NO SITIO COM PAI E FILHO

Um conto erótico de CASADO BI
Categoria: Homossexual
Data: 05/06/2014 04:36:28
Nota 9.50

No feriado de primeiro de maio viajei para o sitio do meu irmão que fica em Mairiporã.

Estava combinado de irmos em 15 pessoas mas aconteceu um acidente com meu cunhado e todos resolveram desistir do passeio menos eu que fiquei sabendo que ele estava fora de perigo.

Cheguei no sitio bem sedo, como o caseiro sabia que nós íamos ele já estava acordado nos aguardando com a casa toda arrumada para 15 pessoas.

Quando ele viu que eu estava só me perguntou se a turma viria mais tarde ou no outro dia, contei oque aconteceu e que o pessoal ficou desanimado para viajar e só eu resolvi ir para dar uma descansada da loucura da cidade.

Geraldo é um pernambucano forte, de pele morena bronzeada, cabelos grisalhos, usa bigode e cavanhaque, viúvo pai de um casal de filhos que moram aqui na capital.

Ele fez questão de me ajudar com a mala mesmo estando leve, levou até o quarto e me falou se precisasse de algo era só chama-lo agradeci pela ajuda e fui para cozinha tomar um café.

Como ainda era cedo resolvi deitar um pouco, dormir até as dez da manhã levantei lavei o rosto e fui para o quintal dar umas voltas, não vi Geraldo por perto e resolvi sentar na varanda foi quando escuto o telefone tocar.

_ Alo, quem fala?

_ Pai sou eu Gilmar.

_ Oi Gilmar tudo bem com você? Aqui é o Marcelo.

_ Desculpe Marcelo pensei que fosse o velho vocês tem a voz parecida. Meu pai esta ai por perto?

_ Não Gilmar, você aguarda eu chama-lo?

_ Não precisa Marcelo só diga para ele que amanhã vou para ai?

_ Aviso sim pode deixar te esperamos então com a carne na churrasqueira e a cerveja gelando OK.

_ Opa vou chegar sedo então Marcelo um abraço e até amanhã.

Fui procurar por Geraldo no quintal chamei por ele e nada, ué cadê este homem que não responde.

Dei a volta pela casa fui até os fundos aonde tem um quarto de despensa, quando estou bem perto ouço gemidos vindo lá de dentro a porta estava fechada vou até a janela e vejo Geraldo de pau duro se masturbando olhando uma revista de mulher pelada.

Quase cai pra traz quando vi o cacete dele,que depois fiquei sabendo o tamanho 24cm e grosso, parecia um pedaço de madeira na mão dele.

Fiquei olhando até ele gozar e como gozou o cara estava na seca, saiu muita porra daquele cacete deixando uma poça no chão sujo de poeira.

Sai de fininho dei um tempo para ele se vestir e chamei por ele como se não soubesse aonde ele estava.

Geraldo veio até mim, de longe se via a mala do pau meio duro dentro da calça apertada, dei o recado para ele e antes de eu voltar para a casa dei uma olhada em sua mala ele percebeu e tentou esconder o volume pondo a mão no bolço.

Fui para o quarto de pau duro lembrando oque vi deitei na cama e comecei me masturbar chamando por ele com um dedo dentro do cu oque me fez gozar bastante.

Enfim chegou o outro dia e logo cedo o Gilmar já estava lá, ele e o pai são idênticos a diferença é a idade mas de resto são muito parecidos.

Acendi a churrasqueira pus a carne para assar e ficamos papeando e tomando cerveja, Gilmar entrou e voltou de regata e com um short curto e apertado, dava para ver que era igual o pai pelo volume que fazia, aquilo foi uma tortura para mim ficar com os dois ali mostrando seus pacotes, meus olhos passeava entre uma mala e outra.

Geraldo foi buscar uma caninha no seu quarto, começamos a beber e misturar com a cerveja não demorou e todos ficaram alegres e o papo esquentando falávamos só de putaria e dando risada.

Aproveitei e perguntei...Geraldo como tu faz quando o tesão aumenta já que tu fica só aqui você tem alguém para te aliviar?

O tiro saiu pela culatra ele me pegou direitinho.

_ Faço oque tu viu ontem lá no quarto Marcelo.

Gilmar me olha sem entender nada e pergunta.

_ Oque ele viu no quarto ontem pai?

