Do Hospital para a Putaria - O Conturbado Repouso de Cirilo parte final

Um conto erótico de Astrogildo Kabeça
Categoria: Grupal
Data: 14/09/2015 22:58:57
Última revisão: 18/04/2018 12:06:16
Nota 8.20

Era um dia de muito calor aquela sexta-feira. Cirilo estava praticamente recuperado e Denise teria seu ultimo dia de trabalho. Desde que rolou a trepada com a enfermeira, Cirilo tentava em vão convencer a profissional que cuidou de sua saúde a ter um “siricotico” com ele novamente,mas ela nem dava espaço pra isso.Naquele dia porém, ele notava que ela estava risonha e parecia que aprontaria. Isso o animou.

Vestida de salto alto e vestido que realçava seus enormes seios,Denise foi se despedir do seu paciente:

- Foi um prazer cuidar e tratar do senhor...Gostaria de algo mais?

- Bem, gostaria muito de pedir algo....mas acho que vc não cederia...

Era tudo que Denise queria ouvir:

- Hummmmm...por acaso vc quer uma mamada nessa bela pica?

Cirilo prontamente colocou aquela jeba pra fora e assim Denise se ajoelhou com a bocona aberta e abocanhou a piroca imensa que ainda estava mole,mas que endurecia a cada sugada da enfermeira...Tudo estava caminhando pra mais uma foda mais eis que a porta abre e surge Natalia. A loira ficou parada com as mãos na cintura vendo a cena. Quando percebeu a nora ali, Cirilo arrancou o pau e tentava guardar gaguejando.

- Na...na...ta...Natalia...Não sabia....que viria...a....assim.

- Mas o que está acontecendo aqui?O que o senhor está fazendo?

Denise se levantou séria:

- Não é ele que estava fazendo...eu que estava fazendo...e vou continuar quer vc queira quer não!...e voltou pra tentar colocar o mastro na boca com Cirilo inerte sem ter como reagir..

- Mas que pouca vergonha é essa,meu sogro?Vai deixar essa...vaca peituda te mamar assim?

Cirilo queria sair dali,mas não é que a enfermeira já estava num louco boquete?A mesma tirou o pau da boca e falou:

- ao invés de ficar aí querendo bancar a moralista,pq não vem aqui me ajudar?

Cirilo arregalou os olhos mais uma vez...Alias, teve foi surpresa nesse processo de recuperação dele...

- Vc é louca???Está pedindo pra chupar meu próprio sogro??quem vc pensa que é?

- Fala a ela,seu Cirilo,como vc jé me comeu imaginando ser ela,fala!

Cirilo estava sendo punhetado pela enfermeira que as vezes lambia a cabeça de sua pica enquanto Natalia olhava tudo fazendo de conta que estava horrorizada...Fazendo de conta pq obviamente era um jogo já tramado pelas duas ardilosas mulheres.

- Ele é doido pra lhe comer,Natalia...doido!Pq vc não vem aqui e faz as honras dele?

Cirilo tentou falar algo no que Natalia disse:

- É verdade sogrinho?Vc quer mesmo me comer???sou esposa do seu filho esqueceu??

- N...n...nã....não...não!!Ela tá mentindo!Eu...nem...sei o que fa...faço...aqui!

Já doida de tesão e querendo acabar logo com aquilo, Natalia emendou cheia de dengo:

- Não quero deixar essa biscate sozinha com vc não!Ainda mais que ela tá mamando um baita de um pauzão hein sogrão??Não sabia que vc tinha um pau tãaaaaaaaaaaaaao graaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaande!

- Vai, seu Cirilo...vai perder a oportunidade de ter duas mulheres mamando seu porrete?...disse Denise

Parecia que agora Cirilo entendia as coisas...Começou a mudar o semblante e ficando cínico olhando sua nora que estava ali dengosa:

- Eu vou se o senhor pedir...se não pedir,sua norinha vai embora...vou emborinha tá?...ia se virando quando ouviu o grito de Cirilo...

- Vem aqui,sua vadia!!!Era isso que queria ouvir,cadela!!Vou fuder vcs duas como vcs merecem,vagabundas!!!

Natalia se virou rapidamente já tirando a roupa:

- Uauuuuuuuuuuuu...meu sogrinho é macho assim é?Vai dar conta dessas duas potrancas é?o velhinho ainda guenta?Esse pauzão vai aguentar o tranco?

