Dona Veronica, um tesão de mulher. parte 1

Um conto erótico de Lingualoca
Categoria: Heterossexual
Data: 15/11/2013 04:37:21
Nota -

Olá amigos, eu tinha 19 anos e trabalhava num escritorio de advocacia, Dr. Mario meu patrão era um velho chato, mulherengo(se gabava de ter comido mais de 500), e por isso separado; dona Veronica não suportou os chifres e chutou a bunda do Dr. Mario. O que chamou mesmo minha atenção foi que dona Veronica era muito bonita e gostosa, ela tinha 47 anos e apesar de estar um pouco gorda, isso só a deixava mais atraente, com ancas largas, fartas tetas, um rebolado de parar o transito, uma gordinha sexy e gostosa.Estava eu sem fazer muita coisa no escritorio, quando Dr. Mario me deu um envelope e mandou entregar num certo endereço, uns 25 minutos caminhando e cheguei lá, apertei o interfone e uma voz mandou-me subir, chegando no andar bati na porta e fui recebido por Dona Veronica(que mulher cheirosa) ela mandou-me entrar e sentar no sofá, e então falou, -O bode velho mandou meu cheque?Sera que ele pensa que posso viver de vento?Aquele filho de uma egua!E continuou...-Aquele casanova recebe muitas putas naquele escritorio?Engasguei e nada respondi e ela continuou...-Ele deve estar mesmo e comendo aquela secretria vadia, vamos não precisa ter vergonha desembucha!Então retomei o folego e respondi...Nada sei da vida do Dr Mario, mas o que eu sei é que vc não merece ficar cultivando magoas, vc é uma mulher muito bonita!E antes que ela respondesse algo, emendei, -Vou te ajudar a deixar o velhote muito raivoso, imagine só a cara dele quando souber que vc aproveitou a minha vinda até aqui e trepou comigo, não vai ser uma bela vingança?Dona Veronica ficou vermelha na hora, levantou abriu a porta e falou...Só me faltava essa, seu fedelho abusado e sem vergonha, suma da minha casa agora, senão juro que te meto umas vassouradas no meio dos cornos!Não esperei ela mandar duas vezes, dei no pé, e no caminho de volta me arrependi da besteira, agora ela iria contar para o Dr. Mario e eu iria perder o emprego, não voltei mais para o escritorio aquele final de tarde e no dia seguinte quando cheguei pra trabalhar, pronto para assinar minha demissão, fui recebido pela secretaria, informando que o Dr. Mario viajara e so retornaria na outra semana, fiquei mais calmo, mas por volta das 10h00 o telefone tocou e era pra mim, na linha dona Veronica, com voz ameassadora me disse que só tinha um jeito dela não me ferrar, eu teria de ir mais tarde a sua casa, para limpar o banheiro dela e fazer outros serviços de limpeza, iria virar empregadinha dela se não quisesse que ela contasse tudo pro Dr Mario...Era pegar ou largar.Não tive escolha e 17H50 lá estava eu no apartamento de dona Veronica, que sem muitas palavras me deu o balde com panos e produtos de limpeza e me mostrou onde era o banheiro a ser limpo.Imagino que vcs devem estar achando a maior graça?Pois eu estava me odiando, quis dar uma de garanhão e me ferrei, nem tinha muita experiencai sexual, pois as meninas da minha idade eram muito reguladas, tinham medo de engravidar e na bundinha tinham medo que doesse, então o mais perto que havia chegado de transar, tinha sido com a Juçara, uma menina feinha, gamada por mim e que para namorar com ela eu impus uma condição, ela tinha que chupar meu pau, sempre que eu quisesse.Nunca tinha limpado um banheiro e estava alí tentando, quando escuto a porta abrir e dona Veronica passa a meu lado e entra no box, então tira a toalha(era tudo que vestia) e abrindo a agua começa a tomar banho, nuinha em pelo, alí na minha frente, fiquei sem açao...então ela ameaçou, -Continua limpando e não tente nada.Amigos que situação era aquela?Que humilhação!Mesmo assim não consegui ficar sem olhar, que rabão gostoso, e as tetas, molhadas e brilhando com a agua, sendo esfregadas, amassadas e lavadas pelas mãos de dona Veronica, pura sensualidade, tive uma mega ereção e meu pau doia de tão duro, quando ela me olhava eu desviava o rosto e continuava o trabalho mas estava impossivel me concentrar.Ela terminou seu banho, se enxugou e saiu pelada do banheiro, mandou que a seguisse pois tinha outra tarefa para mim, larguei o balde e fui atras dela até a sala, ela entao deitou de barriga pra baixo no sofa imenso, olhou pra mim pra ter certeza que eu estava alí olhando pra ela, então começou a levantar o quadril empinando a bunda, até ficar de quatro...Arregalei os olhos pois era uma visão incrivel, entao ela ordenou. -sua proxima tarefa é...Enfiar a cara no meio da minha bunda e chupar minha buceta e meu cú...seu tarado.Juro pra vcs que quase cai pra tras, me recuperei e rapidamente me ajuelhei atras daquela gostosura, contemplei de perto as dobras daquela buceta suculenta e carnuda, sua nadegas estavam entre-abertas então com uma mão em cada nadega abri mais para olhar aquele cú rosado cheio de pregas, dai não resisti, lasquei minha lingua ali, lambendo com força, ouvindo dona Veronica suspirar de tesão, sua pele ainda estava umida e quentinha por causa do banho e porque não tivera tempo de enxugar totalmente, o cheiro gostoso do sabonete me dava ainda mais vontade de lamber e eu alternava, hora lambendo o cú e hora atolando a lingua naquela buceta adocicada, enfiava a lingua o mais fundo que conseguia e tentava mexer a lingua la dentro, mas era apertado, entao começava a lamber toda a extençao da racha da buceta que ficava cada vez mais molhada.Dona Veronica me provocava...