_ Xi Gilmar o velho esta bêbado tira a cana da mão dele.

_ Que nada Marcelo, esqueceu que tu ficou na janela vendo eu bater uma até eu gozar?

_ É serio isto pai, o Marcelo ficou olhando teu cacete pela janela?

_ Não foi tanto assim Geraldo tu já tinha gozado quando cheguei.

_ Diga a verdade cabra eu te vi passar e ficar na janela sem tirar os olhos do meu cacete.

_ Gente esta bom o papo olhe come já fiquei de uma olhada pai e Marcelo como já esta meu bicho.

Parecia que o short do Gilmar ia estourar pelo imenso volume.

_ Olhe Gilmar a cara do Marcelo na tua caceta chega esta de boca aberta.

_ Quer pegar Marcelo pode vir fica sendo segredo nosso eu e o pai vamos ficar calados venha pegue nele.

_ Aproveita a chance de ter dois cacetes de machos para tu brincar cabra não é sempre que tem pai e filho assim de graça.

_ Olhe só o meu começou levantar também venha até nós aqui e sinta eles na tua mão.

Fui até eles sem dizer nada me agachei entre os dois liberei o do Gilmar do short e vi o quanto era grande peguei alisei Geraldo pegou minha mão e pôs no dele que também alisei bastante.

_ Pai tire a carne da brasa vamos entrar e depois comemos o churrasco agora vamos comer um lombo gostoso.

Gilmar se levantou me puxando pelo braço e fomos para meu quarto, os dois deitaram já sem roupa tirei a minha e subi na cama no meio deles.

_ Vem Marcelo mama ele sei que é isto que tu queria fazer ontem hoje tem dois para tu se diverti.

Comecei por Geraldo engolia só a metade ele gemia alto de tesão depois fui para o filho também só a metade revezava entre eles chupava a rola os ovos.

_ Vai querer qual primeiro eu ou o Gilmar?

_ Pai tu primeiro os mais velhos tem preferencia depois eu vou.

Geraldo levantou minha bunda me deixando bem empinado encostou o pau no meu cu e atolou sem dó, meu grito saiu abafado pela rola do Gilmar.

_ Calma porra deixe de viadagem foi só a metade seja macho cabra.

_ Vai pai soca ele aguenta mostra como você faz quando o tesão aumenta.

_ Geraldo enfiou o resto e começou socar enquanto eu mamava seu filho que gemia com minhas chupadas.

Ele me socou por uns 15 minutos tirou e chamou o filho.

_ Venha Marcelo sente nele, quero te ver cavalgar mas te quero de frente para mim.

Sentei até o talo e comecei cavalgar.

_ Abrace meu pescoço Marcelo deixe este cu bem amostra.

Quando abracei ele Geraldo foi para traz de mim percebi que ele subiu na cama e ficou esfregando a rola no meu cu.

_ Vai pai coloque ai dentro também.

_ Não Gilmar vocês vão me rasgar, eu nunca fiz e não vou aguentar os dois.

_ Marcelo vai ter que aguentar ou mostro o vídeo que meu celular esta gravando para sua família.

Achei que era brincadeira mas ele me mostrou o celular na cadeira gravando tudo com medo de ele falar aceitei.

_ Geraldo foi forçando até entrar um pouco, quando entrou ele deitou em cima de mim e foi empurrando o resto.

Pedi por favor para pararem mas eles não pararam os dois ficaram socando comecei a suar frio sentia que estava sendo rasgado por eles.

Gilmar foi entrando cada vez mais e acelerando o ritmo deu um urro enfiou tudo dentro e gozou aos berros, Geraldo me abraçou forte e também aumentou o ritmo socando fundo e gemendo no meu cangote, colocou até o talo e me lavou o cu de porra caindo ao lado do filho respirando fundo.

Quando Gilmar me soltou vi que sua barriga estava cheia de porra eles me fizeram gozar sem me tocar, Gilmar foi tirando de vagar quando saiu senti a porra deles escorrer para fora, olhei para traz e vi o lençol todo ensanguentado passei a mão na minha bunda e ficou toda melada de sangue e porra.

_ Olhe Gilmar Marcelinho não é mais cabaço tiramos suas pregas de vez agora.

_ Mas tu gostou não foi disse Gilmar me olhando com cara de safado.