Gargalhando, Natalia voou nuazinha para repartir com Denise aquela grossa pica que estava já reluzente da baba da enfermeira.

E a cena rolava naquele quarto. Natalia no boquete, Denise beijando Cirilo que estava sentado se deliciando daquelas mulheres que fizeram a festa do seu repouso. Ora uma mamava, ora a outra, ora as duas lambendo cada pedaço de pica. Tinha o suficiente pras duas.

- Cadelas desgraçadas...chupem bem gostoso assim...ah....vcs serão recompensadas, minhas deusas...

As duas se olhavam e colocavam as línguas para lamber a cabeça do cacete e as duas se linguavam as vezes.Até que naquela disputa de quem era a mais vadia, Denise segurou o rosto de Natalia e tascou um beijaço, no que foi correspondida pela loira. E aquele clima de muita língua, beijos na boca uns dos outros, e muita mão em peitos e bundas, Denise ficou em pé e ofereceu a buceta para Cirilo se acabar de lamber, enquanto Natalia continuava caprichando no boquete.

- Lambe minha xota, seu coroa escroto!Pauzudo do caralho!Vai ter que tomar conta de duas éguas hoje,seu jumento devasso!

A situação se inverteu quando Denise foi chupar e Natalia ficou em pé praticamente rebolando como uma dançarina do ventre na língua de seu sogro. Naquela posição, voltou a mamar a tora junto da enfermeira,enquanto Cirilo castigava o cuzinho dela com os dedos.

- Canalha...Esse cafajeste está lambendo meu cuzinho, Denise!

Depois de muita chupação de cu,pica e buceta, Natalia começa a cavalgar o sogro numa tremenda rapidez, enquanto a enfermeira ralava a mão no grelinho da loira amazona.

- Pula assim,putinha...vai,cavalga seu garanhão, sua corneteira!

- Uhhhhhh...me arromba,seu puto,arregaça a esposa do seu filho!Me lasca,caralho,fode sua putinha!

Denise pegava no corpo de Natalia e forçava ainda mais pra baixo,pra dilacerar de vez a buceta da loira no pau do convalescente Cirilo.

Chorando de prazer, Natalia goza no pau de Cirilo, que parecia disposto a morrer pelo prazer de meter bem naquelas duas. Momentos depois já estava metendo na enfermeira,que estava de quatro metendo a língua na buceta de Natalia.

- Puta que pariu,isso é mais que um sonho!..dizia alto Cirilo, que metia com vigor

- Ahhhhhhhhh...mete a língua assim,sua prostituta!Mostra a profissional que é!Hummmmmm...que língua escrota tem essa ordinária!Devia ser a maior puta do cabaré!

Natalia então se meteu embaixo da enfermeira e tentava mamar os enormes seios de Denise,que sacolejavam com as investidas,mesmo sendo bem pesados. A loira se afogava naqueles peitões que esbarravam o seu belo rosto de olhos verdes.

Já dando sinais de extremo cansaço, a foda se encerraria com Cirilo arregaçando num frango assado a buceta de sua norinha, com Denise lambendo o rosto suado da loira,que urrava de prazer ante as investidas do monstruoso cacete do seu sogro

- Arromba essa puta!Aquele corninho frouxo do seu filho nem vai perceber a esposa toda arrombada por um mastro de verdade!...Berrava alto Denise, que se mostrou uma pervertida lembrando de alguém que nem sonhava com aquela sacanagem toda que os 3 aprontavam..

Já praticamente em pé montando literalmente na nora, Cirilo com seu portentoso mastro deformava aquela buceta que era sua já a tempo...

- Toma,putaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa...

A loira sacolejava na cama revirando a cabeça de um lado para o outro,enquanto Denise estapeava suas pernas e mandava Cirilo acelerar ainda mais a metida, se isso fosse possível. Cirilo então tirou o pau e mirou na boca da nora que recebia a chupa de esperma na boquinha. Denise lambia o pau de Cirilo e Natalia resolveu acompanhar a limpada de cacete. As duas mamavam o resto de porra enquanto Cirilo já estava quase dormindo de tão exausto.Dividindo a porra e falando putaria baixinho,as duas riam da travessura que aprontaram...

Caia a tarde e os 3 devassos que fizeram loucuras nesses poucos meses de muito sexo, tiravam um merecido cochilo, espalhados pela imensa cama de um Sujeito que achava que iria apenas repousar de uma grave patologia,mas acabou virando o astro de um filme pornô pra lá de real.