-Vai seu puto, nao era isso que queria?chupa gostoso, enfia a lingua toda na minha buceta, lambe meu cú, vai safado...falava e suspirava, dava uns gemidinhos que me deixavam mais louco ainda.Ela entao me entegou uma bisnaga de gel e ordenou...-Agora vou te ensinar a preparar um cú pra levar vara gostoso...isso mesmo, adoro dar o cu e hoje vc vai tirar meu atraso, pois faz tempo que não sinto uma vara quente e pulsante arrombando meu rabo...-coloca um pouco de gel nos dedos e no meu cú e enfia um dedo gostoso, ela rebolava e suspirava...-coloca mais um, isso agora gira a mao com os dedos dentro!sua bunda começou a ficar arrepiada e entao ela pediu tres dedos...-Agora tres dedos meu tesao, e faz movimentos circulares pra alargar meu anelzinho, ela pegou minha mao e me mostrou como eu deveria fazer, so o que achei estranho era que pra um cú sem muito uso, ate que meus dedos estavam entrando facil demais...Ela entao mandou eu aplicar mais gel, lambusando bem os dedos e com um movimento giratorio da mão, enfiar os quatro dedos o mais fundo que coseguisse enfiar...fiz o que ela pediu, de boca aberta com tamanha devasidão daquela mulher, rebolando, gemendo e gritando palavroes, pedindo pra socar os dedos que ela adora no cu.girei e atolei tanto os dedos naquele cu que de rosado ficou vermelho, entao ela puxou meu pau e se virando abocanhou e mamou com tanta força que chegou a doer, lambusou bem de saliva e falou...-que pau grosso e cabeçudo, vai ser uma delicia levar ele no meu rabo!Agora vem, me pega com força, arromba meu cú pra valer, nao tenha medo pois seus dedos me deixaram preparada pra levar vara gostoso, entao peguei ela de quatro, encaixei a cabeça de meu pau na entradinha do cu, agarrei firme em seu quadril e puxei sua bunda de encontro ao meu pau, que afundou inteiro naquele cu quente, lubrificado de gel, mas por incrivel que pareça, um tanto apertado, que mordia meu pau incessantemente, dona Veronica estava transtornada, sua pele estava toda arrepiada, ela rebolava, gemia, hurrava, e pedia mais, pra socar forte, tirar tudo e depois enfiar ate o talo de uma so vez, não tive duvidas, dona veronica adora dar o rabo mesmo, e que rabo!Soquei, soquei e bombei até perder o folego...tirei o pau pra ver o tamanho do rombo e estava mesmo ficando aberto, não resisti a tentação e por um momento enfiei a cara naquela bunda e consegui fazer minha lingua penetrar naquelas pregas abertas, então com um gemido gostoso de dona Veronica, senti sua musculatura anal apertar a ponta de minha lingua, ela tinha adorado sentir minha lingua vasculhando seu cú, molhei rapidamente tres dedos de saliva e afundei no seu cú girando a mão, entrou até os ossinhos dos dedos, ela gritava e rebolava parecendo uma egua chucra, e ordenou...-estou quase gozando meu tesudo, fodedor de cu, quero que vc meta em mim denovo, mas agora quero que vc lembre de alguma vez quando o Dr. Mario cometeu alguma injustiça com vc ou te mal tratou, sim! lembre disso e desconte toda sua raiva em mim, venha desforre tudo no meu rabo...aquelas palavras me fizeram perder a noção, meu sangue ferveu, meu pau já estava encaixado nela e segurei seu quadril com toda a força e meti ferozmente por varios minutos, praticamente violentei aque buraco com toda a força que consegui, verdadeira luta de box onde o saco de pancadas era aquekle pobre cú...Dona Veronica gritava e berrava...-Não para, não para, ai caralho que delicia, me fode cavalo, rasga meu cú, ai tó gozando, ai, ai, ai...Ahhhh...Dei uma gozada que considero até hoje uma das melhores da minha vida, tudo ficou escuro, parecia que saiam litros de porra do meu pau e a cada esguicho achava que as bolas sairiam junto...cai por cima de dona Veronica que tambem caiu deitada no sofa, então sem forças pude sentir os espasmos finais que ela ainda estava tendo, e a gozada dela deveria ter sido boa também. Nossas forças aos poucos foram voltado, mas levantar do sofa ainda demorou, estavamos acabados mais muito satisfeitos e felizes pela bela foda.Fomos conversando, especulando um do outro como havia sido e o que havia sentido e etc...Quando fui tomado por um sentimento muito forte de culpa pela violencia e força que havia usado, seu quadril e bunda ainda tinham marcar vermelhas e até arranhoes que nem percebi que tinha feito...pedi desculpas e quando já estava quase prometendo jamais fazer isso denovo, ela me interrompeu, me chamou de bobinho e falou que eu jamais deveria pensar assim, porque foi de proposito, que ela falou aquilo tudo pra me irritar, porque quanto mais forte e rude eu fosse, mais gostoso seria pra ela, pois para se chegar a um orgasmo com sexo anal, tinha de ser uma pegada forte praticamente um estupro e me fez prometer que eu sempre foderia seu rabo deste jeito, e que no sabado ela queria passar o dia todo comigo, que era pra mim me preparar, pois iria comer seu rabo o dia inteiro, quantas vezes eu quisesse e aguentasse, era pra mim ir desde já imaginando e arquitetando como eu faria pra surpreende-la quando estivesse fodendo seu cú, que eu poderia trazer brinquedinhos ou o que quizesse para arrombar bem o seu rabo, pois ela amva sexo anal e que a buceta ela estava reservando pra um dia especial, porque mesmo meu pau sendo grosso e cabeçudo, na sua buceta não iria fazer nem cocegas, pois ela estava costumada com algo muito mais grosso e maior...