_ Cara só te peço um favor apague este vídeo cara.

_ Pai me de o celular por favor.

_ Tome pode apagar tu mesmo cara, eu sei que tu gostou e também sei que até domingo você vai querer mais rola do pai e filho foi só uma chantagem para tu realizar minha fantasia de foder um cara assim com dois paus no cu.

Levantamos e fomos tomar banho depois voltamos para o churrasco aonde ficamos até tarde da noite.

Fomos os três dormir juntos na mesma cama acordei de madrugada com eles me dando rola para mamar até os dois encherem minha boca de porra e pegar no sono novamente.


Este conto recebeu 6 estrelas.
Incentive casado bi a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
15/05/2020 15:59:57
Muito bom. Queria ser o passivo. 100
17/05/2016 02:19:36
10
06/06/2014 00:33:57
Legal, gostei bastante.
05/06/2014 17:49:59
Muito bom!
05/06/2014 08:06:43
Muito bacana o conto!

Online porn video at mobile phone


doce nanda parte IV contos eroticosfotos cu ebuçeta cheia de porasubornei meu primo gay pra comer eleo tio tarado estrupando a sobrinha clitado de dora cordei com meu irmão inchendo minha buceta de porrafilme de sexo da Gretchen filme de sexo da Gretchen mostrando o peito dela a bunda cheirinho na bocacontos incesto mae gtsmorenas,magras,cabelos pretos,peitinhos videos sexContos eróticos procurando aventura no clube de campoarrumei um macho bem r***** pra f**** o c****** do meu marido contos gayminha primeira siriricacontos meu filho veio morar comigo e no banho vi seu mega rolao eu queriawww gostosas do zaptksair saigui depois de dar abicetaMolhe trepano com kratro homemporno.socu.epeitos.glande.pinto.enormexvdnovinha nao aguentou tres negaocoroa de beibidol seduzindo o genro na casa dela brasileirasBesteirascontoseroticoscontos eroticos menininha malcriada levando pica como castigodou o cuzinho mas sofro muito ele tem um pauzaotia viu seu sobrinho de mau duro contosconto lavador de carro pauzudoporno primo cupinsconto erotico madame submissaver munheris entertidas de pernas abertas mostrando o busetaoenpancando a novinha de brusolesbicas se vingando da rivala saga de uma esposa que obedece marido ele pediu para eu dar e eu dei para um pausudo na frente deleconto erotico gay com padrasto velho coroa grisalhoviparado liquito para chupa bucetaquero ler conto erótico sogro f****** com a noracontos eróticos comeram minha mulher na boatecontos eroticos madame bunduda submissa completaConto erotico o tarado do viagra tracou o valentãoporno com novinha de saia curta limpando a casa e o irmao dela pousado na bunda delamulher que gosta de ser encostada no ônibus contosvervideo .e ncoxada.nuonibusxxxvideosexo mulher gastigada depois fodefilme de zoofilia sofia nozo eterradopelego pauzudo nuxvideo casada fudeno azuada do pau entrando saindofiumeporno minisaia encoxadacontos eroticos malv comendo as interesseiraminha enteada fez sexo comigo doidona de cervejaxvideos lavei.de porra a boca fs novinhasogra conta em conto erótico como bateu uma punheta no genro de pau grande e grossoensopando o cuzinho com gelX video recebendo vizita da BetDo caralho-basquete-contobati punheta num desconhecido no onibus contosno motel o bucetao virgem cheio de pentelhos da minha cunhada solteira coroa conto eróticopraticante de zoofiliavanessa traindo com irmao do corno douglas spcomendo a sobrinha de 13 aninho conto eroticoscontos eiroticos leilapornporno magrınha com dotadocontos eróticos reais eu foi obrigado comer minha mae sua comadrenovinho punheteiro contos eróticos no quatel 2009quero ver vídeo de novinha mostrando a b***** patinho que rola patinho de rola b*****vadia chupadora de buceta contosContos vi a janara chupando a bucetinha da sophiacazal maduros mamado jutos uma picaai caralho ta machcando vai de vaga tarado/phim-sex/texto/201612755conto erotico gay cunhadoscontoerotico eu namorada mae e tiocasada santinho e seu corninhovidio d sobrinha mostrando metade d polpinhas p tio n fazendapornodoidoforçando a transarxxvide pono gratis gemo e gritano