Este conto recebeu 3 estrelas.
Incentive Astrogilldo Kabeça a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
08/02/2020 14:18:52
Adorei
10/12/2018 23:54:37
Sensacional!O véio tava bem do coração pra aguentar essas duas! Não sei se eu aguentava!
08/02/2018 19:33:44
excelente
12/10/2016 23:00:30
Muito bom mesmo. Não sei porque você não escreve mais. Seus personagens são coerentes e sempre há uma motivação no que fazem.

Listas em que este conto está presente

Sogro e Nora
Todos os contos de sogro e nora.

Online porn video at mobile phone


chamei o negao dotado assim q meu marido saio e chorei muitocontos eiroticos leilapornContos- filhinha greluda e putinha desde pequenagostosa dançando fak pelada se es fretado uma na outra fudenomeu padrasto me estrupo ranco meu cabaco eu gosteivanessinha casada e putinha/quadrinhosmae icestuosa desabafo de maemeu tio me chupou a pepeca, adoreicontos meu primo safado me vizitoushinichi pegando nós seiosporno doidmae dando cu p filhomaei depilando pau do filho e nao aguenta baicha aboca chupando e setando abuseta ensimaporno negue pintao comend buctporno pai violenta filha de shortinho curto nosofarv******** da escadinha na b***** para o padrasto pai e ele goza dentro da b******** delacoroas homens defloração vaginal relatosfudeu me ate eu soltar litros de xixi conto eroticoxisvido mai dormir no cologozando na entrada da bucetinha minúsculas de frango assado bem devagarcarinha de anjo mais trepanoCasa dos Contos zoofilia o touro entrando no fundo do meu uteroencoxando com. o pau duro. o ovideos arrancando a virgindade da novinha sem piedade que deu por dinheirocontos eroticos fudeno a novinha de 17aninhoscontos eiroticos leilapornxvidio servissoninho pajeando x videomarido chupa abuceta da mulher depos de amando emchei ela de porracontos meu filho estrupo,meu cu finju dormiContos eroticos a neta da vizinhaputinho brasilero gemendo muinto dando cuzinho pro novinho na sua primera vezxvidios geys pegando priminho pre adolesentesporne com malheicontos o telefone tocou agora sou cornoanal brasileiro. uncesto irmao. comendo. ocu da irma. ela dizendo .que doi muitocontos eroticos viajando junto com irma da igrejafui me depilar no salão e ganhei uma chupadavídeo baixinhas quadril grande agachada de costas de quatrocontos eroticos mamãe submissa, dominada pela filha novinhaler contos eroticos menagecontos eiroticos leilaporn"descabacando a priminha"trabuco contos gayconto erotico assaltorelatos eróticos determinada por um negão roludomulher marido chamaum cara dotadao para fudeelafiz minha esposa chupar seu pai enquanto fodiamospatriciane transando gostosatranzasaovivoConto patroa rica empregado pau grandecontos erodicos comi minha netavidio mulher casada com roupa fodendo enfrente o marido ate escorrer porrscontos eróticos de sinhozinho comendo escravaConto erotico filha apanha pq estourou o cartãocontos eroticos meu filho doente mental me enrabouxxvideoso pau maior do mundo rasgado bucetasConto sexo anal casada estrupadamulher pensa que a amiga é mulher mas é um travesti com um pau bem groso e vai dormi com ela em casa e acaba temo um supresa e transa pornopornodoidocoroa deitad na cama so de calcihavídeo pornô homem c****** no pau do outro homem saindo bosta do c* do Cupim na pica no c******** e grossamamae grita com rola na bućeta peludaVideo ao vivo de putaria profissional de velhas gostosas saboreando fundo na vagina o pau pretoMeti minha pica no xiri da minha sogra de 49 anosaluna do mar Ivone da chupando o pau do caranovinho.geminho..de.pau.duroDepois que fui p macumba virei lesbica contos Mãe e filha dandoxvideo o presente de aniversário do papai estrupocontoseroticoscontos eroticos fudeno a novinha de 17aninhos14 centímetros conto heteroContos Lucinha virgem pai a fazenda molhadaManual de um viadinho putoarretada e gostosa minha mae conto incestovideos emprestei minha esposa gostosa para um amigo dotado 2017xupando gkscontos eiroticos leilaporncasa dos contos eroticos temas broderagemcincesto irma dando pro proprio irmãzinho novinhoxvideosvideo pornodoid homem esferga em trem