Isso tudo eu conto pra vcs na parte 2, e deixo meu recado para as mulheres, estou procurando uma mante que queira viver fortes emoçoes no sexo...me deixe conhecer a dona Veronica que vive em voce.Beijos.lingualoca.


Este conto recebeu 0 estrelas.
Incentive lingua loca a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.

Online porn video at mobile phone


baixar pro celular videos novinha gordinha de chortinho dando pro irmao pauzudoconto porno paixao escandalosapodólatra xvídiovideo de mae assustada com o tamanho do cassete do filhocontos eróticos de padre testando a virgindade das irmãs Contos erroticos de empragada chinezaLoucoencoxandoWwwx vidios .con amulhe da buceta maio do mudorcontoerotico eu namorada mae e tioo dia que conheci o glory role contoxvideos. perigoso com entradas doendoinsesto com vovozinhas no porbodoidoo cu da minha mae é virgem contos eróticosestuprando novinha na cama calca abaichada calcinha amarelatexto jibi mae filho fodeu bucetaconto erotico funk peladafoi passear o cao e fodi a vizinhagostosas de mini saia traindo a irmã com cunhadocontos safados coroas casadas com filhas transan com genros dotados mais vistosquero ver filme pornô mulher metendo metendo e gritando mexendo na terrataxista roludo em caraguatatubacontos erocos comi minha cunhada adrianamRcela viaDo pistoludo fudendo o cu da mulher do cornosexo contos eróticos comendo a mestiça bundundaporno gey istorias comi meu priminho de treze anoqueria ver vídeo do Nx novinha trepando muito com seus cunhadosboafoda.comfarofapegou grelo da sogratraição xxvidioContos picantes ainda virgem fui abusada por um entregador velhoFilme de porno sobrinho cumendo a suaxividio ela fica xorando quando da o cucontos de cú de solteirona dabuceta das gostosa da novela das 9:00xvideo professora lecionando de shortinho atolado no cuconto erotico gay vovo deu leite pro netinhoxisvidios anestesiadasfez buraco na parede do banheiro para brexar as mulheres de casa e foi pego pornohomem pelado sem nada tampando nada nada mas eu supereiporno cazeiro duas dando juntasporno doido travetis fundenoloirinhos lizinhos novinhos pintudosminha cunhada punheteira contos reaismãe bem velha tropa do com filho sexo incesto contos vídeos todos novosconto erotico viadinho de shortinho e calcinha com mendingoIncesto- Irmão brutamontes se apaixona loucamente pelo irmãozinho gay casadoscontoscasa dos contos erótico com a boca cheia de porra do mecânicoO maior pau que JÁ ezistiu rasgando a bucetaconto erótico Levei minha mulher na pescaria da perdiçãorairodigoxvideos casada potranca transando con mukeke e gemendosobrinha conto eróticoconto erotico tio metelãofilme pornô lésbicas suando nariz na cara da outra Tirando catarrotia coroa bebeu fico com fogotaludas d short gostosasconto erótico dopando pra meter gostosoXVídeos sentando com o c* na garrafa e deixa na garrafa de tratorFace de Luciano com a b***** arreganhada com consoloxsvideo caronasvideos caseiros de estrupos de vuneravrlxvdeos brasilero irmãoVideo porno mulher casada crente des pila bucetacontos porno scat lesbicocontos.gozei como louca na pica do meu filhocontos eiroticos leilapornpirocona na titiaXvideo mobile Filha tem buceta piludezejo ver evangeliça casada tranzando e pelada abaixar vídeos de sexo na noite de núpciasgaleguinha filha de papai metendo com a pica no tabaco bonitinha gostosinha