Julian, posso te perguntar algo?

Eu: Ué claro que sim, fique a vontade!

Ele: O que aconteceu mais cedo, você estava normal antes de irmos pro restaurante e chegou estranho, percebi que William também estava.

Eu gelei na hora, meu coração acelerou...

Eu: É... eu... Ué nada estava normal, deve ser coisa da sua cabeça cara rsrs

Ele: ta certo, qualquer coisa pode chegar em mim e falar numa boa.

Eu: beleza rs obrigado.

Chegamos lá e entramos na balada, a primeira cara que vejo foi a de William, quis ir embora na hora, ele me olhou com uma cara fechada e eu logo me afastei de Vicent dizendo que ia ao bar. Logo uma moça se aproxima de mim.

Ela: Oi Bonitão, sozinho em uma boate desse tamanho?

Eu: Oi rs, pse estava esperando companhia e pelo visto já encontrei...

A moça me puxou e ficamos dançando, de longe vejo Alexandre, William e Vicent dançando... eu disse a moça que ia ao banheiro e quando ia passando por eles, William pega na cintura de Vicent e fica colado com ele me olhando, eu passei rapidamente por eles, sinceramente não entendia o que ele estava pensando de mim.

Fui ao banheiro, e quando volto eles não estavam mais dançando,olho para um canto e vejo Vicent aos beijos com uma moça muito bonita, olho pro bar e William estava sentado bebendo com Alexandre. Ai é que eu não entendi nada mesmo!!! Voltei para onde a moça e ficamos nos pegando... percebi que ela já estava assanhadinha, mas eu estava normal... Não estava sentindo vontade de levar ela pra cama. Eu estava me achando estranho, pois já era a segunda vez e isso nunca tinha acontecido comigo.

Não demorou e Vicent me chama para irmos embora, eu me despedi da moça; dei meu numero a ela e fomos...

#CONTINUA#


Este conto recebeu 0 estrelas.
Incentive Isaac.I. a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
04/05/2016 12:12:20
Linda a historia e esse willian nao deu valor no passado agora quer aproveitar pra nao deixar ninguem chegar no vicent kkkk quero ver ate onde vai dar
03/05/2016 23:40:18
Não entendi qual a real do William em dizer isso ao Julian. Mas, suspeito que ele quer marcar território. O Julian vai ficar nessa com o Vicent? tem mais é que falar o que aconteceu e tirar essa historia a limpo, principalmente depois de ve-lo aos beijos com uma mulher
03/05/2016 20:44:41
Hummm... qual é a desse william?


chupando a amiguinhaconto meu marido virou minha putade zei pica pal xisvidoseiocontoseroticoXVídeos vestidos para CileneXVídeos cara tapeando a mulher baixinha no meio da rua buchudaWESLLEYWEST-CASA DOS CONTOS EROTICOS |zdorovsreda.rucazal maduros mamado jutos uma picanegro escravo fudendo filho do patrãocontos meu vo massageava minha bucetinhacunhada mamou gistosoXvideos zuzukinhaContos eroticos irmã gêmeasogra mijona contoscasa dos contos eroticos com sobrinhos chupador de bucetaconto erotico gay com padrasto velho coroa grisalhorelatos íncestos tio e sobrinha dormindo nurelatos reais de meu tio me diz que é macho alfaGostosas peladas com silicone na bumda que fazen os guri bate punhetaXvideo mobile Filha tem buceta pilucontos eroticos madrasta cachorra leva surra de pica drelatos eroticos dei minha bundinha e contei tudo a meu maridosobrenatural nxvideoscomendo a mulher do chacareirocontos minha mae gravida do pedreirostrapon sangue e bostaconto gay meu amor psicopataContos- filhinha greluda e putinha desde pequenapornopai g filinha arteiracontoseroticos de incesto aiiiiiiiiiiiiii maninhaXVídeos padrasto força menina chupa lhe ofendidocontos-o padre comendo o czinho da mocinharelaro erotifo mae bucetuda e filho pau gigant..contos eróticos gangbangpadrasto tira a virgindade da voltada negra do peito durinhoperereca da ebteada contosesposa fudida por sobrinhos e sogros contos eróticosfoto da piroca do senhor ditaofernanda puro desejo gamg bang contoscontos eroticos homens que vestem de mulhera mãe bota filha para transar com Paysandu para dar o c*esposa putinhaporno negao crava tudo de bruso ela gritamenino dodoca arobando novinhasprimeiro menage da esposamadrasta chorando muoto na rolaquero ver história do passado de homem de pau grande e grosso que gostava de comer um cu de homemcontos corno manso ineditocontos de sexomarido bebadoconto erotico olhando vizinha bucetuda do buracocontos erotico,meu genro me enrrabou dormindopornodoido irma e irmao na cozinha mae viajoxvideo hetero esperimentamdo pauFodidamente sexy WattapdPorno namora senti o gosto da chota da mae no pal do nsmorado dai descobre q rle comru elachantagiei minha comadre contosContos eróticos mulher caipiracontos eroticos so no cuzinho da gordinhaconto gay pai e filhoxevideo mulher dormido e rola entrando/texto/2012081431video de porou dirano vigidade da namorada vedtidoler conto eroticos fui comida num bloqueiocomendo a mulher do meu cunhadofinalmente achei o video da minha irma xvideostransei com meu cachorroPadrasto dorado fodi enteadanovimha perde o cabosncontos eroticos d cornopra comer a espozaenrabadinhacunhado erra a buceta e acerta nu cuzinho da cunhadaconto erotico estuprei minha esposa obriga nossa empregada a fazer sexo comigodescobri que meu genro quer me comer contos eroticoscontos comi dona maria casadacomi meu irmãoum homem virgem quando tranza sem penetrar continua vergem??Contosmulherbebadaxvideo gay transa estrupocu peludoler contos eroticos de padres reaispornô xxvideos www.contosx.com contos eróticos searchXVídeos só de traques arrumadinha